Arquivo de tag saúde

porpjbarreto

Encaminhamentos para implantação do teste do pezinho ampliado na Paraíba já começaram a ser adotados confirma deputado Jeová

 Ainda esse ano, as crianças recém-nascidas em unidades da rede estadual de saúde da Paraíba poderão dispor do Teste do Pezinho Ampliado. A realização deste exame foi uma conquista capitaneada pelo deputado estadual Jeová Campos (PSB), autor do Projeto de Lei de n. 1.721/2018, que virou a Lei 11.566, após sanção da proposta pelo governador João Azevêdo, em dezembro do ano passado. Na última terça-feira (04), o parlamentar se reuniu com a dirigente do Laboratório Central de Saúde Pública da Paraíba – LACEN/PB – Marta Rejane Lemos para ver os encaminhamentos da implantação desta política preventiva de saúde pública que fará a diferença no futuro de milhares de crianças paraibanas. “Os trâmites para implantação deste serviço já estão sendo providenciados”, destaca o parlamentar.

“Essa política pública de saúde assegurará aos filhos e filhas do povo paraibano, nascidos em hospitais e maternidades da rede pública de saúde da Paraíba, o direito ao teste de triagem neonatal, na sua modalidade ampliada, possibilitando diagnosticar precocemente várias doenças, proporcionando um tratamento eficiente e imediato. Esses exames hoje só estão acessíveis aos filhos de pais ricos e mais abastados. Eu quero que os filhos dos pobres também tenham acesso a esses exames”, destacou o parlamentar. Atualmente, o teste do pezinho diagnostica apenas nove doenças e com a ampliação ele poderá identificar até 30 patologias.

De acordo com a dirigente do Lacen, ainda não há uma data definida para a disponibilidade dos testes em função da necessidade de se cumprir todos os trâmites burocráticos que qualquer compra governamental requer. “A partir da próxima semana vamos receber as especificações dos testes, para podermos abrir um processo de registro de preços, solicitar o encaminhamento dessa demanda a Secretaria de Saúde que, por sua vez, encaminha para a central de compras do estado a solicitação. Depois é aberta a licitação para escolha da empresa que vai fornecer os equipamentos em regime de comodato e os kits para a realização dos testes”, explica Marta Rejane.

Ainda segundo ela, a empresa vencedora da licitação, também deverá treinar os técnicos do laboratório na operacionalização dos equipamentos e na realização dos testes que são todos feitos na sede do Lacen. “A coleta é feita nas unidades de saúde do estado que encaminham as amostras para o laboratório”, reitera Marta Rejane, lembrando que a Paraíba tem em torno de 200 unidades referência coletoras de amostras do Teste do Pezinho, entre UPA’s, Maternidades e Hospitais.

Segundo o parlamentar, essa iniciativa resultará ainda numa substancial racionalização dos gastos públicos com a assistência médico-hospitalar. “A maioria dos pacientes atingidos pelas doenças, terminam toda a sua vida sob os cuidados do SUS – Sistema Único de Saúde, gerando um ônus financeiro nada desprezível”, destaca o parlamentar, lembrando que o governador foi sensível a causa quando sancionou a matéria. “João conseguiu enxergar a amplitude que essa iniciativa terá”, lembrou Jeová.

O teste do pezinho ampliado vai tornar possível o diagnóstico precoce das seguintes patologias: Fenilcetonúria e outras aminoacidopatias, Hipertireoidismo congênito, Hiperplasia Adrenal, Galactosemia, Deficiência de Biotinidase, Toxoplasmose Congênita, Deficiência de G6PD, Fibrose Cística, Anemia Falciforme e outras Hemonoglobinopatias e Leucinos. A Lei estabelece que os testes de triagem neonatal deverão ser aplicados na alta hospitalar, independentemente, das condições de saúde do recém-nascido e que os resultados sejam encaminhados aos pais, num prazo de até 15 dias, a contar da data de coleta do material.

