Autor pjbarreto

porpjbarreto

Aneel diz que pagamento de empréstimos reduzirá tarifa de energia

A quitação antecipada vai gerar economia de R$ 8,4 bi para consumidor

A amortização de empréstimos contraídos em 2014 pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) junto a oito bancos possibilitará um impacto de redução média de 3,7% nas tarifas de energia que serão pagas em 2019 pelo consumidor brasileiro; e de 1,2% em 2020. Esses empréstimos foram feitos visando compensar as concessionárias de energia pelos prejuízos causados pela crise hídrica no setor.

A redução, anunciada hoje (20), em Brasília, pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), foi possível a partir de negociações feitas desde novembro do ano passado, entre Câmara de Comercialização de Energia Elétrica, Ministério de Minas e Energia, Aneel e um pool de oito bancos.

Os recursos a serem usados fazem parte de um fundo criado para compensar eventuais atrasos ou calotes que poderiam ser praticados pelas concessionárias.

Reunião em Brasília

A operação de amortização será concretizada na reunião de diretores da Aneel, prevista para a tarde de hoje, em Brasília.

“Esse empréstimo, feito em 2014, seria amortizado até abril de 2020. Diante de condições administrativas identificadas, conseguimos antecipar a quitação desse empréstimo a partir de setembro de 2019. Essa quitação antecipada nos leva a uma atenuação da tarifa em 3,7% em 2019, e de 1,2% em 2020”, explicou o diretor-geral da Aneel, Andre Pepitone.

Com a quitação antecipada da chamada Conta ACR – mecanismo de repasse de recursos às distribuidoras para a cobertura dos custos com exposição involuntária no mercado de curto prazo e o despacho de termelétricas entre fevereiro e dezembro de 2014 – será possível retirar R$ 8,4 bilhões das contas de luz até 2020.

Segundo Pepitone, R$ 6,4 bilhões serão retirados da tarifa de energia paga pelos consumidores em 2019; e outros R$ 2 bilhões sairão da tarifa em 2020 – valores que serão considerados para a definição do preço final das tarifas.

“A materialização dessa decisão irá repercutir no processo tarifário de cada distribuidora de energia em seu aniversário contratual, ou seja, na data de reajuste de cada distribuidora de energia”, finalizou.

 

Agência Brasil

porpjbarreto

Colégio GEO traz Rossandro Klinjey para fazer palestra com pais de alunos em João Pessoa

Em ambos os lados dessa relação, família-escola, há conflitos e ruídos, mas o que deve prevalecer é a parceria, porque é a partir do entendimento da responsabilidade e do papel que cada um tem, principalmente, com o advento da Internet e o acesso fácil a todo tipo de informação, que os conflitos são resolvidos, as soluções encontradas em harmonia e os resultados positivos são obtidos. E foi partindo dessa premissa e considerando que é salutar essa definição de papeis e atribuições e a relevância do tema, que o colégio GEO trará para João Pessoa, o escritor e psicólogo Clínico, Rossandro Klinjey, para fazer uma palestra para os pais de alunos e educadores da instituição interessados nesta temática do relacionamento entre pais, filhos e escola. O evento acontecerá na próxima terça-feira (26), no Teatro Pedra do Reino, localizado no Centro de Convenções, a partir das 19h30.

O Diretor Administrativo, responsável pelo GEO, Alessandro Marques, lembra que a ideia de trazer um palestrante para debater essa temática do papel da escola e dos pais na condução deste processo educacional, dentro de uma realidade plural de informações, faz parte do projeto pedagógico da instituição. “O GEO tem um projeto pedagógico/educacional que o diferencia enquanto escola porque nosso foco não é apenas preparar o aluno para o ingresso na universidade, o que é atestado pelos ótimos índices de aprovação no ENEM, mas, para a vida em sociedade a qual exige que cada um saiba o seu papel e a melhor forma de vivenciá-lo”, destaca o diretor.

