Arquivo de tag Romero Rodrigues

porpjbarreto

Operação Famintos: MPF recorre da absolvição de dois réus da ‘Orcrim da Merenda’ em Campina

A semana que passou foi marcada por mais um capítulo do processo da ‘Operação Famintos’ – que apura fraudes em licitações e desvio na merenda escolar por uma ‘Orcrim da Merenda’ na gestão do prefeito de Campina Grande Romero Rodrigues (PSD) e do seu vice-prefeito Enivaldo Ribeiro (PP). Ocorre que o Ministério Público Federal (MPF) decidiu recorrer de parte da decisão do juiz Vinícius Costa Vidor, da 4ª Vara da Justiça Federal, que condenou os 16 denunciados do núcleo empresarial investigado na ‘Operação Famintos’. Em um recurso, apresentado ao Tribunal Regional Federal (TRF5), o MPF pede que no caso dos empresários Luiz Carlos Ferreira de Brito Lira e Ângelo Felizardo do Nascimento a decisão seja complementada.

Luiz Carlos foi condenado a 14 anos e 4 meses, mas os procuradores pedem que ele também seja condenado pelo crime de organização criminosa. Já Ângelo Felizardo foi condenado a 18 anos e 2 meses, mas o MPF entende que ele deve ser também enquadrado no parágrafo 1º do artigo 2º da Lei 12.850 (Lei das Organizações Criminosas), aplicado a quem “impede ou, de qualquer forma, embaraça a investigação de infração penal que envolva organização criminosa”. Confira aqui, na íntegra, a Apelação feita pelo MPF: http://blogs.jornaldaparaiba.com.br/plenopoder/wp-content/uploads/sites/34/2020/01/apela%C3%A7%C3%A3o.pdf

Recentemente a justiça liberou o empresário Frederico de Brito Lira que estava preso desde o mês de julho. Ele é apontado nas investigações como um dos líderes do núcleo empresarial da ‘Orcrim da Merenda’. Nos bastidores da politica se especula que Frederico tenha assinado acordo de delação premiada, revelando mais nomes dos recebedores das propinas.

Frederico de Brito Lira era o único integrante do núcleo empresarial, composto por 16 empresários, que continuava preso. Ele foi denunciado por fraudes em licitações em contratos da merenda escolar de Campina Grande, juntamente com outras 15 pessoas. Ao ser interrogado pela Justiça Federal, o empresário admitiu que terceirizou as empresas Delmira Feliciano Gomes e Rosildo de Lima Silva, que mantinham contratos com várias prefeituras paraibanas para o fornecimento de alimentos e merenda escolar. O empresário disse que ficava responsável pela logística da distribuição da merenda e Flávio tomava conta das licitações e documentos. http://blogs.jornaldaparaiba.com.br/plenopoder/2019/12/19/trf-manda-soltar-unico-empresario-que-continuava-preso-na-operacao-famintos/

Confira na íntegra o interrogatório de Frederico de Brito Lira

https://youtu.be/sRrjRp5uWfo

Operação Famintos

As investigações foram iniciadas a partir de representação autuada no MPF, que relatou a ocorrência de irregularidades em licitações na Prefeitura de Campina Grande (PB) na gestão de Romero/Enivaldo, mediante a contratação de empresas “de fachada”. Com o aprofundamento dos trabalhos pelos órgãos parceiros, constatou-se que desde 2013 ocorreram contratos sucessivos, que atingiram um montante pago de R$ 25 milhões.

Detalhes da operação Famintos:

Processo nº 0802629-06.2019.4.05.8201

Íntegra da denúncia

http://www.mpf.mp.br/pb/sala-de-imprensa/docs/denuncia-operacao-famintos/view

 apelação

 

Redação com Jornal da Paraíba

porpjbarreto

Sintab é condenado a pagar indenização de R$ 6 mil ao prefeito de Campina Grande por danos morais

O Sindicato dos Trabalhadores Públicos do Agreste da Borborema (Sintab) foi condenado a pagar uma indenização de R$ 6 mil em favor do prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, por ter espalhado outdoors pela cidade com os dizeres: “Vergonha! O prefeito Romero quer ficar com dinheiro do Fundeb que é dos professores”. A decisão é da juíza Audrey Kramy Araruna Gonçalves, da 4ª Vara Cível de Campina Grande, nos autos da ação nº 0801683-52.2017.8.15.0001.

