Categoria INTERNACIONAL

Argentina perde e se complica; França garante vaga nas oitavas

A seleção argentina conquistou um ponto em duas partidas e praticamente dá adeus à Copa

Três jogos foram disputados no oitavo dia da Copa do Mundo da Rússia. Na primeira partida desta quinta-feira, Dinamarca e Austrália empataram em 1 a 1. A partida contou com a interferência do árbitro de vídeo, que anotou o pênalti que deu origem ao gol australiano. A França venceu o Peru por 1 a 0 e garantiu sua classificação para as oitavas de final. Já a Argentina. Ê Argentina… Perdeu para a Croácia por 3 a 0 e corre grandes chances de ser eliminada ainda na primeira fase.

Parece que o caldo azedou para os argentinos. Messi e seus companheiros perderam para a Croácia por 3 a 0 e estão em uma situação bastante complicada. Os gols croatas foram marcados por Rebic, após falha do goleiro Caballero, Modric e Rakitic anotaram os outros gols. Em dois jogos, os argentinos somam apenas um ponto e terão que vencer seu último jogo e torcer por uma combinação de resultados para se classificar. Com a vitória, os croatas ocupam a liderança isolada do grupo D, com duas vitórias em dois jogos e já garantiram sua classificação para as oitavas-de-final.

No jogo que teve início ao meio-dia, horário de Brasília, a França derrotou o Peru por 1 a 0. O gol francês foi marcado pelo atacante Mbappé, que se tornou o jogador mais jovem a marcar um gol pela França em mundiais. Os peruanos lutaram bastante, mas não conseguiram evitar a derrota. Discreto, Guerrero pouco participou do jogo e perdeu a bola para Pogba no lance que eu origem ao gol francês. Com o resultado, a França assegurou sua classificação para as oitavas. Já os peruanos, que voltaram a uma Copa após 36 anos, foram eliminados.

Na primeira partida do dia, a Austrália empatou com a Dinamarca por 1 a 1. Eriksen marcou o gol dinamarquês logo aos seis minutos da etapa inicial, com um belo chute. A Dinamarca criou outras chances para ampliar, mas, aos poucos, foi recuando. A Austrália, que demorou 25 minutos para conseguir uma boa jogada no ataque, acabou empatando o jogo após um escanteio em que a bola bateu na mão de Poulsen. Pênalti assinalado pelo VAR, convertido por Jedinak. O resultado deixou a segunda vaga para as oitavas-de-final em aberto no grupo C. As duas seleções ainda brigam pela vaga, que será decidida na última rodada. Os australianos precisam vencer o Peru, que já está eliminado, e torcer para que a Dinamarca perca para os franceses, que já estão classificados. Se isso acontecer, a classificação será decidida no saldo de gols. Um empate garante os dinamarqueses nas oitavas.

Nesta sexta-feira (22), mais três jogos. Às nove da manhã, horário de Brasília, o Brasil encara a Costa Rica em busca da sua primeira vitória na competição. Pressionados, os comandados de Tite precisam ganhar para respirar no grupo E. Nigéria e Islândia se enfrentam, ao meio-dia, em Volgogrado, pelo grupo D. Fechando o nono dia de jogos da Copa, a Suíça enfrenta a Sérvia, às três da tarde. As duas equipes fazem parte do grupo do Brasil. Os sérvios chegam empolgados após a vitória na estreia contra a Costa Rica, e a Suíça vai em busca da vitória para ultrapassar os sérvios na tabela.

 

Reportagem: Paulo Henrique Gomes

 

O que está por trás da decisão americana de deixar o Conselho dos Direitos Humanos da ONU

Saída acontece no mesmo momento em que a Unicef denuncia o país por separarem crianças dos pais na fronteira EUA-México

Os Estados Unidos oficializaram a saída do Conselho dos Direitos Humanos da ONU nesta semana. Segundo a embaixadora norte-americana Nikki Haley, os outros países não tiveram coragem de se juntar aos Estados Unidos para reformar o órgão. A embaixadora classificou o conselho como um “órgão hipócrita”. Os Estados unidos estavam na metade de um mandato de três anos no principal organismo de direitos humanos da ONU.

