Categoria Internacional

porpjbarreto

Ministro do TCU Vital do Rêgo é um dos convidados da Conferência Internacional Menos Burocracia Mais Desenvolvimento

O Ministro do Tribunal de Contas da União – TCU, Vital do Rêgo é um dos convidados da III Conferência Internacional Menos Burocracia Mais Desenvolvimento. O evento será lançado no próximo dia 02 de julho, a partir das 8h30, na Secretaria de Desburocratização do Ministério da Economia (Bloco K, Esplanada dos Ministérios), em Brasília.

A III Conferência Internacional Menos Burocracia Mais Desenvolvimento será uma oportunidade para o Ministério da Economia, o Tribunal de Contas da União (TCU) e da sociedade civil organizada debaterem e apresentarem soluções concretas que visem a desburocratização e, consequentemente, o desenvolvimento econômico do país.

A Conferência Internacional – Burocracia + Desenvolvimento será lançada pelo Ministro da Economia, Paulo Guedes; pelo Presidente do TCU, José Mucio Monteiro; e pelo Presidente da Associação Brasileira de Relações Institucionais e Governamentais (Abrig), Guilherme Cunha Costa. Também participará do evento o Senador Izalci Lucas.

Após o lançamento, o setor privado terá 90 dias para encaminhar sugestões concretas ao governo. Elas serão apreciadas pelas autoridades públicas que irão analisar a viabilidade de cada uma. As sugestões devem servir de base para a implementação de políticas públicas.

A partir da realização da Conferência Internacional – que acontecerá no dia 10 de outubro, na sede do TCU – os Poderes Executivo e Legislativo farão os encaminhamentos pertinentes.

Conferências Internacionais são importantes ferramentas de diálogo, que aproxima os setores públicos e privados na construção de políticas públicas eficientes, de forma ética e transparente.

PROGRAMAÇÃO DE LANÇAMENTO:

8h30 – Credenciamento

9h – Abertura

Ministério da Economia – Ministro Paulo Guedes

Tribunal de Contas da União – TCU – Presidente José Mucio

Tribunal de Contas da União – TCU – Ministro Vital do Rego

Senado Federal – Senador Izalci Lucas

Abrig – Presidente Guilherme Cunha Costa

10h – 1º. Painel: Favorecendo a competitividade e desburocratização

Ministério Economia – SEDGG – Secretário Especial Carlos Da Costa

Ministério da Economia – SEPEC – Secretário Especial Paulo Uebel

Tribunal de Contas da União – TCU – Secretária de Controle Externo do Desenvolvimento Econômico Andréia Rocha Bello de Oliveira

Instituto Hélio Beltrão – a definir

11h – 2º. Painel: Viabilização de investimentos e desestatização

Ministério da Economia – SEDD – Secretário Especial Salim Mattar

Câmara dos Deputados – Comissão Especial de Concessões – Dep. Arnaldo Jardim

TCU – Coordenador-geral de Controle Externo de Infraestrutura, Nicola Khoury

Setor Privado/investimentos – a definir.

 

Assessoria de Imprensa – TCU

porpjbarreto

Há 200 anos foi patenteada a draisina, o embrião da bicicleta

A Música do Dia é “Bicicleta“, de Marcos Valle.

Draisiana, ou dresina, é um veículo de duas rodas inventado em 1817, precursor da bicicleta, e que foi chamado de draisiana em homenagem ao seu inventor, o barão Karl Drais. A draisiana é a primeira definição fiável do uso prático de uma bicicleta. Wikipédia

Letra

É tão legal pegar um monte de gente
Gente que a gente curta né?
Um dia de sol, um monte de bicicleta
E sair por ai… vamo nessa?!
Bicicleta, bicicleta, bicicleta
Pedalando com você
Numa bicicleta, bicicleta, bicicleta
Pedalando com você
Sei lá, quero só rodar
E andar por aí
Sem saber onde ir
Vento ventando
Gente passando
Na roda por um raio de sol
Virando estrela.
Na bicicleta, bicicleta
Eu vou pedalar minha bicicleta
Pedalando com você
Eu vou sempre devagar
Porque não quero ver
Esse sonho acabar
De brincadeira
Subir ladeira
Depois soltar o freio
E descer como um cometa
Na bicicleta, bicicleta, bicicleta
Pedalando com você…
Vou largar meu guidom
Pra chamar sua atenção
Até você compreender
Que estou parado em você
Pedalando com você
Eu vou sempre devagar
Porque não quero ver
Esse sonho acabar
De brincadeira
Subir ladeira
Depois soltar o freio
E descer como um cometa
Na bicicleta, bicicleta, bicicleta
Pedalando com você
Numa bicicleta, bicicleta
Eu vou pedalar minha bicicleta
Pedalando com você
Numa bicicleta, bicicleta
Pedala, pedala
Na bicicleta
Pedalando com você
Compositores: Marcos Valle / Paulo Sergio Kostenbader Valle
Letra de Bicicleta © Warner/Chappell Edicoes Musicais Ltda.
Produção e apresentação – Luiz Cláudio Canuto
Agência Rádio Câmara
porpjbarreto

Aniversário de dez anos da morte de Michael Jackson

A Música do Dia é “Don’t Stop Till You Get Enough“, do disco Off The Wall.

