Arquivo de tag Política

porpjbarreto

Radialista Silvano Dias deixa a Mais FM e confirma estreia no Parabólica Política na Difusora de Cajazeiras

O radialista Silvano Dias em contato com a redação informou sobre sua saída da Rádios Mais FM. Segundo o mesmo ele segue caminho em busca de novos ares e já tem data marcada para estreia em outra emissora no município de Cajazeiras.

Com larga experiência na radiocomunicação, Silvano Dias estreia no Programa Parabólica Política da Rádio Difusora de Cajazeiras, nessa segunda-feira (11).

Após seis meses a frente do Programa Frente a Frente, Silvano confirmou à redação seu desligamento da rádio do grupo Morais. “Agradeço a toda família Mais FM, ao empresário Erivan Morais, colegas e em especial os nossos ouvintes” destacou.

Silvano afirmou que sua chegada á Difusora, com estreia marcada na próxima segunda-feira (11), no Programa Parabólica Política, que vai ao ar das 18:00 ás 19:00, dividirá a bancada com o experiente Amauri Furtado.

Redação com informações 

porpjbarreto

Prefeito de Cajazeiras e outros 63 gestores municipais são convidados para discutir política de saúde integral de apenados

Gestores de 64 municípios paraibanos onde há unidades do sistema prisional estão sendo convidados para participar do “Seminário sobre a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde das Pessoas Privadas de Liberdade no Âmbito do SUS: Desafios e Possibilidades na Paraíba”, que acontecerá na sexta-feira (01/11), em João Pessoa. O evento é promovido pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB), em parceria com o Ministério da Saúde, o Conselho de Secretários Municipais de Saúde (Cosems) e as secretarias estaduais de Saúde e Administração Penitenciária. O objetivo principal é estimular os prefeitos a cumprirem a Portaria Interministerial 01/2014, que instituiu a Pnaisp.

O procurador de Justiça e coordenador do Núcleo de Políticas Públicas do MPPB, Valberto Cosme de Lira, explicou que há uma necessidade de potencializar a implementação da Pnaisp na Paraíba e isso levou o MPPB a criar um grupo de trabalho. O GT conscientiza e orienta os gestores para aderirem à Política, que foi instituída em nível nacional em 2014, mas ainda com poucas adesões na Paraíba. Dentro dessa perspectiva, foram emitidas duas notas técnicas, uma recomendando a adesão à Pnaisp e outra sobre o acesso ao tratamento de infecções sexualmente transmissíveis (IST), principalmente, a sífilis, aos presos.

“Os presos estão cumprindo penas privativas de liberdade impostas pela Justiça, mas continuam sendo sujeitos de outros direitos, como o direito à saúde e é dever do Poder Público oferecer o serviço”, lembrou o representante do Ministério Público. Além de Valberto Lira, participam do GT os promotores da Saúde, Jovana Maria Silva Tabosa, e da Tutela Coletiva do Sistema Prisional, Ricardo José de Medeiros e Silva. Também integram o grupo de trabalho representantes da SES, da Seap, do Cosems e da Superintendência Estadual do Ministério da Saúde na Paraíba (SEMS).

Na Paraíba, aderiram à Pnaisp os municípios de Patos, Piancó, Bonito de Santa Fé e Itabaiana, além do Governo do Estado. Atualmente, há serviços habilitados na Pnaisp em Piancó e em João Pessoa (no Presídio Júlia Maranhão, pela gestão estadual). A adesão é uma manifestação, através de termo, de que há interesse na implantação da política. Já a habilitação é concedida pelo Ministério da Saúde a serviços que manifestaram interesse e cumpriram as etapas necessárias para os serviços.

