Categoria Rural

porpjbarreto

Maior evento de turismo rural do Brasil começa nesta terça-feira (1)

Promovido pelo Sebrae, até 4 de setembro, 16ª Ruraltur reúne empreendedores, produtores e artesãos em transmissão online

Em 2020, a Ruraltur terá uma edição inédita e especial. Além de ser o ano do Turismo Rural junto a OMT – Organização Mundial do Turismo, a transmissão 100% online permite o alcance do conteúdo por pessoas de diversos países, trazendo visibilidade dos pontos turísticos do Estado e grandes oportunidades para o mercado. Com o tema “A Inteligência do Turismo Rural”, o evento conta com uma programação exclusiva voltada para o desenvolvimento do setor no País com a participação de palestrantes nacionais e internacionais.

“A nossa expectativa é que a Ruraltur Digital seja um divisor de águas na história do Turismo Rural do Brasil e do mundo, em termos de visibilidade, projeção, relacionamentos, negócios e fortalecimento da rede de negócios do Turismo Rural na América Latina, principalmente”, declara Regina Amorim, gestora de turismo do Sebrae Paraíba.

Com o objetivo de fomentar o turismo rural envolvendo elos da cadeia produtiva do Turismo, Agronegócios e da Economia Criativa, o evento terá 57 palestras, 15 visitas técnicas e 4 rodadas de negócios. Haverá também a exposição de mais de 200 lojas virtuais com produtos e serviços do turismo e da produção associada, e a inauguração da Pousada Rural Matuto Sonhador, em Cabaceiras, totalmente online.

Sala de cinema e vídeo – Sete curtas consagrados de cineastas paraibanos clássicos e contemporâneos serão apresentados durante a Ruraltur 2020. A transmissão será aberta ao público e promete surpreender com filmes que revelam paisagens, personagens e costumes do universo rural nordestino. Entre os curtas, estão “Onde meus Olhos podem Alcançar”, “Cajueiro Nordestino”, “Uma flor na várzea” e “Ariano Suassuna: Cabra de Coração e Arte”. Os filmes serão exibidos nos dias 1, 2 e 3 de setembro, das 22h às 00h.

Eventos paralelos – Buscando promover e fortalecer os negócios e destinos do turismo rural do Brasil, a Ruraltur sediará outros encontros voltados para o setor. Um deles será a II Conferência Intercontinental de Turismo Rural (CINTURR), considerado um dos maiores eventos do segmento, que contará com palestrantes do Uruguai, Brasil, Venezuela, Portugal, Costa Rica, Argentina, Estados Unidos, Equador, Cabo Verde, México, Colômbia e Peru.

Para agregar ainda mais conhecimento, outro evento que promete ser destaque é o Encontro Nacional de Caminhadas na Natureza, com palestrantes da França, Estados Unidos e Canadá. Durante a programação da feira, no dia 4 de setembro, haverá ainda o “Encontro Digital dos Estudante de Turismo com Foco no Turismo Rural e de Natureza”. Com a participação de pesquisadores, empreendedores, professores e mestres na área de turismo, serão realizadas seis palestras entre visitas técnicas e rodadas de negócios. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas no site do evento.

Como participar – Por ser um evento online e gratuito, os participantes podem ter acesso a programação com apenas alguns clicks por meio do smartphone ou computador no site www.ruralturdigital.com.br.

Parceiros – Para a realização, o evento conta com diversos parceiros, como o Instituto Brasil Rural, Associação Brasileira de Agências de Viagens da Paraíba, Associação Brasileira de Turismólogos e Profissionais do Turismo do Ceará, além do Sebrae Paraíba, Mato Grosso, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Bahia, Santa Catarina e Espírito Santo, o que beneficiará mais de 400 micro e pequenas empresas expositoras do Brasil.

Confira a programação completa no site oficial do evento: www.ruralturdigital.com.br

Serviço:
16ª Ruraltur | Feira de Turismo Rural do Brasil

Data: 1 a 4 de setembro de 2020

Local: 100% digital

Público-alvo: Empresas e empreendedores, produtores rurais e culturais, artesãos que atuam em atividades econômicas, vinculadas ao turismo rural, profissionais do trade turístico, gestores públicos, profissionais da imprensa, pesquisadores, professores e alunos dos cursos de turismo e visitantes em geral.

