Autor pjbarreto

porpjbarreto

Ação em saúde comemora Dia Mundial do Diabetes

Na manhã do último sábado (10), o servidor público aposentado, José Luciano (foto), saiu de casa para dar sua caminhada de rotina na orla de João Pessoa. No caminho, encontrou uma tenda montada na calçada da praia de Cabo Branco, parou para fazer o teste de glicemia e assustou-se com o resultado: estava alterada, bem acima do esperado. O serviço oferecido ali, no meio da rua, alertou o sr. José Luciano para que ele vá em busca de tratamento.

“Fiquei surpreso quando vi que a glicose estava 339, é  muito perigoso, o normal é abaixo de 100. Próxima segunda vou começar a fazer os exames necessários e procurar um médico”, comentou.

No próximo dia 14 de novembro é celebrado o Dia Mundial do Diabetes e, neste sábado (10), a Secretária de Estado da Saúde da Paraíba (SES) participou de uma ação em parceria com a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia na Paraíba, a Sociedade Paraibana de Cardiologia, a Associação dos Diabéticos da Paraíba e a Unimed em uma comemoração alusiva à data. Em uma tenda montada na praia de Cabo Branco, profissionais da área de saúde e técnicos da SES se reuniram para oferecer serviços de teste de glicemia, verificação de pressão arterial e distribuição de material educativo e com orientações para a população.

De acordo com a médica endocrinologista, e uma das organizadoras da ação, Dra. Maria da Luz, a previsão é que, no futuro, haja um aumento exponencial do aparecimento e da prevalência do diabetes. “Estamos aqui para conscientizar as pessoas sobre o risco de desenvolver o diabetes, a importância do tratamento. É comum encontrar em ações dessa natureza pessoas que não têm conhecimento da enfermidade por ser, a princípio, uma doença silenciosa. Muita gente tem o nível alterado da diabetes, mas não tem os sintomas. Aqui temos profissionais que conversam e alertam essas pessoas com relação ao tratamento na prevenção das complicações crônicas da doença”, explicou.

Segundo a chefe do Núcleo de Doenças e Agravos Não Transmissíveis da SES, Gerlane Carvalho, a secretaria apoia ações e atividades dessa natureza com o intuito de trabalhar na prevenção e promoção da saúde. “Esse é um momento que a SES se aproxima da população pra levar esses serviços. Muitas vezes, na correria do dia a dia, as pessoas não têm tempo de ir a um médico ou a uma unidade de saúde”, pontuou.

Assim como José Luciano, a técnica em nível superior Estéfanny Dhesirée, também saiu de sua atividade física de rotina para checar a glicemia. O resultado, porém, foi diferente. Ela confirmou o que já esperava, a glicose estava satisfatória. “Eu estou sempre me movimentando. Retornei ao treinamento funcional na semana passada, faço academia, cuido da RicardoPuppe_Dia Diabetes Busto (2)alimentação. Alguns resultados ainda não estão satisfatórios, mas pelo menos minha glicemia está no nível muito bom”, comentou.

Para a presidente da Associação dos Diabéticos da Paraíba, Adriana Fernandes, as atividades que aconteceram na manhã deste sábado são importantes para dar visibilidade e compartilhar informação sobre a doença. “O que mata e o que amputa é a falta de informação, é a falta de auto cuidado. Nosso papel aqui é conversar, orientar, dar exemplo de nossa própria vida, que é um dos pontos fortes da associação”, completou.

Estimativa – Na Paraíba, estima-se que 214.685 pessoas tenham diabetes. Isso equivale a 5,3% da população (Fonte: DataSUS).

Secom-PB

porpjbarreto

Paulinho da Viola comemora 76 anos

A Música do Dia

Cantor, compositor, violonista e grande músico brasileiro.

Em 1942 nasceu Paulinho da Viola, cantor, compositor, violonista. Antes de completar 19 anos, ele conseguiu emprego como contador, até que Hermínio Belo de Carvalho foi atendido pelo caixa e sugeriu a ele que mudasse de carreira e se direcionasse à música. Paulinho foi até o apartamento de Hermínio, ensaiou composições. Em 1963, Hermínio levou ele ao Zicartola, bar de dona Zica e Cartola, e ali Paulinho da Viola decidiu pedir demissão e se dedicar ao que sabia fazer de melhor.

 

A Música do Dia é “Foi um Rio que Passou em Minha Vida“.