Também foi condenado ao pagamento de R$ 4 mil de indenização, Napoleão de Farias Maracajá, que efetuou postagens em suas redes sociais em que alegava que o gestor campinense estaria desviando verbas destinadas ao pagamento dos professores para outros fins.

Em sua contestação, o Sintab afirmou que os outdoors confeccionados tinham seu conteúdo dirigido à administração municipal, sem qualquer intuito de macular a imagem do autor. Destacou, ainda, não ter agido com intuito consciente de caluniar a pessoa do prefeito, mas, sim, questionar a administração municipal acerca dos valores recebidos e buscar um acordo para que os professores participassem do rateio dos valores devidos aos profissionais do magistério.

Já Napoleão Maracajá disse, em sua contestação, que não foi demonstrada a existência de dano causado ao promovente, e que as colocações contidas nas redes sociais são de cunho geral e nunca dirigidas ao promovente, enquanto pessoa individual, e sim, de cunho eminentemente administrativo, em defesa da categoria e do patrimônio público.

Ao examinar o caso, a juíza destacou que a agressão à honra praticada pelo Sintab é gravíssima, “porquanto consistente na publicação de quinze outdoors espalhados pela cidade, que permaneceram expostos por mais de uma semana, além da impressão de material gráfico que acusava o promovente de ter se apropriado de dinheiro público do Fundeb destinado aos professores”.

A magistrada disse, ainda, que a conduta do outro demandado, Napoleão Maracajá, embora também grave, é de menor amplitude, pois reduzida às suas redes sociais e comunicações privadas, via Whatsapp, em que acusava o autor de desvio do erário, por ter utilizado o dinheiro para fins alheios.

Foi decidido, na sentença, que os valores da indenização serão revertidos em favor da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Campina Grande, conforme pedido do autor da ação, o prefeito Romero Rodrigues. Da decisão cabe recurso.

Assessoria de Imprensa / TJPB

porpjbarreto

Saiba quem é o auxiliar de Romero que pagou R$ 205 mil a empresa que é funcionário e a proximidade do governo com implicados na Justiça

Um dado curioso da gestão do prefeito de Campina Grande Romero Rodrigues (PSD) e de seu vice-prefeito Enivaldo Ribeiro (PP) que chama a atenção é uma suposta troca de favores entre auxiliares e empresas que prestam serviços a prefeitura de Campina Grande, como pagamentos a portais aliados, indicações políticas e a proximidade de sua administração com empresários e pessoas com sérios problemas na justiça.

Um dos dados mais recentes traz que a Escola de Pós-Graduação Atame Educacional LTDA de CNPJ: 06.043.448/0001-79 (http://atame.edu.br/campina-grande) faturou somente neste ano de 2019, por parte da Superintendência de Transportes Públicos de Campina Grande (STTP) a quantia de R$ 205.716,00, para ofertar o curso de pós-graduação em gestão estratégica de trânsito. Mais sobre esse ponto se merece uma devida observação, o atual superintendente Felix Araújo e o seu primo Rafael Vasconcellos de Araújo Pereira, constam como professores dessa empresa. Portanto se se coloca sobre suspeita se o superintendente da STTP estaria favorecendo uma empresa no qual é servidor. Na própria rede social de Felix Araújo, ele confirma tal informação, veja: https://www.facebook.com/felix.araujoneto.9

Noutro dado interessante observasse que a empresa Resumo PB Agência de Notícias LTDA, de propriedade do radialista Milton Figueiredo, já recebeu por parte da gestão de Romero/Enivaldo e da presidente da Câmara Municipal de Campina Grande a quantia de R$ 19.500, referentes a trabalhos na Câmara Municipal e Prefeitura. Nos anos de 2016 e 2017. Familiares do jornalista Milton Figueiredo também teriam sido beneficiados por parte da gestão Romero, como sua irmã Tana Emília Souto de Figueiredo, que recebeu de 2015 a 2018, a quantia de R$ 101.944,07, lotada no Gabinete do Prefeito, segundo mostra as tabelas do Sagres Online, em anexo.

Proximidade de Romero/Enivaldo com empresários complicados na justiça

Muitos investigados, presos e até condenados, esse é o caso de Romário Gomes Silveira (Romarinho), que foi preso em fevereiro de 2018 por explosão de bancos em Campina Grande, enquanto ocupava cargo comissionado de assessor no gabinete do prefeito Romero Rodrigues, e gozava da confiança do atual secretário Tovar Correia Lima, que foi condenado a 42 anos de reclusão e ao pagamento de 1.686 dias-multa. Vale ressaltar que Romarinho teve repassado, em dezembro de 2018, por parte da PMCG, seu 13° salário, mesmo estando foragido do presídio PB-1. Além de Romarinho, a família Silveira tem mais representantes que usufruem da confiança do gestor campinense. A mãe de Romarinho, Maria do Rosário Silveira, ainda continua na lista de comissionados da gestão do prefeito de Campina Grande. Maria do Rosário é líder comunitária do bairro da Liberdade e teve um aumento de 100% no seu salário, segundo o Sagres. Ela recebia R$ 2 mil e passou a receber, desde outubro de 2018, R$ 4 mil.