Para participar das palestras, os pais dos alunos devem se inscrever em qualquer uma das duas sedes do GEO – Tambaú e Sul. No ato da inscrição, serão entregues os convites para o evento. Para retirar os ingressos, os pais devem se dirigir à Sala de Atendimento das unidades Sul e Tambaú, durante os dias 20, 21, 22 e 25 de março. Os colaboradores do GEO, que quiserem assistir a palestra, poderão retirar os ingressos no RH das unidades.

A direção da escola estuda ainda a possibilidade de abrir o evento para educadores de outras instituições, mas, isso dependerá da demanda de pais já que o evento foi pensado e direcionado para eles. “Temos que respeitar a capacidade de lotação do espaço e como nosso público alvo são os pais e membros de nossa equipe, somente no dia do evento veremos se haverá essa possibilidade”, esclarece o diretor do GEO.

Assessoria de Imprensa

porpjbarreto

Grupo Mulheres do Brasil lança núcleo na Paraíba

Reunião de lançamento, em João Pessoa, contará com a presença de lideranças femininas do Estado

Empresária Luiza Helena Trajano, presidente do Grupo Mulheres do Brasil

As mulheres paraibanas estão sendo contempladas com um núcleo local do Grupo Mulheres do Brasil, um movimento político suprapartidário que reúne mais de 25 mil participantes voluntárias de diversas cidades do Brasil e também por brasileiras que moram no exterior. A reunião de lançamento será dia 1º de abril, às 18h30, no Centro Cultural Ariano Suassuna, em João Pessoa.

 A iniciativa faz parte da estratégia de expansão do Grupo que vem transformando vidas e realidades a partir do envolvimento da sociedade civil, governos, empresas e organizações em ações que estimulam a participação e o protagonismo feminino em áreas estratégicas para cada região e também para o país como um todo. “Estamos presentes em 46 diferentes localidades. Com a abertura dos Núcleos Regionais – unidades autônomas que seguem os mesmos princípios do Núcleo Central –, o Grupo cresce também em número de participantes”, afirma Lilian Leandro, diretora de expansão e líder do Comitê Expansão do Grupo Mulheres do Brasil.

A abertura da reunião que marcará o lançamento do núcleo será realizada pela empresária Luiza Helena Trajano, presidente do Grupo Mulheres do Brasil. “É com muita alegria que estamos inaugurando um núcleo na Paraíba, essa importante região do Nordeste, rica em turismo, forte na economia, mas também com muitos desafios a superar e que, como todos os estados brasileiros, tem suas peculiaridades. Acredito que podemos dar nossa contribuição, pois as mulheres têm provado sua capacidade por meio de muito esforço e dedicação, mas ainda há barreiras a serem vencidas, como o preconceito e a violência”, afirma Luiza. “O Grupo Mulheres do Brasil contribui para a superação desses desafios por meio do estímulo à educação, ao empreendedorismo, ao combate à violência contra a mulher, à conscientização sobre igualdade racial e de gêneros e à participação na tomada de decisões que envolvam a sociedade”, completa a executiva.

O Núcleo João Pessoa é liderado por Maria do Socorro Ferreira Alencar, contadora e funcionária pública, Andrea Nunes de Moura Libardi, administradora e guia de turismo, Maristela Araújo da Nóbrega, empreendedora social, e pelas pedagogas Melca Farias e Márcia Matias Gomes de Almeida.

De acordo com as líderes, o movimento já vem sendo bem acolhido pelas paraibanas. “Já faz alguns meses que estamos trabalhando em ações ligadas aos Comitês com os quais o Grupo Mulheres do Brasil atua, como Combate à Violência contra a Mulher, Empreendedorismo, Educação, Social e Inclusão da Pessoa com Deficiência”, explica Andrea Libardi.

Desta forma, o Grupo pretende atuar nessas áreas para atender e empoderar as mulheres em suas necessidades. “Assim, estaremos promovendo ações que causem impactos sociais positivos e que contribuam para a diminuição da desigualdade social de nosso país”, ressalta Maria do Socorro. “Será um movimento mágico de despertar, com força, garra, justiça, beleza e ideais, por meio do compartilhamento e de aprendizados em prol da construção de um Estado e de um Brasil melhor”, complementa Márcia Matias.