Municípios com unidades prisionais

Na Paraíba, os municípios que possuem unidades prisionais: Alagoa Grande, Alagoa Nova, Alagoinha, Alhandra, Araruna, Areia, Aroeiras, Bananeiras, Barra de Santa Rosa, Bayeux, Belém, Bonito de Santa Fé, Boqueirão, Brejo do Cruz, Caiçara, Cajazeiras, Campina Grande, Catolé do Rocha, Conceição, Coremas, Cruz do Espírito Santo, Cuité, Esperança, Guarabira, Ingá, Itabaiana, Itaporanga, Jacaraú, João Pessoa, Juazeirinho, Malta, Mamanguape, Monteiro, Patos, Pedras de Fogo, Piancó, Picuí, Pilar, Pilões, Pocinhos, Pombal, Prata, Princesa Isabel, Queimadas, Remígio, Rio Tinto, Santa Luzia, Santa Rita, Santana dos Garrotes, São Bento, São João do Cariri, São João do Rio do Peixe, São José de Piranhas, Sapé, Serra Branca, Serraria, Solânea, Soledade, Sousa, Sumé, Taperoá, Teixeira, Uiraúna e Umbuzeiro.

O seminário

O seminário será realizado na sexta-feira, das 8h às 14h, no Centro Formador de Recursos Humanos da Paraíba (Cefor), localizado à Avenida Dom Pedro II, 1826 (no anexo do Complexo Psiquiátrico Juliano Moreira), no bairro da Torre, em João Pessoa.

Assessoria de Imprensa – MPPB

porpjbarreto

Drª. Paula apresenta ‘Moção de Congratulação’ à população de Poço de José de Moura pelos 25 anos de emancipação política

Por meio de requerimento, apresentando na Assembleia Legislativa da Paraíba, a deputada Drª Paula Francinete (PP) externa estima e consideração ao município de Poço de José de Moura,  pelos 25 anos de emancipação política, a ser comemorados neste domingo (13). No documento, a parlamentar requer ‘MOÇÃO DE CONGRATULAÇÃO’ à população do Município.
Ainda no requerimento, Drª Paula requer à Presidência da Assembleia Legislativa que propositura, na forma regimental, e após aprovação em Plenário, a seja encaminhada à prefeita do Município, Aurileide Egidio de Moura, e ao vereador Geraldo Wilson de Adrade, presidente da Câmara Municipal.
Na justificativa, Drª Paula informa que a busca de um refrigério para o gado foi o motivo primeiro de ocupação das terras que atualmente constituem a cidade de Poço de José de Moura. “Assim, a história nos apresenta o vaqueiro Gonçalo de Moura como o primeiro a pisar em solo poçomourense, isso no ano de 1825”, acrescenta.
“É com grande júbilo que referencio minhas homenagens às autoridades, às lideranças políticas e empresariais e principalmente, ao seu povo corajoso que cotidianamente vai à luta construindo a sua história, que as comemorações dos 25 anos de independência política sejam focadas na valorização das suas origens e dos homens e mulheres que meritoriamente a construíram”, declarou Drª Paula.
De acordo com a deputada, destacou-se na localidade o filho primogênito de Manuel Alves de Moura e Philomena Ribeiro de Carvalho, chamado José Alves de Moura, aquele que com toda honra é considerado o fundador, mesmo não sendo ele o primeiro a ocupar aquele sítio. “Rezador, curandeiro, benzedor. Muitas eram as orações, terços, rezas e ladainhas recitadas por Zé de Moura, como passou a ser conhecido. Consultava em sua residência, sem cobrar nada, a todos os que o procurava, ganhando assim grande fama, o que muito  contribuiu para que o Poço se tornasse o povoado na primeira metade do século XX”, comentou.
História – Em 22 de dezembro de 1959, o povoado do Poço passava a condição de Distrito pela Lei n° 171, originária de um projeto de lei do então vereador Manoel Alves Neto (Peixe Moura), representante do Poço junto ao legislativo municipal de São João do Rio do Peixe. Os anos foram passando, é criada uma escola pública, construído mercado público, posto de saúde, posto telefônico, é instalada a energia elétrica.
Poço cresceu e foi elevado à  categoria de município com a denominação de Poço de José de Moura, pela Lei Estadual n° 5.914 de 24 de abril de 1994. Após esta afirmação se esclarece que em homenagem a aquele que é considerado seu fundador, a data comemorativa da emancipação política é a data do seu nascimento, o dia 13 de outubro.
Assessoria de Imprensa