Categoria POLICIAL

Ação conjunta das polícias da Paraíba e Ceará resulta em grande apreensão de drogas na cidade de Cachoeira dos Índios

Por volta das 11 horas e 30 minutos da manhã de hoje, sábado (07), policiais do Destacamento de Cachoeira dos Índios, juntamente com uma guarnição do Destacamento de Ipaumirim, no Estado do Ceará, faziam rondas e abordagens na divisa dos estados, quando em dado momento abordaram Ronaldo Pereira da Silva, de 24 anos, natural de Cachoeira dos Índios, com aproximadamente 25 gramas de uma substancia semelhante à maconha.

Em seguida as guarnições se deslocaram com o acusado até seu endereço, localizado no Sítio Balanço, para pegar seus documentos de identificação, quando encontraram escondido no guarda roupas mais dois tabletes da mesma substância, fazendo um total de 2,025 quilos do material ilícito.

Após receber voz de prisão o acusado foi apresentado na Delegacia de Policia Civil de Cajazeiras, para as providências legais, juntamente com o material ilícito apreendido.

 

Com informações do 6º BPM

Moto com numeração do chassi adulterada é apreendida em Bernardino Batista no Sertão paraibano

Policiais do Destacamento de Polícia Militar na cidade de Bernardino Batista, no Sertão paraibano realizavam abordagens pelas ruas centrais da referida cidade – na tarde da última quarta-feira (04) e, por volta das 17 horas, em atitudes suspeitas, um homem que transitava em uma motocicleta Honda CG, 150cc, de cor vermelha, porém, sem placa, por esta razão o mesmo foi parado.

A motocicleta estava em poder de José Raimundo da Silva, 33 anos. Após realizar vistoria rápida no veículo, os policiais puderam verificar que a numeração do chassi estava adultera.

José Raimundo da Silva foi conduzido para a Delegacia de Policia Civil de Cajazeiras, juntamente com a moto, para explicar a procedência e origem do veículo.

 

Com informações do 6º BPM
Redação – fmrural.com.br

Ministro do trabalho é suspenso de cargo pelo STF

Helton Yomura é um dos alvos da terceira fase da Operação Registro Espúrio

O ministro do Trabalho Helton Yomura, um dos alvos da terceira fase da Operação Registro Espúrio, foi suspenso do cargo pelo Supremo Federal Tribunal nesta quinta-feira (5). A medida foi aceita pelo ministro Edson Fachin, relator do caso, a pedido da Polícia Federal e da Procuradoria Geral da República.

A operação investiga uma suposta organização criminosa integrada por políticos e servidores que teriam cometido fraudes na concessão de registros de sindicatos pelo Ministério do Trabalho. Segundo a PF, a terceira fase da ação deve “aprofundar as investigações a respeito de organização criminosa que atua na concessão fraudulenta de registros sindicais junto ao Ministério do Trabalho.”.

Com a decisão, Yomura está impedido de frequentar o Ministério do Trabalho, de manter contato com outros investigados ou servidores da pasta.

Na Operação Registro Espúrio, a Policia Federal também cumpriu mandados de busca e apreensão no gabinete do deputado federal pelo PTB, Nelson Marquezelli. O deputado também está proibido de frequentar o ministério e de manter contato com outros investigados, mas não foi afastado do cargo de deputado.

 

Reportagem: Juliana Gonçalves

1ª Vara Criminal de Cajazeiras passa a aplicar remição da pena pelo estudo de música

Os apenados da Comarca de Cajazeiras poderão reduzir suas condenações por meio do estudo de música, com as aulas de violão que serão ministradas na Penitenciária Regional Padrão. A remição da pena foi formalizada, nesta quarta-feira (4), com a edição da Portaria nº 04/2018, assinada pelo juiz substituto Francisco Thiago da Silva Rabelo, que responde pela 1ª Vara Criminal.

O magistrado explicou que em toda execução penal há o desafio de buscar saídas para reduzir a superlotação dos presídios sem que haja comprometimento do poder punitivo do Estado. “Por isso, a necessidade de se ampliar as alternativas para concretização da ressocialização, incentivando o apenado, a fim de afastá-lo da prática de novos delitos, além de proporcionar condições para sua integração social”, analisou Thiago Rabelo.

Também foi considerada, para a expedição da Portaria, a Recomendação nº 44/2013 do Conselho Nacional de Justiça, que fundamenta a ampliação das possibilidades de remição da pena mesmo nos casos de atividades educacionais e profissionais não previstas expressamente na lei.

