Arquivo de tag Homenagem

porpjbarreto

Igaracy: prefeito entrega Unidade de Saúde em homenagem ao ex-gestor Dr.Olívio e família lembra trajetória de dedicação

Foi realizado na tarte do último sábado (21.12.2019) a inauguração da nova Umidade Mista de Saúde do município de Igaracy, localizado na Região Metropolitana do Vale do Piancó, que levou o nome do saudoso Dr. Olívio de Assis Bandeira que foi prefeito da cidade entre 1976 a 1982. O evento contou com a participação do prefeito Lídio Carneiro, vereadores, equipe administrativa e diversas autoridades, além da presença emocionante da família do ex-prefeito e homenageado Dr. Olívio.

“Um momento único pra nossa cidade, ao mesmo tempo em que abrimos as portas de um mini hospital, que conta com Salas de internação (masculina, feminina e infantil), sala de fisioterapia, sala de eletrocardiograma, farmácia…, conseguimos hoje também, homenagear um dos grandes homens que passou por aqui e deixou um enorme legado plantando, Dr. Olívio de Assis Bandeira”, disse o prefeito bastante emocionado.

Representando parte da família de Dr.Olívio de Assis Bandeira, seu filho Bernardino Bandeira Lira, destacou em discurso emocionado, o papel humano do ex-prefeito que também era médico e tinha como meta de vida cuidar dos outros. “O médico do povo, dedicou sua vida aos mais necessitados”, afirmou, ao lembrar também que Olívio foi o primeiro médico residente na cidade, chegando lá no ano de 1974.

Ele lembrou também, da trajetória profissional ilibada do seu pai, como diretor do Hospital Alcides Carneiro, em João Pessoa, Superintendente do INSS Campina Grande, presidente da Associação dos Mutuários do Vale do Paraíba (Amvap), dentre outros cargos importantes que exerceu na sua vida pública.

Redação com Assessoria

porpjbarreto

Paraibano Felipe Alcântara e Santanna o cantador, fazem homenagem ao Rei do Baião, Luiz Gonzaga no Dia Nacional do Forró

Para comemorar a data do Dia Nacional do Forró instituída em homenagem ao nascimento do Rei do Baião, Luiz Gonzaga, em 13 de dezembro de 1912, o cantor e compositor paraibano Felipe Alcântara, celebra o autêntico forró com sua nova música e clipe “Vem me dar um cheiro” e show no “Baião In Lisboa Festival” que acontece entre os dias 12 e 15 de dezembro em Portugal.

“Vem me dar um cheiro” está disponível em todas as plataformas digitais e é uma composição do próprio artista em parceria com Abdias Sá que assina também a Direção Musical. “Quero agradecer ao meu parceiro Santanna o cantador que veio para gravar comigo em João Pessoa, muito obrigado. Queremos levar para todo o Brasil nosso autêntico forró que é a maior expressão do povo nordestino”, declarou Felipinho.

Foi em Lisboa que Felipe descobriu sua verdadeira missão na música, e desde o seu retorno ao Brasil resolveu encarar de frente esse desafio, que é ser porta de entrada do forró para novas gerações e para quem nunca ouviu antes. Ao longo de sua história Felipinho teve oportunidade de conhecer muitos palcos, cidades, estados e países.

Felipe Alcântara segue trilhando uma nova fase musical solo e com novos projetos iniciando na carreira de ator.

SOBRE:

FELIPE ALCÂNTARA

Felipe Alcântara, cristão, pai, marido, paraibano, compositor, cantor, surfista de paixão, louco pela família e pela música. Nasceu com o DNA de músico, seu avô era maestro e seu pai deu continuidade a música tocando por diversão diversos instrumentos como cavaquinho, violão, saxofone além de percussão em geral. Desde criança ouvia seu pai e seus tios se encontrando para fazer música, e eles sempre o incentivaram a tocar.

Com 4 anos de idade, Felipe, já tirava os primeiros sons de instrumentos percussivos, aos 9 anos começou a dar os primeiros acordes no cavaquinho com ajuda do seu pai, e desde então não parou mais. Influenciado pelo surf, que passou a fazer parte do seu estilo de vida, Felipe aos 14 anos formou sua primeira banda, que era uma banda de rock chamada Quarto de Apê do qual nunca fez uma apresentação. (hahaha) Ainda nessa época Felipe junto aos amigos começou a animar festas de 15 anos com uma banda de samba que ele passou a participar.

