Arquivo de tag PRF

porpjbarreto

Paraíba sem nenhum registro de óbito: Feriado de Natal registra 50 mortes e quase mil feridos nas rodovias

Balanço parcial da PRF mostra menor número de óbitos em relação a 2018

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) começou a divulgar os resultados da tradicional Operação Natal. Com o objetivo de evitar acidentes, combater excessos e irregularidades no trânsito, o protocolo especial de fiscalização ocorre sempre durante feriados longos e recessos. A ação da PRF visa ainda diminuir o volume de acidentes e conscientizar os motoristas que lotam as BRs no fm do ano.

A operação durou cinco dias e foi realizada em todos os estados. No geral, foram registrados 759 acidentes, 50 mortes e 962 pessoas feridas em ocorrências nas estradas federais. Apesar da queda de 28% no número de óbitos, alguns estados tiveram mais registros que no ano anterior.

Conforme os resultados divulgados até o momento, a Bahia registrou leve queda no número de acidentes com feridos durante a semana do Natal. A PRF atendeu 60 ocorrências nas rodovias federais que cortam a Bahia. Destas, 47 registraram pessoas feridas. Os acidentes graves se mantiveram em relação ao ano passado: foram 21 ocorrências, com casos de morte em 6 dos acidentes graves.

Segundo a PRF, a operação abordou mais de 10 mil veículos no estado. Quase 6 mil testes do bafômetro foram aplicados, e 103 condutores recusaram-se a fazer o teste. O número de motoristas flagrados dirigindo alcoolizados foi de 15 pessoas, sendo que 6 foram presos por embriaguez.

O Distrito Federal teve uma sensível queda no número de feridos em acidentes nas rodovias federais durante o Natal. Foram 26% de acidentes a menos do que em 2018. A operação registrou 29 acidentes, quatro mortos e 37 pessoas feridas. Apesar de o número de acidentes quase não ter variado de um ano para o outro (foram 38 em 2018), houve 13 pessoas feridas a menos que no ano anterior.

Nas abordagens, 1.325 veículos foram fiscalizados. Destes, 985 sofreram algum tipo de penalidade: foram 985 infrações, 21 pessoas detidas e quatro presos por embriaguez. A PRF registrou, ainda, 29 veículos onde crianças estavam sem a cadeirinha – equipamento obrigatório para circulação.

Espírito Santo e Paraíba

As rodovias federais que cortam o Espírito Santo tiveram um número de acidentes quase 16% maior que o do ano passado – 59 ocorrências foram registradas. O número de feridos foi idêntico ao de 2018: 84 pessoas se machucaram durante ocorrências de trânsito. Foram registradas nas estradas federais cinco mortes, uma a mais que em 2018.

A PRF informou que, nas abordagens, 1.072 pessoas receberam explicações educativas e foram orientadas sobre boas práticas no trânsito.

A população paraibana mostrou conduta exemplar durante o feriado: o número de acidentes e ocorrências é o menor dos últimos cinco anos: foram 12 acidentes e 12 pessoas feridas, sem nenhum registro de óbito. Isso representa uma queda de 45% no número de acidentes e de 25% no número de feridos.

A fiscalização abordou quase 3 mil veículos, e 699 testes do bafômetro foram aplicados. Motoristas embriagados foram registrados em 33 destes testes. A polícia aplicou multas em 1.042 infrações.

porpjbarreto

Carro com cinco mulheres capota na BR-230, em Cajazeiras

No início da tarde desta quinta-feira, dia 31 de outubro, um carro capotou na BR-230, próximo do Posto da Polícia Rodoviária Federal, em Cajazeiras.

O carro modelo Fiat Uno de placas NPW-1776 Cachoeira dos Índios, estava ocupado por cinco mulheres, quando a condutora perdeu o controle, subiu em um barranco vindo a capotar.

Todas as cinco ocupantes ficaram feridas e foram socorridas com lesões por ambulâncias do SAMU e uma ambulância de Cachoeira dos Índios que passava pelo local.

Nossa reportagem também flagrou o cabeleireiro Fagner Correia, da cidade de Cachoeira, prestando apoio às mulheres feridas até a chagada dos socorristas.

A PRF esteve no local adotando os procedimentos cabíveis.

Duas das cinco ocupantes foram identificadas como sendo, Claudia e Jonária. Os outros nomes não foram repassados a nossa reportagem.

 

Fonte: Blog do Ângelo Lima

porpjbarreto

Transporte escolar: órgãos devem firmar novo termo de cooperação para vistorias

O Ministério Público da Paraíba deve firmar um novo Termo de Compromisso e Integração Operacional com o Tribunal de Contas do Estado, a Polícia Rodoviária Federal e o Inmetro, que contemple o compartilhamento de informações integradas, com o objetivo de favorecer a fiscalização dos escolar.

O assunto foi tratado nesta quarta-feira (16/10), durante reunião promovida pelo Centro de Apoio Operacional às Promotorias da Criança, do Adolescente e da Educação. A reunião foi presidida pela coordenadora do CAO, promotora de Justiça Juliana Couto; e teve a participação de Renato Prado, do Departamento Estadual de Trânsito da Paraíba; Antonio Fleming, do Departamento de Estradas e Rodagens do Estado (DER-PB); Jomário Fernandes da Polícia Militar Jucier Pereira de Lima, do Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran/PMPB); Marcos Anderson Freitas Dias, PRF/PB; Gláucio Barreto Xavier, Tribunal de Contas do Estado; Paulo Roberto Coutinho Senão e Márcio Filho, do Inmetro/Imeq-PB; as pedagogas do MPPB Valuce Bezerra e Laura Monique, e a técnica Jacinta de Lourdes Silva Sobreira.

Durante a reunião, foi discutido a respeito dos veículos, objetos de contrato de transporte escolar, que não estão sendo submetidos à fiscalização ordinária, prevista no art.136,inciso II do CTB e da necessidade de estabelecer mecanismos de repressão aos gestores, em relação ao alcance da aprovação de suas contas e bem assim, em face da prática de atos de improbidade administrativa.

Também foi discutida a possibilidade de o TCE disponibilizar ferramenta em que seja possível buscar dados a respeito do transporte escolar em cada município e também sobre a elaboração de um calendário de vistorias extraordinárias. O Detran pontuou que o fato de o veículo não ser aprovado já é motivo de apreensão e que muitos gestores alegam que os veículos não podem ser apreendidos por prejudicar os estudantes.

Ficou definido que o MPPB vai solicitar ao TCE informações acerca dos veículos próprios e contratados que prestam serviço de transporte de estudantes, no âmbito de cada município, contendo no mínimo tipo de veículo, placa, condutor/contratado. O Detran se prontificou a, com base nas listas fornecidas pelo TCE, informar quais veículos deixaram de ser apresentados à vistoria, ao mesmo órgão de contas.

Assessoria de Imprensa – MPPB