Categoria Entretenimento

porpjbarreto

Feira Internacional de Turismo Rural oferece inscrições com preço promocional até quarta-feira (10)

Evento realizado pelo Sebrae Paraíba acontece entre os dias 1 e 4 de setembro, de forma digital

Tiveram início no dia 1 de junho as inscrições para a 16ª Feira de Turismo Rural (RuralTur), que será realizada de forma inteiramente digital, em virtude da pandemia da Covid-19.

Na oportunidade, serão reunidos renomados palestrantes de diversas partes do mundo, como Peru, Paraguai, Panamá, Argentina, Cabo Verde, Holanda e Brasil. O evento promovido pelo Sebrae Paraíba e que acontece entre os dias 1 e 4 de setembro, busca reunir milhares de pessoas, debater sobre temas importantes, incentivar a economia rural e servir como incentivo ao Turismo, tão afetado pela pandemia.

As inscrições acontecem com valor promocional até o dia 10 de junho, por R$100. Os interessados devem acessar o site da loja do Sebrae Paraíba (https://loja.sebraepb.com.br/loja/evento/2039095), onde está disponível o local para inscrição.

Serviço:

16ª Ruraltur e II CINTURR (Conferência Intercontinental de Turismo Rural)
Data: 1 a 4 de setembro de 2020

Local: 100% digital

Público-alvo: Empresas formalizadas – MEI, ME e EPP, produtores rurais com DAP, artesãos com SICAB, que atuam em atividades econômicas, vinculadas ao turismo rural, profissionais do trade turístico, gestores públicos, profissionais da imprensa, pesquisadores, professores e alunos dos cursos de turismo e visitantes em geral.
Inscrições: de 01 a 30 de junho, nos valores: R$ 120 de 11 a 20 junho e R$ 150 de 21 a 30 junho.

Para mais informações, o site é http://ruralturdigital.com.br/ e o Instagram @ruralturdigital

 

Assessoria

porpjbarreto

CCJ da ALPB aprova por unanimidade Projeto de Lei que cria auxílio emergencial para classe artística paraibana

Depois de dois pedidos de vista, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da ALPB, que se reuniu nesta segunda-feira (08), aprovou, por unanimidade, o Projeto de Lei (1756/2020), de autoria do deputado Jeová Campos, que institui a criação de um Auxílio Emergencial para os trabalhadores do setor cultural e para os espaços culturais no Estado da Paraíba, durante o período de calamidade pública decorrente do Covid-19. O PL segue agora para apreciação em plenário.

A apreciação da matéria já havia sido adiada por duas vezes. A primeira por causa de um pedido de vista do deputado Ricardo Barbosa e depois, pelo mesmo motivo, por solicitação do deputado Dr. Taciano Diniz. O deputado Jeová Campos comemorou a aprovação da matéria na CCJ, lembrando que essa é uma questão urgente, importante e necessária. “Quem vive da Arte e Cultura não só na Paraíba vem enfrentando de forma muito cruel essa pandemia e o pior, sem nenhuma expectativa de voltar as suas atividades, já que é um setor que não tem chance de voltar à normalidade antes do fim desta pandemia”, disse Jeová.

O PL beneficia o trabalhador do setor cultural com um recebimento do Auxílio Emergencial no valor equivalente a um salário mínimo nacional, ou seja, R$ 1.045,00 ou da complementação até este valor, caso o beneficiário receba auxílio de renda básica no âmbito do Governo Federal. Já os estabelecimentos receberiam um subsídio mensal no valor de R$ 3.500 para a manutenção desses Espaços Culturais.