Os americanos já tinham ameaçado sair do conselho se não houvesse a reforma, acusando 47 países membros de ser “anti-Israel”. Na época em que o órgão adotou cinco resoluções contra Israel pelo tratamento aos palestinos, a embaixadora chegou a declarar que o “foco desproporcional e a hostilidade em relação à Israel provam que o conselho é motivado por viés político, e não pelos direitos humanos”.

A decisão de saída foi tomada enquanto outro assunto polêmico envolve os Estados Unidos. A Unicef também denunciou nesta semana a dura prática dos americanos de separarem crianças dos pais imigrantes na fronteira com o México.

Segundo dados oficiais, cerca de 2 mil menores foram separados das famílias em um prazo de seis semanas. Com a polêmica, o presidente Trump cedeu às pressões e assinou nesta quarta-feira (20) uma ordem para evitar a separação das famílias de imigrantes que cruzarem a fronteira com o México. No entanto, disse que manterá a “tolerância zero” em sua política de imigração.

Desde que Trump assumiu a presidência dos Estados Unidos, o republicano já deixou o acordo de Paris, sobre mudanças climáticas, e o acordo nuclear com o Irã. Essa é a primeira vez que um país anuncia a saída do quadro de membros em 12 anos de Conselho, sendo que a Líbia chegou a ser suspensa em 2011 por violações de direitos humanos durante a guerra civil no país.

 

Reportagem: Juliana Gonçalves

Favoritos, Portugal, Espanha e Uruguai vencem seus jogos nesta terça

Três partidas do dia tiverem o mesmo placar: 1 a 0

Sétimo dia de Copa do Mundo da Rússia. Três jogos disputados e os favoritos ganharam com gols de seus principais jogadores. Portugal venceu com gol de Cristiano Ronaldo. Pelo Uruguai, Suárez foi garantiu o triunfo celeste. Já a Espanha, contou com o oportunismo de Diego Costa. O curioso é que os três jogos do dia terminaram com o mesmo placar: 1 a 0.

Cristiano Ronaldo comemora o gol marcado contra o Marrocos

Não há mais como esperar moleza nessa Copa do Mundo. O Irã fez um jogo duríssimo contra a Espanha. O duelo foi muito equilibrado com chance para os dois lados. A Fúria mantinha a posse de bola, mas não levou tanto perigo ao gol adversário. Por outro lado, o Irã teve algumas boas chances de gol, mas não aproveitou as oportunidades.

Diego Costa marcou o gol da vitória espanhola aos oito minutos da segunda etapa. A bola bateu nele após a zaga iraniana tentar afastar e acabou no fundo das redes. Os iranianos chegaram a empatar a partida, mas o gol foi anulado após o consulta ao árbitro de vídeo.

Na partida que teve início ao meio-dia, o Uruguai venceu a Arábia Saudita pelo placar mínimo. Aos 22 minutos da primeira etapa, Luizito Suárez marcou para a Celeste Olímpica após cobrança de escanteio e falha do goleiro saudita. Com o resultado, o Uruguai enfrenta a Rússia na segunda-feira (25) para definir quem fica com a liderança do grupo A. Egito e Arábia Saudita jogam apenas para cumprir tabela, já que os dois já estão eliminados.

A seleção portuguesa marcou quatro gols até agora na Copa. Todos de Cristiano Ronaldo. Mesmo sem conseguir impor seu jogo, Portugal venceu o Marrocos por 1 a 0. Com o tento marcado, o gajo já é artilheiro isolado da competição. Além disso, o Robozão passou Puskás e se tornou o segundo maior artilheiro da história das seleções mundiais, atrás apenas de Ali Daei, do Irã.

Logo aos quatro minutos de jogo, o atual melhor do mundo abriu o placar de cabeça. Depois de sair na frente, Portugal não conseguiu se impor e passou sufoco. Os marroquinos criaram inúmeras chances, mas não conseguiram chegar ao gol de empate. Até onde será que o pai consegue levar os lusos na Copa? Vamos ver do que ele é capaz.

Três jogos dão continuidade à Copa do Mundo da Rússia nesta quinta-feira (21). Pelo grupo C, a Dinamarca enfrenta a Austrália, às nove da manhã, horário de Brasília. Em seguida, ao meio-dia, a França encara o Peru. Se ganharem seus jogos, França e Dinamarca garantem classificação para as oitavas de final.

