Categoria Sertão

porpjbarreto

Ideal do Bem

No dia 30 de janeiro, completam-se 73 anos do assassinato do líder pacifista indiano Mohandas Karamchand Gandhi (1869-1948). Num mundo marcado pela violência, é sempre bom recordar o exemplo vitorioso do Mahatma (“grande alma”) ao alcançar, por meio da filosofia da não violência, a independência da Índia.

Em 1891, Gandhi formou-se em Direito na Inglaterra e voltou à Índia, onde exerceu a profissão. Dois anos depois, iniciou um movimento na África do Sul — àquela altura colônia britânica —, no qual objetivava lutar contra o racismo e pelos direitos dos hindus.

Em 1914, voltou a seu país e difundiu seu movimento, cujo método principal era a resistência passiva, pregando a não violência como forma de luta. Em 1922, foi detido após organizar uma greve contra o aumento de impostos, sendo condenado a seis anos de detenção. Porém, foi libertado em 1924. Em 1930, liderou a marcha para o mar, uma caminhada de 320 quilômetros para protestar contra os preços dos tributos britânicos e a proibição aos indianos de fabricar sal (…). Finalmente, em 1947, foi proclamada a independência da Índia. Gandhi trabalhou também para evitar o embate entre muçulmanos e hindus, que estabeleceram um Estado separado, o Paquistão, dividido em duas frações, uma das quais, anos depois, se tornou Bangladesh. Acusado pela divisão territorial da Índia, atraiu o ódio dos nacionalistas hindus. Um deles o assassina a tiros no ano seguinte, quando Gandhi tinha 78 anos. Na época, mais de um milhão de indianos compareceram ao seu funeral.

Civilização civilizada? Só com diálogo!  

Numa entrevista que concedi à jornalista portuguesa Ana Serra — quando lancei, em Portugal, a minha obra Reflexões da Alma (Editora Pergaminho, 2008) —, ressalto que Religião, Filosofia e Política não rimam com intolerância. A Ciência, idem. Observem a reflexão de Voltaire (1694-1778): “A tolerância é tão necessária na política como na religião; só o orgulho é intolerante”.

E outra coisa: jamais se deve pregar um Criador que apavore as criaturas, porém que as deixe mais responsáveis e fraternas.

Dias desses, li — na obra Farmácia de Pensamentos, da pesquisadora Sonia de Aguiar, com a qual fui presenteado pelo saudoso jornalista gaúcho Luiz Carlos Lourenço* — a seguinte sentença do dinâmico cantor e compositor Gilberto Gil“A arte, a religião e a ciência são maneiras diferentes para atingir os mesmos fins. Mas, no fundo, todas elas procuram respostas para as mesmas perguntas”.

Indagações que apenas serão elucidadas quando a Fraternidade Ecumênica se tornar o fundamento do diálogo religioso, político, filosófico e científico numa sociedade planetária que se arvora civilizada. Diante disso, cabe aqui esta palavra do velho Goethe (1749-1832): “Aquele que tem vontade firme molda o mundo à sua imagem”.

Luiz Carlos Lourenço — (1943-2019)

José de Paiva Netto ― Jornalista, radialista e escritor.  

paivanetto@lbv.org.br — www.boavontade.com

porpjbarreto

Impeachment avança e novas carreatas já foram agendadas na Paraíba

A irresponsabilidade do desgoverno Bolsonaro no enfrentamento a crise sanitária foi responsável por milhares de mortes, mas o desgoverno acabou se escondendo por trás do auxílio emergencial, mesmo o antipresidente tendo no início lutado para não ser aprovado e depois para reduzir o valor. Agora, sem o auxílio emergencial e com a postura negacionista que dificultou a produção, compra e distribuição da vacina em nosso país, somada ao caos estabelecido em Manaus e a escalada dos preços dos alimentos, do gás e dos combustíveis, faz despencar a popularidade de Bolsonaro e passa a ser real a possibilidade do impeachment, já em pauta no debate para presidência da Câmara dos Deputados, agora o Planalto tendo apostado em ter uma candidatura, vai custar cara essa opção.