Outros projetos de Jeová

Na mesma sessão da CCJ, outros dois projetos do parlamentar também foram apreciados. O PL 1657/2020, que trata sobre a obrigatoriedade de disponibilidade de fornecimento de equipamentos de proteção individual para os funcionários das empresas concessionárias de energia elétrica, que atuam no ambiente externo foi aprovado, por unanimidade pelos integrantes da Comissão. Já o PL 1656/2020, que destinava recursos arrecadados e não utilizados provenientes de depósitos referentes a penas alternativas na Justiça e fianças de ocorrências sob a administração do poder judicial estadual, para compra de EPIs para profissionais da área de saúde pública na vigência do estado de calamidade pública, foi rejeitado pela CCJ, que o entendeu inconstitucional.

Assessoria

porpjbarreto

Veneziano debate ações em favor do turismo paraibano com o trade turístico da Paraíba e o Secretário Executivo do Ministério do Turismo

O senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) participou de uma reunião virtual na noite da última sexta-feira (05) com representantes do trade turístico da Paraíba e o Secretário Executivo do Ministério do Turismo – Mtur, Higino Brito Vieira. O objetivo foi o de debater ações em favor do turismo paraibano e a participação do senador em inciativas que já tramitam e outras que irão tramitar no Congresso Nacional.

Na qualidade de vice-presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Turismo no Congresso Nacional, que reúne deputados federais e senadores de todo o país, Veneziano foi convidado por ter uma relação próxima com entidades ligadas ao turismo paraibano e nacional e por ter o turismo como uma de suas bandeiras de defesa no Congresso, através de inciativas de seu mandato e de apoio a proposituras que tramitam na casa e que dependem de uma articulação para tornarem-se realidade.

Além do senador paraibano e do representante do MTur, participaram da reunião virtual o presidente do Convention Bureau de João Pessoa, Marcus Abrantes; o presidente da Associação Brasileira dos Agentes de Viagem na Paraíba – ABAV-PB, Breno Mesquita; o advogado e membro da ABAV-PB, Alexandre Bronzeado; o presidente do Sindicato dos Hotéis, Bares e Restaurantes de Campina Grande – SindCampina, Divaildo Júnior; e a presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis na Paraíba – ABIH PB, Manuelina Hardman.

Durante o encontro, os participantes discutiram os prejuízos causados ao setor de turismo no Brasil – em especial na Paraíba – durante este período de pandemia e fizeram projeções para a retomada gradativa da normalidade no setor. Veneziano se colocou à disposição das entidades para intermediar as inciativas que o Congresso Nacional possa tomar em favor do segmento turístico brasileiro.

Ele disse ser importante que a “indústria do turismo” continue sendo uma importante força geradora de emprego e renda no Brasil e que assuma, também, um papel protagonista na retomada da economia nacional, no período pós-pandemia. “E neste sentido, podem continuar contando com nosso apoio, com nosso mandato e com a nossa presença e atuação no Congresso Nacional”, afirmou o parlamentar.

 

Assessoria de Imprensa

porpjbarreto

Patrono da ACAL, Hildebrando de Assis completaria cem anos dia 7 de junho

O próximo dia 7 de junho marcará o centenário de nascimento de Hildebrando de Assis, patrono da Academia Cajazeirense de Artes e Letras (ACAL), sendo dono da cadeira 20, ocupada pelo acadêmico Gutemberg Cardoso. O presidente da ACAL, Francisco Cartaxo (Frasssales) anunciou que a entidade se engajará nas comemorações do seu patrono, mesmo que de forma contingenciada em função das restrições e do isolamento social recomendado pela Organização Mundial de Saúde, em função do coronavírus.

Hildebrando de Assis nasceu em São José de Piranhas (PB), antigo Jatobá, no dia 7 de junho de 1920. Era filho de José Gonçalves de Assis e de Maria José Silveira de Assis. Tinha como avós paternos Francisco de Assis Gonçalves e dona Maria Querubina Assis Costa. E como avós maternos Antônio Cirilo Soares da Silveira e dona Raimunda Emídia Soares da Silveira. Era casado com Maria das Mercedes Leite, com quem teve dois filhos: Hermano Leite de Assis, musicista, e Mauro Leite de Assis engenheiro civil.

