Categoria PARAÍBA

Jeová Campos mostra força ao reunir dois candidatos a senador pela majoritária, outros candidatos e muitos militantes em evento em JP

A campanha deste ano do deputado estadual Jeová Campos (PSB), mostra força, vigor, amplitude e, sobretudo, prestígio. O parlamentar, que tentará um novo mandato na ALPB nas próximas eleições e que todos os anos é eleito pelos profissionais de Imprensa que cobrem a ALPB como um dos melhores da Casa de Epitácio Pessoa e que, recentemente, pontuou em pesquisa espontânea da Consult como o sexto candidato escolhido pela população, conseguiu reunir ontem à noite (16), em um evento realizado em João Pessoa, os dois candidatos a senador da coligação A Força do Trabalho, Luiz Couto e Veneziano Vital do Rego, outros candidatos a deputado federal e uma militância expressiva que participou do lançamento da candidatura.

O evento começou por volta das 17h, com um mutirão de adesivagem de carros, e terminou às 22h, após discurso emocionado de Jeová, onde ele reiterou sua posição de andar ao lado do povo, de trabalhar com um olhar voltado para os mais humildes, de defender a democracia e a liberdade de Lula e o direito dele concorrer à eleição presidencial, de honrar o mandato com ações que, efetivamente, mudem a vida das pessoas para melhor e conclamou a militância a ganhar às ruas. “A partir de hoje essa caminhada é nossa. Temos poucos dias para convencer as pessoas que o título de eleitor é um instrumento fortíssimo e eficaz e uma arma poderosíssima para se vingar contra os políticos traidores, que fizeram essa maldade com nosso país e nosso povo. É preciso que cada um de nós conscientize os eleitores da importância da escolha de seus representantes”, disse Jeová.

Em seu discurso Jeová disse ainda que é preciso que o povo seja firme, determinado, valente e, acima de tudo, filhos que amam sua pátria. “Não podemos amar esse país e achar que é normal manter Lula preso. É também por essa causa que eu vou andar e vou tentar estimular as pessoas a enxergarem essa injustiça que esses, que eu não posso chamar de políticos, que estão utilizando a estrutura do poder do estado nacional para impor um sacrifício impiedoso contra o povo tem que merecer a nossa mais pura e firme resistência”, declarou Jeová, chamando para perto dele algumas pessoas que estão o ajudando nesta caminhada rumo a um novo mandato, como Dea Macedo e Judson, Pastor Marcos, da Igreja Verbo da Vida, Neto Chaves e Edvaldo Freire, seu cumpadre Benedito, Sandro, Lauremir, entre outros.

Antes da fala de Jeová, se pronunciaram os coordenadores da campanha dele. O Professor Luiz Júnior, coordenador geral, que destacou a importância de eleger candidatos comprometidos com as forças democráticas, a jornalista Eliane Sobral, que responde pela comunicação e apresentou o jingle e detalhes da campanha publicitária, e o filho do deputado, Vitor Campos, que fez um discurso enaltecendo o caráter e a retidão do pai como atributos que o distingue como um político e cidadão de bem. “Tenho muito orgulho de ser seu filho e de acompanhar sua trajetória e lutas e ter a convicção que fazes tudo por amor à causas justas e de interesse coletivo. Sua campanha não tem dinheiro, mas tem muito crédito moral. Onde você chega é bem recebido e isso não é à toa, é fruto de um trabalho sério, determinado, importante e que faz a diferença na vida das pessoas. Olhando para ti, enxergo a política como ela deve ser, ou seja, um instrumento de transformação da sociedade”, disse Vitor que foi abraçado carinhosamente por um Jeová visivelmente emocionado.

Depois foi a vez dos candidatos a deputado federal Frei Anastácio, Chico Lopes e Marcus Henrique e também o candidato a senador Veneziano Vital do Rego se pronunciarem. Em todos os discursos, em nível local, a certeza de que o nome de Jeová Campos reúne todas as prerrogativas de um bom político e que a ALPB estará bem representada com sua recondução, e num cenário nacional, o desmonte do país, após o golpe que tirou Dilma e a injustiça da prisão de Lula. No final do evento, já quando Jeová falava, o candidato a senador Luiz Couto, chegou e também reforçou a importância de Lula livre e da retomada da democracia no país.

