Arquivo de tag Paraíba

porpjbarreto

Carrapateira promoveu a XIII Mostra de Cultura durante festividades de emancipação política

Numa ação conjunta da Secretaria Municipal de Educação com a Secretaria Municipal de Ação Social de Carrapateira, cidade localizada no Sertão paraibano, as duas pastas promoveram no último sábado (07/12), durante as festividades de comemoração alusiva dos 58 anos de emancipação política, na Praça Santo Afonso, a XIII Mostra de Cultura e, na oportunidade, além de temas como: (mundo lúdico), (fogo no mato, prejuízo de fato), (jogue lixo, no lixo), (sustentabilidade), (robótica), (tecnologia envolvente), (alimentação saudável), foi abordada também a chegada dos negros africanos ao Brasil.

No evento, a professora-mestra e historiadora Ana Tavares de França, juntamente com geógrafa Francisca Pereira da Silva, abordaram o preconceito racial; mostrando a importância do negro africano trazido para o Brasil. Muitos deles eram reis e rainhas em seus territórios de origem.

Com o tema: Raça Não Tem Cor, o referido evento mostrou aos alunos da Escola Municipal Galdino Antônio da Silva e, aos presentes, a valorosa contribuição cultural que o Brasil possui como herança dos negros, que tanto nos influencia até os dias atuais. Os africanos contribuíram para a cultura brasileira em uma gama de aspectos: dança, música, religião, culinária, idioma dentre tantos outros valores, tornando o povo brasileiro um dos mais ricos em sua diversidade cultural.

Vale ressaltar ainda, a elegância das mulheres na sociedade, fazendo um comparativo da época medieval com a atualidade. Podemos encontrar essa beleza presente nos rituais de crença religiosa das praticantes juremeiras, na Umbanda, ou no próprio Candomblé.

A cidade de Carrapateira proporcionou momentos inesquecíveis e grandiosos, para alunos e à comunidade que prestigiou a mostra de cultura.

Assessoria

porpjbarreto

Gestão Romero/Enivaldo descumpre decisão judicial e mantém servidores investigados na ‘Operação Famintos’

Um caso que vem chamando a atenção da imprensa paraibana e brasileira pelo seu tamanho e desdobramentos das suas fases é a ‘Operação Famintos’, considerada a ‘Lava-Jato da Paraíba’, devido ao tamanho e ramificações que vem obtendo, onde investiga a formação de uma ‘Orcrim da Merenda’, responsável por supostos desvios milionário na contratação de merenda escolar na gestão do prefeito de Campina Grande Romero Rodrigues (PSD) e de seu vice-prefeito Enivaldo Ribeiro (PP). Pois bem, muito se tem falado sobre o processo, mas com o intuito de informar os cidadãos, averiguando o Sistema de Acompanhamento Online (Sagres-PB) do Tribunal de Contas da Paraíba (TCE-PB), nota-se que a gestão Romero/Enivaldo descumpriu uma determinação do Poder Judiciário Federal, que havia determinado o afastamento por 180 dias a contar de julho deste ano de sete auxiliares do prefeito, destes a PMCG cumpriu a ordem judicial apenas para três.

Em 24 de julho desde ano de 2019, o Poder Judiciário Federal, determinou o afastamento por 180 dias a contar da publicação da sentença dos seguintes ex-braços fortes da gestão Romero/Enivaldo envolvidos na ‘Orcrim da Merenda’ em Campina:

• Gabriella Coutinho Gomes Pontes – pregoeira titular da prefeitura de Campina Grande;

• Helder Giuseppe Casulo de Araújo – pres. da Comissão Permanente de Licitação de Campina Grande;

• Iolanda Barbosa da Silva – Secretária de Educação de Campina Grande;

• José Lucildo da Silva – servidor da prefeitura de Campina Grande;

• Paulo Roberto Diniz – secretário de Administração da Prefeitura de Campina Grande;

• Marisete Ferreira Tavares – servidora da Prefeitura de Campina Grande;

• Maria José Ribeiro Diniz – servidora da Secretaria de Administração

Veja mais detalhes deste pedido de afastamento no link: https://paraibaonline.com.br/2019/07/servidores-da-pmcg-que-foram-afastados-temporariamente-de-suas-funcoes/

Porém segundo consta no Sagres-PB, conforme pode ser comprovado acessando este link: (https://sagresonline.tce.pb.gov.br/#/municipal/pessoal/servidores), apenas os servidores Gabriella Coutinho Gomes Pontes que ganhava R$ 3 mil e os ex- secretários Iolanda Barbosa da Silva e Paulo Roberto Diniz, foram afastados, esses últimos dois exonerados após o mês de julho. Mas os servidores Maria José Ribeiro Diniz – servidora da Secretaria de Administração (Esposa de Paulo) que recebe R$ 14.249,65 continuou recebendo da PMCG seus vencimentos normais nos meses de julho, agosto, setembro e outubro. Também continuaram recebendo nestes referidos meses de forma ilegal da PMCG os servidores: Marisete Ferreira Tavares – servidora da Prefeitura de Campina Grande; Helder Giuseppe Casulo de Araújo – pres. da Comissão Permanente de Licitação de Campina Grande E José Lucildo da Silva – servidor da prefeitura de Campina Grande. A gestão de Romero/Enivaldo, portanto descumpriu uma determinação explicita da justiça federal. A soma dos vencimentos pagos de forma ilegal a esses servidores passa dos R$ 100 mil.

