Categoria Música

porpjbarreto

Bonito Folia: abrindo o Carnaval do Alto Sertão da Paraíba

O tradicional evento Bonito Folia, que abre as festividades de Carnaval do Alto Sertão paraibano, completa (vinte e quatro) anos de existência agora em 2020.

Entre os dias (14) a (15) de fevereiro, a festa atrai grande público às ruas da cidade de Bonito de Santa Fé, para festejar, brincar e comemorar o Carnaval no Alto Sertão.

Sexta-feira (14): Luan Pakerô e Nara Castro com Trio Elétrico.

Sábado (15): Breno Andrade e Vivi Lima com Trio Elétrico.

Apoio: Armazém Paraíba e Faculdade Santa Maria

Realização: Jornalista Wilson Furtado

 

Assessoria

porpjbarreto

Flávio José, Walkyria e Santanna são as atrações da melhor prévia junina de João Pessoa

“Arrastapé da Capitá” acontece no dia 16 de maio, na orla de Cabo Branco

No dia 16 de maio, o forró vai comer solto na praia de Cabo Branco. A um mês da festa mais nordestina do Brasil, o som da sanfona, do triângulo e da zabumba ecoará no “Arrastapé da Capitá”. No palco, nada menos que Flávio José, Walkyria Santos e Santanna, o Cantador. O evento é uma realização da Planeta Promo e da Colônia Produções.
Esta será a quarta edição do “Arrastapé da Capitá”, considerada a maior prévia junina da Paraíba. Com megaestrutura e atrações que brilham no firmamento do cenário musical do Nordeste, o evento tem tudo para ser mais um sucesso.
Serviço
Arrastapé da Capitá
Antigo BNB Clube (orla de Cabo Branco)
Dia: 16/05/2020
Horário: a partir das 19h
Assessoria 
porpjbarreto

Contagem regressiva para o tradicional baile de carnaval do Clube Cabo Branco

Banda É o Tchan será a estrela da noite em que o Vermelho e Branco completa 40 edições

Vai ter muita animação, axé, alegria e azaração – e muita gente segurando o tchan e dançando na boquinha da garrafa, claro! Numa festa estrelada pela banda É o Tchan, não poderia ser diferente. Assim será a 40ª edição do Baile Vermelho e Branco, tradicional encontro pré-carnavalesco do Esporte Clube Cabo Branco (ECCB), no próximo sábado (8), a partir das 19h, na sede do clube, em Miramar. Além da banda baiana, os foliões serão tomados pela vibração de Ramon Schnayder, a miscelânea de ritmos da Orquestra Beleza Pura e as mixagens do DJ Cris L. O baile é uma parceria do clube com a Colônia Produções.

No mesmo evento em que o Clube Cabo Branco celebra 40 edições do seu baile, o grupo É o Tchan festeja 25 anos de estrada. “É uma trajetória linda e consagrada, que nos incentiva a continuar levando a música baiana para todos os lugares”, diz Compadre Washington. Para ele, será uma honra tocar numa data tão marcante para o clube paraibano – e, para torná-la inesquecível, a banda vai apostar nos principais ingredientes de uma receita puramente baiana: swing, irreverência e coreografias ensaiadas. “Vamos transformar o palco em um trio elétrico”, avisa Beto Jamaica.

Famoso em todo o estado, o baile Vermelho e Branco começou a ser realizado em 1953. Várias edições e muitas mudanças depois, o clube passou alguns anos sem festejar o reinado de Momo. Voltou ao circuito em 2014 e, desde então, não parou mais. “Estamos com saudades do público de João Pessoa e com muitas expectativas para esse reencontro”, acrescenta Compadre Washington.

Recordista – Sinônimo de sucesso em todo o Brasil na década de 1990, o grupo É o Tchan logo se tornou um fenômeno musical, com mais de 10 milhões de discos vendidos, entre CDs e DVDs. Com o swing do pagode baiano, a banda lançou moda entre gerações de fãs e se tornou referência para outras bandas do mercado de entretenimento da Bahia. Hoje, Beto Jamaica e Compadre Washington vivem o bônus da maturidade musical adquirida nesses 25 anos. “A história do Tchan não é só nossa, é do Brasil inteiro, que curte nossas músicas há mais de duas décadas, mesmo com as mudanças no mercado fonográfico. Isso permite que o Tchan esteja vivo até hoje”, diz Beto Jamaica.

