Autor pjbarreto

porpjbarreto

Candidato do PSOL Tárcio Teixeira assina carta compromisso com servidores administrativos da UEPB

O SINTESPB iniciou nesta quinta-feira (27) uma série de sabatinas com os candidatos ao Governo da Paraíba. Tárcio Teixeira, do PSOL, foi o primeiro a participar, assinando carta compromisso com a categoria de técnicos administrativos.

Entre os compromissos assumidos consta o respeito a autonomia universitária, garantia de diálogo entre servidores e governo, construção de mecanismos para cumprimento do PCCR da categoria e ter a UEPB como central no processo de desenvolvimento da Paraíba.

À tarde Tárcio realizou panfletagem em escola da rede estadual de ensino e participará de sabatina na Campina FM, espaço anteriormente reservado pela rádio para o debate que João, Maranhão e Lucélio assinaram termo de não participação. À noite, o candidato realiza panfletagens nos bares de Campina Grande.

 

Assessoria

porpjbarreto

MP ajuíza nova ação contra Leto Viana, Roberto Santiago, Fabiano Gomes e mais quatro alvos da ‘Xeque-mate’

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) ingressou, nesta quarta-feira (26), com uma ação civil pública por ato de improbidade administrativa contra sete réus da Operação ‘Xeque-Mate’, entre elas o prefeito afastado Wellington Viana França (Leto Viana), o ex-prefeito José Maria de Lucena Filho (Luceninha), o empresário Roberto Santiago e o radialista Fabiano Gomes. A ação tem como objeto a ‘compra de mandato’ de cargo eletivo e requer que a Justiça defira liminares de afastamento da função pública e de indisponibilidade de bens, cumulada com dano moral coletivo.

A ação civil pública foi assinada pelos promotores de Justiça de Cabedelo, Ronaldo José Guerra, Alessandro de Lacerda Siqueira, Guilherme Barros Soares e Rogério Rodrigues Lucas de Oliveira e também tem como alvos o ex-vereador e ex-presidente da Câmara de Cabedelo, Lucas Santino da Silva; o ex-secretário municipal de comunicação, Olívio Oliveira dos Santos, e Fabrício Magno Marques de Melo Silva.

A ação civil pública baseia-se nas provas obtidas na Operação ‘Xeque-Mate’, deflagrada em abril, pelo Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco/MPPB) e pela Superintendência de Polícia Federal na Paraíba, para apurar crimes praticados pelos poderes Executivo e Legislativo de Cabedelo, em conluio com empresários e servidores municipais. Ela resultou na prisão do atual prefeito (Leto Viana), do presidente da Câmara de Vereadores (Lúcio José do Nascimento Araújo) e de outros quatro vereadores, além do afastamento de cinco vereadores e de servidores municipais.

Compra de mandato

Conforme explicaram os promotores de Justiça, a ação civil pública tem como objeto a ‘compra de mandato’ de prefeito. “Valendo-se da ‘fragilidade’ de Luceninha (ex-prefeito que estava sendo pressionado por credores a pagar dívidas adquiridas na campanha de 2012), Roberto Santiago, para evitar movimentos inconstantes ou surpresas indesejadas, optou adquirir, ‘comprar’, a gestão e repassá-la a Leto Viana, pessoa de sua inteira confiança e amigo de longa data, como estratégia de inibir especialmente qualquer concorrência ao seu interesse e às suas atividades empresariais”, explicou o promotor Ronaldo Guerra.

Conforme apurou o MPPB, o empresário Roberto Santiago participou da compra do mandato de prefeito de Luceninha porque pretendia que o prefeito Leto Viana impedisse a instalação de um shopping center na cidade de Cabedelo. “De fato, até a prisão de Leto, o shopping, a ser edificado pelo conhecido Grupo Marquise, não conseguiu se instalar no município.

A concretização da transação, mediante o pagamento de parte da quantia acordada, ocorreu em 20 de novembro de 2013, quando Roberto Santiago, proprietário da empresa Portal, Leto Viana, então  vice-prefeito de Cabedelo; Lucas Santino, na condição de presidente da Câmara de Cabedelo, Olívio Oliveira, ocupante do cargo de Secretário Municipal de Comunicação e Fabiano Gomes, assessor de comunicação da empresa Portal e responsável pelo marketing da campanha eleitoral de Luceninha, ofereceram, prometeram e concretizaram vantagens patrimoniais indevidas ao então prefeito Luceninha, para que ele renunciasse ao cargo eletivo”, detalhou o promotor.

