Categoria Brasil

porpjbarreto

PSOL constrói atos contra a Reforma e trará Guilherme Boulos para João Pessoa

O PSOL (Partido Socialismo e Liberdade) da Paraíba está participando da campanha nacional contra a Reforma da Previdência Social, a programação se estende por João Pessoa, Cabedelo e chegará ao interior do estado.

A equipe colocará banquinhas e terá panfletagem sobre os riscos da reforma. O intuito é dialogar com a população, retirar dúvidas e mostrar com material explicativo como a Reforma da Previdência vai contra os direitos econômicos e sociais da maioria do povo.

Os militantes também estarão arrecadando alimentos para a campanha Periferia Sem fome, campanha lançada pelo MTST (Movimento dos Trabalhados Sem Teto) para ajudar as pessoas que passaram a conviver com a fome após as mudanças que estão ocorrendo no país.

No dia 16 de Maio haverá um debate na UFPB (Universidade Federal da Paraíba) com Guilherme Boulos, uma das principais lideranças da esquerda no Brasil, que em 2018 concorreu a Presidência do país.

Agenda:

01 de Maio (quarta) – 14h – Mercado de Mangabeira e na caminhada do ato do dia das Trabalhadoras e trabalhadores;

02 de Maio (quinta) – 5h30 – Cerâmica Elizabeth, no Bairro das Indústrias;

07 de Maio (terça) – 5h30 – CBTU (Companhia Brasileira de Trens Urbanos), no Varadouro;

09 de Maio (quinta) – Diretório Municipal do PSOL João Pessoa constrói agenda nos bairros;

11 de maio (sábado) – Distribuição de material no interior;

14 de maio (terça) – 7h30 – Parque da Lagoa, no Centro;

14 de Maio (terça) – 18h30 – Praça da Paz, nos Bancários;

16 de Maio (quinta) – 18h30 – UFPB – Debate com Guilherme Boulos;

18 de Maio (sábado) – 8h – Mercado de Cabedelo.

Assessoria de Imprensa

porpjbarreto

Beth Carvalho morre aos 72 anos

Cantora deixa um legado inestimável para a música popular brasileira e sempre será lembrada por sua luta pela cultura e pelo povo brasileiro

A cantora e compositora Beth Carvalho morreu nesta terça-feira (30), no Rio de Janeiro, aos 72 anos. Ela estava internada no Hospital Pró-Cardíaco, em Botafogo, desde 8 de janeiro.

Beth já apresentava problemas de saúde há algum tempo e, em 2009, chegou a cancelar uma apresentação no Réveillon, na Praia de Copacabana, por causa de fortes dores na coluna; e em 2012, se submeteu a uma cirurgia para tentar solucionar essas dores.

Ainda em 2010, ela foi homenageada pela escola de samba Acadêmicos do Tatuapé, em São Paulo, porém não pode participar do desfile já por motivos de saúde. Recentemente, a cantora chegou a fazer alguns shows deitada em uma cama porque não conseguia permanecer sentada.

Com mais de 50 anos de carreira e dezenas de discos gravados, Beth Carvalho era considerada madrinha de artistas como Zeca Pagodinho, Arlindo Cruz e Jorge Aragão.

Na página oficial da artista nas redes sociais, a informação é de que Beth morreu às cinco e trinta e três da tarde, cercada do amor de seus familiares e amigos. A cantora deixa um legado inestimável para a música popular brasileira e sempre será lembrada por sua luta pela cultura e pelo povo brasileiro.

Repórter Cintia Moreira – Agência do Rádio

porpjbarreto

Empresas de João Pessoa apoiam show especial, inspirado em Elis Regina

Apresentação ‘Elis Vive’, com a ex-The Voice Brasil Nathalia Bellar, acontece no dia 11, véspera do Dia das Mães, no Tambaú Hotel

