Categoria ESPORTE

Realize seu sonho adquirindo em parcela única os bilhetes da rifa de uma casa por apenas R$ 25.00

Você pode realizar o seu sonho e de sua família inteira – saindo do aluguel para morar em sua casa própria – é isso mesmo, por apenas R$ 25.00 você compra um bilhete da rifa e concorre a uma casa.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Leia abaixo, o regulamento e local onde de venda dos bilhetes:

Regulamento: O Instituto de Desenvolvimento Social da Paraíba – IDESP, inscrito na Receita Federal do Brasil, no CNPJ: 17.688.650/0001-74. Com sede à Rua São João do Rio do Peixe, Nº 53 Casa 07 – Bairro dos Municípios – Cajazeiras/PB – CEP: 58.900-000, responsável direto pelo projeto, confeccionou 5.000 bilhetes, numerados, padronizados com (dois) MILHARES cada um – dando oportunidade para qualquer pessoa, a partir dos (dezesseis) anos de idade, independente do sexo ou orientação sexual, religião ou cor da pele, possa adquirir e concorrer ao prêmio. Os bilhetes não pagos até (24 horas antes do sorteio), ou rasurados não receberão o prêmio. O concurso de entretenimento tem sorteio previsto para o dia (29/12/2018), às 15hs30, pela Loteria do Estado da Paraíba – LOTEP (Jogo do Bicho). Prêmio: Uma casa residencial localizada na Vila Jardineiro (zona rural) de Cajazeiras, projetada e construída pelos seus idealizadores. Os bilhetes serão vendidos ao valor de R$ 25.00 em parcela única e à vista. Especificações técnicas/construção: (01) casa residencial tipo edícula, medindo 100m²; com (02) quartos, (01) sala de estar, (01) cozinha com despensa, (01) banheiro, (01) área com acesso ao quintal, quintal frontal com acesso para veículo, em terreno de propriedade do IDESP, com matrícula e registro em cartório de imóveis local. Promoção: Rádio Rural FM de Cajazeiras – Rua Coronel Juvêncio Carneiro, 268 – Sala 08 – Centro – Cajazeiras-PB – Tels.: (83) 9.9151.0310 / 9.9927.3848 / 9.8101.3496.

Abaixo, fotos reais da construção:

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

https://www.facebook.com/radioruralfmpb/

https://twitter.com/radioruralfmpb/

https://instagram.com/radioruralfmpb/

 

Redação – fmrural.com.br

Fla encara Sport para manter liderança do Brasileirão

Vice-líder São Paulo enfrenta o Cruzeiro, em Belo Horizonte

O fim de semana chegou e você quer ficar em casa só descansando? Pode ficar tranquilo que tem Brasileirão maravilhoso e jogo de sobra para você assistir. É a 15ª rodada que pode definir novo líder ou novos enrolados com a parte de baixo da tabela.

No sábado, um aperitivo. O Ceará, lanterna da competição, precisa vencer de qualquer jeito para sair do pior lugar da tabela, mas não vai ter moleza, isso porque vai jogar contra o Fluminense, que vem de duas vitórias consecutivas.

Domingão de futebol? O Brasileirão tem de sobra meu amigo!Oito jogos vão deixar as torcidas atentas, e é bom você acordar cedo, porque duas dessas partidas vão ser às onze da manhã. Em Brasília, no estádio Mané Garrincha, o Vasco quer emendar a segunda vitória seguida, assim como seu adversário, o Corinthians.

Depois de perder no meio de semana, demitir o técnico Roger Machado e escolher Felipão como substituto, o Palmeiras tem compromisso diante de sua torcida contra o Paraná, que amarga o 18º lugar.

Não vale a Taça de Bolinhas, mas pode influenciar na liderança. No Maracanã, o Flamengo joga contra o Sport. O Mengão está na liderança com 31 pontos, dois a mais que o São Paulo. Já o Sport está em 12º na tabela e vem de três derrotas seguidas.

Flamengo vai em busca da vitória contra o Sport para manter a liderança

No Mineirão, briga boa na parte de cima da tabela. Depois de perder no meio de semana, o Cruzeiro encara o vice-líder São Paulo, em Belo Horizonte. Só a vitória interessa para os dois times.
Em penúltimo lugar e sem saber o que é vencer há cinco jogos seguidos, o Atlético Paranaense joga contra o Vitória em casa. Internacional e Botafogo duelam no Beira-Rio em busca de recuperação no campeonato.

