Arquivo de tag curso

porpjbarreto

Santa Rita ganha campus do IFPB e estuda a implantação de curso para atender às demandas da região, dentre elas, a cana-de-açúcar

A inauguração do campus do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) em Santa Rita, no último dia 10, abre um leque de possibilidades para a região que já tem um parque industrial desenvolvido com usinas de cana-de-açúcar, água mineral e fruticultura. Sendo a quarta maior economia do estado, a tendência é que em breve o campus de Santa Rita abrigue cursos voltados a atender à demanda econômica da localidade. O curso Tecnólogo de Produção Química é um exemplo do que vem por aí e que deve dar um upgrade às indústrias ali instaladas, principalmente, às de cana. O curso ainda está em estudo e é uma possibilidade após aprovação em Conselho, para 2021.

A direção da Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba – Asplan apoia a implantação do curso e elogiou a iniciativa da instituição. “A cultura canavieira é de suma importância para a Paraíba e, especialmente, para Santa Rita que é uma das principais regiões produtoras do Estado”, afirmou o presidente da Asplan, José Inácio de Morais.

Segundo o engenheiro químico e coordenador de Estágio e Relações Empresariais do IFPB – Santa Rita, Luzielson Baracho Ribeiro, com uma nova estrutura que teve o investimento de R$ 11.030.776,92, numa área de 5.740,96m², com dois blocos acadêmicos, laboratórios, um bloco administrativo, infraestrutura para reservatórios de água e urbanização, o campus agora estuda a abertura de cursos superiores voltados às potencialidades locais. “Aqui, nós temos um forte parque de usinas de cana, temos a água mineral e a fruticultura com o abacaxi e o coco muito fortes. Queremos crescer com esses mercados e atender às suas demandas profissionais, por isso nossa atenção está voltada também com esse foco”, comentou o coordenador.

Para ele, o curso de Produção Química atende bem a esse mercado em Santa Rita. “Diferente da Produção Sucroalcooleira que tem na UIFPB, a Produção Química abrange muitas culturas e processos. Na cana, por exemplo, o profissional poderá ser aproveitado na produção de bioenergia através da levedura, do CO2, do Sisal, do Agave, etc. Além, lógico, atuar com o próprio ATR. Além disso, também poderá atuar com a água mineral, que é muito forte em Santa Rita e a cultura do abacaxi e do coco. Ou seja, um profissional que vai agregar e muito a qualquer empresa”, defendeu Luzielson, acrescentando que 90% dos alunos do campus são de Santa Rita mesmo.

“O nosso campus já é o primeiro a ter o programa Jovem Aprendiz. Temos laboratórios e estamos investimento na compra dos equipamentos. A ideia é oferecer uma grande demanda por profissionais qualificados que moram no município”, destacou ele, lembrando que só para o mercado da cana, a Paraíba possui oito usinas distribuídas nos municípios de Caaporã, Pedras de Fogo, Santa Rita, Mamanguape e Rio Tinto. As plantações de cana-de-açúcar se estendem por 26 cidades na faixa litorânea e algumas localidades na microrregião do Brejo paraibano, onde o produto é destinado à produção de cachaça.

Para o presidente da Asplan, José Inácio de Morais, esse é um curso que vai incrementar a indústria Sucroalcooleira do estado. “Em produção a Paraíba só perde para Alagoas e Pernambuco. Empregamos quase 30 mil pessoas em épocas de safra como agora. Somos um dos principais pilares da economia do Estado. Nada mais natural que se tenha algo em nossas academias voltado ao segmento. Então, nós da Asplan, louvamos muito a iniciativa do IFPB. Será muito importante formar profissionais capacitados para trabalhar na indústria química, por meio de análises físico-químicas e biológicas”, comentou José Inácio. Na inauguração do novo campus de Santa Rita a Asplan foi representada pelo engenheiro agrônomo da entidade, Luis Augusto.