Revivendo grande e emocionantes sucessos, como “Romaria”, “O Bêbado e a equilibrista”, “Como nossos País”, a cantora Nathalia Bellar apresenta o projeto “Elis Vive”, uma homenagem a maior interprete brasileira de todos os tempos. O show, em apresentação única no Tambaú Hotel acontece no dia 11 de maio, véspera do Dia das Mães, a partir das 20h.
Para esta apresentação especial, algumas empresas de João Pessoa estão apoiando este que será um show emocionante e inesquecível para paraibanos e turistas. São elas: Brands Brasil Baby Store, Contal Contabilidade, Constance Calçados, Guarde Bem Self Storage, Chocolates Kopenhagen. ” São empresas que acreditam na força da mulher, que querem homenagear as mães nesta data especial e que, especialmente, valorizam a voz e a cultura da nossa terra. Este projeto de Nathalia Bellar é rico em todas essas esferas e certamente será um momento ímpar para guardar na memória e no coração do público que estará presente”,  comentou uma das produtoras do evento, a jornalista Andréia Barros, da Vivass Assessoria e Comunicação. Além da Vivass, o projeto “Elis Vive” é realizado pela Casa Amarela produções, realizado pelo Tambaú Hotel e tem apoio da Yellow Marketing.
Grande inspiração musical de Nathalia, Elis Regina, a “pimentinha”, representa a mulher brasileira em seus diversos papéis, sendo assim celebrada nesta data tão especial. “É uma verdadeira honra interpreta-la, especialmente em uma data tão importante como essa, o Dia das Mães, que reúne tantas famílias. Será uma noite de muitas emoções”, declara a cantora.
O material arrecadado pelos ingressos sociais vão para a Rede Feminina de Combate ao Câncer.  Os ingressos podem ser adquiridos no setor de eventos do hotel e pela internet, no site Bilheteria Express.
Serviço:
 
“Elis Vive”, por Nathalia Bellar
Data: 11 de maio de 2019 (sábado, véspera do Dia das Mães)
Local: Tambaú Hotel
Horário: 20h
Ingressos: R$80 (inteira),  R$40 (meia-entrada) e R$50 (ingresso social + 2KG de alimentos).
Assessoria de Imprensa 
porpjbarreto

Em 1914 nasceu o músico Dorival Caymmi

A Música do Dia é “O Que é Que a Baiana Tem?”, de Dorival Caymmi.

Produção e apresentação – Luiz Cláudio Canuto
Agência Rádio Câmara
porpjbarreto

Operação Calvário: MPPB e PRF cumprem mandados judicias

O Ministério Público do Estado da Paraíba (MPPB) e a Polícia Rodoviária Federal  desencadearam no dia de hoje (30/04) mais uma fase da operação, a fim de cumprir 18 mandados de busca e apreensão e mandado de prisão preventiva, deferidos pelo desembargador do Tribunal de Justiça da Paraíba, Ricardo Vital.

A Operação Calvário, no Estado, investiga núcleos de uma organização criminosa comandada por Daniel Gomes da Silva, que é responsável por desvio de recursos públicos, corrupção, lavagem de dinheiro e peculato, através de contratos firmados junto a unidades de saúde do Estado, com valores chegando a R$ 1,1 bilhão, possuindo atuação em outras unidades da federação, e exemplo do Rio de Janeiro.

O Ministério Público da Paraíba continua a investigação dos fatos, tomando as medidas cabíveis e divulgando-as à população quando não houver riscos de prejuízos ao processo.

Assessoria de Imprensa – MPPB

porpjbarreto

Vídeo: Prefeito é flagrado em elevador com prostituta fazendo sexo oral

Prefeito de Tibagi, Rildo Emanoel Leonardi (MDB).

Câmeras de monitoramento flagraram o momento em que o prefeito de Tibagi, Rildo Emanoel Leonardi (MDB), recebe sexo oral dentro de um elevador. As imagens, divulgadas pelo site Metrópoles, foram gravadas em um hotel do Distrito Federal, durante a Marcha em Defesa dos Municípios.

De acordo com o portal, as cenas aconteceram no dia 4 de abril. Em resposta ao site Metrópoles, o prefeito de Tibagi admitiu que participou de noitadas na capital, mas disse que não se recorda dos momentos dentro do elevador.

Essa não é a primeira vez que o prefeito se envolve em polêmicas. Há dois anos, Rildo se envolveu em outra confusão e foi esfaqueado pela mulher, Andreia Barreto Lima Leonardi. A suspeita foi presa por tentativa de homicídio e teria tentado se vingar de uma traição. O prefeito ficou ferido e teve um ferimento no braço direito, mas foi socorrido e medicado.

