Categoria Internacional

porpjbarreto

Dez mil brasileiros participam da canonização da Irmã Dulce

A estimativa é do Vaticano. Celebração ocorreu na manhã deste domingo (13)

Papa Francisco lidera missa pela canonização de cinco pessoas no Vaticano

Cerca de 50 mil pessoas acompanharam o rito de canonização da brasileira Maria Rita de Souza Brito Lopes Pontes, a irmã Dulce, e de outros quatro beatos, realizado na manhã deste domingo (13), na Praça São Pedro, no Vaticano.

A Santa Sé estima que em torno de dez mil brasileiros participaram da celebração litúrgica. Entre eles, o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, e os presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ); do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffolli.

Além da primeira santa nascida no Brasil, o Papa Francisco também canonizou a italiana Giuseppina Vannini; a suíça Margarida Bays; o inglês John Henry Newman e a indiana Maria Teresa Chiramel Mankidiyan.

O Vice-presidente, general Hamilton Mourão e a esposa, Paula Mourão, participam da cerimônia de canonização de Irmã Dulce na Santa Sé, no Vaticano

O Vice-presidente, general Hamilton Mourão e a esposa, Paula Mourão, participam da cerimônia de canonização de Irmã Dulce na Santa Sé, no Vaticano – Twitter / vice-presidente Hamilton Mourão.

Ao se dirigir à multidão que lotava a Praça São Pedro, o Papa citou trecho do Evangelho de Lucas para destacar a importância da fé e da solidariedade. “Precisamos de ser curados da pouca confiança em nós mesmos, na vida, no futuro; curados de muitos medos; dos vícios de que somos escravos; de tantos fechamentos, dependências e apegos: ao jogo, ao dinheiro, à televisão, ao celular, à opinião dos outros”, comentou Francisco. “Mas a fé caminhar juntos, jamais sozinhos. Constitui nossa tarefa ocuparmo-nos de quem deixou de caminhar, de quem se extraviou: somos guardiões dos irmãos distantes. Quer crescer na fé? Ocupa-se dum irmão distante”, acrescentou o Papa.

Milagres de Irmã Dulce

Nascida em 26 de maio de 1914, em Salvador, a soteropolitana passa agora a ser conhecida como Santa Dulce dos Pobres, grupo ao qual se dedicou desde o início da adolescência, quando passou a acolher moradores de rua e doentes em sua casa, transformando a residência da família, no bairro de Nazaré, em um centro de atendimento. No processo de sua canonização, dois milagres lhe foram atribuídos.

O maestro soteropolitano José Maurício Moreira é o beneficiário de um deles. Após 14 anos sem enxergar, Moreira recuperou a visão ao pedir ajuda a agora santa Irmã Dulce. Hoje, ele estava na Praça São Pedro, diante do Papa Francisco. Segundo sua esposa, Marize Araújo Jorge de Mendonça, o marido e todo o grupo de fiéis que viajou de Salvador estavam emocionados com o reconhecimento do trabalho assistencial e religioso de Irmã Dulce.

“Ela continua operando milagres todos os dias. Seus milagres continuam acontecendo por meio do acolhimento oferecido a milhares de pessoas necessitadas, desesperadas, seja no Hospital Irmã Dulce, seja em obras como o Centro Educacional Santo Antônio, em Simões Filho”, comentou Marize, referindo-se ao hospital de Salvador onde, segundo ela, são feitos quase três mil atendimentos médicos diários; e à escola da região metropolitana de Salvador onde mais de 700 crianças estudam em período integral.

Ainda emocionada, Marize contou que pediu aos santos para ajudá-la a conter a emoção diante do Papa, que cumprimentou a Moreira e aos outros beneficiários de milagres atribuídos aos cinco beatos santificados hoje. “Foi algo maravilhoso. Faltam-me palavras para descrever todo o encanto e a beleza desta cerimônia”, comentou Marize, chorando ao falar sobre a “felicidade” do Papa na escolha do tema de sua pregação. “Ele foi ultra feliz ao falar sobre a importância da fé, da esperança, em um tempo de tanta desesperança. As pessoas precisam ter fé, tentar não se desesperar diante das atribuições”, comentou, afirmando jamais ter duvidado de que Irmã Dulce seria santificada

Papa Francisco: Pelé ou Maradona?

