Arquivo de tag Prova

porpjbarreto

Detran-PB implanta prova de direção veicular na Ciretran de Cajazeiras

Com isso, o Departamento dá mais um passo no processo de modernização do sistema

Os usuários da Ciretran de Cajazeiras e das cidades circunvizinhas passaram a contar, desde a última quinta-feira (12), com a aplicação das provas de direção veicular naquela unidade. Com isso, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PB) dá mais um passo no processo de modernização do sistema de avaliação de candidatos a condutores de veículos no Sertão paraibano.

Os trabalhos da banca examinadora do primeiro exame prático de direção veicular, na pista de provas da unidade inaugurada em setembro último, foram presenciados pelo superintendente Agamenon Vieira, acompanhado pelo chefe da 6ª Ciretran, Luiz Gonzaga, além do gerente da Controladoria Regional de Trânsito (CRT), Manoel Neto, e servidores do órgão.

Totalmente equipada e funcionando dentro dos padrões exigidos pela Resolução nº 168 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), a pista de provas da Ciretran de Cajazeiras passa a oferecer conforto e segurança aos candidatos e examinadores, “como também estimula aos Centros de Formação de Condutores, os CFCs, a cultura da boa formação e da preparação dos candidatos para um convívio saudável e seguro no trânsito”, destacou o superintendente Agamenon Vieira.

O novo equipamento passa a atender a todas as demandas de candidatos da grande região polarizada por Cajazeiras, “na busca da realização do sonho de adquirir a sua CNH”, enfatizou o superintendente, acrescentando que, no espaço, é possível a realização simultânea das provas práticas de carros, motos e ônibus, com total segurança e sem interferências externas.

Agamenon Vieira também acompanhou os candidatos na realização da prova de legislação através do sistema eletrônico que, além de Cajazeiras, também passou a funcionar nas cidades de Pombal e São Bento.

Assessoria 

porpjbarreto

A 6 dias do Enem, 1,2 milhão de inscritos não sabem local da prova

A menos de uma semana para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), cerca de 1,2 milhão de participantes ainda não sabem onde farão a prova, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Esses estudantes ainda não acessaram o Cartão de Confirmação da Inscrição, que está disponível na Página do Participante e no aplicativo do Enem, que pode ser baixado nas plataformas Apple Store e Google Play.

Segundo balanço divulgado hoje (28) pelo Inep, 3,9 milhões de participantes, o equivalente a mais de 76% dos quase 5,1 milhões de inscritos no Enem 2019, acessaram o Cartão até a manhã desta segunda-feira.

Além do local de prova, os estudantes podem conferir, no cartão, o número da sala onde farão o exame; a opção de língua estrangeira feita durante a inscrição; e o tipo de atendimento específico e especializado com recursos de acessibilidade, caso tenham sido solicitados e aprovados, entre outras informações. As provas serão aplicadas nos dias 3 e 10 de novembro em 1.727 municípios brasileiros.

Assista na TV Brasil:

Declaração de comparecimento

Quem precisa comprovar presença no dia de prova do Enem deve imprimir a Declaração de Comparecimento personalizada, também disponível na Página do Participante. Para esses casos, de acordo com o Inep, é indispensável que a declaração seja impressa e entregue ao aplicador no dia do exame.

O instituto esclarece que não fornece comprovante de participação após o dia da prova. Para o primeiro dia do Enem, a declaração já está disponível. No dia 4 de novembro, dia seguinte ao primeiro domingo de aplicação do exame, o Inep disponibilizará a Declaração de Comparecimento do segundo domingo de provas, em 10 de novembro.

Recomendações

O Inep recomenda que os participantes imprimam o cartão de confirmação e, aqueles que precisam, imprimam a declaração de comparecimento e levem os dois para a aplicação do exame.

Uma vez sabendo o local de aplicação, a dica é que os participantes façam o trajeto de casa até o lugar, para avaliar a duração do trajeto no dia da prova. Isso para que os estudantes conheçam o percurso e saibam o tempo que vão gastar de casa até o local da prova.

No dia do Enem, a dica é chegar no local com antecedência. Os portões abrirão às 12h, pelo horário oficial de Brasília, e serão fechados às 13h.

Devido a diferenças de fuso horário no país, o Ministério da Educação (MEC) divulgou a hora local de aplicação do Enem em diferentes regiões.

Quem já concluiu o ensino médio ou vai concluir este ano pode usar as notas do Enem para se inscrever no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que oferece vagas em instituições públicas de ensino superior.

Os estudantes podem ainda concorrer a bolsas de estudo pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e a financiamentos pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

EBC/Inep

porpjbarreto

Suspeitos de tentar fraudar provas do concurso da Fundac são presos em João Pessoa

Agente penitenciário do Ceará estava fazendo prova no lugar de outra pessoa, que aguardava fora do local de prova. Dupla foi presa pela PM.

Duas pessoas foram presas suspeitas de tentar fraudar as provas do concurso da Fundação Desenvolvimento da Criança e Adolescente Alice de Almeida (Fundac), na Paraíba, que aconteceram na manhã deste domingo (27). De acordo com a Polícia Militar, um agente penitenciário do Ceará estaria fazendo a prova no lugar de outra pessoa, em uma faculdade no Bairro dos Estados, em João Pessoa.

A prisão aconteceu por volta das 10h30. Segundo a PM, os agentes receberam uma denúncia de possível fraude e, ao abordar uma pessoa na frente da faculdade, constatou que o suspeito estava inscrito no concurso, e que outra pessoa estaria fazendo a prova no lugar dele.

Ao encontrar o segundo suspeito, foi identificado que ele de fato realizava a prova se passando por outra pessoa. Com o agente penitenciário, a polícia apreendeu uma arma de fogo de uso restrito e documentos falsos.

Arma apreendida com agente penitenciário que teria tentado fraudar concurso da Fundac. — Foto: Divulgação/PMPB

As duas pessoas presas e a arma apreendida foram levados para a Central de Flagrantes da Polícia Civil para prestar depoimentos. Segundo a PM, eles devem ser indiciados por fraude em concurso público, falsidade ideológica e uso de documento falso.

O G1 tentou entrar em contato por telefone com o Instituto Brasileiro de Apoio e Desenvolvimento Executivo (Ibade), empresa organizadora do concurso, mas as ligações não foram atendidas até às 15h15.

G1-PB