Categoria Sertão

porpjbarreto

Acusado de tráfico de drogas em Cajazeiras é condenado a 4 anos e 8 meses de prisão

A Justiça de Cajazeiras condenou o réu Evandro Gonçalves Leite a uma pena de quatro anos e oito meses de reclusão pelo crime de tráfico de drogas. De acordo com os autos, no dia seis de julho de 2020, policiais civis se dirigiram à residência do acusado com o objetivo de dar cumprimento a mandado de busca e apreensão em desfavor do estabelecimento comercial “Bar do Amém”. No local, encontraram uma pedra de substância análoga a cocaína, além de dois papelotes de substância também similar à cocaína já embalada para venda, bem como cartões e documentos de terceiros.

Os policiais ouvidos durante a instrução afirmaram que a droga estava escondida no quarto de Evandro e que, durante a busca, sua companheira ficou muito nervosa. Disseram, ainda, que encontraram documentos e cartões de terceiros, inclusive com a senha. Em seu depoimento, o réu negou a autoria, afirmando ser usuário. Informou, também, e que os cartões eram deixados por frequentadores do bar, para evitar o uso por suas companheiras.

Na sentença, proferida nos autos da Ação Penal nº 0000667-89.2020.815.0131, o juiz Francisco Thiago da Silva Rabelo, da 2ª Vara Mista de Cajazeiras, declarou que restaram devidamente comprovadas a materialidade e a autoria do crime de tráfico de drogas. “A condenação do denunciado como incurso na prática dos crimes do artigo 33, § 4º, c/c da Lei nº 11.343/06, é medida que se impõe”, ressaltou. Da decisão cabe recurso.

Confira, aqui, a sentença.

Arquivos Anexos:

Assessoria de Imprensa – TJPB
porpjbarreto

Profissionais do CREA-PB elegem presidente nesta quinta-feira (1º de outubro). Veja locais de votação!

Também serão escolhidos o presidente do Conselho Federal e diretores da Caixa de Assistência

Nesta quinta-feira, 01 de outubro, os profissionais que integram o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Paraíba – Crea/PB elegerão seus representantes para o triênio 2021-2023. A votação será presencial, na sede e inspetorias do Conselho, sob um rigoroso protocolo de segurança e prevenção à COVID-19.

As eleições acontecerão em todos os estados do País e, na Paraíba, os profissionais vão eleger o Presidente do Crea-PB, o Presidente do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia – Confea, e Diretores Geral e Administrativo da Mútua/PB – Caixa de Assistência dos profissionais.

O horário de votação será das 8h às 19h. Foram estabelecidos horários preferenciais para as pessoas que pertencem ao grupo de risco, das 8h às 9h e das 13h30 às 14h30. O horário diferenciado faz parte do protocolo de prevenção à COVID-19, elaborado pela Comissão Eleitoral Federal (CEF).

Além de cumprir todo o protocolo determinado pela CEF, o Crea-PB também resolveu realizar algumas ações autônomas e, em parceria com a Associação de Engenharia de Segurança do Trabalho da Paraíba (Aest-PB), elaborou um protocolo próprio, que detalha e amplia as medidas preventivas a serem implantadas em cada etapa do processo eleitoral.

De acordo com o presidente em exercício do Crea, Eng. Minas Luís Eduardo Chaves, toda a equipe que trabalhará nas eleições receberá um treinamento específico baseado nos protocolos de segurança relacionados à COVID-19. “Nós estamos ofertando aos profissionais todas as medidas que são conhecidas mundialmente para prevenção ao Coronavírus. Nossa prioridade absoluta é assegurar a todos o exercício da cidadania profissional de maneira segura e legítima”, afirma.

