Arquivo de tag Cruz Vermelha

porpjbarreto

Alvo da Calvário, Cruz Vermelha é beneficiária de ‘apostas esportivas’

A Cruz Vermelha Brasileira, alvo da Operação Calvário, é uma das entidades beneficiárias da arrecadação das loterias esportivas, conforme a Lei 13.756 de dezembro de 2018, sancionada por Michel Temer no apagar das luzes de seu governo.

Diz o artigo 19 que “a renda líquida de três concursos por ano da loteria de prognósticos esportivos será destinada alternadamente” para a Federação Nacional das Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (Fenapaes), a Cruz Vermelha Brasileira e a Federação Nacional das Associações Pestalozzi (Fenapestalozzi).

O inciso 1º ressalta que essas mesmas entidades terão de prestar contas públicas do dinheiro que receberem.

 

Com informações de O Antagonista 

porpjbarreto

Azevedo recebia mensalão de R$ 120 mil da Cruz Vermelha por ordem de Ricardo Coutinho, afirma Livânia

Se alguém tinha alguma dúvida, agora não se tem mais: a julgar como verdadeira a delação de Livânia Farias, o governador João Azevedo recebeu, entre maio e julho de 2018, propinas da Cruz Vermelha em parcelas mensais de R$ 120 mil. É o que está na colaboração de Livânia, gravada com o Gaeco em abril do ano passado, após ser presa.

De julho em diante, as contas de João Azevedo continuaram a ser pagas pela propina, mas pela operação eleitoral. Ou seja, mudou só de rubrica. A fonte era a mesma: dinheiro na forma de propina desviada da Cruz Vermelha gaúcha.

Segundo Livânia, a ordem para o pagamento a João foi dada pelo ex Ricardo Coutinho e seria para cobrir as “despesas pessoais” de João, quando ele deixou a Secretaria de Infraestrutura para assumir a candidatura ao governo.

João nega – Nesta segunda (dia 13), após a veiculação da delação, o governador João Azevedo afirmou à Imprensa: “Jamais recebi recursos de quem quer que seja para fazer uso pessoal. A campanha (ao governo) foi bancada com recursos do partido. Repito: jamais autorizei que alguém recebesse recursos ilegais para bancar essa despesa.”

Confira aqui – Delação-de-Livânia-anexo-de-João Azevêdo

 

Fonte: Estadão/Blog do Helder Moura

porpjbarreto

NOTA – Prefeitura Municipal de Campina Grande

A Prefeitura de Campina Grande vem a público prestar os seguintes esclarecimentos a respeito de uma possível citação do nome do prefeito Romero Rodrigues na colaboração premiada do Sr. Daniel Gomes, da Cruz Vermelha, citando suposta doação de R$ 150 mil para uma de suas campanhas eleitorais em Campina Grande:

O prefeito Romero Rodrigues jamais aceitou contribuição financeira para qualquer de suas campanhas em troca de possíveis favores futuros a grupos empresariais.

Caso houvesse minimamente qualquer procedência em relação à citação do Sr. Daniel Gomes, a contrapartida apontada na colaboração premiada do empresário – a contratação da OS Cruz Vermelha no âmbito do Município de Campina Grande – teria sido consolidada, o que JAMAIS ocorreu. Até mesmo uma lei aprovada e que permitia a terceirização de serviços em várias áreas foi revogada pelo prefeito, tão logo assumiu em 2013, de forma unilateral e firme, sem deixar brechas para quaisquer iniciativas nesse sentido.

O prefeito Romero Rodrigues rechaça, veementemente, qualquer insinuação sobre seu envolvimento, direto ou indireto, em quaisquer esquemas de desvios de dinheiro público e, nesse caso particular, a própria opção político-ideológica de seu governo em prol do fortalecimento do patrimônio do Município evidencia a nítida improcedência da informação.

Bem ao contrário de investir recursos públicos na contratação de Organizações Sociais suspeitas, o prefeito Romero Rodrigues fez a opção, sim, pelo caminho oposto, na área de Saúde: municipalizou os hospitais Pedro I e Dr. Edgley, além de promover a aquisição patrimonial da Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD), hoje transformada em Centro Especializado de Reabilitação – uma das referências no Brasil na atenção às crianças e jovens com deficiência.

Na prática, o caminho por municipalizar serviços mostrou-se muito mais saudável do ponto de vista institucional e menos danoso ao erário do que a opção fácil e perigosa da terceirização, na avaliação do prefeito.

Colocando-se inteiramente à disposição da Justiça e das autoridades para prestar todo e qualquer esclarecimento a respeito de qualquer informação que diga respeito à sua conduta na vida pública, o prefeito Romero Rodrigues, de peito aberto e consciência tranquila,  reafirma sua confiança nos rumos das investigações, principalmente quando se tratar de separar o joio do trigo e confirmar a lisura e inocência dos que estão sendo levianamente levados à vala comum das suspeitas e acusações sem provas e consistência.

Coordenadoria de Comunicação da Prefeitura de Campina Grande
porpjbarreto

No aeroporto: Secretária Livânia Farias é presa pela Operação Calvário em JP

Secretária – Livânia Maria da Silva Farias.

A secretário de Administração do Governo do Estado, Livânia Farias, foi presa, no início da noite deste sábado (16), em desdobramento da Operação Calvário.

De acordo com assessoria jurídica de Livânia, ela foi detida no Aeroporto de João Pessoa por agente do GAECO, do Ministério Público da Paraíba, ao desembarcar.

Livânia foi levada pelos promotores e policiais para a Academia de Polícia (Acadepol), na PB 008, bairro de Jacarepé.

Gestora de contrato do Estado com a Cruz Vermelha com o Estado, a secretária é suspeita de receber propina. É o que apontou depoimento de colaboração premiada de Leandro Nunes, ex-assessor da Secretaria de Administração

 

Fonte: MaisPB