 

Assessoria 

porpjbarreto

Secretaria realiza audiência para discutir Plano Municipal de Saúde em Cajazeiras

A Secretaria de Saúde de Cajazeiras está convidando a sociedade Cajazeirense para participar de Audiência Pública, que discutirá a elaboração do PLANO MUNICIPAL DE SAÚDE, a ser realizada nesta terça-feira, dia 28, das 07 às 11 horas, no auditório da Universidade Federal da Paraíba.

O Plano Municipal de Saúde é a oportunidade para avaliações das ações já realizadas, bem como para se traçar metas para melhorar a prestação de serviço junto aos usuários do sistema municipal de saúde, em relação às políticas do Sistema Único de Saúde (SUS).

Para uma assistência que atenda cada vez mais as demandas, precisamos ter a participação da sociedade. É a hora de juntarmos nossas forças, pensando e construindo novas ferramentas de políticas públicas” disse o secretário Helano Segundo, que reforça o convite a todos os segmentos sociais da cidade.

 

Secom

porpjbarreto

Saúde: Zona Norte ganhará mais uma USF e, obra na Agrovila deverá ser concluída em março

O secretário de Saúde de Cajazeiras, Helano Segundo, confirmou que a gestão municipal está atuando com o objetivo de conseguir um terreno para a construção de uma Unidade de Saúde da Família, na Zona Norte da cidade, absorvendo uma parcela de habitantes daquela área, cada vez mais crescente.

Com as etapas do Conjunto Residencial Cajazeiras no Rumo Certo I e II, essas necessidades se reforçam muito. Daí a importância desta ação, visando o atendimento da crescente demanda“, reforçou o secretário.

Orçado em pouco mais de R$ 600 mil reais, esse é o segundo equipamento público de saúde, a ser implantado naquela área da cidade, já que em 2019, a gestão do prefeito Zé Aldemir concluiu e entregou o Posto de Saúde do Bairro São José.

Por outro lado, o secretário Helano Segundo informou que a tão sonhada unidade da Agrovila será entregue no começo de março. “Essa obra significa um investimento de quase 700 mil reais, e é o resultado de uma emenda parlamentar do então senador cajazeirense Raimundo Lira“, finalizou.

 

Secom

porpjbarreto

Walter Júnior denúncia abandono de academia de saúde em Solânea e cobra providências do prefeito

A população que mora próxima a Praça Padre Cicero, mais especificadamente na Rua: José Alípio da Rocha, na cidade de Solânea, PB, vem procurando meios de divulgar sua indignação com o abandono da Academia de Saúde Básica Vereador Nivaldo Firmino da Costa. Atento as demandas populares o pré-candidato a prefeito de Solânea Walter Júnior (MDB) ao receber os reclames foi nesta quinta-feira (09), ao local onde atestou o abandono deste equipamento público.

“Meus amigos e minha amigas de Solânea! Eu estou aqui em pleno centro da nossa cidade para denunciar e cobrar dos órgãos competentes, mais um descaso da prefeitura. Estamos aqui na Rua José Alípio da Rocha, Solânea, PB, próximo a Praça Padre Cicero e ao Fórum Municipal, para mostrar mais um total abandono desse grupo que está há 16 anos no poder na nossa cidade. Aqui que era para ser uma academia de saúde e se encontra em total abandono. Obra essa que era para servir a população para suas práticas esportivas. Isso é dinheiro nosso do povo e como solanense eu não poderia deixar de prestar esse serviço a população e ser a voz do povo”, disse Walter Júnior. Veja a denúncia completa no link: https://youtu.be/YA-JMKjpChE

De acordo com os moradores, a academia ao ar livre foi inaugurada em 2014, mas durou pouco tempo por causa da falta de manutenção nos aparelhos. “Faz muita falta porque na minha idade eu tenho que me movimentar. Isso aqui era muito bonito e agora está completamente abandonado”, ressalta um morador.