Digo sem medo de errar que as carreatas que aconteceram em todo Brasil no último dia 23 de janeiro foram um marco na virada da conjuntura em nosso país. Acredito que a ultradireita não arriscará dizer que foi coisa da esquerda, pois isso seria assumir o crescimento deste setor da sociedade, esses atos estão sendo organizados por amplos setores da sociedade. Aqui em nossa Parahyba foram 7km de carreata, sendo aplaudida pelas pessoas nas calçadas, varandas e janelas.

O dia 23 de janeiro foi apenas a largada. Hoje mais de quatrocentas pessoas estiveram reunidas em uma plenária nacional (relatoria anexa) e aprovaram uma série de encaminhamentos importantes, entre eles o agendamento de outras carreatas, uma para 31 de janeiro, próximo domingo, e outra para fevereiro.

O povo brasileiro começou bem o ano, ele quer viver, quer comer, quer trabalho, quer vacina. O povo brasileiro sabe que o desgoverno Bolsonaro é o principal atraso para suas vidas melhorarem. Dia 31 de janeiro João Pessoa e o Brasil será tomada por carros e bicicletas, por buzinas e gritos de Fora Bolsonaro, Impeachment Já!

 

Por Tárcio Teixeira

porpjbarreto

Bolsonaro diz que insumos da CoronaVac chegarão nos próximos dias

Produtos estão aguardando liberação de exportação pela China

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, na tarde desta segunda-feira (25), que os insumos necessários para a fabricação da vacina CoronaVac estão próximos da liberação pela China e devem chegar ao Brasil “nos próximos dias”. A informação, segundo o presidente, foi repassada pela Embaixada do país asiático. 

Além dos insumos da CoronaVac, o presidente disse que os ingredientes farmacêuticos ativos (IFA) da outra vacina em uso no Brasil, a produzida pela AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford, também estão com trâmite acelerado para que possam ser enviados da China.

Com a chegada da matéria-prima das duas vacinas, tanto o Instituto Butantan quanto a Fundação Oswaldo Cruz poderão produzir, envasar e rotular milhões de doses da CoronaVac e do imunizante da AstraZeneca.

Também pelas redes sociais, o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, compartilhou a publicação de Bolsonaro e destacou que o seu país continuará a ajudar o Brasil no combate à pandemia.

Nos últimos dias, em um esforço diplomático, ministros do governo se reuniram com o embaixador para tentar acelerar a liberação dos insumos, que tinham previsão de entrega no início do mês, mas ficaram retidos no país asiático. Segundo o presidente brasileiro, na sua live semanal transmitida na semana passada, o atraso no envio é uma questão apenas burocrática da China e não teria vinculação com a relação bilateral entre os países.

Segundo o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, a primeira remessa de insumos da China deve chegar ao Brasil até o final desta semana. “A previsão de chegada dos insumos no Brasil é até o final dessa semana, garantindo com isso a continuidade da fabricação e distribuição das vacinas”, afirmou em um vídeo postado nas redes sociais pelo ministro das Comunicações, Fábio Faria.

 

Agência Brasil

porpjbarreto

Técnica de Enfermagem que teve Covid e voltou a atuar após vencer a doença foi a primeira profissional do Complexo a ser vacinada

A Técnica de Enfermagem, Salustiana Klívia Marques, de 42 anos, foi a primeira profissional do Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro de Patos (CHRDJC) a receber a dose da vacina Coronavac, na tarde desta quarta-feira (20). Ela foi escolhida para abrir a vacinação dos funcionários da unidade por ter contraído a Covid, conseguido superar a doença e voltado, sem titubear, mesmo a contragosto de parentes e amigos, para a linha de frente no combate ao coronavírus. “Além do compromisso de minha profissão, o que me fez ter forças para voltar à linha de frente foi o fato de eu representar a esperança de cura, pois se eu venci o Covid, meu testemunho e exemplo pode encorajar as pessoas a enfrentarem essa doença com mais otimismo”, disse ela, após receber a primeira de duas doses da vacina.

