Categoria Cultura

porpjbarreto

NOTA – Adiamento da palestra de Leandro Karnal em Cajazeiras

NOTA

Buscando contribuir com a sociedade neste momento marcado por uma pandemia provocada pelo coronavírus, e seguindo as recomendações das autoridades em saúde para que seja evitada a aglomeração de pessoas, o Sebrae Paraíba e a Livraria Universitária comunicam o adiamento da palestra com o professor e historiador Leandro Karnal, que seria realizada nesta quinta-feira (19), no município de Cajazeiras.

Com a decisão, a palestra foi remarcada para o dia dois de julho, no mesmo local e horários anteriormente anunciados pela organização do evento. De acordo com o diretor técnico do Sebrae Paraíba, Luiz Alberto Amorim, a medida se faz necessária para colaborar com as ações que estão sendo adotadas na Paraíba e no país como um todo para prevenir e reduzir os casos da doença provocada pelo vírus.

Estamos buscando colaborar com a sociedade para o cumprimento de todas as medidas de emergência que se fazem necessárias neste momento, contribuindo para preservar a saúde do público, dos nossos clientes e da sociedade como um todo”, explicou.

Para esclarecer dúvidas ou obter mais informações sobre o assunto, o público pode entrar em contato com o Sebrae Paraíba através do telefone 0800 570 0800.

 

Assessoria – Sebrae

porpjbarreto

Iniciados ensaios e preparação para a Paixão de Cristo nos dias 09 e 10 de abril em Cajazeiras

Já foram iniciados os ensaios e a preparação para a realização do espetáculo da Paixão de Cristo 2020 em Cajazeiras, tendo à frente o Grupo Teatral Fênix, com apoio da Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Cultura e Turismo (Secul).

O espetáculo será apresentado nos dias (09) e (10) de abril, na quadra do Xamegão, no centro da cidade, dentro da programação da Semana Santa.

De acordo com os coordenadores, os ensaios estão sendo realizados no Centro Cultural Zé do Norte, de segunda a sábado, sempre a partir das 19h00.

“Teremos grandes novidades este ano, como novos atores, novas cenas e novos figurinos”, disse um dos coordenadores do espetáculo.

Já o secretário de cultura do município, Ubiraran di Assis, destacou o apoio que vem sendo dado ao espetáculo pela Prefeitura, via Secult, seguindo determinação do prefeito José Aldemir Meireles,

 

Secom

porpjbarreto

Homenagem a Antonio Barros e Cecéu (Capital paraibana) e ao roteirista pernambucano Cleodon Coelho

“A ARTE DE APRENDER” PRESTA HOMENAGEM À DUPLA DA MÚSICA POPULAR BRASILEIRA ANTONIO BARROS E CECÉU E AO ROTEIRISTA CLEODON COELHO

Na capital paraibana, o projeto teatral “A Arte de Aprender” prestou homenagem à dupla da música popular brasileira Antonio Barros e Cecéu e ao Roteirista, Jornalista, Biógrafo e Diretor Cleodon Coelho.

No dia 11 de março, um dos maiores compositores do Brasil, Antonio Barros, comemora 90 anos de vida ao lado de sua grande parceira CecéuHomem com h, Por debaixo dos panos, Bate coração, Procurando tu, Casamento da Maria, Sou o estopim, Amor com café, Forró do poeirão, Forró do xenhenhém, Óia eu aqui de novo; são algumas das canções que fazem parte do acervo de músicas autorais do casal, gravadas por grandes intérpretes da MPB.

2020 é considerado o “Ano Antonio Barros” pela comemoração de sua vida e representação musical brasileira de suma importância. As obras e a vida dos artistas serão apresentadas em circuito nacional através do projeto “Antonio Barros e Cecéu”, que está na captação para a realização de um espetáculo musical teatral, documentário cinematográfico e biografia literária.