Assessoria de comunicação

porpjbarreto

Jeová apresenta 15 emendas à LOA com foco em ações na área de recursos hídricos, saúde, segurança pública e agricultura familiar

O deputado estadual Jeová Campos (PSB) apresentou à Comissão de Orçamento, Fiscalização, Tributação e Transparência da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) 15 emendas à Lei Orçamentária Anual (LOA). A maior parte delas diz respeito à melhoria da infraestrutura viária e abastecimento de água no sertão do estado, e ao fortalecimento da agricultura familiar. Outras transferem recursos para saúde e segurança pública. O parlamentar explicou que as questões abordadas são demandas das populações sertanejas que passam por problemas e vieram até seu gabinete solicitar seu apoio.

A LOA é uma lei elaborada pelo Poder Executivo que estabelece as despesas e as receitas que serão realizadas no próximo ano. A Constituição determina que o Orçamento deve ser votado e aprovado pelas Assembleias Legislativas até o final de cada ano (também chamado sessão legislativa). Assim, cada deputado apresenta emendas à LOA afim de incluir nela os pleitos da população paraibana.

Para o exercício 2020, Jeová tenta incluir, por exemplo, a transferência de recursos para o Município de Lagoa Seca, mediante Convênio, destinados à pavimentação da rua principal do Distrito de Chã do Marinho, no município. Trata-se de uma comunidade com mais de 2000 habitantes. Na mesma linha, Jeová também apresentou emenda para a construção de um ginásio poliesportivo na Escola Estadual de Ensino Fundamental situada no Distrito de Gravatá, no Município de São João do Rio do Peixe; outra para a revitalização do Açude Senador Epitácio Pessoa, conhecido como Açude Grande da cidade de Cajazeiras e a construção da Adutora destinada ao abastecimento de água do Distrito de Divinópolis, no Município de Cajazeiras.

Sobre o Açude Grande, Jeová justificou dizendo que o reservatório é de 1804 e que se destinava ao abastecimento dos moradores da localidade e para a criação de animais. Em 1915 deu-se início à reconstrução e ampliação do manancial pelo DNOCS, tendo sido entregue ao Estado no dia 16 de novembro de 1916, com capacidade de armazenamento de pouco mais de 2.599.000 metros cúbicos. Ao longo dos anos, com o aumento populacional, os esgotos de parte da cidade começaram a ser lançados no referido açude, como até hoje ocorre o que poluiu o açude. “É de extrema importância que o estado enfrente o problema com ações administrativas que objetivem a despoluição e revitalização do Açude Grande de Cajazeiras”, disse Jeová.

Além disso,  parlamentar também solicita a pavimentação asfáltica das seguintes rodovias: Rodovia Estadual que liga o Município de Carrapateira a Nazarezinho; Rodovia Estadual que liga Serra Grande a São José de Piranhas; Rodovia Estadual que liga Uiraúna a Vieirópolis; Rodovia Estadual PB 418, ligando a Rodovia PB-400 à BR-116, passando pelas localidades do Sítio Riacho do Meio, no Município de Cajazeiras, Distrito de Marimbas, Tambor e Sítio Tabocas, localizados no Município de Cachoeira dos Índios, terminando no Distrito de Balanço, também no Município de Cachoeira dos Índios; Rodovia Estadual PB 390, que liga a BR 230 ao Distrito de Gravatá, Município de São João do Rio do Peixe; Rodovia Estadual PB 099 que liga o Município de Lagoa Seca à cidade de Puxinanã; Rodovia Estadual PB 113 que Campina Grande à cidade de Montadas.

A área de Segurança Pública também está entre os pleitos de Jeová. Assim, ele pede a construção de uma Delegacia de Polícia Civil na cidade de Cachoeira dos Índios. Ele explica que a atual delegacia de policia do município funciona de forma precária, em imóvel alugado, e que não oferece o mínimo de infraestrutura para os policiais e para a população.