Todos os 812 funcionários do Complexo serão vacinados. O primeiro grupo de profissionais a serem imunizados na unidade serão os que atuam no setor de isolamento Covid e isso já começou nesta quarta-feira. “Só iremos parar quando todos os trabalhadores que integram a equipe da unidade forem imunizados”, disse o diretor geral do Complexo, Francisco Guedes que, por opção, preferiu se vacinar outro dia, dando prioridade para os profissionais que estão na linha de frente. “A chegada desta vacina tem para todos nós um significado muito grande, pois ela simboliza a esperança de dias melhores, de cura e ela deixará mais felizes, satisfeitos, tranquilos e seguros os nossos profissionais”, disse Francisco, enaltecendo a pró-atividade do governo estadual, através da SES, em providenciar a logística de encaminhamento das doses em tempo recorde.

Bastante emocionada, depois de ler um texto falando do desafio de ser profissional e estar na linha de frente, Salustiana agradeceu a escolha de seu nome para abrir a campanha de vacinação no Complexo e ser o símbolo dessa ação em seu local de trabalho, lembrando que a unidade é a sua segunda casa desde 2005, ano que começou a atuar no Hospital. “Não foi fácil ficar os 28 dias me tratando da Covid. O medo era uma constante, mas nunca perdi a esperança e consegui superar a doença, embora até hoje tenha seqüelas dela, como dor no tórax, dor de cabeça e dispnéia. Mas, eu sou a prova de que é possível superar a Covid e voltar a ter uma vida normal”, reiterou ela,  lembrando que a vacina é começo do fim da pandemia.

O secretário de saúde de Patos, Segundo Brito, que participou da abertura da campanha no Complexo, lembrou da decisão de unir forças do Estado e Município, numa decisão conjunta de realizar a vacinação em Patos e falou da importância deste momento. “As estratégias de como agir nesta primeira fase foram pensadas e acordadas de forma conjunta e estamos dando o primeiro passo para voltar a nossa vida normal, agora com a imunização. Quero agradecer a todos vocês pelo trabalho que fizeram até aqui e que agora entra numa nova fase: a da imunização”, disse ele.

 

Assessoria

porpjbarreto

Religião não é chave de intolerância

Não adianta apenas cuidar do corpo, é igualmente necessário medicar a Alma. Vou repetir para deixar mais claro: zelar pela Alma — com a magia do Amor Fraterno, imanente do Novo Mandamento de Jesus (“Amai-vos como Eu vos amei. Somente assim podereis ser reconhecidos como meus discípulos” — Evangelho do Cristo, segundo João, 13:34 e 35) — torna a criatura ética, fraterna, solidária, que não entende Religião como chave de intolerância, que vê a Política como o caminho para a segurança dos povos, a Ciência como mãe do progresso e a Economia como fartura para as multidões, pois sente compaixão pelos que sofrem. Daí pregarmos o Ecumenismo do Afeto. Inspirados em quem?! No Jesus Ecumênico. Não se trata do “Jesus” instrumento de discussões que não levam a nada. Ele não deve ser odiosamente interpretado. Antes de tudo, é para ser vivido, porque trouxe o Mandamento Novo do Pai-Mãe Celestial. Por isso, Alziro Zarur (1914-1979), o Proclamador da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo, dizia: “O Novo Mandamento de Jesus é [justamente] a Essência de Deus”. E Zarur fala em suas pregações libertadoras do Deus que é Amor, de acordo com Jesus, o Religioso Celeste.