As vantagens indevidas a Luceninha se concretizaram no pagamento de quantia em dinheiro (espécie) e, outra parte, na reserva de cargos públicos, cujo provimento seria realizado a partir de pessoas indicadas pelo ex-prefeito, totalizando proveito econômico direto e indireto de aproximadamente R$ 5,3 milhões.

Pedidos

Na ação civil pública, a promotoria requer a condenação dos promovidos por ato de improbidade administrativa e a aplicação das seguintes sanções: perda dos bens ou valores acrescidos ilicitamente; perda da função pública; suspensão dos direitos políticos por oito anos; pagamento de multa civil; proibição de contratar com o Poder Público ou de receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de dez anos; ressarcimento integral do dano, ficando o valor da causa estimado em R$ 80,6 milhões.
Ascom – MPPB
porpjbarreto

Última exposição do Ciclo de Palestras sobre as Eleições 2018 ocorre nesta sexta-feira (28)

O tema Totalização e Divulgação do Resultado das Eleições será abordado a partir das 11h na sede do TSE, em Brasília

Será realizada nesta sexta-feira (28) a última exposição do Ciclo de Palestras: Eleições 2018, promovido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A assessora de Gestão Eleitoral do TSE, Sandra Damiani, e o coordenador de Sistemas Eleitorais do Tribunal, José Melo, falarão sobre Totalização e Divulgação do Resultado das Eleições.

O evento ocorre a partir das 11h no Centro de Divulgação das Eleições (CDE), localizado no 3º andar do edifício-sede do TSE. Ainda há vagas disponíveis.

O Ciclo de Palestras: Eleições 2018 é destinado a jornalistas de veículos públicos e privados de comunicação, bem como a profissionais que atuam nas áreas de comunicação de órgãos da Administração Pública.

Os temas dos encontros foram definidos com base nas dúvidas mais comuns dos profissionais de imprensa sobre aspectos que envolvem as diferentes etapas das eleições, desde a preparação até o período posterior à sua realização.

Foram realizadas palestras sobre Convenções Partidárias e Registro de Candidatura; Propaganda de Rádio e TV; Pesquisas Eleitorais; Mitos e Verdades sobre a Segurança do Voto Eletrônico; e Financiamento e Prestação de Contas Eleitorais. Todas estão disponíveis página do TSE no YouTube.

Acesse o formulário de inscrição.

Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail imprensa@tse.jus.br ou pelos telefones (61) 3030-7080/7091.

porpjbarreto

DIVERSÃO EM PAUTA: Violência e crítica social marcam “A Primeira Noite de Crime”

Uma noite em que todos os crimes são liberados, sem nenhuma punição. Assassinatos, estupros, torturas. Tudo isso é permitido durante as 12 horas da chamada noite do Expurgo. E se você já assistiu “Noite de Crime”, filme de 2013 com Ethan Hawke, essa premissa deve bem soar familiar.

Mas agora essa história tem uma novidade: “Primeira Noite de Crime” é o lançamento desta semana nos cinemas e conta a história de como começou a tradição sanguinária do Expurgo.

Para quem não conhece, Uma Noite de Crime é uma série de filmes que trata justamente sobre essa noite de violência sem punições. E após a produção de três filmes que tinham tudo para dar certo, mas que foram massacrados pela crítica, “Primeira Noite de Crime” chega para tentar “expurgar” todas as más reações aos filmes anteriores.

Assim, o quarto filme da série relata um experimento social de um novo partido político dos Estados Unidos, o New Found Fathers of America. O experimento é feito na cidade de Staten Island, e os moradores não são obrigados a participar. No entanto, para quem aceita fazer parte do experimento, o governo oferece uma quantia de 5 mil dólares.

Apesar de carregar o peso das críticas negativas dos outros longas da série, a “Primeira Noite de Crime” foi bem produzido e dirigido. Se fosse uma trama isolada da sequência, talvez não trouxesse tantos preconceitos para quem já assistiu aos outros. As cenas de ação e as explícitas de violência ilustram bem a principal premissa do filme.

Além disso, o elenco também merece um elogio pelas atuações convincentes. O filme faz fortes críticas sociais ao tipo de mundo em que estamos inseridos e isso nos leva a refletir sobre atitudes dos governantes e da própria população. As claras referências ao governo Trump, nos Estados Unidos, tornam a narrativa muito mais interessante.