O vice-presidente Hamilton Mourão usou sua conta no Twitter para manifestar a alegria de participar da canonização de Irmã Dulce.

O Papa Francisco cumprimenta o vice-presidente general Hamilton Mourão e sua esposa, Paula Mourão no Vaticano

O Papa Francisco cumprimenta o vice-presidente general Hamilton Mourão e sua esposa, Paula Mourão no Vaticano – Twitter / vice-presidente Hamilton Mourão.

“Participei da cerimônia de canonização do Anjo Bom da Bahia [como também era conhecida a santa] pelo Papa Francisco. Irmã Dulce, que com grande amor e fé intercedeu pela saúde e vida de milhares de brasileiros, torna-se santa de todo nosso Brasil e do mundo”, comentou Mourão, revelando que, ao cumprimentar o Papa Francisco, foi surpreendido por uma pergunta inusitada.

Davi Alcomumbre

Presidente do Senado, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) concede entrevista à imprensa

Presidente do Senado, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) concede entrevista à imprensa – José Cruz/Agência Brasil.

“Cumprimentando o Santo Padre, dele recebi uma pergunta difícil: quem é o melhor, Pelé ou Maradona? Saí-me diplomaticamente: os dois!”, escreveu o vice-presidente na rede social.

Judeu, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, destacou a atuação do Papa “para aumentar o diálogo da fé entre as nações e entre as religiões, estimulando o fortalecimento de valores comuns para a justiça e a paz no mundo. Para Alcolumbre, “a Igreja Católica brasileira vive um grande momento com a canonização da Irmã Dulce”.

Agência Brasil

porpjbarreto

Irmã Dulce será reconhecida como santa neste domingo

Após a canonização, ela se chamará Santa Dulce dos Pobres

Neste domingo (13), às 5h da manhã em Brasília (10h em Roma), a soteropolitana Maria Rita de Sousa Brito Lopes Pontes (1914–1992), nominada como Irmã Dulce desde 1933, torna-se a primeira santa nascida no Brasil reconhecida pela Igreja Católica Apostólica Romana. Torna-se Santa Dulce dos Pobres.

A canonização ocorre nove anos após o colegiado de cardeais e bispos da Congregação para a Causa dos Santos, da Cúria Romana, atestar o primeiro milagre atribuído à Irmã Dulce descrito no processo de beatificação da religiosa iniciado pela Arquidiocese de São Salvador da Bahia. A decisão do colegiado é baseada em avaliação de peritos de saber científico (como médicos) e teólogos.

O milagre que levou à beatificação foi a intercessão da freira, a pedido de orações de um padre, para salvar a vida de uma mulher que deu à luz a um menino e estava desenganada por causa de uma hemorragia depois do parto, que os médicos não conseguiam conter. O caso ocorreu nove anos após a morte de Irmã Dulce (2001), em uma cidade do interior de Sergipe.

 Irmã Dulce

Irmã Dulce – Acervo Irmã Dulce

Para a canonização, a Constituição Apostólica exige a comprovação de um segundo milagre e semelhante ritual processual e comprobatório. A segunda graça, conforme publicado pela Arquidiocese de Salvador, foi a recuperação da visão do músico e maestro José Maurício Bragança Moreira, após 14 anos sem enxergar por causa do glaucoma.

“Eu fui paciente de glaucoma muito grave que me cegou durante 14 anos. No dia do milagre, 10 de dezembro de 2014, o meu coral ia cantar, mas a minha esposa nem me deixou sair de casa por causa do derrame que eu tive nos olhos devido a uma conjuntivite viral. Eu passei a noite sem conseguir dormir e por volta das 4h eu peguei a imagem de Irmã Dulce, que fica na cabeceira da minha cama, a coloquei nos meus olhos e pedi que ela aliviasse a minha dor”, descreve Moreira em relato publicado pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

De acordo com o músico, após colocar o santinho impresso sobre os olhos, sentiu sono e adormeceu. “Quando eu acordei de manhã, a minha esposa me deu umas compressas de gelo e foi quando eu comecei a enxergar o gelo e a ver a minha mão, e aos poucos a visão foi voltando. O momento que começou o retorno da visão foi pouco tempo depois da oração. É um milagre”, afirma. Após o reconhecimento do milagre pela Igreja, o Papa Francisco anunciou a canonização de Irmã Dulce.

