Categoria Sertão

porpjbarreto

IFPB: Aberto processo seletivo para professor substituto no Campus Cajazeiras

O IFPB abriu inscrições para o processo seletivo simplificado para professor substituto para atuar Ensino Básico, Técnico e Superior. A vaga é para professor de sociologia, no Campus Cajazeiras. O período de inscrição vai de 10 a 23 de maio.

Acesse aqui o edital.

A remuneração inicial é de R$ 3.126,31, devendo ser ajustada, no ato do contrato, conforme a titulação do candidato aprovado e/ou outras previsões legais. O regime de trabalho é de 40 horas semanais.

Para se inscrever, o candidato deve preencher o formulário de inscrição disponibilizado no portal do IFPB e efetuar recolhimento da taxa de inscrição no valor de R$ 100,00 (cem reais) por meio de boleto bancário gerado no ato da inscrição, a ser pago preferencialmente no Banco do Brasil.

 

Iris Souto Maior – Assessoria de Imprensa do IFPB

porpjbarreto

PF investiga fraude em financiamentos da agricultura familiar no CE

Foto: Ilustrativa / Autor: Desconhecido

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta sexta-feira (10) a terceira fase da Operação Gremlins, que investiga a atuação de um grupo responsável pela aprovação fraudulenta de 351 financiamentos do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) contratados entre 2009 e 2011 em Limoeiro do Norte (CE).

Policiais federais cumprem oito mandados de busca e apreensão nos municípios de Fortaleza, Morada Nova, Tabuleiro do Norte e Quixadá. As medidas foram determinadas pela 15ª Vara da Justiça Federal em Limoeiro do Norte, que autorizou também o bloqueio de contas e bens móveis dos investigados.

Por meio de nota, a PF informou que serão indiciados dez suspeitos envolvidos nas fraudes, incluindo funcionários do banco, pecuarista, elaboradores de projetos e lideranças de projeto de assentamento. Alguns já respondem a processos na Justiça Federal de Limoeiro do Norte por fraudes na obtenção de financiamento relacionadas a primeira fase da operação.

“As investigações apontam que o esquema criminoso gerou prejuízo aos cofres públicos em um montante que poderá ultrapassar R$ 50 milhões, conforme dados levantados nas 1ª, 2ª e 3ª fases da Operação Gremlins”, destacou a corporação.

Os indiciados poderão responder, de acordo com o nível de participação, pelos crimes de associação criminosa e fraude na obtenção de financiamento, com aumento de pena em razão do prejuízo causado à instituição bancária oficial. Já os bancários, em razão da função exercida, poderão responder também pelo crime de gestão fraudulenta.

Pronaf

Vinculado ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o Pronaf financia projetos individuais ou coletivos que gerem renda aos agricultores familiares e assentados da reforma agrária. De acordo com a pasta, o programa conta com as mais baixas taxas de juros de financiamentos rurais, além das menores taxas de inadimplência entre os sistemas de crédito do país.

Agência Brasil

porpjbarreto

Operação cumpre 52 mandados de prisão por homicídios, tráfico e corrupção de menores

Uma operação da Polícia Civil está cumprindo 52 mandados de prisão preventiva e 20 mandados de busca e apreensão, na manhã desta sexta-feira (20), em Cajazeiras, no Sertão da Paraíba, e nas cidades vizinhas. Os mandados foram expedidos pela 2ª Vara da Comarca de Cajazeiras.

Os alvos da ‘Operação Ponto 50’ são investigados por crimes como homicídios, roubos, furtos, tráfico de drogas, associação para o tráfico, corrupção de menores e comércio ilegal de armas de fogo.

A operação, que conta com a participação de 96 policiais, está ocorrendo nas cidades de Cajazeiras, São José de Piranhas, Bonito Santa Fé, Sousa, Patos, Campina Grande, na Paraíba e Juazeiro do Norte, no Ceará.

As investigações da Delegacia Seccional de Cajazeiras, que duraram cerca de seis meses, apontam que os suspeitos são responsáveis por, pelo menos, os últimos 15 homicídios ocorridos na cidade. Um dos principais motivos seria a disputa por territórios para venda de drogas na região. Até as 6h40, a operação ainda estava em andamento.