O pernambucano homenageado, Cleodon Coelho, desde 1991, realiza importantes trabalhos na área de Comunicação Social, Entretenimento e Literatura Brasileira. Atuou como repórter da Editora Abril e foi roteirista da TV Globo durante 15 anos escrevendo para programas como Domingão do Faustão, Encontro com Fátima Bernardes, Som Brasil, TV Globinho e Vídeo Show, entre outros. E criou, ao lado de Paula Zanettini, o programa Estação Globo Festa, apresentado por Ivete Sangalo. A biografia José Pimentel – para além das Paixões é o seu terceiro livro. Como autor, possui mais duas obras literárias: Nossa senhora das oito, sobre a novelista Janete Clair, e Lílian Lemmertz – sem rede de proteção, um dos maiores sucessos de vendas e de crítica da Coleção Aplauso.

O palco do Teatro Ednaldo do Egypto reuniu um encontro de gerações de talentos paraibanos com a participação musical da cantora mirim Mariah Yohana, violinista e cantora Belle Soares, cantor Philipe Carneiro e da cantora Mayra Barros. Os atores apresentaram um espetáculo com monólogos e uma esquete homenageando a história do casal Antonio Barros e Cecéu. Em cena, Andry Lira, Aslã Ravyck, Clara Cavalcanti, Camilly Santos, Danilo Lima, Débora Duany, Gabrielle Cardoso, Juliana Guimarães, Kassyano Saymon, Lira Junior, Lucas Martins, Laura Alice, Liones Melquiades, Mayra Barros, Mariah Yohana, Matheus Nicácio, Nady Rodrigues, Philipe Carneiro, Paulo Lira, Rosilda Rose, Samara Pontes, Sérgio Nazza Samla Amorim.

Ministrado pela atriz e produtora Sheilla Martins, curso livre de teatro “A Arte de Aprender” teve início em 1996, na Escola Estadual Cuba, localizada na Ilha do Governador, no Rio de Janeiro. “A Arte de Aprender” é reconhecido pela capacidade de desenvolver e dar base artística e humana a todos os seus participantes quebrando as barreiras da timidez daqueles que o procuram, como também, preparando pessoas que desejam seguir a carreira artística. São 24 anos de grandes realizações por onde passou, nos Estados do Rio de Janeiro, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Alagoas e Paraíba.

O discurso dos homenageados emocionou o público presente. Os quilos de alimentos não perecíveis arrecadados foram doados para o Hospital Padre Zé. O Evento contou com o patrocínio cultural da Água Rabelo, apoio do NAC – Núcleo de Arte ContemporâneaFloricultura Toque de Amor – Decorador André Luiz e do Designer Venâncio Veber. Além dos agradecimentos especiais ao diretor Valdir Santos do NACMárcio Victor Personal Trainer, Empreendedor, Consultor empresário da Notória ProduçõesKarine Fernandes Araújo Especialista em Nutrição Esportiva Funcional, Obesidade e EmagrecimentoDoutor Erickson Moura Nutrologia – Medicina do Esporte – Hipertrofia Emagrecimento e Dalvanira Frinéia – D & F Studio de Beleza

Fotos/Crédito: Aslã Ravyck e divulgação Rede Social. Vídeos: Reprodução/Divulgação.

porpjbarreto

Atração do Jampa RockFestival, Vitor Kley faz primeiro show em João Pessoa

Cantor impressiona pelo talento precoce e o carisma no palco

Ele conquistou o Brasil com a música “O Sol”, em 2017. A bordo desse hit, passou a percorrer o país com seus shows e sua energia singular. Mas a sua história na música começou bem antes de estourar com essa canção – ele tem dois discos independentes, lançados em 2009 e 2012, e assinou a sua primeira composição aos tenros 10 anos de idade. O nome dele é Vitor Kley, porto-alegrense de 25 anos confirmado como uma das atrações do Jampa Rock Festival, megevento que acontece em João Pessoa no dia 4 de abril, no Espaço Cultural José Lins do Rego, a partir das 17h.