Hildebrando de Assis foi prefeito de Cajazeiras mais de uma vez por curtos períodos, na instável fase da política paraibana, entre a queda do Estado Novo em dezembro de 1945 e a vigência da Constituição democrática de 1946, quando a Paraíba teve diversos interventores.

Segundo o acadêmico Gutemberg Cardoso, em perfil publicado no livro “Patronos & Patronesses”, uma característica de Hildebrando era a visão ampla, além do seu tempo, com um olhar diferenciado em relação a arte e cultura. “Pode-se dizer que Hildebrando foi um dos precursores de maior influência para chegada da cultura teatral em Cajazeiras. E sua luta não foi debalde, pois fez com que Cajazeiras se destacasse até hoje no cenário artístico, recebendo prêmios e reconhecimento nacional e internacional”, acrescentou.

Conforme Frassales, além de Hildebrando, outros patronos terão centenários de nascimentos até o final de 2021. Em conferência virtual da ACAL, o acadêmico Rui Leitão sugeriu a criação de comissão para organizar eventos em homenagem ao patrono Deusdedit Leitão, cujo centenário de nascimento acontece em maio de 2021. A sugestão foi acatada e o presidente da ACAL anunciou a criação de comissões especiais para festejar o centenário de Deusdedit (07/05/1921), Rosilda Cartaxo (31/07/1921) e Monsenhor Luiz Gualberto (14/10/1921).

Assessoria

porpjbarreto

O Boticário une amor e arte para celebrar o Dia dos Namorados

A convite da marca, o ilustrador Felipe Guga assina as embalagens dos kits exclusivos para a data com ilustrações vibrantes 

Para traduzir o amor e suas diversas formas em presentes que tornam momentos a dois inesquecíveis, O Boticário, a marca de beleza mais amada pelos brasileiros*, convidou o designer e ilustrador Felipe Guga para celebrar o Dia dos Namorados. Autor do livro “Sorria, você está sendo iluminado”, publicado em 2015 pela Editora Record, e dono de um estilo singular, Guga assina as ilustrações que compõem os 14 kits exclusivos elaborados especialmente para a data. As mensagens de amor e positividade em cores vibrantes trazem a leveza que o momento sugere, e tornam o presente Boticário ainda mais marcante.

As ilustrações provocam reflexões sobre amizade e companheirismo, e embalam kits compostos com itens das marcas mais desejadas em perfumaria, cuidados e maquiagem. Não faltam opções para comemorar o Dia dos Namorados, celebrando o amor em um momento em que a convivência imposta pela quarentena – ou o distanciamento provocado por ela – reforça laços afetivos entre os apaixonados.

Com valores entre R$ 29,90 e R$ 249,90, os kits podem ser adquiridos sem sair de casa em quatro diferentes canais: no site www.boticario.com.br, no app disponível para versões Android e iOs, por meio de um revendedor ou ainda pelo WhatsApp, no número (41) 8771-4909 – número real e seguro – ou na plataforma do dispositivo. Confira as regras de atendimento e consulte a disponibilidade na sua cidade ou região no site da marca. As compras acima de R$ 100 realizadas pelo site ou app podem ser parceladas em até 10 vezes e, acima de R$129,90, o frete é grátis.

Em mais uma ação Compre e Doe, a cada kit de Namorados vendido, O Boticário vai doar um valor para as famílias das cooperativas do programa de reciclagem do Boti Recicla. O maior programa de logística reversa do país, com recolhimento de embalagens vazias de cosméticos em 4 mil pontos de venda, foi paralisado com o fechamento de grande parte das lojas em todo o país. O impacto na renda das famílias que vivem da coleta de recicláveis foi imediato. Ajudá-las faz parte da essência do Boticário, que preza pelo bem-estar e cultiva suas relações e, com a doação, faz sua parte para contribuir para que todos fiquem bem, na medida do possível.Com o resultado da ação de “Compre e Doe” de Dia das Mães, a marca vai apoiar 756 famílias do Boti Recicla com a doação de vale-alimentação, nesse momento em que estão sendo muito impactadas pelo isolamento.