Com informações do G1-PB

porpjbarreto

Em 1962 saiu a primeira edição da revistinha “O Incrível Hulk”

A Música do Dia é “Força Verde“, de Zé Ramalho, sob uma tradução de uma poesia de W. B. Yeats.

Produção e apresentação – Luiz Cláudio Canuto
Agência Rádio Câmara
porpjbarreto

IFPB mobiliza comunidade acadêmica contra o bloqueio no orçamento

Ato simbólico acontece na reitoria e nos campi ao longo desta segunda-feira, dia 13. A programação local segue movimento institucional unificado e simultâneo em todo o território nacional em defesa da educação.

O Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) convida toda a comunidade dos Institutos Federais do País para nesta segunda-feira (13) se unirem em uma ação nacional em defesa da educação do País. Na Paraíba, esta ação acontece às 10 horas na Reitoria do IFPB e deve se repetir em todos os campi nos intervalos das aulas.

Reunidos esta semana em Brasília, os reitores que compõem o Conif decidiram imprimir esforços para reverter o bloqueio de 30% do orçamento das instituições federais de ensino – aproximadamente R$ 900 milhões – que representam de 37% a 42% dos recursos de custeio previstos para o funcionamento das unidades. Nessa perspectiva, todas as providências possíveis e necessárias têm sido adotadas pelo colegiado desde o anúncio da medida pelo Ministério da Educação (MEC), em 30 de abril.

De acordo com o Reitor Nicácio Lopes, que está de volta a João Pessoa nesta sexta-feira, este é um movimento institucional unificado e simultâneo em todo o território nacional em defesa da Rede Federal de Educação contra o bloqueio orçamentário imposto pelo Governo Federal.

Na próxima segunda-feira (13), no intervalo das aulas, para não prejudicar o andamento das atividades de ensino, está previsto um abraço simbólico em todas as unidades do IFPB: Reitor, Pró-Reitores, gestores, professores, estudantes e membros da comunidade estarão reunidos em defesa da educação profissional no Estado. Na oportunidade, o Reitor Nicácio fará a leitura da carta do Conif, elaborada na 95ª Reunião Ordinária do Conselho.

Confira a nota oficial do Conif.

 

Assessoria de Imprensa

porpjbarreto

‘O produtor rural brasileiro agora tem um governo que enxerga além das vias urbanas deste país’ afirma dirigente da Asplan

Depois de anunciar que enviará ao Congresso Nacional um projeto que isentará de punição os proprietários rurais que atirarem em invasores de suas terras, o presidente Jair Bolsonaro voltou a tomar decisões que agradaram o segmento produtivo nacional e e atende uma antiga reivindicação do setor que se sentia fragilizado diante da escala de violência no campo. Trata-se do Decreto 9.785, publicado no Diário Oficial da União da última quarta-feira (08), que regulamenta o porte de armas de fogo para várias categorias, entre elas, moradores de área rural.

“Quem já teve sua propriedade produtiva invadida, viu sem poder fazer nada seu patrimônio ser delapidado, plantações serem destruídas e criações serem mortas sem nada poder fazer para impedir tamanho absurdo ou viu seus familiares reféns do medo e da impunidade começam a respirar aliviados com as deliberações do nosso presidente que, ao agir assim, dá uma demonstração de que governa para além das vias urbanas, enxergando uma classe produtiva que é muito importante para o país e que estava refém do medo e de braços cruzados até então. Agora, os bandidos vão pensar duas vezes antes de invadir uma propriedade, seja para dilapidar o patrimônio, seja para cometer qualquer ato de ilicitude”, destacou o presidente da Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan), José Inácio de Morais.

Para José Inácio, o Decreto atende os anseios da classe produtiva. “Com a legalização do porte, nós produtores que até então estávamos de aos atadas, vamos poder nos defender”, reitera José Inácio, lembrando que as regras e critérios para obtenção das armas não foram alteradas.

Assessoria de imprensa – Asplan

porpjbarreto

Começaram as inscrições para o Processo Seletivo de Cursos Técnicos do IFPB 2019.2

Candidatos podem se inscrever para as 1.110 vagas ofertadas até o dia 24/05

Começaram as inscrições para o Processo Seletivo de Cursos Técnicos do IFPB. Estão sendo ofertadas 1.110 vagas para o segundo semestre de 2019. Candidatos têm até o dia 24/05 para se inscrever de forma gratuita.