Para fechar o fim de semana, o Santos quer vencer a primeira depois da pausa para a Copa do Mundo e recebe na Vila Belmiro o América de Minas. Na Arena Condá, a Chapecoense terá duelo contra o Grêmio.

Reportagem: Raphael Costa

 

Realize seu sonho adquirindo em parcela única os bilhetes da rifa de uma casa por apenas R$ 25.00

Você pode realizar o seu sonho e de sua família inteira – saindo do aluguel para morar em sua casa própria – é isso mesmo, por apenas R$ 25.00 você compra um bilhete da rifa e concorre a uma casa.

Galeria de fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Leia abaixo, o regulamento e local onde de venda dos bilhetes:

Regulamento: O Instituto de Desenvolvimento Social da Paraíba – IDESP, inscrito na Receita Federal do Brasil, no CNPJ: 17.688.650/0001-74. Com sede à Rua São João do Rio do Peixe, Nº 53 Casa 07 – Bairro dos Municípios – Cajazeiras/PB – CEP: 58.900-000, responsável direto pelo projeto, confeccionou 5.000 bilhetes, numerados, padronizados com (dois) MILHARES cada um – dando oportunidade para qualquer pessoa, a partir dos (dezesseis) anos de idade, independente do sexo ou orientação sexual, religião ou cor da pele, possa adquirir e concorrer ao prêmio. Os bilhetes não pagos até (24 horas antes do sorteio), ou rasurados não receberão o prêmio. O concurso de entretenimento tem sorteio previsto para o dia (29/12/2018), às 15hs30, pela Loteria do Estado da Paraíba – LOTEP (Jogo do Bicho). Prêmio: Uma casa residencial localizada na Vila Jardineiro (zona rural) de Cajazeiras, projetada e construída pelos seus idealizadores. Os bilhetes serão vendidos ao valor de R$ 25.00 em parcela única e à vista. Especificações técnicas/construção: (01) casa residencial tipo edícula, medindo 100m²; com (02) quartos, (01) sala de estar, (01) cozinha com despensa, (01) banheiro, (01) área com acesso ao quintal, quintal frontal com acesso para veículo, em terreno de propriedade do IDESP, com matrícula e registro em cartório de imóveis local. Promoção: Rádio Rural FM de Cajazeiras – Rua Coronel Juvêncio Carneiro, 268 – Sala 08 – Centro – Cajazeiras-PB – Tels.: (83) 9.9151.0310 / 9.9927.3848 / 9.8101.3496.

Abaixo, fotos reais da construção:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Abaixo, fotos reais da construção:

Este slideshow necessita de JavaScript.

https://www.facebook.com/radioruralfmpb/

https://twitter.com/radioruralfmpb/

https://instagram.com/radioruralfmpb/

 

Redação – fmrural.com.br

Mega-Sena acumula e deve pagar R$ 72 milhões nesta quarta-feira

As apostas podem ser feitas em qualquer lotérica do país

A Caixa Econômica Federal realizou o sorteio do concurso 2.061 da Mega-Sena neste sábado (21) e nenhum apostador acertou as seis dezenas. Os números sorteados foram: 33 – 36 – 40 – 44 – 45 – 54.

A estimativa do prêmio era de R$ 62 milhões. Mas, como ninguém acertou, o prêmio acumulou e agora está no valor de R$ 72 milhões para o próximo sorteio, que acontece nesta quarta (25). A probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de uma em mais de 50 milhões, com a aposta simples de seis números custando R$ 3,50.

As apostas podem ser feitas em qualquer lotérica do país. Para quem tem conta na Caixa Econômica, as apostas também podem ser feitas pelo computador, tablet ou celular.

 

Reportagem: Larissa Lago

 

Em jogo de ataque contra defesa, Inter derrota Ceará

Colorado assume terceira posição, enquanto Vozão segue no último lugar da tabela

A segunda-feira pode não ser uma unanimidade entre os melhores dias da semana, mas pelo menos no campeonato Brasileiro é dia de jogo, sim senhor. Uma partida no início desta semana deu ponto final na 14ª rodada do torneio nacional.

