Categoria Internacional

porpjbarreto

Ideal do Bem

No dia 30 de janeiro, completam-se 73 anos do assassinato do líder pacifista indiano Mohandas Karamchand Gandhi (1869-1948). Num mundo marcado pela violência, é sempre bom recordar o exemplo vitorioso do Mahatma (“grande alma”) ao alcançar, por meio da filosofia da não violência, a independência da Índia.

Em 1891, Gandhi formou-se em Direito na Inglaterra e voltou à Índia, onde exerceu a profissão. Dois anos depois, iniciou um movimento na África do Sul — àquela altura colônia britânica —, no qual objetivava lutar contra o racismo e pelos direitos dos hindus.

Em 1914, voltou a seu país e difundiu seu movimento, cujo método principal era a resistência passiva, pregando a não violência como forma de luta. Em 1922, foi detido após organizar uma greve contra o aumento de impostos, sendo condenado a seis anos de detenção. Porém, foi libertado em 1924. Em 1930, liderou a marcha para o mar, uma caminhada de 320 quilômetros para protestar contra os preços dos tributos britânicos e a proibição aos indianos de fabricar sal (…). Finalmente, em 1947, foi proclamada a independência da Índia. Gandhi trabalhou também para evitar o embate entre muçulmanos e hindus, que estabeleceram um Estado separado, o Paquistão, dividido em duas frações, uma das quais, anos depois, se tornou Bangladesh. Acusado pela divisão territorial da Índia, atraiu o ódio dos nacionalistas hindus. Um deles o assassina a tiros no ano seguinte, quando Gandhi tinha 78 anos. Na época, mais de um milhão de indianos compareceram ao seu funeral.

Civilização civilizada? Só com diálogo!  

Numa entrevista que concedi à jornalista portuguesa Ana Serra — quando lancei, em Portugal, a minha obra Reflexões da Alma (Editora Pergaminho, 2008) —, ressalto que Religião, Filosofia e Política não rimam com intolerância. A Ciência, idem. Observem a reflexão de Voltaire (1694-1778): “A tolerância é tão necessária na política como na religião; só o orgulho é intolerante”.

E outra coisa: jamais se deve pregar um Criador que apavore as criaturas, porém que as deixe mais responsáveis e fraternas.

Dias desses, li — na obra Farmácia de Pensamentos, da pesquisadora Sonia de Aguiar, com a qual fui presenteado pelo saudoso jornalista gaúcho Luiz Carlos Lourenço* — a seguinte sentença do dinâmico cantor e compositor Gilberto Gil“A arte, a religião e a ciência são maneiras diferentes para atingir os mesmos fins. Mas, no fundo, todas elas procuram respostas para as mesmas perguntas”.

Indagações que apenas serão elucidadas quando a Fraternidade Ecumênica se tornar o fundamento do diálogo religioso, político, filosófico e científico numa sociedade planetária que se arvora civilizada. Diante disso, cabe aqui esta palavra do velho Goethe (1749-1832): “Aquele que tem vontade firme molda o mundo à sua imagem”.

Luiz Carlos Lourenço — (1943-2019)

José de Paiva Netto ― Jornalista, radialista e escritor.  

paivanetto@lbv.org.br — www.boavontade.com

porpjbarreto

Essas razões particulares são as razões pelas quais as pessoas traem

Leia  esse artigo e aprenda a ver os sintomas de que tem algo errado

Infelizmente, trair não é incomum. Todo mundo conhece alguém que traiu seu parceiro por um motivo ou outro e justificou seus motivos para trair um relacionamento.

Nos casos de relacionamentos mais antigos, não é incomum a mulher descobrir que o seu marido se tornou Fatal Model de uma ou mais meninas mais novas. Um verdadeiro golpe na autoestima delas.

Na maioria das vezes, é muito difícil entender por que as pessoas fazem isso, mas agora temos um pouco de insight. É hora de se colocar no lugar das pessoas que traíram seus parceiros e descobrir suas motivações.

