Arquivo de tag Aliança

porpjbarreto

Jeová diz a um vereador que não fará aliança com o grupo de Carlos Antônio. “Não me junto com esse povo, nem que meu pai pedisse”

“Não me junto com esse povo nem que meu amado pai se vivo estivesse, me pedisse”

Há um ano para ás eleições municipais, os ânimos já começam a dar o tom de rivalidade. Não é de se estranhar que as divergências políticas entre o grupo representado pelo deputado estadual Jeová Campos (PSB) e o grupo político representado pelos ex-prefeitos de Cajazeiras, Dr. Carlos Antônio (DEM), Dra. Denise (PSB), Carlos Filho (DEM) e o deputado estadual Júnior Araújo (Avante), estejam inflamadas e em desencontro.

Jeová teria dito a um vereador de Cajazeiras, que não se aproximará na campanha de 2020, nem tão pouco se alia com o grupo político de Carlos Antônio mesmo que seu pai se vivo estivesse, pedisse ao referido parlamentar sertanejo. “Não me junto com esse povo nem que meu amado pai se vivo estivesse, me pedisse”, confidenciou Campos.

Para Jeová, o nome do Vereador Marcos Barros tem seu aval e total apoio para ser colocado à disposição do seu grupo, para concorrer à Prefeitura de Cajazeiras, porém, devido os diversos processos judiciais e impedimento criminal, que o parlamentar-mirim está inserido no momento – dificilmente poderá ser candidato.

Na linha sucessória, figura o irmão do deputado, o ex-vice-prefeito de São José de Piranhas, Marcos Campos que recentemente transferiu seu domicílio eleitoral daquela cidade, para Cajazeiras.

Em contato com “Marquinhos Campos” na última sexta-feira (04) durante evento em sua residência, o irmão de Jeová chegou a afirmar que não caminha ao lado do projeto político de reeleição do prefeito José Aldemir (PP). “Não tenho atrito com nenhum grupo político, não tenho desavença com Zé Aldemir, com Dr. Carlos, nem com Dra. Denise, nem com Carlos Filho e nem tão pouco com o deputado Júnior Araújo, o nosso grupo é esse aqui (apontando para os suplentes que estavam presentes no café da manhã e, ao lado da conversa), vou para onde esses guerreiros me levar, eles que estiveram com a gente na campanha estadual do ano passado (2018), eles que vão dizer para onde e com quem eu vou”, afirmou Marcos Campos.

 

Redação – fmrural.com.br