Arquivo de tag Nordeste

porpjbarreto

“Chá da Tarde” reúne colaboradoras da Unitrans para comemorar o Outubro Rosa

O final do expediente da última sexta-feira (11) foi bem diferente para as  colaboradoras da empresa de ônibus Untrans, de João Pessoa. Isto porque, elas encerraram a jornada de trabalho com um chá da tarde, que marcou as comemorações do Outubro Rosa. Essa ação, que ocorre em todo o país para alertar às mulheres sobre a importância da prevenção, aconteceu no auditório da empresa e contou com a participação das diretoras da Unitrans, Lorena Dantas, da Santa Maria, Larissa Nascimento e da Unidas Mercedes-Benz, Gisa Melo, além da enfermeira e coordenadora da Agência Transfusional do Hospital Napoleão Laureano, Edenilza Ciraulo e de uma participação especial, a da convidada Chistiana Costa, que deu um testemunho de como enfrentou um câncer de mama, fez o tratamento e alcançou a cura.

A diretora da Unitrans, Lorena Dantas, reforçou a importância da campanha do Outubro Rosa, reiterou a necessidade das mulheres se cuidarem mais e lembrou que não é apenas no mês de outubro que essa atenção deva existir. “Ao menor sinal de algo estranho na mama, é importante que vá se averiguar o que está acontecendo, pois as chances de cura quando a doença está em estágio inicial são muito grandes. Portanto, mesmo com a correria do dia a dia, com os diversos papeis que precisamos desempenhar como mães, profissionais, mulheres, amigas, nós não podemos negligenciar com a nossa saúde, que é o bem mais precioso que temos”, disse ela.

O testemunho da Sra. Chistiana reforçou as palavras da diretora da Unitrans e a necessidade de não apenas se cuidar, mas acreditar que o câncer não é uma sentença de morte, mas, na maioria dos casos, uma resignificação da vida. “O diagnóstico de câncer assusta, dá medo, mas eu posso falar, com conhecimento de causa, de quem teve um câncer de mama e se curou, que é muito importante esse olhar da mulher sobre ela, um tratamento adequado e no estágio inicial da doença, além de ter fé que tudo dará certo. Tudo isso faz uma diferença enorme”, destacou a convidada.

Após as falas, as colaboradoras da empresa se confraternizaram em meio a um lanche coletivo, e ao som de voz e violão dos colaboradores, Ivan e Rosália, com direito a bolos e chás diversos e saíram da empresa conscientes de que é preciso ter um olhar especial sobre elas e de que não há desculpa que justifique a falta de atenção consigo própria. Elas também foram presenteadas com garrafinhas da campanha Outubro Rosa, que estão sendo vendidas pelo Hospital Napoleão Laureano, uma instituição referência no tratamento de câncer na Paraíba, que passa por dificuldades financeiras para manter seus serviços em pleno funcionamento. “Adquirimos as garrafinhas para dar nossa contribuição e ajudar o Hospital nessa ação do Outubro Rosa”, destaca a gerente de Recursos Humanos da Unitrans, Izabela Maria.

Sobre o câncer de mama

O câncer de mama é o que mais acomete as mulheres em todo o mundo, sendo 1,38 milhões de novos casos e 458 mil mortes pela doença por ano, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS). No Brasil, o Ministério da Saúde estima mais de 52 mil casos novos a cada ano. Segundo dados da Sociedade Brasileira de Mastologia, cerca de uma a cada 12 mulheres terão um tumor nas mamas até os 90 anos de idade.

Assessoria de Imprensa

porpjbarreto

Nordeste tem tempo nublado neste domingo (13)

Os termômetros têm mínima de 15°C e máxima de 39°C

A região Nordeste tem, neste domingo (13), tempo nublado a parcialmente nublado com chuva isolada no norte e oeste do Maranhão, Pernambuco e Sergipe. Há a possibilidade de chuvas no Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Alagoas e Bahia, todos com tempo nublado ao longo de todo o dia.