 Irmã Dulce

Irmã Dulce – Acervo Irmã Dulce

Vocação social

A vocação religiosa de Irmã Dulce é revelada ainda na adolescência sob influência de uma tia paterna. Ela tornou-se freira no começo da década de 1930 pela Congregação das Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição da Mãe de Deus, em São Cristóvão (Sergipe).

Formada como professora, teve como primeira missão ensinar a crianças em colégio de sua congregação em Salvador. A vocação para as causas sociais teve início naquela década quando passou a prestar assistência à comunidade pobre de Alagados, e a participar da União Operária São Francisco.

Em 1937, funda o Círculo Operário da Bahia, juntamente com Frei Hildebrando Kruthaup. Em 1939, Irmã Dulce inaugura o Colégio Santo Antônio, escola comunitária voltada para operários e filhos de operários.

Dez anos depois, ocupa um galinheiro ao lado do Convento Santo Antônio de Salvador para acolher 70 doentes. Em 1959, é instalada oficialmente as Obras Sociais Irmã Dulce (Osid) e no ano seguinte é inaugurado o Albergue Santo Antônio.

 Irmã Dulce

Irmã Dulce – Acervo Irmã Dulce

Celebração

O Santuário de Irmã Dulce, em Salvador, ao lado da sede das Osid permanecerá aberto durante toda noite de sábado (12) e a madrugada de domingo para a vigília à espera das canonizações que o Papa Francisco presidirá no Vaticano.

Junto com a santa brasileira, serão canonizados os beatos John Henry Newman (1801-1880), cardeal, fundador do Oratório de São Filipe Néri na Inglaterra; Giuseppina Vannini, Madre Josefina (1859-1911), italiana, fundadora das Filhas de São Camilo; a Maria Teresa Chiramel Mankidiyan (1876-1926), indiana, fundadora da Congregação das Irmãs da Sagrada Família; e Margherita Bays (1815-1879), suíça, da Ordem Terceira de São Francisco de Assis.

A primeira missa em honra à Santa Dulce dos Pobres ocorrerá em Roma na igreja San’t Andrea della Valle, segunda-feira(14), 24 horas depois da canonização. No dia 20 de outubro, domingo, em Salvador, haverá a celebração pela canonização da Santa. Será no estádio de futebol Arena Fonte Nova, com abertura dos portões ao meio-dia. Os ingressos gratuitos estão à disposição nas diversas paróquias da Arquidiocese de Salvador e começaram a ser distribuídos no início deste mês.

Saiba mais sobre a vida de Irmã Dulce, a primeira santa brasileira

Com Agência Brasil

porpjbarreto

Dia mundial chama atenção para o estigma da obesidade

O dia 11 de outubro é a data em que se celebra o Dia Mundial da Obesidade, e na campanha deste ano, a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia e a Associação Brasileira para Estudo da Obesidade e Síndrome Metabólica trazem a mensagem sobre a importância do combate à discriminação por causa do peso e de tratar o assunto com respeito.”Obesidade Eu Trato com Respeito”, é o tema da campanha.

“É fundamental aumentar a conscientização sobre prevalência, gravidade e diversidade do estigma do peso. Os retratos da obesidade na mídia frequentemente reforçam estereótipos imprecisos e negativos sobre as pessoas obesas, o que pode levar ao estigma do peso. As campanhas pedem uma movimentação para acabar com o uso de linguagem e imagens estigmatizantes e retratar a obesidade de maneira justa, precisa e informativa”, dizem as entidades.

Além de reduzir a qualidade de vida, a obesidade é fator de risco e agravante de doenças como diabetes, doenças cardiovasculares, asma, gordura no fígado e até alguns tipos de câncer. O tratamento deve ser contínuo e acompanhado por profissionais capacitados para que o quadro não piore com o passar dos anos.

A data foi proclamada em 2015 pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para apoiar soluções que ajudem as pessoas a alcançar e manter um peso saudável e estimular políticas de combate a esse problema de saúde pública. Cerca de 13% da população adulta do mundo é obesa. No Brasil, mais da metade dos brasileiros, 55,7%, estão com excesso de peso e a prevalência da obesidade é de 19,8%.