 

PRINCIPAIS MEDIDAS DE SEGURANÇA NAS ELEIÇÕES DO SISTEMA CONFEA/CREA E MÚTUA

– Eleitores pertencentes ao grupo de risco terão horários preferenciais, das 8h às 9h e das 13:30h às 14:30h;

– Uso obrigatório de máscaras, protetores faciais e luvas descartáveis pelos mesários;

– Higienização das mãos dos eleitores, ao fornecer álcool gel 70% quando do ingresso na sala de votação;

–  Distanciamento de, no mínimo, 1 (um) metro entre os membros da mesa eleitoral;

– Distância mínima de 2 metros, entre os eleitores, em caso de fila de espera;

– Distância mínima de 1 (um) metro, entre o membro da mesa eleitoral e o eleitor;

– Higienização com álcool 70% de todo material utilizado pelo eleitor, como canetas e urna ao término de cada voto;

– Higienização com álcool 70% de locais acessíveis às mãos, como maçanetas de portas, mesa da cabine de votação, etc.

– Protocolos para agilizar os procedimentos de votação, diminuindo o tempo de permanência do eleitor no local de votação;

– Material orientativo com atitudes preventivas à COVID-19 serão fixadas em todo o ambiente de votação.

 

ESTACIONAMENTO

Na capital, para maior comodidade dos profissionais, o Crea-PB disponibilizará um estacionamento privativo próximo à sede do Conselho, na rua Eurípedes Tavares, ao lado da antiga EMEPA. O estacionamento será gratuito e estará disponível apenas para os eleitores.

 

CABE AO ELEITOR

É de responsabilidade do eleitor o uso de máscara para que possa ter acesso ao local de votação, o respeito a todas as orientações fornecidas pela equipe do Crea-PB em relação ao protocolo de segurança e prevenção à COVID-19. Não será permitido nenhum tipo de aglomeração de pessoas, nem no ambiente interno, nem no ambiente externo do local de votação durante todo o processo eleitoral.

O profissional deverá apresentar documento oficial com foto e estar em dia com o Sistema Confea/Crea e Mútua até 30 dias antes da data da votação.

 

LOCAIS DE VOTAÇÃO:

 

JOÃO PESSOA – Sede: Av. Pedro I, 809 – Centro

Guarabira: Avenida Juscelino Kubitschek de Oliveira, s/nº, Bairro do Juá

Campina Grande: Rua Telegrafista José Távora, 462, Centenário

Patos: Praça Edvaldo Mota, 41, Centro

Pombal: Rua Coronel José Fernandes, 391, Centro

Sousa: Rua Haroldo Nazaré, S/N – Q 15 – LT 09 Lot. Rachel Gadelha

Cajazeiras: Rua Maria da Piedade Viana, 163, Pôr do Sol

Itaporanga: Rua Dep. Soares Madruga, 249, Centro

 

Maiores informações podem ser obtidas no site do Conselho, através do endereço eletrônico www.creapb.org.br/eleicoes

 

Assessoria

porpjbarreto

Recorde: Audiência criminal em Cajazeiras dura três dias, interroga 55 réus e ouve 67 testemunhas

Uma audiência criminal realizada na última semana na Comarca de Cajazeiras, no Sertão paraibano, representou um verdadeiro recorde local: com uma duração total de três dias, foram interrogados 55 réus e ouvidas 67 testemunhas. A audiência de instrução e julgamento diz respeito à ação penal dos envolvidos na Operação Ponto 50, deflagrada pela Polícia Civil na cidade e municípios circunvizinhos em 2019, e que investigou a prática de crimes como organização criminosa, tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Segundo o titular da 2ª Vara Mista de Cajazeiras, juiz Thiago Rabelo, a ação penal foi apresentada pelo Ministério Público estadual, após uma série de interceptações telefônicas feita pela Polícia Civil e que resultou no cumprimento de mandados de apreensão e busca de quase 70 alvos. “Depois da conclusão, foi oferecida a denúncia e eu recebi. Dividi o processo em três para facilitar a instrução, por causa da quantidade de pessoas e por não ter como fazer a audiência de forma telepresencial. Desse modo, os processos ocorreram em dias consecutivos”, explicou.

