Categoria Slide

porpjbarreto

Terceira Câmara Cível mantém condenação de ex-prefeito de Catingueira por improbidade administrativa

Ex-prefeito de Catingueira, José Edivan Felix.

Suspensão dos direitos políticos por oito anos e multa civil no montante correspondente a 20 vezes o valor da remuneração percebida no cargo de prefeito. Estas foram as penalidades aplicadas ao ex-prefeito de Catingueira, José Edivan Felix, pela prática de improbidade administrativa. Ele recorreu da condenação, mas a sentença foi mantida pela Terceira Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Paraíba. O relator do processo nº 0002644-27.2014.8.15.0261 foi o juiz convocado Gustavo Leite Urquiza.

A demanda foi ajuizada pelo Ministério Público estadual em razão do acórdão nº 00073/11 do Tribunal de Contas do Estado, que reprovou as contas de gestão do Município de Catingueira no ano de 2008. As irregularidades apontadas foram: realização de despesas sem o devido processo licitatório, no total de R$ 3.388.719,19; não aplicação do mínimo estabelecido em lei na remuneração dos profissionais do magistério; não aplicação do mínimo constitucional das receitas tributárias e transferência na manutenção e desenvolvimento do ensino fundamental e não aplicação do mínimo constitucional das receitas tributárias e transferências em ações e serviços públicos de saúde.

No recurso, a defesa alegou que não houve violação do artigo 10 da Lei de Improbidade Administrativa ante a inocorrência de comprovação do efetivo prejuízo ao erário ou sobrepreço nas aquisições destinadas ao Município de Catingueira. Disse que os atos de aplicar os percentuais mínimos na educação e na saúde não infringem o artigo 11 da Lei 8.429/92 constatados pelo Tribunal de Contas. Por fim, sustentou que não agiu com dolo ou culpa, nem ocasionou enriquecimento ilícito ou dolo e que as sanções impostas violam os postulados da razoabilidade e proporcionalidade.

Em seu voto, o relator pontuou que as condutas praticadas pelo apelante violaram os princípios básicos da administração, dentre eles a legalidade, a moralidade e a impessoalidade, por deixar de evitar a malversação dos recursos públicos. “Sob este prisma, portanto, irretocável a sentença que reconheceu a violação aos postulados administrativos insculpidos na Constituição Federal, constituindo ato ímprobo previsto no artigo 11 da Lei nº 8.429/92, reconhecendo-se, assim, o dolo genérico na espécie, eis que prescindível a prova do dolo específico”. Da decisão cabe recurso.

Confira, aqui, o acórdão.

Assessoria de Imprensa / TJPB

porpjbarreto

Veneziano antecipa voto favorável ao Fundeb e elogia caráter permanente e aumento no percentual de composição do fundo

O senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) destacou, em pronunciamento no Senado e em uma live do programa “Agenda Brasil”, a aprovação, na Câmara dos Deputados, da Proposta de Emenda à Constituição (PEC 26/2020) que torna permanente o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

O senador antecipou o seu voto favorável à aprovação do Fundeb, por entender a extrema importância de ampliar os investimentos em Educação para garantir um futuro melhor para o nosso país.

Veneziano destacou dois pontos que ele considera de fundamental importância no novo Fundeb. O primeiro, é que o Fundo passa a ser permanente, nem a necessidade de estar sempre sendo renovado; e o segundo é a ampliação dos percentuais de composição do fundo por parte do governo, de 10% para 23%, de forma gradativa.

Como membro titular da Comissão de Educação do Senado, Veneziano enfatizou que em nenhuma fase da história, nenhuma nação se fez forte sem que houvesse efetivos investimentos no setor educacional.

Ele disse que o Fundo se constituiu em uma grande conquista para a educação, e para a Juventude, e trará grandes benefícios para o País. Para ele, a votação dos deputados foi uma vitória do povo brasileiro, especialmente dos estudantes e professores.

— Ter o Fundeb extinto seria algo extremamente melancólico e os desastres e as consequências seriam maiores — ressaltou.

Auxílio Emergencial para a Cultura – Em outra parte do pronunciamento, o senador Veneziano destacou a aprovação da Medida Provisória (MP) 986/2020, que detalha os repasses a estados e municípios dos valores destinados ao auxílio emergencial para o setor cultural. De acordo com Veneziano, o setor tem sido um dos mais afetados por causa da pandemia do novo coronavírus.

