Arquivo de tag Veneziano Vital

porpjbarreto

Emendas do senador Veneziano asseguram obras do Mercado Público e quadra de esportes em Caraúbas

Em agradecimento público aos recursos destinados pelo senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) para a construção da nova estrutura de mercado público e da quadra de esportes do Estádio José Valderi Neves, no município de Caraúbas, o prefeito Silvano Dudu mostrou, pelas redes sociais da prefeitura, o andamento das obras e sua gratidão, em nome da população caraubense, ao compromisso permanente do parlamentar com a cidade.

Em vídeo, o prefeito mostra como estão adiantadas as obras da nova estrutura de mercado público da cidade. Inaugurado em 1974, o Mercado Público Municipal Manoel Clementino das Neves recebe oficialmente a sua principal e primeira grande reforma pela atual gestão da prefeitura. “Graças ao empenho do prefeito Silvano Dudu junto ao ex-deputado federal e hoje senador da República, Veneziano, que assegurou a conquista de recursos na ordem de aproximadamente R$ 400.000,00 (Quatrocentos Mil Reais) para realização da mencionado obra”.

Segundo Veneziano, no novo projeto arquitetônico, a principal praça de comercialização da cidade recebe uma nova infraestrutura, que permitirá aos comerciantes locais desfrutar de um espaço amplo, confortável e aconchegante. No hall de entrada do novo mercado funcionarão lojinhas de artesanato, setor de vestuário e de hortifrúti. Já no segundo pavimento irá funcionar apenas a comercialização de carnes e seus derivados. Os antigos boxes de carnes darão lugar  um moderno e higiênico espaço para comercialização de carnes bovinas, de caprinos, ovinos, suínos, aves e peixes.

Outra novidade nessa nova estrutura será o espaço dedicado à praça de alimentação. Anteriormente, segundo o gestor, funcionava junto com o setor de comercialização de carnes, algo que não será mais permitido neste novo ambiente. Haverá espaço para lanchonetes, bares e restaurantes Ainda na praça estão sendo construídos os sanitários masculino, feminino e de portadores de necessidades especiais, atendendo as normas da ABNT.

Veja detalhes: https://www.facebook.com/700190323423427/videos/823236391432965/

Quadra de Esportes – Outro post da prefeitura mostra que estão avançadas as obras da quadra de esportes do Estádio José Valderi Neves, também no município de Caraúbas, que conta com recursos do senador Veneziano. Já foram realizadas obras de nivelamento da base, edificação dos muros laterais, colocação das ponteiras e, esta semana, começou a receber o concretamento do piso, que será revestido de granítico.

Assessoria de Imprensa

porpjbarreto

Direção do Hospital da FAP em Campina Grande agradece novos investimentos conquistados através de emendas de Veneziano

A direção do Hospital da Fundação Assistencial da Paraíba (FAP) veio a público agradecer ao senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) pela conquista de mais dois novos equipamentos, frutos de emendas parlamentares de autoria do paraibano. Para o presidente da FAP, Derlópidas Neves, o senador vem dando total apoio à fundação l, desde o tempo em que era prefeito da cidade, passando pelos cargos de deputado federal e agora senador.

Dentre as novas conquistas está o novo monitor multiparametros, que é o principal equipamento utilizado entre os profissionais de saúde para acompanhar a evolução dos indicadores de saúde do paciente. Os monitores se destinam ao uso em setores como triagem, emergências, centros cirúrgicos e leitos de CTI. Outro equipamento fruto de emenda de Veneziano é o vídeo laringoscópio, que ajudará no diagnóstico de lesões orgânicas ou funcionais da cavidade oral, orofaringe, hipofaringe, laringe e, em especial, das cordas vocais. “Nós da FAP só temos a agradecer ao senador Veneziano, pois esses equipamentos, frutos das suas emendas, contribuirão bastante na melhoria do atendimento”, disse Derlópidas Neves.

“Tenho me esforçado para contribuir com entidades como a FAP, que realizam um serviço de doação e cuidado com os paraibanos de todas as regiões. É preciso contribuir com quem contribui com a vida das pessoas”, disse Veneziano.

Assessoria de Imprensa

porpjbarreto

Veneziano lamenta que colapso no INSS tenha ocorrido por erros do governo e defende concurso público para a área

Ao analisar a recente decisão do presidente Jair Bolsonaro de contratar militares da reserva para tentar diminuir o ‘apagão’ nos serviços do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) no Brasil, o senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) afirmou que a quantidade insuficiente de servidores para cumprir com todas as demandas do setor de previdência no país, pelo menos em tempo razoável, se dá pela falta de renovação dos seus quadros efetivos, através de concurso público.