O outro jogo é entre Argentina e Croácia. Após empatar com a Islândia, na estreia, os hermanos precisa da vitória para não voltarem para casa antes do esperado. A bola rola a partir das três da tarde.

 

Reportagem: Paulo Henrique Gomes

 

Imprensa estrangeira destaca empate e atuação aquém do esperado na estreia brasileira

Publicações destacaram também a discreta atuação de Neymar no empate contra a Suíça

O Brasil estreou na Copa do Mundo da Rússia com um empate contra a Suíça por 1 a 1. O jogo foi destaque na imprensa internacional, que ressaltou os dois lances polêmicos do jogo e a atuação discreta de Neymar.

O diário “Olé”, principal jornal da Argentina, destacou que a seleção brasileira teve um jogo duro contra os suíços e que isso está sendo uma constante na Copa. A publicação ainda continha algumas críticas a Neymar, considerado “muitas vezes apagado”. Os únicos elogios foram direcionados a Philippe Coutinho, autor do gol brasileiro.

Neymar sofreu dez faltas na partida contra a Suíça

O “New York Times”, dos Estados Unidos, destacou que o Brasil teve um “início desanimador” na Copa. Neymar foi novamente lembrado e foi considerado o ponto baixo brasileiro. O jornal também relembrou a lesão sofrida pelo atacante neste ano e relacionou a atuação abaixo da média com a contusão.

O jornal espanhol Marca foi além. Primeiro usou a manchete “Brasil também tropeça”, comparando a estreia da seleção brasileira com a da Argentina, que empatou em 1 a 1 com a Islândia, e com a da Alemanha, que perdeu por 1 a 0 para o México. Depois, modificaram a machete para “Neymar decepcionante: Sim, o Brasil é bem menos favorito”.

O texto recorda que foi a primeira partida de Neymar em uma Copa desde que sofreu lesão em uma das vértebras nas quartas de final do último Mundial. A publicação também destaca o número de faltas sofridas por Neymar: dez ao total, além do número exagerado de bolas perdidas pelo atacante.

O português “A Bola” usou um dado histórico para reforçar o sentimento de decepção dos brasileiros. Eles relembraram que a última vez que a seleção não venceu na estreia em Copas foi há 40 anos, em 1978, após empatar em 1 a 1 com a Suécia.

O italiano “La Gazzetta dello Sport” também adota essa linha com a manchete: “Brasil também parado!”. O francês “Le Monde” foi um pouco mais crítico. Sua manchete para o jogo é “A seleção é colocada em xeque pelos helvécios” e cita a partida abaixo do esperado por parte dos brasileiros.

E na Suíça? Como será que foram as manchetes? Lógico que eles valorizaram o desempenho de sua seleção. O jornal “Blick” publicou: “Suíça sensacionalmente marcou um ponto contra o Brasil”. Já o “Tribune de Genébre” destacou: “Um ponto que vale ouro para a equipe Suíça”.

 

Reportagem: Paulo Henrique Gomes

 

Com Marcelo de capitão, Brasil busca primeira vitória na Copa contra a Suíça

O lateral do Real Madrid será o 16º jogador da era Tite a entrar em campo com a braçadeira

O Brasil estreia neste domingo diante da Suíça com o 16º capitão da era Tite. Dessa vez, o lateral Marcelo entrará em campo com a braçadeira e a responsabilidade de liderar os companheiros. O atleta de 30 anos chega em grande fase ao Mundial, após ganhar o tricampeonato da Champions League pelo Real Madrid.

Desde que assumiu o comando da equipe, o técnico Tite adotou o rodízio dos tempos de Corinthians como forma de motivar todo o grupo e atribuir a mais de um jogador a responsabilidade de liderança. Havia a dúvida se ele manteria isso no Mundial, o que se confirmou. Neymar e Thiago Silva também devem ser outros atletas a serem capitães durante o Mundial.

Os onze titulares no primeiro jogo da Copa devem ser os mesmos que entraram em campo no amistoso contra a Áustria. Alisson no gol, Danilo, Thiago Silva, Miranda e Marcelo na defesa, com Casemiro, Paulinho, Philippe Coutinho no meio. No ataque, Willian, Neymar e Gabriel Jesus.

A bola rola ndeste domingo a partir das três da tarde, horário de Brasília, em Rostov.

