Categoria Brasil

porpjbarreto

Patrick mantém foco na classificação do Atlético-PB e avalia rodadas finais da Série D: “cinco decisões”

O Atlético-PB segue na luta por uma vaga na segunda fase da Série D do Brasileirão. A equipe, que está no Grupo 3, ocupa a 6ª posição, com nove pontos somados.

Com cinco jogos para o fim da primeira fase e todos os clubes com chances de classificação, a disputa segue cada vez mais intensa. O volante Patrick, do Atlético, ressalta a importância das rodadas finais. “Serão cinco decisões. Agora, mais do que nunca, cada ponto conquistado é fundamental e pode fazer toda a diferença para a classificação da próxima fase. O nosso objetivo é conseguir essa vaga e vamos lutar até o fim para isso”, revelou o jogador, que soma duas assistências na competição.

Uma dessas assistências, foi no confronto com o Campinense, justamente o próximo adversário do Atlético. No turno, vitória da equipe de Patrick por 3 a 0, com direito a passe para o primeiro gol. “Temos que ir lá na casa deles e fazer de tudo para somar pontos. Como eu falei, essas rodadas finais serão muito importantes. Espero poder ajudar novamente a equipe com uma assistência ou quem sabe até com gol, seria incrível”, concluiu.

A partida entre Campinense e Atlético-PB acontece neste sábado (31), às 16h.

 

Foto: Gabriela Sávio

Por Alexandre Rosa / Assessor de Imprensa

porpjbarreto

Plataforma digital vai gerar 1 milhão de oportunidades para jovens

Meta é atender quem está em situação de vulnerabilidade

Empresas, sociedade civil, Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e a Organização Internacional do Trabalho (OIT) lançaram nesta quarta-feira (28) uma iniciativa chamada Um Milhão de Oportunidades. O foco reúne adolescentes e jovens de 14 a 24 anos, em especial os que estão em situação de vulnerabilidade – como negros e pardos, indígenas, moradores de periferias urbanas e áreas rurais e pessoas com deficiência. 

A meta, segundo os idealizadores, é gerar, nos próximos dois anos, um milhão de oportunidades em quatro pilares: acesso à educação de qualidade; inclusão digital e conectividade; fomento ao empreendedorismo e protagonismo de adolescentes e jovens; e acesso ao mundo do trabalho em oportunidades de estágio, aprendiz e emprego formal.

Plataforma

Por meio de uma plataforma digital, a iniciativa pretende auxiliar adolescentes e jovens a buscar informações, por regiões, de qualidade sobre oportunidades e formação para o mundo do trabalho.

Todas as oportunidades poderão ser acessadas no site e no aplicativo, que terão um monitoramento sobre o preenchimento efetivo de cada oportunidade pelas empresas participantes por meio de um acordo de adesão.

“ Devemos cuidar, incentivar e apoiar o ensino de todos os jovens, principalmente os que se encontram em situação de vulnerabilidade, pois neles creditamos a esperança de um Brasil mais justo e igualitário. Temos que trabalhar para garantir mais oportunidades para todos”, disse Juliana Azevedo, executivo da P&G Brasil.

Adolescentes e jovens

Com uma população de 48 milhões de pessoas entre 10 e 24 anos, o Brasil tem hoje a maior geração de adolescentes e jovens de sua história, segundo o Unicef. Um dado preocupante é que um em cada quatro adolescentes e jovens não estuda, nem trabalha. O ensino médio é a etapa com maiores índices de evasão escolar. Em 2018, mais de 458 mil adolescentes deixaram a escola.

“Diante  da pandemia da covid-19, esses números podem aumentar ainda mais. É essencial investir agora nos adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade, criando oportunidades para que se mantenham aprendendo e consigam ingressar no mundo de trabalho. Só assim será possível quebrar o ciclo de pobreza que afeta tantas famílias”, explicou Florence Bauer, representante do Unicef no Brasil.

