Arquivo de tag João Pessoa

Ônibus colide violentamente em veículos estacionados no Parque Sólon de Lucena em João Pessoa

Um grave acidente automobilístico foi registrado no inicio da tarde desta terça-feira (05/06/2018), quando um motorista da linha 1602, que faz o percurso Mandacaru/Ilha do Bispo, na Capital paraibana.

Com o impacto, o ônibus atingiu três táxis que estavam parados, quatro pessoas ficaram feridas e foram socorridas.

Fonte: WhatsApp

Luiz Couto cobra providências contra ataque a jornalista paraibana

Na condição de presidente da Comissão de Direitos Humanos, o deputado federal Luiz Couto (PT-PB) cobrou providências às autoridades de Segurança da Paraíba para punir o indivíduo que agrediu verbalmente a jornalista Ludmila Costa, da TV Correio, quando a profissional trabalhava na cobertura da crise dos combustíveis no último sábado (26). Couto encaminhou ofícios ao Secretário de Segurança e Defesa Social da Paraíba e ao Delegado-Geral Adjunto da Polícia Civil solicitando informações sobre o andamento da Ocorrência nº 02871.01.2018.1.00.402, que versa sobre a violência praticada contra a repórter no último dia 26. Os documentos citam que o parlamentar tomou conhecimento do fato através de notícia publicada ParlamentoPB.

“O cerceamento da liberdade de expressão é típico das ditaduras e de momentos de autoritarismo, além de ser evidente desrespeito à Constituição da República, à Declaração dos Direitos Humanos e a outros instrumentos internacionais de direitos humanos”, disse Couto em sua correspondência.

Para ele, o episódio também serviu para esclarecer uma confusão muito comum: “Nós defendemos os direitos humanos, embora queiram dizer que os bandidos é que têm direitos. Claro que não é assim. Todos os cidadãos têm direitos e essa é nossa defesa intransigente. Presto minha solidariedade a Ludmila Costa, que é uma jovem talentosa e batalhadora, muito simpática e que jamais ofenderia quem quer que seja. Estamos vigilantes para que não haja patrulhamento e nem qualquer constrangimento aos jornalistas e a quem quer que seja”, declarou Couto.

O caso – A jornalista prestou queixa na Polícia Civil, onde foi feito um Boletim de Ocorrência contra o agressor, que foi filmado durante a ação. Ela não soube identificar quem era o homem, mas contou que ele defendia a intervenção militar, enquanto ela entrevistava um senhor a respeito das dificuldades para abastecer durante a greve dos caminhoneiros. Irritado, ele interferiu várias vezes na conversa de Ludmila com o entrevistado, até que o interlocutor ameaçou chamar a polícia. “Melhor seria chamar a ambulância porque esse cidadão não está em seu juízo normal”, disse ela. A partir daí, o defensor da intervenção militar passou a proferir vários xingamentos contra a repórter. O entrevistado interveio e deu-lhe um tapa. A confusão, então, foi generalizada.

Ascom do Dep. Luiz Couto

Pagamento dos servidores estaduais tem início nesta terça-feira (29)

O Governo do Estado inicia, nesta terça-feira (29), o pagamento dos servidores estaduais, quando recebem aposentados e pensionistas.

Já na quarta-feira (30), será a vez dos servidores da ativa, incluindo administração direta e indireta.

O pagamento dos servidores estaduais dentro do mês trabalhado é um compromisso que vem sendo cumprido pelo governador Ricardo Coutinho em meio à crise que toma conta do País.

Calendário

29/05 – aposentados e pensionistas

30/05 – servidores da ativa (administração direta e indireta).

 

Secom – PB

Encontro de Influenciadores Digitais é realizado nesta terça-feira em João Pessoa

Publicado em: 22/05/2018 às 02:20HS

João Pessoa-PB: No ponto mais oriental das Américas, tida como uma das cidades brasileiras com os  melhores índices de padrões de qualidade de vida, João Pessoa, capital da Paraíba, será sede do II Encontro de Influenciadores Digitais (EID).

O encontro é idealizado pelo professor Vinnie de Oliveira, fundador da Visual Revolution. Além dele, estarão presentes:  Caito Maia (fundador da Chilli Beans e Shark Thank Brasil); Carini Morandi (resultados digitais); Renan da Resenha (humorista) e Renata Uchôa (digital influencer).

O EID Brasil acontece em sua segunda edição, tendo como objetivo alcançar empresas, profissionais, estudantes, público interessado pelos assuntos e influenciadores digitais de todo o Brasil. Será uma experiência de grande importância para os participantes, bem como uma forma de agregar ainda mais valores nesta profissão do século 21, que são os influenciadores digitais.

Também foi preparado um pocketshow incrível de rock com a banda Lexxxodrive, agregando ainda mais valor ao evento. Afinal conteúdo e música de qualidade é MAAARA!!!

O evento será realizado nesta terça-feira (22), a partir das 19:00HS no Teatro Paulo Pontes, localizado na Rua Abdias Gomes de Almeida, 800 – Tambaúzinho – João Pessoa PB.

