Arquivo de tag Zé Aldemir

porpjbarreto

Engasgada: Prefeita de Poço José de Moura responde Dra. Paula e desmente que amante de Zé Aldemir seria sua sobrinha. Escute!

Bastante chateada, a prefeita da cidade de Poço de José de Moura, na região do Rio do Peixe, Sertão da Paraíba, Aurileide Egídio de Moura – respondeu as supostas insinuações da deputada estadual Dra. Paula Francinete, sobre fatos que envolveu o prefeito de Cajazeiras, José Aldemir – no tocante às fotos íntimas do gestor e uma suposta sobrinha de Aurileide, que pautou a imprensa sertaneja e grupos de notícias de WhatsApp da região e do Estado, nos últimos dias.

De acordo com Aurileide a mulher da foto com o prefeito, não é sua sobrinha, mas uma pessoa próxima e que estaria sendo atribuído algum vínculo de parentesco, fato que ela, a prefeita desmente.

Ainda segundo Aurileide, Dra. Paula estaria atirando para todos os lados: “Ela vai perder muita coisa. Eu sinto muito, era uma pessoa que eu admirava muito”, ressaltou.

Abaixo, o áudio onde Aurileide desabafa. Escute!

Extorsão: Após publicação de fotos íntimas nas redes sociais do prefeito de Cajazeiras, primeira-dama acusa três mulheres de chantagem

 

Redação

porpjbarreto

Extorsão: Após publicação de fotos íntimas nas redes sociais do prefeito de Cajazeiras, primeira-dama acusa três mulheres de chantagem

Sem citar nomes, mas declarando ter conhecimento e total discernimento sobre a problemática que envolveu seu esposo, o prefeito de Cajazeiras – José Aldemir Meireles (PP) no tocante à publicação de fotos pessoais, onde o gestor aparecia em momentos íntimos com uma mulher, a deputada estadual e primeira-dama de Cajazeiras, Dra. Paula Francinete revelou que três mulheres estão fazendo chantagem para obter vantagem financeira, utilizando desse expediente.

A deputada não descreveu com todas as letras, os nomes das possíveis mulheres, que estão tentando extorquir o prefeito – porém, tudo leva a crer que uma delas é a ex-amante e as demais, duas ex-servidoras exoneradas recentemente pelo chefe do executivo cajazeirense. Esses são os comentários entre servidores públicos municipais, grupos de WhatsApp e redes sociais no momento. Vale ressaltar que extorsão é crime tipificado no artigo 158 do Código Penal Brasileiro

Abaixo, Dra. Paula diz como está se sentindo e que não vai deixar destruir uma vida política com Zé Aldemir de (trinta e três) anos.

 

Redação

porpjbarreto

Aproximação: líderes comunitárias da Zona Sul de Cajazeiras aderem ao projeto político do prefeito José Aldemir

Mesmo sem afirmar que disputará a reeleição nas eleições de 2020 em Cajazeiras, o prefeito José Aldemir (PP), continua trabalhando nos bastidores e têm adesões ao seu projeto político de reeleição a prefeito de Cajazeiras.

Na tarde da última segunda–feira (25), Zé Aldemir recebeu o apoio de duas líderes comunitárias dos bairros São Francisco e Tecedores. No São Francisco foi a popular Maria de Lourdes, “Poca”. Já nos Tecedores, a popular “Fátima de Tico”, presidente da Associação Comunitária dos Tecedores.

Segundo assessoria do prefeito de Cajazeiras, outras lideranças virão, para abraçar a campanha de reeleição de José Aldemir nas eleições de 2020.

 

Com informações do Click Cz

porpjbarreto

Quem será o candidato de oposição à prefeitura de Cajazeiras, com maior densidade eleitoral para vencer Zé Aldemir?

Na Paraíba, como nos demais recantos desse estado, o assunto mais recorrente e atual é falar de política; quando estamos próximos de campanha estadual, a demanda é pelas conjunturas e apoios aos deputados estaduais, federais, senadores e ao governo.

Trazendo o olhar para as cidades – levando em conta a proximidade das eleições municipais, o assunto não poderia ser outro. E as perguntas que não querem calar a boca dos eleitores, apoiadores, cientistas e comentaristas políticos é justamente em quem votar.

Em Cajazeiras, não é diferente, pois, as especulações em torno de alguns nomes já deram início há meses.

Fala-se em Carlos Filho (DEM), filho dos ex-prefeitos Denise e Carlos Antônio Araújo de Oliveira.

Comenta-se o nome do deputado estadual Júnior Araújo (Podemos).

Especula-se também os nomes de Marquinhos Campos, irmão do deputado Jeová Campos, de Antônio Gobira (Rede), de Zé Maria do (PT), de Mariana Moreira do (PT), de Rivelino Martins (PSB) e do Vereador Alysson Lira (PSD), este último aguarda uma resposta da família para pôr o bloco na rua.

Até o momento, quem tem feito intervenções na mídia e redes sociais com maior frequência tem sido o médico Carlos Filho e o sapateiro Antônio Gobira. Porém, vale ressaltar que a pessoa, ou grupo político mais organizado é o do atual prefeito José Aldemir (PP), que tem realizado reuniões constantes e formado novos grupos com pré-candidatos. Além do (PP) seu partido, o prefeito já dialogou e deixou certa a formação do (PSDB) com (vinte e três) pré-candidatos a vereadores.

Ainda segundo soubemos, o (MDB) está sendo recomposto com lideranças comunitárias, para o embate das eleições de 2020. A novidade é que o prefeito quer a presença do atual vice, Marcos do Riacho do Meio junto e misturado, para concorrer uma vaga e retornar à Câmara Municipal como vereador – excluindo assim seu parceiro de chapa.