Os termômetros têm mínima de 15°C e máxima de 39°C. A umidade relativa do ar deve variar de 15% a 95%. As informações são do Instituto Nacional de Meteorologia, o INMET.

Por Ricardo Ribeiro – Agência do Rádio

porpjbarreto

Máximas no Nordeste chegarão a 39°C neste sábado (12)

A umidade relativa do ar varia entre 15% e 95%.

Nordeste terá céu nublado a parcialmente nublado com chuva isolada no Piauí, no norte, centro e sul do Ceará, no leste dos estados de Pernambuco, de Sergipe, no centro, norte e nordeste da Bahia. Há possibilidade de chuvas em áreas isoladas no norte do Piauí, no leste e oeste do Ceará, no leste do Rio Grande do Norte, da Paraíba, de Alagoas, oeste de Pernambuco, de Sergipe e nas demais áreas da Bahia. No restante da região, parcialmente nublado.

A mínima prevista para a região é de 15°C e a máxima 39ºC. A umidade relativa do ar varia entre 15% e 95%.

As informações são do Instituto Nacional de Meteorologia, o INMET.

 

Por Israel Medeiros – Agência do Rádio

porpjbarreto

Jeová fala de sua satisfação em homenagear Dr. Epitácio Rolim na entrega do IPC que é um dos mais modernos do Nordeste

A população de Cajazeiras está ansiosa para a inauguração do Instituto de Polícia Científica – IPC na cidade. Embora já funcionando, o edifício será oficialmente inaugurado pelo governador João Azevedo nesta sexta-feira (11).  O deputado Jeová Campos (PSB), que por muitos anos defendeu a necessidade do equipamento, que é um dos mais modernos do Nordeste, também estará presente na ocasião. O edifício sede do IPC, situado no bairro Agrovila, na cidade de Cajazeiras, inclusive, levará no nome de Dr. Epitácio Leite Rolim, uma homenagem à memória do médico, ex-prefeito e ex-deputado paraibano cajazeirense. A homenagem é uma propositura do deputado Jeová.

O parlamentar, que nesta quinta-feira (10) já estava em Cajazeiras participando do III Encontro Nacional da Advocacia do Sertão, não escondeu sua satisfação com a inauguração do IPC. “Esse foi um grande investimento do Governo do Estado e que lutamos muito para ter. Aqui será um dos IPCs mais modernos do Nordeste. Teremos serviços de perícias criminalísticas e de medicina legal, o que também desafogará os serviços na cidade de Patos com o tempo que levava para o trânsito de corpos. É um equipamento que vem para somar e, neste caso, também amenizar o sofrimento das famílias de vítimas que precisam dos serviços do IPC”, disse Jeová, destacando também a homenagem a Dr. Epitácio Rolim.

“Estou muito feliz em fazer essa homenagem a Dr. Epitácio Leite Rolim. Esse homem que dedicou toda sua vida à política e à boa política. Fez o bem a muita gente, com suas ações todas voltadas aos mais humildes, aos excluídos dessa sociedade. Um franciscano. Viveu sua vida para lutar pelos direitos do povo. Sua história é uma das mais bonitas da política da Paraíba e nada mais justo e honrado que o IPC de Cajazeiras levar o seu nome”, explicou Jeová.

Jeová frisou ainda que Dr. Epitácio foi um “salvador” de vidas e que o orientou muito no início de sua trajetória como parlamentar. “Eu não tenho dúvidas que com essa homenagem nós estaremos aqui fazendo justiça à memória de um cidadão que salvou muitas vidas como médico e honrou a política com suas ações. Só lamento não ter tido a oportunidade de conviver mais tempo com ele”, reiterou Jeová Campos.

Dr. Epitácio Leite Rolim foi médico, ex-secretário de Saúde da Paraíba e prefeito de Cajazeiras por três mandatos, e também da cidade de Cachoeira dos Índios ei deputado por duas legislaturas. Faleceu Vítima de um câncer de estômago, em 2010.

