Categoria Brasil

porpjbarreto

Prazo para declarar Imposto sobre a Propriedade Rural termina nesta sexta-feira (28)

Os dados devem ser informados pelos donos de terras pelo programa gerador da Receita Federal

Foto: EBC

Os titulares ou proprietários de imóveis rurais têm até esta sexta-feira (28) para entregar a Declaração do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (DITR). Este prazo serve tanto para as pessoas físicas, quanto para jurídicas. Para isso, é necessário registrar os dados pelo Programa Gerador, chamado ITR 2018.

O intuito da medida é não estimular a manutenção de grandes latifúndios improdutivos. Desta forma, as alíquotas mais altas são cobradas das terras fora da região urbana dos municípios, com maior área e com uso reduzido.

De acordo com dados da Receita Federal, 4,5 milhões de contribuintes já passaram as informações ao órgão. O prazo então vai até esta sexta-feira (28), e quem perder a data, terá que pagar multa de 1% ao mês.

Reportagem: Cintia Moreira

 

porpjbarreto

Última exposição do Ciclo de Palestras sobre as Eleições 2018 ocorre nesta sexta-feira (28)

O tema Totalização e Divulgação do Resultado das Eleições será abordado a partir das 11h na sede do TSE, em Brasília

Será realizada nesta sexta-feira (28) a última exposição do Ciclo de Palestras: Eleições 2018, promovido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A assessora de Gestão Eleitoral do TSE, Sandra Damiani, e o coordenador de Sistemas Eleitorais do Tribunal, José Melo, falarão sobre Totalização e Divulgação do Resultado das Eleições.

O evento ocorre a partir das 11h no Centro de Divulgação das Eleições (CDE), localizado no 3º andar do edifício-sede do TSE. Ainda há vagas disponíveis.

O Ciclo de Palestras: Eleições 2018 é destinado a jornalistas de veículos públicos e privados de comunicação, bem como a profissionais que atuam nas áreas de comunicação de órgãos da Administração Pública.

Os temas dos encontros foram definidos com base nas dúvidas mais comuns dos profissionais de imprensa sobre aspectos que envolvem as diferentes etapas das eleições, desde a preparação até o período posterior à sua realização.

Foram realizadas palestras sobre Convenções Partidárias e Registro de Candidatura; Propaganda de Rádio e TV; Pesquisas Eleitorais; Mitos e Verdades sobre a Segurança do Voto Eletrônico; e Financiamento e Prestação de Contas Eleitorais. Todas estão disponíveis página do TSE no YouTube.

Acesse o formulário de inscrição.

Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail imprensa@tse.jus.br ou pelos telefones (61) 3030-7080/7091.

porpjbarreto

CNI/Ibope: Bolsonaro lidera com 27% e Haddad tem 21%

Levantamento indica postulantes de PT e PSL no segundo turno; ex-prefeito de São Paulo tem nove pontos de vantagem para Ciro, em terceiro com 12%

Nova pesquisa do instituto Ibope, divulgada na tarde desta quarta-feira 26, mostra mais uma vez Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) liderando a corrida presidencial. O capitão da reserva possui 27% e o ex-prefeito de São Paulo, 21%.

A pesquisa foi encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Em terceiro lugar, aparece Ciro Gomes (PDT), com 12%, seguido de Geraldo Alckmin (PSDB), com 8% e Marina Silva (Rede), com 6%. João Amoêdo (Novo) tem 3%, Alvaro Dias (Podemos) e Henrique Meirelles (MDB) tem 2% e Guilherme Boulos (PSOL), 1%. Brancos, nulos e indecisos somam 18%.