 

Assessoria de Comunicação

porpjbarreto

CCJ da ALPB adia, mais uma vez, apreciação de Projeto de Lei que cria auxílio emergencial para classe artística paraibana

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da ALPB, mais uma vez, adiou a apreciação do Projeto de Lei (1756/2020), que institui a criação de um Auxílio Emergencial para os trabalhadores do setor cultural e para os espaços culturais no Estado da Paraíba, durante o período de calamidade pública decorrente do Covid-19. Na semana passada, a apreciação da matéria já havia sido adiada, na ocasião pelo pedido do deputado Ricardo Barbosa. Agora, foi a vez do deputado Dr. Taciano Diniz pedir vista. O deputado Jeová Campos, autor da propositura, lamentou mais esse adiamento e lembrou que essa é uma questão urgente, importante e necessária.

“Quem vive da Arte e Cultura na Paraíba vem enfrentando de forma mais aflitiva e a cada dia todo esse tempo de quarentena, que avança, ninguém sabe até quando, sem ter a menor perspectiva de voltar as suas atividades”, disse Jeová, lembrando que o setor cultural foi o primeiro a ser afetado com a pandemia e será o último a voltar à normalidade após todo esse processo. “A classe artística paraibana terá, agora, de suportar uma angustiante semana de espera, na esperança de que nosso Projeto de Lei ou outra proposta consensual e coletiva seja, enfim, encaminhada e aprovada pelo plenário da Casa”, reiterou Jeová.

O parlamentar estava na expectativa de que a CCJ avaliasse o PL na sessão desta terça-feira (02), mas, não foi o que se concretizou. “Ontem, tivemos um encontro remoto com a participação de artistas, lideranças e apoiadores do movimento cultural paraibano e ainda com doze parlamentares da ALPB que já manifestaram apoio a iniciativa e hoje, mais uma vez, a CCJ adia a apreciação do PL, mas, vamos aguardar a próxima reunião da Comissão na esperança que essa etapa seja vencida”, disse Jeová.

A proposta beneficia o trabalhador do setor cultural com um recebimento do Auxílio Emergencial no valor equivalente a um salário mínimo nacional, ou seja, R$ 1.045,00 ou da complementação até este valor, caso o beneficiário receba auxílio de renda básica no âmbito do Governo Federal. Já os estabelecimentos receberiam um subsídio mensal no valor de R$ 3.500 para a manutenção desses Espaços Culturais.

 

Assessoria de Comunicação

porpjbarreto

Em edição digital, a 16ª Ruraltur busca alcançar público internacional e capacitar empreendedores

Promovida pelo Sebrae Paraíba, a Feira de Turismo Rural acontecerá de 1 a 4 de setembro de 2020

Voltada para empresas, produtores rurais e artesãos que atuam em atividades econômicas vinculadas ao turismo rural, trade turístico, gestores públicos, imprensa, pesquisadores, professores e universitários, a 16ª edição da Feira de Turismo Rural (Ruraltur), acontecerá entre os dias 1 e 4 de setembro, de forma gratuita e totalmente online.

Com o tema “A Inteligência do Turismo Rural” o evento busca conversar sobre o turismo rural, por meio da economia criativa e de experiência e da produção associada ao turismo, bem como, auxiliar no desenvolvimento e visibilidade dele, em todo país.

Para os organizadores, a diferença de um evento online, para um físico é grande. “Os resultados são bem maiores, por ter maior abrangência, visibilidade, segurança para todos em tempos de pandemia, prospecção de negócios, otimiza tempo, minimiza investimentos, e o número de visitantes é incomparável”, disse Regina Amorim, gestora de Turismo do Sebrae Paraíba.