Três pesquisadores, Dylan Selterman, Justin Garcia e Irene Tsapelas, entrevistaram um conjunto de 495 adultos, perguntando se eles já trairam e, em caso afirmativo, por que o fizeram.

Suas respostas foram variadas, mas formaram uma espécie de padrão.

De acordo com os resultados, mais de três quartos dos participantes haviam trapaceado em um ponto de suas vidas. Embora pensemos em traição como uma ocorrência razoavelmente rara, parece que não é tão incomum quanto se poderia pensar.

No total, 77% dos participantes disseram que seus motivos para trair no relacionamento se deviam à falta de amor no relacionamento. Outros 70% das pessoas disseram que o motivo de terem trapaceado foi a negligência emocional.

É de partir o coração pensar que as pessoas precisam sair em busca de validação quando um parceiro pretende fornecer tudo o que você precisa em um só lugar.

Embora isso não seja desculpa para trair, facilita muito a compreensão do ponto de vista de outra pessoa.

Obviamente, existem muitas outras razões pelas quais as pessoas escolhem se desviar para outra pessoa. Frequentemente, trata-se de sexo, e 74% dos participantes deste estudo disseram que queriam experimentar mais parceiros sexuais.

É possível que, embora a conexão emocional com o parceiro fosse forte, eles quisessem saber como seria estar com outras pessoas em um cenário sexual.

Outra razão pela qual as pessoas no estudo optaram por trair foi o fato de terem bebido demais. 70% deles disseram que estavam bêbados e incapazes de se controlar, um cenário que infelizmente é muito comum de se ouvir.

Embora essas fossem as respostas mais comuns, havia muitas razões pelas quais as pessoas achavam que precisavam procurar em outro lugar.

Alguns fizeram isso por uma questão de confiança, esperando se sentir validados por uma experiência sem sentido. Alguns fizeram isso para ofender seus parceiros. Outros almejavam uma falta de fisicalidade em seu relacionamento ou devido à falta de interesse em seu parceiro.

De acordo com novas investigações da WomensHealth.com, os homens eram mais propensos a cometer infidelidade por variedade sexual em suas vidas. As abordagens das mulheres vieram de um lugar mais profundo.

Eles costumavam optar por trair se se sentissem negligenciados pelo parceiro, mesmo que não tivessem desejos sexuais por outra pessoa.

Embora seja fácil se relacionar com alguns desses cenários, trair nunca é a resposta para um problema. Se você está se sentindo negligenciado em seu relacionamento ou sente a necessidade de procurar outro contato sexual, talvez seja melhor apenas encerrar o relacionamento.

Dessa forma, você economiza dor desnecessária, tanto para você quanto para o seu parceiro.

O problema é que você nunca pode voltar de trair alguém. A culpa permanece e você sempre se lembra de como machucou alguém que já foi ou já foi importante para você.

Se surgir a necessidade de trair, faça uma pausa limpa e siga seus desejos o quanto quiser.

porpjbarreto

Lula diz que teve covid-19 em Cuba e afirma que já se recuperou

Ex-presidente estava no país para gravações de um documentário sobre a América Latina

O ex-presidente Lula divulgou, nesta quinta-feira (21/1), que testou positivo para a covid-19 em Cuba e que já está recuperado da doença. Lula estava no país desde 21 de dezembro para a gravação de um documentário sobre a América Latina. Ele retornou ao Brasil nesta quarta-feira (20/1).

O diagnóstico positivo de Lula e outros nove integrantes da equipe foi feito em 26 de dezembro. Segundo nota oficial, todos cumpriram isolamento em Cuba. Segundo o ex-presidente, em nota, ele “decidiu comunicar a doença apenas na chegada ao Brasil para preservar sua família e a dos demais infectados”.

A tomografia feito pelo ex-presidente indicou lesões no pulmão, mas ele não precisou de internação hospitalar.

Ainda segundo a nota, da equipe, somente o escritor Fernando Morais precisou ser internado para tratamento de complicações pulmonares por 14 dias.

