Categoria Cajazeiras

porpjbarreto

Prefeito de Cajazeiras e outros 145 gestores paraibanos assinaram acordo com o MPPB para “fechar” lixões

Prefeitos de 146 municípios paraibanos aderiram ao projeto ‘Fim dos Lixões’ – que vem sendo implementado há pouco mais de um ano pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB) – e assinaram o acordo de não-persecução penal e o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) propostos pela instituição, comprometendo-se a dar o destino adequado aos resíduos sólidos e a recuperar as áreas degradadas pelo depósito de dejetos a céu aberto.

O último acordo de 2019 foi assinado no dia 19 de dezembro, pelo prefeito de Juazerinho, Bevilacqua Matias Maracajá, no gabinete do 2° subprocurador-geral de Justiça, Alvaro Gadelha, que representou o procurador-geral de Justiça Francisco Seráphico.

O gestor municipal se comprometeu a encontrar a solução técnica mais viável para o destino adequado dos resíduos sólidos e a acabar com o lixão de suas cidades até 1° de dezembro de 2020. Já o prazo para adotar as medidas necessárias e recuperar as áreas degradadas pelo lixão é de cinco anos.

Projeto Fim dos Lixões

O acordo de não-persecução penal e o TAC integram o projeto ‘Fim dos Lixões’, idealizado pela Procuradoria-Geral de Justiça, pela Comissão de Combate aos Crimes de Responsabilidade e Improbidade (Ccrimp) e Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça de Defesa do Meio Ambiente. O projeto tem o apoio do Ministério Público Federal, da Federação das Associações dos Municípios da Paraíba (Famup), Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema) e Ibama.

A iniciativa começou a ser implementada em 2018, nas regiões de João Pessoa e Guarabira, onde 68  gestores (sendo 18 deles de municípios da região de João Pessoa e 50, da região de Guarabira) e se comprometeram a extinguir seus lixões no prazo de um ano (a contar da data da assinatura do acordo de não-persecução penal) e a recuperar as áreas degradadas no prazo de cinco anos.

“Temos conseguido resultados positivos. Municípios como São Sebastião de Umbuzeiro, Cubati, Prata e recentemente Sapé passaram a dar a destinação adequada aos seus resíduos. Claro que existe uma etapa posterior, que é reparar a área degradada, onde funcionava os antigos lixões. Mas, nós não estamos assinando apenas acordos com os prefeitos; estamos colocando a estrutura do Ministério Público à disposição, a partir do envolvimento com todos os órgãos – Ministério Público Federal, Ibama, Sudema, Famup –, para  apoiar os prefeitos na solução a esse grave problema social e ambiental”, disse o procurador-geral de Justiça, Francisco Seráphico.

Do Litoral ao Sertão

Em novembro deste ano, o projeto foi apresentado aos prefeitos dos demais municípios do Estado. Isso porque, de acordo com levantamento da Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema), 125 cidades das regiões de Campina Grande, Patos e Sousa não dão o destino adequado aos resíduos sólidos.

Desde então, 78 prefeitos dessas regiões já assinaram o acordo e o TAC e se comprometeram a fechar os lixões até 1° de dezembro de 2020. Outros gestores apontados no diagnóstico da Sudema têm comparecido ao MPPB para comprovar que já se adequaram à lei, como é o caso dos municípios de Aguiar, Boa Vista, Massaranduba, Montadas, Riachão do Bacamarte, Serra Redonda, Várzea e São Francisco.

Acordo assinado por:
18 municípios da região de JP;
50 municípios da região de Guarabira;
21 municípios da região de CG;
39 municípios da região de Patos;
18 municípios da região de Sousa.