Agência Brasil

porpjbarreto

No dia 4 de outubro de 1970 morreu Janis Joplin. Considerada a “Rainha do Rock and Roll”

Música: “Me And Bobby McGee”

Janis Lyn Joplin (Port Arthur19 de janeiro de 1943 — Los Angeles4 de outubro de 1970) foi uma cantora e compositora norte-americana. Considerada a “Rainha do Rock and Roll“,[1][2] “a maior cantora de rock dos anos 1960[3] e “a maior cantora de blues e soul da sua geração”.[4] Ela alcançou proeminência no fim dos anos 1960 como vocalista da Big Brother and the Holding Company e, posteriormente, como artista solo, acompanhada de suas bandas de suporte: a Kozmic Blues e a Full Tilt Boogie. A revista Rolling Stone a considerou entre os 100 maiores artistas de todos os tempos.[5]

Influenciada por grandes nomes do jazz e do blues, como Aretha FranklinBillie HolidayEtta JamesBig Mama ThorntonOdettaLeadbelly e Bessie Smith,[6][7] Janis fez de sua voz a sua característica mais marcante,[8] tornando-se um dos ícones do rock psicodélico e dos anos 1960.[9] Todavia, problemas com drogas e álcool encurtaram sua carreira. Morta em 1970 devido a uma overdose de heroína,[3][10] Janis lançou apenas quatro álbunsBig Brother and the Holding Company (1967), Cheap Thrills (1968), I Got Dem Ol’ Kozmic Blues Again Mama! (1969) e o póstumo Pearl (1971), que foi o último álbum com participação direta da cantora. (wikipedia)

 

Produção e apresentação – Luiz Cláudio Canuto

Agência Rádio Câmara

porpjbarreto

João Azevêdo abre Campus Academy 2019 e institui programa Ouse Criar

O governador João Azevêdo participou, nesta quarta-feira (2), da abertura do Campus Academy 2019. O evento, que ocorre até sexta-feira (4), na Sala de Concertos Maestro José Siqueira, no Espaço Cultural José Lins do Rego, em João Pessoa, dentro da programação do 6º Campus Festival, reúne mais de 450 alunos da rede estadual de ensino e tem o objetivo de fomentar o empreendedorismo e oferecer oportunidades a jovens estudantes.

Na oportunidade, o chefe do Executivo estadual também assinou a Medida Provisória nº 286/2019, ação que institui o ‘Ouse criar’, programa de Educação para Inovação e Empreendedorismo nas escolas estaduais, que tem o objetivo de assegurar oportunidades para estudantes e egressos da rede estadual de ensino em projetos de inclusão social e tecnológica.

O governador João Azevêdo destacou a importância da união do governo, parceiros e sociedade para apresentar uma nova ferramenta na área da inovação e tecnologia. “Entendemos que a educação é o único caminho para o desenvolvimento pessoal e de um Estado e estimular a criatividade dos jovens, por meio do empreendedorismo, faz com que os nossos estudantes tenham uma nova compreensão de mundo e de relação de trabalho. A Paraíba tem evoluído muito nessa política com programas como o Gira Mundo e Primeira Chance porque pensamos nas melhores formas de crescer nesse campo”, pontuou.

Ele também ressaltou que o programa ‘Ouse criar’ será fundamental para a compreensão dos jovens acerca das novas dinâmicas do mercado de trabalho. “Eu encaminhei hoje esse projeto para a Assembleia Legislativa que tem um foco no empreendedorismo, gerando inúmeras possibilidades para os nossos estudantes conhecerem e entenderem a nova lógica do mercado de trabalho, oferecendo melhor formação técnica”, explicou.

O secretário da Educação, Ciência e Tecnologia, Aléssio Trindade, evidenciou as ações da gestão estadual para ajudar os estudantes na descoberta de suas vocações profissionais. “Nós estamos dando a chance para que os jovens tenham essa integração com a vida, ajudando a Paraíba a fazer empreendedorismo. Além disso, o governador lançou hoje o programa ‘Ouse criar’, que vai permitir aos alunos do 1º ano do ensino médio a participação em maratonas de inovação e alguns desses grupos, por edital de mérito, serão acompanhados no 2º ano para realizar um programa de educação tutorial para desenvolver seus produtos e colocar em prática seus negócios no 3º ano”, frisou.

O secretário executivo da Ciência e Tecnologia, Claudio Furtado, destacou o novo momento da política de educação do Estado com a inserção de práticas inovadoras. “Esse é o resultado da junção da educação, ciência e tecnologia, que gera inovação dentro das escolas, dando a oportunidade aos alunos de empreender e criar seus próprios negócios; essa nova metodologia inovadora é uma ação importante para o Estado porque gera novas riquezas”, falou.