Para acessar a integra do processo da ‘Operação Famintos’ basta clicar neste link: (http://www.mpf.mp.br/pb/sala-de-imprensa/docs/denuncia-operacao-famintos/view, ou pelo número do 0802629-06.2019.4.05.8201. lá você terá acesso a depoimentos como dos empresários envolvidos a exemplo de Flávio Maia e Frederico Lira, onde descrevem a existência de empresárias fictícias, criadas para figurarem como donas de empresas milionárias. Segundo a Polícia Federal, o ‘esquema’ teria criado a pessoa física Delmira Feliciano Gomes, que era proprietária (no papel) da empresa Delmira Feliciano Gomes; que recebeu mais de R$ 10 milhões em contratos com várias prefeituras paraibanas.

Veja o depoimento de Frederico de Brito

https://youtu.be/3ssatrQPmyw

Veja o depoimento de Flávio Souza Maia

https://youtu.be/Sqqsks8yFFo

Bastidores – Nos há indicações de que a quarta fase da ‘Operação Famintos’ poderá recair sobre as hostes da Agência Municipal de Desenvolvimento (AMDE) que é atualmente comandada pelo vereador licenciado Nelson Gomes (PSDB), bem como nas áreas da saúde e obras, tendo em vistas que a investigação do MPF apontam que os contratos feitos a partir das licitações feitas de forma supostamente irregulares incluíam o fornecimento de material de higiene e de limpeza para outras áreas de governo (Saúde, Assistência Social, etc.), conforme pode ser visto nessa matéria: encurtador.com.br/ayGMY

Famintos – As investigações foram iniciadas a partir de representação junto ao MPF, relatando a ocorrência de irregularidades em licitações na Prefeitura de Campina Grande (PB) mediante a contratação de empresas “de fachada”. Com o aprofundamento dos trabalhos pelos órgãos, constatou-se que desde 2013 ocorreram contratos sucessivos, que atingiram um montante pago de R$ 25 milhões. Dois secretários municipais (Administração e Educação) foram afastados pela Justiça. Dois secretários municipais de Campina Grande foram afastados dos cargos.

A CGU, durante auditoria realizada para avaliar a execução do PNAE no município, detectou um prejuízo de cerca de R$ 2,3 milhões, decorrentes de pagamentos por serviços não prestados ou aquisições de gêneros alimentícios em duplicidade no período de janeiro de 2018 a março de 2019.

Famintos 2

A Segunda fase da Operação Famintos teve como foco contratos firmados diretamente entre empresas – que seriam de fachada – e as escolas municipais. São investigados crimes como fraude em licitações, sonegação fiscal, lavagem de dinheiro e de corrupção na aquisição de gêneros alimentícios e merenda escolar. Oito pessoas foram presas. Até agora 16 pessoas já foram denunciadas pelo MPF à Justiça, por envolvimento no suposto ‘esquema’.

Famintos 3

Foi deflagrada no mês de setembro deste ano a terceira fase da ‘Operação Famintos’, em Campina Grande, pela Polícia Federal, que investiga fraudes nas verbas da merenda. Foram cumpridos um mandado de prisão preventiva, um de prisão temporários e três de busca e apreensão. O objetivo da terceira fase foi dar continuidade às investigações para combater fraudes em licitações, superfaturamento de contratos administrativos, corrupção e organização criminosa. A operação contou com a participação de 20 policiais federais. As ordem foram expedidas pela 4ª Vara Federal de Campina Grande. Veja detalhes: https://g1.globo.com/pb/paraiba/noticia/2019/09/26/pf-cumpre-mandados-de-prisao-e-busca-e-apreensao-em-3a-fase-da-operacao-famintos-na-paraiba.ghtml

 

Redação com PBNews

porpjbarreto

Adutora de Monte Horebe foi resultado da luta política do deputado Jeová Campos

O deputado Jeová Campos (PSB) participou, na última quinta-feira (05) da inauguração da adutora do sistema emergencial de abastecimento d’água e da inauguração da nova agência da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa), na cidade de Monte Horebe, no Sertão da Paraíba. Ele parabenizou o governador João Azevedo pela entrega do equipamento e lembrou que essa obra era um antigo pleito seu, da época ainda de seu segundo mandato, em 2015, em que João Azevedo ainda era secretário de estado de Infraestrutura, dos Recursos Hídricos e do Meio Ambiente do Estado. “Um momento como esse faz valer a luta política, consolida o mandato popular e me enche de alegria porque sei que isso vai melhorar a qualidade de vida de muita gente e a atuação política que defendo é essa, a que beneficia o coletivo, a sociedade e, principalmente, as pessoas que mais necessitam”, disse Jeová.