 

Reportagem: Tácido Rodrigues

2º dia de Copa tem show de CR7 e vitória uruguaia na estreia

Irã também entrou em campo mais cedo e venceu graças a um gol contra

Ah, a Copa do Mundo. Que saudade que nós estávamos de você! Futebol o dia inteiro e, já no segundo dia de competição, um jogaço recheado de estrelas. Na sexta-feira (15), o clássico ibérico foi destaque da rodada.

Pelo grupo B, Portugal e Espanha ficaram frente a frente no estádio Olímpico de Sochi, no embate entre o talento individual contra o jogo coletivo. E logo de cara, a estrela de Cristiano Ronaldo brilhou. O gajo precisou apenas de três minutos de jogo para balançar as redes. Após sofrer pênalti, bateu com estilo abriu o placar.

Após o susto, os espanhóis começaram a equilibrar a partida e impuseram o seu estilo de jogo, com toque de bola sofisticado e movimentação. Até que aos 23, Diego Costa recebeu um lançamento, ganhou na dividida e deixou tudo igual para os espanhóis. Mas a alegria dos torcedores da Fúria durou só 20 minutos. Isso porque quem tem o jogador eleito cinco vezes o melhor do mundo, tem uma máquina de fazer gols. Aos 43, contando com um frangaço do goleiro De Gea, o Robozão, como é conhecido no Brasil, marcou o segundo dele e dos portugueses antes do intervalo.

A briga era de cachorro grande e a segunda etapa ainda guardava mais surpresas. Depois de uma jogadinha ensaiada, Diego Costa empatou novamente para os espanhóis, aos nove minutos de jogo. E não deu nem tempo para os portugueses assimilarem o empate, porque, aos 12, foi a vez de Nacho marcar e colocar a Espanha na frente do placar.

O jogo caminhava para a vitória espanhola, mas o homem estava impossível. Aos 42 minutos, Cristiano sofreu falta na entrada da área. Ele mesmo bateu, fez o terceiro dele na partida e garantiu um ponto precioso para os lusos. Final, Portugal três, Espanha três. Já na primeira partida, CR7 assumiu a artilharia da Copa na Rússia.Cristiano Ronaldo marca três na primeira partida e já é artilheiro da CopaOutras duas partidas também agitaram a segundo dia de Copa. Fechando as atividades do Grupo A, Uruguai e Egito se enfrentaram no primeiro jogo do dia. Depois de um jogo amarrado, mas com muitas chances perdidas para os dois lados, os uruguaios provaram mais uma vez a fama de copeiros e justificaram o favoritismo.

Já aos 44 da segunda etapa, Sánchez levantou a bola na área e Giménez foi mais alto do que todo mundo para testar no contrapé do goleiro, sem qualquer chance. Final, Uruguai um, Egito zero. O resultado deixa os uruguaios em segundo no grupo, já que a Rússia tem vantagem no saldo de gols. Mohamed Salah ficou no banco durante os 90 minutos e ainda se recupera de uma lesão sofrida na final da Liga dos Campeões.

No outro jogo do grupo B, Marrocos e Irã jogaram em São Petesburgo e também foram econômicos na quantidade de gols. Com um nível técnico relativamente baixo, as duas equipes não fizeram uma partida muito empolgante. Mas a emoção estava guardada para um dos últimos lances do jogo. Como uma espécie de replay do gol uruguaio na outra partida, o Irã conseguiu marcar graças ao gol contra de Aziz Bouhaddouz. Placar final, Marrocos zero, Irã um.

E neste sábado (16), o que não vai faltar é emoção. E quem quiser acompanhar todos os jogos vai ter que acordar cedinho. França e Austrália abrem os trabalhos do grupo C às sete da manhã, horário de Brasília.

Às dez da manhã é a vez de ver o craque Lionel Messi em ação. Isso porque a Argentina encara a Islândia. Uma hora da tarde a torcida rubro-negra vai sentar na frente da TV para ver o atacante Paolo Guerrero, que entra em campo pelo Peru no duelo contra a Dinamarca.

Fechando o dia, às quatro da tarde, Croácia e Nigéria se enfrentam em um duelo que promete ser equilibrado.