As audiências, realizadas na segunda, terça e quarta-feira da semana passada, foram feitas no salão do Tribunal do Júri da Comarca. Conforme o magistrado, foram seguidas as recomendações e restrições sanitárias, a exemplo do uso de máscaras, proibição do acesso ao público e higienização de todos os participantes. “Os advogados e promotores ficaram em bancadas separadas e todos se submeteram à aferição da temperatura”, afirmou.

Ao todo, foram 17 horas de audiência. Após a finalização da instrução, foi dado um prazo de 15 dias para as alegações finais, devido à complexidade do caso. O juiz Thiago Rabelo destacou, dentre os desafios desta ação penal, o tempo entre a oferta da denúncia, que foi em julho de 2019, e a audiência, feita em setembro de 2020.

“Mesmo com a pandemia do coronavírus (Covid-19), que suspendeu os atos processuais, conseguimos fazer tudo rápido. Processos criminais com poucos réus ou até mesmo um, levam um tempo maior. Com pouco mais de um ano da denúncia e em meio a pandemia, conseguimos, basicamente, encerrar o processo, faltando, apenas, as alegações finais e sentença. Some-se a isso a digitalização dos processos e os outros feitos que não pararam”, comentou.

Por Celina Modesto /TJPB

porpjbarreto

Agenda: Zé Aldemir (11) – quarta-feira (28/09/2020)

O prefeito de Cajazeiras, Zé Aldemir 11, Coligação Faz o Bem pra Cajazeiras, cumpre a seguinte agenda nesta quarta-feira (30/09):

Manhã – Zé Aldemir 11 recebe adesões das lideranças dos bairros da Zona Oeste de Cajazeiras.

Noite – Zé Aldemir 11 segue recebendo adesões dos moradores dos bairros da Zona Oeste de Cajazeiras.

 

Assessoria

porpjbarreto

Paraíba compõe lista de exportadores de açúcar para os Estados Unidos autorizados pelo Ministério da Agricultura

A Agroindustrial Vale do Paraíba e a Usina Monte Alegre estão entre as 36 unidades produtoras de açúcar das Regiões Norte e Nordeste com aval do Ministério da Agricultura, para exportação do produto aos Estados

Unidos, a partir do próximo mês. A cota de exportação das duas agroindústrias paraibanas é superior a 3 mil toneladas métricas. A Instrução Normativa (IN) 57, que regulamenta a atividade, foi publicada no último dia 23.

A cota, conforme a IN 57, refere-se ao ano-safra 2019/2020, “já descontado o valor de polarização e convertido em toneladas curtas” e compreende o desembarque até o dia outubro de 2020. As usinas citadas no anexo da Instrução Normativa estão nos Estados de Alagoas, Amazonas, Bahia, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, e Sergipe. Juntas vão exportar 75.415,62 toneladas métricas.

O presidente do Sindicato da Indústria de Fabricação de Álcool na Paraíba (Sindalcool), Edmundo Barbosa, destacou a relevância da produção nacional de açúcar, elevando o país, a condição de maior produtor mundial, onde 20% da produção total é consumido em todos países, e o produto ainda ajuda a combater a desnutrição, sendo uma importante fonte natural e acessível de energia para as pessoas. “É um ingrediente fundamental no preparo de alimentos para obtenção de sabor e consistência, faz parte da cultura e do dia-a-dia dos brasileiros e muitas outras culturas”, destacou.

O agronegócio garante divisas na balança comercial através do açúcar. De janeiro a agosto deste ano, o Brasil entregou a diversos países

13.584.985 toneladas e recebeu 3,7 bilhões de dólares.

Para Edmundo Barbosa, por desconhecimento, o açúcar ainda é visto como um vilão para a saúde da população e as ações de valorização do produto paraibano no perfil @campanhadoceequilíbrio, realizadas desde 2010, serviram para desmistificar o seu uso, e deverão voltar a circular, com a mesma finalidade.

Ele lembrou que o Sindalcool vai iniciar campanha similar em sua página oficial na internet, www.sindalcool.com.br, pois “o produto tem chegado nas mesas dos brasileiros in natura, em sua forma pura na condição de sacarose, sem aditivos químicos”.