Programação completa no site oficial: www.ruralturdigital.com.br

Instagram: @ruralturdigital .

porpjbarreto

Famílias de 61 municípios do semiárido nordestino serão incluídas no Programa Fomento Rural

A iniciativa incentiva as famílias a ampliarem e diversificarem a produção de alimentos e outras atividades que geram renda

O governo federal quer fortalecer o Programa Fomento Rural e, para isso, vai incluir famílias de 61 municípios de Alagoas, Sergipe, Piauí e Pernambuco no programa, cujo objetivo é incentivar a geração de renda pela produção própria da família, melhorar as condições de vida e atingir a emancipação do Bolsa Família.

O Programa Fomento Rural é uma das políticas públicas voltadas para a superação da pobreza nas áreas rurais. A iniciativa incentiva as famílias a ampliarem e diversificarem a produção de alimentos e outras atividades que geram renda, garantindo melhoria na segurança alimentar e nutricional.

As famílias incluídas podem desenvolver projetos no âmbito agrícola, como a criação de pequenos animais e cultivo de hortas, por exemplo, ou não-agrícolas, como artesanato e salão de beleza.

A estimativa do governo é de que mais de 2,3 mil empregos diretos sejam gerados e que mais de 116 mil famílias rurais recebam orientações técnicas e repasse de recursos financeiros para o investimento em projetos produtivos. As famílias foram identificadas pela Embrapa e são consideradas extremamente pobres, com renda per capita mensal de até R$ 89.

De acordo com o Ministério da Cidadania, após serem incluídas no programa, as famílias podem ter um aumento de renda médica em até R$ 170 mensais. Até agosto, o Programa Fomento Rural beneficiou mais de 282 mil famílias.

Fonte: Brasil 61

porpjbarreto

Falta uma semana para a edição digital da Feira de Turismo Rural do Brasil

De 1 a 4 de setembro, 16ª Ruraltur promete reunir empresários de micro e pequenos negócios, estudantes, professores, artesãos e produtores de diversos países

Com o tema “A Inteligência do Turismo Rural”, a Ruraltur Digital terá uma programação voltada para empresas, produtores rurais e artesãos que atuam em atividades econômicas vinculadas ao turismo rural. Promovida pelo Sebrae Paraíba, a edição será a primeira feira de turismo rural 100% digital do mundo com transmissão gratuita e totalmente online para diversos países. De acordo com Regina Amorim, gestora de Turismo do Sebrae Paraíba, a diferença dos resultados de um evento físico para um digital é enorme. “Os resultados são bem maiores, por ter maior abrangência, visibilidade, segurança para todos em tempos de pandemia, prospecção de negócios, otimiza tempo, minimiza investimentos, e o número de visitantes é incomparável”, afirma Regina.

O evento contará com 57 palestras, 15 visitas técnicas, 4 rodadas de negócios, 60 filmes na Sala de Cinema que todos terão acesso, das 22h às 00h, de 1 a 3 de setembro. Haverá também a inauguração online da Pousada Rural Matuto Sonhador, em Cabaceiras, sala de cinema com a produção de empresários parceiros e a exposição de mais de 200 lojas virtuais com produtos e serviços do turismo e da produção associada. 

Além disso, a Ruraltur sediará encontros paralelos, como a II Conferência Intercontinental de Turismo Rural (CINTURR), considerado um dos maiores eventos do setor, que contará com palestrantes do Uruguai, Brasil, Venezuela, Portugal, Costa Rica, Argentina, Estados Unidos, Equador, Cabo Verde, México, Colômbia e Peru. Outro evento que promete ser destaque é o Encontro Nacional de Caminhadas na Natureza, com palestrantes da França, Estados Unidos e Canadá.

Durante a programação da feira, haverá também o “Encontro Digital dos Estudante de Turismo com Foco no Turismo Rural e de Natureza”, que acontecerá durante a programação do dia 4 de setembro. Com a participação de pesquisadores, empreendedores, professores e mestres na área de turismo, serão realizadas seis palestras entre visitas técnicas e rodadas de negócios. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas no site do evento.