Para Veneziano, que foi o relator da matéria no Senado, os cancelamentos de shows e apresentações artísticas, para evitar aglomeração, levaram ao desemprego e à diminuição de renda de milhares de profissionais. Veneziano disse que cobrará do governo a liberação para quem realmente precisa.

— Venturosamente contou com o apoiamento de toda a Casa. Foram 76 votos favoráveis à medida provisória. Isso dará ao governo a possibilidade e a oportunidade, porque nós vamos também cobrar, de o mais brevemente possível fazer a liberação desses montantes: R$ 3 bilhões para estados e municípios — disse.

Assessoria de Imprensa

porpjbarreto

Aplicativo gratuito conecta clientes e prestadores de serviços em plataforma de busca em João Pessoa e região

De forma rápida, prática e segura, “Psiu” facilita a contratação de profissionais capacitados de diversas áreas em João Pessoa e região

O uso de aplicativos no celular faz parte da rotina das pessoas e se tornou uma necessidade diária do consumidor brasileiro. O uso do aparelho fez com que o mercado de prestação de serviços online cresça sem parar, ano após ano, principalmente após a pandemia. De acordo com a Think Tank Pew Research Center, que estuda as principais questões de tendências e atitudes que moldam o mundo, o Brasil é o segundo país onde o mercado de aplicativos mais se expande e a expectativa é que o setor seja responsável por movimentar US$ 6,3 trilhões no mundo até 2021. Neste cenário, diante da necessidade de oferecer serviços seguros e de qualidade, o “Psiu” chega ao mercado paraibano.

A plataforma gratuita reúne pessoas que buscam serviços de diversas áreas com profissionais capacitados para realizar as demandas rotineiras com eficiência. Nelson Petrucci, CEO do Psiu, acredita que o aplicativo chega com a missão de fazer parte da vida do dia a dia de todos. “Estamos vivendo um momento inédito e delicado onde é necessário ter ainda mais cautela na contratação de profissionais. Com o Psiu, o cliente busca um serviço exclusivo, feito com todas as medidas de higienização e segurança, e com qualidade acima de tudo”, pontua Nelson. “Foi a partir desta necessidade que o aplicativo foi desenvolvido. O nosso propósito é oferecer uma oportunidade aos trabalhadores autônomos e atender as demandas dos contratantes em uma rede de conexão online”, conta Nelson.

Diaristas, passeadores de cães, mecânicos, churrasqueiros, cuidados de idosos, locação de brinquedos infantis, veterinários e eletricistas estão entre as especialidades oferecidas pela plataforma de busca. “São serviços de diversas áreas reunidos para oferecer tudo que o cliente precisa em poucos cliques, seja para um evento, para consertar o automóvel, reparar a casa, cuidar dos animais, por exemplo”, detalha Nelson. O Psiu conta com diversos profissionais cadastrados, que passam por curadoria e treinamento. “Toda a seleção é feita com muita cautela para garantir a segurança dos clientes ao contratar um serviço. Desta forma, todos os profissionais são verificados antes de serem ativos na plataforma”, explica o CEO. Além disso, a plataforma conta com conteúdo exclusivo e cursos livres em diversas áreas para incentivar os prestadores a melhorarem o rendimento.

Como acessar – Só baixar o aplicativo na App Store ou Play Store e realizar o cadastro, o usuário, poderá escolher o serviço e terá a opção de agendar o dia e horário. Em caso de urgência, o profissional mais próximo ao local é automaticamente acionado. O contato é feito diretamente pelo chat e, em poucos cliques, é possível finalizar a contratação. Após a realização do trabalho, o pagamento só é confirmado depois da avaliação do cliente.

Há facilidades de pagamento em espécie por meio do Psiu Cash – créditos comprados antecipadamente – e no cartão de crédito, sendo possível parcelar em até 6x. O atendimento contratado e pago conta com uma garantia de até R$5.000 –  uma iniciativa para garantir que todos os serviços realizados pelo Psiu sigam um padrão de qualidade.

A princípio, o Psiu atua na nas localidades da Grande João Pessoa.