Os cursos são na modalidade técnico subsequente, portanto, podem se inscrever candidatos que estejam concluindo ou já tenham concluído o ensino médio. A seleção será realizada por meio de análise do desempenho escolar em Língua Portuguesa ou Português e Matemática ou disciplinas equivalentes cursadas no 1º e 2º ano do Ensino Médio, ou equivalente; ou por meio de análise do desempenho de Língua Portuguesa e Matemática, conforme descritas no documento do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (ENCCEJA) e o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), ou equivalentes.

As inscrições são realizadas no portal do IFPB (clique aqui), por meio do preenchimento de formulário eletrônico, questionário socioeconômico e apresentação do Histórico Escolar ou boletim de desempenho individual do ENEM ou documento equivalente.

Os cursos ofertados são: Técnico em Agropecuária, Técnico em Cuidados de Idosos, Técnico em Edificações, Técnico em Eletrônica, Técnico em Eletromecânica, Técnico em Eletrotécnica, Técnico em Equipamentos Biomédicos, Técnico em Informática, Técnico em Instrumento Musical, Técnico em Manutenção e Suporte em Informática, Técnico em Mineração, Técnico em Mecânica, Técnico em Restaurante e Bar, Técnico em Meio Ambiente, Técnico em Química, Técnico em Serviços Jurídicos e Técnico em Secretariado.

As vagas estão distribuídas entre os campi de  Areia, Cabedelo, Cabedelo Centro, Cajazeiras, Campina Grande, Esperança, João Pessoa, João Pessoa/Mangabeira, Monteiro, Patos, Pedras de Fogo, Picuí, Princesa Isabel, Santa Luzia, Soledade e Sousa.

Confira todas as informações no Edital nº 55/2019.

Clique aqui para se inscrever.

A seleção para o curso técnico em Instrumento Musical é regida por um edital específico. Confira aqui o Edital nº 56/2019.

Clique aqui para se inscrever no técnico em instrumento musical.

 

Assessoria de Imprensa

porpjbarreto

Mulheres são presas com cerca de 35 kg de maconha dentro de malas na rodoviária de Cajazeiras

Taxista, que aguardava desembarque da dupla no terminal rodoviário, também foi preso suspeito de tráfico de drogas.

Duas mulheres foram presas no final da tarde da última quarta-feira (8), no terminal rodoviário Clóvis Rolim em Cajazeiras, no Sertão da Paraíba. De acordo com a Polícia Civil, a dupla foi detida com cerca de 35kg de maconha que estavam escondidos em duas malas. Um taxista, que aguardava o desembarque das mulheres, também foi preso suspeito de tráfico de drogas.

Segundo a polícia, a prisão das mulheres de 21 e 29 anos foi feita pelo Grupo Tático Especial (GTE). Toda a droga encontrada nas malas já estava prensada e pronta para venda.

A polícia conseguiu prender as mulheres e apreender a droga após denúncias anônimas. Informações davam conta de que a dupla estaria transportando a droga do Rio Grande do Norte para Cajazeiras.

Ainda conforme a polícia, as mulheres passaram a ser monitorados pelo GTE desde que desembarcaram na cidade de Patos, no Sertão paraibano. Elas foram abordadas ao chegarem no Terminal Rodoviário Clóvis Rolim, em Cajazeiras, no momento em que pegavam as malas do ônibus.

Além das mulheres, a polícia prendeu também o taxista, de 32 anos. O homem havia sido contratado para fazer o transporte da dupla e, segundo a polícia, ele sabia da ação criminosa e é suspeito de envolvimento com o tráfico de drogas na região.

Os três presos e a droga apreendida foram encaminhados para a Superintendência da Polícia Civil de Cajazeiras. A polícia informou que o trio permanece no local aguardando audiência de custódia prevista para esta quinta-feira (9).