 

Correio Braziliense

porpjbarreto

Camex zera Imposto de Importação de seringas e agulhas

A resolução está publicada no Diário Oficial da União de hoje

O Diário Oficial da União (DOU) publica, nesta quinta-feira (7), resolução da Câmara de Comércio Exterior (Camex), que concede redução temporária, para zero por cento, da alíquota do Imposto de Importação de seringas e agulhas. A medida tem por objetivo atender as necessidades do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19.

Nessa quarta-feira (6), o governo federal editou Medida Provisória (MP) nº 1.026, publicada em edição extra do Diário Oficial da União (DOU), que trata da aquisição de insumos para o combate à doença. Segundo o documento, fica a “administração pública direta e indireta autorizada a celebrar contratos ou outros instrumentos congêneres, com dispensa de licitação, para: a aquisição de vacinas e de insumos destinados a vacinação contra acovid-19, inclusive antes do registro sanitário ou da autorização temporária de uso emergencial; e a contratação de bens e serviços de logística, tecnologia da informação e comunicação, comunicação social e publicitária, treinamentos e outros bens e serviços necessários a implementação da vacinação”.

De acordo com nota divulgada pela Secretaria-Geral da Presidência da República, a MP permitirá que sejam adquiridos insumos e vacinas em fase de desenvolvimento e em momento prévio ao registro sanitário ou à autorização de uso excepcional e emergencial pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A nota diz ainda que a “autorização legislativa se faz necessária, uma vez que o ordenamento jurídico infraconstitucional revelava-se um óbice para otimizar o processo de aquisição”.

Outro ponto importante destacado pela MP se refere à consolidação do Plano Nacional de Vacinação como instrumento estratégico para imunização de toda a população brasileira. “A despeito da possibilidade de compra de vacinas contra covid-19 ainda em desenvolvimento, é crucial destacar que o início da vacinação somente poderá acontecer após o registro ou após a emissão da autorização excepcional e emergencial pela Anvisa”.

Pazuello

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, em pronunciamento em rede nacional de rádio e TV, nessa quarta-feira, disse que o Brasil tem asseguradas, para este ano, 354 milhões de doses de vacinas contra a covid-19. Do total, 254 milhões serão produzidas pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), em parceria com a AstraZeneca, e 100 milhões pelo Butantan, em parceria com a empresa Sinovac.

O ministro anunciou também que o ministério está em processo de negociação com os laboratórios Gamaleya, da Rússia, Janssen, Pfizer e Moderna, dos Estados Unidos, e Barat Biotech, da Índia. Pazuello informou ainda que estão disponíveis atualmente cerca de 60 milhões de seringas e agulhas. “Ou seja, um número suficiente para iniciar a vacinação da população ainda neste mês de janeiro”.

“Temos, também, a garantia da Organização Pan-Americana de Saúde [Opas] de que receberemos mais 8 milhões de seringas e agulhas em fevereiro, além de outras 30 milhões já requisitadas à Abimo [Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos e Odontológicos], a associação dos produtores de seringas”, disse o ministro.

 

Agência Brasil

porpjbarreto

Após vitória no primeiro jogo do ano, Felipe Hereda projeta clássico decisivo no Bahrein

Líder da Liga do Bahrein, o East Riffa iniciou o ano com vitória. No último sábado (2), a equipe superou o Busaiteen por 3 a 0, pela quarta rodada da competição nacional. Quem esteve em campo foi o volante Felipe Hereda, que comemora o triunfo no primeiro jogo de 2021.

“Queremos fazer um grande ano em 2021, então nada melhor do que começar com vitória. Foi um resultado importante para elevar o moral do time. Sabemos que ainda tem muito campeonato pela frente e precisamos manter o foco”, ressaltou o brasileiro, de 28 anos.

Agora, o East Riffa volta as atenções para o clássico local com o Al Riffa. Os dois times se enfrentam neste sábado (9), em duelo que coloca frente a frente os líderes do campeonato nacional, com dez pontos cada. Felipe Hereda projeta o encontro.

