Arquivo de tag Semana Nacional de Conciliação

porpjbarreto

Justiça Federal da 5ª Região consegue 60% de acordos na XIV Semana Nacional de Conciliação

A Justiça Federal da 5ª Região obteve o índice de 60% de acordos durante a XIV Semana Nacional de Conciliação, que aconteceu entre os dias 4 e 8 de novembro. No evento, os Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejuscs) da 5ª Região realizaram 1.397 audiências e alcançaram a marca de R$ 3.918.721,82 em valores homologados, por meio de 832 acordos celebrados. Houve ainda 431 ações de cidadania, como emissão de documentos e a realização de casamentos coletivos. Foram atendidas 2.317 pessoas nos mutirões promovidos nos Cejuscs em Alagoas, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande de Norte e Sergipe. A Semana da Conciliação na Justiça Federal da 5ª Região foi realizada por uma força-tarefa composta por magistrados, conciliadores e colaboradores.

A XIV Semana Nacional de Conciliação aconteceu em todo o país. A campanha em prol da conciliação é realizada anualmente pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), desde 2006, e envolve os Tribunais de Justiça, Tribunais do Trabalho e Tribunais Federais. A estatística geral do Poder Judiciário ainda será divulgada pelo CNJ em breve na página dedicada à campanha http://bit.ly/JF5concilia.

Divisão de Comunicação Social do TRF5

porpjbarreto

Semana Nacional de Conciliação inicia na JFPB com posse de 11 novos conciliadores

Com quadro de 31 integrantes, Cejusc realizará 300 tentativas de acordos até a próxima sexta-feira (08)

A 14ª Semana Nacional de Conciliação começou na Justiça Federal na Paraíba (JFPB) com 300 processos na pauta de audiências e a chegada de 11 novos conciliadores para o quadro do Centro Judiciário de Solução Consensual de Conflitos e Cidadania (Cejusc). Os novos integrantes foram empossados, na manhã desta segunda-feira (04), pela coordenadora do Cejusc, juíza federal Adriana Carneiro da Cunha, no edifício-sede do órgão, em João Pessoa.

Promovida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), a Semana Nacional é, para a magistrada, um momento de reflexão e, ao mesmo tempo, de concentração de esforços voltados à pacificação social. “Iniciamos de forma especial, pois estamos dando posse a uma nova equipe para o nosso Centro de Conciliação. Este é um trabalho voluntário, um verdadeiro exercício de cidadania: a sua essência é fomentar a cultura da paz, prevenir conflitos e enriquecer ainda mais as práticas conciliatórias”, ressaltou.

Os empossados participaram de uma pré-seleção, realizada em 2016, e agora foram convocados para complementar o quadro do Centro de Conciliação, que passa a contar com 31 integrantes. Elizeane Lucena, que discursou em nome do grupo, afirmou que é uma satisfação enorme fazer parte do Centro. “Aqui é um ambiente diferenciado, que nos mostra que a conciliação não serve só para desafogar o judiciário, e sim para gerar novos laços e dar voz às partes para solucionarem seus próprios litígios”, afirmou.

Ana Célia de Oliveira também assumiu a nova função com as melhores expectativas. “Sou formada em direito há três anos e estou tomando posse juntamente com minha filha, Ana Larissa de Oliveira, que se formou há seis meses. É uma sensação muito gratificante, porque além de estimulá-la, estou contribuindo socialmente, ajudando as pessoas que nunca entraram na justiça a se sentirem mais à vontade para firmar acordos. É oportunidade de aprender e de ajudar”, destacou.

Semana de Conciliação na JFPB:

Estão agendadas 300 audiências conciliatórias para serem realizadas até a próxima sexta-feira (08) com temas relativos a benefícios previdenciários, cobrança de anuidade/multa de Conselhos Regionais de Categoria Profissional, contratos bancários e danos materiais e/ou morais, envolvendo vários órgãos, como o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Caixa Econômica Federal (CEF), Conselho Regional de Corretores de Imóveis (CRECI), Conselho Regional de Enfermagem (COREN), Correios e União.

Além das tentativas de acordos, o Cejusc realizará uma série de atividades voltadas ao fortalecimento da cidadania, com a distribuição de revistas em quadrinhos relacionadas às atividades da Justiça Federal e, em particular, do Centro de Conciliação e Cidadania da JFPB (Turmas do Justino I e II); acolhimento dos participantes das audiências de conciliação no “Biblioteca Viva”, espaço criado especialmente para recepcionar o público, propiciando leitura, troca de livros e doação de cordéis e livretos; distribuição de cordéis da conciliação, explicando o tema em linguagem acessível, fácil e didática, favorecendo a educação e consciência cidadã.

Assessoria de Comunicação 
Justiça Federal na Paraíba – JFPB