O levantamento encomendado pela CNI e produzido pelo Ibope foi registrado sob a identificação BR-04669/2018. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos e índice de confiança de 95%. O levantamento ouviu 2.000 eleitores em 126 municípios entre os dias 22 e 24 de setembro

veja.com

porpjbarreto

LBV destaca histórias de mulheres que venceram desafios e transformaram suas vidas com apoio da Instituição

A Legião da Boa Vontade (LBV) promove importante campanha de mobilização social com o objetivo de angariar recursos para fortalecer ainda mais as ações que realiza em todo o Brasil, por meio de suas 82 unidades de atendimento. Intitulada Eu ajudo a mudar, a iniciativa convida os diversos setores da sociedade a fazer doações para a manutenção dos programas socioeducacionais que a LBV desenvolve nas cinco regiões brasileiras em prol de crianças, adolescentes, jovens, adultos, idosos, gestantes e famílias em situação de vulnerabilidade social.

Nesta edição, a campanha destaca a importância da Solidariedade ao compartilhar a trajetória de mulheres batalhadoras que tiveram suas vidas transformadas graças ao imprescindível apoio e ao engajamento de colaboradores, amigos, parceiros e voluntários nas ações humanitárias da LBV. Os relatos dessas mulheres atendidas pela Instituição emocionam pelos desafios que enfrentaram para superar problemas como a depressão, a violência, a fome e o suicídio.

Para muitas famílias chefiadas por mulheres, a única esperança é a Solidariedade. Por isso, convidamos você a fazer parte dessa corrente e a colaborar para que a LBV continue gerando oportunidades, apoiando famílias, transformando vidas e mantendo os serviços que presta diariamente em favor das comunidades em situação de pobreza.

No Estado da Paraíba, a Instituição tem suas Unidades em Campina Grande e João Pessoa. Na Rainha da Borborema, a sede da LBV, está localizada à Rua Bráulio de Araújo de Gusmão, 402, esquina com a Avenida João Wallig – Bairro de Novo Horizonte. Na capital da Paraibana, está situada à Rua das Trincheiras, 703 – Bairro de Jaguaribe.

Também tem atuação no Agreste e Brejo Paraibano com cestas de alimentos e kits pedagógicos. As ações empreendidas são gratuitas e objetivam a melhoria da qualidade de vida de pessoas e suas famílias.

Acesse www.lbv.org/Historias e veja como a Solidariedade vem transformando a história de milhares de mulheres e de suas famílias.

Visite, apaixone-se e ajude a LBV! Acesse: www.lbv.org/enderecos. Siga, curta e compartilhe as ações da Instituição nas redes sociais: Facebook/LBVBrasil, YouTube/LBVBrasil e Instagram/LBVBrasil.

Assessoria
porpjbarreto

2ª via do título de eleitor pode ser solicitada até esta quinta-feira (27)

Quem não estiver com o título no dia da votação, pode usar documento de identificação com foto, como identidade, passaporte ou carteira de trabalho

Foto: EBC

A segunda via do título de eleitor pode ser solicitada até esta quinta-feira (27). Para isso, o pedido tem que ser protocolado no cartório eleitoral da zona em que a pessoa está inscrita. Esse prazo se encerra exatamente 10 dias antes do primeiro turno das eleições, que vai ocorrer no dia 7 de outubro.

É importante destacar que não é obrigatório apresentar o título no dia da votação, afinal, um documento de identificação com foto, como a identidade, passaporte ou carteira de trabalho, também pode ser usado.

Outra opção que o eleitor pode apresentar no dia das eleições é o e-Título, documento digital que permite que a cédula seja acessada por smartphones, além de informar o local de votação do usuário. O aplicativo, que está disponível para iOS ou Android, só pode ser usado para quem fez o recadastramento biométrico.

Outro aplicativo da Justiça Federal que o eleitor poderá baixar é o “Resultados 2018”. Por meio dele, vai ser possível acompanhar a contagem dos votos em tempo real e conferir o desempenho nas urnas do candidato à presidente em cada estado. Além disso, também será possível acompanhar o percentual de apuração das seções e ainda compartilhar essas informações nas redes sociais.

Por conta do fuso horário, que é diferente em algumas regiões do país, o TSE irá começar a divulgar o resultado dos votos para presidente da República às sete da noite, horário de Brasília, quando a votação já vai estar encerrada.