No final, Jeová conclamou a todos a se unirem nesta caminhada rumo a um novo mandato. “A partir de amanhã a campanha está nas ruas. Vamos conversar com os amigos, com os vizinhos, com as pessoas que conhecemos, fazer um trabalho de corpo a corpo para ampliarmos o leque de pessoas que se junta, a cada dia, nesta caminhada. Peguem nosso material, distribuam, participem das ações de rua e vamos à vitória”, disse Jeová, passando a palavra para o Pastor Marcos que fez uma pregação e, em seguida, foi rezado um ‘Pai Nosso’.

 

Assessoria

Roberto Paulino anuncia o apoio de outro ‘Zé’ a sua candidatura a senador

A campanha de Roberto Paulino para o Senado ganhou fôlego durante a coletiva de imprensa do senador José Maranhão, ontem. Ele conseguiu no mesmo ambiente (sede do MDB) adesões importantes para suas pretensões.

Entre elas, de José Lacerda Neto, ex-deputado estadual por 11 mandatos, e ex-vice-governador do Estado. Teve mais: do prefeito Verissinho, de Pombal e também da ex-prefeita Lourinha Aragão, de Monteiro. “Aguardem, vem mais a caminho”, anunciou.

 

Por Marcone Ferreira 

Museu Digital de CG vence concurso internacional, concorrendo com projetos da Argentina, Peru e México

O projeto do Monumento foi selecionado pela TecnoMultimedia InfoComm, coordenadora da feira, pelo seu formato técnico e importância informativa

O Museu Digital, instalado no Monumento dos 150 às margens do Açude Velho de Campina Grande venceu o Concurso AV Latino 2018, prêmio internacional da Feira Internacional da Indústria de Áudio, Vídeo, Iluminação e Sistema Profissional Integrado, no México.

O projeto do Monumento foi selecionado pela TecnoMultimedia InfoComm, coordenadora da feira, pelo  seu formato técnico e importância informativa.

Campina Grande concorreu com projetos da Argentina, Peru e México. O Museu Digital instalado no Monumento ao Sesquicentenário de Campina Grande, construído pela Prefeitura de Campina Grande e repassado, em sistema de parceria, ao SESI/FIEP, é destaque como referência de iniciativa que democratiza o acesso à tecnologia.

A votação para a indicação do prêmio na TecnoMultimedia InfoComm aconteceu pela internet e resultou de uma votação envolvendo os participantes do evento itinerante TecnoMultimedia InfoComm, que este ano foi realizado na cidade do México (MX).

O objetivo do projeto foi o de criar um museu para ser pioneiro no uso de tecnologias digitais interativas, tanto na Paraíba quanto no Brasil, que possa contar a história de Campina Grande e do estado da Paraíba de forma totalmente digital, interativa e conectada.

Este é o segundo prêmio destinado a Campina Grande na gestão do prefeito Romero Rodrigues. O Programa Minha Árvore, da Coordenadoria de Meio Ambiente Sesuma, também emplacou uma premiação internacional, na Bolívia, no ano passado. Este ano, o “Minha Árvore” representará Campina no Prêmio ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) e já é referenciado em cadastro da ONU.

A definição de Romero Rodrigues por firmar parceria com o SESI, através do apoio da Federação das Indústrias da Paraíba (Fiep) foi fundamental para a consolidação de um projeto arrojado às margens do Açude Velho. As instalações do Museu em homenagem aos 150 anos de fundação de Campina Grande serviram perfeitamente para a proposta inovadora de instalação de um museu digital na cidade.

 

Fonte: ClickPb

Ricardo abre o jogo sobre o seu futuro após término do mandato

Durante entrevista a uma emissora de rádio de Campina Grande na manhã desta sexta-feira (17), o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), abriu o jogo sobre o seu futuro após deixar o mandato no governo e confirmou que vai retornar para os quadros de servidores efetivos da Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

O chefe do executivo estadual declarou que voltar para a UFPB, de onde ele está licenciado desde 1998, é a única certeza que ele tem até o momento com relação ao fim do seu mandato.