Estrutura

O prédio fica no km 42 da BR-230, no bairro Alto das Populares. O Campus Santa Rita do IFPB iniciou sua história em 2014 e funcionava em uma estrutura alugada. Lá, atualmente, tem dois cursos técnicos integrados ao Ensino Médio: Informática e Meio Ambiente. A unidade conta com grupos de pesquisa e de extensão e projetos na área de inovação. O Curso Tecnólogo em Produção Química será o primeiro superior do campus a funcionar em uma estrutura que conta com  blocos acadêmicos, 16 salas de aula, Laboratórios de Automação e Instrumentação Industrial, Açúcar e Álcool, Metrologia, Microbiologia, de Desenho – CAD, Metrologia Elétrica, Metrologia Dimensional, Química, Física, Biologia, Matemática, e três Laboratórios de Informática. Os prédios possuem ainda Coordenações de Curso e Sala de Professores.

Assessoria de Comunicação

porpjbarreto

Curso realizado em João Pessoa ensina como investir na Bolsa de Valores

Suelle Ribeiro, mais conhecida como Fiona Trader, é “Day Trader” profissional e será responsável por ministrar o curso entre os dias 16 e 22 de dezembro

Entre os próximos dias 16 e 22 de dezembro, será realizado na cidade de João Pessoa o curso “Como iniciar na Bolsa de Valores”, ministrado pela Day Trader profissional, Suelle Ribeiro, mais conhecida como Fiona Trader. O curso terá carga horária total de 35 horas/aula e tem como público alvo qualquer pessoa que esteja querendo “mudar de vida”, através de um mercado que está cada vez mais em ascensão no Brasil, o de investimentos.

As aulas serão ministradas de segunda a sexta-feira, das 19h às 22h e no sábado e domingo, de forma intensiva, das 08h às 18h, no escritório de Fiona localizado na Avenida Bahia, nº 644, no Bairros dos Estados. É necessário que o aluno possua computador com mouse de Gamer 2400 DPI e celular com espaço para baixar app’s. As vagas são limitadas!

Dentro do programa do curso o aluno aprenderá como se tornar um “Day Trader”; a pensar como um investidor; como funciona o mercado e as corretoras em relação aos clientes; como escolher uma ação; como aguçar a criatividade e entender os gráficos; Aprenderá ainda a usar a plataforma na prática, bem como, utilizar a melhor estratégia, perdendo menos tempo e fazendo mais dinheiro.

De acordo com dados divulgados recentemente, em setembro a bolsa de valores brasileira atingiu o incrível número de 1,441 milhão de investidores, um avanço de 89% em apenas 12 meses, período em que as ações listadas no Ibovespa tiveram alta de quase 30%. Um dos motivos para que fosse atingido esse percentual foi a baixa recorde da taxa Selic, que empurrou recursos da renda fixa para o mercado de ações.

Diante deste cenário e da procura cada vez maior de pessoas querendo investir no mercado de financeiro, além da escassa fonte de informação sobre o assunto, o curso “Como iniciar na Bolsa de Valores” será um divisor de água na vida de quem planeja se tornar um investidor. “Quem se inscrever no curso irá aprender a investir de forma agressiva e sustentável, sem fórmulas extravagantes, mas com atenção e foco no que realmente é prioritário para ganhar dinheiro todos os dias no mercado financeiro”, ressalta Fiona.

O que é o Day Trader?

É uma modalidade que acontece na Bolsa de Valores, conhecido por sua rapidez e agilidade, porque é focada no curtíssimo prazo. Ela consiste em comprar um ativo e vendê-lo no mesmo dia, buscando o lucro. Esse tipo de operação é comum com ações, opções ou mercado futuro, e pode durar de minutos a algumas horas.

Normalmente, o investidor que realiza esse tipo de operação espera pequenas variações no preço em pequeno espaço de tempo, aproveitando apenas uma parte do movimento e realizando diversas operações ao longo do dia. Para a realização de daytrades, o tipo de análise mais utilizada é a análise técnica ou gráfica.