O antigo Gera Samba, grupo de Salvador que faturava cachês em festas familiares pequenas, como casamentos e batizados, ganhou novo nome logo após estourar com o hit “Segura o tchan”. De lá para cá, vários outros foram lançados – e renderam discos de ouro, platina e diamante, até mesmo no exterior. Além de ser um dos principais recordistas de vendas de discos do país, o grupo também está entre os primeiros em número de capas de revistas e em vendas de produtos licenciados, como brinquedos, vestuário, calçados, guloseimas e álbuns de figurinhas. Nomes como Beto Jamaica, Compadre Washington, Jacaré, Carla Perez, Scheila Carvalho, Sheila Mello e Débora Brasil tornaram-se inesquecíveis para o público brasileiro, com fãs de todas as idades.

Serviço

Baile Vermelho e Branco – com É o Tchan, Ramon Schnayder, Orquestra Beleza Pura e DJ Cris L

Local: Esporte Clube Cabo Branco

Dia: 08/02/2020

Horário: a partir das 19h

Valores do 2º Lote:⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Mesas (4 pessoas):

  • R$ 429,00
  • R$ 418,00 (sócios)

Ingresso individual:

  • Inteira: R$ 120,00
  • Meia: R$ 60,00
  • Ingresso social: R$ 70,00 (+ dois quilos de alimentos + seguir os perfis @coloniaproducoes e @clubecabobranco no Instagram)

Vendas:

Loja Constance Calçados (MAG Shopping, térreo), secretaria do clube (das 9h às 18h, durante a semana,  das 9h às 16h, no sábado) e site ingressonacional.com.br ⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Realização: @clubecabobranco e @coloniaproducoes ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Mais Informações: (83) 3031-5948 e 9.9996-2182

 

Assessoria

porpjbarreto

Compadre Washington e Beto Jamaica falam sobre expectativa para o Vermelho e Branco

Prévia carnavalesca do tradicional baile do Clube Cabo Branco marca os 25 anos do grupo

O baile Vermelho e Branco não está causando expectativa apenas nos fãs da banda É o Tchan, mas nos seus integrantes, Compadre Washington e Beto Jamaica. O evento pré-carnavalesco do Esporte Clube Cabo Branco (ECCB) será a 40ª edição do tradicional baile – e também marcará as comemorações pelos 25 anos de história do grupo baiano. A dupla celebração não assusta o grupo, pelo contrário: “Será uma prévia de Carnaval, mas vamos transformar o palco do clube em um trio elétrico. Se preparem!”, provoca Compadre Washington. A festa, que acontece no dia 8 de fevereiro, também contará com shows de Ramon Schnayder, Orquestra Beleza Pura e DJ Cris L.

“Estamos com saudades do nosso público de João Pessoa e na expectativa para esse reencontro. É um evento tradicional na Paraíba, né?”, pergunta Beto Jamaica. Sim, tradicional e conhecido em todo o estado. O primeiro baile aconteceu em 1953. Várias edições depois, e com as profundas mudanças na forma de festejar o reinado de Momo, o clube passou alguns anos sem realizá-lo – mas voltou ao circuito em 2014 e, desde então, não parou mais. “Será uma honra participar desse baile. Nossa trajetória, tão linda e consagrada, só nos incentiva a continuar levando a música baiana para todos os lugares”, diz o Compadre.

O repertório, segundo Beto Jamaica, contará com todos os grandes sucessos da banda. “Não temos um repertório fixo para os shows. Depende muito do tipo do formato da apresentação, local, região… Mas há músicas que não podem faltar nas apresentações”, explica. Sucessos como “Segura o tchan”, “Dança do bumbum”, “A dança do ventre” e “Cordinha”, por exemplo, são obrigatórias. “É muito gratificante quando vamos aos shows e as pessoas pedem uma música que marcou um momento especial na vida delas”, acrescenta Compadre Washington.