A professora da Escola Cidadã Integral Técnica Erenice Cavalcanti Fidelis, Cristiane Albuquerque, enalteceu a nova forma implantada pelo Governo do Estado para estimular o aprendizado dos jovens. “O nome que define esse evento é desafio, porque apresentamos aos nossos alunos um novo método de aprendizagem que faz com que eles acreditem neles próprios, rompendo barreiras para pensar além do conteúdo ministrado em salas de aula. Um evento como esse também é importante para que outros Estados possam se espelhar no pioneirismo dessa ação realizada pela Paraíba”, opinou.

Parceiro do evento, o diretor técnico do Sebrae, Luiz Alberto, destacou a importância da união com a gestão estadual para estimular o empreendedorismo no ambiente escolar. “Aqui nós vemos o alcance do protocolo de intenções assinado na última segunda-feira e o quanto isso tem de resultado para a Paraíba de hoje e do futuro. Aqui está sendo dado o primeiro passo da materialização do termo de cooperação, garantindo a sustentabilidade das pessoas e dos negócios na Paraíba”, comentou.

Idealizador do Campus Festival e representante da Luz Criações, Will Fonseca, enalteceu as novas oportunidades criadas para estimular a criatividade dos jovens. “Esse é um momento de felicidade genuína; o evento foi feito com muito carinho e espero que todos aproveitem cada instante. A Paraíba tem um potencial imenso e o governo vem fazendo um trabalho extraordinário, colocando o Estado em níveis de destaque no Brasil e agora é o momento da sociedade se preparar e apoiar iniciativas como essas que dão oportunidades e estimulam o jovem a empreender”, afirmou.

A aluna Whysllany Santos afirmou que o Campus Academy é um momento de troca de experiências. “Essa é uma oportunidade única de ter  experiências com o ramo empresarial, além de conviver com outros colegas e compartilhar ideias criativas. Tenho certeza de que vamos aprender muitas coisas para levar para a vida pessoal e acadêmica, o que vai  influenciar no nosso emprego”, avaliou.

A estudante Maria Manuela Lima está ansiosa para o início das atividades. “Vamos aprender mais, dividir conhecimento e compartilhar nossos sonhos porque vai ser muito importante para a minha vida porque eu pretendo ser empreendedora”, disse.

No Campus Academy os estudantes são motivados a criarem soluções para os desafios apresentados pelas empresas parceiras, além de estimular a criação de projetos. Serão três dias de experiências empreendedoras, por meio de palestras sobre inovação e criatividade.
Neste ano, o evento vai trazer uma ampla programação, com a realização de duas ações simultâneas: pela primeira vez, a ‘Maratona Ouse Criar de Inovação de 2019’, para estudantes matriculados, e a Campus Academy All Stars, para alunos matriculados e egressos da Rede.

Maratona Ouse Criar de Inovação de 2019 – A Maratona de inovação e empreendedorismo Ouse Criar será voltada para os alunos da 1º Gerência de Educação. Foram selecionados 336 alunos da 1ª série de ensino médio que vivenciarão três dias de palestras, debates, mentorias e oficinas.

As escolas enviaram times com seis estudantes da 1ª série do ensino médio para uma seleção promovida pela Comissão Organizadora do Campus Academy. Foram escolhidos 56 times, com base nos seguintes critérios: participação, motivação, interesse e potencial criativo dos estudantes.

Sete empresas enviaram representantes que apresentarão as situações-problema para as equipes e se farão presentes em dias estratégicos do evento. As empresas são das áreas de: rede hoteleira; alimentação; marketing e publicidade; setores de vestuário e calçados e prestação de serviços. Para cada empresa participante, haverá oito equipes de estudantes trabalhando no tema lançado. Os times utilizarão a abordagem do Design Thinking (desenho de ideias) e instrumentos como o Business Model Canvas (Quadro de modelo de negócios) para buscar a solução criada a partir de problemas lançados pelas sete empresas parceiras.

As duas melhores equipes de cada empresa irão para o pitch (apresentação do produto). Ao final, serão escolhidos sete times vencedores, um por empresa.

Campus Academy All Stars – O Campus Academy All Stars contará com a presença de 120 estudantes que participaram do Campus Academy em 2018; de estudantes matriculados e que terminaram o ensino médio na Rede Estadual; e estudantes da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB).