A única certeza que eu tenho na vida é que tenho que voltar pro meu trabalho. Eu sou funcionário da Universidade Federal da Paraíba onde estou licenciado sem salário desde 98, o que é o correto, não estou fazendo favor a ninguém” disse.

Ricardo ainda declarou que não se arrepende de não ter entrado na disputa pelo Senado.

Eu não podia sucumbir a tentação de ter um mandato de senador porque o Senado é isso, é aquilo e ao mesmo tempo colocar em risco algumas coisas. Eu não coloco nada em risco pois eu vivo aqui, meus filhos vivem aqui então eu quero para eles um estado bem mais evoluído e desenvolvido. Tomei a decisão, não me arrependo sinceramente” concluiu.

 

Por PBagora

Efraim Filho diz que hospitais filantrópicos terão linha de crédito do FGTS

O deputado federal Efraim Filho (DEM-PB) classifica como importante a abertura de uma linha de crédito do (FGTS) para Santas Casas e Hospitais Filantrópicos. Uma medida provisória vai criar uma linha de crédito que destina 5% dos recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para as entidades.

A saúde é motivo de preocupação de todos, não só dos doentes e de suas famílias”, disse Efraim.

A expectativa é de que a medida fortaleça o setor e permita a melhoria dos serviços prestados à população. As entidades beneficentes sem fins lucrativos desempenham papel relevante e fundamental na história de construção do SUS e do setor privado de saúde no país.

O trabalho do deputado Efraim Filho em Brasília tem como um dos eixos centrais a saúde. Neste sentido, ele vai trabalhar pela derrubada do veto ao reajuste dos agentes de saúde. “São eles que, muitas vezes, estão na dianteira no combate a doenças, e por isso o reconhecimento”, disse. Um veto precisa ser derrubado em sessão do Congresso Nacional.

Assessoria

Defesa Civil de Sousa interdita acesso ao público e impede turismo religioso à Gruta de Nossa Senhora de Lourdes em São Gonçalo

Desde o início deste ano de 2018, a Defesa Civil da cidade de Sousa, no Sertão paraibano – interditou o acesso ao público que visita à Gruta de Nossa Senhora de Lourdes, no Distrito São Gonçalo.

De acordo com informações chegadas à nossa redação – frequentadores daquele espaço de lazer e visitação, tem reclamado para as autoridades de Sousa, para realização de manutenção adequada ao referido local, mas até o momento sem êxito.

Desde o início desse ano, que a gente que frequenta esse espaço para passeio religioso e turístico sente falta, pois, com o período chuvoso foi interditado, mas a Prefeitura não resolveu ainda e, agora o vice-prefeito de Sousa, que é Secretário de Turismo do Estado devia olhar essa situação com bons olhos”, reclamou um usuário da Gruta.

Vale ressaltar que a Gruta de Nossa Senhora de Lourdes, recebe visitantes de várias regiões da cidade, do Sertão, do estado e de pessoas dos estados vizinhos – fomentando renda no local.

Ainda de acordo com moradores de São Gonçalo, a exemplo da Cruz da Menina na cidade de Patos, que tem acesso fácil e estrutura satisfatória, as autoridades de Sousa podiam seguir a experiência de manutenção da Gruta e solucionar a problemática.

Redação – fmrural.com.br

Maranhão lança aplicativo e nega desistência de candidatura

O candidato a governador da Paraíba, José Maranhão (MDB), anunciou, durante coletiva de imprensa na sede do MDB da Paraíba, o lançamento de um aplicativo que deverá servir como plataforma de interação entre os eleitores e a sua candidatura.

A coletiva estava cercada de suspense. Anunciada na manhã desta quinta-feira (16), levantou teorias sobre adesões de nomes pesados da política paraibana ou, até mesmo, uma eventual retirada de candidatura.

