Autor pjbarreto

porpjbarreto

INDICADORES: Soja fica mais barata enquanto milho tem alta no preço

A saca de 50 quilos do arroz vendido do Rio Grande do Sul teve elevação de 0,15% no preço e o produto é negociado a R$ 40,35

A saca de 60 quilos da soja começou a quinta-feira (6) com queda de 0,26% no Paraná, onde grão é vendido a R$ 76,41. Na cidade de Bebedouro, em São Paulo, o produto é comercializado a R$ 85,50. Enquanto em Dourados, no Mato Grosso do Sul a mercadoria é vendida a R$ 77, a cidade goiana de Rio verde negocia a soja a R$ 76.

Já a saca de 50 quilos do arroz vendido do Rio Grande do Sul teve elevação de 0,15% no preço. O produto em terras gaúchas é negociado a R$ 40,35. Enquanto isso, o valor do açúcar registra baixa de 0,36% na cidade de São Paulo e chega a R$ 68,54.

No mercado financeiro, o preço da saca de 60 quilos do milho teve alta de 2,27% e é negociada a R$ 37,46. Em Campinas, em São Paulo, o produto registrou alta de 2,33% no valor e a saca é comercializada a R$ 36,82. Em Cascavel, no Paraná, o preço é R$ 33. Em Rondonópolis, no Mato Grosso, o produto é vendido a R$ 25. Em Barreiras, na Bahia, o preço à vista é R$ 32,25. Os valores são do Canal Rural e Cepea.

 

Reportagem – Paulo Henrique Gomes

Fonte: Agência do Rádio

porpjbarreto

Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 12 milhões nesta quinta

A aposta simples, com seis dezenas, custa R$ 3,50

Foto: EBC

Nenhum apostador acertou as seis dezenas do último concurso da Mega-Sena e, agora, o prêmio ficou acumulado em R$ 12 milhões.

As apostas podem ser feitas até às 19 horas, horário de Brasília, desta quinta-feira (6), em qualquer casa lotérica credenciada pela Caixa em todo o país.

Também é possível jogar pelo computador, tablet ou smartphone. Para isso, é necessário que o apostador tenha mais de 18 anos e preencha o cadastro na plataforma de Loterias Online da CAIXA.

A aposta simples, com seis dezenas, custa R$ 3,50.

 

Reportagem – Cintia Moreira

Fonte: Agência do Rádio

porpjbarreto

Pâmela Bório se solidariza com filho de Bolsonaro nos ataques a Julian Lemos e revela bastidores surpreendentes da campanha

A jornalista Pâmela Bório, ex-candidata a deputada federal pelo PSL, partido do presidente eleito Jair Bolsonaro, usou suas redes sociais para se solidarizar aos comentários do filho do presidente o vereador Carlos Bolsonaro que desde ontem (05), vem promovendo um embate público contra o deputado federal eleito pela Paraíba, Julian Lemos (PSL), que comanda o partido no Estado e é o atual vice-presidente nacional da sigla.

No seu post, Pâmela revela que Julian Lemos responde a diversos crimes na justiça e se solidariza ao filho do presidente. Ela aproveitou e fez revelações surpreendentes, sobre os bastidores da campanha de Bolsonaro na Paraíba, comentando sobre a postura de Julian Lemos e levantando suspeitas sobre a conduta do então candidato a deputado federal.

Veja a postagem, na íntegra:

Pâmela Bório se solidariza com filho de Bolsonaro.

Pâmela Bório se solidariza com filho de Bolsonaro.

“Não vou aqui me ater à ação de estelionatos, nem aos processos trabalhistas, nem às três ações na Maria da Penha movida pela irmã e também pela ex-mulher do Julian, cujo nome verdadeiro é Gulliem Charles que eu só vim saber a poucos dias das eleições e tive acesso a detalhes posteriormente através de vítimas, testemunhas e pela imprensa que nesta semana trouxe detalhes dos esquemas com a manchete ‘Aliado de Bolsonaro usou parentes como laranjas’. Aqui, atenho-me aos fatos políticos que interessam a todos e sobre as circunstâncias em que estou envolvida.