O baile Vermelho e Branco é uma parceria do Clube Cabo Branco com a Colônia Produções. Os ingressos estão sendo vendidos online e em lojas físicas (ver serviço, abaixo).

Serviço

Baile Vermelho e Branco – com É o Tchan, Ramon Schnayder, Orquestra Beleza Pura e DJ Cris L

Local: Esporte Clube Cabo Branco

Dia: 08/02/2020

Horário: a partir das 19h

Valores do 2º Lote:⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Mesas (4 pessoas):

  • R$ 429,00
  • R$ 418,00 (sócios)

Ingresso individual:

  • Inteira: R$ 120,00
  • Meia: R$ 60,00
  • Ingresso social: R$ 70,00 (+ dois quilos de alimentos + seguir os perfis @coloniaproducoes e @clubecabobranco no Instagram)

Vendas:

Loja Constance Calçados (MAG Shopping, térreo), secretaria do clube (das 9h às 18h, durante a semana,  das 9h às 16h, no sábado) e site ingressonacional.com.br ⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Realização: @clubecabobranco e @coloniaproducoes ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Mais Informações: (83) 3031-5948 e 9.9996-2182

 

Assessoria 

porpjbarreto

Abadás do Vumbora 2020 têm ponto físico de venda em Campina Grande

Loja Avatim do Partage Shopping é o local escolhido na capital da Borborema

O folião que mora em Campina Grande e quer comprar seu abadá em um ponto físico já poderá fazê-lo sem precisar se deslocar até João Pessoa. Basta ir à Loja Avatim do Partage Shopping para garantir a sua participação no bloco mais esperado do Folia de Ru: o  Vumbora 2020, puxado pela energia contagiante de Bell Marques.  O Vumbora descerá a Avenida Epitácio Pessoa no dia 14 de fevereiro – e, a julgar pelo sucesso do bloco na prévia de 2019, a data tem tudo para ser a mais axé deste Carnaval.
Estão à venda quatro mil abadás, sendo 1,6 mil destinados à meia-entrada (estudantes, idosos e deficientes e seus acompanhantes). A partir do dia 1º de fevereiro, a produção informará, por meio das redes sociais, o local e as instruções para a retirada dos abadás. O Vumbora é uma realização conjunta da Colônia Produções, Mult Promoções, Rede Nord Hotéis e Luan Promoções & Eventos.
Serviço
Venda de abadás para o Bloco Vumbora, com Bell Marques, em João Pessoa
Data: 14/02/20
Local: Posto 99 (concentração), bairro de Miramar
Hora: 18h
Vendas em Campina Grande: Loja Avatim do Partage Shopping (apenas em cartão de crédito ou débito)
Meia: 212,00
Amigo Vumbora: 222,00 (mais 2kg de alimento não perecível)
Inteira: 424,00
Instagram: @blocovumboraJP
Assessoria
porpjbarreto

Jampa Rock, maior festival de rock de João Pessoa, terá virada de lote no próximo dia 3

Até lá, ingressos estão sendo vendidos com 20% de desconto

Os ingressos para o Jampa Rock Festival, evento que promete sacudir a cena roqueira paraibana, mudam de preço na próxima segunda-feira (3), no site Ingresso Nacional. Também é nessa data que se encerra o desconto de 20% na compra das entradas. O festival acontece no dia 4 de abril deste ano, no Espaço Cultural José Lins do Rego, em João Pessoa, num megashow que contará com apresentações de Val Donato, Biquíni Cavadão, Os Paralamas do Sucesso, Vitor Kley e Capital Inicial.

Esse primeiro lote de ingressos para o Jampa Rock Festival, com 20% de desconto, está sendo vendido apenas online e para a pista. Em breve, a Colônia Produções, promotora do festival, anunciará os preços para camarote e front stage, como também os pontos físicos de venda. Quem ainda não garantiu a participação com desconto nesse encontro histórico, basta acessar o site do Ingresso Nacional, comprar as entradas e começar a contagem regressiva.

O Jampa Rock acontecerá em apenas um dia, em dois palcos montados na Praça do Povo do Espaço Cultural. A pretensão dos seus idealizadores é realizar o festival a cada ano e torná-lo um evento fixo no calendário cultural da Paraíba. Num futuro próximo, ele poderá acontecer em um final de semana, por exemplo. O grande homenageado dessa primeira edição do evento será o cantor, músico e compositor Herbert Viana, líder do Paralamas.