Municípios que assinaram o acordo:
Alhandra
Baía da Traição
Caaporã
Capim
Cruz do Espírito Santo
Cuité de Mamanguape
Curral de Cima
Itapororoca
Jacaraú
Lagoa de Dentro
Lucena
Mamanguape
Marcação
Mataraca
Pedras de Fogo
Pedro Régis
Pitimbu
Rio Tinto
Alagoinha
Algodão de Jandaíra
Araçagi
Arara
Araruna
Bananeiras
Baraúna
Barra de Santa Rosa
Belém
Borborema
Cacimba de Dentro
Caiçara
Caldas Brandão
Casserengue
Cuité
Cuitegi
Damião
Dona Inês
Duas Estradas
Frei Martinho
Guarabira
Gurinhém
Itabaiana
Juripiranga
Logradouro
Mari
Mogeiro
Mulungu
Nova Floresta
Nova Palmeira
Pedra Lavrada
Picuí
Pilar
Pilões
Pilõezinhos
Pirpirituba
Remígio
Riachão
Riachão do Poço
Salgado de São Félix
São José dos Ramos
São Miguel de Taipu
Sapé
Serra da Raiz
Serraria
Sertãozinho
Sobrado
Solânea
Sossego
Tacima
Amparo
Areial
Assunção
Barra de São Miguel
Cabaceiras
Caraúbas
Esperança
Ingá
Juazeirinho
Monteiro
Natuba
Olivedos
Ouro Velho
Salgadinho
São Domingos do Cariri
São João do Tigre
São Sebastião de Lagoa de Roça
Soledade
Taperoá
Tenório
Umbuzeiro
Água Branca
Areia de Baraúna
Brejo do Cruz
Brejo dos Santos
Cacimba de Areia
Cacimbas
Cajazeirinhas
Catolé do Rocha
Coremas
Desterro
Emas
Imaculada
Jericó
Junco do Seridó
Juru
Lagoa
Mãe D’Água
Malta
Matureia
Nova Olinda
Passagem
Patos
Paulista
Pombal
Princesa Isabel
Quixaba
Riacho dos Cavalos
Santa Luzia
Santa Terezinha
São Bentinho
São Bento
São Domingos de Pombal
São José de Espinharas
São José do Bonfim
São José do Brejo do Cruz
São José do Sabugi
Tavares
Teixeira
Vista Serrana
Aparecida
Bernadino Batista
Cachoeira dos Índios
Cajazeiras
Carrapateira
Joca Claudino
Marizópolis
Monte Horebe
Nazarezinho
Poço Dantas
Poço de José de Moura
Santa Cruz
Santa Helena
São João do Rio do Peixe
São José de Piranhas
Triunfo
Uiraúna
Vieirópolis.

 

Assessoria – MPPB

porpjbarreto

Infantil: O Violinista Mosca Morta traz à cena o palhaço “Seu Cocó” com apresentação inédita no Teatro Íracles Pires de Cajazeiras

A Cia Burlesca de Brasília-DF retorna à Paraíba dessa vez para apresentar um novo espetáculo, voltado para crianças de todas as idades, dentro da programação de comemoração dos 35 anos do Teatro Íracles Brocos Pires, em Cajazeiras, no dia 26 de janeiro às 19h20, com ingressos a preços populares, R$ 10,00 a meia entrada. Com atuação de Pedro Caroca, interpretando o palhaço Seu Cocó, e direção cênica e musical de Mafá Nogueira, O Violinista Mosca Morta apresenta linguagem de palhaçaria, conduzindo o público a entrar no universo musical de um concertista atrapalhado, mas determinado em mostrar seu número de violino.

Em seu primeiro concerto de violino, Seu Cocó preparou uma singela e conhecida música para o público, com muito capricho, metodismo e organização. No entanto, uma mosca surge no palco atrapalhando a execução de seu número musical, e para piorar a situação, a própria característica excêntrica do músico contribui para o malogro. Trava-se então uma batalha com o inoportuno inseto e sua personalidade. Mesmo abalado, o palhaço não desiste e segue até o último compasso, a última nota, o último zumbido. Além de zombar de si mesmo, o ator brinca com a figura do músico concertista, tipicamente sério, virtuoso e concentrado. Aqui a postura, a afinação, a elegância e a erudição dos grandes violinistas são satirizadas para expor a fragilidade do instrumentista.

O Violinista Mosca morta nasce em uma oficina de criação de números ministrada pelo ator, diretor e palhaço José Regino. O número partiu da vontade do intérprete Pedro Caroca em colocar seu estudo de violino em cena, e tomar partido de suas características pessoais, como ser metódico, perfeccionista e organizado, para as desconstruir e as tornar risíveis. Além de trazer à cena a linguagem do teatro físico, por meio da palhaçaria pantomímica, um desejo do ator desde sua participação na oficina de verão do Lume Teatro de Campinas em 2016.

