Arquivo de tag Nordeste

porpjbarreto

Fim de semana será chuvoso no país, prevê meteorologia

Chuvas mais fortes devem permanecer em Goiás e Distrito Federal

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) informou nesta sexta-feira (7) que o fim de semana deve ser de chuvas em grande parte do país.

De acordo com o Inmet, o volume será significativo nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro, podendo variar entre 80 e 200 milímetros.

Entre os dias 9 e 15 de fevereiro, a maior concentração de chuvas vai ocorrer nas regiões Sul e Sudeste e, ainda, no litoral norte do Brasil.

O tempo deve ficar encoberto a nublado, com pancadas de chuva no sul e sudoeste do Amazonas, Pará, sul do Amapá e no Acre.Também será nublado a encoberto, com pancadas de chuva e trovoadas isoladas, em Rondônia e Tocantins, permanecendo nublado nas demais áreas da Região Norte.

No Sul do Maranhão, o clima deve ficar de encoberto a nublado, com pancadas de chuva, ao sul do Maranhão, e nublado a encoberto com pancadas de chuva no Piauí, Ceará e na Bahia. Nas demais regiões do Nordeste,  estará nublado com pancadas de chuvas isoladas.

Para a Região Sul, a indicação é de tempo nublado, com pancadas de chuva no litoral do Paraná, leste e norte de Santa Catarina. Também será parcialmente nublado a nublado, com pancadas de chuva isoladas nas demais áreas do Paraná e de Santa Catarina e no norte, nordeste e sul do Rio Grande do Sul.

No oeste e centro do Rio Grande do Sul, a previsão é de chuvas isoladas. Nas demais áreas, parcialmente nublado a nublado.

“Os maiores acumulados de chuva estão previstos para o litoral de Santa Catarina e do Paraná, onde os totais poderão ficar próximos aos 100 milímetros, nas demais áreas da região, os acumulados de chuva irão variar entre 5 e 60 mm, sendo os maiores valores concentrados no norte do estado do Paraná”, informou o Inmet.

Sudeste

Para o Sudeste, a previsão é de clima nublado a encoberto, com pancadas de chuva e trovoadas isoladas em Minas Gerais. Em São Paulo e Rio de Janeiro, permanecerá parcialmente nublado a nublado, passando a encoberto com pancadas de chuva e trovoadas isoladas. No Espirito Santo, o céu fica parcialmente nublado com aviso de chuva moderada.

Segundo a meteorologista do Inmet, no Rio de Janeiro, Marlene Leal, o fim de semana no estado deve ser com menos chuvas e tempo parcialmente nublado. “O final de semana terá nebulosidade e leves pancadas de chuvas tanto no sábado quanto no domingo, com mínima de 12 graus e máxima de 34 graus.”

Centro-Oeste

O Centro-Oeste deve permanecer com tempo nublado a encoberto com pancadas de chuva e trovoadas isoladas em Mato Grosso, Goiás e Distrito Federal e, ainda, parcialmente nublado a nublado com pancadas de chuva e trovoadas isoladas.

Segundo a meteorologista Naiane Araújo, o Distrito Federal vai permanecer chuvoso durante todo o final de semana, “com chuvas, mínimas de 17 e 18 graus e máximas de 23 e 24 graus, e deve permanecer assim até segunda-feira”.

 

Agência Brasil

porpjbarreto

Monitor da ANA mostra gráfico com aumento severo da condição e gravidade da seca no Estado da Paraíba

A última atualização do Monitor de Secas aponta que a Paraíba teve um aumento da severidade da condição de seca grave entre a região da Borborema e Agreste paraibano. No litoral também houve a expansão da área de seca fraca. Os impactos são de curto prazo na faixa leste e de curto e longo prazo nas demais áreas ao interior paraibano. Entre novembro e dezembro, a Paraíba teve um aumento da área com seca, que passou a abranger todo o território.