Estrutura do IPC

De acordo com a Superintendência de Obras do Plano de Desenvolvimento do Estado (Suplan), o Instituto de Polícia Científica de Cajazeiras foi construído em uma área de 600,57 m², representando R$ 2.681.213,31 de investimentos oriundos do Tesouro Estadual. A Estrutura tem laboratórios 01 e 02, coleta, capela, recursos humanos, alojamentos 01 e 02 com banheiro, alojamento 03 acessível com banheiro, cela, sala de espera para 32 lugares, consultório custódia, estar feminino, crianças e adolescentes, cons. homens, sala de cofre, recepção, diretoria administrativa, diretoria técnica, diretoria geral, sala de peritos, arquivo, copa, sala de utilidades, sala de necropsia, vestiários, raios-X, câmara fria, sala pós – necropsia, liberação do corpo, bloco de serviço (sala de utilidade, lixo comum, lixo contaminado, necropsia especiais, lavagem bombonas/carrinhos), circulação, rampa de acessibilidade, estacionamento e jardim.

Assessoria de Imprensa

porpjbarreto

Após reunião com Mandetta, Wilson Filho diz que Ministério irá avaliar construção de Hospital Federal do Câncer na Paraíba

O deputado estadual Wilson Filho (PTB) esteve presente em audiência com o ministro da Saúde, Henrique Mandetta, nessa quarta-feira (9), para expor a situação dos equipamentos públicos especializados em oncologia no Estado da Paraíba. Com a crise financeira no Hospital Napoleão Laureano, que atende 74% dos casos de câncer na Paraíba, a questão se tornou uma prioridade para o parlamentar.

Wilson recebeu do ministro a garantia de que um corpo técnico será formado para fazer um diagnóstico da rede de oncologia na Paraíba e, desta maneira, avaliar se é necessária a construção de um hospital federal no Estado. Na ocasião, o deputado explicou a Mandetta que não existe serviço público para o tratamento de câncer em João Pessoa, com os hospitais que fazem o atendimento pelo SUS sendo privados/filantrópicos e não conseguindo suprir a demanda.

O Ministério vai se reunir e enviar uma equipe técnica para fazer uma vistoria nos hospitais que tratam o câncer para descobrir onde está o gargalo. Por que a concentração maior é em um único hospital? Há possibilidade de continuar com esta rede em nível de Estado? Vão saber o que é necessário, se a rede atual pode dar conta do recado, para decidir sobre a possível construção de um novo hospital na Paraíba”, sintetizou Wilson Filho.

Acompanhado de uma comitiva de deputados estaduais e federais, o parlamentar pediu ao ministro o aumento do custeio dos hospitais públicos/filantrópicos, como o Laureano e o São Vicente de Paula, ambos em João Pessoa; a FAP de Campina Grande e o Hospital do Bem, em Patos. Wilson solicitou ainda o acréscimo do teto de gastos nos hospitais e a aquisição de novos equipamentos, como aceleradores lineares – equipamentos de alta tecnologia desenvolvidos para emitir a radiação utilizada em diversos tratamentos para combater a doença.

Participaram da reunião, os deputados estaduais Cabo Gilberto (PSL), Tovar Correia Lima (PSDB), João Henrique (DEM), e Drª Paula (Progressistas); além dos deputados federais Wilson Santiago (PTB), Edna Henrique (DEM) e Ruy Carneiro (PSDB). Participou da reunião, ainda, o diretor-presidente do Hospital Laureano, Drº Carneiro Arnaud.

Assessoria de Imprensa 

porpjbarreto

MULUNGU/PB: Em situação de risco desde 2016, infestação do transmissor de dengue, zika e chikungunya preocupa agentes de saúde da cidade

Segundo o Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa), o índice está em 5% este ano

Febre, pele avermelhada e dores intensas nas juntas são alguns dos sintomas da chikungunya, doença transmitida pela picada do Aedes aegypti. Em Mulungu, uma das vítimas do mosquito foi o professor Romário dos Santos, de 24 anos, que pegou a infecção em 2017.