Logo em seguida começou a se interessar pelo forró. A pesquisa e o interesse pelo ritmo foi mais profundo, o levando a participar de alguns trios de forró na época da escola. Ao entrar na universidade, no curso de Turismo (do qual é graduado) teve a oportunidade de morar na Europa, e lá descobriu que a música realmente era o talento que Deus derramou sobre ele. Começou então a fazer voz e violão em bares e restaurantes, tocando músicas em geral, tocava percussão em uma banda de samba (acompanhando Dinho e Rapha Zamorano), tocou forró em Lisboa e Londres ao lado de grandes amigos (Rogerinho do Acordeon, Enrique Matos, e Zeu Azevedo) e teve oportunidade de rodar países como Espanha, Inglaterra, Irlanda, além de Portugal que era onde morava e mais atuava. Ao voltar para o Brasil resolveu assumir a música como profissão, e teve oportunidade de formar um quarteto de forró com Lucy Alves (Os Parahybas), e logo em seguida entrou na banda Os Gonzagas onde durante cinco anos espalhou música pelo Brasil e pelo mundo. Durante esse período teve a oportunidade de retornar a Europa em turnê nos anos de 2014 e 2017. Junto à Os Gonzagas, Felipe também teve a oportunidade de vencer o Festival de Itaúnas – ES, tendo uma música de composição sua em parceria com Carlos Henrique e Yuri Gonzaga, como vencedora do festival.

Ao longo da estrada Felipe pôde dividir o palco com grandes nomes da música brasileira como Elba Ramalho, Chico César, Padre Fábio de Melo, Pinto do Acordeon, Cezinha, Flávio José, Santana O Cantador, Lucy Alves, Tato Cruz (Falamansa), Antonio Barros e Ceceu, entre outros. Em 2015 participou do programa SuperStar com a banda Os Gonzagas, chegando a semi-final, e a partir daí assumiu a missão de levar a música do nordeste para todas as gerações.

Um ano antes do Superstar, Felipe, passou por uma grande dor, a morte do seu pai, e ao mesmo tempo teve um encontro profundo com Deus, o que aflorou no artista o desejo de dar sentido a missão assumida por ele através da música. Atualmente, Felipe dá seus primeiros passos na carreira solo, com a proposta de cantar uma música que nasce a beira mar, e leva uma mensagem de uma maneira leve o amor, a esperança, a fé, a vida e o dia-a-dia de todos nós, pessoas que acreditam em um mundo melhor.

SOBRE:

FICHA TÉCNICA:

Música: Vem me dar um cheiro

Composição: Felipe Alcântara/Abdias Sá

Direção Musical: Abdias Sá

Participação especial: Santanna O Cantador

Gravação e edição: Venâncio Veber e Gabrielle Cardoso

Letra: VEM ME DAR UM CHEIRO

FELIPE ALCÂNTARA – Participação especial de Santanna o cantador.

Tenho dormido pouco

Tenho pensado em você

Estou ficando louco

Louco de tanto querer

Tenho contado as horas

De te ver no meu portão

Mas se você demora

Maltrata o meu coração

Vem me dar um cheiro vem me dar carinho

Que eu te dou primeiro um beijo de mansinho

Vem com teu chamego me trazer a paz

E me dar sossego cada dia mais

Vem me aquecer com um toque de ternura

E pra cada medo me trazer a cura

Vem com teu sorriso afastar a dor

Eu sou doidinho pelo teu amor

Ai ai como te ter é bom

Quando sinto a saudade apertar

Não tento me livrar dela

Faço uma ligação

Abro a porta e a janela

Espero chegar meu dengo

Enquanto canto pra ela

LINKS:

https://www.youtube.com/watch?v=5Sx7SrZ00Og

https://www.letras.mus.br/felipe-alcantara/vem-me-dar-um-cheiro/

Fotos: Felipe Alcântara/crédito: Gabriel Diniz

Fotos: Felipe Alcântara e Santanna o cantador: Gabrielle Cardoso

porpjbarreto

Artistas cajazeirenses e outros paraibanos serão homenageados pela ALPB e receberão a Medalha Centenária Jackson do Pandeiro

Dez artistas paraibanos receberão da Assembleia Legislativa, em data ainda a ser marcada, a Medalha Centenária Jackson do Pandeiro. A propositura do deputado estadual Jeová Campos foi aprovada, por unanimidade, na sessão da última terça-feira (10). O Projeto de Resolução foi incluído para votação na Ordem do Dia depois que a sessão já havia começado. A Medalha que será outorgada aos artistas foi criada em reconhecimento aos 100 anos de nascimento do cantor, instrumentista e compositor paraibano.