No Beira-Rio, o Internacional recebeu o Ceará e os objetivos das equipes eram bem distintos. Se por um lado o Colorado precisava da vitória para não perder as primeiras posições de vista, o Vozão precisava dos três pontos para sair da lanterna.

William Pottker marcou o gol da vitória Colorada

Apostando em contragolpes, os visitantes ergueram uma barreira defensiva sólida que impedia as principais tentativas dos donos da casa. A principal chance da primeira etapa foi sair somente aos 37 minutos. Após um corte seco em dois zagueiros, Rossi bateu, mas a bola explodiu no travessão.

A segunda etapa manteve o script do primeiro tempo. O Inter dominava as ações ofensivas, já o Ceará, quando conseguia ter o controle da bola, tentava atacar e acabava parando na marcação bem postada do time gaúcho. Até que aos 31, a insistência e determinação colorada foi recompensada. Após boa trama do ataque, Nico López chutou forte, o goleiro Éverson deu o rebote e William Pottker marcou o gol da vitória. Internacional um, Ceará zero. O resultado deixa o Colorado na terceira posição com 26 pontos, quatro a menos do que o líder Flamengo. Já o Vozão segue na amarga última posição

 

Reportagem: Raphael Costa

 

Em jogo eletrizante, Palmeiras bate Galo no Brasileirão

Flamengo vence e se mantém na liderança; São Paulo fica na cola após vencer o Corinthians

Do jeitinho que o torcedor gosta. O Brasileirão já retomou às atividades a pleno vapor e, neste fim de semana, nove jogos agitaram a 14ª rodada. No jogo mais emocionante que aconteceu no último domingo (22), o Palmeiras levou a melhor e afastou de vez qualquer início de crise. O Verdão recebeu o Atlético Mineiro diante de seu torcedor, no Allianz Parque. E não demorou para sair o primeiro gol. Logo aos dois minutos de jogo, o zagueiro Juninho falhou de forma bizarra na frente da grande área. Moisés, camisa dez palmeirense, não perdoou e bateu no canto, sem chances para o goleiro Victor. Um a zero para o Palmeiras.

Moisés abriu o placar na vitória do Palmeiras sob o Galo

Com o gol tão precoce, o Galo apresentou sinais de nervosismo, enquanto os donos da casa cozinharam o jogo. Moisés teve outra chance, mas parou no travessão. Na segunda etapa, a coisa esquentou. Com mais vontade dos dois lados e menos preocupação tática, o jogo ficou mais eletrizante. Mais uma vez, o grito de gol ecoou cedo. Aos cinco minutos, Luan aproveitou rebote e deixou tudo igual. Aos trinta, Bruno Henrique colocava o Palmeiras na frente do placar novamente e começava a escrever sua história no jogo. O Galo não se abateu. Chará empatou novamente aos 35. No apagar das luzes, aos 48, Bruno Henrique fez de cabeça e decretou a vitória palmeirense. Placar final, Palmeiras três, Atlético Mineiro dois. O Verdão assumiu a quinta posição com a vitória, já o Galo caiu para o quarto lugar.

Surpresa em São Januário. Apesar de jogar em casa, o Vasco não era o favorito no duelo contra o Grêmio, mas o Gigante da Colina fez valer o mando de campo e mostrou força e dedicação. Andrés Ríos marcou logo aos dois minutos, mas aos 31 o jogo ficou complicado. O lateral cruzmaltino Henrique tomou o segundo amarelo após falta em Luan e foi para o chuveiro mais cedo. Daí em diante, o Grêmio se lançou o ataque, mas não conseguiu transformar a pressão em gol. No fim, vitória vascaína no sufoco e alívio para os torcedores. Atropelo no clássico baiano. Bahia e Vitória jogaram na Arena Fonte nova e o Tricolor de Aço deu um verdadeiro chocolate no rival. Quatro a um para o Bahia, que ganha um fôlego na briga contra o rebaixamento e espanta a crise que rondava o clube. Visita ingrata na Ilha do Retiro. O Sport encarou o Fluminense em casa, mas acabou derrotado. Gabriel marcou para o time da casa, mas o Tricolor contou com a estrela do jovem atacante Pedro, que fez duas vezes e garantiu a vitória do Fluzão por dois a um.