Ainda na avaliação dos especialistas, a velocidade dos avanços tecnológicos pode aumentar ainda mais as desigualdades no Brasil, excluindo adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade e sem formação profissional.

“Um dos efeitos da crise é que o futuro do trabalho está chegando com uma rapidez maior do que antecipado. Isso oferece riscos e oportunidades para a inserção no mercado de trabalho formal de jovens que estão se formando e começando a trajetória profissional, em especial para aqueles em situação de vulnerabilidade. Como a procura das empresas por novas competências e qualificações vai crescer, é preciso preparar a juventude para esse cenário com ações inovadoras”, disse Martin Hahn, diretor do escritório da OIT no Brasil.

 

Agência Brasil

porpjbarreto

Bolsonaro prepara privatização do SUS em plena pandemia, desrespeita brasileiros em especial os mais pobres, afirma Jeová

Para o deputado paraibano, essa iniciativa do governo federal, disfarçada sob o discurso de “parcerias com a iniciativa privada”, na prática, deixa os brasileiros ainda mais vulneráveis e desassistidos no tocante a saúde pública. “Constitucionalmente, é obrigação da União cuidar das brasileiras e dos brasileiros. Essa é uma premissa fundamental que permitiu e permite a existência do Sistema Único de Saúde (SUS), um sistema que funciona, que atende, que salva vidas e que poderia salvar muito mais se mais investimentos fossem feitos. Ao invés de privatizar, o governo deveria investir no SUS”, defende Jeová.

A exemplo do deputado paraibano, outros parlamentares já se pronunciaram contra a medida. O deputado federal Rogério Correia (PT-MG), por exemplo, já protocolou na Câmara Federal um projeto de decreto legislativo que susta imediatamente os efeitos da medida do governo federal. “O decreto de Bolsonaro propõe que as Unidades Básicas de Saúde (UBS) saiam da esfera pública e se transfiram para a iniciativa privada e as UBSs são as portas de entrada do SUS, o que o governo quer, de fato, é privatizar todo o sistema de saúde público brasileiro”, afirmou o parlamentar mineiro.

Assessoria

porpjbarreto

Notificado pelo CREF10, técnico de vôlei feminino de time da Super Liga “C” tem 15 dias para apresentar contestação

Abordado pela equipe de fiscalização do Conselho de Educação Física da PB, em Campina Grande, treinador estava em quadra com habilitação inadequada

A equipe de fiscalização do Conselho Regional de Educação Física da 10ª Região – Paraíba (CREF10/PB) notificou, no último fim de semana, em Campina Grande, um técnico de vôlei feminino de um time da Super Liga, Série “C”, por falta de habilitação adequada para atuar como treinador. Os fiscais constataram que o notificado era licenciado e não bacharel em Educação Física, o que o impedia de atuar na quadra. Convidado a se retirar do local, o técnico ficou na arquibancada, respeitando a notificação, que pode ser contestada em até 15 dias.

A etapa da terceirona da Super Liga de vôlei feminino, na Rainha da Borborema, ocorreu da quinta-feira passada (22) até o domingo (25), no ginásio do Clube Campestre. Equipes de vários estados participaram da competição e elogiaram a atuação do CREF10 durante o evento. “Isso mostra que a nossa fiscalização de rotina tem gerado bons resultados e, com o auxílio das denúncias que recebemos, possibilita que a profissão de Educação Física seja, ainda mais, valorizada”, declarou o presidente do Conselho, Francisco Martins da Silva.

As contestações das notificações do CREF10 podem ser feitas diretamente nas unidades do Conselho ou por meio de contato com o setor responsável. Durante esse período, o atendimento é feito, das 10h às 16h, por meio do telefone (83) 98832-0237 ou dos e-mails: dof@cref10.org.br ou fiscalizapb@cref10.org.br. Caso não haja manifestação, a notificação pode se converter em multa ou ação civil.