Como participar – Por ser um evento online e gratuito, os participantes podem ter acesso a programação com apenas alguns clicks por meio do smartphone ou computador no site www.ruralturdigital.com.br.

Parceiros – Para a realização, o evento conta com diversos parceiros, como o Instituto Brasil Rural, Associação Brasileira de Agências de Viagens da Paraíba, Associação Brasileira de Turismólogos e Profissionais do Turismo do Ceará, além do Sebrae do Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Bahia, Santa Catarina e Espírito Santo, o que beneficiará mais de 400 micro e pequenas empresas do Brasil.

 

Serviço:

16ª Ruraltur | Feira de Turismo Rural do Brasil

Data: 1 a 4 de setembro de 2020

Local: 100% digital 

Público-alvo: Empresas e empreendedores, produtores rurais e culturais, artesãos que atuam em atividades econômicas, vinculadas ao turismo rural, profissionais do trade turístico, gestores públicos, profissionais da imprensa, pesquisadores, professores e alunos dos cursos de turismo e visitantes em geral.

Para mais informações, o site é http://ruralturdigital.com.br/e o instagram @ruralturdigital 

 

Assessoria

porpjbarreto

Ministro do Desenvolvimento Regional visita área de rompimento de barragem, no Ceará

Rogério Marinho afirma que reparos no local devem ser finalizados até terça-feira

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, viajou ao Ceará, no último sábado, após o vazamento da Barragem Jati na sexta-feira, que fez com que duas mil pessoas fossem retiradas às pressas de suas casas. No local, Marinho afirmou que não houve danos estruturais na barragem e que o governo federal trabalha para restabelecer o funcionamento da estrutura  e o retorno das pessoas a seus domicílios.

O vazamento ocorreu após o rompimento de uma tubulação. A situação gerou pânico nos moradores da região Coincidentemente, um dia antes do rompimento Marinho esteve na barragem para a abertura da comporta de um canal que recebe água da transposição do Rio São Francisco.

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) afirmou que os reparos devem ser concluídos até terça-feira (25).

Fonte: Brasil 61

porpjbarreto

Apresentação da sede da Coasplan reúne produtores, cooperados e parceiros do agronegócio paraibano

A apresentação da sede da Cooperativa dos Associados da Asplan (COASPLAN) ao mercado paraibano do agronegócio reuniu produtores, cooperados e parceiros da entidade, na manhã deste sábado (15). Respeitando as devidas regras de flexibilização na pandemia, com convidados e anfitriões todos de máscaras, a inauguração da sede da Cooperativa aconteceu em meio a um café da manhã, com direito a descerramento de placa comemorativa, discursos e apresentação das instalações da entidade que chega ao mercado paraibano para ampliar os serviços de comercialização de insumos, produtos, máquinas e equipamentos para o setor do agrobusiness, com especial atenção, para os produtores canavieiros. A sede da COASPLAN fica na Avenida Francisco Marques da Fonseca, 294, e funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h, e aos sábados, das 7h ao meio dia.

O presidente da Associação dos Planadores de Cana da Paraíba (Asplan), José Inácio de Morais, que descerrou a placa de inauguração da COASPLAN junto com o presidente da Cooperativa, Fernando Rabelo Filho, lembrou que a inauguração da entidade simboliza a concretização de um sonho antigo, que segue o sucesso de outras iniciativas no país que fomentam o agronegócio de forma consorciada e que pode ser uma semente de projetos ainda mais audaciosos. “A união de forças fortalece qualquer negócio e a gente já conhece iniciativas de sucesso com o sistema cooperativado em outras regiões do país e até mesmo aqui pertinho, em Pernambuco, com a COAF, de forma que começamos agora a disponibilizar na Paraíba, não apenas para nossos associados uma forma diferente de adquirir produtos, insumos, implementos e máquinas. Não chegamos para competir com ninguém, mas para somar”, disse José Inácio.