De virada, o Cruzeiro bateu o Atlético Paranaense pelo mesmo placar e chegou à terceira colocação na tabela. No Durival de Britto, o Paraná derrotou o América Mineiro por um a zero. Em Santa Catarina, Chapecoense e Santos não saíram do zero a zero. No sábado, o líder venceu mais uma. Em apenas sete minutos, o Flamengo resolveu a vida contra o Botafogo. Matheus Sávio e Lucas Paquetá marcaram logo no início da partida e garantiram a vitória do Mengão, que permanece na liderança com 30 pontos. Quem está na cola do Rubro-Negro é o São Paulo, que derrotou o Corinthians com autoridade por três a um no Morumbi. Destaque para os dois gols do lateral tricolor Reinaldo. A partida também marcou a despedida de Rodriguinho, que deixou o Timão para jogar no futebol do Egito.

Nesta segunda-feira (23), Internacional e Ceará fecham a rodada do Brasileirão em situações bem diferentes. Em caso de vitória, o Colorado assume o terceiro lugar e se aproxima ainda mais dos líderes. Já para o Vozão, os três pontos podem tirar a equipe da lanterna do campeonato.

 

Reportagem: Raphael Costa

 

Mega-Sena pode pagar R$ 62 milhões neste sábado (21)

A aposta mínima, de 6 números, custa R$ 3,50

Foto: EBC

A Mega-Sena acumulou e pode pagar um prêmio de R$ 62 milhões neste sábado (21). O resultado vai ser divulgado às 20 horas e os palpites podem ser feitos até uma hora antes.

A aposta mínima, de 6 números, custa R$ 3,50 e para realizar o sonho de ser o próximo milionário, você deve marcar de 6 a 15 números do volante, podendo deixar que o sistema escolha os números para você, que é a chamada Surpresinha, ou concorrer com a mesma aposta por 2, 4 ou 8 concursos consecutivos, que é Teimosinha.

O ganhador pode receber o prêmio em qualquer casa lotérica credenciada ou nas agências da Caixa Econômica Federal. Caso o prêmio líquido seja superior a R$ 1.332,78 (bruto de R$ 1.903,98) o pagamento pode ser realizado somente nas agências da Caixa. Valores iguais ou acima de R$ 10.000,00 são pagos após 2 dias de sua apresentação na agência da Caixa.

Lembrando que quanto mais números marcar, maior o preço da aposta e maiores as chances de faturar o prêmio mais cobiçado do país.

 

Reportagem: Cintia Moreira

 

Para se manter na ponta, Fla encara Botafogo em rodada de clássicos

Confira os jogos da 14ª rodada do Brasileirão

Fim de semana chegou e para não deixar os apaixonados por futebol na mão, o Brasileirão promete dar muita emoção com briga pela ponta da tabela e clássicos estaduais.

Para abrir a 14ª rodada em grande estilo, no sábado (21) dois clássicos prometem dar aquela apimentada na rodada. O Maracanã, estádio icônico do futebol mundial, será palco do clássico entre Flamengo e Botafogo. Os dois vem de derrotas no meio de semana, mas as situações são diferentes. O Mengão quer se manter na ponta, enquanto o Fogão quer encostar na zona de classificação para a Libertadores.

Na outra ponta da via Dutra, terá clássico também. No Morumbi, o embalado São Paulo, vice-líder do campeonato, vai encarar o Corinthians, que ainda não passa total confiança ao torcedor desde que Osmar Loss assumiu o comando.

Já no domingão (22), sete partidas dão sequência à rodada. Depois de empatar no meio de semana, o Palmeiras tenta reencontrar a vitória em casa no jogo contra o Atlético Mineiro. O Vasco terá pela frente o Grêmio, em São Januário.

O Sport, que não sabe o que é vencer há três jogos, vai tentar mudar o panorama contra o Fluminense. Clássico baiano, meu rei! Bahia e Vitória duelam na Arena Fonte Nova.
Para fechar o fim de semana, o Cruzeiro enfrenta o Atlético Paranaense, que não anda muito bem das pernas na zona de rebaixamento, enquanto a Chapecoense recebe o Santos, em Santa Catarina.