As inscrições e demais informações podem ser obtidas pelo site oficial do evento: www.eidbrasil.com.br .

Os valores são:

Sebrae

R$ 79,00

Inscrições até às 15h

Compra 3 Ganha 1 (PROMOÇÃO)

R$ 59,00

Inscrições até às 15h

Entrada Social (+ de 2Kg de alimento)

R$ 90,00

Inscrições até às 18h

1o. Lote (meia-entrada)

R$ 79,00

Inscrições até às 15h

1o. Lote (inteira)

R$ 158,00

Inscrições até às 18h

Assista ao vídeo do Caito Maia falando sobre o evento.

Fonte: Redação, Rádio Rural FM

ESPORTE: Paratleta do Unipê é sinônimo de superação

O Unipê levou mais um ouro nos Jogos Paralímpicos Universitários 2018. O estudante do P1 de Educação Física do Centro Universitário de João Pessoa Paulo Nogueira, sinônimo de superação, chegou ao primeiro lugar do pódio na modalidade Bocha Adaptada. Atualmente, Nogueira, que também é atleta da Seleção Brasileira de Bocha Adaptada, é o bicampeão da categoria nos jogos Paralímpicos Universitários.

O resultado classificou o estudante para o Parapan Universitário, competição da qual ele vai participar caso a modalidade seja incluída. O Parapan Universitário vai ocorrer no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, entre os dias 19 e 29 de julho deste ano.

Três medalhas em menos de um mês

Subir ao pódio não é uma novidade para Paulo. Em menos de 30 dias ele conquistou dois ouros e uma prata. “Conquistei o bicampeonato nos Paralímpicos Universitários; conquistei o ouro na Tríplice Aliança, que é um campeonato regional; e ainda levei o vice-campeonato na cidade de Montréal, no Canadá”, comemorou o aluno-atleta.

A paralimpíada universitária foi a última medalha do atleta, que revelou que a sua preparação para o campeonato internacional de Montréal foi um diferencial para que ele subisse ao pódio representando o Unipê. “Eu já venho de uma competição internacional. Três anos consecutivos eu já compito em nível nacional e, neste ano, consegui me destacar em nível mundial. Fui selecionado para a equipe brasileira e conquistei um mundial no Canadá. Essa conquista do Universitário foi uma importante oportunidade que o Unipê me deu”, disse.

“Estou cotado para ir para o mundial em Liverpool com a seleção brasileira, para o Parapan, se tiver a categoria Bocha, e ainda para Tóquio em 2020. Espero levar o nome do Unipê comigo por onde quer que eu vá”, declarou, orgulhoso, o atleta Unipê.

Trajetória na Bocha

“Tenho seis anos de Bocha. Comecei em 2012, pela Funad. Eu nunca pensei em fazer até que um técnico acreditou em mim e hoje sou tricampeão regional e, agora, alcançando espaço em nível nacional”, revelou Paulo.

O atleta, por muito tempo, nem pensava em entrar para o mundo do esporte. Paulo tem paralisia cerebral, o que limita os seus movimentos, mas não sua capacidade de sonhar. “Sabe aquelas coisas de Deus? Ele coloca alguma coisa na sua vida para colocar rumo à sua vida. Assim foi com a Bocha. Me supero a cada dia e espero continuar conquistando meu espaço devagar, para levar o nome do Nordeste e, agora, o nome do Unipê”, comentou.

Paulo e o Unipê

O sonho encontrou um propósito. Apaixonado por futebol desde a infância, Paulo descobriu seu amor pela Bocha e, em consequência, pela Educação Física. E foi no Unipê que ele encontrou a possibilidade de adquirir e, quem sabe, repassar conhecimentos.

“Escolhi porque eu sou apaixonado pelo Esporte e quando eu descobri que a Educação Física no Unipê tinha cadeira adaptada eu descobri que poderia trabalhar na minha área. Assim eu me interessei mais ainda. Daqui a um tempo, quando pensar em me aposentar, eu quero me aposentar formado, ter outras carreiras para continuar ativo”, disse.

O aluno-atleta complementou destacando o apoio do Unipê para as suas conquistas. “Nunca achei que fosse encontrar o apoio que o Unipê está me dando como atleta. É um orgulho e uma responsabilidade carregar o nome de uma Instituição tão grande no Nordeste e no país. Tenho consciência dessa responsabilidade. Isso me dá ainda mais gás para treinar e querer fazer bonito para essa Instituição, que está acreditando em mim”, finalizou.

Sobre a Bocha

A competição consiste em lançar as bolas coloridas o mais perto possível de uma branca (jack ou bolim). Os atletas ficam sentados em cadeiras de rodas e limitados a um espaço demarcado para fazer os arremessos. É permitido usar as mãos, os pés e instrumentos de auxílio, e contar com ajudantes (calheiros), no caso dos atletas com maior comprometimento dos membros. No Brasil, a modalidade é administrada pela Associação Nacional de Desporto para Deficientes (ANDE).

Fonte: Da redação, com Luis Thales