Arquivo de tag 2020

porpjbarreto

Atlético faz 10 pontos e lidera o Grupo A, com vitória por 1 X 0 em cima do Campinense no Perpetão em Cajazeiras

O Atlético provou, neste domingo, que tem time para brigar pelo título estadual. Em seu reencontro com a torcida, o Trovão Azul venceu o Campinense por 1 a 0, no Estádio Perpetão, em Cajazeiras.

Paulinho, que saiu do banco de reservas, marcou o tento do time sertanejo no segundo tempo. Com o triunfo, o Atlético se manteve na liderança isolada do Grupo A, com 10 pontos.

Já o Campinense, que vinha com 100% de aproveitamento na competição, ainda se mantém na ponta do Grupo B, com seis pontos, mesma pontuação do Sousa, que deve ter seu jogo adiad com o Botafogo-PB, pela quarta rodada.

Na próxima rodada, o Campinense fará clássico com o Treze, domingo. Antes, estreia contra na Copa do Brasil diante do Atlético Mineiro, nesta quarta-feira. O Trovão Azul vai enfrentar o Sousa, domingo, em Cajazeiras.

Ficha Técnica

Atlético-PB
Ariel, Filipinho, Wesley, Egon e Davi; Ferreira, Edgar (Paulinho), Mendes e Marcinho; Éder Paulista e Costela (Caíque). Técnico: Ederson Araújo

Campinense
Adilson Júnior, Allefe (Igor), Vitão, Uesles e Matheus Camargo; Pêu, Robertinho, Matheus Silva e Romário Becker; Fábio Júnior (Zé Paulo) e Vargas (Andrew). Técnico: Oliveira Canindé

Árbitro – Marcelo Aparecido Ribeiro
Assistentes – Kildenn Tadeu e Rafael Guedes
Gols – Paulinho (A), aos 15min do 2º T
Cartão amarelo – Paulinho (A), Robertinho (C).

 

Com Paraíba Online

porpjbarreto

Assembleia anuncia calendário de pagamento de 2020 já com reajuste para os servidores

A Mesa Diretora da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) divulgou, na manhã da última sexta-feira (07), o cronograma de pagamentos dos servidores efetivos e comissionados da Casa e do décimo terceiro até o final do ano de 2020. Todos os pagamentos serão realizados dentro do mês trabalhado, reforçando a política de valorização do servidor que já vem sendo realizado na ALPB. Já o décimo terceiro será pago em duas parcelas, sendo a primeira em junho, no dia 10, e a segunda no dia 11 de dezembro.

Os pagamentos de 2020 já são realizados com o reajuste de 3%. A proposta aprovada no final do ano passado garante ainda aos servidores o reajuste de mais 4%, em 2021, e de 3%, em 2022.

O presidente da ALPB, Adriano Galdino, ressalta que a programação do pagamento, assim como aconteceu em 2019, foi possível após alguns ajustes promovidos pela Mesa Diretora, com a contenção de despesas, ajustes administrativos e qualificação dos gastos. “Programar o pagamento garante um maior equilíbrio financeiro para a Casa, além de dar mais conforto e segurança para os trabalhadores administrarem suas finanças”, declarou.

A iniciativa reforça as ações implantadas pelo presidente desde quando assumiu o comando de da ALPB em fevereiro do ano passado. Todas com foco no uso racional dos recursos públicos, na valorização do servidor e no fortalecimento da Casa. “Com a qualificação dos gastos, garantimos que as contas estarão sempre no verde, já que tudo é realizado com base em planejamento e avaliações prévias”, afirmou.

CALENDÁRIO 

Confira, abaixo, as datas dos pagamentos:

Fevereiro: 27

Março: 25

Abril: 24

Maio: 25

Junho: 26

Julho: 24

Agosto: 25

Setembro: 24

Outubro: 26

Novembro: 25

Dezembro: 24

– Parcelas do décimo terceiro: 10 de junho e 11 de dezembro.

 

Assessoria de Imprensa – ALPB

porpjbarreto

Bonito Folia: abrindo o Carnaval do Alto Sertão da Paraíba

O tradicional evento Bonito Folia, que abre as festividades de Carnaval do Alto Sertão paraibano, completa (vinte e quatro) anos de existência agora em 2020.

Entre os dias (14) a (15) de fevereiro, a festa atrai grande público às ruas da cidade de Bonito de Santa Fé, para festejar, brincar e comemorar o Carnaval no Alto Sertão.