Segundo Veneziano, há hoje dois milhões de benefícios represados, no aguardo de terem suas solicitações aceitas, com tempo de espera superior a 45 dias, e isso se deve não à justificativa do governo de atualização de sistema, pois esses benefícios represados ainda se referem às regras anteriores à Reforma da Previdência. Para ele, a solução para tal crise se daria pela renovação dos quadros efetivos do órgão, através de certame público.

Veneziano lembra recente coluna do jornal O Globo, assinada pelo jornalista Bernardo Mello Franco, na qual aponta que o ministro Paulo Guedes é o principal responsável pelo apagão do INSS. “Em junho passado, o ministro Paulo Guedes apresentou uma fórmula mágica para reduzir gastos. Ele informou que o governo deixaria de fazer concursos para substituir os servidores que se aposentam. No discurso de Guedes, a medida ajudaria o governo a equilibrar o caixa e alcançar o sonhado trilhão de reais. No mundo real, isso produziu um colapso administrativo e ressuscitou a fila do INSS”, lembra o jornalista.

Segundo Bernardo, só no ano passado o órgão perdeu mais de seis mil servidores. “A debandada era prevista desde que a reforma da Previdência começou a tramitar no Congresso. Agora a falta de quadros é usada para justificar o apagão no atendimento. Quase dois milhões de brasileiros esperam respostas do INSS. Além dos pedidos de aposentadoria, estão parados processos de auxílio-doença, licença-maternidade e benefício de prestação continuada. Ontem Jair Bolsonaro anunciou a convocação de militares da reserva, que receberão adicional de 30%. Além de não resolver o problema, o presidente vai aproveitar a crise para fazer outro agrado à sua base eleitoral”, pontua o colunista.

Assessoria de Imprensa

porpjbarreto

“Voz do Brasil” destaca condições criadas por Veneziano em Campina Grande para identificar e garantir direitos de crianças autistas

Após ter votado favorável ao Projeto de Lei (PL) 2.573/2019, que institui a Carteira de Identificação da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista, de expedição gratuita, o senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) destacou a importância da iniciativa para ajudar os municípios e estados a fazerem um diagnóstico completo das pessoas autistas, bem como saber quantos são, qual a idade, e quais as ações que devem ser implementadas para assegurar direitos essenciais a esses cidadãos e a seus familiares.

Em entrevista ao programa “Voz do Brasil” na noite desta quinta-feira (09), Veneziano lembrou que, quando administrou Campina Grande, criou condições que permitiam identificar alunos das escolas municipais que não tinham, de imediato, o conhecimento de seus direitos, por parte dos professores e diretores das unidades. “E a partir daquele instante nós passamos a fazer, a cada inicio de período letivo, esses levantamentos, para que nós disponibilizássemos atenções devidas e particulares a essas crianças” destacou.

Direitos Assegurados – Veneziano defendeu, durante a discussão da proposta no Senado, mecanismos que possibilitassem assegurar direitos, tanto aos autistas e familiares, quanto para o aperfeiçoamento das políticas públicas. Ele ressaltou que a criação da Lei que instituiu a carteirinha mostra a sensibilidade do Congresso Nacional a uma realidade ainda desconhecida no país, e também a atenção e reconhecimento devidos às pessoas com autismo, pois garante o acesso a seus direitos, estabelecidos pela Lei 12.764/12, que instituiu a Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista.

“Infelizmente não temos, no país, sequer um censo realizado pelo próprio IBGE sobre o levantamento real de quantos brasileiros, de fato, são autistas. Portanto, essa carteira pode não ser tudo, mas é uma demonstração, do Senado, ao discutir, através de uma proposta proveniente da Câmara, por mostrar-se sensível a ter olhos voltados a essa causa,” ressaltou Veneziano.

A Carteirinha – Com a carteirinha, criada pela Lei 13.977, os autistas passam a ter prioridade de atendimento em serviços públicos e privados, em especial nas áreas de saúde, educação e assistência social. O Projeto de Lei (PL) 2.573/2019, que criou a carteira, foi aprovado pelo Congresso Nacional no dia 11 de dezembro do ano passado e ficou conhecido como ‘Lei Romeo Mion’, que é portador de autismo e filho do apresentador de TV Marcos Mion, um dos principais entusiastas da medida.