Em termos de anomalias de precipitação, houve chuvas inferiores à média histórica na faixa centro-sul do Maranhão e do Piauí, oeste do Espírito Santo, Paraíba, Pernambuco, sul do Ceará, além de todo o território de Tocantins, Bahia, Alagoas, Sergipe e Minas Gerais. Por outro lado, chuvas acima da média histórica foram observadas em locais isolados do oeste e norte do Maranhão, centro-norte do Piauí e Ceará. Nas demais áreas, as precipitações observadas ficaram próximas à média histórica.

Seca

Em dezembro de 2019, os maiores volumes de chuva foram observados no centro-sul de Minas Gerais, em grande parte de Tocantins e em pontos isolados do Espírito Santo, onde houve acumulados de precipitações entre 100 milímetros (mm) e valores acima de 200mm. No Nordeste, os maiores volumes foram registrados no centro-oeste e sul da Bahia, oeste do Piauí e em pontos isolados do Maranhão, onde foram observados acumulados também variando entre 100mm e 200mm. Já entre o Ceará e o centro-norte da Bahia, o predomínio foi de pouca ou nenhuma chuva, com acumulados inferiores a 50mm.

Situação da seca

O Monitor de Secas é coordenado pela Agência Nacional de Águas (ANA), com o apoio da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (FUNCEME), e desenvolvido conjuntamente com diversas instituições estaduais e federais ligadas às áreas de clima e recursos hídricos. Na Paraíba, a Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (AESA) é o órgão que atua no Monitor de Secas. Por meio da ferramenta é possível comparar a evolução das secas nos 12 estados a cada mês vencido. O Monitor vem sendo utilizado para auxiliar a execução de políticas públicas de combate à seca.

O serviço tem como principal produto o Mapa do Monitor, construído mensalmente a partir da colaboração dos estados integrantes do projeto e de uma rede de instituições parceiras que assumem diferentes papéis na rotina de sua elaboração.

Em operação desde 2014, o Monitor de Secas iniciou suas atividades pelo Nordeste, historicamente a região mais afetada por este tipo de fenômeno climático. No fim de 2018, com a metodologia já consolidada e entendendo que todas as regiões do País são afetadas em maior ou menor grau por secas, foi iniciada a expansão da ferramenta para a inclusão de estados de outras regiões. Em novembro de 2018 e em junho de 2019, Minas Gerais e Espírito Santo foram incorporados.

O Monitor de Secas foi concebido com base o no modelo de acompanhamento de secas dos Estados Unidos e do México. O cronograma de atividades inclui as fases de coleta de dados, cálculo dos indicadores de seca, traçado dos rascunhos do mapa pela equipe de autoria, validação dos estados envolvidos e divulgação do mapa final. A metodologia utilizada no processo faz com que o mapa do Monitor indique uma seca relativa, ou seja, as categorias de seca em uma determinada área são estabelecidas em relação ao próprio histórico da região.

A partir deste mês, o Monitor de Secas expande sua área de atuação para Tocantins, o primeiro estado do Norte a contar com o serviço. Esta ferramenta realiza o acompanhamento contínuo do grau de severidade das secas no Brasil com base em indicadores de seca e nos impactos causados pelo fenômeno. Com isso, o estado se junta aos nove do Nordeste, Minas Gerais e Espírito Santo. Assim, o Monitor de Secas tem uma presença cada vez mais nacional, abrangendo o Nordeste, o Norte e o Sudeste. Os próximos estados a se juntarem ao Monitor serão Goiás e Rio de Janeiro, que já estão em fase de testes e em treinamento de pessoal.

 

Agência Nacional de Águas

porpjbarreto

Empresa espanhola comunica ao prefeito Romero Rodrigues que assume gestão do Aeroporto de Campina Grande na próxima quinta-feira

A Concessionária Aeroportos Nordeste do Brasil – Aena Brasil comunicou oficialmente ao prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, que estará assumindo a gestão do Aeroporto Presidente João Suassuna, em Campina Grande, no dia 16 de janeiro. A informação foi confirmada pela secretária de Desenvolvimento Econômico de Campina, Rosália Lucas.

