Arquivo de tag Carnaval

porpjbarreto

Ex-prefeitos “puxam” bloco carnavalesco e atrai multidão pelas ruas centrais de Cajazeiras

Denise acenou para o povo, num gesto de reconhecimento e respeito

O bloco Vixe Maria recém-criado por foliões de Cajazeiras, saiu às ruas centrais da Terra do Padre Rolim na noite desta quarta-feira (19) de fevereiro.

Prestigiando o início das festividades carnavalescas, os ex-prefeitos de Cajazeiras, Dr. Carlos Antônio e sua esposa Dra. Denise Albuquerque “puxaram” a multidão que se concentrou nas proximidades da Praça Ana de Albuquerque com a Rua Dr. Victor Jurema, com destino à Praça Dom Adalto “Praça do Xamegão”. Um mini trio sonorizou o evento.

De acordo com informações de foliões, alguns vereadores aliados do casal Carlos/Denise estiveram acompanhando e prestigiando o momento de entretenimento alusivo à festa de momo.

 

Redação

porpjbarreto

Bonito Folia: abrindo o Carnaval do Alto Sertão da Paraíba

O tradicional evento Bonito Folia, que abre as festividades de Carnaval do Alto Sertão paraibano, completa (vinte e quatro) anos de existência agora em 2020.

Entre os dias (14) a (15) de fevereiro, a festa atrai grande público às ruas da cidade de Bonito de Santa Fé, para festejar, brincar e comemorar o Carnaval no Alto Sertão.

Sexta-feira (14): Luan Pakerô e Nara Castro com Trio Elétrico.

Sábado (15): Breno Andrade e Vivi Lima com Trio Elétrico.

Apoio: Armazém Paraíba e Faculdade Santa Maria

Realização: Jornalista Wilson Furtado

 

Assessoria

porpjbarreto

Contagem regressiva para o tradicional baile de carnaval do Clube Cabo Branco

Banda É o Tchan será a estrela da noite em que o Vermelho e Branco completa 40 edições

Vai ter muita animação, axé, alegria e azaração – e muita gente segurando o tchan e dançando na boquinha da garrafa, claro! Numa festa estrelada pela banda É o Tchan, não poderia ser diferente. Assim será a 40ª edição do Baile Vermelho e Branco, tradicional encontro pré-carnavalesco do Esporte Clube Cabo Branco (ECCB), no próximo sábado (8), a partir das 19h, na sede do clube, em Miramar. Além da banda baiana, os foliões serão tomados pela vibração de Ramon Schnayder, a miscelânea de ritmos da Orquestra Beleza Pura e as mixagens do DJ Cris L. O baile é uma parceria do clube com a Colônia Produções.

No mesmo evento em que o Clube Cabo Branco celebra 40 edições do seu baile, o grupo É o Tchan festeja 25 anos de estrada. “É uma trajetória linda e consagrada, que nos incentiva a continuar levando a música baiana para todos os lugares”, diz Compadre Washington. Para ele, será uma honra tocar numa data tão marcante para o clube paraibano – e, para torná-la inesquecível, a banda vai apostar nos principais ingredientes de uma receita puramente baiana: swing, irreverência e coreografias ensaiadas. “Vamos transformar o palco em um trio elétrico”, avisa Beto Jamaica.

Famoso em todo o estado, o baile Vermelho e Branco começou a ser realizado em 1953. Várias edições e muitas mudanças depois, o clube passou alguns anos sem festejar o reinado de Momo. Voltou ao circuito em 2014 e, desde então, não parou mais. “Estamos com saudades do público de João Pessoa e com muitas expectativas para esse reencontro”, acrescenta Compadre Washington.

