Arquivo de tag Sessão

porpjbarreto

Convite: Câmara Municipal de Cajazeiras vai realizar sessão para debater sobre segurança pública

O presidente da Câmara Municipal de Cajazeiras, Vereador José Gonçalves de Albuquerque – “Delzinho da Arara”, convida toda sociedade, para importante debate sobre segurança pública e grande número de assaltos e roubos na cidade.

A referida sessão é uma propositura do Vereador Rivelino Martins Ferreira (PSB).

Data: segunda-feira (10) de fevereiro, de 2020.

Local: Câmara Municipal de Cajazeiras.

Horário: Às 18 horas.

 

Assessoria

porpjbarreto

“Não vejo como significado algum”, diz Aguinaldo Ribeiro sobre sessão vazia no Congresso Nacional

O líder da Maioria, deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), afirmou que não há significado algum no esvaziamento da sessão que marcou o início do ano legislativo no Congresso Nacional.

Amanhã, pelo acordo construído entre Rodrigo Maia, Davi Alcolumbre e o governo, está prevista a votação da MP que regulamenta a quarentena no Brasil — medida para viabilizar o resgate de brasileiros em Wuhan, na China, epicentro do novo coronavírus.

“Nós estávamos presentes aqui. Alguns parlamentares estão chegando hoje. A viagem do Nordeste pra cá, por exemplo, tive de sair no domingo para estar aqui na segunda. Não vejo como significado algum.”

 

Por Cézar Feitoza

porpjbarreto

Controladoria-Geral da União-CGU promove sessão especial no Fest Aruanda, nesta segunda

Premiação de vídeos e exibição do filme “A ética das hienas” serão as atrações

Nesta segunda-feira (2), a programação oficial do 14º Fest Aruanda do Audiovisual Brasileiro dará espaço à quarta edição da Sessão CGU & Fest Aruanda, promovida pela Controladoria-Geral da União (CGU). Além da premiação do Concurso 1 Minuto contra a Corrupção, a sessão especial terá a exibição do curta “A ética das hienas” (2019), do paraibano Rodolpho Barros. Com chancela da UFPB e patrocínio do Grupo Energisa (Usina Cultural), Cagepa e Armazém Paraíba, via Lei Federal de Incentivos do Ministério da Cidadania, o Fest Aruanda vai até o dia 4 de dezembro, com entrada franca em todos os dias.

Durante a Sessão CGU & Fest Aruanda, haverá uma roda de debates entre a plateia e os convidados, durante a qual será possível conversar sobre a prevenção e o combate à corrupção. “É uma oportunidade para que todos possam participar e interagir. Um momento em que unimos lazer e cidadania”, ressalta Walber Silva, auditor da CGU. Segundo ele, os quatro melhores vídeos produzidos para o Concurso 1 Minuto contra a Corrupção serão apresentados nesta segunda. “Os vencedores, que já foram divulgados, serão premiados durante a sessão especial”, acrescenta.

Nesta edição foram recebidos 31 vídeos, com participação de representantes dos estados da Alagoas, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo. A realização desse concurso integra a programação alusiva ao Dia Internacional Contra a Corrupção, data estabelecida em 9 de dezembro de 2003, durante a Convenção das Nações Unidas Contra a Corrupção – da qual o Brasil é signatário –, realizada na cidade de Mérida (México).

Comissão e vencedores – A comissão julgadora foi formada por Emilson Ferreira Garcia Júnior, professor da Faculdade UniNassau, José Mauricio Alves Fernandes Filho, professor da Faculdade Iesp, e o próprio Walber Silva, pela CGU. Além dos quatro vencedores, a comissão decidiu conceder duas menções honrosas. O Concurso 1 Minuto contra a Corrupção é promovido pela Controladoria-Geral da União (CGU), Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e Fórum Paraibano de Combate à Corrupção (Focco-PB).

Os quatro vencedores do concurso foram: “Infância corrompida”, de Rafaela Vitória Melo Trigueiro (PA); “Corrupção é traição”, de Leandro Sarai (SP); “1 minuto contra a corrupção”, de Amanda Lara Santos (MG); e “Fake news”, de Fábio Galdino Cabral Santos (PB). As menções honrosas ficaram com “Gênese”, de Isadora Pinto da Silva (RS) e “O Paraíso”, de Márcio Lins (PB). Todos os vídeos produzidos estão à disposição da sociedade em plataformas de compartilhamento gratuito de vídeos na internet.

Serviço

14° Fest Aruanda do Audiovisual Brasileiro

Sessão CGU & Fest Aruanda

Cinépolis Manaíra Shopping (Sala 9)

Dia 02/12

A partir das 14h.

 

Assessoria

porpjbarreto

Assembleia discute Reforma da Previdência na próxima sexta

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) realizará, na próxima quinta-feira (15), a partir das 09h00, sessão especial para debater a Medida Provisória 871/2019 e a Proposta de Emenda a Constituição 06/2019, que trata da Reforma da Previdência, e foi enviada ao Congresso Nacional pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) no último mês de fevereiro.

A sessão, proposta pela deputada Cida Ramos (PSB), acontecerá no Parlatório da ALPB e conta com a mobilização da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado da Paraíba (FETAG-PB) e do Fórum em Defesa da Previdência, organizado pelo Sindicato dos Professores da Universidade Federal da Paraíba (ADUFPB), além de outros fundamentais segmentos políticos e sociais do estado.

Cida Ramos afirma que, caso aprovada, a Reforma da Previdência trará prejuízos incalculáveis aos trabalhadores. “A proposta representa o inverso do que prega a Constituição Federal. A mentira é a mesma usada para subsidiar a reforma trabalhista e da terceirização, de que é preciso retirar direitos para gerar empregos e salários. Mas, o que está em jogo, na verdade, é a transferência de um regime público e solidário para um sistema privado”, declarou.

A parlamentar ainda acrescentou que a mudança só agravará as desigualdades sociais.

Com a realização da sessão especial, também ganha força na Casa de Epitácio Pessoa a tramitação de proposta para instalação da Frente Parlamentar da Previdência Social, proposta por Cida Ramos. A deputada destaca que a Frente Parlamentar surge com a intenção de convidar especialistas, deputados estaduais e federais, representantes da sociedade civil e sindicatos para debater “o retrocesso significativo da reforma da Previdência, além de enaltecer a importância de uma mobilização pública efetiva que possa expor a grave retirada de direitos das trabalhadoras e trabalhadores brasileiros”.

 

Assessoria de Imprensa – ALPB