“É uma partida diferente, por tudo que significa e por valer a liderança da competição. Temos trabalhado bem ao longo da semana para fazer um grande jogo. Queremos manter o bom momento na temporada e vamos lutar muito para que isso aconteça”, finalizou.

No Bahrein desde 2019, Felipe Hereda vive grande fase com a camisa do East Riffa. O jogador é um dos pilares do time, que ainda não perdeu nesta temporada. A equipe conquistou seis vitórias e dois empates em oito jogos. Se contar o final da última época, a invencibilidade chega a dez partidas.

 

Fotos: Divulgação/East Riffa

Douglas Albino / Assessor de Imprensa

porpjbarreto

O Sol nasce para todos

O Pai Celestial permanece sempre disposto a nos oferecer reiteradas oportunidades, mostrando-nos um infinito de belezas sem igual. Basta ver que nos mandou Jesus, entre outros veneráveis mensageiros, para trazer-nos a Sua fórmula de elevação perene (Evangelho, segundo João, 3:16 e 17), retratada na perspectiva de Martinho Lutero (1483-1546) como a passagem mais tocante da Boa Nova:

“16 Porque de tal maneira amou Deus ao mundo, que lhe deu o Seu Filho Unigênito, para que todo aquele que Nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

“17 Porquanto Deus enviou o Seu Filho ao mundo, não para que julgasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por Ele”.

Ora, dessa Medida Celeste de ascensão moral e espiritual das criaturas resultará o definitivo erguimento social das massas se elas, convictamente, portanto com perseverança, cumprirem este ensinamento do Cristo (Evangelho, consoante Mateus, 6:33): “Buscai primeiramente o Reino de Deus e Sua Justiça, e todas as coisas materiais vos serão acrescentadas”.

Que custa, sem fanatismos, experimentá-lo?

Diante desse roteiro magnífico de Libertação Divina, quantas vezes, por causa de um simples “me dá lá aquela palha”, esquecemos as munificências que o Pai preparou para que não nos atrasemos, presos às garras da ignorância.

Tudo acabou, nada!

Muita vez você está desesperado (ou desesperada) e exclama: “Tudo acabou! Nada mais existe. Não resta a mínima esperança!” No entanto, o Sol continua brilhando lá fora; o ar, circulando à sua volta; a vida, vivendo… A humanidade persiste, repleta de confiança, malgrado tantos tropeços. Pessoas se amando, existindo, realizando… Todavia, você vê e sente tudo com azedume, porque se tornou particularmente amargo (ou amarga). Talvez falte um pouco de piedade no seu coração. Ensina o Profeta Muhammad — “Que a Paz e as Bênçãos de Deus estejam sobre ele!”: “A misericórdia é a riqueza dos crentes”.

Há dois mil anos, porém, Jesus advertia: “Se os teus olhos são trevas, que grandes trevas serão!” (Evangelho, segundo Mateus, 6:23).

Isto é, quão sombria será a sua sorte!

Entretanto, milênios de Cristianismo humano transcorreram. E, quando o Mestre, apesar de todas as aparências em contrário, se aproxima para iluminar, por meios que apenas Ele conhece, o planeta, com o Seu Cristianismo total, sublimando realmente a trajetória terrena, você pensa em desistir?!… Querer “morrer na praia”, depois de atravessar oceanos de lutas e dificuldades, que pareciam desejar afogá-lo (ou afogá-la) no desespero?!

Nos momentos de desânimo, lembre-se destes dizeres do saudoso papa João XXIII (1881-1963), que, com o seu conhecido alto-astral, afirmava: “Sou sempre otimista, ainda quando exprimem perto de mim profunda inquietação pelo destino da humanidade”.

O Sol nasce para todos. Não tem culpa de que o egoísmo ainda vigore na Terra. “Quousque tandem, Catilina*?”

Winston Churchill (1874-1965), não obstante os seus muitos críticos, foi um exemplo de pertinácia. Na hora dramática em que, com mão poderosa, conduzia a sua “pequena ilha” na resistência a Adolf Hitler (1889-1945), a voz dele levantava-se contra o medo. E o povo fortalecia-se na férrea decisão de não ceder aos nazistas. Isto já faz parte da História.