O presidente da COASPLAN, Fernando Rabelo Filho, destacou que a Cooperativa já nasce forte e com grande representatividade, mas que vai precisar da união e apoio de seus cooperados, dos associados da Asplan e do próprio mercado para crescer cada vez mais. “Nós representamos diretamente 1.600 produtores associados, que juntos respondem por 60 mil hectares de terra e temos 50 cooperados que plantam em 20 mil hectares, ou seja, que detém mais da metade de área cultivada de cana na Paraíba, isso só fazendo referência a cultura canavieira, porém não estamos focados apenas nela, mas, no mercado do agro de um modo geral”, destacou ele, lembrando que o apoio dos produtores em prestigiar a Cooperativa será fundamental para o sucesso da iniciativa. Fernando lembrou ainda que além das vantagens de ter mais um canal de compras, os cooperados ainda participarão do rateio proporcional de lucros da COASPLAN no final de cada exercício fiscal. “A Casa é nossa e quanto mais prestigiá-la, mais vantagens e dividendos teremos”, reiterou Fernando Filho.

O presidente do Sistema OCB/PB, André Pacelli, que estava acompanhado do superintendente do Sistema, Pedro Albuquerque, elogiou as instalações da COASLAN e desejou sucesso no novo empreendimento. “É com muita satisfação e alegria que vemos surgir essa cooperativa. Isso mostra a força do agronegócio e o quando o sistema cooperativado tem conquistado o mercado pelos seus inúmeros atrativos e desejamos muito sucesso para a COSPLAN na prospecção de novas parcerias que devem ser ampliadas além da área comercial e, inclusive, com o Sistema OCB/PB na área de capacitação e de outros projetos”, disse André.

O gerente de Negócios Agro da Sicredi Evolução Aurélio Pizano, destacou a similaridade de foco da instituição que representa com a COASPLAN, lembrando que ambos têm o mesmo ‘DNA’. “Tanto o Sicredi, quanto a COASLAN atuam no mercado com foco num sistema cooperativado que traz ganhos diversos para os cooperados e nós esperamos que a partir de agora ambas as instituições possam estreitar seus laços e serem parceiros”, disse Aurélio, lembrando que o Sicredi Evolução é a terceira melhor referência de crédito para o agronegócio na Paraíba, ficando atrás apenas do BNB e BB, respectivamente, primeiro e segundo lugares neste ranking.

O vice-presidente da COASPLAN, Pedro Neto, também prestigiou o evento e afirmou que essa data ficará como um marco no mundo do agronegócio paraibano. “Já há algum tempo que a gente sonhava com essa Cooperativa e este ano conseguimos realizar esse sonho e agora é acreditar e apostar nele, fortalecendo a entidade cada vez mais”, disse ele, lembrando que na sede da entidade, em Bayeux, além de amplas instalações que ocupam uma área de quase 1000 metros quadrados, incluindo um amplo galpão para o armazenamento de mercadorias e produtos, o cooperado tem além de todas as vantagens de compra, uma sala a disposição para a realização de reuniões.

O produtor canavieiro, associado da Asplan e cooperado da COASPLAN, Celso Morais, não apenas prestigiou o evento deste sábado, como já efetuou sua primeira compra através da Cooperativa. Ele adquiriu 60 litros do produto Implanta, um bio estimulante e complexo de nutrientes da empresa Agrivalle, para melhorar o enraizamento de parte de sua lavoura localizada na Fazenda Santa Emília, em Rio Tinto. “Essa é a primeira compra de outras que irei realizar, pois acho importante a gente prestigiar a Cooperativa, não apenas para obter vantagens na aquisição dos produtos, mas, também para fortalecer a entidade que quanto mais apoio tiver, mais forte ficará”, disse ele. O Representante Técnico da Agrivalle, Flávio Alves, não divulgou quais vantagens Celso tinha tido ao adquirir o Implanta através da Cooperativa, mas, adiantou que ele teve uma condição comercial vantajosa.