A perfuração de poços tubulares para as comunidades rurais e territórios que praticam a agricultura familiar no Estado da Paraíba também está entre as 15 emendas de Jeová à LOA. “A agricultura familiar constitui a base econômica de, aproximadamente, 90% dos municípios brasileiros com até 20 mil habitantes e absorve 40% da população economicamente ativa do Brasil. Entendemos que a agricultura familiar representa um segmento importante da economia de nosso estado e é preciso políticas públicas para apoiar o segmento para que ele possa gerar mais emprego e renda”, justificou o parlamentar.

Ele destacou ainda que “a crise hídrica que atingiu o semiárido brasileiro nos últimos anos, afetou, consideravelmente os agricultores familiares paraibanos. A perfuração de poços artesianos nas comunidades rurais e territórios formados por agricultores familiares, minimizará os efeitos das estiagens e, consequentemente, diminuirá o sofrimento destes pequenos produtores rurais”. E não parou por aí. Jeová ainda apresentou emenda para que o governo do estado distribua kits de instalação de energia fotovoltaica para a execução de projetos de irrigação praticados por agricultores integrantes da agricultura familiar no Estado da Paraíba. Jeová sugere ainda contratar estudantes do Instituto Federal de Ciência e Tecnologia da Paraíba e das Universidades Federais e Estadual, cujos cursos se relacionem com a agricultura familiar, para atuarem, como bolsistas, prestando assistência técnica aos agricultores familiares da Paraíba.

No que se refere à saúde Pública, Jeová Campos quer ampliar as ações e serviços públicos oferecidos pelo Hospital Regional de Cajazeiras. “O hospital atende a uma demanda populacional de mais de vinte municípios, representando a necessidade de ampliar as suas ações e serviços prestados ao povo do alto sertão, principalmente, os mais necessitados”, justificou. Observando que algumas entidades passam por graves crises financeiras, mas não podem parar seus serviços, visto que o próprio estado não supre a demanda, Jeová apresentou emenda também para que se transfira recursos para três instituições via convênio: O Instituto Cultural Radegundis Feitosa; a Fundação Napoleão Laureano; e a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Campina Grande – APAE-CG. Todas elas são instituições sem fins lucrativos.

A Fundação Napoleão Laureano, mantenedora do Hospital Napoleão Laureano, é referência no tratamento de Câncer. É classificado como centro de alta complexidade no diagnóstico e tratamento do câncer, pois trata todos os tipos da doença em crianças e adultos. “Os custos são elevados e o estado não tem como oferecer o tratamento à altura ainda. É preciso que os poderes constituídos e a sociedade apoiem as ações que aquela Casa de Saúde desenvolve em prol, principalmente, dos mais necessitados”, afirmou Jeová Campos.

Seguindo o mesmo raciocínio defendeu o Instituto Cultural Radegundis Feitosa para que este continue fomentando a cultura no estado e a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Campina Grande – APAE-CG, que oferece ações nas áreas de Assistência Social, Saúde (Fisioterapia, Psicologia, Fonoaudiologia, Equoterapia) e Educação (Informática, Oficina Pedagógica, Biblioteca, Ensino Fundamental), para 468 usuários, de 40 municípios paraibanos.

O prazo para a apresentação de emendas por parte dos deputados foi até novembro. Desde o dia 10 de dezembro que a proposta já pode ser incluída na Ordem do Dia da ALPB para ser votada em plenário. Para isso, porém, os deputados precisam “limpar” a pauta, o que deve acontecer até o próximo dia 20.

Assessoria

porpjbarreto

Governo lança guias e habilita 66 novos serviços para deficientes

Medida deverá beneficiar mais de um milhão de pessoas em todo o país

O Ministério da Saúde anunciou nesta terça-feira (3) – Dia Internacional da Pessoa com Deficiência – a habilitação de 66 novos serviços de odontologia e ortopedia com atendimento especializado a pessoas com deficiência. A medida deverá beneficiar mais de um milhão de pessoas.

Para qualificar o atendimento a esse público, o ministério também lançou dois guias com orientações para os profissionais de saúde que atuam nas áreas de odontologia e ortopedia da Rede de Cuidados à Saúde da Pessoa com Deficiência (RCPD). Os materiais estão disponíveis na Biblioteca Virtual de Saúde.