Recordista – Sinônimo de sucesso em todo o Brasil na década de 1990, o grupo É o Tchan logo se tornou um fenômeno musical, com mais de 10 milhões de discos vendidos, entre CDs e DVDs. Com o swing do pagode baiano, a banda lançou moda entre gerações de fãs e se tornou referência para outras bandas do mercado de entretenimento da Bahia. Hoje, Beto Jamaica e Compadre Washington vivem o bônus da maturidade musical adquirida nesses 25 anos. “A história do Tchan não é só nossa, é do Brasil inteiro, que curte nossas músicas há mais de duas décadas, mesmo com as mudanças no mercado fonográfico. Isso permite que o Tchan esteja vivo até hoje”, diz Beto Jamaica.

O antigo Gera Samba, grupo de Salvador que faturava cachês em festas familiares pequenas, como casamentos e batizados, ganhou novo nome logo após estourar com o hit “Segura o tchan”. De lá para cá, vários outros foram lançados – e renderam discos de ouro, platina e diamante, até mesmo no exterior. Além de ser um dos principais recordistas de vendas de discos do país, o grupo também está entre os primeiros em número de capas de revistas e em vendas de produtos licenciados, como brinquedos, vestuário, calçados, guloseimas e álbuns de figurinhas. Nomes como Beto Jamaica, Compadre Washington, Jacaré, Carla Perez, Scheila Carvalho, Sheila Mello e Débora Brasil tornaram-se inesquecíveis para o público brasileiro, com fãs de todas as idades.

Serviço

Baile Vermelho e Branco – com É o Tchan, Ramon Schnayder, Orquestra Beleza Pura e DJ Cris L

Local: Esporte Clube Cabo Branco

Dia: 08/02/2020

Horário: a partir das 19h

Valores do 2º Lote:⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Mesas (4 pessoas):

  • R$ 429,00
  • R$ 418,00 (sócios)

Ingresso individual:

  • Inteira: R$ 120,00
  • Meia: R$ 60,00
  • Ingresso social: R$ 70,00 (+ dois quilos de alimentos + seguir os perfis @coloniaproducoes e @clubecabobranco no Instagram)

Vendas:

Loja Constance Calçados (MAG Shopping, térreo), secretaria do clube (das 9h às 18h, durante a semana,  das 9h às 16h, no sábado) e site ingressonacional.com.br ⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Realização: @clubecabobranco e @coloniaproducoes ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Mais Informações: (83) 3031-5948 e 9.9996-2182

 

Assessoria

porpjbarreto

SCTrans desenvolve campanha educativa e plano para atuação do órgão no Carnaval de Cajazeiras

A Superintendência Cajazeirense de Transporte e Trânsito (SCTrans), juntamente com todos as secretarias e órgãos da administração municipal, está empenhada na organização do Carnaval 2020, que acontece entre os dias 21 e 25 de fevereiro, na Avenida Juvêncio Carneiro e imediações, no centro da cidade.

De acordo com João Vitor Mendes, superintendente do órgão, uma das ações da SCTrans será a realização de uma campanha educativa visando a conscientização sobre o consumo de bebida alcoólica no período momesco de Cajazeiras, que faz um dos maiores carnavais da Paraíba, atraindo milhares de foliões.

Com o tema “Álcool, direção e morte! Sua folia não pode acabar nesse trio’, a campanha será lançada oficialmente pelo prefeito José Aldemir Meireles, ao lado de autoridades de trânsito, segurança pública e saúde, no próximo dia 18 de fevereiro, na sede da SCTRans, a partir das 8hs00, e será desenvolvida nas redes sociais, nas emissoras de rádio e nas ruas, com panfletagem e blitz educativa durante todo o mês de fevereiro e, principalmente, durante os cinco dias de folia momesca.

Segundo ele, toda a planilha de trabalho dos agentes e interdições das vias públicas onde serão realizados os festejos de Momo já está planejada, garantindo a segurança de todos em termos de trânsito, em parceria também com outros órgãos, como a 5ª Companhia de Trânsito, sediada na cidade, e os agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

 

Secom

porpjbarreto

Biquini Cavadão, Banda Mel e Cheiro de Amor serão atrações principais do Carnaval de Cajazeiras em 2020. Confira a programação!