 

Assessoria

porpjbarreto

Série D: apesar de empate, ABC-RN mantém liderança do Grupo 8

Time potiguar ficou no 0 a 0 em casa com o Coruripe-AL

O empate sem gols na tarde desta segunda-feira (26), entre ABC-RN e Coruripe-AL, não foi bom para ninguém. O resultado impediu que os potiguares disparassem na liderança do Grupo 8 da Série D do Campeonato Brasileiro. Os alagoanos perderam a chance de entrar na zona de classificação da chave. Válida pela nona rodada da Série D, a partida em Natal (RN), no estádio Maria Lamas Farache, o Frasqueirão, foi transmitida ao vivo pela TV Brasil.

O ABC foi a 16 pontos e segue em primeiro lugar, um ponto a frente do Central-PE. O Alvinegro esteve com a ponta ameaçada pelo Vitória da Conquista-BA, mas o clube baiano, também nesta tarde, perdeu de virada para o Itabaiana-SE, por 3 a 2. Com 11 pontos, o Coruripe ocupa a sexta posição, três pontos atrás do Itabaiana – quarto colocado e último time no G-4 – e a dois do Potiguar-RN, que aparece em quinto lugar.

Jogo

Os dois times foram a campo com problemas. Além de dois contundidos, o ABC anunciou no sábado (24) que cinco atletas haviam testado positivo para o novo coronavírus (covid-19). O Coruripe, por sua vez, não pôde ter o técnico Elenilson Santos no banco de reservas – o treinador foi expulso na rodada anterior e acompanhou a partida nas arquibancadas do Frasqueirão. O auxiliar Paulo Sérgio comandou a equipe em Natal.

O primeiro tempo foi, praticamente, ataque do ABC contra defesa do Coruripe. Em duas bobeadas, a zaga alagoana quase consagrou Ivanaldo, mas faltou pontaria ao jogador alvinegro. Aos quatro minutos, o atacante aproveitou um erro de passes próximo à grande área e bateu à direita da meta. Aos 31, após um corte do zagueiro Lázaro, a bola subiu e Ivanaldo cabeceou em cima do goleiro Alexandre.

O Coruripe equilibrou as ações na segunda etapa, mas só assustou mesmo na bola parada. A melhor chance foi logo aos três minutos, em cabeçada forte do volante Jair defendida pelo goleiro Rafael, após cobrança de falta do meia Renato. O ABC acumulou passes errados, finalizações ruins de fora da área e impedimentos em sequência. Sem efetividade, as equipes mantiveram o placar inalterado.

Os dois times retornam a campo no próximo sábado (31). Às 15h30 (horário de Brasília), o Coruripe recebe o Jacyobá-BA, lanterna do Grupo 4, no estádio Gérson Amaral, na cidade de Coruripe (AL). O ABC também atua em casa, diante do Potiguar, no Frasqueirão. As partidas são válidas pela 10ª rodada da competição.

Confira a tabela de classificação da Série D do Campeonato Brasileiro.

 

Agência Brasil

porpjbarreto

Artilheiro do East Riffa, Luiz Fernando avalia mais uma temporada no Bahrein

Foram dezoito rodadas e uma pandemia sem precedentes no meio do caminho. A temporada de futebol no Bahrein chegou ao fim na última semana com o título do Al-Hidd sendo definido na última partida.

Satisfeito com o seu desempenho pessoal, o meia brasileiro Luiz Fernando, do East Riffa, avaliou de forma positiva mais uma temporada no país asiático. “Foi um ano diferente, com paralisações, incertezas e todos os problemas que tivemos que enfrentar em função da pandemia do novo coronavírus. Nossa equipe acabou na quinta colocação e acredito que poderíamos ter ficado numa posição melhor se não fossem todas as dificuldades que enfrentamos. Individualmente acredito que fiz uma boa temporada ficando na artilharia da equipe com nove gols”, avaliou o brasileiro.