Calvário – Outro caso recente o nome do prefeito envolto em vídeo onde um dos delatores da Operação Calvário, Daniel Gomes da Silva, fala sobre o suposto pagamento de propina de R$ 150 mil para a campanha de, Romero Rodrigues. Veja o vídeo: https://youtu.be/3x9Q1udqNIA

Famintos – Não bastasse essa dor de cabeça, a gestão de Romero/Enivaldo teve julgado e condenado pela justiça essa semana o núcleo empresarial da ‘Operação Famintos’ – que apura fraudes em licitações e desvio na merenda escolar por uma ‘Orcrim da Merenda’ na gestão do prefeito Romero Rodrigues e do seu vice-prefeito Enivaldo Ribeiro. Nesta decisão o juízo da 4ª Vara da Justiça Federal publicou, a primeira sentença oriunda da Operação Famintos. Foram condenados o vereador Renan Maracajá e mais 15 denunciados pelo MPF. Ainda falta serem julgados os núcleos políticos e administrativos da operação. Leia a íntegra da denúncia: http://www.mpf.mp.br/pb/sala-de-imprensa/docs/denuncia-operacao-famintos/view

Superfaturamento de combustíveis – Recentemente um caso veio à tona, quando o Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) constatou prática similar à de superfaturamento na compra de combustíveis por parte da Prefeitura de Campina Grande. O TCE então emitiu alerta ao prefeito Romero Rodrigues, para adoção de medidas de prevenção ou correção sobre este fato.

Denunciado na Operação Andaime – De acordo com dados do Tramita, ferramenta do TCE-PB, o denunciante foi a pessoa jurídica Jefferson Stefânio Laurentino de Andrade – ME, que, conforme informações da Receita Federal, tem como nome fantasia JS Assessoria Consultoria de Licitação, sediada em Uiraúna, no Sertão paraibano. Em dezembro de 2016, Jefferson foi um dos denunciados em um dos desdobramentos da Operação Andaime, que investigou fraudes em processos de licitação em municípios do Sertão da Paraíba. Na denúncia, a JS Assessoria também pede o cancelamento do processo licitatório e uma medida cautelar, para prevenção de lesões ao Erário público.

Outras possíveis irregularidades – Ainda conforme o relator, conselheiro substituto Antônio Cláudio Silva Santos, também foi notada a realização de “vários processos de licitação para compra de combustíveis, perdendo assim a economia de escala que aconteceria se fosse realizado um processo único e conjunto entre a Prefeitura, o Fundo Municipal de Saúde e a Superintendência de Trânsito e transporte Públicos”.

Também foi constatada a “ausência de sistema informatizado de gestão e controle de abastecimento”. No trecho que cita os indícios similares aos de superfaturamento, o alerta versa: “Prática de preços na compra de combustíveis em valor superior aos de mercado e também superior aos executados por outra entidade pública municipal”.

Lixo Light Engenharia – Outro detalhe curioso da investigação é que, desde 2013, a Prefeitura de Campina Grande já autorizou o pagamento de aproximadamente R$ 87 milhões à empresa Light Engenharia e Comércio LTDA, envolvida no escândalo do lixo na cidade de Cabedelo, região metropolitana de João Pessoa, que culminou com a prisão do mega-empresário paraibano Roberto Santiago, durante a realização de mais uma fase da Operação Xeque-Mate, deflagrada recentemente na Paraíba.

De acordo com o Sistema de Acompanhamento da Gestão dos Recursos da Sociedade, o Sagres, em 2013 o prefeito Romero Rodrigues empenhou R$ 19.112.456,09 e pagou à Light Engenharia e Comércio LTDA o montante de R$ 9.719.926,20, valores referentes aos serviços de locação de equipamentos e veículos pesados para utilização em serviços de limpeza urbana no município de Campina Grande e adjacências e  prestação de serviços de execução da coleta manual e transporte de resíduos sólidos domiciliares, serviços especiais e disposição final dos resíduos, no município de Campina Grande, para atender a Secretaria de Serviços Urbanos e Meio Ambiente – SESUMA. Cinco anos depois, em 2018, esse valor subiu para R$ 27.565.017,35, sendo que foram pagos R$ 19.545.219,79, ou seja, houve um aumento de quase R$ 10 milhões em apenas cinco anos de contrato com a empresa envolvida no escândalo na cidade portuária.