A Catve, que também publicou o material, entrou em contato com assessoria de imprensa da prefeitura, que não se pronunciou sobre o caso.

Com informações de Metrópoles/Catve

porpjbarreto

Inclusão automática no Cadastro Positivo aumenta transparência no acesso ao crédito, defende especialista

Consumidores inscritos que estiverem em dia com suas contas podem ser recompensados com melhores condições de pagamento e juros menores

Foto: Divulgação/SPC

A nova lei do Cadastro Positivo sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro neste mês, com validade a partir de julho, deve beneficiar milhões de brasileiros. Só no estado de São Paulo, quase 31 milhões de consumidores inscritos que estiverem em dia com seus pagamentos, como IPVA, luz, água e fatura do cartão, podem ser recompensados com melhores condições de pagamento e menores taxas de juros, segundo dados da Serasa Experian.

Pela nova regra, os consumidores serão incluídos automaticamente no banco de dados que serve de referência para agentes econômicos. O cadastro reúne informações sobre pagamentos em dia e empréstimos quitados.

Na opinião do diretor de Relações Governamentais do Serasa Experian, Julien Dutra, a inclusão automática de consumidores no Cadastro Positivo serve para aumentar a transparência no acesso ao crédito.

“A mudança mais importante do Cadastro Positivo hoje é justamente mudar essa opção do cidadão em fazer parte e, na verdade, inserir o cidadão automaticamente no Cadastro Positivo. Por quê? Vários países do mundo adotaram o Cadastro Positivo pelo caráter público e interesse público que existe, intrinsecamente, no crédito. O crédito é por si só um bem público. Então, todos deveríamos ou devemos cuidar da saúde do crédito no país”,afirma Dutra.

A partir das informações no banco de dados, será gerada uma nota de crédito que será considerada na hora da compra de um bem ou pedido de empréstimo, por exemplo.

Apesar de não precisar de autorização prévia, a inclusão de dados no cadastro deve ser informada ao consumidor em até 30 dias, e as informações só podem ser disponibilizadas no sistema dois meses após o registro.

Quem não desejar fazer parte do Cadastro Positivo deverá pedir para ter o CPF excluído da lista. A lei prevê que o gestor deverá realizar automaticamente o cancelamento dos registros de pessoa física ou jurídica que tenha manifestado previamente a vontade de não ter aberto seu cadastro.

Movimentação na economia

Ainda segundo o estudo da Serasa Experian, o novo Cadastro Positivo deve gerar movimentação de R$ 1,3 trilhão na economia do país. Para o deputado federal Marco Bertaiolli (PSD-SP), que foi relator da proposta na Câmara dos Deputados, a medida vai ao encontro da necessidade de inovação econômica no Brasil.

“Isso é importante, por meio da avaliação do seu histórico de pagamento, e não de uma prestação que deixou de pagar. A sua conta de luz, a sua conta de água e a sua conta de telefone podem informar o seu histórico creditício, independentemente de você ter o holerite. Para que a gente possa retomar a economia brasileira, diversos fatores são importantes. Mas, na microeconomia é fundamental que nós avancemos, com inovações, com medidas positivas, como é o caso do Cadastro Positivo”, salienta o parlamentar.

Bertaiolli afirma ainda que a medida funciona como uma forma de premiar o bom pagador. “Muitas vezes, um trabalhador manteve suas contas em dia durante uma vida. Perdeu o emprego, teve uma única prestação do seu carro, por exemplo, incluído no cadastro do SPC, e por essa única prestação ele está impedido de ter crédito. Queremos que esses consumidores possam ser incluídos novamente no mercado consumidor”, completa ele.

