Categoria Cultura

porpjbarreto

Festa de Nossa Senhora da Conceição, Padroeira de Campina Grande, será aberta na noite deste domingo, na Catedral

A festa de Nossa Senhora da Conceição, Padroeira de Campina Grande, será aberta na noite deste domingo (29), na Catedral Diocesana, na Avenida Floriano Peixoto, no centro da cidade. Este ano, por conta da pandemia do novo coronavírus, a festa traz algumas alterações em relação ao modelo tradicional, para cumprir todos os protocolos sanitários e garantir a segurança dos fieis.

Uma das alterações é que não ocorrerá a tradicional procissão nem a Missa no Parque do Povo, no dia da Padroeira, 8 de dezembro. De acordo com o Bispo Diocesano, Dom Dulcênio Fontes de Matos, ao invés da procissão haverá uma carreata com a imagem de Nossa Senhora da Conceição, saindo do Hospital Regional de Emergência e Trauma Dom Luis Gonzaga Fernandes, passando pelos Hospitais Antônio Targino e Pedro I, como forma de homenagear os profissionais de saúde que atuam na cidade durante a pandemia.

O tema deste ano: “Mãe de Deus, Mãe dos homens, Mãe na fé”, reflete o exemplo de Maria para os Cristãos, sendo ela referência e exemplo para a fé católica, conforme expresso no trecho do Evangelho de Lucas: “Feliz aquela que acreditou” (Lc 1,45). A Catedral também promoverá mais uma edição do Projeto Solidariedade e Partilha, com a Campanha do Alimento. Pelo projeto, até o dia 8 de dezembro a Catedral receberá doações de alimentos não perecíveis para a montagem de cestas natalinas que serão entregues a famílias carentes atendidas pelas Pastorais do Menor e de Promoção da Mulher.

A programação do Novenário e Missa acontecerá normalmente, com a participação de Bispos e Padres convidados que, a cada noite, serão responsáveis pela celebração. Os fiéis poderão participar presencialmente. Para tanto, a Catedral está tomando todas as providências para manter o distanciamento e a disponibilização de álcool em gel para que comparecer, como vem acontecendo nas celebrações atualmente.

Veja a programação completa:

Novenário (sempre às 19h)

Domingo – 29/11

Celebrante: Padre Rodolfo Lucena (Pároco do Aluízio Campos)

Pregador: Padre Danilo César (Vigário Paroquial do Rosário)

Segunda – 30/11

Celebrante: Padre José Aldevan (Pároco das Graças)

Pregador: Padre Clemente (Vigário Paroquial das Graças)

Terça – 01/12

Celebrante: Dom Vitor Agnaldo de Menezes (Bispo de Propriá-SE)

Quarta-feira – 02/12

Celebrante: Padre Jeferson Barbosa (Pároco de Barra de São Miguel)

Pregador: Padre Arimatéa Júnior (Pároco de Santa Cecília – Alcantil)

Quinta-feira – 03/12

Celebrante: Dom Manoel de Oliveira Soares Filho (Bispo de Palmeira dos Índios-AL)

 

Sexta-feira – 04/12

Celebrante: Padre Evanilson José (Pároco de Esperança)

Pregador: Padre Wesley Rangel (Vigário Paroquial de Esperança)

Sábado – 05/12

Celebrante: Padre Denis Alves, CRL (Pároco do Presidente Médici)

Pregador: Padre Jadeilson Santos, CRsS (Pároco de Bodocongó)

 

Domingo – 06/12

Celebrante: Padre José Hermes (Pároco de Soledade)

Pregador: Padre André Morais (Pároco de Barra de Santana)

Segunda-feira – 07/12

Celebrante: Padre Leandro Márcio (Reitor do Seminário)

Pregador: Padre Emanuel Augusto (Pároco de Santa Rosa)

 

Solenidade da Imaculada Conceição – Terça-feira – 08/12

 

6h

Santa Missa – Alvorada

Celebrante: Padre Luciano Guedes (Vigário Geral e Pároco da Catedral)

8h

Santa Missa

Celebrante: Padre José Adauto (Diretor Espiritual do Seminário)

10h

Missa Solene da Festa

Celebrante: Dom Dulcênio Fontes de Matos (Bispo Diocesano)

14h

Santa Missa

Celebrante: Padre Aparecido Camargo (Pároco de Lagoa Seca)

15h30

Carreata

Concentração: Hospital de Emergência e Trauma

17h

Missa de Encerramento (Estacionamento da Catedral)