Romero e a Aliança – Outra relação administrativa da gestão de Romero com uma empresa complicada na justiça se deu com a Aliança Comunicação e Cultura LTDA, que organizou o São João de Campina Grande nos anos de 2017, 2018 e tinha ganhado a licitação para este ano. Vale ressaltar que seu proprietário, o empresário Luiz Otávio Gomes Vieira, está na sua segunda prisão, por desvios de recursos.

Redação

porpjbarreto

NOTA – Prefeitura Municipal de Campina Grande

A Prefeitura de Campina Grande vem a público prestar os seguintes esclarecimentos a respeito de uma possível citação do nome do prefeito Romero Rodrigues na colaboração premiada do Sr. Daniel Gomes, da Cruz Vermelha, citando suposta doação de R$ 150 mil para uma de suas campanhas eleitorais em Campina Grande:

O prefeito Romero Rodrigues jamais aceitou contribuição financeira para qualquer de suas campanhas em troca de possíveis favores futuros a grupos empresariais.

Caso houvesse minimamente qualquer procedência em relação à citação do Sr. Daniel Gomes, a contrapartida apontada na colaboração premiada do empresário – a contratação da OS Cruz Vermelha no âmbito do Município de Campina Grande – teria sido consolidada, o que JAMAIS ocorreu. Até mesmo uma lei aprovada e que permitia a terceirização de serviços em várias áreas foi revogada pelo prefeito, tão logo assumiu em 2013, de forma unilateral e firme, sem deixar brechas para quaisquer iniciativas nesse sentido.

O prefeito Romero Rodrigues rechaça, veementemente, qualquer insinuação sobre seu envolvimento, direto ou indireto, em quaisquer esquemas de desvios de dinheiro público e, nesse caso particular, a própria opção político-ideológica de seu governo em prol do fortalecimento do patrimônio do Município evidencia a nítida improcedência da informação.

Bem ao contrário de investir recursos públicos na contratação de Organizações Sociais suspeitas, o prefeito Romero Rodrigues fez a opção, sim, pelo caminho oposto, na área de Saúde: municipalizou os hospitais Pedro I e Dr. Edgley, além de promover a aquisição patrimonial da Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD), hoje transformada em Centro Especializado de Reabilitação – uma das referências no Brasil na atenção às crianças e jovens com deficiência.

Na prática, o caminho por municipalizar serviços mostrou-se muito mais saudável do ponto de vista institucional e menos danoso ao erário do que a opção fácil e perigosa da terceirização, na avaliação do prefeito.

Colocando-se inteiramente à disposição da Justiça e das autoridades para prestar todo e qualquer esclarecimento a respeito de qualquer informação que diga respeito à sua conduta na vida pública, o prefeito Romero Rodrigues, de peito aberto e consciência tranquila,  reafirma sua confiança nos rumos das investigações, principalmente quando se tratar de separar o joio do trigo e confirmar a lisura e inocência dos que estão sendo levianamente levados à vala comum das suspeitas e acusações sem provas e consistência.

Coordenadoria de Comunicação da Prefeitura de Campina Grande
porpjbarreto

TCE-PB aprova as contas 2014 da gestão Romero Rodrigues na Prefeitura de Campina Grande

O Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) aprovou, na tarde desta quarta-feira, 11, as contas da Prefeitura Municipal de Campina Grande referentes ao ano de 2014. O conselheiro Antônio Nominando Diniz foi o relator do processo.

Com a aprovação de mais um ano de gestão nesta quarta, o prefeito Romero Rodrigues já teve validadas até o momento pelos conselheiros do órgão estadual de controle externo as contas dos anos 2013, 2014 e 2017.

De Brasília, onde cumpre agenda administrativa, Romero Rodrigues, embora observando ser obrigação dos gestores terem suas contas anuais consideradas regulares pelo Tribunal de Contas do Estado, é sempre motivo de satisfação e sensação de dever cumprido um resultado positivo sancionado pelo principal órgão fiscalizador.