A mistura de linguagens apresentada pelo espetáculo reforça as escolhas estéticas construídas pela Cia Burlesca ao longo de seus 10 anos de atuação. Seu Cocó é fruto de pesquisa e prática nos terrenos da música, teatro, contação de história e palhaçaria. A criação dentro da companhia é marcada por estudo e construção coletiva. Dessa forma o intérprete leva para a cena uma produção que foi e continua sendo cuidadosamente acompanhada pelo diretor e pelos demais componentes do grupo.

O espetáculo estreou em abril de 2019, dentro da programação do 9º Festival de Teatro de Ubá, em Minas Gerais, e recebeu indicação ao prêmio de melhor ator e melhor de direção de espetáculo infantil. Em junho do mesmo ano realizou curta temporada no Teatro do Brasília Shopping. No mesmo mês participou do 7º Festival Cultural no Gama-DF e da Abertura do Recital de Violino na Escola de Música de Brasília. Em agosto participa do Festival de Arte e Cultura do ConectaIF no IFB Campus Brasília-DF. Em outubro se apresenta na comemoração do Dia das Crianças no Assentamento São Sebastião, em Silvânia-GO e faz parte da programação do mês das crianças no Espaço Cultural Renato Russo em Brasília-DF. Atualmente está concorrendo ao Prêmio de Melhor Espetáculo Infantil no Prêmio Web de Teatro do DF.

Esta é a segunda vez da Cia Burlesca na Paraíba, que passou por Alagoa Grande e João Pessoa em março de 2019 apresentando o espetáculo “Bendita Dica”. Na verdade, o objetivo principal da vinda foi a pesquisa biográfica de Margarida Maria Alves, que junto com outra figura feminina do campo, Roseli Nunes, será tema do novo espetáculo do grupo que tem previsão de estreia para junho na capital federal, e pretende fazer turnê na Paraíba em agosto, mês em que se rememora a morte da líder sindical.

– Galeria de fotos 

SERVIÇO 

Espetáculo O Violinista Mosca Morta

Dia 26 de janeiro de 2020

Domingo às 19h20 no Teatro Íracles Brocos Pires

Endereço: Rua Doutor Líbio Brasileiro, 176 – Cajazeiras/PB

Ingressos: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia entrada)

Informações: 61 98173-3450

Classificação indicativa: Livre

FICHA TÉCNICA 

Direção: Mafá Nogueira

Atuação e Concepção: Pedro Caroca

Direção musical: Ana Paula Lima e Mafá Nogueira

Figurino e Maquiagem: José Regino e Pedro Caroca

Iluminação: Jullya Graciela

Efeitos Sonoros: Mateus Ferrari

Operação de som: Ana Raquel Lourenço

Registro audiovisual: Janelson Ferreira

Arte gráfica: Nara Oliveira

 

Assessoria de Imprensa – Cia. Burlesca

porpjbarreto

Prefeito de Cajazeiras é investigado por pagamentos à empresa de lixo que supostamente não realiza serviços

Gestor teria informado ao MP não ter feito licitação para contratação de empresa em 2017, mas realizou diversos pagamentos a uma empresa responsável pela limpeza urbana

O prefeito de Cajazeiras, José Aldemir Meireles de Almeida, está mais uma vez na mira do Ministério Público da Paraíba (MPPB).

Desta vez, de acordo com o promotor Alexandre José Irineu, a prefeitura do município informou ao órgão ministerial que não realizou nenhuma licitação para a contratação de empresa para limpeza urbana em 2017.

Entretanto, em consulta ao Sagres, o promotor identificou diversos pagamentos a Empresa Nogueira Construções e Serviços Ltda nos anos de 2017 e 2018, “supostamente responsável por realizar a limpeza urbana de Cajazeiras/PB”.