Em 2015, Vitor foi contratado pela gravadora Midas Music, do consagrado produtor Rick Bonadio (produtor de artistas como Charlie Brown Jr., Mamonas Assassinas, Titãs, Rouge, Ira! e NX Zero). O primeiro EP com produção de Rick virou um marco na carreira do artista. Com sete faixas autorais, o EP inclui as músicas já trabalhadas “Dois amores”, “Armas a nosso favor” e “Faro”, que também contabilizam milhões de acessos nas plataformas de streaming.

O single “Morena” chegou em junho de 2018. Composto por Vitor, rapidamente caiu no gosto do público – o clipe da canção já ultrapassa 60 milhões de views no Youtube. Cinco meses depois, lançou o terceiro disco, intitulado “Adrenalizou”, pela gravadora Midas Music. O álbum, com 14 canções (sendo cinco inéditas) recebeu o Disco de Platina. Entre as músicas já conhecidas estão “O Sol”, com o qual o artista ganhou Disco de Ouro e Disco de Diamante Duplo; “Farol”, uma homenagem ao pai; e o hit “Morena”, que venceu o Disco de Diamante. Entre as inéditas, destaque para a faixa “Adrenalizou”, que batiza o disco, e para “Bem te vi”, uma parceria com a cantora Kell Smith. A direção artística é assinada por Rick Bonadio.

Em 2019, Vitor Kley realizou diversos shows em Portugal, sendo um deles em um dos maiores festivais do país, o Meo Sudoeste. Lá, conquistou o single de platina com o “O Sol”, música que chegou ao primeiro lugar nas rádios portuguesas. Dentre os últimos lançamentos, Vitor se uniu ao duo Anavitória e, juntos, carimbaram mais um sucesso, “Pupila”, lançado em julho passado. Em setembro, ele lançou seu novo single, “A tal canção para a lua”, que faz parte do projeto Microfonado, gravado de forma acústica no estúdio Midas. A música tem como convidado Samuel Rosa, vocalista do Skank.

Jampa Rock – O segundo lote ingressos para o festival que vai ficar na história da Paraíba já estão sendo vendidos no site Ingresso Nacional e nos pontos físicos listados (ver serviço). O camarote (que não será open bar) e o front stage terão entrada exclusiva antes da abertura dos portões. Quem estiver no camarote, (ou Palco Herbert Vianna), poderá acessar o front stage do Palco 2 – mas o contrário não será permitido. Haverá setores de acessibilidade em frente aos palcos.

Serviço:

Jampa Rock Festival

Data: 04/04/20

Horário: a partir das 17h

Local: Praça do Povo do Espaço Cultural José Lins do Rego

Valores

·         Pista meia: 112,00

·         Pista social (+ 2 kg de alimento): 122,00

·         Front Palco II: 132,00

·         Camarote Atol (ao lado do Palco Herbert Vianna): 182,00

Vendas

Campina Grande: Loja Avatim, no Partage Shopping

João Pessoa: Lojas Appshop, nos shoppings Manaira, Mangabeira e Mag; Loja Avatim, no Mag Shopping

Online: www.ingressonacional.com.br

Produção: Colônia Produções

 

Assessoria: Vivass Comunicação

porpjbarreto

Livro destaca importância do Hospital do Bem para pacientes oncológicos do Sertão

“No Hospital do Bem em cada frasco de quimioterapia ou tratamento não tem apenas remédio, tem esperança, fé, otimismo e cura e aqui comemoramos a vida, a possibilidade de superação, enfim, acolhemos pessoas com um diagnóstico de câncer e junto com elas buscamos a cura e revalidamos a vida”, disse a oncologista Nayarah Castro, na manhã desta quarta-feira (04), durante evento de lançamento do livro ‘Lições da Vida’. A autora da obra, a professora aposentada Miriam Medeiros dos Santos, de 65 anos, foi paciente do Hospital e ano passado recebeu o diagnóstico de cura de um câncer de mama. O lançamento do livro, que também faz referência a atuação do Hospital e acolhimento de sua equipe, aconteceu no hall da unidade com a presença de pacientes, acompanhantes, funcionários, familiares da escritora, além de integrantes do grupo ‘Amigas Viva a Vida’ e se transformou numa cerimônia emocionante, cujos depoimentos validaram a importância do Hospital do Bem para os pacientes oncológicos do sertão paraibano.