O parlamentar, que recepcionou o governador João Azevedo no aeroporto de Cajazeiras antes de seguir para Monte Horebe, afirmou que esse foi um momento especial para o povo e para sua caminhada como parlamentar, tendo em vista que a obra é um fruto colhido quatro anos depois de seu pleito junto ao Governo do Estado. “Foi uma luta minha como presidente da Frente Parlamentar da Água. Um trabalho longo, pois iniciamos na época de Ricardo Coutinho, governador, e João, secretário de Recursos Hídricos, ou seja, João está diretamente ligado a essa obra também e isso torna a entrega dela ainda mais significativa”, disse o parlamentar.

Ele explicou também que a obra vai mudar a vida da população de Monte Horebe. “Quero então agradecer a todos os envolvidos e dizer que essa obra vai garantir que o povo de Monte Horebe não viva mais com uma lata d’água na cabeça, passe necessidade. Essa obra significa melhoria de qualidade de vida. Para mim, esse é um momento singular. É a prova de que nossas ações plantadas ainda no segundo mandato, na segunda legislatura, deu frutos e estamos colhendo agora. Isso é muito representativo  já que a gente não faz obra, a gente pede em nome de quem em precisa e isso dignifica o mandato popular e demonstra o resultado da luta política na melhoria da qualidade de vida das pessoas”, concluiu o deputado.

Segundo informações do Governo do Estado, as obras da adutora representam investimentos de R$ 3 milhões e beneficiam mais de quatro mil habitantes que passarão a ter água limpa e de qualidade em suas casas. A adutora tem de 9.620 metros de extensão, o sistema tem captação flutuante no açude Pereiros, vazão de 34 metros cúbicos por hora e estações elevatórias de água bruta e água tratada.

Assessoria de Imprensa 

porpjbarreto

Evento reunirá empresários de JP para compartilhar fracassos na próxima sexta-feira (13)

“Fuckup Night”, realizado em vários países, será realizado pela primeira vez na capital paraibana

A primeira versão paraibana do evento conhecido, mundialmente, por reunir empresários que compartilham fracassos será na próxima sexta-feira (13). A ideia dos organizadores do “Fuckup Night”, nome da iniciativa, é compartilhar, de forma descontraída, histórias de empresas, negócios ou projetos que não deram certo e que possam servir de exemplo. A organização é do ClubJob Coworking, que irá inaugurar mais uma unidade, no bairro de Manaíra, em João Pessoa, com a realização do evento.

O “Fuckup Night” começou no México e hoje é apresentado em dezenas de cidades pelo mundo. Nos últimos anos, a iniciativa vem crescendo devido ao grande número de startups e de eventos de estímulo ao empreendedorismo. Em João Pessoa, estão confirmadas as participações de:

– José Carneiro: Diretor Comercial e Relações Institucionais na J.Carneiro. Multiprofissional, ele tem experiência nas áreas comerciais e de pesquisa de mercado, no setor automobilístico, como concessionário e dirigente de classe, além de atuar no setor de turismo de aventura.

– Jorge Cavalcanti: Supervisor regional de vendas do Lojão Rio do Peixe, ele se define como um profissional que gosta de lidar com desafios usando sua visão comercial, criatividade, espírito inovador e empreendedor, visão ampla e diversificada do mercado e do mundo, facilidade de relacionamento, forma construtiva de trabalhar em equipe, habilidade de negociação, iniciativa para mudanças, senso de resultados, ampla visão de negócio, liderança, cultura de excelência empresarial típica de companhias líderes, foco em resultados e clientes e com altos padrões éticos.⠀

– Caio Viana: Artista; Empreendedor; Consultor de Marketing e Inovação credenciado ao SEBRAE; Professor de Pós-Graduação; Facilitador de treinamentos; Palestrante e Sócio-Diretor da BEHI Ideias & Negócios.