Serviço

Jampa Rock Festival

@jamparockfestival

Data: 4 de abril de 2020

Hora: a partir das 17h30

Bandas: Os Paralamas do Sucesso, Biquíni Cavadão, Capital Inicial, Vitor Kley e Val Donato

Valores:

• Pista meia: R$ 90,00

• Pista Social: R$ 110,00 (+ 2 kg de alimento)

• Pista Inteira: R$ 180,00

Vendas: ingressonacional.com.br (1º lote com 20% de desconto e sem taxas)

Informações e realização: Colônia Produções @coloniaproducoes e @jamparockfestival

 

Assessoria de Imprensa: Vivass Comunicação @vivasscomunicacao

porpjbarreto

Filme: Veredas d’Um Sertanejo

É um projeto independente de realização de um filme de longa-metragem a ser filmado no município de Monteiro-PB, no período de 15 a 30 de julho de 2020.

O filme conta a história de Zé, um sertanejo de vida sofrida e acompanha sua trajetória desde a infância até a velhice.  Mesmo na realidade dura e sofrida de levar uma vida muito humilde em meio ao sol castigante e trabalho árduo na roça, Zé encontra seus momentos de felicidade e conhece o amor. Dentre as tristezas e felicidades, o filme percorre a trajetória de vida de Zé que ainda é um retrato da realidade de muitas das famílias brasileiras.

O roteiro é do ator global Márcio Tadeu em parceria com Vaniele Oliveira.

Nascido em João Pessoa -PB, Márcio Tadeu tem 28 anos de carreira dedicado ao teatro, televisão, cinema e humor. Márcio participou de várias novelas e minissérie na REDE GLOBO , sendo elas, MORDE E ASSOPRA, AVENIDA BRASIL, ÊTA MUNDO BOM, A PEDRA DO REINO, VERÃO 90 e agora está gravando O ANJO DE HAMBURGO. Participou também do ZORRA TOTAL e na RECORD, SHOW DO TOM. No teatro, têm mais de 20 espetáculos encenados e 10 dirigidos. No cinema, atuações em: O Sonho de Inacim, A Pedra do Reino, A visita do Imperador, Ilha de santa fé , Plano Nacional e entre outros.

A direção fica a cargo do Campinense Silvio Toledo ( www.stairsfilms.com ) que já produziu e dirigiu 6 longa-metragens  independentes na Paraíba, além de vários curtas.

O Resgate do Pavão Misterioso ( Romance/Aventura 2014 )

Roni Estone o Detetive do Agreste ( Comédia 2017 )

Sob o Olhar das Estrelas ( Documentário 2018 )

Heróis do Lápis ( Documentário 2019 )

A Princesa de Elymia ( animação 2019 )

Incursão ( drama/mistério 2019 )

A direção de produção está por conta da atriz Raquel Rolim.
Raquel Rolim é Paraibana, nascida em Cajazeiras, atriz de teatro, TV e cinema, produtora, repórter,  jornalista , apresentadora de TV, idealizadora do primeiro festival de cinema em Cajazeiras em 2015 e  professora de teatro.

A direção de fotografia ficará a cargo do fotógrafo local Asley Ravel, conhecido por retratar bem a paleta de cores do sertão. Já a direção de arte, Magna Fontes, premiada no último festival Comunicurtas UEPB pelo trabalho de arte em INCURSÃO.

O apoio da jovem prefeita Anna Lorena foi decisivo na escolha de Monteiro como lugar de realização do projeto.

O elenco principal está formado, mas haverá teste de elenco em Monteiro PB.

Contato: Raquel Rolim / WhatsApp: (83) 9192-0717

porpjbarreto

Paraíba: Bloco Vumbora 2020 terá virada de lote no próximo dia 27

Esta é a oportunidade para quem ainda não garantiu o seu lugar nessa folia 

O bloco Vumbora, sucesso absoluto na edição 2019 do Folia de Rua, terá virada de lote no próximo dia 27. Até lá, o folião que ainda não garantiu a sua participação no bloco comandado por Bell Marques poderá comprar o seu abadá pelo preço ainda em vigor. O Vumbora descerá a avenida no dia 14 de fevereiro, num percurso que sairá do Posto 99, em Miramar, e chegará ao Busto de Tamandaré, na praia de Tambaú. Os abadás estão sendo vendidos online e em lojas físicas (ver serviço, abaixo).