Sexta-feira (14): Luan Pakerô e Nara Castro com Trio Elétrico.

Sábado (15): Breno Andrade e Vivi Lima com Trio Elétrico.

Apoio: Armazém Paraíba e Faculdade Santa Maria

Realização: Jornalista Wilson Furtado

 

Assessoria

porpjbarreto

ALPB inicia trabalhos de 2020 com mensagem do governador e intensifica foco na relação com paraibanos

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) iniciou, nesta quarta-feira (5), a 2ª Sessão Legislativa da 19ª Legislatura. O presidente da Casa de Epitácio Pessoa, Adriano Galdino, anunciou que o parlamento estadual, em 2020, manterá o foco na proximidade com a população paraibana, através de eventos itinerantes, na eficiência da produção de matérias e na transparência pública.

Adriano Galdino afirmou que o trabalho do Poder Legislativo continuará sendo feito com o objetivo de trazer benefícios à população. Segundo o presidente, o foco também será em medidas que visam mais transparência para as ações da Casa. “Tivemos o ano de 2019 de muita produtividade e muito compromisso com a Paraíba. Os deputados demonstraram muito trabalho e determinação. Este ano não será diferente. Nós queremos competitividade, eficiência e transparência”, ressaltou.

Adriano Galdino garantiu pautar mais um ano de gestão na modernização do Legislativo Estadual, além da interação com os demais poderes. O deputado agradeceu aos parlamentares pela confiança e garantiu que permanecerá mantendo a boa relação com todos. “Vamos procurar o diálogo permanente com os poderes, pois são independentes e harmônicos, por isso precisamos estar juntos dialogando, ouvindo e aprendendo para que possamos enfrentar e solucionar os problemas do nosso estado”, disse.

O presidente disse ainda que a Casa continuará a realizar sessões itinerantes em todo o Estado para mostrar à população a função da Assembleia. “Esse ano estaremos presentes em diversas regiões do estado, com as sessões itinerantes para prestar conta do nosso trabalho e para que o povo paraibano conheça de perto o trabalho dos deputados”, afirmou o parlamentar.

Durante discurso, Galdino parabenizou os estudantes da Escola do Legislativo da Paraíba (Elegis) e destacou que este ano ocorreu uma aprovação recorde. Foram aprovados 60 % dos alunos do cursinho preparatório para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). “Fico muito feliz em ver o curso do Poder Legislativo aprovar tantos alunos, com tanta eficiência, inclusive dois em medicina, um em sétimo lugar. Fico feliz porque sou fruto da educação e tenho muita consciência de que a arma que o pobre tem na vida é o saber, é o conhecimento”, comemorou.

Já o governador João Azevêdo, em sua MENSAGEM AO PODER LEGISLATIVO, destacou que o Governo do Estado tem procurado caminhar ao lado da população e, segundo ele, o parlamento estadual, como representante do povo, tem acompanhado as ações desenvolvidas pela gestão nos âmbitos da Educação, Saúde, Segurança Pública e o desenvolvimento humano.

“Contamos com esta Casa para muito mais realizações que tragam desenvolvimento ao Estado. O Poder Legislativo se materializa por meio da força das decisões de deputados e deputadas eleitos pela população, para que se estabeleça na convergência dos Poderes o necessário pacto pela governabilidade”, pontuou o chefe do Executivo estadual.

De acordo com João Azevêdo, o desenvolvimento da Paraíba em 2020 está assegurado com a aprovação da proposta orçamentária pelo Poder Legislativo. “A conquista da governabilidade pactuada com a Assembleia Legislativa é necessária para que possamos, através da estabilidade política, social, financeira e de gestão, continuarmos criando oportunidades para todos em nosso território. O financiamento de uma ação com planejamento e integrada de longo alcance já está assegurado, pois esta Casa aprovou a nossa proposta orçamentária a ser investida ao longo de 2020 em ações que fomentem o desenvolvimento”, analisou o governador.

Além da presença dos demais deputados e secretários estaduais, também estiveram na solenidade o presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), desembargador Márcio Murilo; o representante do Ministério Público da Paraíba (MPPB), sub-procurador geral de Justiça Álvaro Gadelha Campos; o defensor geral do Estado, Ricardo Barros; e o vice-presidente da Ordem do Advogados do Brasil, Seccional Paraíba (OAB-PB), João de Deus.