Contudo, nestas palavras que retratam bem sua forte determinação, até hoje nos convida a jamais desanimar:

“Nunca desista,

“Nunca, nunca, nunca!

“Em nada, grande ou pequeno,

“Importante ou insignificante…

“Nunca desista!” 

Acertada medida é, pois, em ocasião alguma capitular ante os desafios da existência espiritual e física. Mas entenda, acima de tudo, a lição do Educador Celeste tal como os Seus Apóstolos a compreenderam: insista sempre mais um pouco e sentirá que a sua redenção está próxima.

Disse o Cristo: “Na vossa perseverança, salvareis as vossas Almas” (Evangelho, segundo Lucas, 21:19).

Por conseguinte, é proveitoso guardarmos esse Divino Alertamento no coração e na mente em todos os instantes de nosso viver. Dessa forma, trilharemos cada vez mais no rumo da felicidade eterna e da Glória de Deus.

Jesus é forte mensagem de esperança numa época de tamanha desilusão para tantos.

 

Por José de Paiva Netto ― Jornalista, radialista e escritor. 

paivanetto@lbv.org.br — www.boavontade.com

porpjbarreto

Empresa paraibana desenvolve plataforma digital para a Nike

No portfólio de clientes da Qualitare, associada da Sucesu-PB, estão a Companhia de Engenharia e Tráfego de São Paulo (CET), Ministério da Defesa, Fiocruz e Honda.

Uma empresa paraibana passou no crivo técnico da Nike e foi escolhida para desenvolver o novo projeto da plataforma digital da multinacional. A contratação fecha com ‘chave de ouro’ o ano desafiador de pandemia, em que empresas de todos os ramos precisaram se reinventar para permanecerem no mercado, enfatizou o CEO da Qualitare, Juarez Batista Neto.

“Para nós é uma enorme conquista. Foi um ano de grandes transformações, onde as empresas precisaram evoluir anos em meses para lidar com essa realidade de distanciamento social. Agimos rápido, auxiliamos nossos clientes nessa transformação e estamos tendo o reconhecimento por um trabalho sempre focado em fazer além, em transbordar”, avaliou.

A Nike é referência em branding e uma das marcas mais conhecidas do mundo. Por questões de contrato, Juarez não pôde dar detalhes a respeito do projeto, mas celebrou a grandeza do momento.

A Qualitare é mais uma empresa de base tecnológica associada da Sucesu-PB (Associação de Usuários de Tecnologia da Paraíba), e que está há 14 anos desenvolvendo aplicativos, plataformas digitais, startups e também atua em branding e design.

Sobre os planos para 2021, Juarez disse que a empresa deve continuar desenvolvendo projetos sem  limites geográficos, além de lançar produtos digitais e startups que foram desenvolvidos ao longo de 2020.

E esta não é a primeira vez que a Qualitare atende marcas de outros estados e até de fora do país. No portfólio de clientes estão a Companhia de Engenharia e Tráfego de São Paulo (CET), Ministério da Defesa, Fiocruz,  Honda e agora a Nike.

 

Assessoria

porpjbarreto

Natal Permanente de Jesus

O exemplo de Jesus simboliza, há mais de dois mil anos, a possível convivência pacífica entre os povos permanentemente.

Um dos mais nobres propósitos de todos os cristãos de Boa Vontade é perseverar, com Fé Realizante, no anúncio da Volta Triunfal do Cristo Ecumênico, o Divino Estadista, ao nosso convívio no planeta. Considero sempre oportuno tratar com vocês a respeito desse tema.

A abrangência da Boa Nova, que o Benemérito e Altruísta Filho de Maria e José nos apresentou, demonstra que Sua presença entre os seres da Terra jamais deve sugerir receio aos Irmãos em Humanidade que não professem o Cristianismo.

Jesus não gera incômodo ao bom senso humano. Sublime Benfeitor, Ele vem para somar no pleno progresso sustentável, espiritual, material, ético e social que trabalhamos por atingir.