Celebrante: Dom Dulcênio Fontes de Matos (Bispo Diocesano)

Transmissões:

Instagram: @catedralcg

Facebook: @catedralCG

You Tube: DioceseCG

Rádio Caturité 104.1 FM

Dia 08/12: TV Itararé

Pascom – Pastoral da Comunicação

Catedral Diocesana de Nossa Senhora da Conceição

Campina Grande – PB

Contato para maiores informações: Padre Luciano Guedes (99659-3030)

porpjbarreto

Brasil, berço da esperança – Por Paiva Netto

O Brasil é o berço de esperança de uma sociedade em que, a despeito de todos os dissabores, será possível viver em Paz consigo mesmo e com o próximo. Trata-se de terra generosa, em que a Solidariedade assumirá o papel de garantir o ensejo de uma vida próspera para todos, como descreveu o filósofo e sociólogo italiano Pietro Ubaldi (1886-1972): “A grande qualidade do Brasil, o que estabelece sua função vital, é o sentimento, o coração. Nesta terra estão as raízes daquela expansividade de afetos, que é a qualidade humana que, mais tarde, evoluindo, será a mais apta a sublimar-se no amor evangélico”.

Ainda teremos uma pátria em que cada um se sentirá incluído no significado maior da existência humana e cidadã: louvar o Criador enquanto serve à criatura, porque esta particulariza o sagrado altar no qual Ele deve ser adorado. Não há outra forma de engrandecer a Divindade, que é Amor, aliando Fé à Ação, construindo uma Política que tenha o bem-estar do povo, a ter início no elevado ensino para a sua Alma, como meta. É um trabalho que leva tempo? É um ideal ilusório?! Grande equívoco o de quem pensa assim. Há bastante tempo, Jean-Baptiste Descuret (1795-1872) demonstrou que “muito se engana quem acredita poder afirmar que a paciência é a força dos fracos, pois é preciso ser muito forte e moderado para tê-la em qualquer ocasião”. (…) Há leitores ateus que me honram com sua cortesia às minhas modestas considerações. A eles, com humildade, digo que, no tocante a Deus, pode ser entendido como Fraternidade e Solidariedade, a melhor maneira de viver como povo. (…) O Brasil realmente será o Coração do Mundo e a Pátria do Evangelho-Apocalipse, apesar de todos os que ainda querem espalhar frustração por onde a Esperança persevera. Ensinou Jesus“O que não é possível ao homem para Deus é sempre possível” (Boa Nova, segundo Mateus, 19:26).

José de Paiva Netto ― Jornalista, radialista e escritor. 

paivanetto@lbv.org.br — www.boavontade.com

porpjbarreto

Aluno do Campus Cajazeiras conquista primeiro lugar na 2ª Olimpíada de Inglês

Jorge Luiz Martins Maciel é aluno do Curso Técnico em Edificações

O aluno do Curso de Edificações do Campus Cajazeiras do IFPB, Jorge Luiz Martins Maciel, conquistou o primeiro lugar, na 2ª Olimpíada de Inglês na categoria Ensino Médio Iniciante, Estado da Paraíba. O evento aconteceu no período de 01 a 31 de outubro.

O concurso é voltado para estudantes de escolas públicas e particulares e incentiva a prática do idioma no Brasil, utilizando tecnologias já inseridas no cotidiano dos alunos em idade escolar. Os participantes utilizaram a Inteligência Artificial (IA) para realizar atividades pelo WhatsApp, treinando fala, leitura e escrita.

Aos 18 anos, Jorge Luiz obteve êxito em várias olimpíadas. Conquistou a medalha de ouro na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), Olimpíada Brasileira de Medicina (Vitalis), Olimpíada Pocket: Corona Vírus, Olimpíada Pocket: Segunda Guerra; ganhou a medalha prata na Olimpíada Pocket: George Orwell, Olimpíada Brasileira de Geografia (OBG) e a medalha de bronze na INFOMAT e Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas.

Para Jorge, participar de Olimpíadas é um incentivo para a busca de novos conhecimentos. “Faço por diversão e aprendo durante a caminhada. Gosto de explorar novos horizontes”, comenta o aluno. Em 2018, Jorge participou do Programa de Imersão do IFPB English Trough Toronto” e embarcou para o intercâmbio de 38 dias no Canadá, junto com outros oito estudantes de diversos campi do IFPB.