SERVIÇO:
Data: 
13/12
Local: 
Clubjob Coworking – Av Guarabira, 932 – Manaíra.
Hora: 
19h

Contato para entrevistas:
Positiva.com – Comunicação & Mkt Digital
(83) 98762.4771

porpjbarreto

Homem que ameaçou matar a ex-companheira tem condenação mantida pela de Catolé do Rocha, no Sertão

Acusado de ter ameaçado matar a ex-companheira com 10 tiros na cabeça, Marcelo Cordeiro da Silva teve a condenação pelo crime de ameaça (artigo 147 do Código Penal) mantida pela Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Paraíba. O caso é oriundo da 3ª Vara da Comarca de Catolé do Rocha e o relator da Apelação Criminal nº 0000502-80.2018.815.0141 foi o juiz convocado Tércio Chaves de Moura.

Na decisão de 1º Grau, ele foi condenado a uma pena de um mês de detenção a ser cumprida no regime aberto. A vítima, em depoimento na polícia no dia 28 de maio de 2018, afirmou que teve um relacionamento amoroso com Marcelo por quatro meses e que  durante o tempo que moraram juntos, todas as vezes que ele chegava embriagado fazia graves ameaças, do tipo “se você me deixar, arrumar outra pessoa ou ir a delegacia de polícia, eu lhe mato”. Ela contou ainda que o acusado era usuário de drogas ilícitas e este também foi um dos motivos da separação.

Quando do seu interrogatório na fase extrajudicial, o réu negou ter ameaçado sua ex-companheira. Em outro depoimento na esfera judicial disse ser verdadeira a acusação. Contou que no dia do fato estava de cabeça quente, mas não tinha a intenção de fazer o mal para a vítima. Relatou ainda que quando falou que ia desferir 10 tiros na cabeça da vítima foi porque ela estava vivendo com uma pessoa e que essa pessoa foi na sua casa para ameaçá-lo.

No exame do caso, o relator disse que no crime de ameaça a palavra da vítima tende a preponderar sobre a do réu, sobretudo quando harmônica com as provas dos autos. “No caso em tela, muito embora o acusado não negue ter ameaçado sua companheira de morte, alega uma suposta legítima defesa que não conseguiu comprovar nos autos”, afirmou o juiz Tércio Chaves.

O artigo 147 prevê pena de detenção de um a seis meses, ou multa, nos casos de crime de ameaça. A ameaça pode ser por palavra, escrito ou gesto, ou qualquer outro meio simbólico.

Assessoria de Imprensa – TJPB

porpjbarreto

Gestão Romero/Enivaldo ignora alertas do TCE e amplia para 7.805 as contrações de pessoas sem concurso na PMCG

Apesar dos alertas do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) emitidos, recentemente, ao prefeito de Campina Grande Romero Rodrigues (PSD) e seu vice-prefeito Enivaldo Ribeiro (PP), por gastos com pessoal acima do limite, bem como ações que tramitam no poder judiciário e pesam sobre ele por nepotismo e corrupção, o gestor campinense vem, desde janeiro deste ano de 2019, até o último levantamento, segundo o Sistema de Acompanhamento Online (Sagres) do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB), referente ao mês de outubro de 2019, aumentando o número de comissionados e pessoas contratadas por excepcional necessidade.

Em julho a PMCG apresentava exatos 7.666 pessoas contratadas sem concurso que custaram aos cofres públicos neste referido mês R$ 11.370.847,60. Já neste mês de outubro de 2019, a PMCG apresentou um aumento para exatos: 7.805 servidores sem concurso que custaram, neste referido mês exatos R$ 11.722.187,45, o que representa um aumento de 139 cargos e mais R$ 351.339,85 em média a mais a cada mês em valores. Uma grande quantidade destes servidores tem algum grau de parentesco com o gestor campinense, ou são de pessoas ligadas a vereadores de sua base política. Os indicados estão em pastas como o Gabinete, o Fundo Municipal de Saúde, o Fundo Municipal de Assistência Social, a STTP, Urbema, AMDE e IPSEM, que tem recursos próprios. Essas informações podem ser vistas no link do TCE-PB: https://sagres.tce.pb.gov.br/municipio_index.php

Pelo menos 12 parentes de vereadores e de pessoas ligadas ao alto escalão político de Campina Grande estão inseridos na folha de pessoal do município com gordos salários. Os vencimentos chegam a passar de R$ 14 mil. Veja mais: https://www.clickpb.com.br/politica/denuncia-aponta-parentes-de-vereadores-e-aliados-em-cargos-comissionados-na-prefeitura-de-cg-255788.html

Dentre os parentes identificados estão a esposa do deputado estadual Moacir Rodrigues e cunhada do prefeito Romero Rodrigues, Giovanna Karla Barros Fernandes do Carmo, lotada no Gabinete do Prefeito com salário de R$ 14.196. Também estão na lista esposas, filhos, filhas e primos de vários vereadores de Campina Grande que compõem a base de apoio do prefeito Romero Rodrigues. Vejam nos anexos do Sagres-PB, as tabelas que mostram os gastos e quantidades de servidores sem concurso na PMCG até o mês de março deste ano.