Um dos depoimentos mais emocionantes foi o da Dra. Nayarah, que há 11 anos vivenciou o outro lado da história ao também ser diagnosticada com câncer, superou a  doença e hoje é uma das médicas responsáveis pelo ambulatório do Hospital do Bem e é quem direciona a quimioterapia dos pacientes. “Essa unidade é um instrumento de Deus que conduz para o milagre da cura e eu sou uma médica que usa o conhecimento para dar esperança e temos recebido muitas bênçãos e mesmo quando não obtemos a vitória da cura sobre a doença, assistimos nossos pacientes acolhendo-os para que tenham a melhor qualidade de vida possível”, reiterou Dra. Nayarah, acrescentando que “o diagnóstico de câncer não é um decreto de morte, mas de revalidação da vida”. Na ocasião, ela lembrou do caso de um paciente desenganado, com câncer de pulmão que tocou o sino da cura essa semana. “Foi mais uma vitória de tantas outras que contabilizamos e que ainda vamos comemorar”, disse.

A autora do livro, que reúne pensamentos e reflexões sobre a superação de desafios ao longo da vida, entre eles, o período em que fez o tratamento de um câncer de mama no Hospital do Bem, lembrou que cada pessoa tem suas batalhas pessoais e são sobreviventes de suas próprias lutas. “Eu próprio sou uma sobrevivente, porque superei um primeiro casamento traumático, criei quatro filhos sozinha com salário de professora, enfrentei o preconceito de ser separada, sobrevivi a uma infecção hospitalar que teve reflexos doloridos durante oito meses em minha vida, sobrevivi a morte de dois netos e de minha filha há três anos, vi meu filho ficar em coma durante meses e, mais recentemente, superei esse câncer. Portanto, todos nós temos batalhas a vencer e o importante é não desanimar”, disse Miriam Medeiros que, em seguida, participou de uma sessão de autógrafos.  O neto dela, Kleber Peixoto, veio de Campina Grande, especialmente, para tocar violão e cantar algumas músicas durante o lançamento, entre as quais, ‘Tocando em Frente’, de Almir Sater, ‘Eternos Amigos’, ‘Sonhos e Poemas’ e ‘Alma Nua’.

A diretora geral do Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro, o qual o Hospital do Bem está vinculado, Liliane Sena, destacou o orgulho e satisfação de sua equipe ao promover o lançamento da obra no Hospital do Bem. “É uma honra para nós esse momento, pois a sua história Miriam se entrelaça com a nossa na medida em que caminhamos todos juntos durante o tratamento, você sempre disposta, sorridente, alto astral e nós lhe dando o aporte da Medicina e da humanização para que isso ocorresse e todos acreditando que sua cura seria possível, assim como acreditamos em todos os nossos pacientes” destacou Liliane.

Sobre o livro

Escrito despretensiosamente, o livro ‘Lições da vida’ marca a estreia na literatura de Miriam Medeiros. “Não escrevi o livro unicamente por causa da doença, nem para me projetar de alguma forma, mas, por um conjunto de fatores que me levaram a refletir que posso, através de minhas reflexões, das experiências que vivi, inspirar outras pessoas a superarem momentos difíceis”, afirma ela, que além de realizar o lançamento da obra em vários locais, passou a dar palestras motivacionais. “Descobri que posso ajudar as pessoas com meu próprio testemunho e isso tem me deixado bastante gratificada”, destaca ela que em partes do livro e na contracapa faz referências ao Hospital do Bem e agradecimentos à equipe da unidade. Na última página do livro, Miriam destaca uma citação de Zíbia Gaspareto que retrata bem sua postura diante da vida: “A felicidade é uma conquista que tem diferentes portas, e, só a encontra quem descobre sua própria porta e a própria chave para abri-la”.