Estão à venda quatro mil abadás, sendo 1,6 mil destinados à meia-entrada (estudantes, idosos e deficientes e seus acompanhantes). A partir do dia 1º de fevereiro, a produção informará, por meio das redes sociais, o local e as instruções para a retirada dos abadás. O Vumbora é uma realização conjunta da Colônia Produções, Mult Promoções, Rede Nord Hotéis e Luan Promoções & Eventos.

Serviço

Bloco Vumbora, com Bell Marques

Data: 14/02/2020

Local: Posto 99 (concentração)

Hora: 18h

Vendas online no site Ingresso Nacional: https://www.ingressonacional.com.br

Vendas físicas nas lojas: AppShop dos shoppings Mangabeira, Manaíra e Mag

Valores do 2º lote

  • Meia: R$ 202,00
  • Amigo Vumbora: R$ 212,00 (+ 2kg de alimento não perecível + seguir o perfil @blocovumborajp)
  • Inteira: R$ 400,00

Instagram: @blocovumboraJP, @coloniaproducoes e @ganhamaisquemdoa (projeto social).

 

Assessoria

porpjbarreto

Biquini Cavadão, Banda Mel e Cheiro de Amor serão atrações principais do Carnaval de Cajazeiras em 2020. Confira a programação!

O prefeito José Aldemir anunciou na tarde desta segunda-feira (20), as atrações do Carnaval 2020 em Cajazeiras. Banda Mel, Cheiro de Amor e Biquini Cavadão são as principais atrações. Mas o Carnaval de Cajazeiras terá ainda, Praça do Frevo, Praça do Rock e Praça dos Blocos. Além do desfile de blocos nas ruas e da realização do II Festival de Marchinhas Carnavalescas.

Segundo o prefeito José Aldemir, o objetivo é realizar um carnaval animado, com a participação de um grande público. “A Cajazeiras sempre realizou um carnaval animado, um dos mais tradicionais realizados no país, e este ano queremos repetir a tradição, com atrações nacionais e a prata de casa”, disse.

Conforme a programação anunciada pelo prefeito, o Carnaval será aberto no sábado, 22 de fevereiro, com apresentações de Banda Mel, Gilson Mania, Pagodão SA, Breno Andrade. No domingo, 23, Cheiro de Amor, Luan Pakerô, Romário Freitas, Célia Melo. Na segunda, 24, Biquini Cavadão, Flávio Pisada Quente, Biguinho Show, Chicletear. Na terça, 25, JM Puxado, Ramom Schinaider, Dodô Pressão e Sarah Lorena.

O Carnaval em Cajazeiras terá desfile de blocos nas principais avenidas da cidade. Cafuçus, Imprensados, Amélia Nunca Mais, Dindin de Cajá, Virgens se apresentarão na cidade com apoio da prefeitura de Cajazeiras através do Fuminc. Já o II Festival de Marchinhas Carnavalescas será realizado dia 14 de fevereiro na Praça da Prefeitura.

 

Secom

porpjbarreto

Infantil: O Violinista Mosca Morta traz à cena o palhaço “Seu Cocó” com apresentação inédita no Teatro Íracles Pires de Cajazeiras

A Cia Burlesca de Brasília-DF retorna à Paraíba dessa vez para apresentar um novo espetáculo, voltado para crianças de todas as idades, dentro da programação de comemoração dos 35 anos do Teatro Íracles Brocos Pires, em Cajazeiras, no dia 26 de janeiro às 19h20, com ingressos a preços populares, R$ 10,00 a meia entrada. Com atuação de Pedro Caroca, interpretando o palhaço Seu Cocó, e direção cênica e musical de Mafá Nogueira, O Violinista Mosca Morta apresenta linguagem de palhaçaria, conduzindo o público a entrar no universo musical de um concertista atrapalhado, mas determinado em mostrar seu número de violino.