O prefeito José Aldemir anunciou na tarde desta segunda-feira (20), as atrações do Carnaval 2020 em Cajazeiras. Banda Mel, Cheiro de Amor e Biquini Cavadão são as principais atrações. Mas o Carnaval de Cajazeiras terá ainda, Praça do Frevo, Praça do Rock e Praça dos Blocos. Além do desfile de blocos nas ruas e da realização do II Festival de Marchinhas Carnavalescas.

Segundo o prefeito José Aldemir, o objetivo é realizar um carnaval animado, com a participação de um grande público. “A Cajazeiras sempre realizou um carnaval animado, um dos mais tradicionais realizados no país, e este ano queremos repetir a tradição, com atrações nacionais e a prata de casa”, disse.

Conforme a programação anunciada pelo prefeito, o Carnaval será aberto no sábado, 22 de fevereiro, com apresentações de Banda Mel, Gilson Mania, Pagodão SA, Breno Andrade. No domingo, 23, Cheiro de Amor, Luan Pakerô, Romário Freitas, Célia Melo. Na segunda, 24, Biquini Cavadão, Flávio Pisada Quente, Biguinho Show, Chicletear. Na terça, 25, JM Puxado, Ramom Schinaider, Dodô Pressão e Sarah Lorena.

O Carnaval em Cajazeiras terá desfile de blocos nas principais avenidas da cidade. Cafuçus, Imprensados, Amélia Nunca Mais, Dindin de Cajá, Virgens se apresentarão na cidade com apoio da prefeitura de Cajazeiras através do Fuminc. Já o II Festival de Marchinhas Carnavalescas será realizado dia 14 de fevereiro na Praça da Prefeitura.

 

Secom

porpjbarreto

Secult anuncia abertura de inscrições para Festival de Marchinhas Carnavalescas

A Prefeitura Municipal de Cajazeiras, através da Secretaria de Cultura e Turismo, abre no próximo dia (20) as inscrições para o II Festival de Marchinhas Carnavalescas.

Realizado no ano passado pela primeira vez, o evento retorna em 2020 com o objetivo de revelar novos talentos e valorizar a música feita pelos artistas da terra, além de resgatar a tradição dos carnavais de antigamente.

O Festival será realizada no dia 14 de fevereiro de 2020, na Quadra do Leblon, em Cajazeiras, às 19h30. Cada participante poderá inscrever até duas músicas. Não existe taxa de inscrição. As inscrições serão feitas na sede da Secretaria de Cultura e Turismo de Cajazeiras, localizada na rua Epifânio Sobreira 268, centro.

A vencedora do I Festival de Marchinhas Carnavalescas realizado no ano passado foi a música “Carnaval em Cajazeiras”, de Marcos Rodrigues, interpretada por Biguinho Show. “O pobretão no Carnaval” ficou em segundo lugar e “Cadê você”, de Naldinho Braga, em terceiro.

Confira o Regulamento do evento:

DATAS E ORGANIZAÇÃO

O Festival será realizada no dia 14 de fevereiro de 2020, na Quadra do Leblon, em Cajazeiras, às 19h30.
O festival é organizado pela Secretaria de Cultura e Turismo da Prefeitura Municipal de Cajazeiras, com apoio de parceiros.