De maneira independente e sem demonstração que comporá a oposição, ou situação – está o grupo formado e liderado pelo ex-vereador Chico de Bianôr, que recentemente divulgou a composição de (vinte e três) pré-candidatos à vereança pelo (Partido Social Cristão).

E a oposição de Cajazeiras, tem feito o que?

Redação

porpjbarreto

Adesão de João da Coca é dada como certa ao projeto de reeleição de Zé Aldemir em Cajazeiras, afirma assessor

João da Coca desmente boato que estaria indo para o grupo político do prefeito de Cajazeiras

Após almoço com o prefeito de Cajazeiras, nesta quinta-feira (07) em um bar da Serra da Arara, na companha da primeira-dama, que é deputada estadual, Dra. Paula Francinete (PP), o Vereador João da Coca (PTC), eleito pelo esquema político da ex-prefeita Denise Albuquerque (PSB), pode estar de malas prontas para desembarcar no grupo do gestor cajazeirense José Aldemir Meireles (PP).

Segundo informações ventiladas pela assessoria da deputada Dra. Paula, João da Coca chega para dar apoio à reeleição de Zé Aldemir, no próximo ano eleitoral.

Vale ressaltar que a gestão passa por graves denúncias, ameaças de paralisações dos serviços por parte de servidores efetivos, prestadores de serviços e ausência de pagamento, inclusive, aos fornecedores além de salários atrasados.

Portanto, é interessante saber o que foi acordado entre o parlamentar e a gestão, pois, com a real situação administrativa que Cajazeiras e seus munícipes estão vivenciando nos últimos (dois anos e dez meses), o prefeito José Aldemir vai cumprir.

A verdade – Em contato com o parlamentar às 19hs53 da noite desta quinta-feira (07), antes de postar a referida matéria, o mesmo nos afirmou, que o encontro foi acidental, que estava retornando de uma visita e passou no bar de um amigo e encontrou o prefeito e sua esposa no mesmo local.

Indagado sobre as especulações de apoio, João da Coca fez questão de reafirmar: “Eu não sei o que esse rapaz tem contra mim, pode observar na foto que ele fez sem eu esperar – desminto qualquer boato de apoio ao prefeito, estou com o deputado Jeová Campos e o irmão dele Marquinhos Campos, para onde eles forem eu vou”, garantiu, o vereador.

Redação

porpjbarreto

Dia da Padroeira do Brasil: prefeito de Cajazeiras antecipa feira livre do sábado (12) para à sexta-feira (11)

Em virtude do feriado nacional do dia 12 de outubro, o prefeito constitucional de Cajazeiras, José Aldemir Meireles de Almeida, assinou decreto municipal antecipando a feira livre, realizada tradicionalmente aos sábados, para a sexta-feira, dia (11).

A antecipação da feira do sábado, para a sexta-feira se deve às comemorações do Dia da Padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida.

O Dia de Nossa Senhora Aparecida, foi oficialmente instituído a partir do decreto de Lei nº 6.802, de 30 de junho de 1980.

Secom-Cz

porpjbarreto

Jeová diz a um vereador que não fará aliança com o grupo de Carlos Antônio. “Não me junto com esse povo, nem que meu pai pedisse”

“Não me junto com esse povo nem que meu amado pai se vivo estivesse, me pedisse”

Há um ano para ás eleições municipais, os ânimos já começam a dar o tom de rivalidade. Não é de se estranhar que as divergências políticas entre o grupo representado pelo deputado estadual Jeová Campos (PSB) e o grupo político representado pelos ex-prefeitos de Cajazeiras, Dr. Carlos Antônio (DEM), Dra. Denise (PSB), Carlos Filho (DEM) e o deputado estadual Júnior Araújo (Avante), estejam inflamadas e em desencontro.

Jeová teria dito a um vereador de Cajazeiras, que não se aproximará na campanha de 2020, nem tão pouco se alia com o grupo político de Carlos Antônio mesmo que seu pai se vivo estivesse, pedisse ao referido parlamentar sertanejo. “Não me junto com esse povo nem que meu amado pai se vivo estivesse, me pedisse”, confidenciou Campos.

Para Jeová, o nome do Vereador Marcos Barros tem seu aval e total apoio para ser colocado à disposição do seu grupo, para concorrer à Prefeitura de Cajazeiras, porém, devido os diversos processos judiciais e impedimento criminal, que o parlamentar-mirim está inserido no momento – dificilmente poderá ser candidato.

Na linha sucessória, figura o irmão do deputado, o ex-vice-prefeito de São José de Piranhas, Marcos Campos que recentemente transferiu seu domicílio eleitoral daquela cidade, para Cajazeiras.

Em contato com “Marquinhos Campos” na última sexta-feira (04) durante evento em sua residência, o irmão de Jeová chegou a afirmar que não caminha ao lado do projeto político de reeleição do prefeito José Aldemir (PP). “Não tenho atrito com nenhum grupo político, não tenho desavença com Zé Aldemir, com Dr. Carlos, nem com Dra. Denise, nem com Carlos Filho e nem tão pouco com o deputado Júnior Araújo, o nosso grupo é esse aqui (apontando para os suplentes que estavam presentes no café da manhã e, ao lado da conversa), vou para onde esses guerreiros me levar, eles que estiveram com a gente na campanha estadual do ano passado (2018), eles que vão dizer para onde e com quem eu vou”, afirmou Marcos Campos.

 

Redação – fmrural.com.br