A discussão central do filme também é importante. Apesar de projetar um cenário exagerado, é possível identificar situações absurdas que não são vivenciadas apenas nos Estados Unidos. Durante as noites de crime, os moradores podem assaltar, estuprar e matar quem quiserem. E, segundo o governo, essa é uma necessidade que todos os cidadãos tem para expressar seus verdadeiros sentimentos.

Mas será que esse é um desejo dos cidadãos, ou um desejo do próprio governo? Você vai precisar assistir para saber! Basta procurar o cinema mais próximo e garantir seu ingresso.

E também tem novidade no cinema nacional. O filme Coração de Cowboy conta a história de Lucca, um cantor sertanejo conhecido pelas músicas “chicletes” compostas a partir das demandas que a empresária encomenda. Ele percebe que não escreve sobre o que realmente sente ou o que ama, e decide voltar para o interior para se reencontrar.

Nesse meio tempo, ele se depara com seu amor de infância que também foi sua parceira de canções. Juntos, os dois descobrem novas melodias. Aí vai um spoiler: se você ama a música “Evidências” de Chitãozinho e Xororó, você não pode perder esse filme!

Já a Netflix lança o suspense Noite de Lobos nesta sexta-feira (28). O filme é sobre um naturalista que, durante um inverno sombrio do Alasca, tenta encontrar respostas para o assassinato de um garoto. Tudo indica que ele foi morto por lobos. A partir daí, ele começa a investigar e viver em mundo de mistérios.

E se você tinha dúvidas sobre o que fazer no final de semana, agora não tem mais desculpas! Aproveite nossas dicas com muita pipoca!

 

Reportagem: Sara Rodrigues

porpjbarreto

Ricardo Coutinho anuncia data do pagamento do mês de setembro dos servidores estaduais

O pagamento dos servidores estaduais referente ao mês de setembro terá início na última quinta-feira (27). A informação foi revelada pelo governador Ricardo Coutinho (PSB), através das redes sociais.

Nesta quinta, recebem os aposentados e pensionistas do Estado. Na sexta-feira (28), será a vez dos servidores da ativa, inclusive os da Administração Indireta.

Na postagem feita em sua conta pessoal no Twitter, Ricardo destaca o pagamento feito em dia durante sua gestão. “Religiosamente em dia e respeitosamente para com os trabalhadores e com a economia paraibana”.

O governador aproveitou para lembrar a irregularidade no pagamento dos servidores estaduais em gestões anteriores e aproveitou para fazer um alerta. “Antes, não era assim. É bom lembrar também disso, no dia 7”, ressaltou.

 

Com Assessoria

porpjbarreto

Suplente de vereador desconfia de entrega de cestas básicas em comunidade carente de Cajazeiras em período eleitoral

O suplente de vereador e líder comunitário Adriano da Vila Nova (PDT), tem usado as redes sociais para questionar e ao mesmo tempo expor a entrega de cestas básicas por parte da Secretaria de Desenvolvimento Humano de Cajazeiras – que tem a frente a professora aposentada Gerlane Moura e sua equipe, para os moradores carentes da Vila Nova, comunidade localizada na região leste de Cajazeiras.

De acordo com Adriano, se faz necessário esse tipo de ação em todo tempo e não apenas, às vésperas de uma eleição.

Abaixo, o áudio do suplente de vereador Adriano da Vila Nova. Escute!

 

Redação – fmrural.com.br

porpjbarreto

Homem é atropelado e morto por caminhão na “Estrada do Amor” em Cajazeiras

O idoso Pedro Gomes, de 69 anos, que trabalhava como funcionário terceirizado no Campus V da Universidade Federal de Campina Grande em Cajazeiras, foi atropelado e morto na tarde da última terça-feira (25), na Avenida José Donato Braga, mais conhecida como “Estrada do Amor”, Zona Norte da cidade.

Segundo informações, Pedro Gomes trafegava pela referida via em sua bicicleta, quando foi colhido por um caminhão-caçamba, de placas: OFD-0844. O acidente aconteceu por volta das 17hs00 e, com o impacto, o idoso foi arremessado e arrastado pela pista tendo morte imediata.

O motorista foi identificado alguns minutos depois do acidente e o veículo apreendido pela Policia Militar. O SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) esteve no local e constatou o óbito.

O corpo foi levado para o Instituto Medicina Legal de Patos.