O diretor comercial da Cooperativa, Thiago Queiroz, que recepcionou os convidados, reforçou que embora a COASPLAN seja uma entidade ligada a Asplan, não é preciso o produtor ser associado para adquirir produtos da entidade. “Temos herbicidas, fertilizantes e defensivos agrícolas e também um portfólio de produtos que inclui implementos e máquinas para todo o mercado agrícola, não apenas para os produtores de cana-de-açúcar, de forma que estamos de portas abertas para todo o m mercado do agronegócio”, reforçou ele, agradecendo a parceria da Agrivalle, da PH Química e da Sumitomo neste início de operação da entidade. A COASPLAN está em operação desde a segunda quinzena de julho, com produtos para atender as linhas de cana-de-açúcar, de Hortifruti, de Pastagem, de Jardim, além de peças e máquinas agrícolas.

A Cooperativa tem ainda uma Central de Compras, com um funcionário à disposição dos clientes para fazer a cotação de peças e equipamentos, incluindo EPI’s. Para acionar a Central, basta que o interessado ligue pelo número (083) 2177-0441 e diga qual é sua necessidade de compra que a Cooperativa se encarregará de fazer as cotações e adquirir o produto sem custo adicional algum para o cliente. O representante da Yara Brasil Fertilizantes S/A, Mozart Cavalcante, também prestigiou a inauguração da sede da COASPLAN.

 

Assessoria

porpjbarreto

Sebrae Paraíba inicia credenciamento para a 16ª edição da Feira de Turismo Rural do Brasil

RuralTur será realizada de forma 100% digital, entre os dias 1 e 4 de setembro

O Sebrae Paraíba iniciou na última sexta-feira (14) o credenciamento para o público interessado em participar da programação da Feira de Turismo Rural do Brasil (RuralTur). Em sua 16ª edição, o evento será realizado pela primeira vez em formato 100% digital, por conta da pandemia do coronavírus, entre os dias um e quatro de setembro.

O credenciamento, que é gratuito, deve ser realizado no site oficial da RuralTur, no endereço https://ruralturdigital.com.br/. Ao efetuar a inscrição, o interessado pode selecionar as palestras de que deseja participar durante os quatro dias de programação, entre elas as que irão abordar os seguintes temas: “Marketing digital no turismo rural”, “Biossegurança no turismo rural”, “Estratégias para pequenos negócios no ambiente digital”, “Turismo e identidade rural”, “Turismo de experiência no Litoral Sul” e “Turismo rural e produção associada ao turismo: relações, similaridades e possibilidades”.

Além das palestras, a programação da 16ª RuralTur também conta com visitas técnicas virtuais, rodadas de negócios, apresentações culturais e lojas virtuais. Durante a feira, também serão realizados outros eventos, como a Conferência Intercontinental de Turismo Rural, o Encontro Nacional de Caminhadas na Natureza e o Encontro Digital dos Estudantes de Turismo com Foco no Turismo Rural e de Natureza.

De acordo com a gestora de turismo e economia criativa do Sebrae Paraíba, Regina Amorim, a RuralTur vai contar com participantes dos nove estados nordestinos, além de outros seis estados das demais regiões do país. Ainda conforme a gestora, a Conferência Intercontinental de Turismo Rural vai contar com participantes da Argentina, Cabo Verde, Peru, Portugal, Equador e Estados Unidos.

Conheça a RuralTur – Realizada desde o ano de 2005, a RuralTur é um evento disruptivo, que faz despertar os investidores urbanos para também investir no meio rural, respeitando a ruralidade, que é a essência desse segmento do turismo.

Para a edição deste ano, o tema central do evento será “A Inteligência do Turismo Rural”. O objetivo é promover e fortalecer os negócios e os destinos do turismo rural no Brasil, proporcionando experiências inovadoras com a inserção no mundo digital e adequações ao cenário econômico atual. A programação completa e mais detalhes sobre o evento estão disponíveis no site oficial da RuralTur.