 

Assessoria – ALPB

porpjbarreto

José Aldemir estuda nome de candidato como vice-prefeito para substituir Marcos do Riacho do Meio

Atual vice-prefeito de Cajazeiras, Marcos do Riacho do Meio não está nos planos de Zé

O prefeito de Cajazeiras, José Aldemir Meireles (PP) está analisando e fazendo minucioso estudo de vários nomes para compor sua chapa como pré-candidato a vice-prefeito, nas eleições municipais deste ano de 2020.

De acordo com pessoas próximas do gestor, José Aldemir alimenta o sonho de ser deputado federal, hipoteticamente, ele tenta encontrar um nome para ser vice-prefeito, que poderá assumir os destinos de Cajazeiras. Com a realização desse sonho, caso venha a tornar-se realidade, o prefeito irá entregar de bandeja a Prefeitura de Cajazeiras, na possibilidade de vitória em reeleição.

Segundo nos informou uma fonte, Marcos do Riacho do Meio não será o candidato a vice, na chapa de Aldemir em outubro próximo. “O prefeito tá estudando vários nomes, mas de uma coisa eu tenho certeza, Marcos do Riacho do Meio não consta nos planos de Zé, para ser o vice novamente”, revelou.

 

Redação

porpjbarreto

Biquini Cavadão, Banda Mel e Cheiro de Amor serão atrações principais do Carnaval de Cajazeiras em 2020. Confira a programação!

O prefeito José Aldemir anunciou na tarde desta segunda-feira (20), as atrações do Carnaval 2020 em Cajazeiras. Banda Mel, Cheiro de Amor e Biquini Cavadão são as principais atrações. Mas o Carnaval de Cajazeiras terá ainda, Praça do Frevo, Praça do Rock e Praça dos Blocos. Além do desfile de blocos nas ruas e da realização do II Festival de Marchinhas Carnavalescas.

Segundo o prefeito José Aldemir, o objetivo é realizar um carnaval animado, com a participação de um grande público. “A Cajazeiras sempre realizou um carnaval animado, um dos mais tradicionais realizados no país, e este ano queremos repetir a tradição, com atrações nacionais e a prata de casa”, disse.

Conforme a programação anunciada pelo prefeito, o Carnaval será aberto no sábado, 22 de fevereiro, com apresentações de Banda Mel, Gilson Mania, Pagodão SA, Breno Andrade. No domingo, 23, Cheiro de Amor, Luan Pakerô, Romário Freitas, Célia Melo. Na segunda, 24, Biquini Cavadão, Flávio Pisada Quente, Biguinho Show, Chicletear. Na terça, 25, JM Puxado, Ramom Schinaider, Dodô Pressão e Sarah Lorena.

O Carnaval em Cajazeiras terá desfile de blocos nas principais avenidas da cidade. Cafuçus, Imprensados, Amélia Nunca Mais, Dindin de Cajá, Virgens se apresentarão na cidade com apoio da prefeitura de Cajazeiras através do Fuminc. Já o II Festival de Marchinhas Carnavalescas será realizado dia 14 de fevereiro na Praça da Prefeitura.

 

Secom

porpjbarreto

Piloto do Enem Digital pode ter 100 mil participantes, diz ministro

Plano inicial era que fossem 50 mil os inscritos nessa etapa

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, disse nesta terça-feira (7) ter a expectativa de que chegue a 100 mil o número de vagas destinadas ao projeto piloto do Enem Digital – plataforma por meio da qual o Exame Nacional do Ensino Médio será feito via internet. Inicialmente, a expectativa era de que o piloto do programa abrangesse 50 mil vagas.

“O Enem Digital vai entrar em vigor este ano em 15 capitais como projeto piloto voluntário, para alguma coisa entre 50 e 100 mil vagas. E depois, no futuro, espalhá-lo pelo Brasil todo”, disse hoje Weintraub, ao participar do Revista Brasil, programa da Rádio Nacional de Brasília ancorado pelo jornalista Valter Lima, veiculado pela Empresa Brasil de Comunicação (EBC). Cerca de 3,9 milhões de candidatos participaram da edição 2019 do exame.

Para o governo, o Enem Digital vai permitir a utilização de novos tipos de questões com vídeos, infográficos e até a lógica dos games. A sequência do programa, no entanto, depende da estruturação das escolas públicas brasileiras, em especial de seus laboratórios de informática.