O inquérito irá investigar irregularidades nos processos licitatórios envolvendo a empresa. A Comissão Permanente de Licitação de Cajazeiras terá que encaminhar à promotoria, no prazo de quinze dias, em mídia digital, cópias de todos os procedimentos licitatórios em que a Empresa Nogueira Construções e Serviços Ltda, CNPJ nº 10.507.466/0001-31 configurou ganhadora nos anos de 2017 e 2018.

MPPB-Ze-Aldemir-Cajazeiras-038.2019.002116-Portaria_despacho-de-instauração-2020-0000020713

Inquérito Cajazeiras
Com Paraíba Já e MPPB
porpjbarreto

Comunidades rurais de Cajazeiras são beneficiadas com novas ambulâncias

A gestão do prefeito Zé Aldemir cumpre mais um importante compromisso com a população rural. Nesta quarta-feira (15), o prefeito em exercício, Marcos do Riacho do Meio, entregou uma ambulância zero km aos moradores de Cocos e de sítios vizinhos.

Outras duas ambulâncias adquiridas pela gestão, com a participação da ex-secretária de saúde e atual deputada Dra. Paula, serão entregues nos próximos dias às comunidades de Serra da Arara e Boqueirão de Piranhas.

O secretário de Saúde, Helano Segundo, destacou a importância desses veículos para o atendimento aos moradores das localidades rurais. “Esse é um compromisso da gestão Zé Aldemir com a nossa população rural”, disse.

 

Secom

porpjbarreto

Secult anuncia abertura de inscrições para Festival de Marchinhas Carnavalescas

A Prefeitura Municipal de Cajazeiras, através da Secretaria de Cultura e Turismo, abre no próximo dia (20) as inscrições para o II Festival de Marchinhas Carnavalescas.

Realizado no ano passado pela primeira vez, o evento retorna em 2020 com o objetivo de revelar novos talentos e valorizar a música feita pelos artistas da terra, além de resgatar a tradição dos carnavais de antigamente.

O Festival será realizada no dia 14 de fevereiro de 2020, na Quadra do Leblon, em Cajazeiras, às 19h30. Cada participante poderá inscrever até duas músicas. Não existe taxa de inscrição. As inscrições serão feitas na sede da Secretaria de Cultura e Turismo de Cajazeiras, localizada na rua Epifânio Sobreira 268, centro.

A vencedora do I Festival de Marchinhas Carnavalescas realizado no ano passado foi a música “Carnaval em Cajazeiras”, de Marcos Rodrigues, interpretada por Biguinho Show. “O pobretão no Carnaval” ficou em segundo lugar e “Cadê você”, de Naldinho Braga, em terceiro.

Confira o Regulamento do evento:

DATAS E ORGANIZAÇÃO

O Festival será realizada no dia 14 de fevereiro de 2020, na Quadra do Leblon, em Cajazeiras, às 19h30.
O festival é organizado pela Secretaria de Cultura e Turismo da Prefeitura Municipal de Cajazeiras, com apoio de parceiros.

INSCRIÇÕES

As inscrições começam dia 20 de janeiro e terminam no dia 11 de fevereiro de 2020.
Cada participante poderá inscrever até duas músicas.
Não existe taxa de inscrição. As inscrições serão feitas na sede da Secretaria de Cultura e Turismo de Cajazeiras, localizada na rua Epifânio Sobreira 268, centro.
As composições deverão ser inéditas e originais, tanto na parte musical como nos versos. Entende-se por inédita a música não lançada por gravadora ou distribuída comercialmente em larga escala e nem veiculada na mídia de um modo geral. Como original, a que não contiver plágio, adaptação ou citação poética e musical de outro autor ou compositor.
Somente serão consideradas inscrições cujas letras estejam em português.
O gênero musical é a marchinha carnavalesca.
No material de inscrição deverá constar:
A ficha da inscrição deve conter o nome, endereço, e-mail e telefone do(s) compositor(s) e indicação do(s) intérprete(s)
Arquivo em MP3 ou, áudio via Whatsapp (83-99309.9441)
Cópia da letra em anexo
Cópia do RG e CPF comprovante de residência – documento obrigatório para receber o prêmio de classificação
Além de letra e da melodia a interpretação será considerada na seleção das músicas.
Só poderão inscrever músicas de autores nascidos em Cajazeiras ou radicados na região de Cajazeiras.
O material da inscrição não será devolvido