Em Campina Grande, na primeira semana de dezembro do ano passado, o
diretor-presidente da Aena Brasil, Fernando Santiago Yus Saenz de Cenzano, se apresentou ao trade turístico da cidadr, durante uma reunião ocorrida no Aeroporto João Suassuna.

Melhorias

Na ocasião, Santiago anunciou que seriam realizadas algumas melhorias no equipamento, como climatização de todo o prédio, instalação de sistema de wifi, melhoria na bateria de banheiros e contratação de pessoal.

A Aena é uma empresa espanhola, vencedora do processo de leilão realizado pelo Governo Federal, e que administrará durante 30 anos os aeroportos do bloco Nordeste – formado pelos terminais do Recife (PE), Maceió (AL), Aracaju (SE), Juazeiro do Norte (CE), João Pessoa (PB) e Campina Grande (PB).

Com informações de Turismo em Foco

porpjbarreto

Esporte Clube Cabo Branco comemora 104 anos em João Pessoa

Aniversário será comemorado no sábado, dia 14, com show especial

Fundado em 1915, o Esporte Clube Cabo Branco é considerado um dos maiores e principais palcos do desporto paraibano. Completando 104 anos na próxima sexta-feira (13), o clube carrega uma história extensa e faz parte da vida de milhares de moradores que residiram ou residem em João Pessoa.

Em comemoração a data o Esporte Clube Cabo Branco irá promover um café da manhã para jornalistas na sexta-feira (13), onde também será lançado o Baile Vermelho e Branco que terá como atração Principal a banda baiana É o Tchan e também Ramon Schnayder, Orquestra Beleza Pura, Dj Cris L. Já no sábado (14), acontecerá a festa em comemoração ao aniversário com um show imperdível de Petrucio Amorim, Luciene Melo e Fabiana Souto.  Para Gilberto Rui (Giba), presidente do ECCB, a data emblemática traz profunda alegria e orgulho. “Me emociona ver o Clube completando aniversário, principalmente por saber da história que ele carrega”, disse.

O Clube surgiu com diversas modalidades esportivas e se destacou com o futebol, que lhe rendeu notoriedade e diversos títulos. Gradativamente a agremiação passou a expandir suas modalidades, introduzindo vôlei, natação, tênis e ginástica. Assim o Clube passou a ser considerado um grande celeiro que recebeu grandes atletas e formou outros, como o nadador Kaio Márcio, o campeão mundial de futsal Mazureik, Rabicó que jogou no Barcelona, Fininho da seleção brasileira, Matheus Cunha que atua na seleção brasileira.

Gradativamente a agremiação passou a expandir suas modalidades, introduzindo vôlei, natação, tênis e ginástica. Assim o Clube passou a ser considerado um grande celeiro que recebeu grandes atletas e formou outros, como o nadador Kaio Márcio, o campeão mundial de futsal Mazureik, Rabicó que jogou no Barcelona, Fininho da seleção brasileira, Matheus Cunha que atua na seleção brasileira de futebol, Otávio que joga no Porto.

Muitos eventos esportivos como torneios de judô, tênis, beach tennis, natação, futsal, futebol, ginástica artística e apresentação de skate são organizados ou sediados pelo ECCB – Esporte Clube Cabo Branco, que reune mais de 700 atletas em todas as modalidades. Mas não é possível reduzir a história do Clube apenas ao esporte, pois ele faz parte da construção do Bairro do Miramar e promoveu diversos eventos e shows.

 

Serviço:

Show de Aniversário do Esporte Clube Cabo Branco

Atrações: Petrucio Amorim, Luciene Melo e Fabiana Souto

Data: 14/12/2019

Horário: 20h

Ingresso:

Meia: R$ 30,00

Inteira: R$60,00

Mesa Sócio: R$190,00

Mesa não Sócio: R$220,00

Vendas: Secretária do Clube e www.ontickets.com.br

Informações: 3031-5948/ 9.9996-2182.