Conhecendo Fiona

Suellen Ribeiro é natural de Natal, no Rio Grande do Norte, formada em Ciências Contábeis pela Universidade Potiguar. Tem experiência em contabilidade ambiental com ênfase na elaboração do GRI (Global Reporting Initiative). Em 2013, conheceu o mercado da bolsa de valores e passou a conviver com pessoas que investiam. A partir deste momento começou a estudar com foco na área, passando a fazer também investimentos de baixo risco, como: renda fixa e tesouro direto. Mas continuava trabalhando como contadora e não focava em investimentos de forma profissional.

Em 2017, decidiu que queria mudar de vida e buscou se aprimorar no mercado de investimentos. Viajou para São Paulo onde fez vários cursos, entre eles o “Day Trader”, específico para operar no mercado futuro do dólar e mini-índice. Em 2018 já trabalhava de forma profissional na bolsa. Nesse mesmo ano transformou o escritório pessoal em escritório de traders passando a ensinar e compartilhar os seus conhecimentos com outros investidores.

Neste mesmo ano foi convidada a dar aula numa escola onde ensinava a investir na plataforma ProfitChart Pro. A partir de então descobriu que amava o ofício e passou a ensinar como ela opera no mercado, promovendo vários cursos em Natal, lotando todas as turmas que abre. “Tem muita gente querendo investir, mas a maioria não sabe nem como começar”, destaca Fiona que pretende fazer da cidade de João Pessoa um novo polo do investimento na bolsa de valores.

Para mais informações sobre o curso o interessado deve entrar em contato pelo Whatsapp, no número (84) 99819-8288.

Informações Adicionais:

Curso: Como iniciar na Bolsa de Valores

Data: de 16 a 22 de dezembro

Horário: De segunda a sexta-feira, das 19h às 22h

Sábado e Domingo, das 08h às 18h

Local: Avenida Bahia, nº 644, no Bairros dos Estados

Professora: Suelle Ribeiro (Fiona Trader)

Contato: (84) 99819-8288

Instagram: @fionatrader

 

Assessoria 

porpjbarreto

Senac de Cajazeiras está promovendo curso em técnicas de qualidade no atendimento ao cliente

O SENAC Cajazeiras está oferecendo uma excelente oportunidade para empreendedores que desejam investir na melhoria da prestação de seus serviços.

Considerado um dos mais importantes fatores de competitividade do mercado, o atendimento de qualidade ao cliente torna-se uma prática indispensável para o crescimento dos negócios.

O curso oferece técnicas de atendimento baseadas nos princípios da qualidade, sabendo identificar o cliente e suas necessidades, lidar com reclamações e encaminhar as soluções dos problemas com habilidade e postura, prestando serviços com agilidade, qualidade e cortesia.

Início: 03/12/2019

Horário: 18h00 às 22h00

Carga horária: 30 H

Investimento: R$ 94,00

Matrículas e/ou esclarecimento: (83) 99971-3715.

Assessoria

porpjbarreto

Aberto processo seletivo para curso ‘Técnico em Agronegócio’ do Senar

O Senar Paraíba está com inscrições abertas para o processo seletivo do curso ‘Técnico em Agronegócio’, na modalidade semipresencial, com oferta de 60 vagas nos polos de Alagoa Grande e Campina Grande. O curso é gratuito e oferece 1.975 vagas em todo país, distribuídas em 81 polos.

No ato da inscrição, o candidato deverá anexar o histórico escolar, entre outros documentos. Além de indicar o polo de ensino para participar das aulas presenciais. O prazo vai até o dia 22 de janeiro de 2020 e o cadastro deve ser feito pelo site senar.org.br/etec. Acesso o edital.

O curso Técnico em Agronegócio tem carga horária de 1.230 horas e está dividido da seguinte forma: 80% é feito a distância e 20% com aulas presenciais, no polo indicado pelo candidato aprovado.

Ao longo do curso, o participante estudará técnicas de gestão, de comercialização e aprenderá como atuar na execução de procedimentos para planejar e auxiliar na organização e controle das atividades de gestão do negócio rural.