José de Paiva Netto ― Jornalista, radialista e escritor. 

paivanetto@lbv.org.br — www.boavontade.com

porpjbarreto

Prefeitura de Cajazeiras recebe primeiras doses da vacina contra a Covid-19

A Prefeitura de Cajazeiras recebeu, nesta terça-feira, 19, as primeiras doses da vacina contra a Covid-19. O ato de entrega foi na sede da Nona Regional de Saúde do Estado, a exemplo do que ocorreu com os demais municípios da região.

Das 1.982 doses iniciais destinadas a Cajazeiras, conforme anúncio da Secretaria Estadual de Saúde, chegaram apenas 817 doses, o correspondente a 34% desse total.

O prefeito José Aldemir e a secretária municipal de Saúde, Mychelle Noleto, confirmaram o início da vacinação, nesta quarta-feira, 20, a partir das 08 horas da manhã, no Centro de Referência de Imunização, instalado pela Prefeitura, na zona norte da cidade.

A cidade de Cajazeiras foi a primeira no Sertão a lançar o seu plano de vacinação, apresentando toda a logística necessária para começar o processo de imunização, seguindo os critérios estabelecidos pelos planos do Ministério da Saúde e do governo do Estado.

 

Secom-Cz

porpjbarreto

Hospital de Patos atendeu 188 pessoas e realizou 21 cirurgias no final de semana

Entre as 18h da última sexta-feira (15) e a meia noite do domingo (17), o plantão da Emergência e Urgência do Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro de Patos (CHRDJC) registrou o atendimento de 188 pessoas e a realização de 21 cirurgias, sendo a maior parte delas, 16 no total, de emergência. O plantão de maior movimento foi o de domingo, quando 100 pessoas foram atendidas. No dia 16, foram mais 71 pacientes e no dia 15, outras 17 pessoas.

Neste período, o boletim de atendimento do hospital, que integra a rede estadual de saúde, apontou ainda que 39 pessoas deram entrada na unidade por causa de acidentes de trânsito, sendo a grande maioria delas – 36 pessoas – decorrentes de acidentes com motos, um com bicicleta, outro com acidente de automóvel e ainda uma vítima acidente com veículo de tração animal. Dos 39 acidentados, a maior parte deles foi da cidade de Patos, com 13 pessoas no total.

Na emergência, além dos casos envolvendo os acidentados com motos, os demais principais motivos dos atendimentos da unidade neste último final de semana foram de pacientes com dificuldade de respirar, queda da própria altura, dor abdominal, queda de nível, dor na perna, contusão diversa, dor no peito, acidente com o objeto perfuro-cortante, náusea e vômito, entorse ou torção e sintomas de síndrome gripal, entre outros.

 

Assessoria

porpjbarreto

Decisão: Majorada indenização por danos morais a correntista que teve nome negativado

Desembargador João Alves da Silva

O desembargador João Alves da Silva, em decisão monocrática nos autos da Apelação Cível nº 0001322-98.2016.8.15.0261, majorou para R$ 5 mil o valor da indenização, por danos morais, que o Banco Bradesco S/A deverá pagar em favor de um correntista que teve seu nome negativado em razão de dívida inexistente. Determinou, ainda, que os valores indevidamente descontados devem ser restituídos em dobro.

Na 2ª Vara Mista de Piancó, o banco foi condenado ao pagamento de indenização, por danos morais, no valor de R$ 3 mil, bem como na restituição, de forma simples, do que foi descontado da parte autora.

Julgando o caso, o desembargador João Alves destacou que, embora o banco alegue a regularidade do contrato, não comprovou que a autora celebrou referido contrato, inobservando, portanto, o que determina o artigo 373 do Código de Processo Civil (CPC), o qual estabelece competir ao autor o ônus da prova dos fatos constitutivos de seu direito, e ao réu, o ônus de provar qualquer fato modificativo, extintivo ou impeditivo do direito do autor.