“Levaremos informática para todas as escolas do Brasil. Este ano já vamos cobrir quase tudo, mas ao longo do tempo o pessoal terá laboratório de informática e estará preparado para fazer o Enem Digital, porque não adianta passarmos para o Enem Digital sem dar condições de competição para o filho de quem não tem internet nem computador. Por isso, ao longo deste governo, o Enem passará a ser 100% digital. Mas isso será feito de forma gradual”, acrescentou o ministro.

Segundo ele, ao final do processo, o Enem Digital proporcionará grande economia de dinheiro público, uma vez que, quando feito no papel, o exame acaba sendo mais caro por conta de sua logística.

“Quando digitalizar tudo, o Enem ficará mais barato. A pessoa poderá marcar com antecedência o dia que vai fazê-lo, além de não ter problema caso perca o prazo. Caso tenha problema, ele pode remarcá-lo, sem risco de perder o ano”, acrescentou o ministro.

Previsões para 2020

Ainda durante a entrevista, Weintraub fez algumas projeções sobre as ações que serão implementadas por sua pasta em 2020. “A gente arrumou a casa e agora começaremos a entregar resultados”, disse.

“Por exemplo, na parte de bolsas não apenas estamos mantendo como ampliando-as. Criamos novas bolsas para pesquisar especificamente crises ambientais como derramamento de óleo. Foi criada uma bolsa só para isso. Tem também a ampliação do programa de apoio a pós-graduação para a Amazônia Legal stricto sensu [mestrado e doutorado]”, disse.

Segundo ele, a ideia é, ao longo do ano, avançar no sentido de melhor distribuir bolsas pelo território nacional, de forma a beneficiar localidades que historicamente são menos atendidas. Weintraub destacou também a criação de um portal de periódicos que disponibilizará os principais jornais e revistas científicos.

“E no programa de formação de professores, além de mantermos todos programas, estamos fazendo a parte de formação de professores da educação básica no exterior, principalmente nos Estados Unidos, Canadá, e agora, entrando também, a Irlanda. Dessa forma, a pessoa poderá sofisticar seu inglês, ver outras realidades e trazer isso para ensinar nossas crianças”.

Ainda de acordo com o ministro, a capacitação e o treinamento dos professores virão junto com a valorização da profissão, “que terá seu piso salarial aumentado em 12% este ano”.

Agência Brasil

porpjbarreto

Casa do Estudante da Paraíba abre inscrições e recadastramento para 2020

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Educação e da Ciência e Tecnologia, abriu, nesta segunda-feira (06), as inscrições e recadastramento da Casa do Estudante da Paraíba. Estão sendo disponibilizadas 96 vagas, sendo cinco destinadas a estudantes portadores de necessidades especiais. As inscrições de novos candidatos e recadastramento dos atuais podem ser realizadas na sede da Casa do Estudante da Paraíba, localizada na Rua da Areia, nº 567, no Centro de João Pessoa, ou pelo e-mail casadoestudantedaparaiba@gmail.com até o dia 15 de janeiro.

O edital, divulgado no Diário Oficial do Estado (DOE) na última sexta-feira (03), atende alunos do sexo masculino que moram no interior da Paraíba e estudam ou desejam estudar em instituições públicas de Ensino Médio na cidade de João Pessoa. A seleção e o recadastramento serão realizados por meio de análise socioeconômica e de entrevista. O resultado final será divulgado no dia 22 janeiro no mural informativo da Casa do Estudante e no site http://www.paraiba.pb.gov.br no dia 22  janeiro.

Para a realização da inscrição por e-mail o candidato deverá inicialmente solicitar a ficha de inscrição pelo mesmo e-mail e, após preenchimento, encaminhá-la juntamente com toda documentação exigida. As vagas destinadas aos estudantes portadores de necessidades especiais que não forem devidamente preenchidas poderão ser ocupadas por candidatos da ampla concorrência.

As vagas não ocupadas por alunos do ensino médio poderão ser preenchidas por alunos matriculados na Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) e, permanecendo vagas, essas poderão ser preenchidas por estudantes de instituições públicas de ensino superior ou beneficiárias de programas educacionais governamentais de instituições de ensino superior privado.