 

Reportagem: Raphael Costa

CBF fecha patrocínio e Brasileirão terá novo nome a partir desta quarta

O novo nome “oficial” do Campeonato Brasileiro será “Brasileirão Assaí 2018”

CBF fecha patrocínio e Brasileirão terá novo nome a partir desta quarta
O Campeonato Brasileiro terá um novo nome “oficial” a partir desta quarta-feira (18): “Brasileirão Assaí 2018”.

Pois é, a mudança acontece porque a Confederação Brasileira de Futebol vendeu os direitos de title sponsor da competição para o Grupo Pão de Açúcar, dono da rede de atacado “Assaí”.

A última vez que o nome do Brasileirão foi negociado em um contrato de patrocínio foi em 2016, com a automobilística Chevrolet.

De acordo com o colunista Ancelmo Gois, do jornal “O Globo”, o Assaí representa 76% do lucro do Grupo Pão de Açúcar. O contrato com a CBF tem validade até dezembro de 2019 e pode ser renovado.

 

NOTÍCIAS AO MINUTO

França goleia a Croácia e é bicampeã 20 anos após título em casa

Duas décadas após vitimar a Seleção Brasileira na decisão da última Copa do Mundoque sediou, a França voltou a levantar o mais cobiçado troféu do planeta. O time comandado por Didier Deschamps, campeão como jogador em 1998, fez 4 a 2 sobre a Croácia na final deste domingo, no Estádio Luzhnikí, em Moscou, e igualou Argentina e Uruguai como detentora de dois títulos mundiais.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Agora, a França só está atrás de Brasil, com as suas cinco conquistas, e Alemanha e Itália, com quatro cada, no rol de maiores vencedores de Copas do Mundo. Os franceses ainda deixaram para trás Espanha e Inglaterra, ambas com uma taça, enquanto a Croácia precisou se contentar com o vice-campeonato, a sua melhor campanha em Mundiais. Em 1998, havia sido terceira colocada, posto hoje ocupado pela Bélgica.

Para superar os croatas, a França teve a mesma prudência das fases anteriores da Copa do Mundo da Rússia. Suportou a pressão inicial da equipe adversária e abriu o placar com um gol contra de Mandzukic. Absorveu o empate, que veio com Perisic, e voltou a ficar à frente ainda no primeiro tempo, em pênalti convertido por Griezmann. Na segunda etapa, Pogba e Mbappé transformaram o triunfo em goleada, e Mandzukic descontou em falha feia do goleiro Lloris.

Polêmicas e gols
A Croácia rejeitou o jogo estudado nos primeiros minutos da final da Copa do Mundo. Vindo de três prorrogações, o time dirigido por Zlatko Dalic aproveitou o fôlego inicial para partir para cima da França, aparentemente surpreendida pela postura da seleção adversária.

Os franceses, no entanto, não mudaram o estilo que marcou a sua campanha no Mundial. Com um jogo cauteloso desde a fase de grupos, a equipe de Didier Deschamps teve paciência para conter o ímpeto da Croácia e, aos poucos, começar a se soltar no gramado.

Aos 17 minutos, a França abalou, de fato, os croatas. Griezmann sofreu uma falta na ponta direita bastante contestada pela seleção adversária e apresentou-se para a cobrança. Ele levantou a bola na área, onde Mandzukic fez a torcida brasileira recordar Fernandinho, protagonista de lance infeliz contra a Bélgica, e cabeceou para anotar o gol contra.

Com a vantagem no marcador, a torcida francesa passou a cantar ainda mais alto no Estádio Luzhnikí, sobrepondo-se à maioria croata. Dentro de campo, o país campeão mundial de 1998 também parecia que tiraria proveito do momento para se impor diante da finalista inédita de Copas do Mundo.

A superioridade francesa, contudo, durou dez minutos. Aos 27, Modricbateu falta ensaiada, jogando a bola para o lado direito da área. Mandzukic e Rebic desviaram pelo alto até Vida escorar para Perisic. O meia da Internazionale cortou para a esquerda para se desvencilhar de Kanté e chutou forte e cruzado para empatar o jogo.