“Nesses termos, resta demonstrado que realmente a autora não celebrou nem recebeu o referido valor, desconstituindo, assim, os argumentos lançados pelo banco, assim como sentiu o magistrado de piso. Por tais razões, observa-se que a instituição financeira deixa de demonstrar que a operação bancária foi contratada de forma legal, não se desincumbindo dos fatos impeditivos, modificativos ou extintivos do direito do autor”, ressaltou.

Em outro trecho da decisão, o desembargador-relator afirma que a inscrição do nome do consumidor em cadastro restritivo de proteção ao crédito, em razão de dívida inexistente, provoca agravos à honra do atingido e prejuízos à sua pessoa, gerando a inegável obrigação de indenizar os danos morais. Segundo ele, a indenização por dano moral deve ser fixada mediante prudente arbítrio do juiz, de acordo com o princípio da razoabilidade, observados a finalidade compensatória, a extensão do dano experimentado, bem como o grau de culpa. Observou, ainda, que o valor não pode ensejar enriquecimento sem causa, nem pode ser ínfimo, a ponto de não coibir a reincidência em conduta negligente. “Assim, entendo que os danos morais devem ser majorados para R$ 5 mil, valor que se mostra mais adequado ao presente caso, não importando em enriquecimento ilícito e servindo de sanção para que a promovida não reitere a conduta”, frisou. Da decisão cabe recurso.

Confira, aqui, a decisão.

 

Assessoria de Imprensa / TJPB

porpjbarreto

Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do Estado da Paraíba empossa nova diretoria

SATED-PB, Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do Estado da Paraíba, tem a honra de convidá-lo para solenidade de posse da nova diretoria desta entidade sindical do triênio 2021/2024.

Local: Evento on-line, através do aplicativo Google Meet.

Data: 17/01/2021 (domingo)

Horário: início 17h – O link será enviado 1 (uma) hora antes da solenidade

Pedimos confirmar presença até 15h do dia 17/01, pelo e-mail contatosatedpb@gmail.com e aguarde nossa orientação.

Chapa Eleita – ConvocAção

 

Diretoria:

Presidenta – Sheilla Verônica Silva Martins

Secretária – Cláudia Pereira de Lima

Tesoureiro – Wanilson Pantera de Vasconcelos Costa

 

Suplentes:

1º Suplente – José Alberto Silva

2º Suplente – Erasmo Rafael da Costa

3º Suplente – Antonio Lira de Ó Júnior

 

Delegado Sindical à FITEDECA – Federação Interestadual dos Trabalhadores em Empresas de Difusão Cultural e Artística:

1º Delegado – José Alexandre Ferreira Guedes

2º Delegada – Sheilla Verônica Silva Martins

 

Conselho Fiscal:

Titulares:

1º Conselheiro – José do Nascimento Soares

2º Conselheiro – Alberto Quirino Dos Santos

3º Conselheiro – Sergio Ricardo da Silva Aguiar

 

Suplentes:

1º Suplente – Maria Marta Santana do Nascimento

2º Suplente – Apollo Pantera Lima de Vasconcelos Costa

3º Suplente – Ricardo Gomes Barbosa

 

Acompanhe a rede social do Sated Paraíba:

Site:  https://www.satedpb.org.br/  

Facebook: https://www.facebook.com/SatedPB  

Instagram: https://www.instagram.com/satedpb/  

YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCE3pQk62Vz09NGJhUUEhE6g/about?view_as=subscriber

Twitter: https://twitter.com/PbSated

Assessoria
porpjbarreto

Servidores da Prefeitura de Cajazeiras clamam nas redes sociais para receber seus salários

Finalizando o dia (15) de janeiro de 2021 e boa parte dos servidores da Prefeitura de Cajazeiras, não receberam seus salários, correspondente, ao mês de dezembro de 2020.

Usando as redes sociais para cobrar da gestão, os servidores clamam e desabafam publicamente a real situação.

Facebook