“Fazer parte do Grupo Mulheres do Brasil, em especial do Núcleo João Pessoa, eleva a nossa crença na realização de sonhos em favor de uma sociedade mais justa. As mulheres pessoenses estão ansiosas e prontas para fazer parte desta revolução social”, diz Maristela da Nóbrega. “O lançamento do Grupo aqui na Paraíba será um marco para as causas femininas, pois o movimento tem força nacional e internacional, o que faz com que as mulheres tenham voz e vez”, conclui Melca Farias.

A reunião será realizada no Centro Cultural Ariano Suassuna, na rua Prof. Geraldo Von Sohsten, 147, no bairro Jaguaribe, em João Pessoa, às 18h30 (credenciamento a partir das 17h30), e contará com a participação de lideranças femininas da região. É gratuita e voltada para todas as mulheres. As inscrições devem ser feitas antecipadamente, por meio do link:http://mulheresdobrasil.tlv.ag/corporativo/login/

Sobre o Grupo Mulheres do Brasil

O Grupo Mulheres do Brasil foi criado em outubro de 2013 por 40 mulheres de diferentes setores e almeja ser o maior bloco de mobilização política suprapartidária do Brasil. Entre suas frentes de atuação estão educação, saúde, empreendedorismo feminino, combate à violência contra a mulher e igualdade racial.

Atualmente, o grupo contém cerca de 25 mil participantes no Brasil e no exterior, como em Portugal, França, Suíça, Suécia, Itália, Colômbia, Alemanha, Inglaterra e Estados Unidos. Suas integrantes vêm de diferentes classes, origens e profissões e lutam por uma sociedade mais justa e com igualdade de oportunidades para homens e mulheres.

Serviço

Lançamento do Grupo Mulheres do Brasil Núcleo Paraíba

Data: 1º/04, segunda-feira

Horário: 18h30 (credenciamento a partir das 17h30)

Local:  – Centro Cultural Ariano Suassuna, Rua Prof. Geraldo Von Sohsten, 147, bairro Jaguaribe, João Pessoa – PB.

 

Assessoria de Imprensa

porpjbarreto

Fraude: MP apura irregularidades na contratação de instituto que irá realizar concurso da Prefeitura de Cajazeiras

O Ministério Público Estadual da Paraíba, noticiou a Prefeitura Municipal de Cajazeiras, para apurar supostas irregularidades na contratação do Instituto de Desenvolvimento Institucional Brasileiro (IDIB), empresa que tem como sócio, o Senhor Lívio Carlos Chaves, que também é sócio do Instituto Cidades, investigado por fraude em diversos concursos públicos e, responde por ação de improbidade administrativa.

De acordo com informações chegadas a nossa redação, o motivo da abertura do Processo nº 5342508.14.2016.8.09.0162 – se deu após vazamento de áudios, onde servidoras da Prefeitura de Cajazeiras – confidenciavam suspeição de fraude, conhecido popularmente como “arrumadinhos”.

Noticiante: Ministério Público do Estado da Paraíba

Noticiado: Prefeitura Municipal de Cajazeiras/PB

OBJETO: Apurar supostas irregularidades na contratação da Empresa Instituto de Desenvolvimento Institucional Brasileiro – IDIB, CNPJ nº. 22.513.518/0001-61, para a realização do concurso Público – Edital nº. 001/2019, publicado em 14/02/2019 a ser realizado no Município de Cajazeiras/PB, consistentes em o sócio desta, Lívio Carlos Chaves, ser sócio da Empresa Instituto Cidades – Centro Integrado de Desenvolvimento Administrativo, Estatística e Social, CNPJ nº. 05.095.628/0001-31, sendo esta última investigada por fraude em concursos públicos e, inclusive, responde a ação de improbidade administrativa (Processo nº 5342508.14.2016.8.09.0162).

Noticiante: Ministério Público do Estado da Paraíba

Noticiado: Prefeitura Municipal de Cajazeiras/PB

EXTRATO DE PROMOTORIA Nº 12/2019

João Pessoa, 15 de março de 2019

 

Relembre.::.

Bomba: Concurso da Prefeitura de Cajazeiras poderá ser fraudado revela vazamento de conversa entre servidoras. Escute!