 

Assessoria

porpjbarreto

Asplan inicia fiscalização da safra 2020/2021 nas usinas da Paraíba

O trabalho de fiscalização dos agentes tecnológicos contratados pela Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan), para acompanhar a avaliação da qualidade da matéria-prima entregue pelos produtores canavieiros, começou nesta segunda-feira (03), na Giasa, em Pedra de Fogo, e Japungu, em Santa Rita. Essas indústrias começaram suas moagens, respectivamente, nos dias 18 e 21 de julho. “A análise da matéria-prima usa a fórmula da ATR (Açúcar Total Recuperado) e nos acompanhamos todo o processo, desde a pesagem até a análise no laboratório para que a remuneração paga pela cana seja fidedigna ao que está sendo entregue”, explica o diretor do Departamento Técnico da Asplan (Detec), Neto Siqueira, setor responsável pela coordenação dos trabalhos em campo da fiscalização.

O acompanhamento da cana dos associados, reitera Neto Siqueira, vai permanecer durante toda a safra, diuturnamente, e enquanto houver fornecimento da matéria-prima para as oito unidades industriais paraibanas. Neto lembra ainda que além de fornecer cana para as indústrias do estado, outras unidades industriais fora da Paraíba também absorveram parte da produção paraibana, mas, em menor escala, porém nestas unidades a fiscalização da Asplan não atua.

Das oito unidades industriais paraibanas, duas fabricam álcool e açúcar (São João e Monte Alegre), uma fabrica açúcar (Agroval) e cinco produzem só álcool (Tabu, Giasa, Japungu, Miriri e Dpadua). A Paraíba detém a terceira maior produção de cana-de-açúcar do Nordeste, uma vez que produz mais que o Rio Grande do Norte, Bahia, Sergipe, Maranhão e Piauí. Em produção, a Paraíba só fica atrás de Alagoas e Pernambuco, que são tradicionalmente os maiores produtores da região. O setor sucroalcooleiro paraibano gera cerca de 30 mil empregos diretos durante a entressafra e 40 mil em épocas de safra.  Atualmente, entre 50% e 60% da matéria-prima é oriunda de lavouras próprias ou arrendadas pelas indústrias, sendo o restante produzido pelos fornecedores ligados a Asplan que contabilizam 1.400 associados, entre pequenos, médios e grandes produtores.

O trabalho de fiscalização da Asplan conta com 18 gentes tecnológicos, sendo que 16 deles vão atuar nas usinas, um vai ser o coletor das amostras e outro ficará no laboratório fazendo as análises. Antes de irem a campo, todos os agentes receberam treinamento. Os novatos participaram de uma capacitação na sede da Asplan que durou uma semana e os fiscais veteranos apenas reviram os procedimentos.

 

Assessoria

porpjbarreto

Unimed JP promove live para esclarecer dúvidas sobre maternidade do Hospital Alberto Urquiza Wanderley

Transmissão acontecerá nesta terça-feira (4), às 17h, no Instagram @unimedjoaopessoa

A chegada de um filho é um momento de expectativas e planos. Diante da pandemia, é comum que as mulheres tenham ainda mais questionamentos sobre o momento do parto e a segurança para a sua saúde e o bem-estar do bebê. Para esclarecer todas as dúvidas sobre o atendimento na maternidade do Hospital Alberto Urquiza Wanderley, a Unimed João Pessoa realizará uma live pelo Instagram @unimedjoaopessoa, nesta terça-feira (4), a partir das 17h.

Na oportunidade, participarão da transmissão ao vivo o ginecologista e obstetra, Marcelo Tissiani, coordenador da Maternidade, e a pediatra neonatologista, Halbiege Di Pace. Os telespectadores poderão fazer perguntas pelo Instagram. De acordo com Marcelo Tissiani, serão debatidos o acolhimento e segurança da mãe e do bebê no novo fluxo instituído no Alberto Urquiza. “Estaremos à disposição também para tirar todas as dúvidas da gestante, para que ela fique tranquila em relação ao seu atendimento”, comentou.

Para a neonatologista Halbiege Di Pace, a live será focada na linha do cuidado com a retomada das atividades da maternidade. “Vamos explicar como era e como será. Teremos uma retomada do que se fazia, com mais segurança, carinho e cuidado com que os nossos clientes merecem”, ressaltou.