 

Reportagem: Raphael Costa

 

Torcedores vivem expectativa pela estreia do Brasil na Copa

Nas 20 partidas de estreia em Copas, seleção brasileira venceu 16, empatou duas e perdeu outras duas

Ansiedade. Muitos contaram as horas, outros dizem não estar nem aí. Alguns não se importam com o acontecimento, mas acham um excelente pretexto para tomar aquela cerveja com os amigos.

A Copa do Mundo de 2018 teve início nesta quinta-feira (14) com a partida entre Rússia e Arábia Saudita. E o Brasil? Quando o Neymar vai entrar em campo? Você faz parte do grupo dos ansiosos pela estreia ou dos que não liga muito para a Copa?

A primeira partida do Brasil no Mundial será contra a Suíça, neste domingo, às três da tarde, horário de Brasília. Como será que está a expectativa para a estreia brasileira na Copa? Será que os brasileiros estão confiantes e animados com a seleção brasileira?

O produtor de eventos Renan Cano acredita que o Brasil estreará com vitória na Copa. Para ele, Neymar e Gabriel Jesus irão marcar os gols da vitória brasileira.

“Minha expectativa para o jogo do Brasil é que vá passar fácil da Suíça. O Brasil está jogando bem, então eu acredito que vai ser um do Neymar e um do Jesus”.

Na opinião do estudante Yuri Alegria, o Brasil é favorito não só para ganhar a partida deste domingo, mas também a Copa do Mundo. Para ele, a seleção deve sofrer com o nervosismo no início do jogo, mas deve se impor durante a partida.

“Eu acho que a seleção brasileira é favorita tanto no jogo, quanto na Copa inteira. Acho que no início do jogo vai ter um pouco de nervosismo, normal de uma Copa do Mundo, mas acho que antes do segundo tempo já está uns 2 a 0, 3 a 0 pra nós”.

Para o servidor público João Gabriel Albuquerque, o Brasil deve enfrentar dificuldades contra a Suíça. Para ele, um empate não seria surpreendente, pois o Brasil deve enfrentar um adversário retrancado e terá dificuldades para fazer gols.

“Eu acho que a estreia do Brasil na Copa do Mundo contra a Suíça no domingo vai ser bem complicada. A Suíça gosta de jogar mais atrás, mais fechadinha e vai dificultar o ataque brasileiro em relação a isso. Mas o Brasil deve manter uma posse de bola durante boa parte do jogo, que talvez possa abrir um gol ou dois gols. Mas eu não acredito numa lavada, não. Se rolar um empate, eu não vou ficar surpreendido”.

Ainda há aqueles que não acompanham muito futebol, mas adoram o clima de Copa do Mundo. É o caso da funcionária pública Nathasha Nunes Corrêa. Para ela, o que importa mesmo é a reunião com os amigos, o jogo está em segundo plano.

“Minha expectativa, com certeza, gira em torno do encontro com os amigos, as reuniões, desses momentos mais calorosos. O Brasil, propriamente, eu não estou acompanhando. Não sei quando tem jogo, não estou acompanhando nada, não tenho essa expectativa em relação a isso, não estou acompanhando a parte do futebol, meu foco é a reunião entre os amigos”.

O Brasil participou de todas as edições de Copa do Mundo disputadas até o momento. E o desempenho em estreias é animador.

Nas 20 primeiras partidas da seleção brasileira em Copas, o Brasil venceu 16, empatou duas e perdeu outras duas.

As duas derrotas foram nas duas primeiras participações do Brasil em Mundiais, em 1930, no Uruguai, e em 1934, na Itália. As duas melhores estreias do Brasil em Copas foram contra o México.

Em 1950, os brasileiros ganharam por 4 a 0. Quatro anos depois, em 1954, na Suíça, vitória por 5 a 0. A última partida de estreia que o Brasil não saiu vencedor foi em 1978, na Argentina, quando o a seleção brasileira empatou por 1 a 1 com a Suécia.

E neste domingo contra a Suíça? Será que a seleção brasileira mantém a sequência de vitórias em estreias? O que vale mesmo é torcer e se divertir.