Assessoria 

porpjbarreto

Em clima de festa, Romero abre o Natal Iluminado 2019 de Campina Grande

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, fez na noite da última sexta-feira, 29, a abertura do Projeto Natal Iluminado 2019. A solenidade, que contou com um grande público, ocorreu às margens do Açude Velho, em frente ao monumento “Os Pioneiros da Borborema”. No local, foi instalada uma árvore de Natal de 35 metros de altura.

A Caravana da Coca-Cola também participou, pelo segundo ano consecutivo, da programação. Após percorrer as ruas de Campina Grande desde o final da tarde, chegou ao local do evento, sendo calorosamente recebido pelo público.

Projeto da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, o Natal Iluminado tem neste ano uma programação variada, envolvendo a participação de corais, com cantatas, serenatas e recitais de grupos religiosos e de diversas entidades. O projeto se estenderá até a festa de Réveillon, também a ser realizada em vários pontos às margens do Açude Velho.

Prestigiaram a noite inaugural do Natal Iluminado a cantora Raíssa Rodrigues (revelação de apenas nove anos), Coral Vozes do Cícero (da Escola Municipal Cícero Correia de Menezes, do Distrito de Galante), a Orquestra Filarmônica Epitácio Pessoa e o Coral da Igreja Presbiteriana Renascer, entre muitas outras atrações.

Ampliação

Além do principal polo no Açude Velho, integrando a árvore natalina e montagens especiais na Praça José Américo, em frente ao Parque da Criança, o Natal Iluminado 2019 marca presença nas principais avenidas de Campina Grande e, este ano, contemplará a rua Maciel Pinheiro, com um teto de luz ao longo de 80 metros da via.

Além da zona urbana do município, as comunidades distritais serão contempladas com iluminação natalina, a exemplo de Galante, Catolé de Boa Vista e São José da Mata.

Acompanhando o prefeito na abertura do Natal Iluminado, os secretários Rosália Lucas (Desenvolvimento Econômico), Teles Albuquerque (Sejel), Lucas Ribeiro (Ciência e Tecnologia), Fernanda Ribeiro (Obras), Tovar Correia Lima (Planejamento), Geraldo Nobre (Sesuma), Jóia Germano (Cultura), Eva Gouveia (Semas), além dos vereadores Álvaro Farias e Sargento Neto.

Assessoria de Comunicação – PMCG

porpjbarreto

Romero Rodrigues abre Natal Iluminado na noite desta sexta-feira

Cidade ganha árvore com 30 metros de altura e teto de luz na rua Maciel Pinheiro

O prefeito Romero Rodrigues fará na noite desta sexta-feira, 29, a abertura oficial da versão 2019 do Projeto Natal Iluminado. A solenidade, marcada para ter início às 19h, será realizada às margens do Açude Velho, em frente ao monumento “Os Pioneiros da Borborema”, onde neste ano foi instalada uma árvore natal gigante, com 30 metros de altura. A Caravana da Coca-Cola novamente participará da programação.

O comboio iluminado da Caravana da Coca-Cola, comandando pelo Papai Noel e outros personagens natalinos, percorrerá as ruas de Campina Grande a partir das 17h e, por volta das 20h, chegará ao local da solenidade.

Projeto de responsabilidade da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, o Natal Iluminado terá neste ano uma programação variada, envolvendo a participação de corais, com cantatas, serenatas e recitais por parte de grupos religiosos e de entidades, e se estenderá até a festa de Réveillon, também a ser realizada em vários pontos às margens do Açude Velho.

Além do principal polo no Açude Velho, integrando a árvore e montagens especiais na Praça José Américo, em frente ao Parque da Criança, o Natal Iluminado 2019 marcará presença nas principais avenidas de Campina Grande e também, como novidade deste ano, contemplará a rua Maciel Pinheiro, com um teto de luz ao longo de 40 metros da via.

Assessoria 

porpjbarreto

Vereador de Romero que teve o filho beneficiado por doação de terreno milionário é devedor de mais de R$80 mil reais em IPTU em CG

Na última quinta-feira, 21 de novembro de 2019, a Câmara Municipal de Campina Grande  (CMCG) aprovou Projeto de Lei que doa um terreno de quase 25.000m² a empresa MEMORIAL DO HOMEM DO NORDESTE, responsável pela gestão da Vila Sítio São João, tendo o filho do Vereador João Dantas (PSD), Tupac Rodrigues Albuquerque Dantas, como sócio administrador.