Don’t Stop ‘Til You Get Enough

You know, I was
I was wondering, you know
If you could keep on
Because the force it
It’s got a lot of power
And it make me feel like, ah
It, it make me feel like, ah

Lovely is the feelin’ now
Fever, temperature’s risin’ now
Power (ah power) is the force of the vow
That makes it happen
It asks no questions why
So get closer (closer now) to my body now
Just love me ‘til you don’t know how

Keep on with the force, don’t stop
Don’t stop ‘til you get enough
Keep on with the force, don’t stop
Don’t stop ‘til you get enough
Keep on with the force, don’t stop
Don’t stop ‘til you get enough
Keep on with the force, don’t stop
Don’t stop ‘til you get enough

Touch me and I feel on fire
Ain’t nothin’ like a love desire
I’m melting (I’m melting) like hot candle wax
Sensation (ah, sensation) lovely where we’re at!
So let love take us through the hours
I won’t be complaining
‘Cause this is love power, ooh

Keep on with the force, don’t stop
Don’t stop ‘til you get enough
Keep on with the force, don’t stop
Don’t stop ‘til you get enough
Keep on with the force, don’t stop
Don’t stop ‘til you get enough
Keep on with the force, don’t stop
Don’t stop ‘til you get enough

Oh baby, keep on, keep on

Heartbreak, enemy despise
Eternal (ah, eternal) love shines in my eyes
So let love (oh, let love) take us through the hours
I won’t be complaining (no, no)
‘Cause your love is alright, alright

Keep on with the force, don’t stop
Don’t stop ‘til you get enough
Keep on with the force, don’t stop
Don’t stop ‘til you get enough
Keep on with the force, don’t stop
Don’t stop ‘til you get enough
Keep on with the force, don’t stop
Don’t stop ‘til you get enough

Keep on with the force, don’t stop (don’t stop, baby)
Don’t stop ‘til you get enough
Keep on with the force, don’t stop
Don’t stop ‘til you get enough (oh, my baby)
Keep on with the force, don’t stop
Don’t stop ‘til you get enough
Keep on with the force, don’t stop
Don’t stop ‘til you get enough

Lovely is the feeling now
I won’t be complaining (ooh!) ooh!
The force is love power

Keep on with the force, don’t stop
Don’t stop ‘til you get enough
Keep on with the force, don’t stop (don’t stop, darlin’)
Don’t stop ‘til you get enough

Keep on with the force, don’t stop (don’t, please baby)
Don’t stop ‘til you get enough
Keep on (keep on now) with the force, don’t stop
Don’t stop ‘til you get enough (keep on, darlin’)
Keep on with the force, don’t stop
Don’t stop ‘til you get enough (love power)
Keep on with the force, don’t stop (yeah)
Don’t stop ‘til you get enough (keep on, darlin’)

Não Pare Até Você Se Satisfazer
Você sabe, eu estava
Eu estava pensando, você sabe
Se você pudesse continuar
Porque a força
Ela tem muito poder
E faz eu me sentir como
Isso me faz sentir como

Adorável é a sensação agora
Febre, a temperatura está passando agora
Poder (ah poder) é a força do voto
Que faz isso acontecer
Não pergunte o porquê
Então, chegue mais perto (mais perto agora) do meu corpo agora
Apenas me ame até que você não saiba como, ooh

Continue com a força, não pare
Não pare até você se satisfazer
Continue com a força, não pare
Não pare até você se satisfazer
Continue com a força, não pare
Não pare até você se satisfazer
Continue com a força, não pare
Não pare até você se satisfazer

Toque-me e eu me sinto em chamas
Não é nada como um desejo de amor
Estou derretendo (estou derretendo) como cera de vela quente
Sensação (ah, sensação) adorável em que estamos!
Então, deixe o amor nos levar durante as horas
Eu não vou reclamar
Porque isso é poder de amor