Punições a gestores – Em diversas cidades, gestores municipais estão sendo afastados dos seus cargos pela prática de nepotismo. O mais recente caso foi a decisão do juiz do Grupo da Meta 4, no âmbito do Judiciário estadual paraibano, Jailson Shizue Suassuna, que condenou o ex-prefeito do Município de Gurinhém, Tarcísio Saulo de Paiva, por atos de improbidade administrativa, em razão da existência de inúmeros contratos temporários relativos a cargos para os quais havia contrato público válido. Com a decisão, o magistrado julgou procedente o pedido interposto pelo Ministério Público estadual na Ação Civil Pública por Ato de Improbidade Administrativa nº 0001280-72.2014.815.0761, para declarar a inconstitucionalidade incidental do artigo 2º, inciso VII e do artigo 13 da Lei Municipal nº 428/2013. Veja mais: https://parlamentopb.com.br/ex-prefeito-de-gurinhem-tem-direitos-politicos-suspensos-por-3-anos-por-contratacoes-irregulares/

Outro caso se seu no município de Cacimbas, onde Geraldo Terto da Silva foi condenado pela prática de improbidade administrativa, em virtude da contratação de servidores sem concurso público. https://www.osguedes.com.br/2019/10/09/justica-condena-prefeito-de-cacimbas-por-contratacao-de-servidores-sem-concurso-publico/

Há poucos meses veio à tona o caso da ex-prefeita de Patos, Francisca Gomes de Araújo Motta, que foi condenada pela prática de improbidade administrativa. A sentença faz parte de mais um lote do Mutirão da Meta 4, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e foi divulgada nesta sexta-feira (04) pelo Tribunal de Justiça da Paraíba. Consta nos autos que durante a gestão da ex-prefeita foram contratados servidores sem prévia aprovação em concurso público para exercício das funções de cargo próprio da atividade administrativa municipal. http://blogs.jornaldaparaiba.com.br/plenopoder/2019/10/04/justica-condena-francisca-motta-por-improbidade-em-contratacoes-de-excepcional-interesse-publico/

Outro caso se deu com o ex-prefeito de Condado, Eugênio Pacelli de Lima, teve os direitos políticos suspensos por três anos por realizar diversas contratações no período 2009/2012, sem concurso público. Ele ainda foi condenado ao pagamento de multa civil no equivalente a 10 vezes o valor da sua última remuneração percebida no cargo de prefeito. A sentença é do juiz Rúsio Lima de Melo, nos autos da Ação de Improbidade Administrativa e faz parte das ações julgadas pelo Mutirão da Meta 4, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), no âmbito do Tribunal de Justiça da Paraíba. Veja: https://seligapb.com.br/politica/ex-prefeito-de-condado-tem-direitos-politicos-cassados-por-contratar-servidores-sem-concurso-publico

Ainda teve o caso do prefeito ‘do Município de Pombal, Abmael de Sousa Lacerda, foi condenado pela prática de improbidade administrativa, em razão da contratação de 546 servidores temporários por meio de contrato por excepcional interesse público, no período entre 2 janeiro de 1997 e 30 de novembro de 1998. A sentença foi proferida pelo juiz em substituição Mathews Francisco Rodrigues de Souza Amaral, da 1ª Vara da Comarca de Pombal, nos autos da Ação Civil Pública por Improbidade Administrativa nº 0000158-27.2006.815.0301. veja mais no link: https://www.bastidoresdapoliticapb.com.br/perda-de-mandato-prefeito-de-pombal-e-condenado-por-contratar-546-servidores-sem-concurso-publico/

Assim também foi com o prefeito de Aparecida, no sertão paraibano, Júlio Cesar Queiroga (PSD), afastado do cargo neste final de semana, conforme decisão do relator do caso, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Roberto Barroso, que negou o recurso extraordinário interposto pelo prefeito contra o recente acórdão do Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba (TJPB). Veja: https://www.pbagora.com.br/noticia/politica/justica-determina-afastamento-do-prefeito-da-cidade-de-aparecida-no-sertao-da-pb/

Outro caso se deu com o afastamento recente do prefeito de Campinas, no estado de São Paulo, Jonas Donizette, que foi posto para fora da Prefeitura de Campinas por contratar mais de 1.800 servidores sem concurso – quantidade bem abaixo da constatada pelo TCE-PB na Prefeitura de Campina Grande. Veja:  https://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/tribunal-poe-jonas-donizette-para-fora-da-prefeitura-de-campinas-por-cabide-de-emprego/

Operação Famintos – A mais recente denúncia contra o prefeito de Campina, recai sobre a ‘Operação Famintos’, as investigações foram iniciadas a partir de representação autuada no MPF, que relatou a ocorrência de irregularidades em licitações na Prefeitura de Campina Grande (PB), mediante a contratação de empresas “de fachada”. Com o aprofundamento dos trabalhos pelos órgãos parceiros, constatou-se que desde 2013 ocorreram contratos sucessivos, que atingiram um montante pago de R$ 25 milhões. A CGU, durante auditoria realizada para avaliar a execução do PNAE no município, detectou um prejuízo de cerca de R$ 2,3 milhões, decorrentes de pagamentos por serviços não prestados ou aquisições de gêneros alimentícios em duplicidade no período de janeiro de 2018 a março de 2019.