 

Assessoria

porpjbarreto

Novo secretário de Turismo do Conde pontua desafios e ressalta cultura do Município

Nildo Lacerda, recém nomeado, comenta sobre suas expectativas na gestão

O Conde, um dos destinos mais frequentes do verão paraibano, localizado no litoral sul do estado, se destaca por suas praias belíssimas, entre elas Coqueirinho e Tambaba. Possui três quilombos e dois aldeias indígenas, sendo a única cidade da Paraíba a possuir tais riquezas culturais. Recém nomeado secretário de Turismo do Conde, Nildo Lacerda fala sobre planejamentos e expectativas presentes no cargo, os principais desafios, a cultura local e o Projeto Verão Mares de Conde. Para Nildo assume o compromisso de colaborar com os grandes e pequenos  empresários com igual atenção.

Confira a entrevista abaixo: 

Quais planejamentos o senhor tem feito para a secretaria que acaba de assumir? 

Acabei por assumir o cargo justamente no momento de maior relevância do trabalho da Secretaria, que é o Período de Verão e Carnaval. O Conde tem um calendário importantíssimo no Estado nesse período. Somos destino certo dos turistas que visitam a Paraíba e todo o planejamento feito durante esse ano, será executado. Teremos as festividades de Natal e Ano Novo, que são marcas da Gestão Márcia Lucena e o cronograma com atrações em breve será publicado. O Projeto Verão Mares de Conde contará com eventos e atrações de janeiro a fevereiro e os últimos ajustes estão sendo feitos para garantirmos um calendário amplo e bastante diverso!

A cultura nordestina é conhecida por ser muito rica e diversificada. De que forma o senhor pretende auxiliar a produção cultural do Conde?

O Conde é um berço imenso de Cultura. A prefeita Márcia Lucena tem uma atenção e uma preocupação especial com esse segmento. Somos o único Município do Estado que temos três quilombos e duas aldeias Indígenas (Tribo Tabajara). Isso não se vê em qualquer lugar! E tem sido com esse povo tão importante, que a gestão tem feito diversas ações e eventos, que desenvolvem, capacitam e estimulam ainda mais os povos tradicionais. Iremos, sem dúvida, dar continuidade e fortalecer ainda mais.

Quais os principais desafios que o senhor  vê como secretário?

Os desafios são inúmeros. Sem dúvidas, a união de todas as categorias do trade local é uma ação de fundamental importância. Criarmos mecanismos para deixar de lado a política e trabalharmos o turismo como desenvolvimento econômico, é um dos meus principais focos.

A pasta do turismo engloba mais de 50 setores da economia e é a grande fonte de renda do Conde. O que representa para o senhor estar a frente?

Representa a transformação das vidas de centenas de pessoas que compõem o Trade local. Iremos trabalhar junto com o empresariado mais rico da mesma forma que trabalharemos junto com os empreendedores informais mais humildes nosso papel é desenvolver a cadeia inteira e iremos fazê-lo!

Quais as suas expectativas para essa secretaria?
Anseio muito, por criar mecanismos de geração de renda. Acredito fortemente que o Turismo de Conde tem tudo para ser nossa maior força motriz em matéria de desenvolvimento econômico. Essa foi a perspectiva que coloquei para a prefeita Márcia. Irei me empenhar muito para qualificar essa força e torná-la ainda mais atrativa e pujante.

Assessoria 

porpjbarreto

Participe do Workshop Modelo de Gestão Inovador e Empreendedor

Fundação PaqTcPB e Sebrae promovem a programação no próximo dia 18

Para apresentar cases e maneiras de se implementar o modelo de gestão CERNE, a Fundação PaqTcPB e o Sebrae Paraíba promovem o Workshop Modelo de Gestão Inovador e Empreendedor.

A programação é gratuita e contará com painéis sobre a implantação do Modelo de Gestão CERNE 1 e 2 nas incubadoras de empresas da Fundação PaqTcPB – ITCG e IACOC.