Durante evento no ministério, em Brasília, o ministro da Saúde, Henrique Mandetta, falou sobre a importância do atendimento especializado, mas destacou os desafios no atendimento odontológico para pessoas com deficiência na atenção básica.

“Para isso a atenção bucal está partindo para a capacitação, a formação e a sensibilização dessa rede, para podermos fazer uma boa primeira abordagem desses pacientes”, disse.

Para o ministro, a prescrição de órteses e próteses é “outro drama no Brasil”. “A nomenclatura é assimétrica, os profissionais fazem cada um de um jeito. Então, os dois guias que estamos colocando hoje acho que vêm para ficar e acho que vai ser apropriado para essa rede”, ressaltou Mandetta.

A primeira-dama Michelle Bolsonaro, presente na cerimônia, destacou o progresso do Ministério da Saúde em prol das pessoas com deficiência, síndromes e doenças raras em todo território nacional.

“Hoje é uma data para lembrarmos que leis não bastam. Precisamos de ações verdadeiramente transformadoras para tornarmos nosso país mais acessível”, disse ela.

Novos serviços

Segundo o Ministério da Saúde, todos os pedidos pendentes de habilitação de serviços para pessoas com deficiência foram atendidos e, agora, as equipes poderão iniciar o atendimento à população. As novas estruturas custarão R$ 70,1 milhões por ano ao Sistema Único de Saúde (SUS).

Do total dos 66 novos serviços, serão 20 Centros Especializados em Reabilitação, que receberão R$ 41 milhões por ano; oito Centros Especializados para Pacientes com Doenças Raras, com custeio de R$ 17,6 milhões por ano; sete Oficinas Ortopédicas, que receberão R$ 4,5 milhões ao ano; e 31 Centros de Especialidades Odontológicas, destes, 14 integrarão a Rede de Cuidados à Saúde da Pessoa com Deficiência e receberão incentivo a mais de R$ 2,2 milhões ao ano.

A primeira-dama Michelle Bolsonaro e o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, durante anuncio no Dia Internacional da Pessoa com Deficiência

A primeira-dama Michelle Bolsonaro e o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, no Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, hoje, em Brasília  (José Cruz/Agência Brasil).

Atualmente, a rede conta com 230 Centros Especializados em Reabilitação, que realizam diagnóstico, tratamento, concessão, adaptação e manutenção de tecnologias (próteses). Também fazem parte da rede 37 Oficinas Ortopédicas e 244 Serviços de Reabilitação de Modalidade Única.

Na atenção odontológica, o SUS conta com mais de 27 mil Equipes de Saúde Bucal (ESB) que também atendem pacientes com deficiência. Além disso, dos 1.161 Centros de Especialidades Odontológicas, 579 já aderiram à RCPD. Os centros que se credenciam à rede precisam ter uma cadeira odontológica exclusiva para 40 horas de atendimento de pessoas com deficiência, entre outros critérios. Essas unidades recebem 20% a mais de custeio mensal.

Guias de orientação

Guia para Prescrição, Concessão, Adaptação e Manutenção de Órteses, Próteses e Meios Auxiliares de Locomoção traz as melhores práticas aos profissionais de saúde e visa dar maior segurança, efetividade e integralidade de atenção à pessoa com deficiência e mobilidade reduzida.

Guia de Atenção à Saúde Bucal da Pessoa com Deficiência tem o foco em algumas deficiências específicas, consideradas as que mais apresentam demanda nos consultórios odontológicos, como deficiência intelectual, demência, Doença de Parkinson, paralisia cerebral, Síndrome de Down e Transtorno do Espectro do Autismo.

No material, são apresentadas as condições bucais mais comuns, além de orientações sobre o uso de meios que facilitem a higienização bucal e que promovam a prevenção de problemas odontológicos.