Áudios provenientes de um aplicativo de mensagens, entre duas servidoras da Prefeitura Municipal de Cajazeiras, apontam para um dos maiores escândalos da gestão do prefeito José Aldemir Meireles de Almeida (PP).

“Deixa eu te contar uma, que Vilma contou pra mim e pra Ronice… Ela disse, Renata tu já está sabendo? Ai eu disse, de quê? Que as três vagas de psicólogas já [está] tudo arquitetado? Que conversa? Ah, minha filha, você é a última a saber. Todo mundo tá sabendo. A vaga [das psicólogas] do concurso é Mônica, a Rayla e, essa sobrinha de Anchieta, que assumiu o CAPS Infantil, Mabelle. Eu disse, mulher se elas entrarem é carta marcada já, a oposição cai em cima”! Continue lendo…

 

Redação – fmrural.com.br

porpjbarreto

Marília Mendonça celebra resultado de cirurgia e dieta: “Vesti uma saia 40”

Cantora realizou cirurgias plásticas e passou por uma reeducação alimentar

Marília Mendonça foi ao Twitter nesta terça-feira (19) festejar os resultados de suas recentes cirurgias plásticas, aliadas da reeducação alimentar.

Recentemente, nos Stories, a cantora compartilhou parte dos seus desafios diários para manter o peso.

“É uma enganação pensar que depois que faz uma abdominoplastia, uma lipoaspiração não precisa mais fazer dieta, não precisa mais cuidar da alimentação. Isso é uma farsa”, disparou a sertaneja.

“A abdominoplastia e a lipoaspiração não foram feitas para redução de peso, foram feitas para retirada de gordura localizada e retirada de pele”, explicou.

“Quero continuar sempre seguindo a questão da minha alimentação que foi o que me transformou de verdade, quero seguir sempre. É o que me move, o que mudou completamente. Não adianta fazer a abdominoplastia sem a saúde”, continuou. “Gosto muito de me cuidar, descobrir novos alimentos maravilhosos”, concluiu.

NOVA MULHER

Durante uma live no início do mês, Marília revelou os procedimentos realizados por ela durante as férias.

“Está muito lindo, estou muito feliz. Coloquei 365 ml (de silicione) e também fiz o abdômen. Tirei 1,8 kg só de pele. Estou radiante!”, festejou. “Isso era um plano que eu já tinha há muito tempo. Ainda estou desinchando. Tenho certeza que vocês vão amar. Estou linda!’, comemorou Marília com os fãs.

Marília Mendonça tem se transformado em uma nova mulher. Além do silicone e da abdominoplastia, a sertaneja passou por uma reeducação alimentar, eliminando 20 quilos.

A cantora, de 23 anos, decidiu cuidar mais da saúde depois de fazer exames e ver suas taxas alteradas. Dedicada, ela tem se esforçado para manter o foco na dieta durante a sua agitada agenda de shows. Em conversa com QUEM, a estrela revelou, com exclusividade, ter aberto mão de dois outros vícios em prol de uma qualidade de vida melhor: a cerveja e o cigarro.

“Completei um mês sem fumar. Ninguém sabe ainda, mas acho importante eu falar, para incentivar outras pessoas a cuidarem mais da sua saúde. Tem sido um sacrifício, mas eu já sinto uma diferença enorme no meu fôlego nos shows. Acho que como uma pessoa pública, tudo que eu puder falar para fazer bem ao próximo, dar bom exemplo, eu devo compartilhar”, compartilhou.

Marília Mendonça (Foto: Instagram/Reprodução)
Quem
porpjbarreto

Nordeste tem mínima em 15ºC e chuvas em áreas isoladas nesta quarta-feira (20)

Temperatura máxima pode chegar a 38ºC

Nesta quarta-feira (20), a região Nordeste terá chuvas em áreas isoladas. Haverá sol entre nuvens e chuva do nordeste do Rio grande do Norte ao Maranhão e no sul da Bahia. As demais áreas do Nordeste têm sol e previsão de pancadas de chuva, principalmente a partir da tarde.

