Arquivo de tag Campinense

porpjbarreto

Atlético faz 10 pontos e lidera o Grupo A, com vitória por 1 X 0 em cima do Campinense no Perpetão em Cajazeiras

O Atlético provou, neste domingo, que tem time para brigar pelo título estadual. Em seu reencontro com a torcida, o Trovão Azul venceu o Campinense por 1 a 0, no Estádio Perpetão, em Cajazeiras.

Paulinho, que saiu do banco de reservas, marcou o tento do time sertanejo no segundo tempo. Com o triunfo, o Atlético se manteve na liderança isolada do Grupo A, com 10 pontos.

Já o Campinense, que vinha com 100% de aproveitamento na competição, ainda se mantém na ponta do Grupo B, com seis pontos, mesma pontuação do Sousa, que deve ter seu jogo adiad com o Botafogo-PB, pela quarta rodada.

Na próxima rodada, o Campinense fará clássico com o Treze, domingo. Antes, estreia contra na Copa do Brasil diante do Atlético Mineiro, nesta quarta-feira. O Trovão Azul vai enfrentar o Sousa, domingo, em Cajazeiras.

Ficha Técnica

Atlético-PB
Ariel, Filipinho, Wesley, Egon e Davi; Ferreira, Edgar (Paulinho), Mendes e Marcinho; Éder Paulista e Costela (Caíque). Técnico: Ederson Araújo

Campinense
Adilson Júnior, Allefe (Igor), Vitão, Uesles e Matheus Camargo; Pêu, Robertinho, Matheus Silva e Romário Becker; Fábio Júnior (Zé Paulo) e Vargas (Andrew). Técnico: Oliveira Canindé

Árbitro – Marcelo Aparecido Ribeiro
Assistentes – Kildenn Tadeu e Rafael Guedes
Gols – Paulinho (A), aos 15min do 2º T
Cartão amarelo – Paulinho (A), Robertinho (C).

 

Com Paraíba Online

porpjbarreto

Nos pênaltis, Campinense vence o Atlético de Cajazeiras e vai para a final do Paraibano

O Campinense é o primeiro finalista do Campeonato Paraibano de 2019. A vaga foi conquistada após a vitória nos pênaltis por 5 x 3 no jogo da volta contra o Atlético de Cajazeiras, no último domingo (07), no Estádio Perpetão.

No tempo normal, os dois times repetiram o placar de 1 x 1 do primeiro confronto em Campina Grande. Lopeu marcou para a Raposa, enquanto que Yerien empatou para o time sertanejo, levando a decisão para as penalidades.

Nas cobranças, a Raposa converteu todas. Já Marcinho cobrou e o goleiro Wagner Coradin defendeu. Agora o rubro-negro, que decidiu o torneio no ano passado e perdeu para o Botafogo-PB, espera o vencedor dos duelos entre Nacional de Patos e Botafogo-PB. O jogo de ida acontece na quarta-feira.

O JOGO

Assim como no jogo de ida, Atlético e Campinense fizeram um jogo bastante movimentado. Agora em casa, o time atleticano foi que ditou as normas nos primeiro minutos.

A Raposa, por sua vez, tocava a bola, esperando o momento certo para o contra-ataque. E foi um um deles que o Rubro-negro conseguiu abriu o placar, através de Lopeu.

João Paulo recuperou a bola ainda no campo de defesa, arrancou e tocou rasteiro. O zagueiro atleticano, Renan, falhou, e a bola sobrou para o Lopeu, que invadiu a área e marcou, aos 35 minutos.

Apesar do gol sofrido, o Trovão ainda tentou o empate, mas não conseguiu furar o bloqueio da Raposa.

Na segunda etapa, o time com mais determinado. E conseguiu o empate aos 14 minutos, por intermédio do nigeriano Yerien. Soares conseguiu dominar e chutou forte. No rebote, Yerien, deixou tudo igual.

Com o a igualdade no marcador os dois time buscaram a vitória a todo custo, mas o resultado acabou igual ao do jogo anterior, em Campina. Com isso, a decisão foi para as penalidades máximas.

Ficha técnica:

Atlético de Cajazeiras x Campinense

Data: 07/04/2019 – 17h
Local: Estádio Perpetão / Cajazeiras

Competição: Campeonato Paraibano 2019 / semifinais (jogo da volta)

Arbitragem: Rodrigo Batista; Kildenn Tadeu e Paulo Ricardo.

Gol: Lopeu (aos 35’ do 1ºT) para o Campinense; Yerien (aos 14’ do 2ºT) para o Atlético

Cartões amarelos: Henrique Mattos, Romeu, Dedé (C), Felipe, Michel (A)

Atlético de Cajazeiras: João Manoel, Felipe (Michel), Renan, Egon e Jackinha; Ferreira, Romerito (Soares), Gabriel Mendes e Marcinho; Samuel (Yerien) e Bruno. Técnico: Ederson Araújo.

Campinense: Wagner Coradin, Gustavo, Henrique Mattos, Richardson, Jerfeson e João Victor; Cleber (Vitor Maranhão), Romeu e João Paulo (Afonso Júnior); James e Lopeu. Técnico: Francisco Diá.