Critérios – O candidato deve ser do sexo masculino, ser do interior do Estado da Paraíba, não possuir residência em João Pessoa, e não receber auxílio moradia da instituição de origem. No caso de exercer estágio acadêmico, mesmo que comprovado, o candidato não poderá ter o horário escolar comprometido, cabendo aprovação da comissão. O estudante deve ter renda familiar mensal que não ultrapasse o valor de um salário mínimo e meio e apresentar no ato da inscrição os documentos pertinentes.

Recadastramento – Para permanecer na Casa do Estudante da Paraíba, os residentes que sejam estudantes do Ensino Médio deverão se submeter às seguintes exigências: ter no mínimo 75% de frequência escolar durante o ano letivo; obter aprovação na série matriculada e cumprir as normas e diretrizes internas da Casa do Estudante da Paraíba. Os estudantes universitários residentes devem obedecer aos mesmos critérios.

Documentação – Cópia de RG, CPF e cartão do SUS; comprovante de rendimentos (CTPS, INSS ou contracheque família); cópia de comprovante de residência (água, luz, contrato ou recibo de aluguel atualizado); declaração emitida pela instituição de ensino na qual estuda, ou estudará;  histórico escolar, comprovante de matrícula ou declaração de vínculo 2020; duas fotos 3×4; certidão de antecedentes criminais em nível estadual e federal emitidos pelas autoridades competentes; autorização dos pais ou responsável por menor de idade ou não para residir na casa do estudante, com firma reconhecida em cartório; laudo médico detalhado para os candidatos portadores de necessidades especiais; comprovante que não recebe auxílio moradia em redes públicas de ensino; caso já tenha concluído o ensino médio ou superior comprovar com o certificado.

As inscrições obedecerão ao calendário abaixo:

AÇÃO

PERÍODO

HORÁRIO

1. Recadastramento:

06 e 07 de Janeiro de 2020

08h – 12h e 14h – 17h

2. Inscrições:

08 ,09 ,10 ,13 ,14 e 15 de      janeiro de 2020

08h – 12h e 14h – 17h

3. Entrevistas:

16 e 17 de Janeiro de 2020

08h – 12h e 14h – 17h

4. Resultado:

22 de Janeiro de 2020

08h – 12h e 14h – 17h

 

Secom

porpjbarreto

Salário mínimo será de R$ 1.039 em 2020

Novo valor entra em vigor a partir de 1º de janeiro

O presidente Jair Bolsonaro editou Medida Provisória (MP) que aumenta o salário mínimo de R$ 998 para em R$ 1.039 a partir de amanhã, dia 1º de janeiro de 2020. O novo valor corresponde ao reajuste da inflação do ano, que encerrou 2019 em 4,1%, segundo Índice Nacional do Preços ao Consumidor (INPC), calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

É a primeira vez na história que o salário mínimo ultrapassa a faixa de R$ 1 mil desde o início do Plano Real, em 1994. A MP foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União (DOU) ainda nesta terça-feira (31).

Em relação à Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2020, aprovada pelo Congresso Nacional há duas semanas, o valor ficou R$ 8 mais alto. Isso porque a previsão anterior do governo federal para a inflação de 2019 era de 3,3%, mas o percentual acabou ficando em 4,1%, de acordo com a última estimativa medida pelo IBGE.

Em nota, o Ministério da Economia informou que o aumento do valor da carne nos últimos meses pressionou o crescimento geral nos preços no final do ano, ampliando o percentual de inflação apurado.

“Anteriormente, o governo projetou o salário mínimo de R$ 1.031 por mês para 2020, conforme a Mensagem Modificativa ao Projeto da Lei Orçamentária de 2020 (PLOA-2020). A recente alta do preço da carne pressionou a inflação e, assim, gerou uma expectativa de INPC mais alto, o que está refletido no salário mínimo de 2020. Mas como o valor anunciado ficou acima do patamar anteriormente estimado, será necessária a realização de ajustes orçamentários posteriores, a fim de não comprometer o cumprimento da meta de resultado primário e do teto de gastos definido pela Emenda Constitucional nº 95”, informou a pasta.

Até o ano passado, a política de reajuste do salário mínimo, aprovada em lei, previa uma correção pela inflação mais a variação do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e serviços produzidos no país). Esse modelo vigorou entre 2011 e 2019. Porém, nem sempre houve aumento real nesse período porque o PIB do país, em 2015 e 2016, registrou retração, com queda de 7% nos acumulado desses dois anos.

O governo estima que para cada aumento de R$ 1 no salário mínimo, as despesas elevam-se em R$ 355,5 milhões, principalmente por causa do pagamento de benefícios da Previdência Social, do abono salarial e do seguro-desemprego, todos atrelados ao mínimo.