Também serão apresentados os resultados das startups Smartiks, Showcase, Ditango, Sinapse, Nuveo, TradeEnergy, Mulungu, YpControl, Indiecine, Kids Money, CGS Captor e Roots3D.

E ainda um painel com a Trilha da Inovação, conduzido pelo Diretor Geral da Fundação PaqTcPB, Prof. Nilton Silva, e o Sr. Luis Alberto (Sebrae PB).

Muito aguardada pelos atores do ecossistema paraibano, a futura nova estrutura do Parque Tecnológico da Paraíba será apresentada no evento.

Confira a programação completa e inscreva-se no Sympla.

O evento acontece no dia 18 de dezembro, das 09h às 13h, no auditório do Sebrae.

 

Assessoria de Comunicação
Fundação PaqTcPB

porpjbarreto

Musical inspirado em Michael Jackson chega a João Pessoa

Estrelado por Rodrigo Teaser, “Tributo ao Rei do Pop” acontecerá no dia 21 de dezembro, no Teatro A Pedra do Reino

Considerado um dos maiores shows do mundo, o “Tributo ao Rei do Pop” chega a João Pessoa em uma apresentação única e inesquecível. Reconhecido como o melhor intérprete de Michael Jackson e o único artista brasileiro a ter o nome divulgado no site oficial do cantor, Rodrigo Teaser sobe ao palco do Teatro A Pedra do Reino, no Centro de Convenções, no dia 21 de dezembro, às 21h. A apresentação conta com coreografias, arranjos e figurinos, e é o único show da América Latina que segue o padrão e aval de Lavelle Smith, coreógrafo que acompanhou Michael Jackson por mais de 20 anos. A produção local é da LS Entretenimento.

O tributo traz clássicos emocionantes para o público, como “Billie Jean”, “Thriller”, “Beat it”, “Smooth Criminal” e “Black or White” interpretados pelo compositor, cantor e dançarino Rodrigo Teaser, um dos responsáveis por manter o rei do pop vivo no coração dos fãs. Cover reconhecido pela Sony Music, o artista foi convidado em 2003 para representar a América Latina no show ‘30th Years of Magic’, em homenagem ao Rei do Pop, em Nova Iorque em que o cantor esteve presente.

Com o espetáculo, o artista se apresentou em programas de TV, especiais no Multishow e levou o maior show do mundo em homenagem ao Rei, para o México, em 2017 e CHILE, em 2018. Além disso, Rodrigo foi o único artista a se apresentar por duas vezes na edição do Rock in Rio de 2017. Ivete Sangalo, Seu Jorge, Claudia Leite, são alguns dos artistas consagrados que já dividiram o palco com Rodrigo em homenagem a Michael.

Ingressos – Os ingressos estão sendo vendido via Ingresso Nacional. Setor A (Inteira) R$120, Setor A (Ingresso Solidário) R$80, Setor A (Meia) R$60, Setor B (Inteira) R$100, Setor B (Ingresso Solidário) R$70, Setor B (Meia) R$50.

Sobre Rodrigo Teaser

Começou a imitar Michael Jackson aos 9 anos de idade em programas de TV infantis como Angélica, Mara Maravilha e outros. Cresceu aperfeiçoando seu trabalho, tornando-se um dos mais respeitados profissionais do ramo.

Tendo em seu histórico várias aparições em TV e shows por todo Brasil e exterior. Cover reconhecido pela Sony Music, foi convidado em 2003 para representar a América Latina no show 30th Years of Magic, em homenagem a Michael Jackson, em Nova Iorque onde o próprio esteve presente.

Pela qualidade de seu trabalho Rodrigo Teaser pôde participar de grandes shows e eventos, até mesmo dividindo o palco com artistas como: Seu Jorge, Ivete Sangalo, Claudia Leite, Vanessa Jackson e outros. Participou de campanhas publicitárias para grandes marcas tanto para TV como para mídia impressa. Único artista brasileiro a ter o nome divulgado no site oficial do cantor. Recentemente teve seu show transmitido AO VIVO pelo canal Multishow, sendo o assunto mais comentado no Twitter nacional e o segundo no Twitter mundial.