Primeiramente venho defender a Palavra e a Verdade. Um filho deve proteger seu pai até dele mesmo se preciso for – isso sim é honrar pai e mãe. O resto é balela e blasfêmia ao usar o nome de Deus em vão. Os filhos sempre querem o melhor para seus pais – excessões nem devem ser nomeadas assim. Ora, um filho protetor só quer o bem do pai que tanto ama! Quem insinua que este filho teria “ciúmes e invejas absolutamente desnecessários, mas existentes” faz uso do recurso esquerdista proferido por Lenin: “Acuse os adversários do que você faz, chame-os do que você é!” Infelizmente a ligação com a esquerda mais danosa que a ideológica é a concreta, ao ponto de se fazer “acordo de cavalheiros” nos bastidores, mas publicamente manter ceninhas de acirramento menos intenso para que não percebamos os pactos escusos de não mais se degladiarem – em troca de favores, como por exemplo: “quero a cabeça de Pâmela e o fim da campanha pela prefeitura de Cabedelo para que haja abrandamento dos ataques e combinado de paz no momento”.

Quem não tem rabo preso faz oposição de verdade – essa historinha de que pelo bem do estado “não fará uma oposição radical ao governador eleito João Azevêdo (PSB)” é balela que não engana nem aos esquerdopatas. Como pode ludibriar os eleitores como defensor da direita e depois mudar o tom do discurso quando se consegue o foco da ambição? É fraude eleitoral que chama?

Quem diz que não será “agência de interesses pessoais” não faz “toma lá-dá cá” ao usar cargos do governo para colocar pretensos aliados de campanhas futuras, ainda pior quando tais aliados vieram de partidos e gestões de esquerda. De onde mesmo veio o Tarcio Handel Pessoa? Helton René também?

Quem “faz parte da cultura política provinciana” não boicota, descarta material de candidatos concorrentes acarretando danos ao próprio partido e ocasionando prejuízo ao dinheiro do povo no fundo partidário – sim, não bastou impelir as comuns “casadinhas” nesses materiais dos demais federais com os estaduais, não bastou proibir que postulantes tivessem acesso à carreatas, trios, veículos como eu mesma presenciei um dos nossos partidários sendo mandado embora de uma carreata em Campina. Eu mesma só não passei por isso, mas fui até proibida de falar no microfone a olhos vistos na cidade de Pombal. Quem pretende ser representante jamais age de forma desonesta, truculenta… Por isso defendo que políticos passem por avaliação do currículo, escolaridade, antecedentes e exames psicológicos antes de se candidatarem. E após devemos até checar compras… Já pensou em plena campanha um pretenso político aparecer com uma Amarok???

Quem se diz “totalmente único e envolvido exclusivamente em ajudar o presidente Jair Bolsonaro” não deixa o presidente sem comitê e sem o material tão procurado por seus eleitores (quem não se lembra de ter buscado material de campanha presidencial no 1º turno e só encontrava os feitos por movimentos apartidários e eleitores? Bolsonaro só veio ter campanha política de verdade no segundo turno pq teriam de justificar a destinação dos gastos na justiça eleitoral?

Que bom que estamos na era da democratização da informação e não há justificativa para que se aceite como verdade absoluta a refutação de alguém com uma ficha no passado tão extensa e com atos no presente tão reprováveis. Mais que palavras, os fatos falam por si. Eu poderia ter me protegido e acertado passos se tivesse ao menos apurado sobre pessoas à minha volta. Por isso pesquisem bem antes de emitirem julgamentos errados, superficiais. Ao Carlos Bolsonaro, o meu irrefutável apoio e solidariedade. Através de sua personalidade e comportamento vemos que você sim verdadeiramente soube o que é honrar pai, mãe, irmãos, família, pessoas… Quem por onde passou e deixou rastro de maldade, guerra, destruição e até divisões no movimento da direita definitivamente não tem moral para tentar atingir ninguém com tais artifícios. Brasil acima de tudo e ninguém acima da Lei. Querem apaziguar os ânimos de quem sempre lutou por justiça? É só agirem corretamente em consonância com o que povo brasileiro espera de nós: referenciais de honestidade e caráter. Afinal, o nosso partido é o Brasil e não temos bandidos de estimação”.