Agência Brasil

porpjbarreto

Em 2020, brasileiros vão eleger prefeitos, vice-prefeitos e vereadores. Confira as datas e calendário eleitoral!

Confira as principais datas do calendário eleitoral

A partir de 1º de janeiro de 2020, eleitores, partidos e candidatos devem estar atentos ao calendário definido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para eleições municipais do ano que vem, quando serão escolhidos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores.

Pelo calendário eleitoral aprovado pela Corte, todas as pessoas envolvidas no pleito devem respeitar regras e prazos para garantir a realização da votação. O primeiro turno será realizado em 4 de outubro e o segundo turno no dia 25 do mesmo mês.

No primeiro dia de janeiro, empresas responsáveis por pesquisas de opinião estão obrigadas a registrá-las no TSE. Na mesma data, qualquer órgão da administração pública fica proibido de distribuir benefícios, bens ou valores, exceto no caso de calamidade pública. Os órgãos também não podem aumentar gastos com publicidade acima da média dos últimos três anos.

Em abril, o TSE vai lançar uma campanha nas emissoras de rádio e televisão para incentivar a participação das mulheres nas eleições e esclarecer o eleitor sobre o funcionamento do sistema eleitoral.

No dia 16 de junho, a Corte deve divulgar o valor corrigido do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC), criado pelo Congresso. Conforme o orçamento da União para o ano que vem, R$ 2 bilhões estão previstos para o fundo.

Em julho, os partidos estão autorizados a promover as convenções internas para escolha de seus candidatos, que deverão ter os registros das candidaturas apresentados à Justiça Eleitoral até 15 de agosto.

No dia seguinte, a propaganda eleitoral está autorizada nas ruas e na internet até 3 de outubro, dia anterior ao primeiro turno.

Em setembro, a partir do dia 19, nenhum candidato poderá ser preso, salvo em flagrante. No caso dos eleitores, a legislação eleitoral também proíbe a prisão nos dias próximos ao pleito. No dia 29, eleitores só podem ser presos em flagrante.

A diplomação dos prefeitos e vices, além dos vereadores eleitos, deve ocorrer até 19 de dezembro de 2020.

Nas eleições municipais de 2016, 144 milhões de eleitores estavam aptos a votar. No pleito, foram registradas 496 mil candidaturas para os cargos disputados.

Confira as principais datas:

Data Evento
1 janeiro Entidades ou empresas que fazem pesquisa de opinião pública ficam obrigadas a registrar sondagens de intenção de voto no Sistema de Registro de Pesquisas Eleitorais até 5 (cinco) dias antes da divulgação;

Administração pública fica proibida de distribuir bens, valores ou benefícios gratuitamente;

Proibida execução de programas sociais por entidade nominalmente vinculada a candidato;

Proibida publicidade de órgãos públicos com gastos acima da média

5 março A partir desta data e até 3 de abril, considera-se justa causa a mudança de partido de vereador para concorrer a eleição majoritária ou proporcional
1 abril Início da propaganda do TSE para incentivar a participação feminina, de jovens e da comunidade negra na política, bem como esclarecer os cidadãos sobre as regras e o funcionamento do sistema eleitoral brasileiro.
4 abril Data limite para que presidente da República, governadores e prefeitos renunciem aos respectivos cargos caso pretendam concorrer a outros cargos;
7 abril Proibido aumentar salário de servidores públicos;
16 junho Previsão de divulgação pelo TSE do valor do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC).
30 junho Data a partir da qual é vedado a emissoras de rádio e de televisão transmitir programa apresentado ou comentado por pré-candidato.
4 julho Proibição de contatações e demissões de servidores, com exceções.
20 julho Início das convenções partidárias
15 agosto Último dia para os partidos políticos e as coligações apresentarem à Justiça Eleitoral registro de candidaturas.
16 agosto Data a partir da qual será permitida a propaganda eleitoral, inclusive na internet.
19 setembro Nenhum candidato poderá ser preso, salvo em flagrante.
29 setembro Nenhum eleitor poderá ser preso, salvo em flagrante.
4 outubro Dia do primeiro turno
25 de outubro Dia do segundo turno
18 de dezembro Último dia para diplomação dos eleitos pela Justiça Eleitoral.

 

Edição: Denise Griesinger / Agência Brasil