Categoria POLÍTICA

Ex-secretário de meio ambiente na gestão do “Jeito Certo” marca presença em evento da oposição em Cajazeiras

Deslocado, o ex-secretário municipal de meio ambiente de Cajazeiras, José Maria Gurgel (PT) esteve marcando presença em evento realizado no Teatro Íracles Pires, na manhã desta quinta-feira (21), em visita do governador Ricardo Coutinho (PSB) ao Sertão paraibano, aonde o chefe do executivo estadual veio inaugurar obras de pavimentação de rodovia e, estradas nas cidades de Bom Jesus e São José de Piranhas.

Ainda com um pé na gestão do prefeito José Aldemir (PP), membros do Partido dos Trabalhadores tendem obedecer ao gestor cajazeirense. Quem se mostrar rebelde é sumariamente exonerado, ou sofrerá o peso de sua perseguição.

 

Redação – fmrural.com.br  

Pré-candidato ao governo pelo PSB debate com setor agropecuário e diz que terá um olhar atento para o segmento produtivo paraibano

O pré-candidato a governador da Paraíba pelo PSB, João Azevedo, participou de um encontro, nesta quarta-feira (20), com representantes de entidades ligadas ao setor agropecuário do estado. Durante o evento, realizado no auditório da Associação dos Planadores de Cana da Paraíba (Asplan), em João Pessoa, João falou sobre os avanços da Paraíba nos últimos sete anos, disse que o atual governo já tem e ele também terá um olhar atento para o setor agropecuário e mostrou que está afinado com os pleitos do setor que, entre outras reivindicações, pediu ao candidato que construa estradas e revitalize as já existentes por onde passa o escoamento da produção, priorize os produtores com a água do canal Acauã-Araçagi, amplie o programa de cana-semente, entre outros itens.

O atual secretário de Agricultura da Paraíba, Rômulo Montenegro, foi quem abriu o evento e fez uma retrospectiva dos principais avanços do setor nos governos de Ricardo Coutinho, com ênfase, no segmento agrícola já que a maioria da plateia do encontro era formada por trabalhadores e produtores rurais. O presidente da Asplan, José Inácio, falou em seguida e destacou a importância do governo ter um olhar diferenciado para o segmento e apoiá-lo em suas demandas. “Nós somos um setor vital para a economia estadual, que geramos milhares de empregos, mas, ainda não temos o devido reconhecimento, respeito e atenção”, disse José Inácio..

Em seguida e durante quase uma hora, João Azevedo falou sobre os avanços que a Paraíba teve nos últimos anos, fazendo um contraponto com a situação de outros estados do país, e lembrou que a Paraíba desponta como a melhor da região Nordeste. “O crescimento da Paraíba foi de 36,1% e hoje nós temos a melhor renda per capita do Nordeste e isso tudo é fruto de uma gestão responsável, trabalhadora e que vê o estado como um todo”, disse ele.

O presidente da Asplan, José Inácio aproveitou a oportunidade e entregou ao candidato um documento com cinco pleitos do setor, que além da construção de estradas, pede a definição de diretrizes de uso das águas do canal Acauã-Araçagi, uma resposta mais efetiva nos casos de cumprimento de mandatos judiciais de reintegração de posse de terras invadidas, a formalização de um convênio para ampliar a produção de insumos biológicos e o estímulo ao cooperativismo. O pré-candidato disse que irá avaliar todos os pleitos e assumiu o compromisso de levar o maior número de propostas possíveis para seu Plano de Governo, mas, de antemão já adiantou que a construção de estradas será prioridade de seu governo, assim como o apoio ao cooperativismo. Sobre o uso das águas do canal Acauã-Araçagi, João disse que a Embrapa está realizando um estudo e que ele balizará as diretrizes de uso das águas do canal.

“O pré-candidato tem bastante experiência, uma vez que foi secretário de governo e foi bom recebê-lo aqui e conhecer um pouco de suas propostas, como será com qualquer candidato que queira se reunir com a classe produtiva para ouvir nossos pleitos e expôs suas ideias”, disse José Inácio, lembrando que a Asplan, por ser uma entidade apartidária, está de braços abertos para realizar encontros similares com os demais postulantes ao cargo de governo estadual.