A iniciativa, inédita no Sertão da Paraíba, acontece em parceria com a Secretaria de Educação do Estado, Secretaria de Cultura do Município de Cajazeiras, Polícia Militar, Diretoria da Penitenciária Regional Padrão e Ministério Público estadual. Foram arrecadados 15 violões e a articulação está focada na disponibilização de um professor para ministrar as lições semanalmente. “Todos estão se empenhando para viabilizar as aulas até o final do mês”, revelou o magistrado.

Inicialmente com aulas de violão, a Portaria já prevê a possibilidade de ampliação para outros tipos de instrumentos musicais, dependendo de professores com conhecimentos específicos. “Também queremos ampliar o projeto para o presídio feminino, que só não receberá agora, porque não tem uma sala disponível”, informou Thiago Rabelo.

A remição será aplicada nos mesmos moldes da remição pelo estudo, constante no artigo 126 da Lei de Execuções Penais, com redação dada pela Lei nº 12.433, de 2011. Ou seja, um dia de pena é reduzida a cada 12 horas de frequência, divididas, no mínimo, em três dias. De acordo com o magistrado, será possível, ainda, acumular esta remição com as demais em vigência no âmbito da Execução Penal de Cajazeiras, desde que haja a devida compatibilidade de carga horária.

Por Gabriella Guedes

Acidente na PE-574 causa a morte de um estudante de Cajazeiras e um taxista de Petrolina. Leia!

Um grave acidente automobilístico foi registrado nesta quarta-feira (04) de julho, na Rodovia Estadual PE-574, conhecida por “Estrada da Uva e do Vinho”, nas proximidades de acesso ao povoado de Vermelhos, Zona Rural do município de Lagoa Grande, no Vale do São Francisco – Sertão do Estado do Pernambuco.

De acordo com informações chegadas a nossa redação, o taxista de Petrolina, conhecido por Florentino havia pego, quatro pessoas, sendo um casal, um idoso e um filho do referido casal, o jovem estudante João Vitor Lins, ambos residentes na cidade de Cajazeiras – Estado da Paraíba, para uma viagem de Petrolina para uma vinícola existente naquela região.

No trajeto para o local solicitado pelos passageiros, o taxista teria tentado desviar de buracos na pista, porém, o veículo, um Renault Logan, de cor prata, placas: PDQ-3773, Petrolina/PE, perdeu o controle e, veio a capotar caindo em uma ribanceira – ocasionando a morte do jovem estudante cajazeirense e logo em seguida após os primeiros atendimentos médicos, o taxista Florentino foi transferido para o Hospital de Traumas de Petrolina, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu.

Os demais envolvidos no trágico acidente foram socorridos para o Hospital de Lagoa Grande com escoriações pelo corpo. As informações acima foram repassadas por uma mulher que trafegava pela rodovia em uma motocicleta e presenciou todo o ocorrido.

Vale ressaltar que a “Estrada da Uva e do Vinho”, é um trecho da PE-574 que é bastante utilizado por caminhões para escoamento da produção de uva e derivados naquela região do Vale do São Francisco.

 

Fotos: WhatsApp

Redação – fmrural.com.br

Polícia Militar prende elemento com arma de fogo na PB-400 em São José de Piranhas

Por volta das 22 horas da última terça-feira (03) policiais militares da Companhia de São José de Piranhas faziam barreira policial na PB 400, quando abordaram um motoqueiro, identificado como Wellington Kleber Fernandes Dantas, de 36 anos de idade, o qual conduzia uma espingarda calibre 36, desmontada e enrolada numa sacola de lona juntamente com (05) cartuchos do mesmo calibre e um facão.

No momento da abordagem o acusado não esboçou reação e logo em seguida foi conduzido para Delegacia de Policia Civil de São José de Piranhas, para as providências legais juntamente com arma de fogo apreendida.

Com Assessoria – 6º BPM

Policiais do 6º BPM apreenderam arma de fogo e motocicleta na PB-384 entre São José de Piranhas e Carrapateira

Por volta das 17 horas de ontem, terça-feira (03), a Central de Comunicações da Companhia de São José de Piranhas recebeu uma ligação anônima através do número de emergência – 190 informando que uma dupla armada teria se deslocado em uma motocicleta com destino a cidade de Carrapateira para pegar drogas.

Imediatamente uma guarnição de Rádio Patrulha foi deslocada para averiguar a denúncia e instantes depois interceptou suspeitos na PB – 384, altura do Sítio Peba dos Liras, os quais, passaram por uma busca pessoal sendo encontrando com o carona, identificado como Genésio Alves de Sousa, de 45 anos de idade, um revólver calibre 32, além de ter sido constatado que a motocicleta era conduzida por seu filho que é menor de idade.