Serão dois dias de atividades, com oficinas organizadas pelo Sebrae. Os participantes serão selecionados para atuarem na Maratona Ouse Criar com falas no formato TED Talk. A seleção será feita a partir da avaliação do desenvolvimento dos projetos do Campus Academy 2018 mais bem sucedidos.

Campus Festival – A programação segue até o próximo domingo (6) e inclui música, arte, gastronomia, tecnologia, educação, games, conhecimento e empreendedorismo para o público. O Campus Festival tem uma extensa programação com palestras, workshops, mesas redondas, capacitações e shows musicais. A estimativa dos organizadores é que mais de 25 mil pessoas passem pelo Espaço Cultural nestes cinco dias.

O evento foi prestigiado pelo deputado estadual Branco Mendes e auxiliares do Governo da Paraíba.

Secom-PB

porpjbarreto

Por motivos pessoais, produção do cantor Benito Di Paula adia show em João Pessoa

Apresentação da turnê “Fim de Papo” acontece no dia 22 de novembro, no Teatro A Pedra do Reino, às 20h

A produção do cantor Benito di Paula solicitou na tarde da última segunda-feira (30) uma nova data para a apresentação do cantor em João Pessoa. O motivo é a morte do filho caçula do cantor, André Vancellote Vellozo, de 36 anos, que aconteceu no último dia 13 de setembro. Muito abalado e sem condições emocionais para continuar os compromissos da turnê neste mês, Benito di Paula transferiu a data para o dia 22 de novembro.

Em comunicado à produção local, Benito Di Paula pede desculpas aos fãs e parceiros e espera a compreensão de todos e todas neste momento de dor familiar. Em seu perfil no Instagram, ele agradece o carinho que tem recebido desde a notícia da morte do filho, com quem tinha uma relação extremamente especial.

Ingressos antecipados – O show “Fim de Papo” acontece no mesmo local e horário: no Teatro Pedra do Reino, a partir das 20h. No entanto, os clientes que não puderem ir e que quiserem ressarcir o valor dos ingressos adquiridos por meio do cartão de crédito, devem entrar em contato com a Ingresso Nacional para o reembolso integral. O cliente deve solicitar o reembolso/extorno pelo email: cancelamentos@ingressonacional.com.br , enviando a cópia dos ingressos ou informando o número do pedido de compra. Os clientes que fizeram a compra em dinheiro, podem ir até a loja Avatim, no térreo Mag Shopping, a partir da próxima segunda-feira (7), das 10h às 22h.

Os ingressos para a nova data do show continuam sendo vendidos na loja Avatim, no térreo do Mag Shopping, e pela internet, no site Ingresso Nacional. Os valores variam de R$ 82 a R$ 222. A realização é da Colônia Produções e da Planeta Produções com assessoria de imprensa da Vivass Assessoria e Comunicação.

Cantor da família brasileira –  Com uma trajetória de quase 50 anos na música brasileira, mais de 35 discos gravados e mais de 45 milhões de cópias físicas vendidas ao redor do mundo, Benito Di Paula, conhecido como cantor da família brasileira, cantará sucessos como “Charlie Brown”, “Mulher Brasileira” e “Do Jeito Que A Vida Quer”, entre outros, em uma turnê que também será levada a países como Portugal, Itália, França e Estados Unidos.

Serviço

Show de Benito Di Paula – Turnê “Fim de Papo” em João Pessoa 

Local: Teatro Pedra do Reino

Data: 22 de novembro (sábado)

Horário: 20h

Ingressos: site Ingresso Nacional e loja Avatim, no térreo do Mag Shopping.

 

Assessoria de Imprensa

porpjbarreto

Mais de cinco mil pessoas visitaram a Feira Internacional de Negócios Criativos e Colaborativos em João Pessoa

Evento inovador movimentou a cidade entre os dias 25 e 28 deste mês, no Espaço Cultural José Lins do Rego

Durante quatro dias, o Espaço Cultural José Lins do Rego se transformou numa imensa plataforma de discussões, apresentações e exposições em torno das novas economias, com a realização da Feira Internacional de Negócios Criativos e Colaborativos (Fincc), promovida pelo Sebrae-PB, com apoio do Governo do Estado da Paraíba. Entre o dia 25 (quarta-feira) e o dia 28 (sábado), das 14h às 21h, mais de cinco mil visitantes passaram pelo local.