O evento, organizado pelo Sebrae Paraíba, acontecerá junto a OMT – Organização Mundial do Turismo, e será sede da Conferência Intercontinental de Turismo Rural (II CINTURR), em parceira com o IDESTUR – Instituto do Turismo Rural do Brasil.

Com palestras nacionais e internacionais, a Ruraltur tem o suporte e organização promovidos pela mesma equipe que foi responsável pela realização e sucesso, da FINCC Digital.  “Acredito que, todo evento digital passa a ser internacional, porque o mercado digital não tem fronteiras”, disse Regina. O evento tem capacidade para 150 expositores e funciona como incentivo para empreendedores, por possibilitar a experiência de vendas online, o que muda muitas vezes a visão dos empresários e oferece novas oportunidades. “Temos como base a FINCC Digital que teve resultados incríveis. Ela serviu como incentivo para não interromper o calendário de eventos, do Sebrae Paraíba e realiza-los de forma adequada ao cenário econômico atual ”, completou.

Expositores – Para os empreendedores interessados em participar do evento, o investimento de inscrição é de:

R$ 100 de 01 a 10 de junho.

R$ 120 de 11 a 20 de junho

R$ 150 de 21 a 30 de junho.

O valor inclui exposição em loja virtual, capacitação voltada para o mundo digital, oficina para aprender a fazer pitch e colocar fotos e pequenos vídeos inteligentes na loja virtual.

II CINTURR – Paralelamente à RuralTur, será realizada a II Conferência Intercontinental de Turismo Rural (CINTURR), considerado um dos maiores eventos do setor. Com o tema “Turismo e Desenvolvimento Rural”, a Conferência acontecerá nos dias 1 e 4 de setembro com o objetivo de promover uma reflexão sobre o turismo, tendo a ruralidade como elemento de inovação por meio da exposição de cenários, desafios e soluções. Na programação, os participantes poderão conferir reuniões institucionais com Associações Internacionais, debates, minicursos, oficinas e visitas técnicas digitais.

Serviço:

16ª Ruraltur e II CINTURR (Conferência Intercontinental de Turismo Rural)

Data: 1 a 4 de setembro de 2020

Local: 100% digital

Público-alvo: Empresas formalizadas – MEI, ME e EPP, produtores rurais com DAP, artesãos com SICAB, que atuam em atividades econômicas, vinculadas ao turismo rural, profissionais do trade turístico, gestores públicos, profissionais da imprensa, pesquisadores, professores e alunos dos cursos de turismo e visitantes em geral.

Inscrições: de 01 a 30 de junho.

 

Assessoria de Imprensa

porpjbarreto

Romance que retrata processo da época da escravidão na PB é sugerido pela Academia no Facebook

Está na página do Facebook da Academia de Letras, Ciências e Artes do Vale do Mamanguape (ALCA-VM), na seção Dica de Leitura, a indicação do romance histórico-jurídico “A Preta Gertrudes” do escritor e desembargador do Tribunal de Justiça da Paraíba, Marcos Cavalcanti de Albuquerque. A 25ª obra do magistrado foi lançada em 2018 com 386 páginas e tem o selo da Editora A União.

O livro relata o caso emblemático da ‘Preta Gertrudes’, escrava paraibana que recorreu à Justiça para não ser vendida em praça pública, como pagamento de uma dívida. O autor esmiuçou a história do personagem em 28 capítulos: da infância feliz de Gertrudes a orfandade, passando pela menina escrava, seu romance com o índio Kauê, entre outros tópicos marcantes.

Segundo Cássio Marques, secretário da ALCA-VM, a seção Dica de Leitura é um espaço de divulgação de livros publicados pelos membros da Academia do Vale do Mamanguape. “A ação visa fortalecer e divulgar o acervo literário dos 25 acadêmicos que compõem a Academia de Letras, Ciências e Artes do Vale do Mamanguape nas mídias digitais”, ressaltou, acrescentando que estreando essa iniciativa foi apresentado como dica de leitura o romance histórico: A Preta Gertrudes.