Antes de efetivar a inscrição, os candidatos devem ler o edital atentamente, pois o sistema aceita somente uma inscrição por CPF e não permite edição após o envio dos dados.

Para mais informações entre em contato pelo telefone 3048-6050.

Serviço:
O que: Processo seletivo curso Técnico em Agronegócio
Data: De 27/11/2019 a 22/01/2020
Link para acessar o edital e efetivar a inscrição: http://etec.senar.org.br/

 

Assessoria de Comunicação Sistema Faepa/Senar-PB

porpjbarreto

Deficientes visuais recebem curso de auto-maquiagem em Campina Grande

Onde tem amor tem beleza. Com este mote, dez mulheres deficientes visuais tiveram uma tarde diferente, repleta de auto-estima, empoderamento e alegria, no Shopping Luíza Mota, em Campina Grande. Elas receberam gratuitamente aulas de como se maquiar, a partir do toque no rosto, nos produtos e nos pincéis. O momento especial foi promovido pelo Boticário. Em mesas separadas, com a ajuda de auxiliares da marca, cada uma das mulheres aprendeu o passo a passo, desde o preparo, com a limpeza da pele, até a aplicação da base, corretivo e finalização com batom. Uma das participantes foi a estudante Brenda Feitosa. Para ela, a oportunidade foi a realização de um sonho. “Eu sempre tive o sonho de aprender a me maquiar sozinha para me tornar ainda mais independente e este projeto me proporcionou isso. Me senti linda, maravilhosa e cheia de vida. Eu só tenho a agradecer pelo convite de participar desta iniciativa que reuniu tantas mulheres incríveis para reforçar que a beleza está em nós”, celebrou.

As aulas foram ministradas pela maquiadora  Mayara Cavalcanti, da cidade de Esperança.  “Foi um convite que me emocionou muito. Eu estudei muito, assisti vários vídeos para me especializar na didática que seria ministrada no evento”, conta Mayara. “Vê-las felizes, empoderadas e com a autoestima lá em cima foi emocionante. Não poderia estar mais feliz com o resultado lindo desta uma experiência. É um projeto lindo que, realmente, proporciona um momento único a todas essas mulheres”, contou a maquiadora. “É muito gratificante ter a oportunidade de proporcionar um momento único para essas mulheres e mostrá-las que há beleza também nas diferenças. Nós colocamos em prática iniciativas de inclusão dentro e fora da empresa e isso nos motiva a incentivar cada vez mais pessoas. A missão de reforçar o propósito e os valores da marca, que são sempre pautados no respeito, empatia e amor ao próximo, foi cumprida”, reforçou Glênia Gentil, diretora comercial da Gentil Negócios, franqueada O Boticário de Campina Grande.

Vida nas palavras – Para deixar o momento ainda mais especial, as deficientes ouviram o flash talk  da professora especialista em Gestão Estratégica e Mestre em Desenvolvimento Regional, Hérica Cabral, sobre valores humanos.  “Foi uma tarde perfumada, linda e especial, que trouxe tantos ensinamentos pra gente. Tivemos a oportunidade de reforçar a importância do amor, empatia e respeito como valores essenciais na nossa vida”, conta. Segundo ela, em um cenário que grande parte das empresas se preocupam apenas com lucro e cumprimento de metas, esta iniciativa é surpreendente e emocionante. “O amor, empatia, compaixão, boas maneiras e gentileza não são temas muito valorizados nas grandes empresas, que focam mais nos afazeres e valores econômicos. Por isso, estou muito feliz e realizada de participar desta ação, principalmente pelo fato de não ter conhecimento de outras ações como esta. Acredito que hoje, O Boticário, é pioneiro nesta iniciativa”, declara Hérica. As participantes puderam conferir, posteriormente, ainda a apresentação musical da banda do Instituto dos Cegos da Paraíba.

