Arquivo de tag estadual

porpjbarreto

Encaminhamentos para implantação do teste do pezinho ampliado na Paraíba já começaram a ser adotados confirma deputado Jeová

 Ainda esse ano, as crianças recém-nascidas em unidades da rede estadual de saúde da Paraíba poderão dispor do Teste do Pezinho Ampliado. A realização deste exame foi uma conquista capitaneada pelo deputado estadual Jeová Campos (PSB), autor do Projeto de Lei de n. 1.721/2018, que virou a Lei 11.566, após sanção da proposta pelo governador João Azevêdo, em dezembro do ano passado. Na última terça-feira (04), o parlamentar se reuniu com a dirigente do Laboratório Central de Saúde Pública da Paraíba – LACEN/PB – Marta Rejane Lemos para ver os encaminhamentos da implantação desta política preventiva de saúde pública que fará a diferença no futuro de milhares de crianças paraibanas. “Os trâmites para implantação deste serviço já estão sendo providenciados”, destaca o parlamentar.

“Essa política pública de saúde assegurará aos filhos e filhas do povo paraibano, nascidos em hospitais e maternidades da rede pública de saúde da Paraíba, o direito ao teste de triagem neonatal, na sua modalidade ampliada, possibilitando diagnosticar precocemente várias doenças, proporcionando um tratamento eficiente e imediato. Esses exames hoje só estão acessíveis aos filhos de pais ricos e mais abastados. Eu quero que os filhos dos pobres também tenham acesso a esses exames”, destacou o parlamentar. Atualmente, o teste do pezinho diagnostica apenas nove doenças e com a ampliação ele poderá identificar até 30 patologias.

De acordo com a dirigente do Lacen, ainda não há uma data definida para a disponibilidade dos testes em função da necessidade de se cumprir todos os trâmites burocráticos que qualquer compra governamental requer. “A partir da próxima semana vamos receber as especificações dos testes, para podermos abrir um processo de registro de preços, solicitar o encaminhamento dessa demanda a Secretaria de Saúde que, por sua vez, encaminha para a central de compras do estado a solicitação. Depois é aberta a licitação para escolha da empresa que vai fornecer os equipamentos em regime de comodato e os kits para a realização dos testes”, explica Marta Rejane.

Ainda segundo ela, a empresa vencedora da licitação, também deverá treinar os técnicos do laboratório na operacionalização dos equipamentos e na realização dos testes que são todos feitos na sede do Lacen. “A coleta é feita nas unidades de saúde do estado que encaminham as amostras para o laboratório”, reitera Marta Rejane, lembrando que a Paraíba tem em torno de 200 unidades referência coletoras de amostras do Teste do Pezinho, entre UPA’s, Maternidades e Hospitais.

Segundo o parlamentar, essa iniciativa resultará ainda numa substancial racionalização dos gastos públicos com a assistência médico-hospitalar. “A maioria dos pacientes atingidos pelas doenças, terminam toda a sua vida sob os cuidados do SUS – Sistema Único de Saúde, gerando um ônus financeiro nada desprezível”, destaca o parlamentar, lembrando que o governador foi sensível a causa quando sancionou a matéria. “João conseguiu enxergar a amplitude que essa iniciativa terá”, lembrou Jeová.

O teste do pezinho ampliado vai tornar possível o diagnóstico precoce das seguintes patologias: Fenilcetonúria e outras aminoacidopatias, Hipertireoidismo congênito, Hiperplasia Adrenal, Galactosemia, Deficiência de Biotinidase, Toxoplasmose Congênita, Deficiência de G6PD, Fibrose Cística, Anemia Falciforme e outras Hemonoglobinopatias e Leucinos. A Lei estabelece que os testes de triagem neonatal deverão ser aplicados na alta hospitalar, independentemente, das condições de saúde do recém-nascido e que os resultados sejam encaminhados aos pais, num prazo de até 15 dias, a contar da data de coleta do material.

 

Assessoria 

porpjbarreto

Aprovados em seleção para estágios no Judiciário estadual serão convocados a partir desta segunda (20)

Candidatos aprovados na seleção para estágios nas diversas unidades do Poder Judiciário da Paraíba começarão a ser convocados a partir desta segunda-feira (20). Na mesma data, será publicado, no Diário da Justiça eletrônico (DJe), o Ato da Presidência nº 05/2020, dispondo sobre a distribuição das 450 vagas de estágio do Programa em toda a Justiça estadual paraibana e alterando a distribuição disposta no Ato nº 19/2019.