 

Redação – fmrural.com.br

Com informações do Blog Coisas de Cajazeiras

porpjbarreto

Pleno do Tribunal de Justiça da Paraíba determina soltura de Fabiano Gomes do PB1

Por onze votos favoráveis, e dois contrários, o pleno do Tribunal de Justiça da Paraíba determinou agora a soltura do comunicador e empresário Fabiano Gomes, detido há mais de um mês no presídio de segurança máxima PB1.

Fabiano Gomes foi detido por determinação do desembargador João Benedito, depois de descumprir medida cautelar que o obrigava a comparecer em juízo. O comunicador e empresário é um dos acusados na operação Xeque-mate, referente a compra do mandato do ex-prefeito de Cabedelo, Luceninha.

Fonte: paraiba.com

porpjbarreto

Cerca de 44% dos alunos que ingressam em áreas de engenharia da Universidade Federal do Ceará não terminam curso

Alto índice de desistência aponta necessidade de modernização no ensino de engenharia

No Brasil, a cada 175 alunos que ingressam nos cursos superiores de engenharia, apenas 95 concluem. De acordo com o Censo da Educação Superior, no estado do Ceará, 7.792 mil alunos ingressaram em cursos de engenharia em 2017. Em contrapartida, 7.491 desistiram da graduação e trocaram de curso, trancaram a matrícula ou se desvincularam da universidade. No ano passado, o estado ofereceu mais de 12,2 mil vagas distribuídas entre cursos ofertados por instituições públicas e privadas nas áreas de engenharia, como engenharia civil, elétrica, mecânica, computação, química, engenharia de produção, materiais e automotiva.

Na Universidade Federal do Ceará (UFC), o cenário não é diferente. Segundo o especialista em engenharia química e professor do Centro de Tecnologia da universidade, Ivanildo José da Silva Júnior, a evasão dos cursos da área de engenharia foi de 44%, nos últimos cinco anos. O professor explica que a base curricular e o formato das aulas, pouco atrativas, têm desestimulado os estudantes, que acabam saindo da engenharia e migrando para outras áreas.

“O aluno quando entra na engenharia, nos dois primeiros anos, no primeiro ano, principalmente, não tem tanto contato com o curso, mas sim com as cadeiras que são comuns a todas as engenharias e, às vezes, isso o frustra.”

Para a diretora de Inovação da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e superintendente nacional do Instituto Euvaldo Lodi (IEL), Gianna Sagazio, o alto índice de desistência nas áreas de engenharia mostra a fragilidade e a necessidade da modernização do ensino, que, segundo ela, ainda segue o modelo idealizado há mais de 30 anos.

“O mundo está mudando muito rapidamente e a gente precisa preparar os nossos profissionais, os nossos engenheiros, para enfrentar esses desafios que já estão colocados aqui. Se a gente não tiver engenheiros preparados para os impactos dessa revolução digital, a gente não vai conseguir ser um país competitivo e nem gerar qualidade de vida para a nossa população.”

A CNI encaminhou, aos candidatos à presidência da República, propostas para a atualização do currículo dos cursos de engenharia. A modernização das diretrizes curriculares e metodologias, aprimoramento do sistema de avaliação e a valorização do trabalho dos docentes estão entre as principais propostas da indústria para o Brasil crescer.

Reportagem: Aline Dias

 

porpjbarreto

CNI/Ibope: Bolsonaro lidera com 27% e Haddad tem 21%

Levantamento indica postulantes de PT e PSL no segundo turno; ex-prefeito de São Paulo tem nove pontos de vantagem para Ciro, em terceiro com 12%

Nova pesquisa do instituto Ibope, divulgada na tarde desta quarta-feira 26, mostra mais uma vez Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) liderando a corrida presidencial. O capitão da reserva possui 27% e o ex-prefeito de São Paulo, 21%.

A pesquisa foi encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Em terceiro lugar, aparece Ciro Gomes (PDT), com 12%, seguido de Geraldo Alckmin (PSDB), com 8% e Marina Silva (Rede), com 6%. João Amoêdo (Novo) tem 3%, Alvaro Dias (Podemos) e Henrique Meirelles (MDB) tem 2% e Guilherme Boulos (PSOL), 1%. Brancos, nulos e indecisos somam 18%.

O levantamento encomendado pela CNI e produzido pelo Ibope foi registrado sob a identificação BR-04669/2018. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos e índice de confiança de 95%. O levantamento ouviu 2.000 eleitores em 126 municípios entre os dias 22 e 24 de setembro

veja.com