O pré-candidato avaliou positivamente o debate. “Foi um encontro literalmente muito produtivo, onde pude expor a nossa visão e projetos e o que nosso governo fará não apenas em prol do setor produtivo, mas, sobretudo da Paraíba”, disse João. Além dos associados da Asplan, o pré-candidato dialogou com representantes de cooperativas, indústria sucroalcooleira, de entidades ligadas a agropecuária, com a Federação dos Trabalhadores, com a Faepa e com outras entidades ligadas ao agronegócio estadual.

Assessoria

Perseguição: prefeito José Aldemir exonera ex-candidata pela Rede Sustentabilidade em Cajazeiras

Conhecido por praticar a velha política de curral e cabresto, o prefeito José Aldemir (PP), esqueceu quem verdadeiramente esteve ao seu lado no dia-a-dia, porta-a-porta, casa-a-casa reverberando suas propostas de plano de governo e pedindo voto.

Por se tratar da aproximação com a ex-secretária de educação Tereza Cristina, o articulador político do prefeito foi pessoalmente entregar a portaria de exoneração da ex-candidata a vereadora Alcione Soares (Rede), que segundo informações – o articulador teria sugerido: “Ou você se alinha ao prefeito José Aldemir e se afasta de Junior e Cristina, ou você está exonerada”! Sem titubear a jovem respondeu; “Não vou me intrigar deles por causa de política, desse tipo de política que vocês estão acostumados fazer”!

Alcione recebeu das mãos de José Anchieta a portaria e foi notificada pessoalmente que estava fora do governo. É prática comum ser perseguido por José Aldemir, disse a ex-aliada. Vale ressaltar que Alcione Soares é vice-presidente municipal da Rede Sustentabilidade de Cajazeiras. Logo após a vitória o prefeito convocou uma reunião com os vereadores eleitos e não eleitos, com a garantia que todos os suplentes estariam na gestão. Infelizmente, mais uma vez o chefe do executivo cajazeirense não cumpre o que promete.

 

Fotos: Arquivo Pessoal

Redação – fmrural.com.br

Antônio Gobira se reúne com lideranças de João Pessoa visita amigos em CG e prestigia abertura do São João em Patos

O pré-candidato cajazeirense pela Rede Sustentabilidade Antônio Gobira, esteve na última segunda-feira (18) reunido com lideranças comunitárias do Valentina, Bessa, Roger e Mangabeira na Capital paraibana – onde recebeu apoio ao seu projeto político.

Retornando ao Sertão, Gobira passou por Campina Grande onde dialogou com o pré-candidato a deputado estadual Napoleão (REDE). “Aqui em Campina Grande, eu e os meus amigos e correligionários estaremos casa-a-casa, rua-a-rua, bairro-a-bairro pedindo apoio para o nosso amigo Gobira, é sem dúvida o nome que o povo paraibano precisa para nos representar em Brasília”, afirmou Napoleão.

Já no Sertão, em Patos – Gobira prestigiou a abertura do São João daquela cidade e encontrou com o deputado federal Dr. Damião Feliciano (PDT), que o abraçou e disse que o caminho a trilhar é árduo, mas que vale a pena lutar pelo povo paraibano.

De acordo com Gobira, ele tem uma sequencia de entrevistas agendas para a próxima semana e faz visitas de agradecimento para os apoiadores das cidades Igaracy e Aguiar, no Vale do Piancó, no Sertão do Estado.

 

Redação – fmrural.com.br

Brankinha Abreu deverá assumir nova Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Cajazeiras

Maria das Dores Abreu, conhecida por “Brankinha Abreu”, já ocupou a Secretaria Executiva do Meio Ambiente no inicio da gestão do prefeito José Aldemir – entre os meses de janeiro e abril de 2017.

De acordo com informações chegadas a nossa redação há cerca de (quinze) dias, o executivo cajazeirense enviou à Câmara Municipal um projeto de lei que cria mais uma secretaria, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e, de acordo com a referida informação, a bióloga que é especialista em recursos naturais – Maria das Dores Abreu deverá ocupar a pasta.

Brankinha vem conversando com o prefeito que tem dito, que ela seria a pessoa mais qualificada para assumir, após a criação da pasta, que ainda é ligada ao Desenvolvimento Rural e tem como Secretário Executivo – o professor José Maria Gurgel (PT), demitido por mensagem pelo prefeito, que em seguida voltou atrás da decisão de retaliação.