Ainda na ocasião, Maranhão negou renunciar ao pleito e acusou o “submundo” da imprensa de tentar minar a sua candidatura.

“Esses são alguns dos nossos objetivos: olhar pra frente, fazer diferente e resolvemos começar agora. O celular hoje é ítem indispensável e vamos, através dele, levar nossas propostas para todos os paraibanos.Tudo vai estar ao alcance da mão”, afirmou.

A coletiva estava cercada de suspense. Anunciada na manhã desta quinta-feira (16), levantou teorias sobre adesões de nomes pesados da política paraibana ou, até mesmo, uma eventual retirada de candidatura.

Ainda na ocasião, Maranhão negou renunciar ao pleito e acusou o “submundo” da imprensa de tentar minar a sua candidatura.

 

Assessoria

Em Sousa: Lucélio Cartaxo encontra “Mulheres da Esperança do Sertão” nesta sexta-feira (17)

A força feminina do Sertão paraibano estará ao lado de Lucélio Cartaxo (PV) nesta sexta-feira (17), na nova edição do Encontro PV Mulheres da Esperança, que acontecerá na cidade de Sousa. Ao lado de Micheline Rodrigues (PSDB), Daniella Ribeiro (PP) e Cássio Cunha Lima (PSDB), Lucélio vai apresentar seu Programa de Governo e escutará as ideias e sugestões das paraibanas presentes no evento.

“Depois de encontros em João Pessoa e Guarabira, vamos levar essa mensagem de esperança ao Sertão. Defendemos que a sociedade só será justa quando existir igualdade entre homens e mulheres, tanto que construímos nossa chapa com igualdade de gênero. E da mesma forma construiremos nossa equipe de governo: buscando o equilíbrio entre os homens e mulheres que farão parte do nosso primeiro escalão”, disse.

Lucélio defendeu ainda políticas públicas que permitam às mulheres melhor qualidade de vida. “Infelizmente, a Paraíba se tornou um dos Estados mais perigosos para as mulheres. O nosso Encontro é um espaço para reforçarmos nosso comprometimento com mais proteção e segurança a estas mulheres, equipando e fazendo funcionar 24 horas por dia as Delegacias da Mulher, que hoje se encontram fechadas no período noturno, além de promover ações que acabem com a violência doméstica e promovam independência econômica”, disse.

Encontro PV Mulheres da Esperança
Local: ASK Recepções – Sousa
Hora: 17h.

Assessoria

TRE barra pedido de candidatura avulsa de Vital Farias ao Governo do Estado

O cantor Vital Farias teve negado o pedido de candidatura avulsa ao Governo do Estado

O caso foi julgado pelo Tribunal Regional Eleitoral na sessão desta quarta-feira (15).

Por unanimidade, a Corte Eleitoral indeferiu a petição inicial “ante a ausência de interesse processual”.

O relator do processo foi o juiz Márcio Maranhão.

Ele destacou em seu voto que “além da inviabilidade técnica, tem-se como impossível, na prática, a implementação de candidatura avulsa, nas eleições de 2018, sem que exista uma completa alteração no sistema eleitoral vigente, inclusive com as necessárias adaptações de ordem técnica nos softwares que serão utilizados nas eleições”.

Abaixo o voto do relator:

Exmo(a). MARCIO MARANHAO BRASILINO DA SILVA (Relator)

RELATÓRIO

Cuida-se de pedido de registro de candidatura avulsa formulado por Vital Farias e José Wagner de Oliveira aos cargos de governador e vice-governador, respectivamente.

Os postulantes alegam em síntese que com a adesão do Brasil ao tratado de São José da Costa Rica (ONU), estaria revogado o dispositivo constitucional que estabelece que a filiação partidária como condição de elegibilidade.

Pedem a tutela antecipada, nos termos do artigo 300 do CPC, para autorizar os requerentes proceder ao registro da sua candidatura de forma independente, sem filiação partidária, ao cargo de governador e vice governador do Estado da Paraíba nestas eleições gerais de 2018.