Assessoria de Imprensa

porpjbarreto

Sine-CG Capacitando vai oferecer curso “Excelência em Vendas” para duas turmas

Devido a grande procura por parte dos trabalhadores para participação no curso “Excelência em Vendas”, ministrado nesta quarta e quinta-feira, dias 30 e 31, no Sine Municipal, o coordenador Hércules Lafite, juntamente com a direção da Faculdade Rebouças, decidiram formar uma nova turma para as 93 pessoas que ficaram na lista de espera. O curso, para esta segunda turma, será realizado nos dias 6 e 7 de novembro, no auditório do Sine, das 9h ao meio-dia.

Na manhã desta quarta-feira, 30, Hércules Lafite (Sine Municipal) deu as boas vindas aos 87 participantes do Curso Excelência em Vendas, resultado de uma parceria do programa Sine-CG Capacitando e a Faculdade Rebouças. Também participaram da abertura do curso os dirigentes da faculdade.

O curso é ministrado pelo consultor do Sebrae e professor da Faculdade Rebouças, Sharles Aguiar. Segundo ele, durante o curso, os alunos aprenderão que um bom vendedor deve ser ético, criativo, paciente, além de possuir conhecimento técnico, saber tratar e atender ao público, ser gentil, cordial e educado.

“A gente deve imaginar que, no curso de vendas, os trabalhadores têm que ser preparados. Quando se fala de venda, inclui o atendimento ao cliente, um atendimento com excelência. O trabalhador deve estar preparado para o novo comportamento do consumidor”, disse o professor Sharles Aguiar.

Durante o curso, o professor abordará questões para que o participante saiba que o curso de técnica de vendas atual é diferente do realizado há dez anos. O vendedor tem que entender sobre custos, tem que ter relacionamento, tudo isso vai ser abordado, o atendimento, como se fazer perguntas adequadas. O vendedor deve ter paciência, cordialidade, gentileza, saber personalizar sua venda e saber captar os clientes.

O curso, ministrado pela Faculdade Rebouças, é para preparar a pessoa para o mercado de trabalho. A previsão é que, neste final de ano, a cidade ofereça mais de 300 vagas só no comércio em Campina Grande. Para obter uma vaga, o trabalhador deve estar capacitado. Ao final do curso serão entregues os certificados aos trabalhadores participantes.

Assessoria de Comunicação – PMCG

porpjbarreto

Curso de formação de conciliadores termina e marca chegada de nova coordenadora do Cejusc da JFPB

Terminou nesta sexta-feira (25), no edifício-sede da Justiça Federal na Paraíba (JFPB), em João Pessoa, a parte teórica do curso de formação de conciliadores para os 15 novos integrantes do Centro Judiciário de Solução Consensual de Conflitos e Cidadania (Cejusc). A capacitação, realizada durante toda esta semana, foi marcada pela chegada da nova coordenadora do Centro, a juíza federal Adriana Carneiro da Cunha, recém-nomeada para a função. Nessa quinta-feira (24), a magistrada recebeu, oficialmente, as boas vindas do então coordenador, o juiz federal Bruno Teixeira de Paiva, em evento realizado com os envolvidos.

De acordo com a juíza, o momento é, principalmente, de agradecimento. “Temos que agradecer as pessoas que colaboraram para que o Cejusc se firmasse como esse Centro que já nasceu com o propósito do bem servir. Registro a atuação exitosa e competente do juiz federal Bruno Teixeira de Paiva, que soube dar continuidade ao trabalho até então desenvolvido pelo coordenador anterior, o magistrado Rogério Abreu”, declarou, destacando, também, o esforço coletivo da equipe.

O juiz federal Bruno Teixeira de Paiva agradeceu as palavras e disse estar convicto de que a nova coordenadora fará um trabalho humano e sensível à causa. “Aproveito para agradecer aos colegas que fizeram parte desse período em que estive na coordenação e externo o meu apoio aos novos conciliadores como diretor do Foro, função que, até então, conciliava com a de coordenador do Cejusc”, enfatizou.

O conciliador Júlio César de Aguiar Cruz falou em nome do grupo que trabalha diretamente nas salas de audiência. “É gratificante saber que contribuímos para que, ao final de muitos dias, a totalidade de acordos seja atingida. Isso é um marco que nos faz refletir sobre a nossa dedicação à pacificação social”, disse.