Os artistas que serão agraciados com a comenda são: Marcélia de Souza Cartaxo; Maria do Carmo Moreira; Nanego Lira; Soia Lira; Eliezer Filho; Thardely Lima; Lúcio Villar; Suzy Lopes; Jocélio Amaro e Chico Amaro.

“Essa foi uma forma que encontrei de homenagear esses artistas que tão bem representam a Paraíba com muito talento, respeito à cultura e amor à arte. E penso que a Medalha de Jackson do Pandeiro, esse artista que dispensa apresentações pelo conjunto da obra, fará jus ao talento destas personalidades que fazem da arte sua melhor expressão de viver”, justificou o parlamentar que si inspirou em homenageá-los após participar do 14º Fest Aruanda.

Assessoria 

porpjbarreto

Senado Federal ultima detalhes para a sessão que vai homenagear os 250 anos da Catedral de Campina Grande

Membros da Mesa Diretora do Senado Federal estiveram reunidos nesta quinta-feira (05) com o presidente da ‘Comenda Zilda Arns’, Senador Venezia no Vital do Rêgo (PSB-PB) e seus assessores, para ultimar os detalhes da sessão que vai homenagear os 250 anos de fundação da Catedral Diocesana de Nossa Senhora da Conceição, de Campina Grande (PB).

A reunião ocorreu no gabinete do Senador e serviu para que os detalhes da homenagem fossem discutidos. A sessão especial ocorrerá no Plenário do Senado Federal na próxima terça-feira (10) e contará com a presença do Padre Luciano Guedes da Silva, pároco da Catedral, que receberá a homenagem e fará um pronunciamento sobre os 250 anos da Igreja Matriz de Campina Grande.

Presidente da Comenda Zilda Arns, Veneziano também é autor da propositura para a homenagem à Catedral de Campina Grande. Na sessão, outras entidades e pessoas serão homenageadas. A escolha da Catedral foi votada em plenário e aprovada por unanimidade.

Sobre a Comenda Zilda Arnas – A Comenda Zilda Arns foi instituída pelo Senado Federal para agraciar pessoas ou instituições que desenvolvam, no Brasil, ações e atividades destinadas à proteção da criança e do adolescente. Para conceder a homenagem, o Senado considerou o trabalho que a Catedral de Campina Grande desenvolve com crianças e adolescentes, através das ações da Pastoral do Menor.

Ao longo dos seus 250 anos de existência, a Catedral de Campina Grande tem desenvolvido um trabalho pastoral voltado para pessoas carentes em situação de risco social. Em 1996, a Catedral instituiu a Pastoral do Menor, como fruto de um gesto concreto do Encontro de Jovens com Cristo – EJC. Desde então, vem trabalhando com crianças e adolescentes carentes que vivem em situação de risco social, visando a evangelização destas crianças, para que possam construir valores éticos que possibilitem a formação de verdadeiros cidadãos, modificando o curso esperado de suas histórias.

Em mais de duas décadas, a Pastoral do Menor atendeu milhares de crianças e adolescentes com idades entre 6 e 18 anos, muitas sendo recuperadas da condição em que viviam e, hoje, inseridas no mercado de trabalho. A atuação da Pastoral consiste em momentos de oração e espiritualidade, palestras, “rodas de conversas”, apresentação de vídeos educativos e realização de oficinas de música, artes e confecção de brinquedos, visando o fortalecimento da disciplina e a construção da auto estima. Os animadores são jovens e casais pertencentes à paróquia, através de serviço voluntário.

Sobre a Catedral – A Catedral de Nossa Senhora da Conceição de Campina Grande foi criada em 08 de dezembro de 1769 pelo então Bispo de Olinda, Dom Francisco Xavier. Em 1941, por um decreto do Excelentíssimo e Reverendíssimo Senhor Arcebispo Metropolitano Dom Moisés Coelho, foi elevada à categoria de Paróquia Inamovível, isto é, uma Paróquia que não pode deixar de existir. Atualmente, é dirigida pelo Padre Luciano Guedes do Nascimento Silva.