Aos 32 anos, Luiz Fernando ainda não pensa em retornar para o Brasil. Com mais um ano de contrato, o meia quer tentar marcar seu nome na história do East Riffa com um título importante. “Vamos trabalhar para que na próxima temporada a gente tenha um melhor desempenho. Quando aceitei o desafio de voltar para o exterior foi para fazer história e a gente só marca nosso nome para sempre, conquistando títulos”, finalizou o jogador.

A próxima temporada está programada para ter início no final de novembro com a primeira fase da Copa do Rei. Já no dia 02 de dezembro deve ser realizada a primeira rodada da Liga do Bahrein.

 

Foto: Divulgação/East Riffa

Assessor de Imprensa / Gustavo Neves

porpjbarreto

Servidores da JF5 realizam mais de 16 milhões de atividades processuais durante teletrabalho

Os servidores da Justiça Federal da 5ª Região (JF5) realizaram mais de 16 milhões de atividades processuais durante o período de teletrabalho. A estatística foi gerada, na última sexta-feira (23), pela ferramenta Business Intelligence (BI) e abrange a produtividade dos servidores e colaboradores do Tribunal Regional Federal da 5ª Região – TRF5 e das seis Seções Judiciárias vinculadas: Alagoas, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe.

O total de atividades processuais realizadas pelos servidores, 16 milhões, 461 mil e 741, compreende os atos que permitem a tramitação dos processos, da distribuição até o eventual arquivamento, nas varas federais, gabinetes, juizados, turmas de julgamento e turmas recursais.

Para o diretor de Subsecretaria de Pessoal do TRF5, Onaldo Mangueira, a atuação dos colaboradores da JF5 é uma prova do compromisso com o serviço público. “Esses dados demonstram, de maneira clara e objetiva, a dedicação, a competência e a eficiência dos servidores que integram a Justiça Federal da 5ª Região. Uma produtividade elevada, com um expressivo número de atividades com os servidores atuando em home office”, destacou. O regime diferenciado de trabalho foi instituído por meio do Ato nº 112, de 19 de março de 2020, em razão da pandemia do Novo Coronavírus (Sars-CoV-2).

De acordo com o BI, os servidores da Justiça Federal de Pernambuco produziram 3.503.878 atividades. Na Justiça Federal do Ceará, foram produzidas 3.436.221 tarefas. Na Justiça Federal de Alagoas, 2.435.296 atividades. Já na Justiça Federal da Paraíba houve a produção de 2.404.932 tarefas. A Justiça Federal do Rio Grande do Norte realizou 2.247.356 atividades. A Justiça Federal de Sergipe, por sua vez, produziu 1.243.881 tarefas.

TRF5 – Os servidores que atuam na sede do TRF5, lidando diretamente com os recursos protocolados no Segundo Grau, produziram um total de 1.190.177 atividades judiciais. Nessa estatística, estão incluídas as tarefas desempenhadas nos gabinetes, na Subsecretaria do Plenário, nas secretarias das Turmas de julgamento e na secretaria da Turma Regional de Uniformização da 5ª Região, além das atividades desempenhadas pelos demais setores que atuam na tramitação processual, como, por exemplo, a Subsecretaria de Recursos Especiais, Extraordinários e Ordinários, a Divisão de Protocolo e Distribuição e a Central de Mandados, Intimações e Citações.

Nesse mesmo período, os magistrados da JF5 produziram quase 1 milhão e 200 mil atos processuais, entre despachos, decisões, sentenças e acórdãos.