Continue com a força, não pare
Não pare até você se satisfazer
Continue com a força, não pare
Não pare até você se satisfazer
Continue com a força, não pare
Não pare até você se satisfazer
Continue com a força, não pare
Não pare até você se satisfazer

Oh baby, continue, continue

Desgosto do inimigo do desprezo
Eterno (ah eterno) o amor brilha nos meus olhos, ooh
Então, deixe o amor (oh deixe o amor) nos levar até as horas
Eu não vou reclamar (não não) ooh!
Porque seu amor está bem, está bem, ooh

Continue com a força, não pare
Não pare até você se satisfazer
Continue com a força, não pare
Não pare até você se satisfazer
Continue com a força, não pare
Não pare até você se satisfazer
Continue com a força, não pare
Não pare até você se satisfazer

Continue com a força, não pare
Não pare até você se satisfazer
Continue com a força, não pare
Não pare até você se satisfazer
Continue com a força, não pare
Não pare até você se satisfazer
Continue com a força, não pare
Não pare até você se satisfazer

Adorável é a sensação agora
Eu não vou reclamar
A força é o poder do amor

Continue com a força, não pare
Não pare até você se satisfazer
Continue com a força, não pare (não pare, querida)
Não pare até você se satisfazer

Continue com a força, não pare
Não pare até você se satisfazer
Continue com a força, não pare (não pare, querida)
Não pare até você se satisfazer
Continue com a força, não pare (não, por favor, querida)
Não pare até você se satisfazer
Continue (continue agora) com a força, não pare
Não pare até você se satisfazer (continue, querida)

Composição: Michael Jackson – Traduzida por Roger, Legendado por Juliano e Ewerton

Produção e apresentação – Luiz Cláudio Canuto
Agência Rádio Câmara
porpjbarreto

Escritor paraibano lança em Milão e Florença versão italiana de seu romance

O escritor paraibano Hélder Moura apresenta, na última quinta (dia 20), em Milão (Itália), seu livro “L’incredibile testamento di Don Agapito”, na versão em italiano de seu romance “Dom Agápito”. Já no sábado (dia 22), o livro foi apresentado na cidade de Florença. Na sequência, dias 25, a 4ª edição em português será apresentada na cidade do Porto (Portugal).

O romance foi lançado, em Lisboa e Óbidos (Portugal), em 2012, depois ganhou mais três edições no Brasil. Também foi traduzido para inglês e espanhol, e já lançado no México e Estados Unidos, em 2017. “Eu me sinto extremamente honrado com todas essas edições, especialmente as traduzidas. Trata-se de um reconhecimento que, admito, não esperava quando o livro foi lançado”, pontuou o escritor.

Há entendimentos para novas tradições em chinês, alemão e francês. Após o romance “Dom Agápito”, o escritor também lançou, em 2018, o livro de contos “Inventário das pequenas coisas”, que foi apresentado, este ano, em Santiago (Chile) e Mendonza (Argentina). O livro também está sendo traduzido para o espanhol e deverá, nos próximos meses, chegar a outros países da América Latina.

Autor – O escritor, integrante da Confraria Sol das Letras, é também jornalista, tem pós-graduação em Algoritmos (UFCG), mestrado em Literatura e Psicanálise e, atualmente, é doutorando em Criação Literária (UFPB).

Para os próximos meses, o autor ainda especula o lançamento de um boxe com poemas, um livro de ensaios literários, outro sobre melancolia e criação literária, afora um novo romance, “além de um livro infantil”.

(Cais Literário)

porpjbarreto

Brasil enfrenta França nas oitavas de final do Mundial Feminino

O Brasil já sabe quem será o seu adversário nas oitavas de final da Copa do Mundo de Futebol Feminino. Será a anfitriã França. O jogo ocorre no próximo domingo (23) às 16h (horário de Brasília) no estádio Océane, em Le Havre.

O confronto foi definido nesta quinta (20) após as partidas da 3ª rodada do grupo F da competição, que fecharam a primeira fase do Mudial.

A França chega a este jogo como primeira colocada do grupo A, com 3 vitórias em 3 partidas, enquanto o Brasil chega como o terceiro colocado do grupo C, com 2 vitórias e 1 derrota na fase inicial.

O retrospecto é totalmente favorável às francesas. Em 8 jogos, entre amistosos e partidas de Copa do Mundo, ocorreram 5 empates e 3 vitórias da França.