A ideia é que o documento facilite o acesso a direitos básicos e essenciais e permita o planejamento de políticas públicas. A carteira será expedida pelos órgãos estaduais, distritais e municiais que executam a Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista. A família deve apresentar um requerimento acompanhado de relatório médico com a indicação do código da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde (CID).

A Ciptea terá validade de cinco anos, mas a família deve manter atualizados os dados cadastrais do identificado.

Em sintonia com o pensamento do senador Veneziano, a vice-presidente do Movimento Orgulho Autista Brasil, Viviani Guimarães, disse também ao programa “Voz do Brasil” que o documento é essencial porque o autismo não é facilmente identificável, o que pode atrapalhar na hora de um atendimento preferencial ou uso de vaga exclusiva, por exemplo.

Assessoria de Imprensa

porpjbarreto

Senador Veneziano Vital é eleito pelo Diap um dos 100 “Cabeças” do Congresso Nacional em 2019

Em seu primeiro ano de mandato no Senado Federal, o Senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) foi eleito pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar – Diap um dos 100 “Cabeças” do Congresso Nacional. A série é uma publicação anual, que apresenta os 100 parlamentares mais influentes do Congresso, considerando diversos critérios. Esta é a 4ª vez que Veneziano é inserido no seleto grupo – nas outras três vezes ele foi eleito quando exercia mandato de deputado federal.

Este ano o Diap fez uma menção especial a Veneziano, considerando-o “referência” em temas como Economia e Desenvolvimento Regional e lembrou sua posição de líder do bloco ‘Senado Independente’, citando-o  como “parlamentar experiente e respeitado por seus pares”, além da “credibilidade, a urbanidade no trato, o controle e o equilíbrio emocional, a calibragem nos conteúdos, a habilidade no uso das palavras e a discrição”.

PERFIL

Eis o perfil traçado pelo Diap para o Senador Veneziano Vital do Rêgo:

Senador, 1º mandato, paraibano, advogado. Destaca-se como negociador.

Trajetória na vida pública – Iniciou a trajetória na política com a eleição para vereador de Campina Grande, exercendo dois mandatos. Na sequência, foi eleito prefeito de Campina Grande, cargo que também assumiu por dois mandatos consecutivos. Cumpriu um mandato de deputado federal.

Atuação político-parlamentar – Líder do bloco parlamentar Senado Independente, composto pelas legendas PSB, PDT, Rede e Cidadania, é membro titular da Comissão de Assuntos Econômicos, da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania, da Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo, da Comissão de Educação, Cultura e Esporte e da Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização. Integrou a comissão especial destinada a acompanhar a PEC 6/2019, da reforma da Previdência, e faz parte da Representação Brasileira no Parlamento do Mercosul.

Especialização técnica – Parlamentar com perfil municipalista, é autor da PEC 86/2019, que dispõe sobre a atualização monetária dos repasses de recursos federais aos municípios, do voto em separado que derrubou, no Senado, os decretos presidenciais sobre as armas.

SOBRE OS “CABEÇAS”

Esta é a 26ª edição de Os “Cabeças” do Congresso Nacional, publicação que, desde sua primeira edição, é referência e leitura obrigatória entre parlamentares, autoridades do Poder Executivo, dirigentes partidários, sindicais e empresariais, estudiosos, formadores de opinião e demais interessados no processo decisório no Poder Legislativo.

“A metodologia utilizada, os critérios adotados, a ausência de vícios ou preferências na indicação dos nomes, aliados à experiência e seriedade de nossa equipe técnica, são a garantia de tratar-se de um trabalho diligente e criterioso e, portanto, digno de credibilidade”, diz o Diap, na publicação.

A metodologia desenvolvida pelo DIAP identifica os parlamentares “com mais habilidades para elaborar, interpretar, debater ou dominar regras e normas do processo decisório”, fornecendo à sociedade uma radiografia dos principais interlocutores – partidários, profissionais, ideológicos ou de grupos políticos – no Congresso Nacional, em “um rápido perfil com resumo das principais habilidades dos parlamentares que realmente exercem influência no processo decisório do Poder Legislativo”.

O Diap afirma que o parlamentar inserido no grupo dos 100 “Cabeças” do Congresso é alguém “hábil, experiente, especializado, ou que detém recursos – materiais, econômicos, organizacionais, humanos, técnicos, partidários, ideológicos ou regionais – e capacidade de convertê-los em poder e, portanto, em liderança”, classificando os operadores-chave do processo legislativo em cinco categorias: debatedores, articuladores/organizadores, formuladores, negociadores e formadores de opinião.