O resultado definitivo do processo seletivo, iniciado no dia 17 de outubro de 2019, foi divulgado no site do Centro de Integração Empresa Escola (CIEE) nessa quinta-feira (16). A convocação para o exercício do estágio será feita pelo Centro, por meio de contato telefônico e/ou e-mail do candidato selecionado, que deverá se apresentar no prazo máximo de dois dias úteis da data da convocação.

Nos termos do edital, o resultado servirá para preenchimento das vagas existentes atualmente no Estado, bem como para formação de cadastro de reserva, a ser utilizado pelo órgão segundo sua necessidade e conveniência, para preencher as vagas de estágio durante o período de validade do processo.

Segundo o edital publicado, puderam se inscrever estudantes de nível superior, matriculados nos cursos de Administração de Empresas, Arquivologia, Bacharelado em Educação Física, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, Direito, Engenharia Civil, Estatística, Fisioterapia, Gestão da Tecnologia da Informação, Gestão em Rede de Computadores, Gestão Pública, História, Informática, Pedagogia, Psicologia, Publicidade e Propaganda, Relações Públicas e Serviço Social e Técnico em Informática.

O processo foi realizado pelo CIEE, viabilizado pelo Contrato nº 015/2019, celebrado entre o Centro e o TJPB. O estágio tem duração de um ano, podendo ser prorrogado por igual período e será automaticamente cessado com a formatura ou colação de grau do estagiário, caso essa ocorra antes do término do prazo de duração do referido estágio.

A relação dos estudantes aprovados no processo consta na página do CIEE, no endereço:
 https://portal.ciee.org.br/processos-seletivos-especiais/tj-pb-out19/

Também é possível acessar, clicando nas listas abaixo:

Anexo 1 (nível médio, Informática)
Anexo 2 (nível superior, vários)
Anexo 3 (pessoas com deficiência)

Por Gabriela Parente / Gecom – TJPB

Arquivos Anexos:

Os arquivos disponibilizados acima estão nos seguintes formatos: .pdf. Para saber mais sobre como visualizá-los, clique aqui.

 

TJPB

porpjbarreto

Agricultores mostram potencialidades do campo e fortalecimento da apicultura paraibana

O Governo do Estado promoveu, na última terça-feira (10), na Praça da Bandeira, em Campina Grande, a Mostra Regional da Agricultura Familiar e 3ª Feira Estadual do Mel, com agricultores de municípios da região, visando a troca de experiências e discussão sobre a cadeia produtiva da apicultura e o fortalecimento da agricultura familiar. Também compareceram artesãos e produtores de queijo caprino.

Os dois eventos partiram da Empresa Paraibana de Pesquisa, Extensão Rural e Regularização Fundiária (Empaer), vinculada à Sedap, abertos pelo presidente da Empaer e da Associação Brasileira das Entidades Estaduais de Assistência Técnica e Extensão Rural (Asbraer) Nivaldo Magalhães.

O gerente regional da Empaer de Campina Grande, Ailton Francisco dos Santos, disse que a finalidade da Mostra e da feira do mel foi permitir a troca de experiências e de informações acerca de empreendimentos, com espaço de exposição e comercialização dos produtos da agricultura familiar. Estavam expostos produtos provenientes dos 22 municípios integrantes da região administrativa da Empaer em Campina Grande e de municípios vizinhos.

Segundo Nivaldo Magalhães, a Mostra da Agricultura Familiar foi uma comprovação da força do setor na Paraíba, especificamente na região da Borborema, dando uma demonstração de que a produção agrícola de base familiar está cada vez mais consciente de sua presença no cultivo de uma alimentação saudável.

A 3ª Feira Estadual do Mel contou com presença de apicultores de vários municípios, também se constituiu em um momento importante para a discussão sobre o fortalecimento da apicultura paraibana que se encontra em fase de expansão.  O Governo do Estado tem ações que vão expandir o mercado de mel de abelhas na Paraíba, que se destaca no cenário nacional. A produtividade das colmeias que hoje, na Paraíba, é de 17,6 kg de mel por colmeia/ano, deve chegar a uma produtividade de 40 kg de mel por colmeia/ano no primeiro ano, até atingir os 60 kg nos anos consecutivos. A Paraíba tem uma produção anual em torno de 650 toneladas de mel, segundo estudos do IBGE de 2013/2014, tendo como base pesquisa da antiga Emepa/BNB.