SELEÇÃO E APRESENTAÇÃO

Das músicas inscritas a comissão de seleção escolherá 15 para o festival.
A comissão de seleção será formada por profissionais capacitados, convidados pela comissão organizadora.
Cada intérprete poderá apresentar, no máximo, duas músicas por etapa.
As músicas serão apresentadas a partir 19h30, no local reservados pela organização.
A ordem da apresentação das músicas não poderá ser alterada.
Os intérpretes terão tempo limite de 5 minutos para iniciar a apresentação, com perda de pontuação se o tempo for excedido.
As interpretações deverão ser executadas da forma como as músicas foram inscritas, ou seja, com o(s) mesmo(s) cantor (es) e instrumental. Os compositores que consideram impraticável o translado com seus grupos não devem se inscrever com eles.
Não serão permitidos efeitos sonoros que modifiquem a voz ou criem vocais
Se o intérprete não comparecer no dia da apresentação estará automaticamente desclassificado
A ordem de apresentação das musicas será conhecida por sorteio

JÚRI

A comissão julgadora será formada, na sua maioria, por músicos, compositores, críticos musicais, escritores, artistas plásticos e jornalistas, escolhidos pela comissão organizadora.
Das decisões do júri não cabem recurso

PRÊMIOS

Serão distribuídos R$ 2.100,00 em prêmios, da seguinte forma:
1º classificado: R$ 1.000,00
2º classificado: R$ 500,00
3º classificado: R$ 300,00
Melhor letra :R$ 150,00
Melhor interpretação:R$ 150,00

OBS:
Além da premiação em dinheiro os três primeiros colocados receberão troféus.
Premiação será paga em cheques ( ou dinheiro ) após cada apresentação.
Nenhuma premiação será paga se a música não for apresentada na data prevista.

OS CASOS OMISSOS NO PRESENTE REGULAMENTO SERÃO RESOLVIDOS SOBERANAMENTE PELA COMISSÃO ORGANIZADORA

CONTATOS:
E-MAIL: secultcajazeiras1@gmail.com
whatsapp:83-99309.9441 (Cristina Lima).

 

Secom

porpjbarreto

Deputado Jeová Campos entra com duas representações em defesa da não privatização da Dataprev

O deputado estadual Jeová Campos ingressou com duas representações, uma delas endereçada ao Procurador Chefe da República na Paraíba e outra ao Procurador Chefe do Trabalho no Estado da Paraíba com o objetivo de que essas duas instituições possam fazer uma intervenção judicial para impedir o processo de privatização e quebra da Dataprev. “Essa empresa reúne bens intangíveis, bens indisponíveis que é o cadastro do povo brasileiro e entregar esses dados nas mãos de empresas privadas, para fazer o que bem entenderem, é um crime de lesa pátria e nós não podemos aceitar isso”, destaca o parlamentar em sua representação.

Ainda segundo Jeová, o cadastro da Dataprev é fundamental para a soberania nacional e fundamental para que o país possa preservar as suas informações. “A defesa da Dataprev é uma luta incansável e intransigente é inclusive uma questão de soberania nacional, já que a empresa detém a tecnologia necessária para os programas estratégicos e sociais do governo, processa o pagamento mensal de cerca de 35 milhões de benefícios previdenciários e é responsável pela aplicação on-line que faz a liberação de seguro-desemprego. Entre outros serviços, a Dataprev também processa as informações previdenciárias da Receita Federal do Brasil e  responde pelas funcionalidades dos programas que rodam nas estações de trabalho da maior rede de atendimento público do país, somadas as Agências da Previdência Social aos postos do Sistema Nacional do Emprego (Sine). Por que é que a gente vai dar de mão beijada toda essa tecnologia ao capital privado?”, questiona Jeová.