Entre os atributos dos parlamentares que compõem o grupo, o Diap destaca “a capacidade de conduzir debates, negociações, votações, articulações e formulações, seja pelo saber, senso de oportunidade, eficiência na leitura da realidade, que é dinâmica, e, principalmente, facilidade para conceber ideias, constituir posições, elaborar propostas e projetá-las para o centro do debate, liderando sua repercussão e tomada de decisão”, ou seja: “é o parlamentar que, isoladamente ou em conjunto com outras forças, é capaz de criar seu papel e o contexto para desempenhá-lo”.

A lista foi elaborada a partir de uma pesquisa feita pelo Diap junto a deputados e senadores, assessores do Senado e da Câmara, jornalistas, cientistas e analistas políticos, além de um minucioso exame das atividades profissionais, dos vínculos com empresas ou organizações econômicas ou de classe, da formação e vida acadêmica, pronunciamentos, apresentação de proposições, resultados de votações, intervenções nos debates do Legislativo, frequência com que é citado na imprensa, temas preferenciais, cargos públicos exercidos dentro e fora do Congresso, relatorias de matérias relevantes, forças ou grupos políticos de que faça parte, além da análise dos perfis políticos e ideológicos de cada parlamentar.

O Diap considera ainda que as posições ocupadas, cargos formais ou informais, como presidência de comissões, lideranças, vice-lideranças, relatorias, missões partidárias, direção da Câmara ou do Senado e a reputação entre os colegas “são fundamentais para o ingresso nesse clube restrito” e que “o saber, o equilíbrio, a prudência, a credibilidade e a respeitabilidade, ao lado da experiência, são atributos que credenciam um parlamentar perante seus pares e abrem caminho para influenciar no processo decisório”.

Assessoria de Imprensa

porpjbarreto

Após figurar como o 6º senador mais atuante do Brasil em 2019, Veneziano renova compromissos para superar metas em 2020

Após figurar como o 6º senador mais atuante do Brasil em 2019, o Senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) aproveitou os primeiros dias deste ano de 2020 para destacar suas expectativas em relação ao trabalho no Senado Federal e renovar seus compromissos com os 223 municípios da Paraíba, com foco no desenvolvimento e no bem estar dos paraibanos.

Figurando entre os parlamentares mais atuantes em 2019 por sua destacada presença no Plenário, qualidade das proposições apresentadas, atuação nas Comissões Permanentes da Casa em que é titular, dentre outros critérios, Veneziano enfatizou que 2020 será um ano de superação das metas alcançadas em 2019, pois existe ainda muito por fazer como parlamentar e seu desejo é continuar cobrando e defendendo os interesses de todos.

O senador  reafirmou seu compromisso de continuar trabalhando para honrar a confiança dos paraibanos, buscando sempre os interesses dos municípios do Estado. Como municipalista, garantiu que estará atento para buscar os recursos que possibilitem aos gestores, governar seus municípios.

“Em nome do nosso mandato, quero renovar esse compromisso e dizer que, permanentemente, estaremos ao lado de vocês, e ao lado de vossas causas, que são as causas do povo paraibano”, declarou Veneziano, em recente mensagem nas redes sociais.

Atuação em 2019 – Veneziano finalizou o seu primeiro ano de mandato figurando entre os parlamentares com maior atuação legislativa no Senado Federal. No seu primeiro mandato na Casa, o paraibano apareceu na 6ª colocação geral entre os 81 senadores, conforme informações do Portal da Transparência.

Em 2019, Veneziano Vital do Rêgo foi o 6º senador mais produtivo do Brasil, tendo apresentado 115 proposições, figurando logo após Paulo Pain (PT-RS), que apresentou 155 proposições; Rogério Carvalho (PT-SE), 152 proposições; Randolfe Rodrigues (Rede), com 149 proposições; Izalci Lucas (PSDB-DF), com 126 proposições; e Humberto Costa (PT-PE), com 118 proposições.

“Continuaremos honrando a confiança de todos vocês. Fomos postos no Senado para cumprir as obrigações que os paraibanos merecem”, afirmou, na mesma mensagem das redes sociais.