 

Pâmela Bório – PSL Paraíba

 

https://www.buzzfeed.com/severinomotta/julian-lemos-empresas-divida-trabalhista

 

https://www.google.com.br/amp/s/portalcorreio.com.br/julian-lemos-d

Redação com Jornalismo PBNews

porpjbarreto

Natal Iluminado às margens do Açude Velho; Caravana da Coca-Cola emociona as ruas de Campina Grande

A programação de lançamento do Natal Iluminado deste ano teve início às 18h desta quarta-feira, 5, com uma singela solenidade que teve início às 19h, a partir do acendimento das luzes de uma árvore de 22 metros às margens do Açude Velho, com o cenário completado de esplendor de luzes de uma Praça José Américo totalmente customizada com motivos natalinos.

Numa noite marcada por um espetáculo de luzes, apresentações artísticas e muita emoção, um show pirotécnico de quase 10 minutos marcou o acendimento da árvore de natal gigante, de 22 metros de altura. O evento de abertura contou ainda com apresentações culturais do Coral da Escola Municipal Leonardo Vitorino e Movinglive e do DJ Raphael Almeida com Sax Jardel Max.

A secretária Rosália Lucas, de Desenvolvimento Econômico, representou o prefeito Romero Rodrigues, que se encontra em viagem oficial à Brasília, na festa de abertura do Natal Iluminado, ao lado da colega Fernanda Ribeiro, de Obras, e do presidente da AMDE, Nelson Gomes Filho, O deputado estadual Tovar Correia Lima e os vereadores João Dantas e Pimentel Filho também prestigiaram o evento, além de outras autoridades e integrantes do governo municipal, como os coordenadores Marcos Alfredo (Comunicação), Celino Neto (Turismo) e Jonnas Costa (Desenvolvimento Regional).

Por volta das 21h, a Caravana da Coca-Cola, pela primeira vez em Campina Grande, chegou ao Açude Velho, após percorrer por mais de duas horas um roteiro que incluiu o centro da cidade e vários bairros. Os cinco caminhões do comboio foram recepcionados por uma multidão considerável que ocupou boa parte da área próxima à Estátua dos Pioneiros e a Praça José Américo.

Campina tem mais de 200 mil lâmpadas de LED no Natal Iluminado
Os números impressionam, mas é a beleza de todos os utensílios e o encantamento com o clima natalino que transformarão a cidade de Campina Grande durante este mês. São mais de 200 mil lâmpadas de LED, 500 adornos, mais de 25 mil metros de mangueira, três árvores gigantes de natal e milhares de outros equipamentos que irão embelezar a cidade no Natal Iluminado deste ano.

No total, a iluminação natalina da cidade está espalhada por 16 pontos, contemplando também os distritos de Galante e São José da Mata. Locais tradicionais como a sede da Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos (STTP), o Açude Velho, a Praça da Bandeira e a Avenida Brasília prometem encantar pessoas de todas as idades.
Este ano, a Prefeitura de Campina Grande está investindo aproximadamente R$1 milhão no projeto, que há anos tem tornado a cidade mais bonita e transformado o ambiente da Rainha da Borborema. A Praça José Américo, que fica próximo ao Parque da Criança e ao Açude Velho, também deverá ser um dos locais mais visitados por turistas e campinenses.

“Todo o esforço que temos feito para concretizar esse projeto tem o objetivo de transformar a cidade num espaço verdadeiramente com clima natalino. Há muito tempo a população de Campina clamava por isso e temos conseguido nos últimos anos atrair os olhares e a atenção de quem passa pelas ruas da cidade”, observou o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, que lamentou estar na cidade por conta de compromissos oficiais em Brasília.



Codecom – PMCG
porpjbarreto

Confissões de uma adolescente – Parte I

que nesse dia que a vítima saiu com o acusado, a vítima informou à depoente que ficou com o acusado tendo dado beijos e abraços dentro do carro do acusado e que o acusado tinha deixado uma marca no seio da vítima com uma mordida; que a vítima mostrou a marca à depoente e esta visualizou a referida marca no mamilo da vítima; (…)

Confissões de uma adolescente – Parte I

 

Autoria Desconhecida

porpjbarreto

Níveis de pobreza crescem e atingem quase 55 milhões de brasileiros

Dados foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)

O número de pessoas pobres no Brasil cresceu, entre 2016 e 2017, e chegou a 54,8 milhões no último ano. Em 2015, a situação atingia 52,8 milhões de brasileiros. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (5) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e fazem parte da Síntese dos Indicadores Sociais de 2018.