Ainda de acordo com uma fonte, “Brankinha” havia dito que só assumia uma secretaria de fato e de direito se não houvesse ingerência, como aconteceu em 2017. Revelou a bióloga para uma pessoa próxima.

Redação – fmrural.com.br

Em troca de apoios prefeito de Cajazeiras recebe adesão de Aurileide Egídio do Poço José de Moura

Em solenidade que aconteceu na última sexta-feira (15), na cidade de Poço de José de Moura, o prefeito de Cajazeiras – José Aldemir (PP) recebeu o apoio da prefeita Aurileide Egídio de Moura em solenidade que o gestor cajazeirense foi agraciado com o Título de Honra ao Mérito pelos serviços prestados ao longo dos anos ao povo sertanejo.

Ao lado da esposa que é pré-candidata a uma cadeira na Assembleia Legislativa da Paraíba, Dra. Paula agradeceu o carinho que o povo da cidade de Poço de José Moura tem com sua família e principalmente com seu esposo – o prefeito de Cajazeiras.

Em dado momento o prefeito se curva á prefeita e tem conversa ao pé de ouvido, para negociar apoios. Vale ressaltar que o autor da propositura foi o Vereador Pinheiro, que rasgou elogios ao prefeito e sua esposa que peregrina às cidades da região em busca de novas adesões.

Redação – fmrural.com.br

Ciro Gomes diz que cenário para 2019 é terrível por conta de dívida pública

Presidenciável participou de sabatina realizada nesta segunda (18) pela Rádio Jovem Pan

Pré-candidato ao Palácio do Planalto pelo PDT, Ciro Gomes disse nesta segunda-feira (18) que “o cenário para 2019 é terrível” ao tratar da dívida pública que já passa de R$ 5 trilhões. O presidenciável participou de sabatina na Rádio Jovem Pan, em São Paulo, e apresentou propostas em caso de eleição. Um tema que não é tratado pelos políticos e que ele compreende como importante é a origem do dinheiro para setores da agenda principal, como saúde, educação, emprego e segurança pública.

“Portanto, o que precisamos fazer nessa segunda agenda é arrumar o dinheiro. E arrumar dinheiro só tem um jeito: diminuir despesas e aumentar receita. Vamos pegar despesa brasileira, R$51 de cada R$100 da despesa pública brasileira, orçamento da União, são despesas financeiras, juros e rolagem de dívida. Portanto, metade do esforço tem que ser olhando pra metade da despesa. O que não é trivial vai dar trabalho, mas é preciso ter o foco claro nisso.”

O programa econômico de Ciro também foi debatido. Caso eleito, ele pretende colocar em prática a reforma tributária nos primeiros seis meses do governo por achar que classes são desfavorecidas no Brasil.

“Tem que mudar o sistema tributário. O Brasil precisa e pode diminuir os impostos em cima do povão. O cidadão que chega em casa humilhado pelo desemprego, chega em casa e liga a energia e paga 40% de tributos e os ricos no Brasil pagam 8%. Só este país não cobra tributos sob lucros e dividendos empresariais.”

Questionado sobre intervenção no Rio de Janeiro, o pré-candidato sugeriu como solução da segurança pública mapear o crime organizado. Segundo ele, a polícia hoje é obrigada “a morar com os chefes dos tráficos nas favelas”.

“A intervenção federal tem data para expirar, no próprio decreto que a criou. E nós vamos refletir a necessidade ou não de continuar. Eu vou assumir com muita força o assunto de segurança pública. Pretendo dar cabimento a um sistema nacional de segurança pública em linha do que já se criou institucionalmente, mas temos que dar orçamento a isso.”

O ex-ministro da Fazenda ainda declarou que “se o brasileiro acha que não pode piorar a situação, ele está enganado”, e disse que se não fizer uma mudança, o Brasil pode ir para o “vinagre”.

Reportagem: Juliana Gonçalves

Exclusivo: Após acordo com prefeita do Poço, José Aldemir exonera secretária de educação de Cajazeiras e Nelbia Moura assumirá pasta

Foi exonerada na manhã desta segunda-feira (18), da Secretaria Municipal de Educação – a professora Tereza Cristina Diniz de Abreu, que esteve à frente da referida pasta desde o dia (02/01/2017) até a presente data.

De acordo com a professora, vários fatos aconteceram para que o prefeito José Aldemir (PP), chegasse a essa conclusão. Partindo do gestor não implantar o reajuste do Piso Nacional dos Professores, que a ex-secretária sempre defendeu. Porém, os principais motivos serão expostos em entrevista, que ela própria irá revelar.