INSCRIÇÕES

As inscrições começam dia 20 de janeiro e terminam no dia 11 de fevereiro de 2020.
Cada participante poderá inscrever até duas músicas.
Não existe taxa de inscrição. As inscrições serão feitas na sede da Secretaria de Cultura e Turismo de Cajazeiras, localizada na rua Epifânio Sobreira 268, centro.
As composições deverão ser inéditas e originais, tanto na parte musical como nos versos. Entende-se por inédita a música não lançada por gravadora ou distribuída comercialmente em larga escala e nem veiculada na mídia de um modo geral. Como original, a que não contiver plágio, adaptação ou citação poética e musical de outro autor ou compositor.
Somente serão consideradas inscrições cujas letras estejam em português.
O gênero musical é a marchinha carnavalesca.
No material de inscrição deverá constar:
A ficha da inscrição deve conter o nome, endereço, e-mail e telefone do(s) compositor(s) e indicação do(s) intérprete(s)
Arquivo em MP3 ou, áudio via Whatsapp (83-99309.9441)
Cópia da letra em anexo
Cópia do RG e CPF comprovante de residência – documento obrigatório para receber o prêmio de classificação
Além de letra e da melodia a interpretação será considerada na seleção das músicas.
Só poderão inscrever músicas de autores nascidos em Cajazeiras ou radicados na região de Cajazeiras.
O material da inscrição não será devolvido

SELEÇÃO E APRESENTAÇÃO

Das músicas inscritas a comissão de seleção escolherá 15 para o festival.
A comissão de seleção será formada por profissionais capacitados, convidados pela comissão organizadora.
Cada intérprete poderá apresentar, no máximo, duas músicas por etapa.
As músicas serão apresentadas a partir 19h30, no local reservados pela organização.
A ordem da apresentação das músicas não poderá ser alterada.
Os intérpretes terão tempo limite de 5 minutos para iniciar a apresentação, com perda de pontuação se o tempo for excedido.
As interpretações deverão ser executadas da forma como as músicas foram inscritas, ou seja, com o(s) mesmo(s) cantor (es) e instrumental. Os compositores que consideram impraticável o translado com seus grupos não devem se inscrever com eles.
Não serão permitidos efeitos sonoros que modifiquem a voz ou criem vocais
Se o intérprete não comparecer no dia da apresentação estará automaticamente desclassificado
A ordem de apresentação das musicas será conhecida por sorteio

JÚRI

A comissão julgadora será formada, na sua maioria, por músicos, compositores, críticos musicais, escritores, artistas plásticos e jornalistas, escolhidos pela comissão organizadora.
Das decisões do júri não cabem recurso

PRÊMIOS

Serão distribuídos R$ 2.100,00 em prêmios, da seguinte forma:
1º classificado: R$ 1.000,00
2º classificado: R$ 500,00
3º classificado: R$ 300,00
Melhor letra :R$ 150,00
Melhor interpretação:R$ 150,00

OBS:
Além da premiação em dinheiro os três primeiros colocados receberão troféus.
Premiação será paga em cheques ( ou dinheiro ) após cada apresentação.
Nenhuma premiação será paga se a música não for apresentada na data prevista.

OS CASOS OMISSOS NO PRESENTE REGULAMENTO SERÃO RESOLVIDOS SOBERANAMENTE PELA COMISSÃO ORGANIZADORA

CONTATOS:
E-MAIL: secultcajazeiras1@gmail.com
whatsapp:83-99309.9441 (Cristina Lima).

 

Secom

porpjbarreto

Venda de abadás para o bloco Vumbora 2020 em João Pessoa continua em ritmo acelerado

Bell Marques descerá a Epitácio Pessoa no dia 14 de fevereiro, dentro do Folia de Rua

Sucesso absoluto da edição 2019 do Folia de Rua, o bloco Vumbora, comandado pela energia contagiante de Bell Marques, participará novamente da maior prévia carnavalesca do país, no dia 14 de fevereiro de 2020. O trio elétrico do baiano promete sacudir os paralelepípedos de João Pessoa, num percurso que sairá do Posto 99, em Miramar, e chegará ao Busto de Tamandaré, na praia de Tambaú. Para quem ainda não garantiu a sua presença, os abadás estão sendo vendidos online e em lojas físicas (ver serviço, abaixo).

Estão à venda quatro mil abadás, sendo 1,2 mil destinados à meia-entrada (estudantes, idosos e deficientes e seus acompanhantes). O percurso será de três horas, com concentração a partir das 18h, no Posto 99, no bairro Miramar, e saída às 21h, seguindo até o final da Epitácio Pessoa, no Busto de Tamandaré, Praia de Tambaú. Serão mais de dois quilômetros de muita animação, com o trio elétrico de Bell e um carro de som de apoio.