De acordo com definição do Banco Mundial, no período, essas pessoas possuíam rendimento de até R$ 406 por mês. Mais de 25 milhões viviam na Região Nordeste.

O estudo mostra ainda que houve aumento na quantidade de pessoas que vivem na faixa da extrema pobreza. O número saltou de 13,5 milhões de pessoas, em 2016, para 15,2 milhões, em 2017. São brasileiros que vivem com renda inferior a R$ 140 por mês.

Segundo o IBGE, o crescimento do percentual nessa faixa subiu em todo o país, com exceção da Região Norte, que ficou estável.

 

Reportagem – Tainá Ferreira

Fonte: Agência do Rádio

porpjbarreto

Atlético-PR faz jogo de ida na final da Sul-Americana nesta quarta (5)

Furacão enfrenta o Júnior Barranquilla, da Colômbia, fora de casa

Se você já estava em abstinência com o final do brasileirção, trago uma boa notícia. Tem final de campeonato na noite desta quarta-feira (5) com time brasileiro entrando em campo.

Pela Sul-Americana, o Atlético Paranaense vai até a Colômbia enfrentar o Júnior Barranquilla. A partida será no estádio Metropolitano Barranquilla. E o jogo promete ser quente. O título do torneio é inédito para as duas equipes. O mais longe que a equipe colombiana havia alcançado era a disputa das quartas de final, já o Furacão parou em uma semi. Além da taça, vencer a Sul-Americana significa garantir uma vaga na Libertadores do ano que vem.

Atlético-PR faz final nesta quarta (5) contra Júnior Barranquilla, da Colômbia

E a equipe brasileira chega com uma campanha melhor que a do adversário. São oito vitórias e duas derrotas. Para enfrentar o Junior Barranquilla, o técnico Tiago Nunes do Atlético, não tem problemas e tem todo o plantel à disposição para montar a equipe que vai a campo.

Vale lembrar que na final da Sul-Americana não há o fator gol fora de casa como critério de desempate. A bola rola para Júnior Barranquilla e Atlético Paranaense partir da dez e quarenta e cinco da noite, horário de Brasília.

 

Reportagem – Raphael Costa

Fonte: Agência do Rádio

porpjbarreto

INDICADORES: Arroba do boi gordo registra redução no preço nesta quarta (5)

O preço da carcaça suína especial começou o dia com redução de 0,32% no preço e o produto é negociado a R$ 6,30

Indicadores

A cotação da arroba do boi gordo começou a quarta-feira (5) com queda de 0,10% no preço e o produto é negociado a R$ 147,40 no mercado financeiro. O valor da arroba da vaca gorda chega a R$ 131 na região Sul de Goiás. Nas cidades paulistas de Barretos e Araçatuba, o preço do produto é R$ 138.

O preço da carcaça suína especial começou o dia com redução de 0,32% no preço e o produto é negociado a R$ 6,30. O valor do suíno vivo também caiu em alguns estados. No Paraná, por exemplo, o preço da mercadoria recuou 0,50% e é vendida a R$ 4,01. Em São Paulo, a queda foi de 0,25% e o produto é comercializado a R$ 3,93. Já no Rio Grande do Sul, o valor caiu 0,94% é o preço agora é R$ 3,15.

Já o preço do quilo do frango congelado não sofreu variação e o produto ainda é vendido a R$ 4,63 no estado de São Paulo. O preço do frango resfriado permanece R$ 4,65. Os valores são do Canal Rural e Cepea.

Reportagem – Marquezan Araújo

 

porpjbarreto

Justiça Federal na Paraíba descarta onze mil processos nesta quinta-feira (06)

Material será triturado e doado para a Associação dos Catadores de Recicláveis de João Pessoa (Ascare)

Justiça Federal na Paraíba descarta onze mil processos.