Assessoria de Imprensa

porpjbarreto

Projeto do Senador Veneziano coíbe abusos e amplia financiamento de cursos superiores para estudantes carentes

Em tempos de cortes dos recursos das universidades federais brasileiras, uma iniciativa do Senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) busca minimizar os efeitos negativos da política educacional adotada pelo Governo Federal. Ele apresentou este ano um Projeto de Lei que objetiva coibir reajustes abusivos das mensalidades, ao tempo em que amplia o financiamento de cursos mais caros para estudantes carentes

O Projeto de Lei (PL) 1.772/2019, que altera a lei do Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies), tramita na Comissão de Educação (CE), sob a relatoria do Senador Izalci Lucas (PSDB-DF), que já deu parecer favorável.

A matéria muda a regra atual de que o reajuste será feito pelo índice de preço oficial definido pelo comitê gestor do Fies, indicando que este índice será o parâmetro máximo para reajustes. Além disso, revoga artigo da Lei 10.260, de 2001 que determina que o agente operador poderá estabelecer valores máximos e mínimos de financiamento, conforme regulamentação do Ministério da Educação e dos termos definidos pelo comitê gestor do Fies.

“Ensino de qualidade para todos os brasileiros” – Ao apresentar o projeto, Veneziano reclamou que o montante atual fixado pelo comitê gestor é insuficiente para financiar cursos mais caros, como o de Medicina, por exemplo.

Como membro da CE, Veneziano se mostrou preocupado em garantir ensino superior de qualidade para todos os brasileiros, especialmente, aos paraibanos. Ele lembrou que o Fies é uma iniciativa que já tem quase duas décadas, propiciando avanços importantes na democratização do acesso à educação superior no País.

Em sua justificativa, ele lembrou que, embora algumas das modificações introduzidas nessa ocasião sejam bem vindas, para dar ao Fies maior robustez, eficiência e sustentabilidade, outras acabaram por reduzir de forma acentuada o seu alcance social.

“Assim, julgamos positivo que o valor total do curso financiado pelo Fies tenha passado a ser discriminado no contrato de financiamento estudantil, com a especificação do valor da mensalidade no momento da contratação e de sua forma de reajuste ao longo do curso”, argumentou o Senador paraibano.

Se aprovada pela CE, a matéria seguirá para a análise da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), que dará a decisão final sobre o projeto.

Assessoria de Imprensa

porpjbarreto

Veja quem foi o senador paraibano campeão em produção legislativa neste ano de 2019

Com o fim do ano, o portal fez um balanço da atuação parlamentar dos três senadores paraibanos: Veneziano Vital do Rêgo (PSB), Daniella Ribeiro (PP) e José Maranhão (MDB). Ao analisar os dados expostos na página da transparência do Senado Federal, se observou que Veneziano superou a soma dos outros dois senadores em atuação parlamentar durante este ano, sendo também o 6º (sexto) na colocação Geral, no universo de 81 senadores.

Fazendo uma análise global, a partir do portal da Transparência do Senado (http://www.senado.leg.br/transparencia/rh/servidores/nova_consulta.asp), nota-se que o senador Veneziano está entre os mais produtivos, quantitativamente, no Senado Federal, durante esse 1º ano de atuação parlamentar. Ocupando a 6º (sexta) colocação Geral, no universo de 81 senadores.

Já no que tange o cenário regional, que compreende a produção legislativa dos 3 (três) senadores que representam o Estado da Paraíba. Temos que o mandato do Senador Veneziano Vital do Rêgo ocupa a 1º (primeira) colocação, com uma vantagem considerável entre os demais. A produção legislativa, em termos quantitativos, o senador do PSB representa um total, em percentual, de 81,56 % do total da produção legislativa produzida, neste ano, pelos senadores paraibanos.

TOP 10 DE PRODUÇÃO LEGISLATIVA DO SENADO FEDERAL (ENTRE OS 81 SENADORES)

1.            PAULO PAIM (PT – RS): 155 PROPOSIÇÕES

2.            ROGÉRIO CARVALHO (PT – SE): 152 PROPOSIÇÕES

3.            RANDOLFE RODRIGUES (REDE – AP): 149 PROPOSIÇÕES

4.            IZALCI LUCAS (PSDB – DF): 126 PROPOSIÇÕES

5.            HUMBERTO COSTA(PT – PE): 118 PROPOSIÇÕES

6.            VENEZIANO VITAL DO RÊGO (PSB – PB): 115 PROPOSIÇÕES

RANKING ENTRE OS 03 SENADORES QUE REPRESENTAM O ESTADO DA PARAÍBA.