 

Fábio Lisboa – TV Brasil

porpjbarreto

Atleta paraibano integrou equipe de natação que conquistou medalha de bronze em prova internacional no revezamento 4×100

Uma das revelações da natação do Nordeste, o atleta Daniel Azevedo Macena Gomes, em sua primeira competição internacional, além de conquistar o terceiro lugar nos 100 metros costas, também integrou a equipe da Seleção Brasileira do Norte-Nordeste na XXXIX Copa Pacífico de Natação 2019, disputada entre os dias 12 e 15 deste mês, e trouxe para casa outra medalha de bronze na prova de revezamento masculino 4×100 metros Medley. Além de Daniel que nadou Costas, participaram da prova os atletas Joabe Carvalho (Peito), Gustavo Bandeira (Borboleta) e Heitor Raiol (Livre). Daniel liderou sua bateria, de ponta a ponta, entregando o revezamento em primeiro lugar. A equipe chilena ficou com a medalha de Ouro e a Uruguaia com a de Prata. A prova foi disputada na última sexta-feira (14).

No dia anterior ao da prova por equipes, Daniel, que concilia os estudos no 9º ano do colégio GEO com uma rotina pesada de treinos no parque aquático do Esporte Clube Cabo Branco – ECCB/Acqua R1, ficou em terceiro lugar nos 100 metros costas, com um tempo de 1.02,82, conquistando outra medalha de bronze. O detalhe é que Daniel disputou a prova sul americana individual em desvantagem, pois os demais atletas eram de uma categoria superior, ou seja, mais velhos que ele. As provas da Copa Pacífico foram disputadas no Campo de Marte, em Lima, no Peru, e foi a primeira competição internacional de Daniel que viajou com a mãe, Daniele Macena. Ele foi convocado pela Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) para compor a seleção brasileira nesta disputa no Peru, junto com outros 28 atletas.

O treinador de Daniel, Stefano Vieira, não viajou junto com ele, pois só conseguiu o patrocínio das passagens de última hora. “A alegria e segurança de meu filho quando o Stefano chegou nem dá para descrever. Espero que nas outras provas a gente consiga patrocínio para o Daniel viajar junto com seu treinador”, afirma Daniele que tem bancado, junto com o esposo, as despesas de viagens do atleta. E a próxima competição já tem data: será em setembro, no Campeonato Milton Medeiros, em Salvador. Até lá, quem sabe, o atleta revelação da natação paraibana possa estar com patrocínios para viajar mais tranquilo.

Assessoria de Imprensa 

porpjbarreto

FIA dá ao Brasil aval para sediar etapa da Fórmula E

Modalidade é disputada por carros elétricos de alta performance

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, reuniu-se nesta semana com o presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), Jean Todt, na sede da entidade, em Paris, e obteve dele o aval para que o Brasil receba uma etapa do circuito mundial da Fórmula E, de carros elétricos de alta performance.

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, durante posse do presidente da Embratur, Gilson Machado Neto.
O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio – Valter Campanato/Arquivo/Agência Brasil

Rio de Janeiro, Brasília e Belo Horizonte apresentaram propostas para sediar a prova, que é realizada em circuito de rua. Essa categoria, iniciada em 2014, tem provas de aproximadamente uma hora de duração, com carros movidos exclusivamente a energia elétrica.

No caso do Rio de Janeiro, os locais propostos foram o complexo do Maracanã, com parte da corrida percorrendo inclusive o gramado do estádio, e a Marina da Glória. Em Belo Horizonte, o local sugerido é a Esplanada do Mineirão.

Jean Todt recebeu as propostas com interesse e disse que, se houver possibilidade, uma das etapas será disputada no Brasil ainda neste ano. Todt ligou para o ex-piloto de Fórmula-1 Felipe Massa, um dos organizadores dessa modalidade de corrida. Por telefone, Massa combinou de reunir-se em agosto com o ministro Marcelo Álvaro Antônio para definir detalhes da prova.

Sobre os motivos que levaram o Brasil a pleitear uma corrida desta modalidade, o ministro disse que seria “um indicativo importante de que o governo federal tem interesse em inovação e em sustentabilidade, associado a um evento que tem alto poder de atratividade turística e retorno financeiro para o país”.

A Fórmula E é o mais novo investimento das indústrias automobilísticas, que buscam desenvolver veículos sustentáveis e seguros. Como na Fórmula 1, os avanços tecnológicos da categoria são repassados para os veículos oferecidos em linha de montagem. Atualmente são 14 os circuitos desta modalidade.

*Com informações do Ministério do Turismo

porpjbarreto

Novo “MIB: Homens de Preto” é bom, mas não se compara ao primeiro da franquia

Tessa Thompson e Chris Hemsworth repetem a química estabelecida em Thor: Ragnarok

Na quinta-feira (13), a temática alienígena retorna aos cinemas com “MIB: Homens de Preto Internacional”. O novo filme da franquia traz como protagonistas Tessa Thompson e Chris Hemsworth. Ambos já apresentaram ótima química em Thor: Ragnarok.