Agência Brasil

porpjbarreto

Palestra de Drauzio Varela é cancelada em João Pessoa

A produção local da Palestra “Saúde e Qualidade de Vida” com Dr. Drauzio Varella informa que o evento que seria realizado no dia 28/11/19 (próxima quinta-feira) no Teatro Pedra do Reino foi adiado, mas ainda sem data definida por motivos de ordem superior e logística.

Uma nova será agendada para 2020, porém, os clientes que compraram ingressos antecipados, naturalmente podem ressarcir o valor integral investido da seguinte forma:

1) INGRESSOS COMPRADOS NO CARTÃO DE CRÉDITO

Enviar e-mail para: cancelamentos@ingressonacional.com.br , enviando a cópia do(s) ingresso(s) ou informando o número do pedido de compra.

2) INGRESSOS COMPRADOS EM DINHEIRO NO PONTO DE VENDA

Os Clientes podem ir até a loja CONSTANCE CALÇADOS, no piso térreo do Mag Shopping a partir da próxima sexta feira, dia  29 de Novembro das 10h as 22h.  Para tanto, devem levar consigo o ingresso do evento, entregando-o no Ponto de Venda e assim reavendo o valor total investido.

Para quaisquer duvidas sobre a devolução informamos os seguintes canais de comunicação com a INGRESSO NACIONAL gestora financeira do evento:

www.ingressonacional.com.br ou ainda pelo Call Center (41) 3315-0808.

Lamentamos o ocorrido e nos colocamos à disposição.

À Produção.

porpjbarreto

Prefeito de Cajazeiras e outros 63 gestores municipais são convidados para discutir política de saúde integral de apenados

Gestores de 64 municípios paraibanos onde há unidades do sistema prisional estão sendo convidados para participar do “Seminário sobre a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde das Pessoas Privadas de Liberdade no Âmbito do SUS: Desafios e Possibilidades na Paraíba”, que acontecerá na sexta-feira (01/11), em João Pessoa. O evento é promovido pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB), em parceria com o Ministério da Saúde, o Conselho de Secretários Municipais de Saúde (Cosems) e as secretarias estaduais de Saúde e Administração Penitenciária. O objetivo principal é estimular os prefeitos a cumprirem a Portaria Interministerial 01/2014, que instituiu a Pnaisp.

O procurador de Justiça e coordenador do Núcleo de Políticas Públicas do MPPB, Valberto Cosme de Lira, explicou que há uma necessidade de potencializar a implementação da Pnaisp na Paraíba e isso levou o MPPB a criar um grupo de trabalho. O GT conscientiza e orienta os gestores para aderirem à Política, que foi instituída em nível nacional em 2014, mas ainda com poucas adesões na Paraíba. Dentro dessa perspectiva, foram emitidas duas notas técnicas, uma recomendando a adesão à Pnaisp e outra sobre o acesso ao tratamento de infecções sexualmente transmissíveis (IST), principalmente, a sífilis, aos presos.

“Os presos estão cumprindo penas privativas de liberdade impostas pela Justiça, mas continuam sendo sujeitos de outros direitos, como o direito à saúde e é dever do Poder Público oferecer o serviço”, lembrou o representante do Ministério Público. Além de Valberto Lira, participam do GT os promotores da Saúde, Jovana Maria Silva Tabosa, e da Tutela Coletiva do Sistema Prisional, Ricardo José de Medeiros e Silva. Também integram o grupo de trabalho representantes da SES, da Seap, do Cosems e da Superintendência Estadual do Ministério da Saúde na Paraíba (SEMS).

Na Paraíba, aderiram à Pnaisp os municípios de Patos, Piancó, Bonito de Santa Fé e Itabaiana, além do Governo do Estado. Atualmente, há serviços habilitados na Pnaisp em Piancó e em João Pessoa (no Presídio Júlia Maranhão, pela gestão estadual). A adesão é uma manifestação, através de termo, de que há interesse na implantação da política. Já a habilitação é concedida pelo Ministério da Saúde a serviços que manifestaram interesse e cumpriram as etapas necessárias para os serviços.