Sobre o tratamento

Miriam foi diagnosticada com um câncer de mama e foi acolhida pelo Hospital do Bem, de Patos, onde fez o tratamento cirúrgico e quimioterápico e, em 2019, tocou o sino da cura na unidade, que simboliza a vitória da saúde sobre a doença. Ela iniciou o tratamento na unidade em novembro de 2018, fez cirurgia em janeiro de 2019 e começou a quimioterapia em março do mesmo ano, encerrando o ciclo de tratamento com a radioterapia, no Hospital Napoleão Laureano, em João Pessoa. “Eu sou muito prática e acho que a vida é feita de escolhas e eu escolhi ser feliz. Eu escolhi que iria viver e fazer o possível para me curar e tive a sorte de contar com o Hospital do Bem nessa jornada”, afirma ela.

 

Assessoria 

porpjbarreto

Jampa Rock Festival: Falta apenas um mês para o rock invadir João Pessoa

Primeira edição do evento contará com cinco atrações, dois palcos na Praça do Povo do Espaço Cultural e seis horas de show

Fãs de todas as gerações já podem se preparar para o maior festival de rock da Paraíba, o Jampa Rock Festival. Falta apenas um mês para o mega evento que promete agradar e surpreender o público com apresentações especiais em seis horas de show, estrutura com dois palcos, praça de alimentação, camarotes exclusivos e setores de acessibilidade. “A proposta do evento é oferecer uma experiência única em todos os sentidos. Sabemos que o público de João Pessoa e estados vizinhos valorizam o rock e, com certeza, estará aqui pra prestigiar a primeira edição do evento. Estamos fazendo tudo com muito zelo e carinho”, declara Daniel Rodrigues, da Colônia Produções. Promovido pela Colônia Produções, o show acontecerá no dia 4 de abril, no Espaço Cultural, e terá como grande homenageado o cantor, músico e compositor Herbert Viana, líder do Paralamas. O show contará com cinco atrações: Biquíni Cavadão, Os Paralamas do Sucesso, Vitor Kley, Capital Inicial e a paraibana Val Donato, representando o estado como atração local.

Os Paralamas do Sucesso

Val Donato

Capital Inicial

Vitor Kley

O evento terá um dia de programação, mas o desejo dos organizadores é torná-lo parte do calendário cultural da Paraíba e ser cada dia maior. “Em um futuro próximo, queremos que o evento passe a acontecer em mais de um dia. Nosso desejo é trazer mais atrações paraibanas e montar outras ilhas do rock, tornando o evento cada vez mais grandioso. Queremos que seja algo inovador e único”, detalhou Fábio Henrique, da Colônia Produções. “O festival é a demonstração de que acreditamos no cenário do rock na Paraíba. Queremos dar espaço a essa expressão. O nosso papel será enaltecer o rock, tanto o que já tem reconhecimento nacional quanto o que produzimos aqui”, conta.

Ingressos – O público pode adquirir os ingressos via Ingresso Nacional e, em João Pessoa, nas lojas Appshop, nos shoppings Manaíra, Mangabeira e Mag, e na Loja Avatim, no Mag Shopping. Já em Campina Grande, os ingressos estão sendo vendidos na loja Avatim, do Partage Shopping. O camarote (que não será open bar) e o front stage terão entrada exclusiva antes da abertura dos portões. Quem estiver no camarote, (ou Palco Herbert Vianna), poderá acessar o front stage do Palco 2 – mas o contrário não será permitido. Haverá setores de acessibilidade em frente aos palcos.