“O corpo ficou todo doendo, todas as articulações. Caminhar doía, segurar alguma coisa doía. Tudo realmente estava doendo. E o que eu mais me lembro era a língua, eu não conseguia sentir gostos das coisas”, conta.

O município da região metropolitana de Guarabira está em situação de risco para surto de dengue, zika e chikungunya desde 2016. Segundo o Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa), o índice está em 5% este ano. Classificação do Ministério da Saúde considera que para estar em condições satisfatórias, os imóveis pesquisados em determinada da cidade devem apresentar taxa de infestação menor que 1%.

Para o médico sanitarista da Fundação Oswaldo Cruz, Cláudio Maierovitch, a população precisa entender que a forma mais eficaz de evitar as doenças causadas pelo mosquito é impedir que ele nasça.

“A principal prevenção – para as três doenças – se refere à transmissão. A primeira coisa é quanto à eliminação dos criadouros dos mosquitos. Então, qualquer objeto, qualquer coisa que possa acumular água parada, especialmente água limpa dentro dos quintais, dentro de casa, mesmo em apartamento, em locais de trabalho, pode se transformar em um criadouro para o mosquito Aedes aegypti”, afirma.

E você? Já combateu o mosquito hoje? A mudança começa por você. Aqui vão algumas recomendações do Ministério da Saúde para a limpeza dos reservatórios de água. É importante mantê-los sempre tampados. A limpeza deve ser periódica, com água, bucha e sabão. Ao acabar a água do reservatório, é necessário fazer uma nova lavagem nos recipientes e guardá-los de cabeça para baixo. Segundo o ministério, esse cuidado é essencial porque os ovos do mosquito podem viver mais de um ano no ambiente seco.

Dengue, chikungunya e zika podem matar. Caso queira denunciar focos do mosquito, procure a prefeitura da sua cidade. Para mais informações, acesse: saude.gov.br/combateaedes.

Agência do Rádio

 

porpjbarreto

Paraíba: Deflagrada quinta fase da Operação Calvário. Veja decisão!

Foi deflagrada, na manhã desta quarta-feira (09/10), a quinta fase da Operação Calvário, para combater desvio de recursos públicos estaduais, corrupção e lavagem de dinheiro, em três cidades paraibanas (João Pessoa, Santa Rita e Mataraca) e em mais quatro Estados (São Paulo, Alagoas, Paraná e Rio de Janeiro). Na Paraíba, a ação foi desenvolvida pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) e a Comissão de Combate aos Crimes de Responsabilidade e à Improbidade Administrativa (Ccrimp), órgãos do Ministério Público da Paraíba, juntamente com a Controladoria-Geral da União (CGU), Ministério Público Federal (MPF), Polícia Federal (PF) e Polícia Rodoviária Federal (PRF). O objetivo foi cumprir três mandados de prisão e 25 de busca e apreensão.

Esta etapa da operação contou com o apoio operacional dos órgãos do Ministério Público dos estados de São Paulo, Alagoas e Paraná, por meio de seus respectivos Gaecos, e do Rio de Janeiro, por intermédio do Grupo de Segurança e inteligência (CSI) e do Gaocrim, e da auditoria do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba.

De acordo com a investigação em curso, a Operação Calvário, na Paraíba, tem o objetivo de investigar e desarticular uma organização criminosa (Orcrim) que, por seus agentes e núcleos de atuação, foi responsável pela prática de atos de corrupção, lavagem de dinheiro e desvio de recursos públicos em contratos firmados com unidades de saúde e educação do Estado e cujos valores ultrapassam o montante de R$ 1 bilhão. Ainda segundo a apuração, essa organização atuou também em outras unidades da federação, a exemplo do Estado do Rio de Janeiro.