Foto: Polícia Civil/Divulgação

Fonte: G1-PB

porpjbarreto

João Azevêdo discute implementação de programa com representantes do Bird

O governador João Azevêdo recebeu, na última quarta-feira (8), na Granja Santana, em João Pessoa, uma missão do Banco Mundial. O encontro teve o objetivo de discutir a fase inicial de implementação do programa ‘Paraíba Rural Sustentável’ e de apresentar as ações do Governo da Paraíba para garantir a segurança hídrica para todo o Estado até o ano de 2022.

A reunião contou com as presenças do especialista agrícola sênior do Banco Mundial, Maurizio Guadagni; do consultor, Ditmar Alfonso Zimath; do especialista em Agronegócios e Riscos Agropecuários, Pablo Valdivia; dos secretários Luiz Couto (Agricultura Familiar e do Desenvolvimento do Semiárido); Deusdete Queiroga (Infraestrutura, dos Recursos Hídricos e do Meio Ambiente); e do gestor do projeto Cooperar, Omar Gama.

Na ocasião, o chefe do Executivo estadual afirmou que o Governo trabalha para iniciar, ainda este ano, as ações do programa Paraíba Rural Sustentável, lançadas no dia 19 de março. “Nós temos agora um prazo um pouco menor, porque inicialmente era de seis anos e agora passou para cinco anos, e isso faz com que o esforço da equipe seja dobrado no sentido de fazer com que esse projeto se concretize o mais rápido possível. A partir de agora, serão feitas visitas em campo para conhecer as áreas de implementação do programa”, explicou.
Ele também relatou aos representantes do Banco Mundial os esforços do Governo para assegurar água em quantidade e qualidade para todos os paraibanos e destacou os investimentos nas construções do Canal Acauã-Araçagi e da TransParaíba que vai atender populações de 19 municípios do Estado.

O secretário da Agricultura Familiar e do Desenvolvimento do Semiárido, Luiz Couto, pontuou que o programa Paraíba Rural Sustentável representa qualidade de vida para os agricultores familiares. “Esse projeto vai atender 222 cidades, trazendo dignidade para o povo da Paraíba. Nessa primeira etapa, os municípios serão visitados para dar condições de organização às instituições e, a partir daí, serão discutidas com as comunidades as demandas mais importantes para que sejam implementadas e que passarão pelos Conselhos Municipais e pelo Cooperar, ou seja, essa é uma fase de empoderamento das instituições”, falou.

O gestor do projeto Cooperar, Omar Gama, estima para junho a liberação de parte dos recursos destinados à divulgação do projeto e capacitação das associações que serão beneficiadas. “Nós vamos fazer várias oficinas nos municípios e convocar os Conselhos Municipais para saber a situação documental das associações e, esta semana, nós estamos definindo as metas que serão cumpridas e o prazo de cada uma delas”, comentou.

O representante do Banco Mundial, Maurizio Guadagni, falou da importância do programa para a área de abastecimento de água e alianças produtivas. “A ideia é implantar o uso de tecnologias adaptadas à realidade da Paraíba, a exemplo das energias fotovoltaicas e dessalinizadores, para poder utilizar a água disponível para abastecimento de casas e também para horticultura, fruticultura e segurança alimentar”, completou.

Agenda do Bird na Paraíba – À tarde, a missão do Bird se reúne com parceiros do Projeto Cooperar (BM, Aesa, Cagepa, Sudema, BNB, Cinep e Seirhma). Nesta quinta-feira (9), às 8h30, a missão volta a se reunir com os técnicos do Projeto Cooperar para discutir Salvaguardas Socioambientais. Às 9h, os gerentes e coordenadores do Cooperar mantém a reunião de nivelamento. Às 14h, acontecerá a leitura e discussão da Ajuda Memória da Missão. Já na sexta-feira (10), às 6h, a missão faz visita de campo, deslocando-se para o município de Monteiro, onde visita a Cooperativa de Beneficiamento de Leite – Capribom e Unidade de Produção e Beneficiamento.

Paraíba Rural Sustentável – O programa, lançado no dia 19 de março, em João Pessoa, graças ao esforço do Governo para aprovar em menos de um mês um empréstimo de US$ 50 milhões junto ao Banco Mundial, irá investir mais de R$ 300 milhões na agricultura familiar, melhorando o acesso à água, reduzindo a vulnerabilidade agroclimática e aumentando o acesso a mercados da população rural da Paraíba, beneficiando 45 mil famílias do Estado.