Em seu primeiro concerto de violino, Seu Cocó preparou uma singela e conhecida música para o público, com muito capricho, metodismo e organização. No entanto, uma mosca surge no palco atrapalhando a execução de seu número musical, e para piorar a situação, a própria característica excêntrica do músico contribui para o malogro. Trava-se então uma batalha com o inoportuno inseto e sua personalidade. Mesmo abalado, o palhaço não desiste e segue até o último compasso, a última nota, o último zumbido. Além de zombar de si mesmo, o ator brinca com a figura do músico concertista, tipicamente sério, virtuoso e concentrado. Aqui a postura, a afinação, a elegância e a erudição dos grandes violinistas são satirizadas para expor a fragilidade do instrumentista.

O Violinista Mosca morta nasce em uma oficina de criação de números ministrada pelo ator, diretor e palhaço José Regino. O número partiu da vontade do intérprete Pedro Caroca em colocar seu estudo de violino em cena, e tomar partido de suas características pessoais, como ser metódico, perfeccionista e organizado, para as desconstruir e as tornar risíveis. Além de trazer à cena a linguagem do teatro físico, por meio da palhaçaria pantomímica, um desejo do ator desde sua participação na oficina de verão do Lume Teatro de Campinas em 2016.

A mistura de linguagens apresentada pelo espetáculo reforça as escolhas estéticas construídas pela Cia Burlesca ao longo de seus 10 anos de atuação. Seu Cocó é fruto de pesquisa e prática nos terrenos da música, teatro, contação de história e palhaçaria. A criação dentro da companhia é marcada por estudo e construção coletiva. Dessa forma o intérprete leva para a cena uma produção que foi e continua sendo cuidadosamente acompanhada pelo diretor e pelos demais componentes do grupo.

O espetáculo estreou em abril de 2019, dentro da programação do 9º Festival de Teatro de Ubá, em Minas Gerais, e recebeu indicação ao prêmio de melhor ator e melhor de direção de espetáculo infantil. Em junho do mesmo ano realizou curta temporada no Teatro do Brasília Shopping. No mesmo mês participou do 7º Festival Cultural no Gama-DF e da Abertura do Recital de Violino na Escola de Música de Brasília. Em agosto participa do Festival de Arte e Cultura do ConectaIF no IFB Campus Brasília-DF. Em outubro se apresenta na comemoração do Dia das Crianças no Assentamento São Sebastião, em Silvânia-GO e faz parte da programação do mês das crianças no Espaço Cultural Renato Russo em Brasília-DF. Atualmente está concorrendo ao Prêmio de Melhor Espetáculo Infantil no Prêmio Web de Teatro do DF.

Esta é a segunda vez da Cia Burlesca na Paraíba, que passou por Alagoa Grande e João Pessoa em março de 2019 apresentando o espetáculo “Bendita Dica”. Na verdade, o objetivo principal da vinda foi a pesquisa biográfica de Margarida Maria Alves, que junto com outra figura feminina do campo, Roseli Nunes, será tema do novo espetáculo do grupo que tem previsão de estreia para junho na capital federal, e pretende fazer turnê na Paraíba em agosto, mês em que se rememora a morte da líder sindical.

– Galeria de fotos 

SERVIÇO 

Espetáculo O Violinista Mosca Morta

Dia 26 de janeiro de 2020

Domingo às 19h20 no Teatro Íracles Brocos Pires

Endereço: Rua Doutor Líbio Brasileiro, 176 – Cajazeiras/PB

Ingressos: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia entrada)

Informações: 61 98173-3450

Classificação indicativa: Livre

FICHA TÉCNICA 

Direção: Mafá Nogueira

Atuação e Concepção: Pedro Caroca

Direção musical: Ana Paula Lima e Mafá Nogueira

Figurino e Maquiagem: José Regino e Pedro Caroca

Iluminação: Jullya Graciela

Efeitos Sonoros: Mateus Ferrari

Operação de som: Ana Raquel Lourenço

Registro audiovisual: Janelson Ferreira

Arte gráfica: Nara Oliveira

 

Assessoria de Imprensa – Cia. Burlesca