Arquivo de tag Campeonato

porpjbarreto

Equipe de motocross de São João do Rio do Peixe vence na categoria MXF/Feminino em Apodi/RN

Em evento de motocross realizado no último domingo (1º de dezembro), na cidade de Apodi/RN, a Equipe São João Cross, venceu na categoria MXF/Feminino.

Na oportunidade foram idealizados no mesmo dia, o Final do Campeonato Estadual, Final da Copa União e Semifinal da Copa Altoestana de Motocross.

Ambas as competições foram realizadas em Apodi, no Alto Oeste Potiguar.

Abaixo, as categorias e colocações:

Categoria Mirim

1-João Eduardo

2-Feli Cruz

3-Samuel

4-Décio Filho

5-João Antônio

 

MX Intermediária

1-Athalo Brito

2-

3-Vitor

4-Yuri

5-Abraão

 

Categoria Iniciante

1-David Esdras

2-Boy Gás

3-Angry

4-Luan

5-

 

MXF

1-Simony (Equipe São João Cross)

2-Clica

3-Rayonara

4-Wanessa

5-Donatela

 

MX4

1-Bruno Alencar

2-Pedro Bala

3-Gil

4-Nego

5-Genildo

 

MX3

1-Bruno Alencar

2-Pedro Bala

3-Gaúcho

4-Urubu

5-Isaías

 

MX2

1-Gustavo Amaral

2-Athalo Brito

3-Janiedson

4-Emerson Lira

5-Wendel

 

Nacional Pró

1-Pinto

2-Mácio Jr.

3-Janiedson

4-Fabio Raniere

5-Emerson Lira

 

CG Pró

1-Ozanildo

2-Netinho

3-Felipe Motor

4-Edigley

5-Yuri

 

MX5

1-Hipólito

2-Violante

3-Jaci

4-Genildo

5-Nelson

 

200

1-Novinho

2-Fabio Raniere

3-Bagaceira

4-Atila Jr.

5-Dayvid

 

Categoria Júnior

1-Vitinho

2-João Filho

3-

4-Neguinho

5-Caique

 

Nacional Open

1-Márcio Jr.

2-Isaías

3-Bruno Alencar

4-Gaúcho

5-Atila Jr.

 

MX1

1-Pinto

2-Tallys Nathan

3-Mácio Jr

4-Fristo

5-Gustavo Amaral

 

Por Barão Sports

porpjbarreto

Flamengo é campeão brasileiro e se torna primeiro time desde 1963 a ganhar Nacional e Libertadores no mesmo ano

Com os dois títulos, Rubro-Negro alcança feito que só havia sido obtido pelo Santos de Pelé

Depois de ter sido campeão da Libertadores no último sábado, o Flamengo conquistou também o título do Campeonato Brasileiro neste domingo, com a derrota do Palmeiras para o Grêmio por 2 a 1. Com o feito, o Rubro-Negro se tornou o primeiro time desde 1963 a ganhar o Brasileiro e a Libertadores no mesmo ano.

A única equipe que obtivera tal feito havia sido o Santos, ao conquistar as edições de 1962 e 1963 da Taça Brasil – que ganhou status de Brasileiro após resolução da CBF em 2010 – e da Libertadores. Comandado por Pelé, o Peixe dominou o futebol do país naquela década e conquistou o status de um dos melhores times de todos os tempos.

Desde então, nenhum time do país conseguiu ganhar o maior título nacional e a Libertadores na mesma temporada.

Como o jogo da 34ª rodada contra o Vasco havia sido antecipado para o dia 13, o Flamengo conquistou o Brasileirão sem nem entrar em campo. Faltando quatro jogos para cada equipe, o Rubro-Negro soma 13 pontos a mais do que Santos e Palmeiras.

Após conquistar a Libertadores, o Flamengo deixou Lima na madrugada deste domingo e chegou ao Rio pouco antes das 11h. Do aeroporto, o time seguiu para o Centro, onde desfilou em trio elétrico por quase quatro horas. Logo após o início do jogo entre Palmeiras e Grêmio, o trio deixou a Avenida Presidente Vargas.

No momento do apito final na Arena Palmeiras, os jogadores do Flamengo estavam no ônibus do clube no bairro do Recreio dos Bandeirantes, a caminho do Ninho do Urubu. Em festa, os atletas gritaram “É campeão” e “Volta pro trio”.

Globo Esporte

porpjbarreto

Marcelinho Paraíba acerta retorna à Perilima em 2020

Foto: Divulgação (arquivo) / Perilima

A Perilima revelou a volta do meia Marcelinho Paraíba à equipe. O atleta de 44 anos foi anunciado como novo reforço da Águia para a disputa do Campeonato Paraibano de 2020.

O retorno do atleta ao time era um dos principais objetivos da diretoria em meio ao planejamento para o calendário 2020. Marcelinho disputou o Campeonato Paraibano deste ano pela Perilima.

Segundo informações, o meia também planeja assumir uma função na comissão técnica ou na diretoria do clube, quando se aposentar.

Com wscom

porpjbarreto

Nos pênaltis, Campinense vence o Atlético de Cajazeiras e vai para a final do Paraibano

O Campinense é o primeiro finalista do Campeonato Paraibano de 2019. A vaga foi conquistada após a vitória nos pênaltis por 5 x 3 no jogo da volta contra o Atlético de Cajazeiras, no último domingo (07), no Estádio Perpetão.