 

Assessoria

porpjbarreto

Asplan alerta produtores rurais sobre o prazo para a declaração de ITR que começa hoje e vai até 30 de setembro

Começa hoje, (17) e vai até o dia 30 de setembro, o prazo para os proprietários rurais de todo o país enviarem a Declaração do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (DITR) de 2020. A expectativa da Receita Federal é receber 5,9 milhões de declarações este ano, cerca de 104,5 mil a mais que as 5.795.480 enviadas em 2019. A declaração só pode ser preenchida por meio do programa gerador da declaração, que pode ser baixado na página www.receita.fazenda.gov.br, a partir desta segunda-feira. A Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan) lembra aos produtores rurais e, em especial, aos canavieiros associados, a necessidade da declaração. “Quem não declarar o tributo estará sujeito a aplicação de multas e de uma série de sanções”, lembra o presidente da Asplan, José Inácio de Morais.

Todas as pessoas físicas e jurídicas proprietárias, titulares do domínio útil ou que detenham qualquer título do imóvel rural precisam fazer a DITR. Apenas os contribuintes imunes ou isentos estão dispensados de entregar a declaração. O produtor que perdeu ou transferiu a posse ou o direito de propriedade da terra desde 1º de janeiro também está obrigado a apresentar a declaração. A DITR deve ser preenchida no computador, por meio do programa gerador da Receita Federal. O documento pode ser transmitido pela internet ou entregue em pendrive em qualquer unidade da Receita Federal. Quem perder o prazo pagará multa de 1% ao mês sobre o imposto devido, com valor mínimo de R$ 50,00.

O Imposto sobre Propriedade Territorial Rural pode ser pago em até quatro parcelas mensais, mas nenhuma quota pode ser inferior a R$ 50,00. O imposto inferior a R$ 100,00 deve ser pago à vista, até 30 de setembro, último dia de entrega da declaração. O pagamento pode ser feito por meio de Documento de Arrecadação de Receitas Federais (Darf) em qualquer banco ou por transferência eletrônica de instituições financeiras autorizadas pela Receita.

Embora ainda haja tempo de fazer a declaração, o presidente da Asplan alerta aos produtores que não deixem para a última hora sob o risco de passar o prazo de entrega estabelecido pela Receita “O contribuinte que atrasar a entrega da declaração será penalizado com 1% de multa ao mês, ou fração sobre o imposto devido”, finaliza José Inácio.

Assessoria

porpjbarreto

Coasplan recebe produtores e parceiros neste sábado para apresentar sua estrutura e formas de atuação no mercado do agronegócio

Em operação desde a segunda quinzena de julho, com produtos para atender as linhas de cana-de-açúcar, de Hortifruti, de Pastagem, de Jardim, além de peças e máquinas agrícolas, a Cooperativa dos Associados da Asplan (COASPLAN), abre as portas de sua sede em Bayeux, no próximo sábado (15), para receber os produtores rurais, parceiros e integrantes da Associação de Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan). A ideia é apresentar a estrutura da Cooperativa e mostrar ao seu público alvo as vantagens de adquirir insumos e produtos nela. O evento, que seguirá os protocolos de cuidados em tempos de pandemia, acontece a partir das 8h, na sede da Coasplan, na Avenida Francisco Marques da Fonseca, 294, com um café da manhã.

O diretor comercial da Cooperativa, Thiago Queiroz, reforça que embora a Coasplan seja uma entidade ligada a Asplan, para adquirir os produtos da entidade não é preciso ser associado. “Temos herbicidas, fertilizantes e defensivos agrícolas e também um portfólio de produtos que inclui implementos e máquinas para todo o mercado agrícola, não apenas para os produtores de cana-de-açúcar”, destaca Thiago, lembrando que o público alvo é todo o mercado do agronegócio paraibano. Ainda segundo Thiago, essa ação do sábado servirá para mostrar como está a Cooperativa e como os produtores podem utilizar os serviços disponibilizados por ela.

A Cooperativa tem ainda uma Central de Compras, com um funcionário à disposição dos clientes para fazer a cotação de peças e equipamentos, incluindo EPI’s. Para acionar a Central, basta que o interessado ligue pelo número (083) 2177-0441 e diga qual é sua necessidade de compra que a Cooperativa se encarregará de fazer as cotações e adquirir o produto sem custo adicional algum para o cliente. “Esse é outro grande diferencial da Cooperativa que vai dar um importante suporte ao produtor na hora de comprar peças de reposição e outros itens ligados ao seu negócio”, destaca Thiago Queiroz.