A primeira fase da Operação Calvário foi desencadeada em dezembro de 2018. À medida que as investigações avançaram, novas fases foram deflagradas e denúncias oferecidas à Justiça. Esta quinta fase teve o objetivo de cumprir ordens emitidas pelo desembargador relator do processo em curso no Tribunal de Justiça da Paraíba, Ricardo Vital de Almeida, atendendo a requerimento do Ministério Público da Paraíba. A Justiça determinou a expedição de três mandados de prisão preventiva em desfavor de Ivan Burity de Almeida, Jardel Aderico da Silva e Eduardo Simões Coutinho.

Os 25 mandados de busca e apreensão foram em desfavor de Aléssio Trindade de Barros, José Arthur Viana Teixeira, Ivan Burity de Almeida, Pousada Potiguara/Camaratuba, Conesul Compercial e Tecnologia Educacional Eireli, Márcio Nogueira Vignoli, Hilário Ananias Queiroz Nogueira, Editora Grafset, Vladimir dos Santos Neiva, J.R. Araújo Desenvolvimento Humano Eireli/Editora Inteligência Relacional (este com localizações em Ribeirão Preto/SP e Maceió/AL), Jardel da Silva Aderico, Antônio Carlos de Souza Rangel, Henaldo Vieira da Silva, Giovana Araújo Vieira, Mário Sérgio Santa Fé da Cruz, Eduardo Simões Coutinho, José Aledson de Moura, Instituto de Psicologia Clínica Educacional e Profissional (IPCEP) e Brink Mobil Equipamentos Educacionais (este último estabelecido em Colombo/PR, Curitiba/PR, Campina Grande do Sul/PR e São Paulo/SP).

Na Paraíba, estão sendo cumpridos, de forma simultânea, 13 mandados judiciais, sendo dois de prisão preventiva e 11 de busca e apreensão, mais precisamente nos municípios de João Pessoa, Santa Rita e Mataraca. Outros mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos no Estado do Rio de Janeiro (quatro), em São Paulo (três) e no Paraná (cinco). Em Alagoas, são três mandados (um de prisão preventiva e dois de busca e apreensão).

Clique neste link DECISÃO-BUSCA-E-PRISÃO-PREVENTIVA  e confira a íntegra da decisão judicial que culminou com as prisões e demais ações da operação desta quarta-feira (09).

Assessoria de Imprensa – MPPB

porpjbarreto

Festival de arte e cultura mobiliza 400 jovens da Paraíba e Ceará

Festival das Juventudes, arte e cultura será realizado em Cabaceiras, conhecida como a  holiúde nordestina

De 11 a 13 de outubro, será realizado em Cabaceiras (PB), o Festival das Juventudes, com o lema: Arte e Cultura e tema: participação social, protagonismo e autonomia juvenil.  O evento vai acontecer na Escola Abdias Aires e a estimativa é reunir 400 jovens, sendo (300 da Paraíba e 100 do Ceará). A finalidade será realizar um Festival de Juventudes para afirmar o protagonismo e autonomia juvenil com a perspectiva de motivar as juventudes para a participação social, subsidiando-as para as incidências políticas, conquistas sociais e de espaços de representação do segmento geracional, ou seja, fortalecer os mecanismos que garantam a implementação e monitoramento dos direitos das juventudes.

O festival é um evento de culminância de diferentes expressões culturais – teatro, música, dança – da juventude das regiões da Borborema, Zona da Mata e Sertão (Paraíba) e Cariri e Centro Sul (Ceará) com objetivo de disseminar a campanha ‘Quando o Povo Se Junta o Poder Se Espalha’, uma das ações do Projeto ‘Organizações da sociedade civil do Nordeste incidindo sobre mecanismos de participação e controle social para a efetivação de políticas públicas’, desenvolvido através da parceria da Casa Pequeno Davi (João Pessoa/PB) com as organizações Rede de Educação Cidadã (Recid), Instituto Frei Beda de Desenvolvimento Social , com atuação no Sertão paraibano, ONG Menina Feliz, que atua em Campina Grande e a United Purpose (ONG – representação internacional), com co-financiamento da União Europeia.