Já os resultados dos outros cargos vão começar a ser contabilizados logo após o encerramento da votação, às cinco da tarde, respeitando o horário local.

 

Reportagem: Cintia Moreira

 

porpjbarreto

Dia de Luta pela Descriminalização do Abroto na América Latina e Caribe acontece com festival na Paraíba. Confira!

O dia (28) de setembro é o Dia de Luta pela Descriminalização do Aborto na América Latina e Caribe. Nesta data acontecerá o Festival Pela Vida das Mulheres na Paraíba a partir das 14h na Lagoa (Parque Sólon de Lucena).

A cada dois dias uma mulher morre no Brasil por causa de complicações decorrentes do aborto inseguro, sendo a maioria pobre e negra. Precisamos refletir e encarar o aborto não enquanto crime, mas como uma questão de saúde pública e de garantia dos direitos sexuais, reprodutivos e de vida das mulheres.

No intuito de dialogar e integrar a sociedade sobre essas questões, O Festival Pela Vida das Mulheres na Paraíba promove dia 28 de setembro oficinas, rodas de diálogo, feira de artesanatos, performances, coleta de material reciclado, além de manifestações culturais e artísticas.

Convidamos as mulheres para participar juntas conosco deste momento.

Evento: Festival Pela Vida das Mulheres na Paraíba

Local: Lagoa (Parque Sólon de Lucena)

Horário: 14h às 19:30h

PROGRAMAÇÃO

14h – Abertura

14h15 – Performance

14h30 – Roda de diálogo – Pela vida das mulheres: memória e aspectos legais.

15h30 – Oficina de autocuidado – Cuidando “dela”!

16h30 – Roda de diálogo – Saberes ancestrais e o direito ao nosso corpo.

17h/19h – Apresentações artísticas e culturais (Cineclube e Sarau Selváticas – Anna Apolinário e Aline Cardoso).

Artistas: Val Donato, Matriarcaos, Regina Limeira, As Marias, Gláucia Lima, Cida Alves, DJ Isa Queiróz e Mebi’ah, Marta Sanchis, Gatunas, Kátia Eulília e Coco das Manas.

19h30 – Cortejo com Batuqueiras.

 

Juntas somos mais! É pelas nossas vidas!

 

Assessoria do Movimento

porpjbarreto

DataFolha: 51% das mulheres ainda não escolheram candidato à presidência

Pesquisa mostra que mulheres sem candidato representam o dobro dos homens indecisos

O eleitorado feminino pode definir quais candidatos à presidência da República vão para o segundo turno das eleições. Isso porque 51% delas ainda não têm candidato para o primeiro turno das eleições, marcado para 7 de outubro. Os dados são do DataFolha.

Na prática, isso significa que quase 40 milhões de eleitoras afirmaram não saber em quem vão votar (38%) ou pretendem votar nulo ou branco (13%). O instituto mapeou ainda o perfil socioeconômico dessa porcentagem a pedido do portal O Globo. O resultado revela que 45,3% das eleitoras indecisas moram no Sudeste e 54% ganham até dois salários mínimos por mês.

 

Reportagem: Clara Sasse

porpjbarreto

Bolsonaro retira dreno e recebe ‘dieta leve’, diz boletim médico

Candidato está internado há duas semanas e já passou por duas cirurgias, após levar uma facada, durante ato político

O boletim médico divulgado neste domingo (23), sobre o quadro de saúde do candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, diz que ele retirou o dreno do abdome e passou a receber “dieta leve”.

“O paciente apresenta boa evolução clínica, permanece sem dor, sem febre ou outros sinais de infecção”, destaca parte do texto.

Bolsonaro está internado há duas semanas e já passou por duas cirurgias, após levar uma facada, durante ato na cidade de Juiz de Fora (MG).

A unidade de saúde também afirmou que ele “não tem disfunções orgânicas e os exames laboratoriais estão estáveis”. Ainda conforme a nota, “estão sendo mantidas as medidas de prevenção de trombose venosa”.