 

Repórter Juliana Gonçalves – Agência do Rádio

porpjbarreto

Jeorge Segundo realiza show de “despedida” João Pessoa, no dia 10 de maio

Cantor e compositor se muda para São Paulo para trabalhar com um dos maiores produtores musicais do Brasil

Com seu rock romântico e baladas existenciais, o cantor e compositor Jeorge Segundo, já conhecido nos palcos paraibanos, vai se mudar para São Paulo. O motivo é a oportunidade de trabalhar com um dos maiores produtores culturais do Brasil, Rick Bonadio, do  Midas Studios , que ” descobriu” grandes fenômenos da música brasileira, como Mamonas Assassinas, Charlei Brown Junior, Victor Kley, entre outros.  “Sempre sonhei em trabalhar com um grande produtor musical, e o Rick foi responsável por produções de artistas que eu admiro muito como Ira, Titãs e Charlie Brown Junior. Foi uma experiência incrível”, declara Jeorge.
Após lançar seu primeiro EP em carreira solo nas plataformas digitais e o clip de sua primeira música de trabalho, Inabalável,  Jeorge Segundo realiza um show “despedida” de João Pessoa, com direito a convidados e canções ainda inéditas para agradecer os fãs e seguidores do artista. Tudo isso além dos maiores sucessos do repertório dele, com músicas de Nando Reis, Coldplay e versões inusitadas de Alceu Valença e Alok. A apresentação única acontece no ATOL Music Bar no dia 10 de maio, a partir das 23h. Os ingressos estarão disponíveis para compra no local e a abertura será do GQ Project, de Guga Queiroga.
Para a grande noite, o cantor promete ao público um show interativo e dançante, com uma setlist especial. “Minha ideia é relembrar algumas músicas da Rádio Esterno, que a galera de João Pessoa já conhece, e apresentar o EP que acabou de ser lançado. O legal é que o lançamento foi antes do show, então o pessoal já vai poder ter escutado e no dia quatro cantar comigo”.
O público já pode acessar o novo trabalho do artista em todas as plataformas digitais no link https://sl.onerpm.com/9044025904. Para acompanhar as redes sociais, o instagram e no Youtube, é o @jeorgesegundo. No facebook, basta acessar facebook.com/radioesternooficial/ e, no twitter, twitter.com/Jeorge2Jeorge.
 
Serviço:
 
Show de despedida com Jeorge Segundo
– Data: 04/05/2019
– Horário: 23h
– Local: ATOL Music Bar I Rua Coração de Jesus, 138 – Tambaú
– Abertura: GQ Project, de Guga Queiroga
– Ingressos no local  a R$ 25 reais.
Assessoria de Imprensa 
porpjbarreto

Sede do PSL em Minas é alvo de buscas em operação que investiga supostas candidaturas-laranja

A Justiça de Minas Gerais apura se houve irregularidades no repasse de recursos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha pelo partido a quatro candidatas no último pleito

A sede do PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, em Minas Gerais, foi alvo de buscas pela Polícia Federal na manhã desta segunda-feira (29). As ações fazem parte da operação Sufrágio Ostentação, que investiga supostas candidaturas-laranja durante as eleições de 2018.

Os mandados foram cumpridos em Belo Horizonte e mais quatro cidades. Os agentes apreenderam documentos relativos à produção de material gráfico de campanhas eleitorais. Os mandados foram expedidos pela 26ª Zona Eleitoral da capital mineira.

Desde fevereiro, a Justiça de Minas Gerais apura se houve irregularidades no repasse de recursos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha pelo partido a quatro candidatas no último pleito. As suspeitas foram levantadas porque elas tiveram votações pouco expressivas, apesar de terem recebido dinheiro da sigla para investir na campanha.

O diretório, na época, era presidido pelo atual ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio. No entanto, ele não é alvo direto da operação.

Uma gráfica localizada no bairro Ipanema, na Região Noroeste de BH também foi alvo das buscas realizadas pela PF. Os agentes também estiveram em duas gráficas em Contagem, na Região Metropolitana. As outras cidades onde as ações aconteceram foram Lagoa Santa, Coronel Fabriciano e Ipatinga.

Repórter Marquezan Araújo – Agência do Rádio

porpjbarreto

Comissão especial definirá calendário para reforma da Previdência

Primeira reunião de líderes ocorrerá nesta terça-feira

O presidente da comissão especial da reforma da Previdência, deputado Marcelo Ramos (PR-AM), reúne-se com lideranças partidárias na próxima terça-feira (30) para definir um calendário para os trabalhos da comissão. Instaurado na semana passada, o colegiado terá a primeira reunião ordinária em 7 de maio, às 14h30.