O programa visa resgatar toda a produção dos pequenos agricultores, tendo como componentes principais o abastecimento d’água e a área produtiva. Serão 280 abastecimentos de água singelos; 150 abastecimentos de água completos; 7.560 cisternas de alambrado; e 100 dessalinizadores com aproveitamento de rejeitos para garantir o acesso à água.

Secom

porpjbarreto

ONG Milagre Sertão comemora resultados de ação em Itaporanga, interior da Paraíba

Voluntários realizaram atendimentos médicos e odontológicos, além de terem promovido a distribuição de alimentos, roupas e brinquedos para famílias sertanejas

No início de maio, a ONG Milagre Sertão realizou mais uma de suas ações de assistência às famílias sertanejas no município de Itaporanga, interior da Paraíba, com a participação das comunidades de São João, Cachimbo Apagado e Riacho da Onça. Dentre as atividades promovidas pela equipe de voluntários, estiveram inclusos atendimento médico e odontológico, bazar, melhorias, recreação infantil, manicure, cortes de cabelo, palestras sobre empreendedorismo, educação sexual, oficinas de artesanato e cursos na área de agricultura, além de um almoço especial com direito a trio pé de serra.

Para a voluntária Maria José Prado, de 68 anos, a contribuição social não beneficia apenas as famílias, mas toda a equipe que integra a ONG, vivenciando momentos de solidariedade, empatia e dedicação à uma causa maior. “Essa ação foi, sem dúvidas, uma das que mais me emocionou. A comunidade nos recebeu de braços abertos. A interação social foi incrível entre todas as idades, desde os adolescentes aos idosos, todos participaram das atividades. A sensação de que nós realmente estávamos conseguindo alcançar o que tínhamos proposto e o envolvimento da equipe de voluntários em todos os setores demonstrou que, mais do que nunca, essa mistura de pessoas de todos os lugares do País forma esse grande quebra-cabeça que é a ONG Milagre Sertão”, emocionou-se.

Entre os parceiros da ação, estiveram coletando os materiais: Korpus Academia, Mexa o Corpo, Colégio Evolução, Cara de Sono e Manuela Almeida Unhas e Sobrancelhas.

Veja os  números dessa campanha:

– 45 voluntários 

– 2.924 peças de vestuário 

– 90 filtros de barro 

– 1,5 toneladas de comida 

– almoço pra cerca 350 pessoas 

– 363 ações em saúde (médico-odontológico) 

– 120 kits de higiene entregues 

– corte de cabelo e manicure 

– oficinas de artesanato; agricultura; saúde na adolescência

– música e trio pé de serra pra finalizar o dia

” Foi um dia tranquilo, sem adversidade, muitas atividades e descontração. As crianças foram um caso à parte todas receberam fantasias e isso foi uma festa. O dia terminou com música, distribuição de cestas básicas, muita alegria e já uma saudade daquele dia, daquele lugar”, avaliou Marcele Jardim, uma das organizadoras da ação e voluntária da ONG.

Sobre a Milagre Sertão –  Fundada em 2013, com sede em João Pessoa, a ONG promove soluções eficazes no desenvolvimento de sistemas sustentáveis por meio do empoderamento das famílias que sofrem com os efeitos da seca levando doações de alimentos, roupas, brinquedos e outros itens de necessidade básica, além de oferecer serviços de apoio à comunidade, como atendimento médico.

Além disso, o projeto tem uma linha de atuação baseada na busca por soluções efetivas e duradoras contra os efeitos da seca, como a implantação de sistemas de comércio solidário sustentável, instalação de poços, cisternas, realização de cursos de capacitação para o melhor aproveitamento dos recursos naturais e consequente amenização dos efeitos desse fenômeno natural.

A ONG Milagre Sertão fica localizada na Rua Antonio Rabelo Júnior, nº 81 Sala 01 e 02 – Miramar. Outras informações, no site milagresertao.org/ ou através do número (83) 3021-9891. O Instagram é @milagresertao.

Assessoria de Imprensa