Arquivo mensal janeiro 2019

porpjbarreto

Ricardo transmite cargo de governador a João Azevêdo nesta terça-feira, às 17h. Veja programação!

O governador Ricardo Coutinho transmite o cargo ao novo chefe do Executivo estadual João Azevêdo nesta terça-feira (1), às 17h, durante solenidade em frente ao Palácio da Redenção, cuja programação constará ainda de revista às tropas militares.

Antes da solenidade de transmissão de cargo, haverá uma celebração ecumênica no hall de entrada do Teatro A Pedra do Reino, no Centro de Convenções de João Pessoa, às 10h; e às15h, será realizada, também no Teatro A Pedra do Reino, a sessão solene da Assembleia Legislativa que empossará João Azevêdo no cargo de governador.

João Azevêdo foi eleito governador da Paraíba, em primeiro turno, no pleito realizado no dia 7 de outubro. Ele obteve 1.119.758 votos, o que representa 58,18% dos votos válidos.

Serviço:

Data: 01/01/2019 – Terça-feira

Solenidade de posse de João Azevêdo como governador da Paraíba

Celebração ecumênica

Hora: 10h

Local: Hall de entrada do Teatro A Pedra do Reino – Centro de Convenções de João Pessoa

Posse no cargo de governador da Paraíba

Hora: 15h

Local: Teatro A Pedra do Reino – Centro de Convenções de João Pessoa

Transmissão de cargo e revista às tropas

Hora: 17h

Local: Em frente ao Palácio da Redenção.

 

Secom

porpjbarreto

Novo Santuário de Patos, da Igreja Católica, recebe apoio de Daniel Moreira e seu grupo empresarial

Novo Santuário de Patos, da Igreja Católica.

Fato novo na implantação do Santuário de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Patos, com a decisão voluntária do empresário Daniel Moreira e seu grupo empresarial de contribuir para a implementação das obras e serviços que, entre outros objetivos, visa suprir a cidade de ambiente cristão e de obras sociais aos mais necessitados do município.

Dias atrás, o Padre Jair Tomaselle recebeu um pequeno grupo de voluntários, a exemplo de Dasdores Braz, fundadora da empresa, sua filha, Lena Braz e Daniel Moreira,  responsável pelo Grupo Coroa –  empresa com 47 anos de existência funcionando no mesmo local, no bairro Liberdade, em Patos.

DADOS ESPECIAIS  – O apoio estratégico financeiro voluntário de Daniel Moreira, representa o alinhamento de um  empreendedor reconhecido no Estado, cujam empresas empregam duas mil pessoas em Patos.

– É o maior contribuinte das causas sociais. Homem discreto, porém determinado em fazer o bem – lembrou um amigo. E acrescentou:

– Ele é responsável direto pela construção do Santuário investindo acima de 2 Milhões de Reais, cuja obra entra para fase de acabamento. Ao longo da vida sempre foi parceiro de toda Igreja que evangeliza, seja Católica, Protestante e atua em políticas  contra as Drogas, por isso faz doações permanentes para tirar do vício os dependentes químicos – finalizou.

Assessoria com WSCOM

porpjbarreto

Pesquisa revela que brasileiro é contra facilitação da posse de armas de fogo

Jair Bolsonaro sinalizou que vai mudar as regras por meio de decreto nos primeiros dias de seu governo

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) pretende editar um decreto, nos primeiros dias de seu governo, que facilitaria a compra e a posse de armas de fogo para a população. A medida é uma promessa de campanha do presidente, mas é desaprovada por 61% dos brasileiros, de acordo com pesquisa publicada nesta segunda-feira (31) pelo instituto Data Folha.

Divulgação Internet

Os dados do levantamento mostram que a quantidade de pessoas contrárias a facilitação da posse de armas de fogo cresceu seis por cento em comparação a pesquisa realizada em outubro, quando os descontentes com a medida eram 55%.