Homenagens

Durante o evento de boas vindas à nova coordenação do Cejusc, a juíza federal Adriana Carneiro da Cunha homenageou o magistrado Bruno Teixeira de Paiva com a entrega de uma placa de reconhecimento ao seu trabalho à frente da unidade. O supervisor do Cejusc, Marconi Araújo, também entregou uma placa de homenagem ao diretor do Núcleo Judiciário, Ricardo Correia; e o servidor Sandro Calaço homenageou a conciliadora Kelly Rodrigues de Lima Xavier, que representou os demais integrantes do grupo.

Parte prática do curso

Encerrada a parte teórica do curso de formação, os novos conciliadores participarão, agora, do estágio supervisionado, com carga horária de 60 horas-aula, requisito para a posse na referida função. Essa próxima fase está prevista para ocorrer no início da Semana Nacional de Conciliação 2019, que acontecerá no período de 04 a 08/11.

 

Assessoria de Comunicação 
Justiça Federal na Paraíba – JFPB

porpjbarreto

Curso apoiado pelo Creci-PB atrai profissionais de várias cidades do Sertão da Paraíba

“O número de inscrições registrado foi dos mais significativos e isso reflete todo o trabalho que o Creci-PB tem feito para profissionalizar as ações dos corretores de imóveis em todo o estado da Paraíba”. A afirmação, do experiente engenheiro e professor João Diniz Marcello se deu na noite da última segunda-feira (21), no auditório do Hotel JK, na cidade de Patos, durante a abertura de curso por ele ministrado para corretores de imóveis e engenheiros da Região, sobre avaliação e perícia mercadológica.

Ao final do curso, que será encerrado nesta quarta-feira (23), com uma aula prática (de campo), os alunos aprovados estarão habilitados a realizar perícias e avaliações judiciais e extrajudiciais, num mercado de trabalho extremamente rentável e gratificante.

A relevância do tema e a qualificação do professor atraíram participantes de vários municípios da Região em busca de se reciclar e aprimorar conhecimentos, a exemplo do jovem corretor de imóveis Francisco Júnior Silva Sousa, de São José da Lagoa Tapada e Jucélio Rocha de Lima, de Sousa, que está prestes a abrir uma imobiliária com a esposa e parabenizou Rômulo, por incentivar e apoiar iniciativas como essa no Sertão.

Dessa região, mais precisamente da cidade de Cajazeiras, o corretor de imóveis Humberto Dantas Cartaxo Júnior, nem bem chegou de um Congresso de Direito Imobiliário, em São Paulo e percorreu 300 Km para fazer pelo quinta vez esse curso, ao qual não poupou elogios e recomendou.

Um outro participante foi o inspetor do Crea-PB na cidade de Patos, Antônio Alves de Lima Júnior, que, além de enaltecer a importância do evento, manifestou a disposição do Órgão em firmar parceria com o Creci-PB, para oferecimento de outros cursos, sobre, por exemplo, inferência estatística, em atendimento a vários pedidos de Patos.

Assessoria de Imprensa – Creci-PB

porpjbarreto

‘Conhecendo o Judiciário’ recebe 33 alunos do Curso de Direito de instituições da Capital e de Cajazeiras

Mais uma edição do Projeto Conhecendo o Judiciário foi realizada na tarde desta segunda-feira (21), com 33 alunos do Curso de Direito – 17 da Faculdade Três Marias (João Pessoa) e 16 da Faculdade São Francisco (Cajazeiras) – que puderam percorrer o Tribunal de Justiça da Paraíba e tirar dúvidas sobre o funcionamento do Judiciário estadual paraibano. Os estudantes foram recepcionados e conduzidos pelo coordenador do Projeto, desembargador Leandro dos Santos.