Em despacho (ID 29986), antes de apreciar a tutela de urgência, determinei que a Secretaria Judiciária da Informação certificasse sobre a viabilidade da autuação do presente pedido pelo sistema de registro de candidaturas, após remessa ao Ministério Público Eleitoral para manifestação.

Com parecer do MPE (ID 30957) pelo indeferimento do pedido.

Certidão da SJI (ID 30621) informando que os requerimentos de registro de candidatura só estão disponíveis para os pedidos gerados a partir do sistema CANDex, como assevera o art. 22, § 1º, da Resolução TSE nº 23.548/2017.

Petição dos postulantes (ID30719) reiterando o pedido da tutela de urgência.

Conclusos, trouxe em mesa para julgamento.

É o relatório.

VOTO

Egrégia Corte.

A questão ora trazida tem causado grandes debates nos meios político-jurídicos. Por essa razão trouxe a matéria ao plenário, embora pudesse decidir monocraticamente, nos termos regimentais.

A tese formulada pelos requerentes da candidatura “Avulsa” teria arrimo no Pacto de San José da Costa Rica, criado em 1969 e ratificado pelo Brasil em 1992. De acordo com o artigo 23 do pacto, todo cidadão deve ter direito de “votar e ser eleito em eleições periódicas autênticas”. Não haveria qualquer menção à filiação partidária como condição para candidatura, daí a interpretação segundo a qual não é preciso estar filiado.

Ora, sabemos que o nosso sistema político-eleitoral fundado na Constituição de 1988 assevera os requisitos formais de elegibilidade aos quais todos os cidadãos estão submetidos, senão vejamos o que diz o art. 14 § 3º da CF:

§ 3º São condições de elegibilidade, na forma da lei:

I- a nacionalidade brasileira;

II- o pleno exercício dos direitos políticos;

III- o alistamento eleitoral;

IV- o domicílio eleitoral na circunscrição;

V- a filiação partidária;

VI- a idade mínima de:

a) trinta e cinco anos para Presidente e Vice-Presidente da República e Senador;

b)trinta anos para Governador e Vice-Governador de Estado e do Distrito Federal;

c)vinte e um anos para Deputado Federal, Deputado Estadual ou Distrital, Prefeito, Vice-Prefeito e juiz de paz;

d)dezoito anos para Vereador.

Destaco que a própria Constituição Federal no art. 14 § 8º faz a ressalva da desnecessidade de filiação quanto a elegibilidade dos militares, que se vinculam aos partidos quando da convenção, mediante condições quando diz:

Art. 14, 8º- O militar alistável é elegível, atendidas as seguintes condições:

I – se contar menos de dez anos de serviço, deverá afastar-se da atividade;

II – se contar mais de dez anos de serviço, será agregado pela autoridade superior e, se eleito, passará automaticamente, no ato da diplomação, para a inatividade.

É sempre importante registrar que o nosso sistema jurídico-eleitoral é lastreado em um regramento onde é preponderante e indispensável a participação dos partidos políticos. São as agremiações partidárias detentoras de autonomia, gerenciadoras do fundo partidário, escolhem os candidatos, coligações, dentre outras prerrogativas. É bem verdade que a Justiça Eleitoral fiscaliza e controla a realização do processo eleitoral, mas não se pode fugir do ordenamento legal das eleições inserido na Constituição Federal, na legislação ordinária e nas resoluções do Tribunal Superior Eleitoral.

Em que pesem os argumentos expostos pelos interessados, registre-se que ainda está pendente de julgamento no Supremo Tribunal Federal, a repercussão geral ARE-1.054.490, todavia em sede de liminar em tutela provisória de urgência (incidental), em 23/06/2018, o Ministro Luis Roberto Barroso assim entendeu ao indeferir a medida postulada em relação ao tema:

“Não bastasse o exposto e como se pode constatar dos debates da questão de ordem que teve por objeto o reconhecimento da repercussão geral nesse feito, os departamentos técnicos do Tribunal Superior Eleitoral teriam informado, em resposta à indagação da presidência, que não é possível instalar a candidatura avulsa de forma imediata justamente porque o sistema eletrônico está baseado na idéia de eleições ligadas a partidos (…) Entendo, portanto, que, além das circunstâncias já descritas acima, há um obstáculo relevante ao deferimento de cautelares em matéria de candidatura avulsa, a qual merece inclusive ser sinalizado à justiça eleitoral como um todo. Segundo as informações disponíveis no momento, há importante periculum in mora inverso que contraindica de imediato, sem uma reflexão aprofundada, pode comprometer a viabilidade e a segurança das eleições”.