O Cristo sobre as nuvens

Para dar minha modesta contribuição ao assunto, lancei, em 2000, Apocalipse sem Medo, no qual reuni algumas das palestras que venho fazendo há décadas pelo rádio, pela TV e, nos últimos anos, pela internet.

Mas vejamos este ponto: que significa também Jesus vir sobre as nuvens?

No Apocalipse, 1:7 e 8, lemos:

“7 Eis que Jesus vem com as nuvens, e todos os olhos O contemplarão, até mesmo os daqueles que O traspassaram. E todas as nações da Terra se lamentarão sobre Ele. Sim. Amém.

“8 Eu sou o Alfa e o Ômega, o A e o Z, o Princípio e o Fim, diz o Senhor, Aquele que é, que era e que há de vir, o Todo-Poderoso Deus”.

Quem profere essa previsão confortadora sobre a Volta Triunfal de Jesus é o próprio Deus (versículo 8).

Não temamos, pois, o Livro das Revelações, que anuncia que Ele vem sobre as nuvens, isto é, no Alto, para sublimar nosso conhecimento na Religião, na Ciência, na Filosofia, na Política, na Economia, na Arte, nos Esportes etc., por força do que Ele conhece muito bem: o Amor Fraternal e a Justiça Divina.

Dia virá em que testemunharemos toda a sabedoria terrestre receber a Sua incomparável Claridade. É necessário que os jovens concebam isso e passem a analisar os fatos humanos, pessoais e internacionais, sob a luminosidade dos ensinos Dele; livres, porém, de qualquer fanatismo. Jesus não é algema, mas liberdade sem libertinagem ou drogas e outros desatinos que nada mais significam do que a implacável destruição do indivíduo.

Apocalipse superior a Nostradamus

A expressão marcadamente cifrada do Livro das Profecias Finais serve para provocar nossa curiosidade. Se tudo estivesse destrinchado, vocês o leriam de uma só vez e ainda exclamariam: “Ah, é claro!”

Bom exemplo para essa argumentação é o de Nostradamus (1503-1566). Todos falam nele… Mas poucos alcançam uma definição palatável do que previu. É porque o vidente de Salon escreveu de tal maneira labiríntica que há mil e uma interpretações para o que pretendeu transmitir. (…) Eles vivem, então, mesmo sem o demonstrar, atentos ao que o áugure francês disse, justamente pelo apetite de decifrar seus escritos e conceituar tais vaticínios. Isso faz parte do espírito das gentes.

Ora, o Apocalipse, por ser de Jesus, é superior às previsões do autor das Centúrias. Notamos isso claramente quando, tendo “olhos de ver e ouvidos de ouvir”, procuramos interpretá-lo em Espírito e Verdade, à luz do Mandamento Novo do Cristo (Evangelho, segundo João, 13:34 e 35): “Amai-vos como Eu vos amei. Somente assim podereis ser reconhecidos como meus discípulos, se tiverdes o mesmo Amor uns pelos outros”. Isto é, jamais sob a visão do ódio que procura esmagar as criaturas.

Salve o Natal Permanente de Jesus!

José de Paiva Netto ― Jornalista, radialista e escritor.  

paivanetto@lbv.org.br — www.boavontade.com

porpjbarreto

Após mais de 20 anos, paraibano sobe em pódio no Brasileiro de Motocross, maior competição do gênero na América Latina

Após mais de 20 anos, finalmente um piloto paraibano volta a fazer bonito no Campeonato Brasileiro de Motocross, considerado a maior e mais importante prova do gênero da América Latina. Trata-se de Kleber Moraes, que disputou as quatro etapas do Campeonato Brasileiro de Motocross 2020, sendo duas na cidade de Penha-SC e outras duas em Apiaí-SP, competindo na Categoria MX5, que reúne pilotos acima de 50 anos.