1.            VENEZIANO VITAL DO RÊGO(PSB): 115 PROPOSIÇÕES

2.            DANIELLA RIBEIRO(PP): 22 PROPOSIÇÕES

3.            JOSÉ MARANHÃO (MDB): 4 PROPOSIÇÕES

Redação

porpjbarreto

Veneziano anuncia em Picuí emenda de R$ 1,3 milhão para aquisição de Tomógrafo e mais R$ 200 mil para o Hospital Regional

O senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) participou de importante solenidade nesta sexta-feira (13) na Câmara Municipal de Picuí: uma reunião do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Curimataú Paraibano – CIMCS, Na oportunidade, ele anunciou, aos representantes dos 16 municípios integrantes do consórcio, a destinação de uma emenda de R$ 1,3 milhão para a aquisição de um tomógrafo, que vai atender toda a população do Curimataú Paraibano, além de mais R$ 200 mil para o Hospital Regional de Picuí.

O convite ao senador foi feito pelo presidente do CIMCS, o prefeito de Cubati, Dudu Dantas (PSB).

Veneziano afirmou que a destinação da emenda para a aquisição do Tomógrafo visa contribuir para a melhoria da qualidade de vida das populações que integram esse instrumento de gestão regional que é o CIMCS.

“Nosso mandato mostra, mais uma vez, que está à disposição para colaborar na melhoria de vida da população do Curimataú Paraibano”, disse Veneziano.

O CIMCS, formado em fevereiro de 2000, representa o esforço conjunto de 14 municípios da região do Curimataú (Algodão de Jandaira; Barra de Santa Rosa; Baraúna; Cubati; Cuité; Damião; Frei Martinho; Nova Floresta; Nova Palmeira; Sossego; São Vicente do Seridó; Soledade; Pedra Lavrada e Picuí), além de duas cidades do Rio Grande do Norte (Coronel Ezequiel e Jaçanã), visando superar os problemas comuns na área de saúde e contribuir para a consolidação do Sistema Único de Saúde – SUS.

Em sua fala, o Senador Veneziano Vital disse que tomava essa iniciativa não por obrigação, mas sim por prazer. “Tenho um carinho imenso por essa região e não faltaria, de forma alguma, em atendê-los. Temos um Governador parceiro, que sempre tem buscado ouvir nossos encaminhamentos para atendê-los”, destacou.

Diversos prefeitos elogiaram a postura municipalista do Senador Veneziano em destinar recursos para a saúde do Curimatáu, a exemplo do prefeito Neto, de Barra de Santa Rosa, que destacou que as pessoas não precisarão mais se deslocar a cidades distantes para ter acesso a uma tomografia.

O presidente do Consórcio e também prefeito de Cubati, Dudu Dantas, afirmou que a atitude do Senador Veneziano vai ficar marcada na história da região. “O compromisso de Veneziano com essa gente é de um alcance social incalculável”.

Assessoria de Imprensa

porpjbarreto

Prefeito de Boa Vista agradece ao Senador Veneziano liberação de emenda para aquisição de ônibus escolar no município

Fazendo usos das suas redes sociais, o prefeito de Boa Vista, no Cariri Paraibano, André Gomes (PDT) agradeceu ao senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB) pelo apoio através da destinação de uma emenda de R$ 189.900,00 por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para a aquisição de ônibus escolar, através do programa Caminhos na Escola.

O prefeito, ao comemorar a conquista dos recursos, disse que a relevância da emenda não se justifica apenas pelo valor, mas também pela área em que será aplicada: a melhoria na educação pública da cidade “O valor foi destinado pelo senador da República Veneziano Vital do Rêgo, que não tem medido esforços em destinar recursos e apoiar o trabalho desenvolvido em Boa Vista”, disse o prefeito André Gomes.

Recentemente, André Gomes destacou o caráter municipalista do senador, que segundo ele, é um parlamentar que atende não só os interesses do Estado da Paraíba, mas também dos municípios. “Eu gostaria de registrar nossa admiração a Veneziano, que já vem destinando emendas para nossa cidade”, disse o Prefeito de Boa Vista, André Gomes. Veja o depoimento no vídeo: https://youtu.be/yn6607gqW5A

Veneziano disse que continua à disposição da população de Boa Vista e que seu gabinete está aberto a todos os gestores paraibanos. Ele voltou a reafirmar duas bandeiras de seu mandato em favor das cidades: a Reforma Tributária e o Pacto Federativo. O senador lembrou que esses dois temas são defendidos pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) e pelas entidades estaduais e regionais que representam os mais de cinco mil municípios brasileiros.

Redação