 

Redação com PBNews

porpjbarreto

João Azevêdo entrega obras de educação e pavimentação em São João do Rio do Peixe

O governador João Azevêdo entregou, nesta quinta-feira (5), em São João do Rio do Peixe, no Sertão da Paraíba, a reforma e ampliação da Escola Cidadã Integral Técnica Jacob Guilherme Frantz. No município, ele também fez a entrega da Escola Municipal de Ensino Infantil Professora Aurilia Breckenfeld Dantas, construída por meio de convênio do Pacto pelo Desenvolvimento Social, e de nove ruas pavimentadas na cidade.

Na ocasião, o chefe do Executivo estadual ressaltou a satisfação de entregar investimentos na área da educação. “Essa é a política mais importante, pois, por meio dela, permitimos aos nossos jovens a possibilidade de realizar sonhos e de direcionar seu futuro profissional; esse é um investimento muito sério e que damos um valor muito grande, representando um momento importante para  o governo”, frisou.

O secretário da Educação, Ciência e Tecnologia, Cláudio Furtado, destacou o compromisso da gestão estadual para qualificar as unidades de ensino. “São escolas que tiveram melhorias na estrutura e foram construídas, permitindo um melhor atendimento a todos os alunos e ajudando os professores a desenvolverem melhor suas atividades”, pontuou.

O deputado estadual Júnior Araújo enalteceu os investimentos do Governo do Estado no Sertão. “A visita do nosso governador na nossa região é sinônimo de inauguração e anúncio de novas obras. Tenho certeza que com a capacidade de gestão do nosso governador teremos uma Paraíba muito melhor e é muito bom ver a felicidade no rosto dos cidadãos e isso é muito gratificante para os agentes públicos”, falou.

“A inauguração de uma escola renova a nossa esperança porque se abre uma estrada mais larga para melhores oportunidades. Eu parabenizo o governo por ações como essa e aconselho os pais e mães a manterem seus filhos nas escolas para que eles tenham um futuro promissor”, avaliou o deputado estadual Jeová Campos.

O prefeito de São João do Rio do Peixe, Airton Pires, elogiou as ações do governo no município. “Eu me sinto emocionado por ver essa bela obra e tenho certeza de que daqui sairão muitos frutos porque muitos alunos terão boas condições de aprendizagem. Além das obras de educação, nós também agradecemos ao governador pelas novas ações em pavimentação realizadas no nosso município”, declarou.

Escola Cidadã Integral Técnica Jacob Guilherme Frantz  – As obras de reforma e ampliação receberam investimentos superiores a R$ 762 mil e tem capacidade para atender 560 alunos. Na unidade de ensino, que possui 16 salas de aula, foram construídos dois laboratórios e vestiários, feita a revisão em toda cobertura, reforma em toda parte elétrica, na quadra de esportes, troca das janelas por alumínio com vidro, pintura interna e externa, construção de área de serviço, abrigo de gás e forro das salas de aula.

Escola Municipal de Ensino Infantil Professora Aurilia Breckenfeld Dantas – O prédio possui quatro salas de aula, banheiros, sala de professores, direção, secretaria e pátio. A unidade de ensino tem capacidade para atender 80 crianças em tempo integral. Na obra foram investidos mais de R$ 519 mil.

Pavimentação de ruas – Foram pavimentadas as Ruas Manoel Alexandre de Andrade, José Dutra Neto, Francisco Belo Sobrinho, Travessa Rosilda Cartaxo, Desembargador Sarmento de Sá, Pedro Romão Dantas, Conegundes da G. Passos, Travessa Francisco C. Sobrinho e Tomé da Guerra Passos. A obra teve investimento de R$ 761 mil.

A solenidade foi prestigiada por prefeitos, vereadores e auxiliares do Governo da Paraíba.