A mãe de Jorge, Maria de Fátima Martins, disse que sempre incentivou os dois filhos a estudar inglês desde antes deles entrarem na Escola, com a ajuda de jogos educativos. A irmã de Jorge, Heloisa Maciel de 17 anos é estudante de Agroecologia.

Assessoria – IFPB/Cajazeiras

porpjbarreto

Santa Luzia/PB: Neoenergia beneficia comunidades na região do Complexo Eólico Chafariz com a instalação de placas solares

Iniciativa acontece na Paraíba com diversas ações socioambientais em quatro municípios do estado

A energia solar chegou ao sertão da Paraíba, beneficiando a geração renovável de eletricidade em escolas e unidades de saúde públicas. A iniciativa da Neoenergia contempla as comunidades localizadas próximas ao Complexo Eólico Chafariz, que está sendo construído entre os municípios de Santa Luzia, São José do Sabugi, Areia de Baraúnas e São Mamede, todos na Paraíba. A implantação de painéis fotovoltaicos é só uma das diversas ações socioambientais que a Neoenergia tem feito voluntariamente de forma a promover o desenvolvimento das localidades e beneficiar a população da região. Previstos para entrar em funcionamento em 2022, os 15 parques eólicos do complexo Chafariz terão capacidade instalada para gerar 471,2 MW de energia limpa.

No centro da cidade de São José do Sabugi, foram instaladas 117 placas fotovoltaicas com potencial mensal de 6.500kWh na Maternidade Mãe Vinil e na Escola Municipal Manoel Rodrigues Pinto. A energia solar gerada terá potencial de produção maior do que o necessário para atender ambas as instituições. Com isso, o excedente produzido será revertido em créditos para abater as contas de energia de mais duas unidades na zona rural do município: a Escola Municipal Antônio Miguel Leitão e a Quadra de esporte Comunitária – “O Chicozão”, situadas na Comunidade de Redinha.

De forma semelhante, está sendo avaliada a viabilidade técnica na Policlínica Municipal Dr. Kival de Araujo Gorgônio, localizada na zona urbana de Santa Luzia, para implantação de painéis fotovoltaicos. Após vistoria e laudo, será possível determinar o potencial de geração para suprir a necessidade da unidade de saúde. “As iniciativas possuem benefício econômico e socioambiental para melhoria da qualidade de vida das comunidades no entorno do empreendimento, reforçando o nosso compromisso com as metas dos ODS”, diz Liu Su E, gerente da Neoenergia.

Segundo Vanessa Iris Silva, especialista da Neoenergia, “em janeiro foram promovidos cursos profissionalizantes em parceria com o SENAI de obra civil, como pedreiro, carpinteiro, montador e elétrica básica para capacitação da mão de obra local, com foco na futura contratação para trabalhar no empreendimento”.

Compromisso social

O Complexo Eólico Chafariz traz benefícios com diversas iniciativas próprias da Neoenergia. Entre elas, está o apoio à Associação Comunitária das Louceiras Negras da Serra do Talhado, entidade formada por mulheres da Comunidade Quilombola da Serra do Talhado Urbana, em Santa Luzia (PB), que produz peças de barro, como panelas e vasos. O apoio se deu na reformulação da identidade visual, dando maior visibilidade ao trabalho feito pelas artesãs. A iniciativa da Neoenergia gerou diversos materiais de divulgação com a nova logomarca, entre banners, cartões de visita e papel timbrado, além do curso de empreendedorismo que será realizado em 2021.

Também em Santa Luzia, a Neoenergia realizou a reforma da Escola Municipal Miquilina Senhora das Neves na Zona Rural, construindo uma quadra esportiva, revitalizando as áreas interna e externa, além de um novo teto com a instalação de ar-condicionado nas salas de aula. Em Areia de Baraúnas, foi reformada a Praça Pública, incluindo o plantio de mudas nativas.

A qualificação profissional dos moradores é outro compromisso socioeconômico no qual a Neoenergia se destaca. Em janeiro de 2020, foram promovidos cursos profissionalizantes para as atividades de obra civil, como pedreiro, carpinteiro, montador e elétrica básica, em parceria com o SENAI, para capacitação da mão de obra local, com foco na futura contratação no empreendimento.