A maioria dos entrevistados pelo Data Folha acredita que a facilitação do porte de armas de fogo pode representar riscos às vidas das pessoas desarmadas e, sendo assim, contribuirá para o aumento de crimes contra vítimas inocentes.

De acordo com a pesquisa, a maior rejeição pela facilitação da posse de armas de fogo é entre as mulheres. Ao todo, 71% dos votos contrários são delas e 51% dos homens.

A região Nordeste do país registrou a maior rejeição a medida e a Sul, a maior aprovação. As regras atuais para a posse de armas de fogo exigem que o interessado seja maior de 25 anos, não esteja respondendo a inquérito policial ou processo criminal, não tenha antecedentes criminais na Justiça, tenha ocupação lícita e justificativa de necessidade da posse da arma, entre outras.

Reportagem – Cristiano Carlos

 

porpjbarreto

Paraibano está entre os 52 ganhadores na Mega da Virada

A Mega da Virada, concurso especial 2.110 da Mega-Sena, sorteou R$ 302,5 milhões na noite da última segunda-feira (31). Os números sorteados foram: 05- 10 – 12 – 18 – 25 – 33. O prêmio saiu para 52 apostadores, entres eles, um paraibano de João Pessoa. Cada ganhador vai receber R$ 5.818.007,36.

Segundo a Caixa, o valor do prêmio superou todas as estimativas. Desde o dia 5 de novembro, quando as apostas começaram a ser feitas, a Mega da Virada vendeu 70,5 milhões de bilhetes em todo o país, num total de 253 milhões de apostas. A arrecadação total registrou R$ 886,04 milhões.

A quina saiu para 7.688 ganhadores. Cada um vai receber R$ 6.644,73. A quadra vai pagar R$ 240,17 a cada uma das 303.857 apostas vencedoras.

Prêmios com valor superior a R$ 1.903,98 são pagos exclusivamente nas agências da Caixa. A instituição orienta que, sendo o bilhete ao portador, é importante que o ganhador, antes mesmo de sair de casa, se identifique no verso da aposta.

De acordo com a Caixa, as informações necessárias são nome completo, o CPF, assinatura e endereço. “Dessa forma, o apostador garante que ninguém, além dele mesmo, retire o prêmio. Em caso de bolão, cada participante pode fazer o mesmo no verso de seu recibo individual de cota”.

 

Agência Brasil

porpjbarreto

Bolsonaro, 38º presidente do país, toma posse hoje à tarde

Sessenta e cinco dias após ter sido eleito, Jair Bolsonaro assume a Presidência da República, em uma cerimônia marcada para o início da tarde de hoje (1º), com atos no Congresso Nacional, no Palácio do Planalto e no Itamaraty. Acompanhado da primeira-dama Michelle Bolsonaro, o presidente eleito deixará a Granja do Torto, por volta das 14h10, seguindo para a Catedral de Brasília, na Esplanada dos Ministérios, onde se encontrará com o vice-presidente Hamilton Mourão.

Na Catedral, acontece a troca de carros e se inicia o deslocamento dos dois casais, em veículos separados, até o Congresso Nacional. No trajeto, que deve durar cerca de 10 minutos, a comitiva presidencial é acompanhada por policiais a pé, por batedores da Polícia do Exército e pelo 1º Regimento de Cavalaria de Guardas – Dragões da Independência.

A sessão solene de posse de Bolsonaro será aberta às 15h, pelo presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira (MDB-CE). Nesta sessão, Bolsonaro assume o compromisso de “manter, defender e cumprir a Constituição, observar as leis, promover o bem geral do povo brasileiro, sustentar a união, a integridade e a independência do Brasil”.

O juramento é seguido do primeiro discurso de Bolsonaro como 38º presidente do Brasil. Parlamentares e convidados participam da solenidade que deve durar cerca de 45 minutos e acontece no plenário da Câmara dos Deputados. Na saída do Congresso, Bolsonaro acompanhará a execução do Hino Nacional, a salva de 21 tiros de canhão e a exibição da Esquadrilha da Fumaça, bem como passará em revista às tropas.

