Arquivo de tag Inquérito

porpjbarreto

MP instaura inquérito para investigar sumiço de R$ 87.567,53 das contas da prefeitura de Triunfo na gestão de Damísio Mangueira

O ex-prefeito de Triunfo, Damísio Mangueira da Silva, é suspeito de fazer desaparecer dos cofres públicos do município antes de repassar o comando para o prefeito eleito, José Mangueira (PTB) – que teve um imbróglio por não assumir o cargo após ser eleito.

“Possível prática de atos administrativos cometidos, em tese, pelo ex-Prefeito do Município de Triunfo, Damísio Mangueira da Silva, consistente no fato de constar, na transição de gestões municipais, um valor em caixa elevado manutenção de elevado saldo em caixa sob a guarda da Tesouraria Municipal, no montante de R$ 87.567,53, tendo, a nova gestão, recebido, apenas, R$ 246,20 (duzentos e quarenta e seis reais e vinte centavos)”, versa trecho do documento.

Em maio de 2014, Damísio chegou a ter o mandato cassado, devido a acusações de abuso de poder e compra de votos nas eleições 2012. José é primo de Damísio.

A promotora de justiça da Comarca de São João do rio do Peixe, Drª. Flávia Cesarino de Sousa Benigno é a responsável pela investigação.

Ela convocou Rosália Pereira de Andrade e Ricardo Mangueira Rodrigues para prestar esclarecimentos.

Com MPPB

porpjbarreto

MPF vai investigar Zé Aldemir e Dra. Paula por conta de contratação de cirurgias

Informação está publicada na edição da segunda-feira (15) do Diário Oficial do órgão

O Ministério Público Federal (MPF) na Paraíba instaurou inquérito civil para investigar o prefeito de Cajazeiras, José Aldemir (PP), a deputada estadual Dra. Paula (PP) – ex-secretária de saúde do município – e a clínica Dom Rodrigues, em razão da contratação de serviços de exames e procedimentos cirúrgicos para vários pacientes.

A informação está publicada na edição da segunda-feira (15) do Diário Oficial do órgão. De acordo com o MPF, o procedimento preparatório que deu origem ao inquérito, surgiu a partir da representação formulada por Alana Patrícia Leite Nogueira.

A portaria, que autoriza a investigação, está assinada pelo Procurador da República Anderson Danillo Pereira Lima.

O MPF não informou o prazo para conclusão deste inquérito.

 

Fonte: Paraíba Já