Combate à Covid-19

Como forma de contribuir no combate à pandemia da Covid-19, a Neoenergia realizou a doação de testes rápidos, termômetros digitais, doação de kit’s de higiene, beneficiando os quatros municípios. Aliado a isso, a Neoenergia tem adotado medidas de prevenção à Covid-19 durante toda a execução de suas obras. Os colaboradores devem sempre manter uma distância de 1,5 metro entre si e, nas salas, devem trabalhar com portas e janelas abertas. Outras ações foram: realização de triagem para entrar no parque, higienização das mãos com álcool em gel, limpeza contínua nos escritórios, instalação de banners de conscientização e utilização de luvas, toucas e máscaras no refeitório.

SOBRE A NEOENERGIA: companhia de capital aberto com ações (NEOE3) negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo. Parte do grupo espanhol Iberdrola, a empresa atua no Brasil desde 1997, sendo atualmente uma das líderes do setor elétrico do país. Presente em 18 estados, seus negócios estão divididos nas áreas de geração, transmissão, distribuição e comercialização. As suas distribuidoras, Coelba (BA), Celpe (PE), Cosern (RN) e Elektro (SP/MS), atendem a mais de 14 milhões de clientes, o equivalente a uma população superior a 34 milhões de pessoas.

A Neoenergia possui 4 GW em geração, sendo 88% de energia renovável, e está implementando mais 1 GW com a construção de novos parques eólicos. Em transmissão, são 679 km de linhas e cerca de 5.000 km em construção. Por meio do Instituto Neoenergia, fomenta o desenvolvimento sustentável a partir de ações socioambientais e, assim, contribui para a melhoria da qualidade de vida das comunidades onde a empresa atua, sobretudo, pessoas mais vulneráveis, visando sempre pelo desenvolvimento sustentável.

 

Fotos: Neoenergia/Divulgação

Por Paulo Araújo / Assessoria de Imprensa

porpjbarreto

“Consciência Negra” – por Paiva Netto

Numa homenagem ao Dia Nacional da Consciência Negra, comemorado em 20 de novembro, e à lembrança do valente Zumbi, apresento trecho de um artigo que publiquei na Folha de S.Paulo em 15 de maio de 1988. Nele enfatizo a necessária prática do Ecumenismo entre as mais variadas etnias:

Zumbi deu o brado que nenhum Domingos Jorge Velho poderia abafar: Liberdade! Dignidade! Somos seres humanos!

Morreu-lhe o corpo. Mas a Alma — quem conseguirá matá-la? — permanece… e se multiplica nas palavras e atos de um PatrocínioJoaquim SerraLuís GamaSalvador de MendonçaAndré RebouçasCastro AlvesJoaquim Nabuco e de tantos outros negros, brancos e mestiços. Se ainda não há democracia étnica dentro de nossas fronteiras — embora o Brasil seja nação de etnias mescladas, para cuja sobrevivência é essencial estar plenamente legitimada e vivida a sua brilhante mestiçagem —, é porque o espírito de senzala continua grassando. Contudo, é justamente na natureza miscigenada que consiste a sua força. O Brasil é uma grei globalizante.

Ideal Ecumênico   

Em É Urgente Reeducar!, campeão de vendas da 21a Bienal Internacional do Livro de São Paulo e destaque na 56a Feira do Livro de Porto Alegre, ambas em 2010, fiz constar extrato de minha publicação Paz para o Milênio, editada para a Conferência de Cúpula da Paz Mundial para o Milênio, realizada em 2000, na sede da ONU em Nova York, EUA. Ali defendo a posição de que todas as animosidades que costumam dividir e segregar os seres humanos em grupos intolerantes, se opõem ao Ideal Ecumênico da Paz. Portanto, promovem a intransigência, contribuem para a manutenção desse estado de tensões múltiplas que poderá empurrar o mundo na direção de um conflito indescritível que ninguém, em sã consciência, pode desejar.

Vemos o Ecumenismo Irrestrito (entre os mais diversos ramos do saber humano) e o Total (que abrange as esferas espirituais, ainda invisíveis aos nossos parcos sentidos físicos) como expressões máximas do Amor e da Justiça, o eixo de gravidade de uma sociedade sadia. É o estado natural e o querer espontâneo de toda criatura quando espiritualmente integrada ao Criador, ou ao verdadeiro sentido de Humanidade, e bandeira dos que, religiosos ou não, labutam por uma convivência planetária melhor. O Ecumenismo pregado e vivido pela LBV não impõe nada a ninguém, a não ser suscitar o convite para o entendimento natural entre gente civilizada.