Municípios com unidades prisionais

Na Paraíba, os municípios que possuem unidades prisionais: Alagoa Grande, Alagoa Nova, Alagoinha, Alhandra, Araruna, Areia, Aroeiras, Bananeiras, Barra de Santa Rosa, Bayeux, Belém, Bonito de Santa Fé, Boqueirão, Brejo do Cruz, Caiçara, Cajazeiras, Campina Grande, Catolé do Rocha, Conceição, Coremas, Cruz do Espírito Santo, Cuité, Esperança, Guarabira, Ingá, Itabaiana, Itaporanga, Jacaraú, João Pessoa, Juazeirinho, Malta, Mamanguape, Monteiro, Patos, Pedras de Fogo, Piancó, Picuí, Pilar, Pilões, Pocinhos, Pombal, Prata, Princesa Isabel, Queimadas, Remígio, Rio Tinto, Santa Luzia, Santa Rita, Santana dos Garrotes, São Bento, São João do Cariri, São João do Rio do Peixe, São José de Piranhas, Sapé, Serra Branca, Serraria, Solânea, Soledade, Sousa, Sumé, Taperoá, Teixeira, Uiraúna e Umbuzeiro.

O seminário

O seminário será realizado na sexta-feira, das 8h às 14h, no Centro Formador de Recursos Humanos da Paraíba (Cefor), localizado à Avenida Dom Pedro II, 1826 (no anexo do Complexo Psiquiátrico Juliano Moreira), no bairro da Torre, em João Pessoa.

Assessoria de Imprensa – MPPB

porpjbarreto

João Pessoa sediará 1º Startup Weekend voltado à área da saúde

Evento será realizado no Centro de Convenções entre os dias 08 e 10 de novembro

No próximo dia 08/11, a capital paraibana sediará o 1º Startup Weekend Saúde (Healthtech), evento voltado à criação de soluções e de modelos de negócios direcionados à solução de problemas na área médica. O objetivo é estimular o empreendedorismo por meio da inovação e interação entre os desenvolvedores, designers e agentes de negócio, gerando iniciativas viáveis e de alto retorno financeiro.

Daniel Pessoa, um dos organizadores do evento, explica que o mercado de Healthtech é uma tendência mundial e está se intensificando cada vez mais no Brasil. “É crescente o número de iniciativas tecnológicas que trabalham para resolver problemas do setor médico. Isso em todas as áreas, sendo as mais comuns as de prevenção, diagnóstico e tratamento”, ressaltou.

O Startup Weekend é um modelo de evento idealizado pela rede global de líderes e empreendedores Techstar em parceria com o GOOGLE. A intenção é facilitar a criação de ideias de alto impacto que podem inspirar, educar e dar suporte a indivíduos, equipes e comunidades. Mais de oito mil startups foram criadas em momentos desse tipo em mais de 150 países.

Trata-se de uma competição que ocorre em 54 horas. Ao longo de três dias, os participantes são estimulados a ter ideias, validá-las, construir um modelo de negócio, desenvolver um protótipo e realizar uma apresentação para uma banca avaliadora.

Importante destacar que muitas iniciativas, bastante conhecidas hoje, surgiram de startups em todo o mundo, a exemplo do Instagram, Pinterest, Uber, Peixe Urbano, Buscapé etc.

Assessoria de Imprensa 

porpjbarreto

Secretaria Municipal de Saúde e órgãos parceiros lançam campanha de combate à hanseníase em Cajazeiras

O secretário de saúde do município, Helano Segundo, e integrantes da equipe da pasta participaram na última terça-feira (08), no auditório da Escola Técnica Estadual do lançamento de uma campanha para o combate à hanseníase em Cajazeiras.

A campanha para detectar e tratar possíveis casos da doença no município está sendo desenvolvida em parceria com o HRC, UPA, Samu e HUJB.

O secretário destacou os esforços da administração municipal, através da pasta da saúde, em acompanhar os casos já existentes da doença, levando conscientização à população para a prevenção e tratamento de novos casos.

Secom-Cz