 

NOTÍCIAS AO MINUTO
porpjbarreto

Redes sociais ‘guiam’ opinião do brasileiro nas eleições, indicam especialistas

Há menos de um mês para as Eleições 2018, a difusão de memes envolvendo os principais candidatos à presidência da República tem esquentado o debate político nas redes sociais. E mais: essas imagens que correm pelo Whatsapp, Facebook e Twitter, com montagens de fotos e frases humorísticas ou críticas, podem influenciar a decisão final dos eleitores brasileiros na hora do voto.

É o que indicam análises de dois cientistas políticos ouvidos pela reportagem. Para o professor da Universidade de Guarulhos-SP, Gleibe Pretti, o cenário atual, composto por grande número de indecisos, favorece a utilização das redes sociais como plataforma de convencimento.

“É exatamente a influência nas redes sociais que está modificando a opinião e diante de um cenário que nós temos o que? A dúvida. A maioria das pessoas hoje não sabem em quem vão votar, então esse acesso à internet vai fazer com que as pessoas votem ou no candidato A ou no candidato B.”

Há memes mais agressivos – que atacam ou diminuem candidatos -, seja transformando presidenciáveis em fantoches ou colocando propostas de governo de forma irônica.

“A tendência é que esses ataques pessoais realmente vão crescendo conforme esse momento (eleição) vai chegando”.

Os presidenciáveis somam mais de 12 milhões de curtidas em suas páginas oficiais e com isso, desprezam o horário na televisão ou rádio para alcançar seus eleitores no mundo digital. O meme aparece logo em seguida e vira assunto mais comentado entre os amigos e familiares.

Isso por conta do poder que aplicativos e redes como o Whatsapp têm de chegar a diferentes classes sociais e faixas etárias. É o que explica Diogo Tourino, professor da Universidade Federal de Viçosa-MG

“Atualmente, não dá para gente dizer – ainda que tenha dificuldades na linguagem e etc. – que a minha ‘tia mais velha’ ou que meus parentes com idade um pouco mais avançada não retornem ao Whatsapp da família e que também compartilhem lá as suas piadinhas e ironias com candidatos.”

Os últimos memes envolvendo candidatos que se espalharam pelo aplicativo de mensagens instantâneas foi o que compara os presidenciáveis a séries famosas internacionalmente. As séries que foram comparadas foram La Casa de Papel, Lost, Better Call Soul, Grey’s Anatomy e Prison Break.

 

Por Igor Brandão

Reportagem: Sara Rodrigues

porpjbarreto

Policiais federais vão às ruas para prender organização criminosa que contrabandeia cigarros

Entre os criminosos, estão policiais da PRF, da PM e da Polícia Civil do Mato Grosso do Sul

Policiais federais saíram às ruas, neste sábado (22), e executaram a Operação Nepsis. O objetivo foi de desarticular organização criminosa responsável pelo contrabando de cigarros, e além disso, combater a corrupção policial que facilitava esses crimes no Mato Grosso Sul, em São Paulo, no Paraná, Rio de Janeiro e em Alagoas.

O contrabando era feito para o Paraguai, na fronteira com o Mato Grosso do Sul. De acordo com a Polícia Federal, a organização criminosa formou um grande grupo de contrabandistas.

Cerca de 280 policiais saíram para cumprir 35 mandados de prisão preventiva, oito de prisão temporária, 12 suspensões de exercício de atividade policial e mais 43 mandados de busca e apreensão em quatro regiões brasileiras.

Entre os presos, existem policiais da Polícia Rodoviária Federal, da Polícia Militar e Civil do Mato Grosso do Sul.

O nome da operação, Nepsis, faz referência a um termo grego que significa vigilância interior, estado mental de atenção plena, e tem como objetivo combater as atividades contrabandistas no que se refere à corrupção do estado.

 

Com informações da Agência Brasil

Reportagem: Sara Rodrigues