No tempo normal, os dois times repetiram o placar de 1 x 1 do primeiro confronto em Campina Grande. Lopeu marcou para a Raposa, enquanto que Yerien empatou para o time sertanejo, levando a decisão para as penalidades.

Nas cobranças, a Raposa converteu todas. Já Marcinho cobrou e o goleiro Wagner Coradin defendeu. Agora o rubro-negro, que decidiu o torneio no ano passado e perdeu para o Botafogo-PB, espera o vencedor dos duelos entre Nacional de Patos e Botafogo-PB. O jogo de ida acontece na quarta-feira.

O JOGO

Assim como no jogo de ida, Atlético e Campinense fizeram um jogo bastante movimentado. Agora em casa, o time atleticano foi que ditou as normas nos primeiro minutos.

A Raposa, por sua vez, tocava a bola, esperando o momento certo para o contra-ataque. E foi um um deles que o Rubro-negro conseguiu abriu o placar, através de Lopeu.

João Paulo recuperou a bola ainda no campo de defesa, arrancou e tocou rasteiro. O zagueiro atleticano, Renan, falhou, e a bola sobrou para o Lopeu, que invadiu a área e marcou, aos 35 minutos.

Apesar do gol sofrido, o Trovão ainda tentou o empate, mas não conseguiu furar o bloqueio da Raposa.

Na segunda etapa, o time com mais determinado. E conseguiu o empate aos 14 minutos, por intermédio do nigeriano Yerien. Soares conseguiu dominar e chutou forte. No rebote, Yerien, deixou tudo igual.

Com o a igualdade no marcador os dois time buscaram a vitória a todo custo, mas o resultado acabou igual ao do jogo anterior, em Campina. Com isso, a decisão foi para as penalidades máximas.

Ficha técnica:

Atlético de Cajazeiras x Campinense

Data: 07/04/2019 – 17h
Local: Estádio Perpetão / Cajazeiras

Competição: Campeonato Paraibano 2019 / semifinais (jogo da volta)

Arbitragem: Rodrigo Batista; Kildenn Tadeu e Paulo Ricardo.

Gol: Lopeu (aos 35’ do 1ºT) para o Campinense; Yerien (aos 14’ do 2ºT) para o Atlético

Cartões amarelos: Henrique Mattos, Romeu, Dedé (C), Felipe, Michel (A)

Atlético de Cajazeiras: João Manoel, Felipe (Michel), Renan, Egon e Jackinha; Ferreira, Romerito (Soares), Gabriel Mendes e Marcinho; Samuel (Yerien) e Bruno. Técnico: Ederson Araújo.

Campinense: Wagner Coradin, Gustavo, Henrique Mattos, Richardson, Jerfeson e João Victor; Cleber (Vitor Maranhão), Romeu e João Paulo (Afonso Júnior); James e Lopeu. Técnico: Francisco Diá.

As penalidades

Afonso Junior fez para Raposa
Marcinho cobrou e Wagner Coradin defendeu
Dedé fez para Raposa
Soares fez para o Atlético
Gustavo fez para Raposa
Ferreira fez para o Atlético
Henrique Mattos fez para Raposa
Bruno fez para o Atlético
Romeu fez para a Raposa

Com Voz da Torcida

porpjbarreto

Sousa vence o Esporte de Patos e assume a vice-liderança do Grupo A

O Sousa enfim conseguiu sua primeira vitória no Campeonato Paraibano de 2019. Contra o Esporte de Patos, jogando entre à tarde e noite do último sábado (26), o Dinossauro teve um homem a mais durante quase todo jogo e se aproveitou para vencer por 2 a 0, e deixar a lanterna do Grupo A.

A partida marcou a estreia do treinador Roberto Carlos a frente do Sousa. Ele chegou para substituir Jazon Vieira, demitido após apenas duas rodadas do torneio estadual.

Pouco tempo após o início da partida, aos 13 do primeiro tempo, o Patinho do Sertão teve um jogador expulso. O experiente zagueiro Moisés agrediu o volante Rafael, do Sousa, e recebeu o cartão vermelho direto. Com isso, mais espaço para os donos da casa jogar.

E logo na cobrança da bola parada que resultou a expulsão saiu o primeiro gol. Aos 16 minutos, André Beleza lançou a bola na área e o zagueiro Vagno subiu mais que todo mundo para mandar de cabeça para o fundo do gol de Evandrízio, abrindo o placar no Marizão.

Com a vantagem numérica e em campo, até o apito para o intervalo o Dinossauro controlou a partida, enquanto o rival praticamente não ofereceu perigo.

No segundo tempo o Sousa não diminuiu o ritmo e conseguiu ampliar o placar aos 17 minutos. O lateral esquerdo Caíque chutou de longe e contou com a ajuda do goleirão do Esporte, que aceitou a bola que passou entre suas pernas, para fazer o segundo gol para os donos da casa.

Com a vitória, o Sousa chega a 5 pontos e assume provisoriamente a vice-liderança do Grupo A, com 4 pontos a menos que o Botafogo-PB, primeiro colocado.  O próximo compromisso do Dinossauro será dia 3 de fevereiro, quando visita o CSP, em João Pessoa. Já o Esporte de Patos segue sem pontuar no certame, na lanterna do Grupo B. O Patinho volta a entrar em campo também no dia 3, quando receberá o Serrano, no José Cavalcanti.

 

Por Vozdatorcida