 

Redação – fmrural.com.br

Reportagem: Paulo Henrique Gomes

 

ESPECIAL COPA: Sob a batuta de Neymar, Brasil chega à Rússia como favorito ao título

Seleção brasileira quer apagar a última participação em Copas após a derrota, em casa, por 7 a 1 para os alemães

25 de fevereiro de 2018. O jogo do PSG contra o Olympique de Marselha pelo campeonato francês fez com que muitos brasileiros ficassem apreensivos. Neymar, o principal jogador da seleção brasileira, fraturou o quinto metatarso do pé direito, às vésperas da Copa do Mundo. Mas o tempo passou, nosso camisa 10 se recuperou e já está pronto para vestir a amarelinha na campanha em busca do hexa. Na Copa, o Brasil está no grupo E, ao lado de Suíça, Costa Rica e Sérvia.

O Brasil se classificou para a Copa com mais de um ano de antecedência. No entanto, engana-se quem pensa que desde o início das Eliminatórias o desempenho brasileiro passava confiança. Tudo mudou após Tite assumir o comando da seleção. Antes dele, sob a batuta de Dunga, o Brasil havia disputado seis partidas, com duas vitórias, três empates e uma derrota. Sexta colocação no geral, posição que deixava a seleção brasileira fora de uma edição da Copa do Mundo pela primeira vez.

E eu vou te mostrar com números porque Tite pode ser considerado o “salvador da pátria”. Com seus critérios baseados em “merecimento” e “o campo fala”, o treinador desenvolveu um padrão tático eficiente na seleção desde a primeira partida como comandante. Tite estreou diante do Equador, no dia 1º de setembro de 2016. Triunfo por 3 a 0 que encerrou um jejum de mais 30 anos sem vencer na casa do adversário.

De lá pra cá, foram mais dez vitórias, dois empates e nenhuma derrota. A classificação veio no duelo contra o Paraguai, na 14ª rodada. O placar foi o mesmo da estreia da era Tite: 3 a 0 para o Brasil. Nesses 12 jogos, o ataque brasileiro balançou as redes 30 vezes, enquanto a defesa foi vazada em apenas três oportunidades.Foto oficial da seleção brasileira antes da Copa do MundoO Brasil encerrou a participação nas Eliminatórias com 41 pontos em 18 partidas. Foram 12 vitórias, cinco empates, uma derrota, 41 gols marcados e 11 gols sofridos. Pontuação inédita e que entra para história da seleção no torneio como a maior desde que o atual sistema de disputa foi implantado, em 1998. Até então, o recorde era de 34 pontos, número que se repetiu nas edições de 2006 e 2010.

Com Pelé como destaque em 1958, 1962 e 1970, Romário em 1994, e Ronaldo em 2002, cabe à Neymar ser o protagonista em 2018. Apesar de contar com excelentes jogadores ao seu lado, como Philippe Coutinho, William e Gabriel Jesus, o jogador mais caro da história é a principal liderança técnica da equipe. O craque revelado no Santos já mostrou ao mundo do que é capaz.

Seus dribles desconcertantes, assistências geniais e vasto repertório de gols faz com que ele seja “o cara” da equipe. Aos 26 anos, o camisa 10 chegou a marca de 55 gols com a camisa do Brasil, número que o igualou a Romário, quarto maior artilheiro da história da seleção brasileira. Neymar ainda está atrás de Zico, que possui 66 gols pela seleção, Ronaldo Fenômeno, com 67 gols e, Pelé, que lidera a lista com 95 gols.Neymar é o principal jogador da seleção brasileiraA boa fase do Brasil faz com que a seleção seja credenciada como uma das favoritas ao título. A boa fase do goleiro Alisson, que é destaque em seu time e na seleção, transmite confiança aos brasileiros. A solidez defensiva e a segurança dos zagueiros, além da qualidade do lateral Marcelo, deixa os brasileiros menos preocupados. Casemiro, o “cão mordedor” do Brasil, chega à seleção após ótimas atuações pelo Real Madrid.

Paulinho, em grande fase pelo Barcelona, surpreende as defesas adversárias com suas aparições no ataque. A habilidade de Willian e Philippe Coutinho, titulares absolutos em suas equipes, é um diferencial para a velocidade no ataque e auxílio na recomposição defensiva. Gabriel Jesus é a esperança brasileira como centroavante. O atleta, que na última Copa pintava as ruas de seu bairro, nesta edição do Mundial tem o carinho dos torcedores brasileiros. Todos liderados por Neymar, o maestro da equipe.Provável escalação do Brasil durante a CopaO Brasil estreia na Copa contra a Suíça, em Rostov, neste domingo, às três da tarde, horário de Brasília. Na segunda rodada, a adversária será a Costa Rica, no dia 22, em São Petersburgo, às nove da manhã. A seleção fecha a primeira fase contra a Sérvia, no dia 27, em Spartak, às três da tarde, horário de Brasília.