 Campo Neutro

Quando o jornalista, radialista e poeta Alziro Zarur (1914-1979) esboçou em sua mente a criação da LBV — Legião da Boa Vontade, isto em 1926, idealizou-a como um campo neutro, um ambiente ecumênico, em que todos pudessem, irmanados, conviver em Paz. Numa palestra que proferi na década de 1990, utilizei-me de um interlocutor fictício para reforçar na mente dos que me prestigiavam com sua atenção o valor do respeito e da tolerância no bem conduzir da sociedade no cotidiano:

Qual a sua religião? O que isso interessa?

Qual o seu partido político? O que isso interessa?

Ah, você é negro! O que isso interessa?

Você é mestiço! O que isso interessa?

Você é branco! O que isso interessa?

Você é ser humano! É isso que interessa!

Somos seres humanos, com direito à liberdade de pensamento. Se aqueles que raciocinam assim como nós não fortalecerem os seus laços, dias piores virão para a humanidade. Quem tem segurança hoje? Retomo aqui importante conclusão do velho Zarur, muito propícia para o momento em que vivemos: “Não há segurança fora de Deus”.

José de Paiva Netto ― Jornalista, radialista e escritor. 

paivanetto@lbv.org.br — www.boavontade.com

porpjbarreto

Artistas e produtores culturais começam receber segunda parcela emergencial da Lei Aldir Blanc em Cajazeiras

Os artistas e produtores culturais que tiveram seus projetos aprovados pela Lei Emergencial Aldir Blanc no município de Cajazeiras começaram a receber a segunda parcela nas suas contas bancárias, referente a mais (33 por cento) do valor total.

As transferências começaram a ser feitas na quinta-feira, dia 12, priorizando os proponentes que já haviam apresentado as suas prestações de conta da primeira parcela, condição estabelecida pelo Edital, tendo sequência nesta sexta-feira, dia 13, e durante a próxima semana, até que todos recebam as suas cotas.

O secretário de Cultura e Turismo de Cajazeiras, Ubiratan de Assis, esclarece que, para a prestação de contas é preferível que o proponente apresente notas fiscais de gastos, podendo, na falta destas, serem usados recibos, devidamente acompanhados de cópias de RF, CPF e comprovante de residência.

“No caso de o proponente não ter utilizado ainda os recursos da primeira parcela, ele poderá assinar uma declaração se comprometendo a prestar contas na próxima parcela, uma vez que, assumindo esse compromisso, a Secult libera esses recursos”, disse Ubiratan di Assis.

Ele destacou ainda que Cajazeiras é uma das poucas cidades da Paraíba, que está já está pagando a segunda parcela da Lei Aldir Blanc e já está projetando para o dia 10 de dezembro o repasse da terceira e última parcela, com as devidas prestações de contas das duas anteriores por parte dos artistas e produtores culturais contemplados.

 

Secom

porpjbarreto

Fórum Inter-Religioso de PE, celebra oito anos com programação virtual

Nesta quinta-feira, 12 de novembro, será celebrado os oito anos de existência do Fórum da Diversidade Religiosa em Pernambuco – Fórum Diálogos, que atua na construção de uma cultura de tolerância e paz entre as religiões e lideranças do Estado, que se reúnem e caminham juntas em prol da Paz.

Por causa da pandemia enfrentada pelo novo coronavírus, e respeitando, todas as medidas de segurança, a celebração será virtual.

A programação inicia às 9h30, desta quinta-feira, 12, no canal do Youtube/Fórum Diálogos, https://www.youtube.com/watch?v=3zu3-vjULVM, que apresentará uma retrospectiva das atividades empreendidas em 2019 e início de 2020.

No ano passado, a comemoração ocorreu no Espaço Sinspire, com a temática tolerância religiosa e meio ambiente.

Programação – Canal do Youtube/Fórum Diálogos  

9h30 – Boas vindas e apresentação da programação

10h   –  Vídeo Luta contra à intolerância religiosa

11h   – Vídeo Dia Nacional de Combate a Intolerância Religiosa

12h   –  Vídeo 7 anos do Fórum Diálogos – Tolerância Religiosa e Meio Ambiente

13h   –  Vídeo sobre o sacrifício votivo

14h   –  Lançamento do Livro/E-book Fórum Diálogos

15h   –  Vídeo Juntos pela Criação

O Fórum Diálogos de Pernambuco, convida a todos a acessarem o livro/e-book Religiões e Espiritualidades por uma Cultura de Respeito e Paz, através do link: https://www1.unicap.br/observatorio2/wp-content/uploads/2020/08/LIVRO-Religi%C3%B5es-e-Espiritualidades_Por-uma-cultura-de-respeito-e-paz.pdf

Para acompanhar as ações do Fórum Diálogos, acessem as redes sociais @forumdialogos no Facebook e @oforumdialogos no Instagram.  