Serviço:

Tributo ao Rei do Pop – com Rodrigo Teaser

Data: 21 de dezembro (sábado)

Horário: 21h

Local: Teatro A Pedra do Reino – Centro de Convenções de João Pessoa

Ingressos: Setor A (Inteira) R$120, Setor A (Ingresso Solidário) R$80, Setor A (Meia) R$60, Setor B (Inteira) R$100, Setor B (Ingresso Solidário) R$70, Setor B (Meia) R$50.

Produção: LS Entretenimento.

 

Assessoria 

porpjbarreto

TCE-PB aprova as contas 2014 da gestão Romero Rodrigues na Prefeitura de Campina Grande

O Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) aprovou, na tarde desta quarta-feira, 11, as contas da Prefeitura Municipal de Campina Grande referentes ao ano de 2014. O conselheiro Antônio Nominando Diniz foi o relator do processo.

Com a aprovação de mais um ano de gestão nesta quarta, o prefeito Romero Rodrigues já teve validadas até o momento pelos conselheiros do órgão estadual de controle externo as contas dos anos 2013, 2014 e 2017.

De Brasília, onde cumpre agenda administrativa, Romero Rodrigues, embora observando ser obrigação dos gestores terem suas contas anuais consideradas regulares pelo Tribunal de Contas do Estado, é sempre motivo de satisfação e sensação de dever cumprido um resultado positivo sancionado pelo principal órgão fiscalizador.

Assessoria 

porpjbarreto

Lúcio Vilar: quando a paixão pelo cinema se transforma no principal festival do gênero no estado

Fest Aruanda surgiu de um desejo e hoje se consagra entre os principais festivais de cinema do Nordeste

Professor universitário, cineasta, jornalista e produtor-executivo de um festival de cinema. A paixão pelo audiovisual está em todas as atividades a que se dedica Lúcio Vilar, doutor em Meios e Processos Audiovisuais pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP) e professor do Departamento de Mídias Digitais da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), onde leciona desde 2002. Foi no ambiente universitário que ele começou a dar cara ao que hoje conhecemos como Fest Aruanda do Audiovisual Brasileiro, que teve a sua 14ª edição entre os dias 28 de novembro e 4 deste mês.

Para ele, o cinema nacional precisa ser visto e valorizado – principalmente, o cinema com sotaque paraibano. “Vivemos um momento muito frutífero nessa área, tanto pela quantidade quanto pela qualidade dos filmes produzidos”, diz ele, ao lembrar que, entre os muitos prêmios que a produção paraibana recebeu no último Fest Aruanda, dois foram nas principais categorias: melhor longa-metragem para “Desvio”, de Arthur Lins, e melhor curta para “Quitéria”, de Tiago Neves. “Os festivais são janelas alternativas para que as pessoas conheçam a cinematografia brasileira, tenham encontros e façam intercâmbios de ideias”, acrescenta.

Segundo ele, o Fest Aruanda brotou de uma queixa contumaz do cineasta Vladimir Carvalho, a quem Lúcio já havia entrevistado várias vezes. “Ele não se conformava com o fato de a Paraíba não ter um festival de cinema”, conta. Não tinha, até aquele momento. Em 2005, eles realizaram o primeiro festival, em uma sala pequena, para apenas 70 pessoas. Em 2009, o evento passou a acontecer fora dos limites da universidade, chamando a atenção de um número crescente de participantes e de público, a cada edição. Hoje, dez anos depois, o festival celebrou o centenário do cinema paraibano – cujo marco inicial foram as primeiras atividades cinematográficas realizadas na Paraíba, em 1919, pelo cineasta Walfredo Rodriguez – com exibições e lançamentos de publicações no Cinépolis Manaíra Shopping, além de debates e painéis no Hotel Aram e na Energisa Cultural.

Confira na íntegra:

Que balanço você faz desta edição do Fest Aruanda?