Dentre inúmeros posts, o perfil @campanhadoceequilibrio destaca que esse gênero alimentício, consumido com equilíbrio não traz malefícios à saúde, “e que o emagrecimento saudável não está apenas relacionado à dieta: a chave está no balanço calórico entre o que se come e o que se gasta”.

 

Assessoria

porpjbarreto

Reitor agradece apoio do Deputado Efraim Filho

Recurso destinado pelo parlamentar contribuiu com o início da construção da obra da Reitoria

A construção da nova sede da reitoria é um sonho antigo da comunidade acadêmica do IFPB. Para materializar essa ação, o Reitor do IFPB, Nicácio Lopes, sensibilizou a bancada parlamentar na câmara federal e conseguiu que fossem destinados recursos de emendas orçamentárias, ainda em 2019. O Deputado Federal Efraim Filho (DEM/PB) destinou um valor de R$700 mil.

O marco na história do IFPB começa a ser iniciado com o lançamento do edital de licitação (RDC Eletrônico Nº 2/2020), no dia 15 de Setembro, para a escolha da empresa que irá executar a obra. A previsão é de que até o final de outubro seja assinado o contrato e instalado o canteiro de obras.

O Reitor Nicácio Lopes agradeceu a ação do deputado Efraim Filho e elogiou sua atuação no tocante à preocupação com as causas relacionadas à educação. O parlamentar também teve um papel preponderante na construção do Campus Santa Luzia, o que contribuiu para a interiorização da educação profissional.

Para o Deputado Efraim Filho, o Instituto Federal da Paraíba é a rede de ensino técnico e profissional mais forte do Estado. “Ao longo dos seus 111 anos, o IFPB conseguiu se posicionar entre os institutos mais respeitados do Brasil”, afirmou o deputado Efraim Moraes ao destacar a qualidade do ensino e a eficiência da gestão como fatores preponderantes para o crescimento institucional. “Nicácio e sua equipe estão diante de um novo desafio que é a construção do prédio Sede da Reitoria. Creio que em um futuro próximo estaremos juntos inaugurando mais esse monumento do IFPB”, disse.

O IFPB, vem nos últimos anos, se consolidando no interior do estado, levando educação pública de qualidade a todas as regiões geoadministrativas da Paraíba. A capital paraibana contará em breve com uma estrutura moderna que irá centralizar, no bairro de Mangabeira, as atuais três sedes da reitoria, proporcionando qualidade no atendimento e economicidade de recursos públicos.

 

* Foto: Arquivo IFPB (tirada antes da pandemia)

porpjbarreto

Comprar um Cruze usado é bom negócio?

Quais as condições que fazem valer a pena ter um Chevrolet Cruze usado

O Chevrolet Cruze é um modelo estadunidense de produção argentina que surgiu na tentativa de fazer frente aos modelos japoneses oferecidos até então, porém mais equipado e mantendo no mesmo nível de preço. Dentre os maiores diferenciais que fomentaram o seu lançamento estavam a dinâmica do motor, transmissão, freios e suspensão. A intenção era desenvolver um carro extremamente robusto e imponente, capaz de surpreender pelo padrão de suas linhas e adequado à péssima qualidade do piso brasileiro. Um padrão de sedã médio que se apresenta como uma boa oportunidade para quem busca por carros seminovos, mesmo diante das inúmeras opções que o mercado tem a oferecer.