Na Praça do Povo, foi montada uma estrutura que recebeu dois palcos para apresentações musicais e de dança, talk shows, palestras e show cases sobre cinema e música; um espaço de 200m² para expor serviços e produtos dos estados nordestinos, chamado Nordeste Criativo, com artesanatos diversos e apresentações culturais; uma sala climatizada para a realização de palestras e outra para as oficinas criativas; uma praça de alimentação; stands de tecnologia, de atividades criativas para as crianças, de aceleração de negócios e de agentes de fomento ao desenvolvimento da região, entre outros.

Além de palestras, oficinas e espaços para exposição e venda de produtos e serviços relacionados a segmentos da economia criativa, a feira promoveu o networking no Espaço HUB 360, em Coquetéis de Networking, que aproximaram profissionais de áreas afins, e no Pitch com Café, durante o qual os empreendedores puderam apresentar, durante cinco minutos, seus produtos para investidores, patrocinadores e aceleradoras. Paralelamente, também foram realizadas mentorias de negócios, palestras técnicas e cooperação internacional.

A FINCC em números – Além dos cinco mil visitantes, ao todos, a feira contou com 220 expositores, 32 palestras, 12 oficinas criativas e resultou em mais de 280 empresas formalizadas, que agora têm o seu CNPJ. A Fincc também trouxe, em parceria com escritórios regionais do Sebrae, 23 empresários de quatro estados nordestinos para participar de uma rodada de negócios, que aconteceu na manhã de sexta-feira (27). Foram 1,8 mil pessoas capacitadas em palestras, oficinas e workshops, com um volume de negócios que, segundo Regina Amorim, gestora de Turismo do Sebrae-PB, vai se estender pelos próximos seis meses, dada a quantidade de encomendas. “Possivelmente teremos uma nova edição dessa feira em 2020. Os expositores já se pronunciaram a favor”, diz ela.

Do Brasil e do mundo – A Fincc teve palestrantes de diferentes regiões do Brasil e também do exterior. Países como Argentina, México, Espanha e Cabo Verde participaram do evento com palestrantes reconhecidos e com vasta experiência em suas áreas. O México também esteve presente com um expositor, o artesão Jacobo Ángeles, que teve acesso à feira por um brasileiro que ofereceu uma oficina na Universidad Autónoma de México e lhe fez o convite. “É minha primeira vez no Brasil, fiquei muito grato. Dei duas oficinas em um centro de cultura e tive a oportunidade de mostrar o meu trabalho fora do meu país”, conta ele, que trabalha com esculturas de madeira, todas coloridas por meio de pontilhados.

De São Luís (MA), veio um grupo de dez artesãos que se encantou com a receptividade da Paraíba. “A Paraíba nos recebeu de braços abertos, com muito carinho”, diz Roseane Bastos, arquiteta, aquarelista e artesã, que se inspira nas belezas do Maranhão para compor as suas peças. De acordo com ela, a participação na feira foi muito enriquecedora, pois propiciou a troca de informações e de experiências com pessoas que estão na mesma sintonia. “É a primeira vez que participo de um evento internacional e também de uma feira fora do Maranhão. Não poderia ter sido melhor”, acrescenta.

A bordadeira Jane Santos Silva veio representando a Associação Pontos e Contos, da cidade de Penedo, em Alagoas, que conta com 35 artesãs e mais de 25 anos de existência. “Bordamos lendas, cenários e casario da nossa região. Também fazemos trabalhos por encomenda, como um vestido de noiva que fizemos recentemente, todo bordado com a história de amor dos noivos”, conta. Para ela, a Fincc foi muito proveitosa, pois, além da venda de peças, ela também fez muitos contatos para trabalhos futuros. “Estamos muito esperançosas, as pessoas gostaram muito do nosso trabalho”, conclui.

Outras informações, em : www.fincc2019.com.br  Instagram: @fincc2019

Assessoria de Imprensa 

porpjbarreto

Atriz cajazeirense Marcélia Cartaxo será homenageada no Los Angeles Brazilian Film Festival

A atriz Marcélia Cartaxo será a grande homenageada da 12ª edição do Los Angeles Brazilian Film Festival, passando a compor o time de atores e atrizes renomados que já receberam a homenagem do LABRFF, a exemplo de Tuna Dwek e José de Abreu. A paraibana, que está no filme “Pacarrete”, de Allan Deberton, integrante da Seleção Oficial do LABRFF 2019, estará em Los Angeles para receber a homenagem durante a noite de abertura do festival.