Sobre a Dataprev

A Dataprev é uma empresa pública, que fornece soluções de Tecnologia da Informação e Comunicação para o aprimoramento e a execução de políticas sociais do Estado brasileiro. Com sede em Brasília e estrutura para atendimento em todo Brasil, possui Unidades de Desenvolvimento de sistemas em cinco estados (CE, PB, RN, RJ, SC) e três data centers, localizados no Distrito Federal, Rio de Janeiro e em São Paulo, projetados para promover a alta disponibilidade e a segurança dos sistemas. A Dataprev se tornou uma referência de qualidade no processamento e no tratamento de grandes volumes de dados. Guarda e faz a gestão, por exemplo, do Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS), que permite a concessão automática de vários direitos sociais, como aposentadorias ou salário-maternidade.

 

Assessoria

porpjbarreto

Comunicado: Câmara Municipal de Cajazeiras vai realizar Sessão Extraordinária para apreciar PL do Executivo

O Presidente da Câmara Municipal de Cajazeiras, vereador José Gonçalves de Albuquerque, comunica aos vereadores e vereadora, que haverá Sessão Extraordinária para apreciação e votação do Projeto de Lei nº 93/2019 do Poder Executivo que autoriza remanejamento total ou parcial de dotações orçamentárias para o exercício de 2020; Projeto de Lei nº 01/2020 do Poder Executivo, que reconhece como de Utilidade Pública Municipal o Atlético Cajazeirense de Desportos e autoriza o Poder Executivo Municipal a conceder a título de subvenção social, repasse de verbas ao referido clube e dá outras providências, será neste dia 14 de janeiro (terça-feira), às 10hs00, no Plenário Edmilson Feitosa Cavalcante.

 

José Gonçalves de Albuquerque

Presidente

porpjbarreto

Empossados os novos conselheiros tutelares de Cajazeiras

Em solenidade realizada na manhã da última sexta-feira (10), no Gabinete da Prefeitura Municipal, foram empossados os cinco conselheiros tutelares de Cajazeiras e seus suplentes, eleitos para o período dos próximos quatro anos.

Os titulares receberam além do diploma do CONDICA, as portarias do prefeito em exercício “Marcos do Riacho do Meio”.

O prefeito Marcos, a secretária Dayanne Valêncio, do Desenvolvimento Humano, e a presidente CONDICA, Socorro Albuquerque, destacaram a importância do papel do Conselho Tutelar na sociedade, em defesa dos direitos das crianças e adolescentes.

 

Secom

porpjbarreto

Conheça a F & K Consultoria e dê um “upgrade” no seu Curriculum acadêmico ou profissional

Uma das melhores empresas de consultoria chegou para lhe auxiliar.

A F & K Consultoria trabalha apoiando publicações de pesquisas cientificas (ISBN, ISSN e Qualis), processos seletivos, TCCs, dissertações, teses e lançamentos de livros.

Venha para a F & K Consultoria e dê um “upgrade” no seu Curriculum acadêmico, ou profissional com quem entende do assunto.

Contate-nos pelo telefone: (83) 9.9106-3066.

Falar com Paulo Fernando.

porpjbarreto

Radialista Eutim Rodrigues conclui gravação do CD de marchinhas carnavalescas e lançamento será no final de janeiro

O radialista Eutim Rodrigues estará lançando no final do mês de janeiro um CD de marchas carnavalescas; todas composições inéditas e de sua autoria. O CD foi patrocinado pelo FUMINC (Fundo de Incentivo à Cultura) através da secretaria de cultura do município.

São oito faixas produzidas por músicos e artistas Cajazeirenses, como Neném Amaro, Eduardo Jorge e Everton Pereira (Biguinho) que retratam os velhos e saudosos carnavais através das marchinhas que dão um charme especial a festa momesca.

O trabalho é o primeiro volume e, segundo o radialista e compositor o segundo volume já está sendo preparado, inclusive, algumas faixas do segundo CD estarão sendo apresentadas no II Festival de Marchinhas que será realizado pela secretaria de Cultura no mês de fevereiro.

Ouça todas as faixas:

1 – Na Cuíca da Tereza

 

2 – Casca da Banana

 

3 – O Mala da Mala

 

4 – Amigo 171

 

5 – Mágoas de Carnaval

 

6 – Tatico e Amaury

 

7 – Dindin de Cajá

 

8 – O Anel Que Ela Me Deu

 

Com informações de Blog do Furão