As juventudes que participarão serão assentados/as da reforma agrária, quilombolas, indígenas, agricultura familiar, cultura e periurbanos.

“É importante as juventudes afirmarem seus espaços de participação, suas expressões, identidades e diversidades. Historicamente os jovens tem sacado as necessidades e os momentos para as transformações sociais em prol de sociedades mais justas, igualitárias e menos intolerantes. Quando precisam oferecem a cara para garantir seus propósitos”, afirma Ronildo Monteiro, coordenador do Projeto.

Sobre o papel do projeto para o segmento juventude, Ronildo acrescenta: “Nós estamos presentes, apoiando trabalhos e iniciativas em várias comunidades rurais e urbanas, bairros, grupos, e as juventudes apresentam essas demandas, esses desejos. O festival traz esses desejos das juventudes, para afirmarem seus espaços de participação social”.

 

PROGRAMAÇÃO

SEXTA FEIRA – 11/10/2019

15h00 – Credenciamento

17h30 – Acolhida Cultural

18h00 – Jantar

19h00 – Mística de Abertura com cada microrregião

20h00 – Abertura do Festival

23h30- Descanso

 

SÁBADO – 12/10/2019

07h00- Café (OBS: ver equipe comunicação  Rádio Cultural/fofoca/fuá)

08h00- Mística

08h30- Ouvindo as Juventudes – O Chão que Pisamos

  • Feminicídio;
  • LGBT Fobia;
  • Extermínio da Juventude Negra;
  • Autonomia Juvenil e Relações de Poder;
  • Participação Juvenil e Políticas públicas;
  • Identidade Camponesa;

10h30 – Lanche e Apresentação Cultural

11h00 – Plenária das Juventudes

12h30 – Almoço

  • 14h00- Plenária Cultural
  • 15h30- Lanche
  • 16h00- Preparação Cortejo
  • 16h30 Cortejo (Poste Poesia, Sinalizar a Cidade, Marcar, Batucada …)
  • 19h00 – Jantar
  • 20h00 – Festival Cultural (Shows)

DOMINGO – 13/10/2019

  • 09h00 – Mística
  • 09h15 – Plenária – Política Nacional das Juventudes (Ganhos e Percas)
  • 10h00 – Diálogos por Estado (Diálogos sobre organização e articulação de juventudes em nível estadual)
  • 11h00 – Diálogo com autoridades do CE e PB

Serviço: Festival das Juventudes, Arte e Cultura: participação social, protagonismo e autonomia juvenil

Data: 11  a 13 de outubro de 2019

Local: Cabaceiras (PB)

Contatos e Informações: Ronildo Monteiro (98803-9941), Emmanuel Barbosa (9.9638-1559)  ou Tiago Aquino (9.9839-7653).

 

Assessoria de Imprensa 

porpjbarreto

Justiça Federal na Paraíba participa de criação do primeiro Centro de Conciliação Indígena do Nordeste

Iniciativa visa proporcionar aos índios a oportunidade de utilizar métodos autocompositivos para a solução de conflitos

A Justiça Federal na Paraíba (JFPB) está participando do processo de criação do primeiro Centro Judiciário de Solução de Conflitos (Cejusc) Indígena no âmbito extrajudicial do Nordeste. As discussões começaram, oficialmente, na última semana e envolvem, também, o Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec) do Tribunal de Justiça da Paraíba, a Procuradoria da República, a Fundação Nacional do Índio (Funai) e os representantes das 31 aldeias potiguaras paraibanas, em reunião ocorrida na sede da Escola Superior da Magistratura da Paraíba – ESMA-PB.

O objetivo da iniciativa é proporcionar aos indígenas a oportunidade de atuarem no momento do conflito, levando em consideração a cultura, as crenças e as convicções específicas dessas comunidades. “A ideia é capacitar integrantes das aldeias como conciliadores, facilitando, desse modo, o consenso entre as partes e evitando que o caso precise ser resolvido na Justiça”, explicou o coordenador do Cejusc da JFPB, juiz federal Bruno Teixeira de Paiva.