Bolsonaro e Mourão, acompanhados das respectivas esposas, subirão a rampa do Palácio do Planalto por volta das 16h20. Serão recebidos pelo presidente Michel Temer e pela primeira-dama Marcela Temer. Todos seguirão para o parlatório. Depois de passar a faixa presidencial, Temer e a primeira-dama se despedem do Palácio do Planalto.

Já com a faixa presidencial, Bolsonaro se dirigirá à nação, em um pronunciamento de aproximadamente 30 minutos, que será acompanhado pelo público presente na Praça dos Três Poderes. Após o discurso, o presidente vai para o Salão Nobre onde receberá os cumprimentos dos convidados e dará posse aos 22 ministros. O ato é seguido da fotografia oficial. A partir das 18h30, o casal Bolsonaro receberá os convidados em um coquetel no Palácio Itamaraty.

Segurança

A posse terá um esquema de segurança reforçado, o maior para uma cerimônia presidencial. Durante a campanha eleitoral, Bolsonaro sofreu um ataque a faca, um dos motivos para a segurança reforçada. Desde sábado (29), carros e outros veículos não podem circular na Esplanada dos Ministérios, onde ocorrerá a cerimônia. Quem quiser assistir à posse terá que descer a Esplanada a pé. Não serão permitidos o acesso com bicicletas, skates e patins, por exemplo.

Outros itens proibidos para levar para posse: guarda-chuva, objetos cortantes, máscaras, carrinhos de bebês, fogos de artifício, bebidas alcóolicas, garrafas, sprays, bolsas e mochilas.

Quatro linhas de revistas serão montadas a partir da Rodoviária do Plano Piloto, com fiscalização manual da Polícia Militar.  Detectores de metais também serão usados ao longo do percurso. A população só poderá passar pelas barreiras com frutas e pacotes de biscoitos, preferencialmente em sacola transparente.

A navegação no Lago Paranoá também será limitada, assim como há um esquema especial para defesa aérea e o controle de tráfego aéreo na capital federal.

A previsão é que 250 mil até 500 mil acompanhem a posse na Esplanada. Mais de 2,6 mil policiais militares trabalharão na região, junto com agentes do Exército, Polícia Federal, Polícia Civil, o Corpo de Bombeiros e Detran.

Posse Bolsonaro
Agência Brasil
porpjbarreto

“Tenho consciência da responsabilidade que terei a partir de agora”, diz João ao chegar em solenidade de posse

Eu tenho consciência da responsabilidade que terei a partir de agora, mas estou pronto para dar continuidade a este projeto que mudou a cara da Paraíba. Continuar construindo essa nova Paraíba é uma missão muito dura, mas eu não tenho dúvida nenhuma que com este grande time que montamos vamos conseguir sim dar ao povo paraibano àquilo que o povo reconheceu nas urnas.”

Esta foi a primeira reflexão do governador eleito da Paraíba, João Azevêdo (PSB), ao chegar para a solenidade de posse, que acontece ao longo desta terça-feira (1). A cerimônia começa com uma celebração ecumênica, no Teatro A Pedra do Reino, no Centro de Convenções de João Pessoa.

De acordo com ele, o maior desafio é manter a Paraíba no patamar em que se encontra hoje, perante toda a incerteza econômica e política do Brasil.

“Primeiro, manter a Paraíba no patamar que está hoje. Diante de uma crise tão grande, que esse país se encontra e passou nos últimos anos, diante da incerteza muito grande do que será o futuro desse país, a gente tem a certeza que este é o maior desafio”, considerou.

Após a celebração religiosa, João toma posse oficialmente às 15h, em solenidade a ser realizada no mesmo lugar. O dia se encerra com a transmissão de cargo, ocasião em que Ricardo Coutinho passará a faixa de governador, e revista às tropas, em frente Palácio da Redenção, às 17h.

Assessoria