Criação e desenvolvimento

O Chevrolet Cruze é um modelo que surgiu como forma da GM retomar seu lugar frente a produção dos sedas médios tentando resgatar um público que só crescia o gosto por carros desta categoria. Bem verdade ou não, o fato é que a estratégia não refletiu nas intenções de venda do mercado brasileiro haja vista que as comoras si Cruze foram muito tímidas e não caiu no gosto dos consumidores como se esperava. Especialistas apontam que essa decadência revela-se no fato do consumidor interno ainda preferir os SUVs que são carros mais robustos, impactantes e chamam a atenção por onde passam, realidade também vivenciada por outros mercados pelo mundo. Além disso, vale destacar que o consumidor brasileiro ainda é muito conservador e inseguro a medida que prefere comprar um Corolla defasado a se arriscar com qualquer outro sedã médio atualizado. O alto preço cobrado pelas montadoras na venda de seus hatches médios, fazendo com que o Cruze tenha liderança entre os outros modelos da categoria mas que mesmo assim não tenha números expressivos no mercado aliado ao reposicionamento da marca Chevrolet que com o passar dos anos deixou de produzir carro mais superiores para investir em categorias mais populares que desenvolvem maior saída nas concessionárias.

Características

Para quem escolhe um carro pelas dimensões e o impacto que ele pode causar nas ruas,  vale destacar que o Chevrolet Cruze tem 4,66 metros de comprimento, 1,80 m de largura e a distância entre eixos alcança 2,70 metros. A capacidade do bagageiro é suficiente para levar 440 litros de carga correspondendo a finalidade de um modelo desta categoria. Assim, percebemos uma cabine espaçosa e bem-executada, com revestimento e acabamento de plástico e couro sintético que garante mais leveza e conforto aos passageiros O motorista pode esperar uma boa pegada ao volante e dirigibilidade que pode ser considerada um meio-termo entre os seus maiores concorrentes: a insensibilidade do Corolla e a esportividade do Civic. Isso se verifica numa direção firme e a suspensão equilibrada oferece bom compromisso com a segurança e estabilidade.

Dentre os equipamentos, o Cruze se pretendia como completo desde a versão básica LT que contava com rodas de liga aro 17, airbags frontais e laterais, controles de tração e estabilidade, ABS com EBD e BAS, Isofix, direção elétrica, ar digital, volante multifuncional, piloto automático, dentre outros. A segunda geração inovou com adaptações e novas tecnologias, capazes de deixar o Cruze mais dinâmico, conectado e atualizado as novas necessidades. Assim tornou acessível ao consumidor multimídia MyLink com Android Auto e Car Play, mecanismo Start&Stop, acabamento em couro, revestimentos em dois tons, carregador indutivo de smartphone, direção elétrica, dentre outros.

Compensa?

Dessa forma, consideramos que o Cruze é um modelo que, dentro das facilidades e tecnologias que oferece é carro injustiçado e desmerecido, pois tem mais qualidades do que os índices de venda apontam. É um automóvel que vale a pena ser adquirido mesmo que usado e, para tanto, faça a consulta da tabela Fipe.  Analisando de forma crítica diante das demais ofertas similares do mercado, a relação custo-benefício do Cruze existe, configurando-se numa aquisição que pode ser mais vantajosa que o Honda Civic e o Toyota Corolla, por exemplo, pelo seu poder de eficiência e competitividade. O Chevrolet  Cruze tem desvalorização média bem menor que de outros modelos, cerca de 5,9% ao ano, de acordo com as definições da tabela Fipe o que pode representar uma boa opção de compra para quem está em busca de carros seminovos com o intuito de economizar e tem boa saída para revenda posteriormente. Além disso, o modelo apresenta um bom índice de segurança devido a alguns recursos diferenciados, a exemplo do sistema de permanência em faixa e alerta de colisão frontal. Além de um design atual, o Cruze contempla algumas facilidades de manutenção como preço padrão para um modelo desta categoria além de quantidade de concessionárias e mecânicas especializadas neste tipo de serviço bem como as várias possibilidades de fabricantes de peças disponíveis.

Nosso artigo contribuiu para esclarecer algumas dúvidas e ajudar na sua tomada de decisão? Então não deixe de se seguir as nossas redes sociais e ficar por dentro de tudo que que é novidade sobre o assunto.

 

Créditos: Pixabay

porpjbarreto

Candidata à Prefeitura de Cajazeiras declara à Justiça Eleitoral não possuir bens

De acordo com o TSE, a odontóloga Dra. Denise Albuquerque (Cidadania), candidata à Prefeitura de Cajazeiras pela terceira oportunidade, declarou à Justiça Eleitoral não possuir bens.