De acordo com informações do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), o tempo estará de nublado a parcialmente nublado, com temperatura que varia entre 15ºC e 38ºC. A umidade relativa do ar fica entre 30% e 95%.

 

Repórter Isabella França

Agência do Rádio

porpjbarreto

Jeová Campos presta solidariedade a ex-secretária Livânia Farias e critica Walber Virgulino

Eu quero prestar minha solidariedade a ex-secretária Livânia Farias, porque ela está sendo julgada sem ter o direito de se defender. Ela tem muita capacidade de fazer sua autodefesa, mas até agora ela só recebeu julgamento. Espero que o devido processo se estabeleça e ela tenha o direito constitucional de provar sua inocência”, disse hoje (19), o deputado estadual Jeová Campos em discurso na ALPB. O discurso do parlamentar aconteceu após deputados da oposição ocuparem a tribuna da Casa com duras críticas a ex-secretária de Administração da Paraíba, Livânia Farias, alvo da Operação Calvário.

Para Jeová, o dom das palavras, muitas vezes grosseiras, são típicas de justiceiros. “Não sou daqueles que querem fazer Justiça com as próprias mãos. Eu sou um cidadão que acredita no Estado Democrático de Direito, nas instituições e acreditar nas instituições é acreditar naquilo que é procedimento, respeitar o devido processo legal e não fazer julgamento antecipado de ninguém. É assegurar o curso de um processo, o contraditório e a ampla defesa”, destacou o parlamentar que também é advogado.

Se dirigindo nominalmente ao deputado Walber Virgulino, ex-secretário do governo Ricardo Coutinho, o deputado Jeová disse que o seu colega deveria pautar o parlamento com bons debates e lhe fez um desafio. “Qual foi a representação que vossa excelência fez ao Ministério Público na época em que era secretário do governo de Ricardo Coutinho? Se o fez, traga aqui para mim. Porque falar dos outros é muito fácil, botar a faca no pescoço alheio é muito fácil. Chegar aqui e fazer um discurso austero, moralista e justiceiro e muito fácil”, afirmou Jeová.

Para o deputado, quem participou como secretário de um governo até pouco tempo atrás e não denunciou nenhum ato ilícito não deve ter uma língua tão afiada assim. “Esse e o tipo do discurso sem lastro. Por que somente agora o ex-secretário vem falar de corrupção? Das duas uma: ou o governo é moralmente correto ou o ex-secretário prevaricou quando na condição de ordenador de despesas e não representou ninguém integrante do governo que outrora participou”, reiterou Jeová. De acordo com o parlamentar, “discurso sem lastro na vida política é, na realidade, puro oportunismo”.

 

Assessoria de Imprensa

porpjbarreto

Kits de material pedagógico são entregues pela LBV a crianças da Paraíba

Nesta quarta-feira, 20, a Legião da Boa Vontade – LBV pega a estrada em direção a Comunidade Quilombola Caiana dos Crioulos em Alagoa Grande, Brejo Paraibano, para a entrega de kits de material pedagógico pela Campanha Criança Nota 10 — Proteger a infância é acreditar no futuro! para centenas de crianças que estudam na Escola Firmo Santino da Silva.

No dia 22, às 9h30, será a vez das crianças assistidas diariamente pelos programas socioeducacionais da Instituição em sua Unidade no Bairro do Distrito Industrial em Campina Grande.

Em João Pessoa, a garotada da LBV já foi contemplada com seus kits, em 20 de fevereiro.

Na Paraíba, são mais de 400 (quatrocentas) crianças e adolescentes incentivados a educação nos municípios de João Pessoa,Alagoa Grande e Campina Grande, matriculadas no primeiro ao quinto ano, em escolas dessas localidades, incentivados a permanecer em sala de aula e não desistir dos estudos por falta de material escolar.

Em todo o Brasil, a LBV apoia as famílias que não tem recursos para a compra do material escolar, beneficiando mais de 19 mil estudantes de 90 municípios brasileiros. Os kits são compostos de itens como estojo, lápis preto e de cor, canetas, apontador, borrachas, tesoura, tubos de cola, cadernos, mochila, régua, minidicionário de português e papel sulfite.