Serviço:

Jampa Rock Festival

Data: 04/04/20 (sábado)

Horário: 17h

Local: Praça do Povo do Espaço Cultural José Lins do Rego

Valores

Pista meia: 112,00

Pista social (+ 2 kg de alimento): 122,00

Front Palco II: 132,00

Camarote Atol (ao lado do Palco Herbert Vianna): 182,00

Vendas

Campina Grande: Loja Avatim, no Partage Shopping

João Pessoa: Lojas Appshop, nos shoppings Manaíra, Mangabeira e Mag; Loja Avatim, no Mag Shopping

Online: www.ingressonacional.com.br

Produção: Colônia Produções

 

Assessoria de Imprensa

porpjbarreto

Ex-paciente lança livro nesta quarta-feira no Hospital do Bem

A professora aposentada Miriam Medeiros dos Santos, de 65 anos, da cidade de Malta, passou pela experiência de ser diagnosticada com um câncer de mama, foi acolhida pelo Hospital do Bem, de Patos, onde fez o tratamento cirúrgico e quimioterápico e, em 2019, tocou o sino da cura na unidade, que simboliza a vitória da saúde sobre a doença. Juntando pensamentos e reflexões deste e de outros momentos singulares em sua vida, a professora reuniu no livro ‘Lições da Vida’ uma série de relatos que podem ser fonte de inspiração para outras pessoas superarem momentos difíceis em suas vidas. Nesta quarta-feira (04), às 9h, a população de Patos terá a oportunidade de conhecer o conteúdo da obra. Nesta data, a autora fará o lançamento do livro na cidade e uma sessão de autógrafos no hall do Hospital do Bem. O evento é aberto ao público.

A obra é uma coletânea de pensamentos e foi escrita despretensiosamente pela autora que estreia na literatura com ‘Lições da Vida’. “Não escrevi o livro unicamente por causa da doença, nem para me projetar de alguma forma, mas, por um conjunto de fatores que me levaram a refletir que posso, através de minhas reflexões, das experiências que vivi, inspirar outras pessoas a superarem momentos difíceis”, afirma ela, que perdeu a única filha mulher, aos 36 anos, de um enfarte fulminante. “Eu sou feliz por mim e por ela”, afirma Miriam que em partes do livro e na contracapa faz referências ao Hospital do Bem e agradecimentos à equipe da unidade.

“Eu sou muito prática e acho que a vida é feita de escolhas e eu escolhi ser feliz. Eu escolhi que iria viver e fazer o possível para me curar e tive a sorte de contar com o Hospital do Bem nessa jornada”, afirma ela, que iniciou o tratamento na unidade em novembro de 2018, fez cirurgia em janeiro de 2019 e começou a quimioterapia em março do mesmo ano, encerrando o ciclo de tratamento com a radioterapia, no Hospital Napoleão Laureano, em João Pessoa. Ela tocou o sino da cura em setembro de 2019.

Das 24 mulheres que junto com Miriam tocaram o sino da cura do Hospital do Bem, no ano passado, 19 se trataram de câncer na mama, quatro de câncer no ovário e apenas um caso foi na Vesícula Biliar. Para a diretora geral do Complexo, Liliane Sena, poder fazer o lançamento do livro no Hospital é uma oportunidade que deixa todos que integram a unidade muito felizes. “Quando soubemos do lançamento do livro, não apenas pela obra mencionar o trabalho que desenvolvemos aqui, mas, sobretudo, por passar lições de superação e otimismo, que é tudo o que vivenciamos no nosso dia a dia, pensamos logo numa forma de realizar esse lançamento aqui e o faremos na quarta, com essa sessão de autógrafos”, destaca a diretora, convidando a população de Patos a prestigiar o evento.  O livro estará à venda por um valor de R$ 30,00.

 

Assessoria 

porpjbarreto

Carnaval 2020: Decretado ponto facultativo nos órgãos da administração municipal de Cajazeiras nesta segunda-feira (24)

Através do Decreto Nº 008/2020, de 21 de fevereiro de 2020, o prefeito de Cajazeiras, José Aldemir Meireles de Almeida, instituiu ponto facultativo nos órgãos da administração municipal, com exceção dos serviços essenciais, na próxima segunda-feira (24), véspera do feriado de Carnaval que ocorre na terça-feira (25), ao mesmo tempo em que determina que o expediente da quarta-feira (26) seja das 12h00 às 18h00.