 

Redação – fmrural.com.br

Por Paulo Henrique Gomes

 

Cerimônia de abertura discreta e goleada da Rússia marcam abertura da Copa

Na estreia, russos golearam a Arábia Saudita por 5 a 0

Aguardado ansiosamente por muitos, o dia 14 de junho chegou. Teve início hoje a Copa do Mundo da Rússia de 2018. Com capacidade para 80 mil espectadores, o estádio Luzhniki, em Moscou, recebeu a cerimônia de abertura da competição. Após o evento, a partida de abertura do torneio. Contando com o apoio da torcida, a Rússia goleou a Arábia Saudita por 5 a 0 e começou o Mundial com o pé direito.

Durante a cerimônia de abertura, o estádio lotado. Os torcedores vibraram com as apresentações do cantor britânico Robbie Williams, e da soprano russa Aida Garifullina. A cerimônia contou com a participação do ex-jogador Ronaldo, campeão mundial nos anos de 1994 e 2002.

Ronaldo é o maior artilheiro brasileiro na história das Copas e participou por duas vezes da cerimônia de abertura. Ele cumprimentou os jogadores russos nos vestiários e levou a campo o menino protagonista do vídeo de abertura da cerimônia. O ex-camisa 9 da seleção brasileira ainda ensaiou uma jogada com o garoto, que tocou a bola para o mascote Zabivaka.

A cerimônia de abertura durou aproximadamente 30 minutos e começou com um vídeo de apresentação com imagens de pontos turísticos russos e os estádios que serão utilizados durante a competição. Após os shows musicais, o presidente russo Vladimir Putin e o mandatário da Fifa, Gianni Infantino, discursaram para o público.

Rússia goleou Arábia Saudita na estreia da Copa

A partida que abriu a Copa do Mundo terminou com uma goleada da Rússia sobre a Arábia Saudita por 5 a 0. Gazinskiy, Dzyuba, Golovin e Cheryshev, duas vezes, marcaram para os russos.

Nesta sexta-feira (15), na outra partida do grupo A, o Uruguai enfrenta o Egito, às nove horas da manhã, horário de Brasília. A segunda partida do dia será entre Marrocos e Irã, ao meio-dia. Portugal e Espanha fazem o primeiro grande duelo da competição às três da tarde, com Cristiano Ronaldo em campo.

 

Redação – fmrural.com.br

Reportagem: Paulo Henrique Gomes

 

Vídeo: bebê de dois meses é abandonado entre túmulos de cemitério

Entenda a seguir o triste caso do bebê de dois meses que foi encontrado em um cemitério nas Filipinas

Um bebê de apenas dois meses foi abandonado no vão entre dois túmulos em um cemitério em Quezon nas Filipinas. Pessoas que moravam perto do cemitério ouviram um choro e acabaram encontrando o bebê.

Os moradores locais levaram o pequeno para a casa de um deles para os primeiros cuidados, depois entraram em contato com a polícia. Os policiais levaram o bebê para o hospital mais próximo.

Os médicos que atenderam o menino afirmaram que tudo indica que o pequeno ficou no cemitério por várias horas. “Há muitos ratos neste cemitério, se ele estivesse com algum machucado isto poderia ter atraído os animais, e aí o bebê poderia não ter sobrevivido”, disse um dos médicos que atendeu o menino.

O delegado responsável pelo caso, Guilhermo Eleazar, revelou que a mãe da criança já foi identificada.  De acordo com Eleazar, ela irá responder pelo crime de abandono de incapaz. “Estamos coordenando com o serviço social local quais atitudes devemos tomar. Quanto ao bebê, ele passa bem e está sob os cuidados do serviço social”, afirmou o delegado em entrevista ao jornal britânico Daily Mail.

O menino foi encontrado às no dia 28 de maio, mas o caso só foi divulgado agora.

 

Fonte: Bebê Mamãe