ESTRUTURA 

maternidade do Hospital Alberto Urquiza Wanderley é a mais completa da Paraíba. A estrutura inclui sala de parto humanizado, centro cirúrgico equipado para partos de alta complexidade, UTI para mãe e para a criança, unidade de cuidados intermediários e um espaço de acolhimento para os pais.

Sobre a Unimed JP – Com 48 anos de tradição, a Unimed João Pessoa é uma cooperativa de trabalhos médicos que se consolidou como a melhor e maior operadora de planos de saúde da Paraíba. Além de mais de 1,7 mil médicos cooperados, possui a mais completa rede de assistência médico-hospitalar privada do Estado. São diversos hospitais credenciados, sendo dois próprios – um deles referência em alta complexidade -, além de clínicas, prontos-socorros e laboratórios à disposição dos mais de 147 mil clientes. Tudo isso garante à Unimed JP a liderança absoluta no segmento de saúde suplementar no mercado paraibano. Acesse www.unimedjp.com.br.

 

Assessoria

porpjbarreto

Jeová se reúne com secretário de saúde da PB para elogiar ações de combate a pandemia e pedir implantação do teste do pezinho ampliado

“Fiz questão de ter a minha primeira reunião de despacho administrativo na volta à João Pessoa com o secretário de saúde, Dr. Geraldo Medeiros, primeiro para parabenizá-lo pelo trabalho desenvolvido pela SES nas ações de combate a pandemia e também para solicitar dele a implantação do teste do pezinho ampliado, uma grande conquista da Paraíba, que é o primeiro estado do NE a aprovar uma lei neste sentido”, disse o deputado. Ele lembrou que essa iniciativa vai possibilitar que as crianças paraibanas que vão nascer tenham uma assistência mais ampla no sentido de identificar doenças em estágios iniciais.

Jeová reiterou na reunião que, no final do ano passado, a iniciativa ganhou um reforço importante para ser viabilizada com a destinação de parte de R$ 500.055,00 oriundos de Emenda de Bancada Impositiva, de parlamentares da Paraíba. “Vale salientar que, atualmente, o teste do pezinho diagnostica apenas seis doenças e com a ampliação ele poderá identificar até 30 patologias, sendo possível diagnosticar precocemente várias doenças, proporcionando um tratamento eficiente e imediato, o que por si só, contribuirá para o progresso da saúde pública do Estado”, reitera Jeová.

O teste do pezinho ampliado vai tornar possível o diagnóstico precoce das seguintes patologias: Fenilcetonúria e outras aminoacidopatias, Hipertireoidismo congênito, Hiperplasia Adrenal, Galactosemia, Deficiência de Biotinidase, Toxoplasmose Congênita, Deficiência de G6PD, Fibrose Cística, Anemia Falciforme e outras Hemonoglobinopatias e Leucinos. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil abriga cerca de 13 milhões de pessoas com alguma enfermidade rara, ou seja, um a cada 16 indivíduos, sendo que 75% destas pessoas são crianças.

 

Assessoria

porpjbarreto

Nordeste do país tem tempo quente e seco no interior e chuva no litoral, nesta terça-feira (4)

A temperatura mínima na região é de 12ºC e a máxima de 36ºC

Tempo quente, seco e ensolarado na região Nordeste do país, nesta terça-feira (4), principalmente no interior. Em algumas cidades nordestinas, como Bom Jesus, no Piauí, não chove há quase três meses. Previsão de tempo com pancadas de chuva no litoral, desde Salvador até Maceió. A exceção fica por conta da área entre a costa do Piauí e Fortaleza e parte do litoral do Rio Grande do Norte.

As temperaturas variam entre 12 e 36 graus, na região. A umidade relativa do ar pode variar entre 30 e 100 por cento.

As informações são do Somar Meteorologia. Felipe Moura, o tempo e a temperatura.

Fonte: Brasil 61

porpjbarreto

Por que as pessoas traem mesmo em relacionamentos felizes?

4 Mitos Sobre Infidelidade e Assuntos

Quais são realmente os assuntos? Eles acontecem apenas em relacionamentos infelizes? Nesse caso, por que a maioria de nós é culpada de algum tipo de traição? Por que parceiros comprometidos traem mesmo em relacionamentos aparentemente felizes? Por que eles sentem vontade de se afastar, mesmo quando são amados e cuidados?