No ano passado, a obra ganhou adaptação para o teatro, com o título ‘O Julgamento da Preta Gertrudes’. De acordo com o desembargador Marcos Cavalcanti, diretor da Escola Superior da Magistratura (Esma) e, também, da academia, a peça, em um único ato, é desenvolvida em três partes e cada parte com duas cenas. Além da própria Gertrudes e do Índio Kauê, com quem teve um relacionamento amoroso, a apresentação teatral traz, ainda, as personagens do Frade (Frei João da Encarnação), do Velhaco (Carlos José da Costa), do Juiz de Fora, de fiéis depositários, desembargadores, entre outros. O prefeito, o escrivão, o carcereiro, grupo de Índio, e o primeiro fiel depositário participam como figurantes.

“É um trabalho difícil, em que precisei fazer uma releitura da obra. Saímos da ficção do romance para o teatro, terminando com o julgamento de Gertrudes no Tribunal, assim como foi no livro”, disse o autor.

A Preta Gertrudes – A ‘Negra do Tabuleiro’, como era chamada, vendia frutas, verduras e o que mais lhe permitiam. Com cerca de 30 anos, Gertrudes Maria não quis ser vendida em praça pública e, para que isso não acontecesse, travou uma guerra judicial pela própria liberdade.

Ela teve que se opor a um embargo de penhora contra seu senhor, iniciado em 1828, que colocou em risco a sua liberdade parcial. Seu grande feito foi o de não ter se posicionado de forma passiva e de ter procurado, de imediato, o auxílio de advogados em sua defesa. Naquela época, não era comum às mulheres ou aos homens escravizados contratarem advogados ou serem representados por eles.

Gertrudes chegou a ser presa. Para conseguir a liberdade de volta, solicitou um novo responsável, o tenente Modesto Honorato Victor. Quatro meses depois, em abril de 1841, o mesmo credor entrou com uma ‘Ação em Juízo’ na tentativa de vender Gertrudes e os filhos dela em praça pública para receber a dívida, sendo estas as últimas informações registradas sobre o caso.

 

Assessoria de Imprensa – TJPB

porpjbarreto

O Boticário une amor e arte para celebrar o Dia dos Namorados

A convite da marca, o ilustrador Felipe Guga assina as embalagens dos kits exclusivos para a data com ilustrações vibrantes

Para traduzir o amor e suas diversas formas em presentes que tornam momentos a dois inesquecíveis, O Boticário, a marca de beleza mais amada pelos brasileiros*, convidou o designer e ilustrador Felipe Guga para celebrar o Dia dos Namorados. Autor do livro “Sorria, você está sendo iluminado”, publicado em 2015 pela Editora Record, e dono de um estilo singular, Guga assina as ilustrações que compõem os 14 kits exclusivos elaborados especialmente para a data. As mensagens de amor e positividade em cores vibrantes trazem a leveza que o momento sugere, e tornam o presente Boticário ainda mais marcante.

As ilustrações provocam reflexões sobre amizade e companheirismo, e embalam kits compostos com itens das marcas mais desejadas em perfumaria, cuidados e maquiagem. Não faltam opções para comemorar o Dia dos Namorados, celebrando o amor em um momento em que a convivência imposta pela quarentena – ou o distanciamento provocado por ela – reforça laços afetivos entre os apaixonados.

Com valores entre R$ 29,90 e R$ 249,90, os kits podem ser adquiridos sem sair de casa em quatro diferentes canais: no site www.boticario.com.br, no app disponível para versões Android e iOs, por meio de um revendedor ou ainda pelo WhatsApp, no número (41) 8771-4909 – número real e seguro – ou na plataforma do dispositivo. Confira as regras de atendimento e consulte a disponibilidade na sua cidade ou região no site da marca. As compras acima de R$ 100 realizadas pelo site ou app podem ser parceladas em até 10 vezes e, acima de R$129,90, o frete é grátis.