Secom

porpjbarreto

Hospital Universitário Júlio Bandeira atende 180 homens em ação de prevenção ao câncer de próstata

Foram realizadas consultas especializadas, exames laboratoriais e de imagem dentre outros procedimentos

Cajazeiras (PB) – O Hospital Universitário Júlio Bandeira (HUJB), vinculado à Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e filiado à Rede Ebserh, realizou durante o último mês, uma série de atividades alusivas à campanha Novembro Azul, mês mundial de referência para cuidados com a saúde da população masculina, em especial, ações de prevenção e de diagnóstico do câncer de próstata. Foram atendidos 180 homens (pacientes e colaboradores do hospital e da UFCG) que realizaram procedimentos de exame clínico com toque retal, ultrassom de vias urinárias e exames laboratoriais.

Houve ainda atividades de esclarecimento, em sala de espera no ambulatório de urologia, sobre temas relacionados a saúde integral do homem envolvendo a comunidade acadêmica e profissionais do HUJB.

O encerramento das atividades aconteceu com a realização do I Painel pela Saúde Integral do Homem, realizado no auditório da UFCG, com as palestras “Saúde do Trabalhador: Síndrome de Burnout”, ministrada pelo médico do trabalho Osvaldo Martins Filho, “Abordagem de Infecções Sexualmente Transmissíveis no Homem”, ministrada pelo infectologista Ramiro Moreira, e “Saúde Integral do Homem com ênfase no Rastreamento do Câncer de Próstata”, ministrada pelo urologista Petrônio Eduardo.

Sobre a Campanha

O Novembro Azul, é o mês mundial de referência para cuidados com a saúde da população masculina. O câncer de próstata é o tipo mais comum entre os homens brasileiros, atrás apenas do câncer de pele. Mesmo com as constantes campanhas de prevenção e alerta para a realização dos exames, que podem detectar o câncer de próstata em estágio inicial, muitos homens com idade a partir de 45 anos ainda relutam em seguir as recomendações do rastreamento. O tema utilizado pela Sociedade Brasileira de Urologia para divulgação da campanha deste ano foi o “Seja Herói da Sua Saúde” que objetivou incentivar uma maior adesão dos homens aos serviços de saúde.

Sobre a Rede Ebserh

O HUJB-UFCG faz parte da Rede Ebserh desde dezembro de 2015. Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) foi criada em 2011 e, atualmente, administra 40 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, apoiam a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas. Devido a essa natureza educacional, os hospitais universitários são campos de formação de profissionais de saúde. Com isso, a Rede Hospitalar Ebserh atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.

Com informações do HUJB-UFCG/Ebserh
porpjbarreto

IFPB: Campus Cajazeiras inaugura novo bloco de salas de aulas

Solenidade aconteceu na última quarta-feira (04), como parte das comemorações dos 25 anos do campus

“Uma instituição não é feita apenas de pedra e cal, mas de todas as perspectivas humanas de quem faz parte desse processo”. Foi com essas palavras que o reitor Nicácio Lopes abriu a solenidade de inauguração do novo bloco de salas de aula do Campus Cajazeiras, nesta quarta-feira (04).

A solenidade, que faz parte das comemorações dos 25 anos do campus, contou com a participação de representantes de todos os campi do IFPB, diretores, servidores, alunos e parceiros da instituição.

Ao lado da diretora-geral Lucrécia Petrucci; do ex-diretor de Ensino do campus, Gastão Coelho; e do aluno Felipe Costa, o reitor procedeu o hasteamento da bandeira nacional. Após apresentações culturais, as autoridades que compuseram a mesa de honra realizaram seus pronunciamentos.

André Sousa, que representou os alunos do campus, destacou a participação discente na gestão do IFPB. “Aqui os alunos são mais que a razão de ser da instituição. Eles decidem e fazem parte das políticas implementadas, opinando e tendo sua opinião respeitada”. André ainda ressaltou a importância da presença do Instituto no Sertão paraibano. “Aqui o trabalho é realizado com o pensamento guerreiro do sertanejo, plantando a semente da educação. Hoje nos 25 anos do campus, a inauguração do bloco de salas de aulas vem, mais uma vez, assegurar a qualidade do Ensino, Pesquisa e Extensão que desenvolvemos no nosso campus.”

Emocionada, Lucrécia Petrucci, externou a alegria em inaugurar o bloco. “Finalmente chegou o dia de entregar a obra que simboliza a realização de um sonho. Em tempos envoltos em dificuldades, só temos que agradecer podermos chegar até aqui. Desejo que o sentimento de pertencimento que existe em cada um de nós seja ampliado. Nós somos partícipes dessa história de vida na educação profissional do nosso país!”

Para o reitor Nicácio Lopes, a inauguração não é importante apenas para a região de Cajazeiras, mas para todo o Brasil. “Não é por acaso que esta é a cidade que ensinou a Paraíba a ler, sob a figura emblemática do padre Rolim. Deixo aqui um apelo aos estudantes, principalmente aos da região: amem e valorizem esta instituição. Infelizmente não são todos os que participam desse processo social. Vocês serão os agentes transformadores desse país ainda desigual. Tenho certeza de que Cajazeiras já é um grande exemplo de inclusão para todos”.