Com informações chegadas a nossa reportagem, um acordo já estava costurado para a inserção da professora Nelbia Moura Leite (foto) à sede da secretaria, onde a mesma iria ocupar a Secretaria-Adjunta, com a saída da esposa do Vereador Eriberto Maciel – fato que não se concretizou.

A professora Nelbia é efetiva do Sistema Municipal de Ensino de Cajazeiras, mas tem fortes laços com a prefeita Aurileide Egídio de Moura – da cidade de Poço de José de Moura, amiga pessoal do prefeito de Cajazeiras – José Aldemir.

Em contato com Tereza Cristina nesta segunda (18), ela informou que estará fazendo revelações à sociedade cajazeirense. “Estarei recolhida esses dias, estou recebendo a solidariedade dos nossos amigos e, prometo dar uma entrevista à imprensa de Cajazeiras até o final de semana”, garantiu – a professora Tereza Cristina.

 

Redação – fmrual.com.br

PSOL realiza plenária estadual e confirma vinda de Guilherme Boulos à Paraíba

No último sábado, 16 de junho de 2018, na sede da API, o Partido Socialismo e Liberdade realizou Plenária Estadual com a presença de dezenas de filiados vindos de cidades das diferentes regiões da Paraíba. O foco da plenária foi debater a atual conjuntura e os aspectos legais e políticos das eleições 2018.

A plenária da legenda foi o último prazo para registro das pré-candidaturas na chapa proporcional, fechando em 23 nomes para Assembleia Legislativa da Paraíba e 09 para Câmara Federal. Na oportunidade ficou agendada para 16 de julho a última reunião da Direção Estadual antes do início das eleições, sendo este o prazo para as pré-candidaturas entregarem toda documentação para o registro das candidaturas, já a Convenção Estadual foi marcada para 21 de julho, no turno da tarde.

Antes das importantes datas para os ajustes eleitorais do PSOL, os socialistas prometem mobilizar centenas de pessoas para as atividades com Guilherme Boulos na Paraíba, agendada para 04 de julho em João Pessoa e 05 de julho em Campina Grande.

 

Assessoria do PSOL

João Azevedo debate com representantes do setor agropecuário paraibano seu plano de governo

O pré-candidato ao governo do Estado, João Azevedo (PSB) vai debater, na próxima quarta-feira (20), com representantes do setor agropecuário paraibano, suas propostas e plano de governo para um dos setores mais importantes da economia do estado. O debate será realizado no auditório da Associação dos Plantadores de Cana da paraíba (Asplan), a partir das 10h, e é aberto ao público interessado. Os organizadores da ação afirmam que o pré-candidato que ainda está elaborando seu plano de governo quer além de expor, conhecer quais são as principais demandas do setor para incluí-las em sua proposta de gestão.

O presidente da Asplan, José Inácio de Morais, que já confirmou participação no debate, explica que a Associação cedeu o espaço para a realização do evento, assim como pode ceder a qualquer um dos postulantes ao cargo. “Nós somos um entidade apartidária que defende o setor produtivo, especificamente, o setor canavieiro e por isso estamos de portas abertas para conhecer as propostas de todos os candidatos”, destaca o dirigente canavieiro. Ainda segundo ele, esses debates são importantes não apenas para conhecer o plano de governo dos candidatos em relação ao setor agropecuário, mas, sobretudo, para colocar as prioridades do setor.

O secretário estadual de Agricultura, Pecuária e Pesca, Rômulo Montenegro, reitera a importância do evento. “Será um momento de aprofundar o debate sobre o futuro da agropecuária na Paraíba e conhecer as propostas do pré-candidato para um setor vital para a economia e desenvolvimento do estado”, afirma Rômulo.

Além de José Inácio e diretores da Asplan, também confirmaram presença no debate representantes da Organização das Cooperativas do Brasil na Paraíba, da Federação da Agricultura e Pecuária da Paraíba (Faepa), do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/PB), da Associação Paraibana dos Criadores de Caprinos e Ovinos (Apacco), da Sociedade Rural Brasileira na Paraíba, do Sindicato da Indústria e do Álcool (Sindálcool) e da Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Agricultura Familiar da Paraíba (Fetag).

 

Ascom