Kleber Herculano de Moraes é advogado, tem 50 anos e já tem um filho que também é amante do Motocross. Ele é natural de Alagoa Grande, já exerceu o cargo de prefeito de Alagoa Nova por dois mandatos consecutivos e atualmente mora em Campina Grande. O último paraibano a se destacar na competição e conseguir um pódio foi Hilton Veloso, conhecido como “Paraibinha”, já falecido.

Para chegar ao final do campeonato na terceira posição, Kleber Moraes subiu no pódio em duas, das quatro etapas disputadas, sendo uma delas em 5º lugar e a outra em 4º lugar. Somando os pontos das etapas, Kleber – que chegou à competição carregando em seu currículo vários títulos estaduais e nordestinos na modalidade – teve a melhor pontuação dentre os pilotos nordestinos, somatório que lhe rendeu a terceira colocação geral.

“O campeonato seria realizado no mês de março, mas aí veio a pandemia e a competição foi cancelada. Agora no segundo semestre eles decidiram montar o calendário e eu resolvi participar. Sempre fui um amante do motocross e disse pra mim mesmo: chegou a vez de representar bem a Paraíba e assim fiz. Fui lá e, graças a Deus, conseguimos uma boa pontuação e a volta da Paraíba ao cenário nacional do Motocross”, afirmou Kleber.

Para disputar a competição e conquistar o objetivo, Kleber contou, além da sua disposição e preparação, com o apoio de parceiros importantes, a exemplo da 115Motoparts, Matuta, Britex, Korpus, Saulo Personal, Posto Sudoeste e Betsul.

A classificação final da competição ficou assim:

1º – Marco Muller, com 86 pontos

2º – Alencar Krefta, com 69 pontos

3º – Kleber Moraes, com 63 pontos

4º – Sandro Botelho, com 53 pontos

5º – Carlos Kettermann, com 53 pontos

O Campeonato chegou ao final na semana passada e Kleber já está de volta à Paraíba, trazendo na bagagem não apenas a conquista do terceiro lugar na maior e mais importante prova de Motocross da América Latina, mas também a disposição de continuar treinando e se preparando para, em 2021, voltar à disputa e, quem sabe, conquistar um novo pódio. “Vamos nos preparar e, no próximo ano, estaremos lá novamente”, reafirmou.

 

Assessoria 

porpjbarreto

Com contrato perto do fim, goleiro Neto Volpi agradece passagem pelo Shimizu S Pulse

Após uma temporada atuando no Shimizu S Pulse, o goleiro Neto Volpi está se despedindo do futebol japonês. Aos 28 anos, Neto disputará seu último jogo no sábado (19), contra o Gamba Osaka, na última rodada da J-League.

Depois ter feito sucesso no futebol colombiano, onde conquistou o título nacional defendendo o América de Cali, em 2019, Volpi foi contratado no começo do ano para integrar o elenco do Shimizu S Pulse e se juntar a outros brasileiros como Elsinho, Valdo, Renato, Carlinhos e Júnior Dutra.

Com contrato se encerrando no próximo dia 31 de dezembro, Neto Volpi fez questão de agradecer sua passagem pelo clube e o carinho que recebeu do povo japonês.

“No próximo final de semana participo do meu último jogo defendendo as cores do Shimizu S Pulse, um clube que aprendi a gostar e admirar nesses quase doze meses de trabalho. Só tenho a agradecer o carinho que recebi do povo japonês desde a minha chegada. É impressionante o amor e o respeito que eles nutrem por aqueles que entram em campo e deixam até a última gota de suor pelo seu clube de coração. Mesmo com todas as dificuldades impostas pela pandemia do novo coronavírus, posso afirmar que foi uma temporada incrível e de muito aprendizado. Deixo meu sentimento de gratidão a todos os diretores, funcionários e companheiros de equipe pela forma que fui acolhido e sigo na torcida para que o clube siga trilhando seu caminho de vitórias e conquistas”, destacou o jogador.

Planejando a sequência da carreira, Neto Volpi deve retornar ao Brasil na próxima semana para reunir-se com seus representantes e decidir o melhor destino para a próxima temporada.

 

Foto: Divulgação/Shimizu S Pulse

Gustavo Neves / Assessor de Imprensa