A França reagiu. Aos 35 minutos, Griezmann bateu um escanteio da direita, e Perisic tocou a bola com o braço ao afastar para a linha de fundo. O árbitro argentino Néstor Pitana já havia assinalado novo tiro de canto quando começou a ser convencido pela reclamação de Matuidi, que viu o lance, e seus compatriotas a consultar o VAR.

Pitana, então, correu em direção ao monitor instalado à beira do gramado. Demorou, mas assinalou o pênalti a favor da França. Griezmann, o homem das bolas paradas, ignorou a movimentação provocativa do goleiro Subasic, deslocou o oponente e recolocou a sua nação à frente no placar.

Virou goleada
Com mais de 60% de posse de bola no primeiro tempo, a Croácia iniciou o segundo sem alterações, esperançosa de que seria recompensada pela ofensividade. A França, como tinha feito na semifinal a ponto de enervar a Bélgica, não teve vergonha de se fechar e ficar armada para os contra-ataques.

O primeiro susto por meio de contragolpe ocorreu aos seis minutos. O astro Mbappé, apagado até então, foi lançado por Pogba e acelerou pela ponta direita, caçado por Vida. Só parou quando Subasic surgiu diante dele para fazer a defesa, em lance tão veloz quanto um grupo de torcedores que invadiu o campo pouco depois.

Embora a estratégia já tivesse mostrado potencial, a França resolveu se precaver também defensivamente, trocando Kanté, que tinha cartão amarelo, por N’Zonzi. Já Pogba, mesmo com algumas falhas na marcação, permaneceu no gramado. Para a alegria dos franceses.

Aos 13 minutos, Pogba fez mais um lançamento para Mbappé, que, desta vez, cruzou quando avançou à linha de fundo direita. Griezmann reteve a bola e rolou para trás, onde já tinha chegado o volante do Manchester United. Ele finalizou forte, carimbou a marcação e ficou com o rebote. Na segunda tentativa, estufou a rede.

A França assumiu o controle da decisão a partir de então. Abatida, a Croácia dava sinais de enfim ter acusado o desgaste físico, deixando a bola mais tempo nos pés dos franceses. Aos 19 minutos, Mbappé desferiu novo golpe ao ter espaço para concluir rasteiro de fora da área. Subasic, que nem esticou o braço, aceitou.

O quarto gol fez a França relaxar no Luzhnikí. Até demais. Aos 23, Varane recuou a bola para o goleiro Lloris, que, cheio de confiança, tentou driblar Mandzukic. Não conseguiu. O centroavante croata dividiu com firmeza e mandou para dentro, desta vez a favor do seu país.

Diminuir a considerável vantagem francesa fez a Croácia reavivar as suas esperanças, mas não tanto. Bem protegida, agora com Tolisso e Fekir nos lugares de Matuidi e Giroud, a França sabia administrar a partida, apenas à espera do momento de levantar, em 15 de julho de 2018, o troféu que Zinedine Zidane conquistou em 12 de julho de 1998.

FICHA TÉCNICA
FRANÇA 4 X 2 CROÁCIA

Local: Estádio Luzhnikí, em Moscou (Rússia)
Data: 15 de julho de 2018, domingo
Horário: 12 horas (de Brasília)
Árbitro: Néstor Pitana (Argentina)
Assistentes: Hernán Maidana e Juan Belatti (ambos da Argentina)
Cartões amarelos: Kanté e Hernández (França); Versaljko (Croácia)
Gols: FRANÇA: Mandzukic (contra), aos 17, e Griezmann, aos 37 minutos do primeiro tempo; Pogba, aos 13, e Mbappé, aos 19 minutos do segundo tempo; CROÁCIA: Perisic, aos 27 minutos do primeiro tempo, e Mandzukic, aos 23 minutos do segundo tempo

FRANÇA: Lloris; Pavard, Varane, Umtiti e Hernández; Kanté (N’Zonzi), Pogba, Mbappé, Griezmann e Matuidi (Tolisso); Giroud (Fekir)
Técnico: Didier Deschamps

CROÁCIA: Subasic; Versaljko, Lovren, Vida e Strinic (Pjaca); Brozovic, Rakitic, Rebic (Kramaric), Modric e Perisic; Mandzukic
Técnico: Zlatko Dalic.

 

Fonte: Gazeta Esportiva