O supervisor do Centro de Conciliação da Seção Judiciária federal, em João Pessoa, Marconi Araújo, revelou que “o próximo passo do processo de criação da unidade indígena é a identificação dos representantes (maiores de 18 anos) das aldeias que serão qualificados e a realização do curso de formação por instrutores do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), conforme determina a Resolução nº 125/2010, do próprio Conselho”.

Os termos de conciliação devem ser escritos na língua materna das partes, traduzidos, posteriormente, para a língua portuguesa, visando à homologação dos acordos pré-processuais pelo juiz competente, no momento oportuno. A previsão é de que o efetivo funcionamento do Cejusc Indígena da Paraíba comece no primeiro semestre de 2020.

Orientações iniciais para os caciques

Ainda na semana passada, caciques da comunidade potiguara (parceiros do projeto) participaram de uma palestra com os instrutores em mediação e conciliação do CNJ em formação Marconi Pereira de Araújo (JFPB) e Alessandra Roberta Cavalcante da Rocha Batista (TJPB).

 

Assessoria de Comunicação 
Justiça Federal na Paraíba – JFPB

porpjbarreto

Veneziano sai em defesa da Embrapa e alerta para os prejuízos acarretados com os cortes orçamentários previstos pelo governo

Durante Sessão Plenária nesta segunda-feira, 7, o Senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) mostrou sua preocupação diante da proposta do Governo Federal em promover corte de 45% no Orçamento previsto para 2020 da Empresa Brasileira de Pesquisas Agropecuárias (Embrapa), num grave prejuízo, notadamente aos Estados das regiões Norte e Nordeste, que dependem muito do trabalho científico da Embrapa.

Veneziano afirmou que os Estados, de uma maneira geral, mais especialmente os das regiões Norte e Nordeste, padecerão com esses cortes orçamentários: “Nós sabemos o quanto é importante investir naquilo que é técnico, no que é avanço científico e o Governo Federal age com insensibilidade também nessa área e vai na contramão do desenvolvimento”.

Veneziano observou que a Embrapa contribuiu diretamente para que o país alcançasse os níveis de produção que detém, além dos indicadores que lhe permitem ser competitivo e o inserir entre os maiores exportadores de commodities. Para ele, falta sensibilidade ao Governo Federal, ao não olhar atentamente para uma empresa pública de ponta, que muito contribui para o desenvolvimento econômico e social da nação.

“Temos plena compreensão do quanto a Embrapa fez, faz e poderá fazer […]. Há cerca de um mês nós ouvíamos, líamos e recebíamos — como eu tive a oportunidade, pessoalmente, de receber — técnicos, pessoas, funcionários da ativa da Embrapa a demonstrarem suas ansiedades por força da diminuição drástica — mais do que significativa, drástica — no orçamento previsto para o próximo ano”, destacou o Senador paraibano.

A Proposta – Em 2019 os recursos destinados para a Embrapa foram de R$ 3,6 bilhões. A proposta do governo federal para o ano que vem é de R$ 1,9 bilhão e está em análise no Congresso Nacional. O texto já começou a ser discutido na Comissão Mista de Orçamento, que é composta por deputados e senadores. Eles vão dar o primeiro parecer sobre a previsão de gastos do governo federal para 2020.

Neste mês, os parlamentares devem apresentar as emendas ao projeto de orçamento. A votação final está prevista para dezembro. A direção da Embrapa disse, em nota, que há quatro anos o orçamento vem caindo e, por isso, tem feito cortes nas despesas.

Cita também a redução no número de centros de pesquisas e de unidades administrativas, mas reconhece que, se o orçamento for aprovado como está, pesquisas em áreas importantes poderão ser afetadas.

A nota diz ainda que alguns projetos correm riscos, como os de agricultura de precisão e automação, biotecnologia, sanidade animal.

Assessoria de Imprensa