Arquivo de tag Lena Guimarães

porpjbarreto

Ao morrer Lena não deixa apenas um legado como jornalista, mas como cidadã que soube ser autêntica, ter luz própria e coerência, diz Jeová

Filha da Família Guimarães, parente do velho Sabino Guimarães, o grande comunista de Cajazeiras, Lena desde a juventude já mostrava a que veio, ao integrar um grupo de jovens que resistia contra a ditadura, que lutava por dias melhores, recorda o deputado estadual Jeová Campos, conterrâneo de Lena, ao lamentar a morte da jornalista, ocorrida nesta segunda-feira (18), em João Pessoa. Para o parlamentar, o jornalismo paraibano, especialmente, o político perde com a ausência de Lena Guimarães um grande quadro. “Lena era autêntica, independentemente, de qual órgão de Imprensa ela estivesse. Ela tinha faro e luz própria, a ela o meu carinho e à família, a minha solidariedade”, disse Jeová.

O parlamentar lembra que Lena nasceu na Rua Dr. Coelho, em Cajazeiras, mas sua capacidade de ler os fatos, ser autêntica e analisar a política como poucos, a projetou para além do sertão paraibano. “Você até podia não concordar com alguma colocação ou ponto de vista dela, mas, era sempre enriquecedor conversar com Lena, uma mulher aguerrida, competente, inteligente, autêntica e que tinha uma capacidade extraordinária de se comunicar”, afirma Jeová.

Ainda segundo o parlamentar, Lena é um exemplo de mulher que venceu na vida pessoal e profissional. “Ela era, antes de tudo forte, ocupou espaços nunca antes ocupado por mulheres, não parou nos inúmeros obstáculos que lhes apareceu pela frente e manteve a altivez até o fim. A ela, minhas melhores reverências. Viva Lena Guimarães”, finaliza Jeová.

Sobre Lena

Lena Guimarães estava internada em um hospital particular da capital paraibana e morre em função de falência múltipla de órgãos, em decorrência de um câncer no pâncreas. Lena deixa um filho, Daniel Guimarães e uma trajetória na Imprensa paraibana, onde ocupou diversas funções, desde repórter, redatora e chefe de reportagem do Jornal A União, além de editora dos cadernos de Cultura, Cidades, Economia e Política no Jornal Correio da Paraíba. Ela também ocupou o cargo de diretora de jornalismo do Sistema Correio de Comunicação e de secretária de Comunicação do Estado, no governo José Maranhão (2009-2010). A jornalista foi ainda editora-geral do jornal O Momento e repórter regional da Folha de São Paulo e do Jornal do Brasil. Atualmente, ela mantinha uma coluna no jornal Correio d Paraíba, que era leitura cotidiana de todos que quisessem se manter bem informados.

Assessoria de Imprensa 

porpjbarreto

Prefeito de CG, Romero Rodrigues lamenta a morte da jornalista cajazeirense Lena Guimarães

Jornalista Lena Guimarães faleceu nesta segunda-feira (18), vitima de câncer de pâncreas.

O prefeito Romero Rodrigues lamentou profundamente a morte, na manhã desta segunda-feira. 18, em um hospital particular de João Pessoa, da jornalista Lena Guimarães, colunista do Jornal Correio da Paraíba e uma das apresentadoras do programa Correio Debate, na TV Correio. Lena faleceu após travar uma luta contra um câncer no pâncreas, há vários meses.

– A imprensa paraibana perde uma das importantes referências das últimas décadas e o jornalismo do nosso Estado sofre uma perda incalculável – resumiu Romero Rodrigues, que disse ter conhecido Lena Guimarães praticamente desde que iniciou sua vida pública e sempre nutriu por ela admiração e respeito.

Natural de Cajazeiras, Lena Guimarães teve uma carreira marcada pela competência e superação de desafios. Foi repórter, editora setorial e editora-geral do jornal A União. Foi também diretora de Jornalismo do Sistema Correio de Comunicação.

O prefeito Romero lembra ter sido Lena a responsável pelo período de maior crescimento do Jornal Correio da Paraíba, numa expansão que terminou por dar grande visibilidade à sucursal do veículo em Campina Grande, com a estreia de um clichê especial para a cidade e ampliação dos investimentos na cidade.

Lena foi também secretária de Comunicação do Estado, assessora do senador Raimundo Lira e, ultimamente, vinha desempenhando funções de colunista e apresentadora no Sistema Correio da Paraíba. Até a conclusão desta matéria, não havia ainda informações sobre o local do velório e sepultamento do corpo da jornalista.

 

Assessoria