Sobre Zilda Arnas – Zilda Arns Neumann foi uma médica pediatra e sanitarista brasileira. Foi também fundadora e coordenadora internacional da Pastoral da Criança. Recebeu diversas menções especiais e títulos de cidadã honorária no país. Da mesma forma, à Pastoral da Criança foram concedidos diversos prêmios pelo trabalho que vem sendo desenvolvido desde a sua fundação. Em 2012, numa seleção por um formato internacional, Arns foi eleita a 17° maior brasileira de todos os tempos.

Assessoria de Comunicação 

porpjbarreto

Reconhecido mundialmente como um dos melhores interpretes de Michael Jakson, Rodrigo Teaser chega em João Pessoa

O show em homenagem ao Rei do pop é considerado o maior da América Latina

O “Tributo ao Rei do Pop”, considerado um dos maiores shows do mundo, chega a João Pessoa para uma noite inesquecível. Considerado o melhor intérprete de Michael Jackson e o único artista brasileiro a ter o nome divulgado no site oficial do cantor, Rodrigo Teaser sobe ao palco do Teatro A Pedra do Reino, no Centro de Convenções, no dia 21 de dezembro. O espetáculo é o único da América Latina que segue o padrão e aval de Lavelle Smith, coreógrafo que acompanhou Michael Jackson por mais de 20 anos, e conta com coreografias, arranjos e figurinos. A produção local é da LS Entretenimento.

Rodrigo Teaser, cantor e dançarino, foi o único artista a se apresentar por duas vezes na edição do Rock in Rio de 2017. Ivete Sangalo, Seu Jorge, Claudia Leite, são alguns dos artistas consagrados que já dividiram o palco com Rodrigo em homenagem a Michael. Com a atração, o artista se apresentou em programas de TV, especiais no Multishow e levou o maior show do mundo em homenagem ao Rei, para o México, em 2017 e CHILE, em 2018. Além disso,

O tributo traz clássicos emocionantes para o público, como “Billie Jean”, “Thriller”, “Beat it”, “Smooth Criminal” e “Black or White. Cover reconhecido pela Sony Music, o artista foi convidado em 2003 para representar a América Latina no show ‘30th Years of Magic’, em homenagem ao Rei do Pop, em Nova Iorque em que o cantor esteve presente.

Sobre Rodrigo Teaser

Começou a imitar Michael Jackson aos 9 anos de idade em programas de TV infantis como Angélica, Mara Maravilha e outros. Cresceu aperfeiçoando seu trabalho, tornando-se um dos mais respeitados profissionais do ramo.

Tendo em seu histórico várias aparições em TV e shows por todo Brasil e exterior. Cover reconhecido pela Sony Music, foi convidado em 2003 para representar a América Latina no show 30th Years of Magic, em homenagem a Michael Jackson, em Nova Iorque onde o próprio esteve presente.

Pela qualidade de seu trabalho Rodrigo Teaser pôde participar de grandes shows e eventos, até mesmo dividindo o palco com artistas como: Seu Jorge, Ivete Sangalo, Claudia Leite, Vanessa Jackson e outros. Participou de campanhas publicitárias para grandes marcas tanto para TV como para mídia impressa. Único artista brasileiro a ter o nome divulgado no site oficial do cantor. Recentemente teve seu show transmitido AO VIVO pelo canal Multishow, sendo o assunto mais comentado no Twitter nacional e o segundo no Twitter mundial.

Serviço:

Tributo ao Rei do POP – Rodrigo teaser

Data: 21/12

Horário: 21h

Local: Teatro A Pedra do Reino

Ingressos:

Classificação: Livre

Meia: De R$ 50 a R$ 60

Inteira social:  De R$ 70 a R$ 80

Inteira: De R$ 100 a R$ 120

Vendas: www.IngressoDigital.com, Mioche – Mag Shopping, Aleffe Laboratorio Ótico – Centro – João Pessoa/PB.

 

Assessoria

porpjbarreto

Assembleia Legislativa da Paraíba aprova projeto que torna o Bloco Cafuçu Patrimônio Cultural e Imaterial

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou, nesta terça-feira (22), o Projeto de Lei 570/2019, da deputada Cida Ramos (PSB), que torna o Bloco Cafuçu, realizado no município de João Pessoa, como Patrimônio Cultural e Imaterial do estado.