 

Assessoria – LBV

porpjbarreto

Biblioteca Municipal de Campina Grande retomou atividades nesta segunda-feira

A Prefeitura de Campina Grande, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, tem estabelecido protocolos para a retomada dos equipamentos de cultura do município, a exemplo da Biblioteca Municipal, localizada na rua Maciel Pinheiro, que retornou às suas atividades nesta segunda-feira, 09 de novembro.

Nesta retomada gradual, a Biblioteca Municipal funcionará das 8h até o meio-dia, de segunda à sexta-feira, com protocolos estabelecidos em total consonância com as autoridades de saúde de Campina Grande. Entre esses protocolos estão a obrigatoriedade do uso de máscaras e a disponibilização de álcool em gel.

Além disso, segundo a gestora do equipamento, Erika Marques, na reabertura do espaço será apenas disponibilizado o empréstimo de livros, ficando proibido o uso do prédio para permanência da população para estudos e leituras.

“Já existia esse empréstimo de livros aqui, através de um cadastro. Para realizar o cadastro, os usuários devem trazer cópias dos documentos de identidade, CPF, comprovante de residência e número de telefone para contato. Na parte superior do prédio os livros deverão ser escolhidos e somente serão emprestados após assinatura de um termo, que estabelece um prazo 20 até 30 dias para devolução. Passando desse prazo, o usuário ficará proibido de realizar novos empréstimos até a entrega dos livros”, disse Erika.

Erika Marques também acrescentou que, após a devolução dos livros por parte dos usuários, os materiais permanecerão em quarentena, sem a possibilidade de novos empréstimos por um período de 14 dias, como forma de conter uma possível propagação do novo Coronavírus. Após este período, o material retornará para as estantes e posteriores novos empréstimos.

 

Assessoria

porpjbarreto

Prefeito de CG lamenta a morte de Everaldo Dantas, na manhã desta sexta (6)

Romero destaca colaboração do servidor e empresário à consolidação do Turismo de Eventos em Campina Grande

O prefeito Romero Rodrigues lamentou profundamente a morte, na manhã desta sexta-feira, 6, do empresário e servidor da Prefeitura de Campina Grande Everaldo Dantas, aos 56 anos. Há quase um mês internado na Clínica Santa Clara, Everaldo faleceu por insuficiência hepática.

Formado em Comunicação Social pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Everaldo Dantas sempre teve uma forte atuação na área de entretenimento. Foi diretor da Coordenadoria Municipal de Turismo de Campina Grande (Codemtur), na gestão do então prefeito Cássio Cunha Lima.

Segundo Romero, através de seu trabalho dedicado, Everaldo Dantas deu importante contribuição para a consolidação da política de turismo de eventos em Campina Grande, principalmente o Maior São João do Mundo e a Micarande, nas décadas 80 e 90.

O vereador João Dantas emitiu nota de pesar pelo falecimento do irmão, a quem considerava “um amigo e entusiasta em todas as vitórias”.

O velório do corpo de Everaldo Dantas ocorrerá, nas próximas horas, na Central de velórios Apta, na Avenida Floriano Peixoto e o sepultamento está programado para as 9h deste sábado, 7, no Cemitério do Monte Santo.

 

Assessoria

porpjbarreto

Artistas de Cajazeiras manifestam apoio ao candidato Zé Aldemir

Em encontro realizado nessa quarta-feira, 04, na residência do cantor compositor Chico Amaro, músicos e integrantes de outros segmentos artísticos, manifestaram apoio ao prefeito e candidato à reeleição Zé Aldemir.

Na ocasião, o cantor Chico Amaro declarou o apoio de sua família e dos demais presentes a candidatura de Zé Aldemir, reconhecendo os investimentos da atual gestão na Cultura e ressaltando a necessidade da valorização cada vez maior da classe artística cajazeirense.

O prefeito Zé Aldemir agradeceu o apoio, enalteceu as ações e investimentos citados pelo agitador cultural Júnior Terra e pelo secretário Ubiratan de Assis, e disse que vai fazer muito mais pela valorização da classe artística, sempre inserindo os talentos cajazeirenses nos grandes eventos da cidade.

 

Assessoria