Marcelo Ramos se reunirá com o relator da Proposta de Emenda à Constituição (PEC 6/2019), deputado Samuel Moreira (PSDB-SP); o vice-presidente do colegiado, deputado Silvio Costa Filho (PRB-PE), e líderes dos partidos que compõem o colegiado. Em uma semana com poucas atividades legislativas por causa do feriado de 1º maio, Ramos deve definir o cronograma de trabalhos, com reuniões de audiência pública com autoridades e especialistas, além das datas prováveis de discussão e votação da proposta.

Entre os temas polêmicos, Ramos pode decidir se a proposta vai ser fatiada em sub-relatorias. Em entrevista ao programa Revista Brasil, da Rádio Nacional, o parlamentar argumentou que alguns pontos do texto enviado pelo governo federal são “quase natimortos”. Segundo ele, os partidos do centro são contrários a mudanças nas regras do Benefício de Prestação Continuada (BPC) e da aposentadoria rural e à criação de um regime de capitalização. Na avaliação de Ramos, esses três itens “não têm nenhuma condição política de serem superados”.

“A questão dos professores, que a idade mínima das professoras aumenta em dez anos sem nenhuma regra de transição. Isso também é uma mudança muito dura que precisa ser revista. E o que será objeto de muita polêmica é, se as regras forem aprovadas, para o regime próprio dos servidores públicos federais, serão de aplicação imediata para os servidores públicos dos estados e municípios”, afirmou.

O deputado também acredita que haverá emendas para diminuir as idades mínimas de aposentadoria previstas no projeto do governo federal – 65 anos para homens e 62 anos para mulheres. Para Ramos, o desafio da comissão será encontrar uma calibragem que atenda ao ajuste fiscal das contas públicas sem prejudicar as pessoas de menor renda.

Acordo

Para viabilizar que a proposta fosse aprovada na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), o relator da medida no colegiado, deputado Delegado Marcelo Freitas (PSL-MG), precisou suprimir quatro pontos: o primeiro é o fim do pagamento da multa de 40% do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e do recolhimento do fundo do trabalhador já aposentado que voltar ao mercado de trabalho.

O segundo ponto é a concentração, na Justiça Federal em Brasília, de ações judiciais contra a reforma da Previdência. Os outros pontos são a exclusividade do Poder Executivo de propor mudanças na reforma da Previdência e a possibilidade de que a idade de aposentadoria compulsória dos servidores públicos (atualmente aos 75 anos) seja alterada por lei complementar, em vez de ser definida pela Constituição, como atualmente.

Tramitação

A comissão especial será composta por 49 membros e 49 suplentes de 25 partidos com representação na Câmara. Na comissão especial, será examinado o mérito da proposição. Essa comissão terá o prazo de 40 sessões do plenário, a partir de sua formação, para aprovar um parecer.

Somente na comissão especial poderão ser apresentadas emendas, com o mínimo de 171 assinaturas de deputados cada uma, no prazo de dez sessões do Plenário.

Após a publicação do parecer da comissão especial e o intervalo de duas sessões, a proposta será incluída na ordem do dia do Plenário da Câmara, onde será submetida a dois turnos de discussão e votação.

Entre os dois turnos, há um intervalo de cinco sessões do Plenário. Para ser aprovada, a proposta precisa ter, em ambos os turnos, três quintos dos votos dos deputados – 308, em votação nominal. Em seguida, o texto vai para o Senado onde será submetido a uma nova tramitação.

Marcelo Ramos quer aprovar a reforma na comissão e entregar o texto para análise do Plenário até julho.

Economia

O governo federal espera que a reforma da Previdência gere economia de até R$ 1,236 trilhão em 10 anos. Pelo detalhamento divulgado pelo Poder Executivo, o impacto de mudanças na aposentadoria rural será de R$ 92,4 bilhões e de R$ 743,9 bilhões na aposentadoria urbana, em 10 anos.

As mudanças no Benefício de Prestação Continuada (BCP) resultariam em economia de R$ 34,8 bilhões. A restrição do abono salarial para quem ganha até um salário mínimo diminuiria os gastos do governo em R$ 169,4 bilhões de 2020 a 2029.

Agência Brasil