Para colaborar com a manutenção de todo o trabalho da LBV, as doações podem ser feitas pelo site www.lbv.org ou pelo tel.: 0800 055 50 99.

Assessoria de Imprensa

porpjbarreto

João Azevêdo lança Programa Paraíba Rural Sustentável e beneficia 45 mil famílias

O governador João Azevêdo lançou, nesta terça-feira (19), na Sala de Concertos Maestro José Siqueira, no Espaço Cultural José Lins do Rêgo, em João Pessoa, o Programa Paraíba Rural Sustentável. Executado pelo Projeto Cooperar, o programa voltado para a agricultura familiar visa melhorar o acesso à água, reduzir a vulnerabilidade agroclimática e aumentar o acesso a mercados da população rural da Paraíba. No total, serão investidos US$ 80 milhões, sendo US$ 50 milhões provenientes do contrato de empréstimo com o Banco Mundial e US$ 30 milhões de contrapartida do Estado, beneficiando 45 mil famílias paraibanas.

Prestigiaram a solenidade o ex-governador Ricardo Coutinho; o senador Veneziano Vital do Rêgo; deputados estaduais; prefeitos; vereadores; e auxiliares do Governo do Estado.

Na oportunidade, o chefe do Executivo estadual ressaltou que 100 municípios passarão a receber, ao longo dos próximos seis anos, um grande investimento na base da agricultura familiar. “Dentro do nosso cronograma, já iremos destinar US$ 4 milhões no programa em 2019. Esta ação mexe com a nossa economia e faz com que o Estado chegue junto das comunidades, seja pelo Cooperar, Procase, Água para Todos e Água Doce, dando suporte às famílias, ampliando, cada vez mais, os editais para aquisição de produtos da base da agricultura familiar”, explicou.

De acordo com João Azevêdo, os recursos serão destinados para a segurança hídrica, perfuração de poços e implantação de dessalinizadores e sistemas de abastecimento d’água. “Esses investimentos serão realizados onde se precisa ter um olhar diferenciado do Estado, seja na agricultura familiar, em arranjos produtivos locais e, acima de tudo, na infraestrutura hídrica, onde temos um investimento forte dentro desse empréstimo junto ao Banco Mundial; isso faz uma diferença muito grande para as famílias”, destacou.

O ex-governador Ricardo Coutinho reforçou que o Governo do Estado tem dado provas concretas de que continua atuando em favor da população. “Esse programa irá investir R$ 300 milhões na agricultura familiar; na subsistência de homens e mulheres. Esse é um projeto de curto, médio e longo prazo para restaurar a dignidade do nosso povo”, completou.

O secretário da Agricultura Familiar e Desenvolvimento do Semiárido, Luiz Couto, afirmou que o Programa Paraíba Rural Sustentável garantirá qualidade de vida ao trabalhador do campo. “Os agricultores terão acesso à água e poderão produzir e comercializar os seus produtos; beneficiando toda a região do Semiárido”, frisou.

Já o coordenador do Projeto Cooperar, Omar Gama, endossou que 222 municípios da Paraíba serão contemplados nos projetos de alianças produtivas, por meio de 170 subprojetos e planos de investimentos. Além disso, serão investidos recursos na diversificação da produção agropecuária e na melhoria nutricional e segurança alimentar. “O programa vai resgatar toda a produção dos pequenos agricultores, tendo como componentes principais o abastecimento d’ água e a área produtiva. Serão 280 abastecimentos de água singelos; 150 abastecimentos de água completos; 7.560 cisternas de alambrado; e 100 dessalinizadores com aproveitamento de rejeitos para garantir o acesso à água”, ressaltou.

O especialista sênior em Água e Saneamento do Banco Mundial, Marcos Thadeu Abicalil, lembrou que a operação de crédito, que irá reduzir a pobreza e garantir o crescimento inclusivo na Paraíba, só foi possível graças às gestões fiscal e social e à capacidade técnica do Estado. “A assinatura do empréstimo demonstra que o Estado está fazendo um esforço importante para ter uma gestão fiscal responsável, criando um espaço financeiro possível para contratar operações de crédito como essa que objetivam a redução da pobreza rural e o crescimento inclusivo e sustentável”, falou.

