Arquivo de tag Judiciário

porpjbarreto

Aprovados em seleção para estágios no Judiciário estadual serão convocados a partir desta segunda (20)

Candidatos aprovados na seleção para estágios nas diversas unidades do Poder Judiciário da Paraíba começarão a ser convocados a partir desta segunda-feira (20). Na mesma data, será publicado, no Diário da Justiça eletrônico (DJe), o Ato da Presidência nº 05/2020, dispondo sobre a distribuição das 450 vagas de estágio do Programa em toda a Justiça estadual paraibana e alterando a distribuição disposta no Ato nº 19/2019.

O resultado definitivo do processo seletivo, iniciado no dia 17 de outubro de 2019, foi divulgado no site do Centro de Integração Empresa Escola (CIEE) nessa quinta-feira (16). A convocação para o exercício do estágio será feita pelo Centro, por meio de contato telefônico e/ou e-mail do candidato selecionado, que deverá se apresentar no prazo máximo de dois dias úteis da data da convocação.

Nos termos do edital, o resultado servirá para preenchimento das vagas existentes atualmente no Estado, bem como para formação de cadastro de reserva, a ser utilizado pelo órgão segundo sua necessidade e conveniência, para preencher as vagas de estágio durante o período de validade do processo.

Segundo o edital publicado, puderam se inscrever estudantes de nível superior, matriculados nos cursos de Administração de Empresas, Arquivologia, Bacharelado em Educação Física, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, Direito, Engenharia Civil, Estatística, Fisioterapia, Gestão da Tecnologia da Informação, Gestão em Rede de Computadores, Gestão Pública, História, Informática, Pedagogia, Psicologia, Publicidade e Propaganda, Relações Públicas e Serviço Social e Técnico em Informática.

O processo foi realizado pelo CIEE, viabilizado pelo Contrato nº 015/2019, celebrado entre o Centro e o TJPB. O estágio tem duração de um ano, podendo ser prorrogado por igual período e será automaticamente cessado com a formatura ou colação de grau do estagiário, caso essa ocorra antes do término do prazo de duração do referido estágio.

A relação dos estudantes aprovados no processo consta na página do CIEE, no endereço:
 https://portal.ciee.org.br/processos-seletivos-especiais/tj-pb-out19/

Também é possível acessar, clicando nas listas abaixo:

Anexo 1 (nível médio, Informática)
Anexo 2 (nível superior, vários)
Anexo 3 (pessoas com deficiência)

Por Gabriela Parente / Gecom – TJPB

Arquivos Anexos:

Os arquivos disponibilizados acima estão nos seguintes formatos: .pdf. Para saber mais sobre como visualizá-los, clique aqui.

 

TJPB

porpjbarreto

‘Conhecendo o Judiciário’ recebe 33 alunos do Curso de Direito de instituições da Capital e de Cajazeiras

Mais uma edição do Projeto Conhecendo o Judiciário foi realizada na tarde desta segunda-feira (21), com 33 alunos do Curso de Direito – 17 da Faculdade Três Marias (João Pessoa) e 16 da Faculdade São Francisco (Cajazeiras) – que puderam percorrer o Tribunal de Justiça da Paraíba e tirar dúvidas sobre o funcionamento do Judiciário estadual paraibano. Os estudantes foram recepcionados e conduzidos pelo coordenador do Projeto, desembargador Leandro dos Santos.

No próprio Tribunal Pleno, o desembargador Leandro dos Santos proferiu uma aula aos alunos visitantes sobre o acesso ao Judiciário, o alcance da judicialização da Saúde e da gratuidade da Justiça, que atinge 90% dos casos, as tutelas antecipadas de urgência, as audiências de custódia, que garantem a verificação da legalidade das prisões, entre outros assuntos.

Enquanto diretor do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec) do TJPB, o desembargador também explanou sobre as formas não-processuais de solução de litígios. “O juiz, no Brasil, é um dos que mais produz no mundo, no entanto, a demanda também é muito alta. A cultura ainda é da judicialização, sendo que muitos dos processos podem ser solucionados por outras vias”, afirmou.

Na ocasião, o desembargador lembrou que o TJPB possui atualmente quase 40 Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejuscs) pelo Estado e vem disseminando, assim, técnicas de acordos pré-processuais, de conciliação, mediação e outros. “É preciso uma nova educação voltada aos próprios advogados, que ainda são preparados para litigar. Este paradigma já está mudando, mas ainda vai atingir o seu ápice”, analisou.

A aluna Ana Raquel Pereira de Almeida, da Faculdade de Cajazeiras, esteve, pela primeira vez, no TJPB, acompanhada de colegas do 7º, 8º e 9º períodos do Curso e do professor Paulo Sabino de Santana, coordenador do Núcleo de Prática Jurídica. A estudante considerou a visita um divisor de águas.

“É uma oportunidade única, já que estamos saindo do Laboratório de Direito e, agora, vendo como é toda a estrutura do Judiciário. Está sendo uma grande escola, onde tivemos uma excelente recepção. Aqui, estamos conseguindo diferenciar o que queremos, de fato, para o futuro e qual carreira seguirmos”, pontuou a aluna.

Para o professor de Direito Civil II da Faculdade Três Marias, Hioman Imperiano de Souza, com o Projeto, o Judiciário estadual desmonta a falsa ideia de enclausuramento e reflete abertura. “O TJPB tem propiciado aos alunos de Direito, do 1º ao 10º período, o conhecimento e a visita à Casa da Justiça no Estado, promovendo a eles a noção real da estrutura e da prática. Após esta visita e este diálogo, eles saem daqui com outra visão, principalmente, de que o Judiciário é concreto e atuante em todo o Estado”, enfatizou.

Após a visita ao Pleno, os visitantes se dirigiram ao Salão em que se encontra a galeria de fotos dos ex-presidentes, ocasião em que aprenderam sobre as regras das eleições da Mesa-Diretora do TJPB. Depois, seguiram para o 1º andar do Anexo Administrativo, para visitação e informações sobre o funcionamento das Câmaras Cíveis e Criminal.

Assessoria de Imprensa – TJPB