Candidata pela terceira oportunidade, Denise governou Cajazeiras entre os anos de 2012 e 2016 pelo (PSB), fez um governo regular, mas não conseguiu lograr êxito à reeleição devido ampla divulgação da Operação Andaime e outras ações envolvendo auxiliares de governo e antipatia do seu esposo, o ex-prefeito Carlos Antônio (DEM).

Programa de Governo – Dra Denise Albuquerque

AÇÃO de natureza CRIMINAL ou CÍVEL DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA

Certidão Negativa Estadual de Primeiro Grau

Certidão Negativa Estadual de Segundo Grau

Certidão Negativa da Justiça Federal de Segundo Grau

 

Com informações do TSE

porpjbarreto

2ª Vara Federal divulga edital de leilão on-line

As duas praças do evento estão previstas para os dias 10 e 24 de novembro, dentro da programação do Leilão Unificado da Justiça Federal na Paraíba

A 2ª Vara Federal divulgou, no Diário da Justiça Eletrônico da 5ª Região, o edital do leilão judicial de 2020. Devido à pandemia do novo coronavirus, o evento será realizado exclusivamente na modalidade eletrônica, nos dias 10 e 24 de novembro, a partir das 9h, por meio do site www.leiloesmonteiro.com.br/. O edital, com todos os detalhes da hasta pública virtual, está disponível neste link (clique aqui).

Na lista de bens a serem leiloados, constam: automóveis, motocicleta, lotes residenciais na Praia de Jacumã e uma fazenda no município de São José do Bonfim. Na primeira praça, os bens poderão ser arrematados por preço não inferior a 100% do valor da avaliação. Já na segunda, é possível realizar lanços por preço não inferior a 50% do preço avaliado.

Podem arrematar todas as pessoas físicas capazes e pessoas jurídicas regularmente constituídas, no entanto, é necessário acessar o site do leiloeiro público oficial, com antecedência mínima de até 72 horas da data do evento e criar um login e uma senha. De acordo com o edital, é preciso solicitar cadastramento para cada lote.

Até a data anterior ao leilão, o leiloeiro ficará à disposição dos interessados para auxiliar no esclarecimento de quaisquer dúvidas sobre o funcionamento do leilão on-line, através do telefone, (83) 99685-6653 ou e-mail: leiloesmonteiro@gmail.com.

Assessoria de Comunicação 
Justiça Federal na Paraíba – JFPB

porpjbarreto

Cachoeira dos Índios: casal é preso pela PRF transportando 12kg de maconha e 4kg de cocaína no sertão paraibano

A droga estava escondida em compartimentos na lataria, embaixo dos bancos e nas portas do veículo e seria entregue em Campina Grande

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu, na tarde desta sexta-feira (25), um casal transportando 12 kg de maconha e 4kg de cocaína. A droga estava escondida em diversos compartimentos na lataria, embaixo dos bancos e nas portas do veículo.

A ação ocorreu próximo à BR230, no município de Cachoeira dos Índios, sertão paraibano, quando os policiais abordaram a caminhonete GM S10. No veículo, estava um homem de 32 anos com uma adolescente menor de idade. O casal estava bastante nervoso durante a abordagem policial e entrou em contradições sobre o motivo da viagem. A equipe realizou fiscalização minuciosa, sendo encontrados escondidos na lataria, embaixo dos bancos e nas portas da caminhonete vários tabletes contendo substâncias entorpecentes. Ao todo, o casal transportava 12 kg de maconha e 4kg de cocaína.

O homem informou aos policiais que a droga teria vindo de São Paulo e seria entregue na cidade de Campina Grande. O casal, que não tinha antecedentes criminais, foi conduzido à Polícia Civil. O homem foi detido e a menor apreendida. Eles responderão pelo crime de tráfico de entorpecentes.

Assessoria – Agência/PRF