A retirada dos abadás acontecerá entre os dias 12 e 14 de fevereiro, em local a ser divulgado no perfil do bloco nas redes sociais. O Vumbora é uma realização conjunta da Colônia Produções, Mult Promoções, Rede Nord Hotéis e Luan Promoções & Eventos.

Serviço:

Bloco Vumbora JP

Data: 14/02/2020

Local: Posto 99 (concentração)

Hora: 18h

Vendas online no site Ingresso Nacional: https://www.ingressonacional.com.br

Vendas físicas nas lojas: AppShop do Mangabeira Shopping, do Manaíra Shopping e do Mag Shopping

• Meia: R$ 200,00

• Amigo Vumbora: R$ 210,00 (mais 2kg de alimento não perecível)

• Inteira: R$ 400,00

Instagram: @blocovumboraJP e @ganhamaisquemdoa (projeto social)

 

Assessoria

porpjbarreto

CDs vão registrar músicas de frevo e marchinhas feitas por artistas cajazeirenses

Dois projetos aprovados no edital do Fundo Municipal de Incentivo à Cultura (Fuminc) da Prefeitura Municipal de Cajazeiras, este ano, prometem agitar o carnaval da cidade em 2020. Os projetos preveem as gravações de dois CDs, sendo um com músicas de frevo e outra com marchinhas carnavalescas.

“As Minhas Marchinhas – Volume I” teve propositura do radialista e compositor de Moisés Rodrigues da Silva (Eutim Rodrigues). O projeto tem como principal objetivo a gravação de um CD contendo dez faixas com marchinhas de Carnaval, com letras autorais e inéditas. O CD está sendo produzido por músicos e cantores cajazeirenses.

O projeto visa, ainda, incentivar cada vez mais o Festival de Marchinhas implantado pela administração municipal este ano. Também atuar como forma de despertar o interesse dos cajazeirenses pela composição das marchinhas, que fazem parte das histórias dos antigos carnavais.

O outro projeto é a gravação e prensagem de um CD autoral de frevo. “Ser Tão Frevo” tem propositura do músico Donaciano Pereira Donato Júnior (Júnior Terra).

Conforme o projeto, o CD terá músicas que retratam o carnaval de Cajazeiras e já vem com 12 músicas denominadas, a saber: Frevo doido, Frevo do meu avô, A rainha do amor, Cafuçu do Sertão, Velhos carnavais, Tereza no frevo, Amélia nunca mais, Fantasia de pato, Carnaval do povo, Cajazeiras boa, Beco do Cafuçu e Açude Grande vivo.

O projeto pretende trazer de forma indireta o fomento a produção musical local, levando em consideração o número dos trabalhos realizados por compositores da terra quando se aproximam os festejos de momo. Todos os anos, Cajazeiras traz no seu contexto carnavalesco uma tradição de sempre surgirem novas composições de frevo e marchinhas. O CD reúne parte dessa produção musical que ainda não tem divulgação na mídia nacional por estarem soltas. A reunião das trilhas neste CD oportuniza, segundo o projeto, uma melhor divulgação e coloca a cidade na rota das poucas que produzem esse ritmo eletrizante.

Este ano, aconteceu a realização do Festival de Marchinhas Carnavalescas, numa promoção da Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Cultura e Turismo. “Carnaval em Cajazeiras”, de Marcos Rodrigues, interpretada por Biguinho Show, foi a grande vencedora do evento. A cidade tem, também, um dos mais animados carnavais do interior paraibano, com o desfile de blocos pelas principais ruas do centro, cantando músicas de autores da terra. Entre os blocos, destaque para Imprensados, Cafuçus, Dindin de Cajá, Amélia Nunca Mais e Bloco das Virgens.

Secom