 

Compre e Doe – Em mais uma ação especial, a cada kit de Namorados vendido, O Boticário vai doar um valor para as famílias das cooperativas do programa de reciclagem do Boti Recicla. O maior programa de logística reversa do país, com recolhimento de embalagens vazias de cosméticos em 4 mil pontos de venda, foi paralisado com o fechamento de grande parte das lojas em todo o país. O impacto na renda das famílias que vivem da coleta de recicláveis foi imediato. Ajudá-las faz parte da essência do Boticário, que preza pelo bem-estar e cultiva suas relações e, com a doação, faz sua parte para contribuir para que todos fiquem bem, na medida do possível.Com o resultado da ação de “Compre e Doe” de Dia das Mães, a marca vai apoiar 756 famílias do Boti Recicla com a doação de vale-alimentação, nesse momento em que estão sendo muito impactadas pelo isolamento.

Serviço: 

Kit Lily 

Preço: R$ 249,90 

Preço NE: R$ 229,90  

01 Lily Eau de Parfum Válvula, 75ml

01 Creme Esfoliante Corporal, 200ml

01 Creme Acetinado Desodorante Hidratante Corporal, 200ml

 

Kit Malbec 

Preço: R$ 209,90 

01 Malbec Desodorante Colônia, 100ml

01 Malbec Black Desodorante Colônia, 75ml

01 Malbec Antitranspirante Desodorante Aerosol, 75g

 

Kit Coffee Woman Seduction 

Preço: R$ 199,90

01 Coffee Woman Seduction Desodorante Colônia, 100ml

01 Creme Desodorante Hidratante Corporal, 200ml

01 Intense Batom Cremoso 22 sensações, 3,6g

01 nécessaire 22x14cm

 

Kit Egeo Dolce 

Preço: R$ 169,90 

Preço NE R$ 164,90 

01 Egeo Dolce Desodorante Colônia, 90ml

01 Marshmellow Desodorante Hidratante Corporal, 250g

01 Creme Esfoliante Corporal, 200ml

 

Kit Floratta Flores Secretas 

Preço: R$ 149,90 

Preço NE R$ 144,90  

01 Floratta Flores Secretas Desodorante Colônia, 75ml

01 Loção Desodorante Hidratante Corporal, 250g

01 Sabonete líquido, 200ml

 

Kit Cecita Blossom 

Preço: R$ 109,90 

Preço Ne: R$ 99,90  

01 Cecita Blossom Desodorante Colônia, 100ml

01 Creme Desodorante Hidratante para Mãos, 50g

01 Saquinho flores Cecita Blossom

 

Kit Nativa SPA Flor de Ameixa 

Preço: R$ 99,90 

Preço NE: R$ 94,90  

01 Nativa SPA body splash Desodorante Colônia Flor de Ameixa, 200ml

01 Loção Desodorante Hidratante Corporal, 400ml

 

Kit Men Galbe 

Preço: R$ 99,90 

Preço NE: R$ 94,90  

01 Men Galbe Desodorante Colônia, 100ml

01 Men Antitranspirante Desodorante Aerossol 6 em 1, 31g

01 Men Shower gel 3 em 1 – Cabelo, Corpo e Barba, 75g

 

Kit Intense 

Preço: R$ 54,90 

01 Batom Mate 170 Segredos

01 Batom Cremoso 380 risos

01 Batom Mate 330 Loucuras

 

Kit Sabonetes Glamour 

Preço: R$34,90

02 Glamour sabonetes perfumados em barra, 90g

01 Glamour Secrets Black sabonete perfumado em barra, 90g

 