Secom

porpjbarreto

Hospital do Bem de Patos realiza “grito de carnaval” e surpreende pacientes

No Hospital do Bem, de Patos, a tristeza não faz morada e o que impera é a alegria, a esperança, o amor, a empatia e, sobretudo, a humanização. E foi a partir dessa vivência cotidiana de que a rotina da unidade vai muito além dos medicamentos prescritos, das consultas realizadas, dos tratamentos e cirurgias realizadas que, no começo da manhã da última quarta-feira (19), pacientes, colaboradores e acompanhantes foram surpreendidos com um grito de carnaval, com direito a bandinha de frevo passando por vários setores da unidade, seguido de um momento de conversa sobre a importância da alegria na terapêutica dos pacientes e, por fim, um lanche coletivo. A ação também foi realizada nas dependências do Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro, ao qual o Hospital do Bem está integrado.

Lindacir Pastor Guedes, 50 aos, moradora de Desterro, que é paciente da unidade onde foi acolhida para tratar de um câncer de mama, finalizou seu tratamento quimioterápico no ano passado, mas ainda realiza consultas de acompanhamento e hormonioterapia e foi uma das pacientes que se encantou com a ação carnavalesca. “Eu achei uma coisa muito importante. Foi uma surpresa muito agradável. Achei lindo, aliás tudo neste hospital é interessante. Chegar aqui hoje para pegar uma medicação e encontrar uma banda de frevo, uma festa, uma alegria dessa, essa comemoração e os pacientes tudo se divertindo, foi muito bonito”, disse ela. Dona Lindacir lembrou ainda que mais que o tratamento, os pacientes precisam de força. “Vocês nos dão muita força, porque a gente que se depara com um câncer precisa de força para subir, senão a gente só cai, só se deita”, concluiu ela.

“A receptividade de nossa ação estava estampada nos olhares, nos risos, na alegria e na forma como todos se integraram ao evento, seja dançando, se abraçando uns aos outros ou mesmo se alegrando com as músicas tocadas. Foi muito emocionante ver a alegria dos pacientes com essa ação”, destaca a diretora geral do Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro, Liliane Sena. O Hospital do Bem atua com atendimentos exclusivos na área oncológica.

A oncologista Nayarah Castro destaca a importância de promover ações que estimulem a alegria, que humanizem o ambiente hospitalar. “Foi unanimidade a aceitação de nossos pacientes à iniciativa, que promoveu um momento de integração e alegria contagiantes e conseguimos até, por um momento, que eles esquecessem que estavam em tratamento e vivenciarem a alegria do carnaval. A proposta de associar nosso ambiente a alegria e não a tristeza ficou ainda mais forte hoje com essa iniciativa”, destaca a médica que também entrou no clima de carnaval.

 

Assessoria 

porpjbarreto

Ex-prefeitos “puxam” bloco carnavalesco e atrai multidão pelas ruas centrais de Cajazeiras

Denise acenou para o povo, num gesto de reconhecimento e respeito

O bloco Vixe Maria recém-criado por foliões de Cajazeiras, saiu às ruas centrais da Terra do Padre Rolim na noite desta quarta-feira (19) de fevereiro.

Prestigiando o início das festividades carnavalescas, os ex-prefeitos de Cajazeiras, Dr. Carlos Antônio e sua esposa Dra. Denise Albuquerque “puxaram” a multidão que se concentrou nas proximidades da Praça Ana de Albuquerque com a Rua Dr. Victor Jurema, com destino à Praça Dom Adalto “Praça do Xamegão”. Um mini trio sonorizou o evento.

De acordo com informações de foliões, alguns vereadores aliados do casal Carlos/Denise estiveram acompanhando e prestigiando o momento de entretenimento alusivo à festa de momo.

 

Redação