O presidente da Asplan, José Inácio de Morais, reitera que o grande objetivo da Coasplan é, primordialmente, baratear custos para os associados e facilitar o aceso dos produtores aos insumos e produtos do setor, permitindo que os investimentos necessários na produção sejam realizados com mais facilidade. “Como vamos comprar os produtos de forma cooperativada, teremos melhores condições de ter preços menores e mais atrativos”, ressalta José Inácio. O presidente da Coasplan é Fernando Rabelo Filho e o vice-presidente, Pedro Tavares Neto.

 

Assessoria

porpjbarreto

Produtores não devem entregar o CAR às usinas para garantir acesso aos CBios do RenovaBio orienta Asplan

O repasse para os produtores da parte que lhes cabe dos Créditos de Descarbonização (CBios), do RenovaBio, ainda continua indefinido, mas, as usinas precisam ter acesso aos dados do Cadastro Ambiental Rural (CAR), conforme manda a legislação, para atestar o perfil do uso correto da terra pelos produtores que é condição para a indústria estar apta a emitir os papéis correspondentes a cada lote de etanol negociado com as distribuidoras. Não entregando os dados para as indústrias, os canavieiros podem travar o novo programa nacional até que a parte que lhes cabe seja incluída nos CBios.

A Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan), entidade que junto com a Associação dos Fornecedores de Cana de Pernambuco (AFCP), sairam na frente, convocando reuniões com seus associados para orientá-los a não entregar o CAR, pressionam para que os produtores tenham acesso aos créditos de carbono do Renovabio. “É uma reivindicação justa, inclusive, apoiada pela maioria dos dirigentes industriais, que também avaliam que os ganhos com os CBios devam ter a participação dos produtores que direcionam boa parte da matéria-prima processada pelas indústrias”, afirma o presidente da Asplan, José Inácio de Morais, que também preside a União Nordestina dos Produtores de Cana (Unida).

José Inácio lembra que o pleito dos produtores, incluindo também os de biodiesel, já vem desde as primeiras discussões nacionais do RenovaBio, mas com a implantação do programa em 2020 – e com algumas emissões de CBios já no mercado – a reivindicação não prosperou e os ganhos ainda estão restritos a cadeia industrial. “A produção de uma cana cada vez mais limpa no seu processo produtivo e sem resíduos fósseis, que é o que ajudará a precificar o valor dos CBios das usinas, não pode desconsiderar e deixar de fora quem produz no campo. Os produtores precisam também ter acesso aos ganhos do CBios”, reitera José Inácio.

 

Assessoria

porpjbarreto

Deputado Jeová Campos viaja à Brasília e traz boas notícias para Cajazeiras. Leia!

A ausência do deputado estadual Jeová Campos da sessão legislativa remota da última terça-feira (04) teve um motivo de força maior. É que o deputado que preside a Frente Parlamentar da Água e da Agricultura Familiar da ALPB teve uma audiência em Brasília, no Ministério da Integração Regional, com Marcelo Borges.

Na ocasião, foi informado que a licitação da recuperação da parede do açude de Engenheiro Ávidos já está em curso, assim como já está sendo executado a obra do canal Caiçara-Engenheiro Ávidos. “Essas são notícias que me deixam muito alegre e esperançoso, pois essas duas ações são reivindicações recorrentes de meu mandato que são imprescindíveis para a chegada das águas da integração do Rio São Francisco no sertão paraibano”, disse o parlamentar.

Ainda segundo Jeová, a conclusão destas duas obras é de fundamental importância não apenas para a chegada das águas da transposição, mas, sobretudo, para o início de um projeto de agricultura familiar que pode mudar a realidade de muitos sertanejos. “Com a chegada destas águas poderemos ter o grande avanço do projeto da Transposição no sertão paraibano que será a implantação de um amplo projeto de produção de alimentos orgânicos”, disse o parlamentar, destacando sua satisfação de retornar da capital federal com essas duas boas notícias. Jeová viajou na terça-feira (04) e regressou no dia seguinte, quarta (05).

 

Assessoria