A dupla se conecta com a missão de combater um espião na sede do MIB em Londres. A química entre os atores é extremamente perceptível, não em termos românticos, mas no âmbito da atuação. As cenas conversam muito bem e não há o que questionar em relação aos atores.

O que incomoda é que, para quem conhece a trajetória dos Homens de Preto, à época existia muita novidade. Alienígenas, tecnologia de ponta e aventura eram novidade para o cinema, até então tinham produções pouco elaboradas. Por isso, trazer esses elementos no novo filme é apenas “mais do mesmo” apresentado hoje em dia.

Mas apesar da falta de novidade, o roteiro traz um humor diferente e personagens novos espetaculares, como é o caso de um alien pequenino chamado Pawny, que percorre grandes aventuras com os agentes. Ele é muito engraçado e pode fazer sucesso entre o público infantil.

Os efeitos especiais de armas e explosões deixam a desejar, acabam apresentando um pouco de desleixo e não são tão interessantes. Já o gráfico dos alienígenas é perfeito e a interação deles com os humanos na tela fica tão boa quanto entre pessoas reais. O filme estreia nesta quinta (13) nos cinemas brasileiros.

Outra novidade é a estreia de “Obsessão”, estrelado por Chlöe Grace Moretz (Se Eu Ficar) e Isabelle Huppert. As duas se conhecem em uma ação de boa vontade da jovem Francis, que acaba percebendo uma relação estranha por parte da viúva Greta. O filme é um suspense.

Sob a direção de Olivia Wilde, tem também o lançamento de “Fora de Série”. Duas amigas conhecidas por serem as “nerds” da escola, estão quase terminando o colegial. Elas conversam sobre os arrependimentos de terem estudado muito e terem aproveitado pouco. Então, elas decidem correr atrás de quatro anos perdidos em uma noite.

 

Repórter Sara Rodrigues – Agência do Rádio

porpjbarreto

Dia de Santo Antônio, o santo casamenteiro

A Música do Dia é “Festa de Santo Antônio“, de Alcimar Monteiro e João Paulo Júnior, com Luiz Gonzaga.

O nome original de Santo Antônio era Fernando de Bulhões. Ele nasceu em 1195, em Lisboa, numa família nobre e rica. Educado em Coimbra, tornou-se membro da Ordem de Santo Agostinho e foi ordenado sacerdote aos 25 anos. Nesse tempo, a fama de Francisco de Assis já percorria Portugal.

 

Produção e apresentação – Luiz Cláudio Canuto

Agência Rádio Câmara

porpjbarreto

Brasil leva virada e perde para Austrália na Copa do Mundo Feminina

Marta faz gol de pênalti e se torna maior artilheira em copas com 16 gols marcados

Créditos: Assessoria / CBF

Resultado amargo na segunda rodada da Copa do Mundo Feminino. Na partida em que marcou a estreia de Marta no mundial, o Brasil acabou perdendo de virada para a Austrália. Em partida disputada na cidade francesa de Montpellier, o Brasil começou bem a partida.

Aos 25 minutos da primeira etapa, Letícia Santos foi puxada na área e a árbitra marcou pênalti. A nossa camisa 10, Marta, bateu e fez o primeiro gol. Um a zero.

Com o gol, Marta se tornou a jogadora com mais gols em Copas do Mundo, 16 ao total. Ainda no primeiro tempo, uma jogada para ser vista várias vezes. Tamires aplicou uma caneta para fugir da marcação, tocou para Debinha que cruzou para Cristiane, nossa camisa 9 matadora, tocar de cabeça sem chances para a goleira Williams.

Após o segundo gol as australianas acordaram para o jogo e foram para cima. Antes do intervalo, Foord apareceu na pequena área e descontou.

No segundo tempo, a reação australiana. A meia Logarzo avançou, chutou cruzado de fora da área, a bola não desviou em ninguém, mas enganou a goleira Bárbara, empatando para as australianas. Aos 23, em mais uma falha defensiva, a zagueira Mônica acabou tocando na bola de cabeça e tirando as chances de defesa da goleira Bárbara. A arbitragem recorreu ao árbitro de vídeo e confirmou o gol. Final, Brasil dois, Austrália três.

O Brasil ainda lidera o grupo C, mas a Itália ainda não jogou nesta rodada e pode assumir a primeira posição. Para garantir a classificação para as oitavas, o Brasil terá que vencer a Itália na terça-feira, dia 18, na última rodada da fase de grupos.

Repórter Raphael Costa – Agência do Rádio