Divisão de Comunicação Social do TRF5
porpjbarreto

Paiva Neto – O dom da Vida

O sofrimento é uma realidade. Mas deverá ser eternamente assim? A Vida é um dom de Deus. O ser humano, porém, precisa reconhecer o próprio valor, que se inicia no Plano Espiritual, de onde todos viemos e para onde, na hora certa, determinada por Deus, todos voltaremos. Quando se fala em desenvolvimento da autoestima da população, pensa-se, às vezes, somente no “desfavorecido da sorte”. Este, em diversas ocasiões, demonstra maior força de vontade do que o “bem situado”. Senão como explicaríamos a sua sobrevivência? Vejam o exemplo das mães pobres, quão guerreiras são! Há tanto tempo afirmo que a elite de um país é o seu povo; o que significa dizer que desse modo merece ser tratado, para que qualquer nação cresça.

Não inveje “quem está por cima”. Enquanto se faz isso, não se avança. Até porque não é recomendado julgar as pessoas pela aparência ou pelo status social, sobretudo quando se leva em consideração as mais variadas questões psicológicas. Por isso, é importante ir além da ilusão da superficialidade, do estereótipo. Lembro-me de que, no colégio, aprendi que Eduardo VIII (1894-1972) — aquele que abdicou do trono da Inglaterra porque se apaixonou pela norte-americana Wallis Simpson (1896-1986) — tinha, digamos, uma tremenda baixa autoestima. O pai, George V (1865-1936), que era dominador, não acreditava nele. Reparem que se referia a um integrante da família real inglesa. Entretanto, não são aspectos exteriores que definem os seres humanos. Todos têm seus dramas e carecem da Infinita Misericórdia de Deus.

Jamais se esqueçam de que a verdadeira fortaleza nasce do nosso íntimo espiritualmente sustentado no Supremo Criador. Ela se encontra no poder imanente da consciência em paz consigo mesma. Logo, a prece é um fator essencial para nos fortificar. Não é esconderijo de covardes.  

Diálogo com o Altíssimo  

Orar robustece! Por isso, dedico a vocês esta súplica que Jesus elevou ao Pai, no mais impactante momento de Seu Sublime Ministério Crístico: A Oração Sacerdotal (Evangelho, segundo João, 17:1 a 24). Nas horas que antecediam a Sua infame crucificação, o Divino Amigo encontra forças suficientes para, em Seu diálogo com o Altíssimo, rogar por aqueles que o Pai havia entregue à Sua incomparável responsabilidade. Ele pede que todos igualmente participem, com Ele, da Glória Celeste com que foi distinguido desde a fundação do planeta. O Senhor de nossas vidas assinala o desejo de propiciar a ligação, ainda que incipiente, das inteligências encarnadas e desencarnadas — a União das Duas Humanidades, ou seja, a do Mundo Espiritual com o material. E isso ocorre quando o mais doloroso quadro de ingratidão se desenhava no cumprimento de um sacrifício extremado, na mais significativa demonstração de Amor e Compaixão a que este mundo já assistiu.

Em Joias do Bom Pensamento, antiga publicação da LBV, o saudoso Irmão Alziro Zarur (1914-1979) fez magistral síntese dessa tocante

Oração de Jesus ao Pai — Oração Sacerdotal

   

Pai, é chegada a hora. Glorifica Teu Filho, para que o Filho Te glorifique; pois Lhe conferiste autoridade sobre toda a carne, a fim de que Ele conceda a Vida Eterna a todos os que Lhe deste. E a Vida Eterna é esta: que Te conheçam a Ti, o único e verdadeiro Deus, e ao Cristo que enviaste. Eu Te glorifiquei na Terra, consumando a obra que me confiaste para fazer. E agora, ó Pai, glorifica-me Contigo mesmo, com a glória que Eu tive junto de Ti, antes que houvesse Terra. Revelei Teu nome aos homens e mulheres que me deste do mundo. Eram Teus, e os confiaste a mim, e eles estão vivendo de acordo com a Tua Palavra. É por eles que Eu rogo; não rogo pelo mundo, mas por aqueles que me deste do mundo, porque são Teus. Já não estou no mundo, mas eles continuam no mundo, ao passo que Eu vou para junto de Ti. Pai Santíssimo, guarda-os em Teu nome para que eles sejam UM, como nós somos UM. Quando Eu estava com eles, sempre os protegi, e nenhum deles se perdeu, exceto o filho da perdição, para que se cumprisse a Escritura. Não peço que os tires do mundo, mas que os protejas do mal. Santifica-os na Verdade: Tua Palavra é a Verdade. Não rogo somente por eles, mas também por aqueles que creram em mim por meio da Sua pregação. Eu lhes transmito a glória que me deste, para que eles sejam UM como nós somos UM. Pai, minha vontade é esta: onde Eu estiver, estejam também comigo aqueles que me deste, para que participem da glória que me conferiste, porque me amaste antes da fundação do mundo.  