A Justiça Federal na Paraíba (JFPB), por meio da Comissão de Gestão Documental de Processos Judiciais, realizará, às 14h desta quinta-feira (06), o descarte de 11.552 processos que estavam com prazos de temporalidade cumpridos, conforme o Plano de Classificação e Tabela de Temporalidade do Conselho da Justiça Federal (CJF). O programa preza pela gestão de documentos de modo a assegurar direitos, a preservar as informações úteis às partes e ao Judiciário, com a eliminação dos demais documentos que não mais são necessários e a preservação do patrimônio histórico cultural, de forma racional, acessível e segura.

Os processos pertencem, em sua maioria, às classes de Procedimentos Especiais dos Juizados Especiais, Execuções Fiscais, Mandados de Segurança e Ações Ordinárias, que tramitaram nas 1ª, 2ª, 3ª, 5ª e 7ª Varas Federais, em João Pessoa, e agravos de instrumento que tramitaram no TRF da 5ª Região. Para a eliminação dos processos que tramitaram na JFPB, foi publicado um edital, para dar conhecimento às partes interessadas, e disponibilizada a lista dos processos no site da Justiça Federal. Para a eliminação dos agravos, não há necessidade de publicação de edital. Dos processos incluídos no edital, foi retirada uma guarda amostral de 684 processos, calculada com base em planilha disponibilizada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), descartando-se os demais, explicou o presidente da Comissão de Gestão Documental, Carlos Henrique Moreira de Carvalho.

Os processos a serem descartados foram analisados pelos nove membros da Comissão, e deles extraídos os documentos classificados como de guarda de permanente pela Resolução 3182014 do CJF e Tabela de Temporalidade PCTT do CNJ, tais como sentenças, acórdãos, certidão de trânsito em julgado, etc., os quais foram higienizados, acondicionados em arquivo físico, dentro de envelopes de papel, e devidamente movimentados no Sistema Tebas, para indicação da localização.

O procedimento de descarte observou os critérios de responsabilidade social e preservação ambiental, por meio de reciclagem do material. Os processos descartados serão entregues à Associação dos Catadores de Recicláveis de João Pessoa (Ascare), que os venderá à empresa ‘Reciclagem de Papéis Paraíba’, revertendo-se o numerário em benefício dos associados, explicou o presidente.

O descarte proporcionará um ganho de espaço no arquivo da JFPB. O volume total da massa de processos encaminhados para descarte corresponde a 461 caixas plásticas de arquivo de processos. Dessa forma, o procedimento ocasionou uma economia de cerca de 19 estantes de espaço físico, afirmou Carlos Henrique.

Os processos classificados como de Guarda Permanente ou separados como Guarda Amostral foram preservados na totalidade, higienizados, acondicionados em arquivo físico, também em envelopes de papel, e movimentados no Sistema Tebas pelos servidores integrantes da Comissão de Gestão Documental da Justiça Federal.

Gestão Documental – O Programa de Gestão Documental da JFPB, consolidado na Resolução nº 232008, do Conselho da Justiça Federal (CJF), compreende um conjunto de procedimentos e propõe rotinas para o gerenciamento dos acervos de documentos administrativos e de processos judiciais, visando à racionalização do ciclo documental; à produção ordenada; à tramitação segura; à localização rápida e precisa; à conservação dos documentos; à eliminação sistemática e criteriosa; à preservação da memória institucional; e à comprovação de direitos para o exercício da cidadania.

Assessoria de Comunicação 
Justiça Federal na Paraíba – JFPB

porpjbarreto

Falsas construtoras são alvo de operação na PF em AL e PB

Em uma ação contra uma organização criminosa que atua na Paraíba , Alagoas e Bahia, a Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (5), na cidade de Brejo do Cruz, a Operação “Playgroud Nordestino”, onde estão sendo cumpridos mandados de busca e apreensão.

Estão sendo cumpridos 22 mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça alagoana, onde o principal objetivo é colher provas relacionadas a duas construtoras responsáveis por obras inacabadas em algumas cidades alagoanas e baianas.

O prejuízo estimado aos cofres públicos é de R$ 1,6 milhão, valor que pode aumentar, pois, segundo a PF, foram descobertos contratos celebrados pelas empresas com entes públicos que ultrapassam R$ 13 milhões.

Entre os crimes cometidos pelo grupo estão crimes licitatórios, lavagem de dinheiro, peculato, sonegação fiscal, de responsabilidade e associação criminosa.

Com informações de QP9