O bloco de salas de aulas inaugurado possui mais de 1.400 m² de área, sendo composto por ambientes mobiliados, num investimento total de R$ 1.959.284,00. Esta semana, o reitor também realiza inaugurações nos campi de Soledade e Guarabira.

Verônica Rufino – Assessoria de Imprensa/IFPB

porpjbarreto

João Azevêdo entrega adutora em Monte Horebe e beneficia mais de 4 mil paraibanos

O governador João Azevêdo entregou, nesta quinta-feira (5), uma adutora do sistema emergencial de abastecimento d’água e a nova agência da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa), na cidade de Monte Horebe, no Sertão da Paraíba. As obras da adutora representam investimentos de R$ 3 milhões e beneficiam mais de quatro mil habitantes que terão água limpa e de qualidade nas torneiras.

Com extensão de 9.620 metros, o sistema tem captação flutuante no açude Pereiros, vazão de 34 metros cúbicos por hora e estações elevatórias de água bruta e água tratada.

Na oportunidade, o chefe do Executivo estadual ressaltou a satisfação de estar em Monte Horebe para entregar uma obra que assegura segurança hídrica e atrairá investimentos para a região. “É uma alegria estar no município no dia do aniversário de emancipação política para entregar essa obra que representa o atendimento da necessidade real do povo, pleiteada no Orçamento Democrático. Nós estamos trazendo água de qualidade para a população, o que tem ação direta na saúde e no desenvolvimento econômico”, frisou.

O presidente da Cagepa, Marcus Vinícius Neves, destacou o trabalho conjunto de vários setores do governo para viabilizar o empreendimento no município. “Essa obra começou por uma solicitação da população e que teve a sensibilidade do governador, quando era secretário, de desenvolver esse processo, e de encaminhá-lo para a Cagepa para buscar recursos, a fim de concretizar hoje essa ação; aqui existe uma série de mãos que trabalharam para fazer com que esse investimento se tornasse água na torneira das pessoas. Além disso, a nossa loja de atendimento garante conforto e comodidade à população e representa a modernização da nossa empresa”, pontuou.

O deputado estadual Jeová Campos parabenizou a decisão do governador João Azevêdo, a época em que era secretário da Infraestrutura, dos Recursos Hídricos e do Meio Ambiente, de atender a demanda da população de Monte Horebe. “Essa terra tem uma história linda e é generosa e grata. Eu quero informar que em função da ação do governador, na época em que era secretário, essa obra teve diretamente a sua intervenção. Essa terra passou por seis anos de seca, o que causou danos irreparáveis, mas quero agradecer a todos os que se dedicaram para que pudéssemos inaugurar essa obra e não há nada que mais me emocione do que participar de solenidade de entrega de abastecimento de água”, disse.

O deputado estadual Dr. Taciano evidenciou a importância da obra para a qualidade de vida dos moradores de Monte Horebe. “Agradeço ao governador por mais uma importante ação de estabilidade hídrica e por entregar essa obra com a maior brevidade. O Governo entrega não só uma obra hídrica, mas de prevenção de doença e de qualidade de vida e fico feliz de saber que mais obras de educação e pavimentação serão feitas no município, dando dignidade aos moradores”, falou.

O prefeito de Monte Horebe, Marcos Eron, agradeceu ao governador João Azevêdo pela atenção com o município. “É um momento de gratidão a Deus a inauguração de um importante benefício que sanou a crise hídrica que enfrentávamos e temos um problema resolvido na nossa cidade”, disse.

“Hoje é aniversário da nossa cidade e estamos ganhando esse belo presente. O município foi abastecido com carros-pipa e João Azevêdo nos deu atenção quando era secretário e se prontificou a realizar essa obra e eu só tenho a agradecer pela realidade de ter água na torneira”, celebrou o ex-vice-prefeito de Monte Horebe, Luciano Pessoa.

A diarista Francisca Feitosa externou a alegria de ter água de qualidade em casa. “Está sendo muito bom para nós, é uma conquista para nossa cidade, a gente não precisa mais carregar baldes de água na cabeça, o que prova que nossa realidade mudou para melhor”, comentou.

O agricultor Antônio Abreu também comemorou o investimento da gestão estadual. “Esse foi o maior benefício que o Governo fez por nós, do contrário, iríamos voltar para o abastecimento por carro-pipa. Nós já passamos sede, tínhamos que comprar água porque não tinha, o açude está seco, mas a adutora vai permitir que a gente tenha água direto na torneira”, comentou.

A solenidade foi prestigiada por prefeitos, vice-prefeitos, ex-prefeitos, vereadores e auxiliares do Governo da Paraíba.

Secom