Que essa sublime mensagem tenha feito bem a você, para que confie ainda mais na preciosidade que é a sua existência! E vamos em frente porque Deus Está Presente!

E, se for ateu, prossiga adiante, mas fazendo o Bem, pois vale a pena viver!

José de Paiva Netto ― Jornalista, radialista e escritor.  

paivanetto@lbv.org.br — www.boavontade.com  

porpjbarreto

Diário Oficial do Estado traz exoneração de Luiz Couto de secretaria da Agricultura

A edição do Diário Oficial do Governo do Estado (DOE) que circulou neste domingo (25), com data retroativa a última sexta-feira (23), trouxe a exoneração do secretário de Agricultura Familiar do Estado, Luiz Couto (PT).

A decisão, publicada em edição extra, ocorre no mesmo dia que petista anunciou apoio à candidatura do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) a prefeito de João Pessoa.

Durante o anúncio, Couto chegou, até mesmo, a criticar o governador João Azevêdo (Cidadania) ao acusá-lo de “se aliar a pessoas que mais prejudicaram a gente”.

 

Fonte: PB Agora

porpjbarreto

PRF na Paraíba apreende mais de R$ 128 mil escondidos em fundo falso de veículo

Apenas este mês, a PRF na Paraíba já realizou a apreensão de mais de R$ 259 mil sem comprovação de origem em três ocorrências diferentes

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) na Paraíba apreendeu, na madrugada desta quinta-feira (22), mais de R$ 128 mil escondidos em um fundo falso no interior de um veículo. A ação ocorreu no município de Mamanguape, na BR 101, km 10.

Os policiais realizavam fiscalização quando abordaram um Fiat Uno. O condutor, um homem de 34 anos, estava bastante nervoso. Questionado sobre o motivo da viagem, ele informou que teria deixado uma passageira na cidade de Natal e estaria retornando à Campina Grande. Contudo, não soube explicar os detalhes da viagem. Após fiscalização minuciosa, a equipe encontrou um fundo falso no painel do veículo. Ao abrir o compartimento, os policiais localizaram uma grande quantia de dinheiro, que totalizou mais de R$ 128 mil.

O condutor não explicou a origem do dinheiro, apenas afirmou que pegou a quantia em Natal, no Rio Grande do Norte, e entregaria em Campina Grande, no agreste paraibano. Ele não possui antecedentes criminais, mas se recusou a passar detalhes sobre o dinheiro localizado escondido. O homem foi detido, encaminhado à Polícia Federal e responderá pelos crimes de lavagem de dinheiro e violação da suspensão de dirigir, já que estava com a habilitação suspensa.

Apreensão de dinheiro- Essa é a terceira apreensão de grande quantidade de dinheiro sem comprovação de origem realizada pela PRF na Paraíba neste mês. A primeira ocorrência foi no dia 1º (quinta-feira) em João Pessoa, quando a PRF localizou mais de R$ 73 mil localizado em uma mochila que estava no interior de uma caminhonete. Um homem de 37 anos foi preso.

A segunda apreensão ocorreu no último dia 15 (quinta-feira) no município de Sobrado. Os policiais localizaram mais de R$ 57 mil escondidos em um veículo durante abordagem policial. Dois homens foram detidos em flagrante.

 

Assessoria – PRF-PB