Pois bem. Além da inviabilidade técnica, tem-se como impossível, na prática, a implementação de candidatura avulsa, nas eleições de 2018, sem que exista uma completa alteração no sistema eleitoral vigente, inclusive com as necessárias adaptações de ordem técnica nos softwares que serão utilizados nas eleições. Ressaltamos na decisão do Min. Luis Barroso, que a legitimidade das agremiações na designação das candidaturas é a regra vigente, a qual devemos observar, notadamente para este pleito próximo vindouro.

Dito isto, nada mais resta a discutir no presente caso, devendo ser indeferido o presente pedido, uma vez que resta patente a falta de interesse processual na espécie (adequação).

Isto Posto, em harmonia com o Ministério Público Eleitoral, voto pelo indeferimento da petição inicial, ante a ausência de interesse processual do autor, nos termos do art. 17 c/c arts. 330, inciso III, e 485, VI, todos do Código de Processo Civil.

É como voto.

 

TRE-PB com Os Guedes

Prefeito inaugura pavimentação de rua e realiza sonho de 40 anos dos moradores

O prefeito José Aldemir inaugurou no final da tarde da última quarta-feira (15) a pavimentação da Rua Trajano Lopes de Souza, nas Casas Populares. A solenidade contou com a presença do vice-prefeito Marcos do Riacho do Meio, vereadores, autoridades e a população em geral. A pavimentação é um sonho da comunidade, agora, enfim, concretizado.

Ao entregar a pavimentação da rua, o prefeito José Aldemir destacou que a gestão não faz promessa, mas busca firmar compromissos. “Eu me comprometi com os moradores e não podia fazer outra coisa se não pavimentar essa rua. Isso é a primeira rua que estamos inaugurando, dentro do programação de pavimentação de ruas.  Cajazeiras está vivendo uma nova fase, um novo tempo, graças a um trabalho de equipe”, observou.

Em nome dos moradores, Antônio Prudêncio destacou que a comunidade passou mais de 40 anos sofrendo na rua. “Mas graças a Deus chegou o momento de essa rua ser calçada, com o melhor calçamento. Fim da poeira e da lama. Temos um prefeito que tem palavra. Prometeu isso na campanha e cumpriu”, enfatizou. Zé Coruja, por sua vez, agradeceu ao prefeito pelo calçamento da rua, um sonho dos seus moradores.

O vice-prefeito Marcos do Riacho do Meio, lembrou que Zé Coruja fez muita cobrança na Câmara Municipal. “Mas requerimento não vale nada, se o prefeito não tiver ação. Hoje vemos tantas obras e investimentos na cidade de Cajazeiras. No centro da cidade e na zona rural tem ações do prefeito José Aldemir”, ressaltou.

Confira a lista completa das ruas que estão sendo pavimentadas pela Prefeitura de Cajazeiras: Dr. Celso Matos, Arquimedes Gomes, João Augusto Braga, Gregório Bezerra, João Vitoriano de Abreu, Júlio Pajeú, Deodato Rodrigues Coura, Francisco Sobreira, Antônio Pereira Filho, João Lima da Silva, Trajano Lopes de Souza, José Dantas Nobre, Cícero Henrique de Araújo, Coronel Vital Rolim, Lourival Gomes, João Gomes, João Rodrigues Ferreira, Armando Luiz da Silva, José Neco de Souza, João Gomes Vitoriano, Dr. Ferreira Júnior, Francisco Rildo Maciel, Vicente Gonzaga e João Bernardo de Oliveira.

 

Ascom – Cz