Nascida em Cajazeiras, no Sertão da Paraíba, Marcélia estreou no cinema como Macabéa, personagem da obra-prima de Clarice Lispector, “A Hora da Estrela” (1985), de Suzana Amaral, papel que lhe rendeu o primeiro de quatro Candangos no Festival de Brasília, incluindo a viúva Querência de “A História da Eternidade” (2014), do pernambucano Camilo Cavalcante, e o Urso de Prata de Melhor Atriz no Festival de Berlim. Com uma trajetória brilhante, Marcélia acumula ainda outros grandes prêmios, como, mais recentemente, o Kikito de Melhor Atriz, no Festival de Cinema de Gramado, pela interpretação de sua personagem em “Pacarrete”.

O 12º Los Angeles Brazilian Film Festival começa no dia 13 de outubro, no Harmony Gold Theater, em Hollywood. O evento segue até o dia 17 de outubro, no Monica Film Center, no coração de Santa Mônica, onde será realizada a noite de premiação. No total, 48 filmes foram selecionados e estão divididos em mostras competitivas e de exibição especial. O LABRFF ainda estreia uma competição de videoclipes com a fundação do Los Angeles Latin Music Video Festival.

 

Fonte: Revista de Cinema

porpjbarreto

Há 50 anos, em 26 de setembro de 1969, foi lançado o disco Abbey Road, dos Beatles

Música: as quatro últimas faixas do disco

 

Produção e apresentação – Luiz Cláudio Canuto

Agência Rádio Câmara

porpjbarreto

Ronaldo Fraga abre programação da FINCC 2019 com palestra “Moda Além da Roupa”

Estilista será o primeiro palestrante do evento, que acontece até o dia 28 de setembro, no Espaço Cultural

A moda será o primeiro tema discutido na Feira Internacional de Negócios Criativos e Colaborativos (Fincc), que começa nesta quarta-feira (25), no Espaço Cultural José Lins do Rego. A programação de atividades do evento tem início às 15h, com palestra “Moda Além da Roupa”, ministrada pelo renomado estilista Ronaldo Fraga. A solenidade de abertura acontece às 19h.

Reconhecido mundialmente como um dos principais nomes da moda com DNA brasileiro, Fraga assina criações que já ultrapassaram os limites das passarelas e chegaram a exposições, filmes e livros, além de terem sido apresentadas em países como Japão, Holanda, Espanha, Bélgica, Chile, Argentina e México. O estilista é citado como um dos poucos designers a desenvolver projetos e ações que buscam reduzir a distância entre o Brasil feito à mão e o Brasil industrial.

No mesmo dia, haverá ainda as palestras “Artesanato – Presente e Futuro na América Latina”, com Bárbara Velasco, presidente do Conselho Mundial de Artesanato para América Latina, Ministério da Cultura do Chile; “Inovação e Criatividade – Estratégias para o futuro das cidades”, com Jorge Gómez Abrams, diretor da Winn Innovation (México); “2029, Paraíba – Maior Êxito de Negócios Criativos e Colaborativos. Como?”, com Lala Deheinzelin, uma das três top futuristas da América Latina e pioneira em Economia Criativa no Brasil; “Giros Criativos. A Folia de Cidades Inovadoras”, com Décio Coutinho, especialista em Cidades Pós-Industriais e Organizações Criativas (Itália); e “Quer inovar o seu Futuro ou Atual Negócio? Temos a Receita de Sucesso”, com Luiz Carlos Barboza, sócio principal da empresa LCB Consultoria Organizacional S/C.

Oportunidade – As palestras seguem até o dia 28, sendo uma a cada hora, sempre das 15h às 20h (apenas o domingo terá palestras somente até as 18h). Os temas são diversos: moda, artesanato, arquitetura, gestão cultural, design, música, dança, empreendedorismo e arte cênica, entre outros. Todas serão ministradas por conferencistas reconhecidos em todo o mundo, que trarão discussões fundamentais para entender o peso das novas economias em cada uma das áreas envolvidas. A Fincc é uma promoção do Sebrae Paraíba, com apoio do Governo do Estado da Paraíba.

Assessoria de Imprensa