Diretor de festival é sempre suspeito pra falar, mas, a partir do que tenho lido e ouvido – especialmente de jornalistas do Sudeste que estiveram, este ano, em número maior –, posso afirmar duas coisas: 1) realizamos uma edição que fez jus à celebração do centenário do cinema paraibano; e 2) tivemos um festival com seleção primorosa de curtas e longas, tanto locais quanto nacionais. Além disso, a primavera do cinema paraibano, tão festejada ano passado, mostrou que continua viva, com a premiação do longa “Desvio”, de Arthur Lins, triunfando pelas mãos do Júri Oficial.

A crítica à atual política cultural (ou à destruição dela) foi algo muito presente no evento. Nesse sentido, foi articulada alguma ação de enfrentamento por parte do festival?

Foram manifestações espontâneas de produtores e realizadores diante das incertezas e ameaças ao segmento audiovisual. São questões pertinentes e urgentes, e o festival abre espaço para canalizar tais inquietações, que são de todos, hoje, no Brasil. Justas e relevantes, que precisam de visibilidade, sim – e o festival cumpre o seu papel como espaço de reflexão, ao abrigar tais manifestações.

Os filmes vistos no festival – principalmente, os vitoriosos – serão exibidos em alguma sala de cinema?

Nas mostras competitivas, só exibimos filmes que ainda não foram lançados no circuito exibidor nacional. Todos os filmes deverão ser lançados em 2020, mas cada produção é um caso, nunca sabemos quando exatamente isso acontecerá.

Na sua opinião, que medidas seriam necessárias para fazer com que essa produção não se limitasse a festivais e chegasse a mais pessoas?

Baratear o custo dos ingressos, que são muito altos no Brasil, seria uma primeira medida. Mas isso envolve outras questões, mais complexas.

Quais são as perspectivas em relação ao próximo Fest Aruanda?

Celebraremos os 15 anos do Fest Aruanda, em 2020, e já temos a data, que foi anunciada na solenidade de encerramento: será de 3 a 9 de dezembro, na rede Cinépolis e com a parceria do Grupo Energisa (Fundação Ormeo Junqueira), Armazém Paraíba e a Cagepa – que entrou este ano, pela primeira vez. Entre os homenageados, e aqui vai um furo, a jornalista (e crítica de cinema) Maria do Rosário Caetano estará no seleto grupo de “aruandeiros” a receberem essa nossa comenda especial nos 15 anos. Ela está conosco desde o primeiro Fest Aruanda, é a “madrinha” do festival, daí todo o nosso carinho e reconhecimento.

Assessoria

porpjbarreto

Artistas cajazeirenses e outros paraibanos serão homenageados pela ALPB e receberão a Medalha Centenária Jackson do Pandeiro

Dez artistas paraibanos receberão da Assembleia Legislativa, em data ainda a ser marcada, a Medalha Centenária Jackson do Pandeiro. A propositura do deputado estadual Jeová Campos foi aprovada, por unanimidade, na sessão da última terça-feira (10). O Projeto de Resolução foi incluído para votação na Ordem do Dia depois que a sessão já havia começado. A Medalha que será outorgada aos artistas foi criada em reconhecimento aos 100 anos de nascimento do cantor, instrumentista e compositor paraibano.

Os artistas que serão agraciados com a comenda são: Marcélia de Souza Cartaxo; Maria do Carmo Moreira; Nanego Lira; Soia Lira; Eliezer Filho; Thardely Lima; Lúcio Villar; Suzy Lopes; Jocélio Amaro e Chico Amaro.

“Essa foi uma forma que encontrei de homenagear esses artistas que tão bem representam a Paraíba com muito talento, respeito à cultura e amor à arte. E penso que a Medalha de Jackson do Pandeiro, esse artista que dispensa apresentações pelo conjunto da obra, fará jus ao talento destas personalidades que fazem da arte sua melhor expressão de viver”, justificou o parlamentar que si inspirou em homenageá-los após participar do 14º Fest Aruanda.

Assessoria