Kit Cuide-se Bem Nuvem Miniatura 

Preço: R$29,90

01 Creme desodorante hidratante para mãos, 30g

01 Sabonete perfumado em barra, 25g

01 Saquinho Cuide-se Bem

Kit Men Miniatura 

Preço: R$49,90  

01 Antitraspirante desodorante aerosol 6 em 1, 31g

01 Shower gel 3 em 1 cabelo, corpo e barba, 75g

01 Sabonete perfumado em barra, 90g

Sobre O Boticário

O Boticário é uma empresa brasileira de cosméticos, unidade de negócios do Grupo Boticário. Inaugurada em 1977, em Curitiba (Paraná), a marca tem a maior rede franqueada de cosméticos do país com mais de 3.700 pontos de venda, em 1.750 cidades brasileiras, e mais de 900 franqueados. Presente em 15 países, há mais de 40 anos desenvolve produtos com tecnologia, qualidade e sofisticação – seu portfólio tem mais de 850 itens de perfumaria, maquiagem e cuidados pessoais. Comprometido com a beleza das pessoas e do planeta, O Boticário não realiza testes em animais e investe na melhoria contínua de produtos e processos para torná-los cada vez mais sustentáveis.

 

Assessoria

porpjbarreto

Academia Cajazeirense de Artes e Letras registra primeiro ano realizando conferência virtual com “imortais”

Um encontro histórico. Assim pode ser definida a Conferência Virtual da Academia Cajazeirense de Artes e Letras (Acal), realizada no último domingo, 24 de maio, como forma de marcar o primeiro ano de instalação da entidade. Em virtude do isolamento social recomendado pela Organização Mundial de Saúde, em função do coronavírus, toda a programação agendada para a data foi cancelada. A Conferência Virtual aconteceu através do aplicativo Zoom e reuniu 19 membros da Acal.

A Conferência foi comandada pelo presidente Francisco Sales Cartaxo (Frassales), tendo a acadêmica Nadja Claudino como mediadora e os acadêmicos Christiano Moura e Linaldo Guedes no apoio técnico à mediação do evento.

O primeiro ano de criação da entidade seria comemorado com festa, lançamentos de livros e revistas da instituição e de seus acadêmicos. Em virtude da pandemia, o evento foi adiado e transformado em Conferência Virtual.

A conferência foi aberta pelo presidente Frassales, que deu informes sobre o adiamento da festa e dos eventos programados para o aniversário de primeiro ano da Acal. Falaram, ainda, na parte inicial da conferência, o vice-presidente Ubiratan di Assis, que explicou o andamento das articulações para a aquisição de uma sede própria para a entidade, que atualmente funciona provisoriamente no Casarão da Epifânio Sobreira. Também falou o acadêmico Linaldo Guedes, contando detalhes da revista da ACAL, que seria lançada nesta data.

Em seguida, a mediadora abriu inscrições para todos os acadêmicos. Os membros da ACAL falaram de diversas partes do país, como Cajazeiras (PB), João Pessoa (PB), Fortaleza (CE), Rio de Janeiro RJ), Recife (PE), Guarulhos (SP) e Lucena (PB). Entre os temas abordados pelos acadêmicos, estão o de abertura de inscrições para novos membros, a inclusão em ata do registro das participações dos acadêmicos Mariana Moreira e Rui Leitão como colunistas de A União, além de matéria do jornal sobre aniversário da Acal, realização dos eventos com lançamentos de livros e da revista da entidade no mês de agosto e a explicação de como foi organizada a conferência virtual.

Participaram da conferência os seguintes acadêmicos: Frassales Cartaxo, Ubiratan di Assis, Nadja Claudino, Linaldo Guedes, Christiano Moura, Lenilson Oliveira, Constantino Cartaxo, Helder Moura, José Antônio de Albuquerque, Guilherme Sargentelli, Bosco Maciel, Irismar Gomes, Mariana Moreira, Gildemar Pontes, José Caitano, Naldinho Braga, Alexandre Costa, Francelino Soares e Rui Leitão. A Acal foi instalada, oficialmente, em 24 de maio de 2019, em solenidade realizada no Cajazeiras Tênis Clube.

 

Assessoria