Ao mesmo tempo, a Procuradoria do Município de Campina Grande – PB propôs em 2018 Execução Fiscal contra o Vereador João Dantas, executando débitos de IPTU dos anos de 2013 a 2017, que perfazem o montante atualizado de R$ 81.527,74. Tal débito é relativo ao imóvel residencial do vereador, situado a Rua Freia Caneca, 335, Centro, Campina Grande – PB, como se observas nas Certidões de Dívida Ativa apresentas pela Procuradoria na ação de execução.

Mesmo sendo agraciado com a doação em questão e sendo vereador, que integra a base de sustentação do prefeito de Campina Romero Rodrigues (PSD) e de seu vice prefeito Enivaldo Ribeiro (PP), João Dantas,  deixa de cumprir suas obrigações tributárias com o erário municipal.

Vila Sítio São João – O projeto de doação causou espanto nos integrantes da bancada de oposição que observam favorecimento na doação. Atualmente a Vila Sítio São João, explora o terreno público com shows pagos. O projeto foi aprovado, pela base de sustentação do prefeito Romero e do seu vice Enivaldo.

‘Memorial do Homem do Nordeste Ltda’ tem segundo consulta pública no seu quadro societário como a como sócio-administrador o filho do vereador João Dantas (PSD), Tupac Rodrigues Albuquerque Dantas. Ele fica localizado na Avenida Floriano Peixoto, no bairro Dinamérica, proximidades do ginásio “O Meninão”.

Votaram favoravelmente a doação do terreno os vereadores:

  • Alexandre do Sindicato;
  • Álvaro Farias;
  • Aldo Cabral;
  • Ivan Batista;
  • JOÃO DANTAS;
  • Pastor Marcio Breno;
  • Márcio Melo;
  • Pimentel Filho;
  • Rodrigo Ramos;
  • Renan Maracajá;
  • Rui da Ceasa;
  • Marinaldo Cardoso.

Redação 

porpjbarreto

No Ministério da Economia, Romero discute projetos de concessões públicas de Campina Grande

O prefeito Romero Rodrigues foi recebido, no Ministério da Economia, na tarde desta quinta-feira, 21, para tratar de pautas administrativas relevantes para Campina Grande. Acompanhado do secretário Diogo Flávio Lyra Batista, do Planejamento, Romero se reuniu com o subsecretário nacional de Planejamento de Infraestrutura, Fábio Hideki Ono, e outros executivos do ministério.

Na pauta da reunião no prédio do Ministério da Economia, Romero Rodrigues e Diogo Flávio discutiram pautas relacionadas à concessão e parcerias público privadas de serviços municipais – notadamente, saneamento básico e iluminação pública. O projeto de transporte público, através da instalação de um sistema VLT (Veículo Leve sobre os Trilhos) para Campina Grande, foi discutida, com base em documentos, estudos e dados já consolidados sobre o assunto.

Numa exposição detalhada, o prefeito e o secretário informaram aos executivos da Economia que o processo de preparação para a licitação da concessão de saneamento básico e abastecimento de Campina Grande já está bem adiantado. Romero também esmiuçou em detalhes o projeto de PPP que a Prefeitura está licitando para a iluminação pública de LED em toda a cidade, incluindo a construção de uma usina que gerará energia para a cidade, permitindo redução nas contas públicas de energia.

Além de Fábio Ono, participaram da reunião na Economia o subsecretário Gabriel Gordofredo Fiuza de Bragança (Regulação e Mercado) e os coordenadores-gerais Cíntia Leal Marinho (Saneamento) e Wilson Luiz Rotatori (Monitoramento de Resultados), além do analista Enéas Gisioto, da área de Infraestrutura.

Assessoria – PMCG

porpjbarreto

Dialogando pela Paraíba: Romero recebe comitiva de Capim e fortalece projeto do PSD para 2020

O Prefeito de Campina Grande e Presidente Estadual do Partido Social Democrático na Paraíba Romero Rodrigues recebeu uma comitiva do município de Capim, localizado na Mata Norte paraibana.

A comitiva de Capim foi ao encontro do Presidente Estadual do PSD liderada pelo Vereador Neco Veloso, Presidente Municipal da legenda.

Romero esta recebendo e visitando vários municípios dentro da agenda Dialogando pela Paraíba, que visa fortalecer o partido com vistas as eleições municipais de 2020.

A executiva estadual do PSD também esta organizando, ainda para o mês de novembro, um Seminário Estadual com a presença de todos os filiados e apoiadores da legenda, onde será debatido a Legislação Eleitoral para 2020, Marketing Digital e outros temas de interesse dos candidatos a Prefeito e Vereador na Paraíba.

 

Assessoria de Imprensa – PSD – PB