Cida Ramos destacou que um dos Blocos mais irreverentes do carnaval paraibano é elemento identitário e atrativo turístico. “O Bloco Cafuçu contribui para o resgate do carnaval de rua, além de valorizar o nosso Centro Histórico, a partir de uma festa extremamente criativa e popular. Esse importante bloco carnavalesco cresce a cada ano, com a adesão maciça de toda a cidade e até de outros municípios. Os nossos foliões com sua fantasia, alegria e bom humor, auxilia na realização de uma das maiores e mais prestigiadas festas populares e carnavalescas da cidade”, pontuou.

A parlamentar assegurou que o Projeto de Lei visa possibilitar o reconhecimento da importância do bloco para a cultura popular da Paraíba. “Essa iniciativa tem por objetivo também de chamar a atenção dos Poderes Públicos para a preservação da nossa história e dos nossos blocos carnavalescos. A sua importância enquanto elemento que compõe a identidade paraibana é inegável, pois, sobretudo, une classes, cores e representatividades”, disse.

A resistência do carnaval tradição, uma iniciativa das camadas populares, formado pelas escolas de samba, tribos indígenas, blocos de orquestras e troças, que mantinham seus desfiles durante o calendário oficial do carnaval, começou a aportar na segunda metade da década de 1980. O Bloco Cafuçu foi um dos pioneiros na retomada do carnaval da cidade, surgindo em 1990. Juntamente com mais dez blocos carnavalescos, o Cafuçu é responsável pela criação, em 1992, do Projeto Folia de Rua. Agora, o projeto segue para sanção do Governo do Estado.

Assessoria de Imprensa – ALPB

porpjbarreto

Em sua homenagem ao Professor, o deputado Jeová Campos lembrou a todos o que a Educação pode fazer na vida de alguém

No Dia do Professor, o deputado Jeová Campos (PSB), que também é professor licenciado do quadro docente, da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), homenageou a categoria, na manhã nesta terça-feira (15),durante o pequeno expediente da sessão da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB). Em seu discurso, o parlamentar citou a jornada de vida que o levou de feirante a advogado e professor universitário, e agradeceu às suas primeiras professoras. Ele também destacou a importância de se “conquistar” a criança e o adolescente quando se trata de Educação e homenageou o governador da Paraíba, João Azevedo.

O deputado Jeová Campos é prova viva do que a Educação pode fazer na vida de alguém. Filho de agricultores, Jeová trabalhou durante anos como vendedor de alho em Cajazeiras, levando uma vida difícil e de muitas limitações. No entanto, conseguiu terminar os estudos do Ensino Médio, formar-se em Direito e passar para um concurso para professor da UFCG. Hoje, ele está em seu terceiro mandado de deputado estadual e tem a Educação e a defesa da classe trabalhadora como algumas de suas principais bandeiras na ALPB

“Alguém que vendia alho na feira e estudando chegou a uma universidade e, mais que isso, tornou-se professor universitário, só tem o que agradecer pela oportunidade que foi me dada através do estudo”, disse o parlamentar no início. “Então, quando vejo um menino de 15 anos abandonando a sala de aula e caindo no mundo do crime, vejo que faltou conquista. De fato a vida de professor é fácil. É uma luta constante, mas é preciso pensar na formação das novas gerações, inclusive dos novos professores que virão”, avaliou, agradecendo pelo que suas professoras fizeram por ele.

“Minha primeira professora foi dona Maria Vieira Campos, minha mãe. Ela me ensinou o ‘B – A – BA’. Depois dela, minha tia Maria, que foi fundamental para mim e sua presença ainda é constante em minha vida”, lembrou o deputado, não esquecendo também de homenagear o governador João Azevedo. “Parabéns a todos os professores e ao governador João Azevedo, também professor, que não se intimida e investe em Educação como prioridade. Aqui você terá sempre sua defesa”, disse Jeová.

Ao final, Jeová Campos ainda alfinetou colegas de oposição que estão sempre a falar sem o devido conhecimento de causa. “Durante essa homenagem aos professores também é preciso falar para certos alunos a terem cuidado com as palavras que caluniam. Essa é uma lição importante”, concluiu o parlamentar.

Assessoria de Imprensa