O presidente da Associação dos Agricultores Familiares de Santa Rita, Gilvan Castro, disse que o projeto chegou num momento em que o setor enfrenta dificuldades para conseguir recursos. “O Governo do Estado, por meio dessa celebração, nos dará a oportunidade de retomar algumas atividades, não só na questão de infraestrutura para a produção, mas na abertura para comercialização de nossos produtos; o agricultor terá a segurança para produzir”, frisou.

Luciana Balbino, que trabalha numa fábrica de polpa de frutas no município de Areia, lembrou que já foi beneficiada na primeira etapa do Projeto Cooperar, que permitiu a aquisição de câmaras frias e caminhonetes, e a expectativa agora é de geração de novos empregos com o retorno do programa. “Esperamos com muita ansiedade e sem perder a esperança de que isso poderia vir a dar certo novamente. Nós queremos aumentar a nossa produtividade e, mais uma vez, aumentar a nossa capacidade de produção, beneficiando toda a região do Brejo”, relatou.

 

Secom-PB

porpjbarreto

Baixa adesão: Concurso da Prefeitura de Cajazeiras reabre inscrições e muda data da prova

Novo prazo se estende até as 23h59 do dia 14 de abril.

As inscrições para o concurso público da Prefeitura de Cajazeiras foram reabertas e seguem até as 23h59 do dia 14 de abril. No total, são oferecidas 193 vagas de emprego, sendo três para pessoas com deficiência. Os salários variam de R$ 998 a R$ 3.850,95. As inscrições podem ser feitas através do site da banca organizadora do concurso, o Instituto de Desenvolvimento Institucional Brasileiro (IDIB). A data de aplicação das provas objetivas também foi alterada e agora está prevista para o dia 9 de junho.

O cargo que tem o maior salário é o de procurador, com duas vagas. A vaga exige ensino superior em direito com registro na OAB. Já o cargo com mais vagas é o de auxiliar de serviços gerais, com 21 oportunidades, sendo uma para pessoa com deficiência. O cargo exige ensino fundamental incompleto.

Além destas vagas, também há oportunidades para agente administrativo, agente de trânsito, arquiteto, arquivista, assistente social, auditor interno, auxiliar de consultório dentário, condutor socorrista, contador, coveiro, cozinheiro, cuidador, educador físico, eletricista, enfermeiro, engenheiro agrônomo, engenheiro ambiental, engenheiro civil, engenheiro elétrico, farmacêutico, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, intérprete de libras, médico auditor regulador, médico dermatologista, médico gástrico, médico mastologista, médico neurologista, médico obstetra, médico oftalmologista, médico oncologista, médico ortopedista, médico otorrinolaringologista, médico pediatra, médico plantonista, médico psiquiatra, médico urologista, merendeira, monitor Caps, monitor de creche, monitor de ônibus, monitor do CCA, motorista, motorista de caçamba, nutricionista, odontólogo, operador de computador, operador de máquinas, pedreiro, porteiro CCA, professor B, psicólogo, psicólogo CCA, psicopedagogo, servente de obras, técnico agrícola, técnico de enfermagem, técnico em contabilidade, técnico em edificações, técnico em geoprocessamento, terapeuta ocupacional, veterinário e vigilante.

As taxas de inscrição custam R$ 70 para cargos de nível fundamental, R$ 100 para cargos de nível médio e técnico e R$ 130 para cargos de nível superior.

O concurso tem validade de dois anos, podendo ser prorrogado por período igual. Também é previsto cadastro de reserva no certame.

Concurso e seleção da Prefeitura de Cajazeiras

  • Vagas: 193
  • Níveis: fundamental, médio e técnico
  • Salários: R$ 998 a R$ 3.850,95
  • Prazo de inscrição: até 14 de abril
  • Local de inscrição: site da organizadora, Idib
  • Taxas de inscrição: R$ 70 (fundamental), R$ 100 (médio), R$ 130 (superior)
  • Provas: 9 de junho
  • Edital do concurso da Prefeitura de Cajazeiras

Secom