No próprio Tribunal Pleno, o desembargador Leandro dos Santos proferiu uma aula aos alunos visitantes sobre o acesso ao Judiciário, o alcance da judicialização da Saúde e da gratuidade da Justiça, que atinge 90% dos casos, as tutelas antecipadas de urgência, as audiências de custódia, que garantem a verificação da legalidade das prisões, entre outros assuntos.

Enquanto diretor do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec) do TJPB, o desembargador também explanou sobre as formas não-processuais de solução de litígios. “O juiz, no Brasil, é um dos que mais produz no mundo, no entanto, a demanda também é muito alta. A cultura ainda é da judicialização, sendo que muitos dos processos podem ser solucionados por outras vias”, afirmou.

Na ocasião, o desembargador lembrou que o TJPB possui atualmente quase 40 Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejuscs) pelo Estado e vem disseminando, assim, técnicas de acordos pré-processuais, de conciliação, mediação e outros. “É preciso uma nova educação voltada aos próprios advogados, que ainda são preparados para litigar. Este paradigma já está mudando, mas ainda vai atingir o seu ápice”, analisou.

A aluna Ana Raquel Pereira de Almeida, da Faculdade de Cajazeiras, esteve, pela primeira vez, no TJPB, acompanhada de colegas do 7º, 8º e 9º períodos do Curso e do professor Paulo Sabino de Santana, coordenador do Núcleo de Prática Jurídica. A estudante considerou a visita um divisor de águas.

“É uma oportunidade única, já que estamos saindo do Laboratório de Direito e, agora, vendo como é toda a estrutura do Judiciário. Está sendo uma grande escola, onde tivemos uma excelente recepção. Aqui, estamos conseguindo diferenciar o que queremos, de fato, para o futuro e qual carreira seguirmos”, pontuou a aluna.

Para o professor de Direito Civil II da Faculdade Três Marias, Hioman Imperiano de Souza, com o Projeto, o Judiciário estadual desmonta a falsa ideia de enclausuramento e reflete abertura. “O TJPB tem propiciado aos alunos de Direito, do 1º ao 10º período, o conhecimento e a visita à Casa da Justiça no Estado, promovendo a eles a noção real da estrutura e da prática. Após esta visita e este diálogo, eles saem daqui com outra visão, principalmente, de que o Judiciário é concreto e atuante em todo o Estado”, enfatizou.

Após a visita ao Pleno, os visitantes se dirigiram ao Salão em que se encontra a galeria de fotos dos ex-presidentes, ocasião em que aprenderam sobre as regras das eleições da Mesa-Diretora do TJPB. Depois, seguiram para o 1º andar do Anexo Administrativo, para visitação e informações sobre o funcionamento das Câmaras Cíveis e Criminal.

Assessoria de Imprensa – TJPB

porpjbarreto

Ex-atriz pornô, Márcia Imperator vira professora de curso online de sexo

Uma das estrelas dos filmes adultos mais famosas no Brasil, Márcia Imperator resolveu usar sua experiência na pornografia para ajudar homens a darem prazer e conquistar as mulheres na hora do sexo. No curso online “Prazer, Imperator”, de seis módulos com valor promocional de R$ 197 , Márcia promete tornar seus alunos um “homão da porra”.

“Coisa mais gostosa que sexo, pra mim, não existe. Faz bem para a pele, para o humor, cabelo… Mulher sem sexo é muito chata. Homem sem sexo é insuportável… Está na hora de aprender algo diferente.

Esse curso vai ajudar tanto a você quanto a sua parceira, vai te ajudar a ser mais feliz sexualmente. Bora brincar de sexo? Se você for um bom aluno, você vai tirar 10 na prova, hein?”, diz Imperator no vídeo de divulgação do curso.

Entre os assuntos abordados nos módulos estão dicas do que as mulheres adoram na cama, a importância do beijo no prazer, como dar prazer no sexo anal, fetiches e brinquedos sexuais.

Márcia também ficou conhecida como a musa do Teste de Fidelidade do programa do João Kléber, posou nua seis vezes e atuou em mais de 15 filmes pornográficos.

Fonte: UOL