As penalidades

Afonso Junior fez para Raposa
Marcinho cobrou e Wagner Coradin defendeu
Dedé fez para Raposa
Soares fez para o Atlético
Gustavo fez para Raposa
Ferreira fez para o Atlético
Henrique Mattos fez para Raposa
Bruno fez para o Atlético
Romeu fez para a Raposa

Com Voz da Torcida

porpjbarreto

Em Cajazeiras: Duelo entre Atlético e Campinense define primeiro finalista do Campeonato Paraibano

Primeiro jogo terminou empatado; novo empate leva a decisão aos pênaltis

De um lado a expectativa de voltar à final do Campeonato Paraibano após 16 anos e a confiança em manter a invencibilidade em casa após empatar a ida fora.

Do outro a tradição da portentosa camisa raposeira e a esperança de que a mística rubro-negra, de time de chegada, vai aparecer depois de uma semana turbulenta nos bastidores.

Cercados desses sentimentos, Atlético de Cajazeiras e Campinense se enfrentam logo mais, às 17 horas aqui em Cajazeiras, no Estádio Perpétuo Correia Lima, “O Perpetão” certamente lotado, para decidir qual será o primeiro finalista do estadual de 2019.

A peleja de ida acabou 1 x 1, no domingo passado, no Amigão. Hoje, quem vencer avança à final e, de quebra, garante vagas na Copa do Brasil e na Série D do Brasileiro de 2020. O empate, independente da quantidade de gols, leva a decisão para os pênaltis.

Pelo lado do Trovão Azul, o técnico Ederson Araújo tem todo o elenco à disposição. O ala Jackinha, ex-Campinense, e o atacante Soares, livres de suspensão, devem voltar ao time. Durante a semana, a diretoria atleticana ainda conseguiu um efeito suspensivo junto ao STJD e o volante Romerito poderá atuar.

O principal desafio do treinador azulino durante a semana, além de montar as estratégias para a partida, foi conter os ânimos dos jogadores para evitar o clima de “já ganhou”, sentimento flagrante nos desportistas cajazeirenses.

Campinense

Pelo lado rubro-negro as “dores de cabeça” do técnico Francisco Diá se estenderam de dentro para fora de campo.

O treinador não poderá contar com pelo menos quatro titulares: o lateral direito Neilson e o zagueiro Jean, além dos atacantes Dênis e Chaveirinho, todos suspensos.

Para terminar de completar, o meia Álisson Xabala lesionou a coxa e contraiu uma virose na última quinta-feira e se juntou ao atacante Warlei no Departamento Médico.

Como se não bastassem essas dificuldades para montar o time, Diá precisou lidar com uma das mais turbulentas semanas até então nos bastidores, com discussões políticas, falta de comando em relação à parte administrativa do clube e o principal: a falta de dinheiro para saldar os salários atrasados da comissão técnica, jogadores e funcionários.

Parta das pendências financeiras foram resolvidas na noite de sexta-feira, o que deixou a delegação da Raposa tranquila para viajar. A equipe desembarcou em Sousa no início da tarde de ontem e iniciou o regime de concentração para a partida.

Arbitragem

A mediação de Atlética de Cajazeiras x Campinense estará no apito do paulista Rodrigo Batista, de 28 anos, integrado aos quadros da FPF-PB em janeiro. Ele contará com as assistências dos paraibanos Kildenn Tadeu e Paulo Ricardo, com Gustavo Estevam e Arkilson de Lima ficando como árbitros reservas.

Prováveis escalações

Atlético de Cajazeiras: João Emanuel, Felipe, Renan, Egon e Jackinha; Ferreira, Romerito, Gabriel Mendes e Marcinho; Soares e Bruno. Técnico: Ederson Araújo.

Campinense: Wagner Coradin, Gustavo, Richardson, Henrique Mattos, Jean e João Victor; Cléber, Romeu, Dedé e João Paulo; Lopeu. Técnico: Francisco Diá.

Informações do Blog Voz da Torcida

porpjbarreto

Árbitro de 28 anos vai apitar semifinal entre Atlético x Campinense em Cajazeiras

O bancário paulista Rodrigo Batista da Silva, de 28 anos, integrado aos quadros da FPF-PB desde janeiro, será o árbitro central de Atlético de Cajazeiras x Campinense, jogo da volta das semifinais do Paraibano 2019.

A partida está marcada para as 17h deste domingo (07), no estádio Perpetão, no Sertão do Estado.

Seus auxiliares serão os paraibanos Kildenn Tadeu e Paulo Ricardo, com Gustavo Estevam e Arkilson de Lima ficando como árbitros reservas.

Após o empate em 1 x 1 no jogo de ida, Trovão Azul e Raposa precisam da vitória para avançar. Qualquer novo placar de igualdade, independente da quantidade de gols, a decisão seguirá para os pênaltis.

Além da vaga na final do estadual, a “Batalha de Cajazeiras” vale também classificação para a Copa do Brasil e a Série D de 2020.

O sorteio aconteceu na última quinta-feira (04), na sede da Federação Paraibana de Futebol (FPF), em João Pessoa.

Na oportunidade, a entidade também sorteou a escala de arbitragem de Nacional de Patos x Botafogo-PB. Canário e Belo se enfrentam na outra perna da semifinal e o primeiro duelo está agendado para as 20h30 da próxima quarta-feira (10), no estádio José Cavalcanti.

O apitador será o também paulista Marcelo Aparecido, que terá Schumacher Marques e Glédson Francisco, da Paraíba, como assistentes. Thiago Ramos e Guilherme Fonseca ficarão como “regra três”.

 

Foto: Paulo Taroco/GloboEsporte.com

Com Vozdatorcida