Neste artigo, examinaremos mais de perto o que faz as pessoas felizes traírem, o que realmente interessa e também esclarecer os mitos comuns sobre assuntos e infidelidade que todos precisamos entender e aceitar.

“Esta é minha opinião todos os homens traem à sua maneira, e ele é apenas honesto, que não é descoberto.” – SUSANNAH CENTLIVRE

Se você é uma mulher que foi traída, ou uma mulher presa num relacionamento sem amor, e que tem vontade de explorar outras coisas no mundo afora, não pense que o mundo não tem outras soluções melhores para você.  É bem comum mulheres se envolverem com homens mais velhos, após vivenciar várias desilusões amorosas, e desempenharem o papel de Ashley Madison por que não?

Talvez você tenha um pai que teve um caso. Talvez esse caso tenha terminado o casamento de seus pais. Talvez tenha sido sua melhor amiga ou sua irmã que se desviou. Talvez tenha sido sua esposa. Talvez tenha sido você.

Em sua recente palestra no TED, Repensando a infidelidade … uma palestra para quem já amou, Esther Perel examina por que as pessoas traem, por que a infidelidade é tão devastadora e como, no cerne da maioria dos casos, você encontrará questões de saudade e perda – saudade novidade, intensidade sexual, liberdade e desejo de recuperar a vitalidade em face de tragédia ou perda.

“Todo homem quer que uma mulher apele para o seu lado melhor, seus instintos mais nobres e sua natureza superior – e outra mulher para ajudá-lo a esquecê-los.” – Helen Rowland

Esther nos diz que sempre perguntava: “Qual a porcentagem de pessoas que traem?” Sua resposta: porque não há uma definição universalmente acordada do que constitui infidelidade – sexting? Assistindo pornografia? Ficar secretamente ativo em sites de namoro? Se beijando? Pensando em beijar? – não há como medir. “As estimativas variam”, diz ela, “de 26% a 75%”.

“E se mesmo um bom casamento não puder nos inocular contra o desejo de viajar? E se a paixão tiver uma vida útil limitada? E se há coisas que mesmo um bom relacionamento não pode nos dar? ”

Ela também perguntou: “A favor ou contra?” – como você acha que os negócios são bons ou ruins? E é aqui que o que ela está dizendo fica interessante. Embora sua resposta um tanto travessa à questão pró ou contra seja “sim”, sua mensagem mais séria é que precisamos considerar a infidelidade de uma maneira mais sutil. Precisamos levar a conversa além do bem e do mal; além da vítima e do agressor.

E, para fazer isso, precisamos entender o que realmente interessa.

Mito # 1 – Os assuntos são sobre casamentos infelizes (ou pessoas não saudáveis).

É uma suposição comum: se alguém tem um caso, há algo errado no relacionamento deles ou algo errado com eles. Mas, como Esther aponta, “milhões de pessoas não podem ser patológicas”. Nem todos eles estão fugindo de casamentos miseráveis.

A única coisa que as pessoas em todo o mundo disseram a ela sobre seu caso – faz com que se sintam “vivas”.

“Quando um homem deve forçar-se a ser fiel em seu amor, isso não é melhor do que a infidelidade.” – François La Rochefoucauld

A sabedoria convencional diz que, se tudo estiver indo bem em casa – bom sexo, bons tempos – não há necessidade de procurar em outro lugar. Mas as perguntas que Esther levanta em sua palestra nos desafiam a repensar.

“E se mesmo um bom casamento não puder nos inocular contra o desejo de viajar?” ela pergunta. “E se a paixão tem uma vida útil finita? E se há coisas que mesmo um bom relacionamento não pode nos dar? ”

Com isso, ela não está tolerando casos como um antídoto para o tédio previsível ou inquietação de um relacionamento de longo prazo. O que ela está dizendo é que é complicado, que a resposta para a pergunta de por que as pessoas se perdem não é preto e branco. Não é simples E muitas vezes não é o que costumamos pensar.