Após receber voz de prisão o acusado foi conduzido para Delegacia de Policia Civil de São José de Piranhas, para as providências legais juntamente com arma de fogo e a motocicleta apreendida.

 

Com Assessoria – 6º BPM

Cabo da polícia envolvido em homicídio é excluído da corporação

A PM apurou que “os fatos que pesam contra o Cb. Melo demonstram que este agiu intencional

O cabo Fernando Alves de Melo foi excluído da Polícia Militar da Paraíba. O documento foi assinado pelo comandante geral da PM, coronel Euller Chaves, e publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (03). Cabo Melo ingressou na corporação em 17/08/1988 e atualmente estava lotado no 2º Batalhão de Campina Grande.

A exclusão, segundo o documento, tem base nos princípios da razoabilidade e proporcionalidade. “O Militar Estadual em tela não congrega capacidade para permanecer integrando as fileiras da Polícia Militar do Estado da Paraíba, conforme ficou patente nos autos do Conselho de Disciplina a que o mesmo foi submetido, em razão de ter praticado, deliberadamente, conduta que afrontou a honra pessoal, o pundonor e a ética policiais militares, assim como o decoro da classe”.

O militar é acusado de envolvimento no homicídio praticado em agosto de 2000 contra Célio M.G da Silva, na cidade de Campina. Pelo crime, o militar respondeu à Ação Penal nº 001.2000.022.304-8 que tramitou no 2º Tribunal do Júri da Comarca de Campina Grande, na qual foi condenado à pena de 18 (dezoito) anos e 6 (seis) meses de reclusão, por infração ao art. 121,§ 2º, incisos II e IV, c/c o art. 39 do Código Penal Brasileiro, tendo ocorrido o trânsito em julgado em 17/02/2017.

A PM apurou que “os fatos que pesam contra o Cb. Melo demonstram que este agiu intencional e deliberadamente em desacordo com os preceitos disciplinares, morais e éticos da Corporação, tornando-se, assim, um mau exemplo perante os dignos homens e mulheres desta Corporação.”

Conclui que “o mesmo é incompatível para o exercício das funções policiais militares” e determina que “a Diretoria de Gestão de Pessoas oficie ao Juiz de Direito da Vara da Justiça Militar do Estado, assim como ao da 2ª Vara da Fazenda Pública da Campina Grande informando sobre a exclusão do citado militar das fileiras da PMPB”.

Materiais que pertencem à PMPB também devem ser recolhidos conforme o documento.

T5

Enfermeira do Samu sofre acidente de carro no Sertão da Paraíba

A enfermeira, Thais Henriques, ficou ferida em um acidente de carro na manhã deste domingo (1º), quando seguia para trabalhar no SAMU do município de São José da Lagoa Tapada, Sertão da Paraíba.

Segundo informações de testemunhas, Thais conduzia seu veículo pela rodovia e ao chegar próxgmo à São José da Lagoa Tapada, perdeu o controle da direção e o carro saiu da pista e capotou.

Apesar do susto, Thais sofreu apenas escoriações leves pelo corpo e não precisou ser socorrida ao hospital.

Em contato com a enfermeira e ela falou que está bem: “Foi um livramento. Apesar do susto, estou bem Graças a Deus”, disse Thais.

 

Com informações de wscom

Segurança Pública do Estado da Paraíba divulga fotos dos quatro elementos que fugiram da Colônia Penal Agrícola de Sousa

Por volta das 9 horas da manhã deste domingo (1º de julho), quatro detentos – sendo dois de Patos, e dois de Sousa foragiram da Colônia Penal Agrícola de Sousa durante banho de sol.

As informações iniciais dão conta eles que usaram o muro próximo a guarita, escalaram e entraram no matagal ao lado – tomando rumo ignorado.

Os agentes penitenciários observarem com os demais vigilantes da guarita a fuga dos presidiários, e pediram ajuda à Polícia Militar, que em ato continuo deu inicio as ações de captura.

Durante diligências nas imediações dos sítios Matumbo e, Conceição um dos suspeitos foi recapturado. Outros três ainda estão foragidos.

Viaturas de Rádio Patrulha, BOPE, ROTAM estão todas empenhadas nas diligências. Há informações que os elementos podem estar escondidos nas proximidades da Fazenda Acauã no Município de Aparecida. Os fugitivos são de alta periculosidade.

Com informações de Pereira Jr.