O presidente da Empaer e da Asbraer, Nivaldo Magalhães, lembra que a Paraíba tem condições de fazer da apicultura uma das principais atividades, desde o mel tradicional, utilizado para adoçar comidas e bebidas, até a linha fitoterápica, com xaropes acrescidos de mel e própolis, agrião, romã ou gengibre.

Participaram do evento, agricultores dos municípios de Alcantil, Aroeiras, Barra de Santana, Barra de São Miguel, Boa Vista, Boqueirão, Cabaceiras, Campina Grande, Caturité, Fagundes, Gado Bravo, Lagoa Seca, Massaranduba, Natuba, Olivedos, Pocinhos, Queimadas, Riacho de Santo Antônio, Santa Cecília, São Domingos do Cariri, Serra Redonda e Umbuzeiro, todos que recebem têm assistência técnica da Empaer.

Dia do extensionista – Na mesma ocasião, foi lembrado o Dia do Extensionista, comemorado em todo o País na sexta-feira (6), entretanto na Paraíba, o Governo do Estado juntamente com a Sedap e a Empaer, realizaram as comemorações dentro da programação da Mostra Regional da Agricultura Familiar e da 3ª Feira Estadual do Mel. Na Paraíba, são 512 extensionistas que atuam nos 223 municípios, à disposição dos agricultores.

Para lembrar a data, foi lançado o segundo volume livro “Extensão Rural: Experiências, Pesquisas e Sindicalismo”. Organizada pelos extensionistas Ailton Francisco dos Santos e Gustavo José Barbosa, a obra é uma coletânea de artigos de vários autores, com apoio do Sinavez e Sinter, sindicatos que congregam os servidores da Empaer.

Assessoria

porpjbarreto

Equipe de motocross de São João do Rio do Peixe vence na categoria MXF/Feminino em Apodi/RN

Em evento de motocross realizado no último domingo (1º de dezembro), na cidade de Apodi/RN, a Equipe São João Cross, venceu na categoria MXF/Feminino.

Na oportunidade foram idealizados no mesmo dia, o Final do Campeonato Estadual, Final da Copa União e Semifinal da Copa Altoestana de Motocross.

Ambas as competições foram realizadas em Apodi, no Alto Oeste Potiguar.

Abaixo, as categorias e colocações:

Categoria Mirim

1-João Eduardo

2-Feli Cruz

3-Samuel

4-Décio Filho

5-João Antônio

 

MX Intermediária

1-Athalo Brito

2-

3-Vitor

4-Yuri

5-Abraão

 

Categoria Iniciante

1-David Esdras

2-Boy Gás

3-Angry

4-Luan

5-

 

MXF

1-Simony (Equipe São João Cross)

2-Clica

3-Rayonara

4-Wanessa

5-Donatela

 

MX4

1-Bruno Alencar

2-Pedro Bala

3-Gil

4-Nego

5-Genildo

 

MX3

1-Bruno Alencar

2-Pedro Bala

3-Gaúcho

4-Urubu

5-Isaías

 

MX2

1-Gustavo Amaral

2-Athalo Brito

3-Janiedson

4-Emerson Lira

5-Wendel

 

Nacional Pró

1-Pinto

2-Mácio Jr.

3-Janiedson

4-Fabio Raniere

5-Emerson Lira

 

CG Pró

1-Ozanildo

2-Netinho

3-Felipe Motor

4-Edigley

5-Yuri

 

MX5

1-Hipólito

2-Violante

3-Jaci

4-Genildo

5-Nelson

 

200

1-Novinho

2-Fabio Raniere

3-Bagaceira

4-Atila Jr.

5-Dayvid

 

Categoria Júnior

1-Vitinho

2-João Filho

3-

4-Neguinho

5-Caique

 

Nacional Open

1-Márcio Jr.

2-Isaías

3-Bruno Alencar

4-Gaúcho

5-Atila Jr.

 

MX1

1-Pinto

2-Tallys Nathan

3-Mácio Jr

4-Fristo

5-Gustavo Amaral

 

Por Barão Sports