Assessoria

porpjbarreto

Com patamar internacional, Ruraltur Digital é pauta em reunião nacional do Sebrae Nacional

Evento promovido pelo Sebrae Paraíba, será a primeira feira de turismo rural 100% digital do mundo

Com objetivo de firmar parcerias e atualizar informações sobre o evento, a Ruraltur Digital, foi pauta da reunião que aconteceu na última terça-feira (28) com os diretores técnicos dos Sebrae UF, e a equipe de turismo do Sebrae Nacional. Trazendo uma programação voltada para empresas, produtores rurais e artesãos que atuam em atividades econômicas vinculadas ao turismo rural, a Ruraltur Digital, evento promovido pelo Sebrae Paraíba, será a primeira feira de turismo rural 100% do mundo.

De acordo com Regina Amorim, gestora de Turismo do Sebrae Paraíba, a 16º edição da Ruraltur será disruptiva e não apenas para o turismo rural. “Pelo fato de ser um evento digital, é esperado que se tenha um resultado muito maior do que um evento presencial, já que é bem mais acessível e pretende dar mais visibilidade para os micro e pequenos negócios além do turismo rural, como o ecoturismo, turismo aventura, turismo de natureza e empreendimentos que fazem parte do turismo, como a produção associada”, conta a gestora.

Além disso, Regina também conta que o turismo rural também está se preparando para a retomada ao novo normal. “2020 é o ano do Turismo Rural, que estará voltando ainda mais forte pós pandemia, para uma retomada mais consciente, segura e de qualidade, seguindo todas as medidas de biossegurança.” Afirma Regina.

Por ser um evento digital, a feira se tornou internacional e vai contar com eventos paralelos como a II Conferência Intercontinental de Turismo Rural (CINTURR), considerado um dos maiores eventos do setor, e o Encontro Nacional de Caminhadas na Natureza, confirmando a participação de palestrantes do França, Estados Unidos e Canadá. Em quatro dias de feira, de 1 a 4 de setembro, o público poderá acompanhar de forma online e gratuita 15 visitas técnicas, 5 apresentações culturais, e visitar mais de 150 lojas virtuais de produtos e serviços do Turismo Rural e da Produção Associada.

Durante a reunião, também foram confirmadas a participação dos Sebrae Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Bahia, Santa Catarina e Espírito Santo, o que beneficiará mais de 400 micro e pequenas empresas do Brasil.

Serviço:

16ª Ruraltur | Feira de Turismo Rural do Brasil

Data: 1 a 4 de setembro de 2020

Local: 100% digital

Público-alvo: Empresas formalizadas – MEI, ME e EPP, produtores rurais com DAP, artesãos com SICAB, que atuam em atividades econômicas, vinculadas ao turismo rural, profissionais do trade turístico, gestores públicos, profissionais da imprensa, pesquisadores, professores e alunos dos cursos de turismo e visitantes em geral.

Para mais informações, o site é http://ruralturdigital.com.br/e o instagram @ruralturdigital

Assessoria

porpjbarreto

Com emenda de Wilson Filho, Hospital Regional de Cajazeiras ganha tomógrafo para atender municípios do Alto Sertão

Através do empenho do deputado Wilson Filho (PTB), a Paraíba conta agora com mais um tomógrafo em hospitais regionais. O contemplado da vez foi Regional de Cajazeiras, que atende diversos municípios do Alto Sertão.

“Este equipamento, dentre outras funções importantíssimas, é capaz de ajudar no diagnóstico de covid-19 por meio de imagens computadorizadas da região torácica de pacientes com suspeita. É uma demanda histórica que hoje se concretiza através de nosso trabalho em parceria com o Governo do Estado, atendendo uma região tão importante para a nossa querida Paraíba”, comemorou Wilson.

O tomógrafo foi orçado no valor de R$ 1.200.000,00 e foi fruto de emenda parlamentar número 03609.595000/1170-05, de quando Wilson Filho era deputado federal.

O secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, ressaltou o fato de que os moradores da região não precisarão mais fazer longas viagens para fazer os exames que são realizados no tomógrafo.

“Agradeço ao deputado Wilson Filho pela parceria produtiva com o Governo do Estado permitindo que este equipamento chegasse para atender Cajazeiras e região. Vem para preencher um vazio assistencial no qual o usuário do SUS era, muitas vezes, obrigado a realizar tomografia gastando do próprio bolso ou viajando para outras regiões”, comentou Geraldo.

 

Assessoria