Produção e apresentação – Luiz Cláudio Canuto
porpjbarreto

O TEMPO E A TEMPERATURA: Céu nublado a encoberto no Norte, nesta segunda-feira (12)

O TEMPO E A TEMPERATURA: Céu nublado a encoberto no Norte, nesta segunda-feira (12)

Intensidade do vento por toda a região varia de fraco a moderado

A semana começa com uma segunda-feira (12) de céu nublado a encoberto com pancadas de chuva e trovoadas isoladas nos estados de Amazonas, Pará, Roraima, Acre, Rondônia e Tocantins. O lado norte do Amapá também recebe esse mesmo clima. Para as demais áreas o clima fica parcialmente nublado a nublado. Os termômetros pela Região variam entre 18 graus de mínima e 36 graus de máxima.

O TEMPO E A TEMPERATURA: Céu nublado a encoberto predomina no Sul, nesta segunda-feira (12)

Umidade relativa do ar varia entre 30% e 95%

A segunda-feira (12) nos estados do Rio Grande do Sul e Paraná recebem um céu nublado a encoberto com pancadas de chuva e trovoadas isoladas. Para as demais áreas o clima fica parcialmente nublado a nublado. A umidade relativa do ar varia entre 30% e 95%. Os termômetros por todo o Sul variam entre 12 graus de mínima e 38 graus de máxima.

O TEMPO E A TEMPERATURA: Céu nublado no Sudeste nesta segunda (12)

Intensidade do vento por toda a região varia de fraco a moderado

A semana começa com uma segunda-feira (12) de céu nublado em Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro. Os estados além de receberem esse clima podem ter a visita da chuva e trovoadas isoladas. Nos pontos noroeste e leste de São Paulo esse clima se repete, mas para as demais áreas o céu fica parcialmente nublado. Os termômetros pela Região variam entre 12 graus de mínima e 37 graus de máxima.

O TEMPO E A TEMPERATURA: Centro-Oeste com chuva isolada nesta segunda-feira (12)

Umidade relativa do ar varia entre 35% e 100%

Para início da semana, a segunda-feira (12) nos estados de Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul recebem clima nublado a encoberto com pancadas de chuva e trovoadas isoladas. O Distrito Federal também recebe esse mesmo clima. Os termômetros têm pouca alteração e variam entre 15 graus de mínima e 37 graus de máxima.

O TEMPO E A TEMPERATURA: Céu nublado a parcialmente nublado no Nordeste, nesta segunda-feira (12)

Intensidade do vento por toda a região varia de fraco a moderado

Os pontos centro-oeste, leste e sul do Maranhão, sudoeste do Piauí e por todos o estado da Bahia, o clima fica nublado a parcialmente nublado, com possibilidade de chuva. A região leste de Pernambuco também recebe essa chuva. Para as demais áreas o céu fica nublado a parcialmente nublado. Os termômetros de toda a Região varia entre 16 graus e 40 graus.

 

As informações são do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

Igor Brandão, o tempo e a temperatura

Fonte: Agência do Rádio

 

porpjbarreto

Comissão debaterá MP que cria fundos para projetos nas áreas cultural e social

BIE – 23/01/2011 – Paço de São Cristóvão, antigo palácio imperial dos Imperadores do Brasil. Atualmente abriga o Museu Nacional. Em 1827, nos primórdios do Império, o senador Marquês de Caravelas (BA) pediu a palavra e, da tribuna do Palácio Conde dos Arcos, a sede do Senado, no Rio de Janeiro, propôs aos colegas um exercício de imaginação: — Suponha-se que sucede haver um incêndio ou que qualquer outro acidente funesto destrói grande parte do Paço de São Cristóvão. Foto: Halley Pacheco de Oliveira/Wikipedia

comissão mista responsável por analisar a Medida Provisória 851/18 promove três audiências públicas nesta semana (13 e 14). A MP permite a criação de fundos patrimoniais e estimula doações privadas para projetos de interesse público nas áreas de educação, ciência, tecnologia, pesquisa e inovação, cultura, saúde, meio ambiente, assistência social e desporto.

Combinada com a MP 850/18, que cria a Agência Brasileira de Museus (Abram), a ideia do Executivo é aperfeiçoar a gestão e a conservação dos museus do País. As duas medidas provisórias foram editadas dias após o incêndio que destruiu o Museu Nacional, no Rio de Janeiro. A instituição, que tinha um acervo com mais de 20 milhões de itens, é a mais antiga do gênero no País — completou 200 anos em junho de 2018.

Fundos
A MP 851 estabelece um marco regulatório para captação de recursos privados que constituirão os fundos patrimoniais. O objetivo é que esses fundos sirvam como financiamento de longo prazo para instituições de interesse público, por meio de parcerias, programas e projetos.

A medida também institui o Programa de Fomento à Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação — Programa de Excelência, com o objetivo de promover a produção de conhecimento, ciência, desenvolvimento e inovação, por meio da pesquisa de excelência de nível internacional, da criação e do aperfeiçoamento de produtos, processos, metodologias e técnicas.

Audiências públicas
Nesta terça-feira (13), às 14 horas, será realizada a primeira audiência da semana. Foram convidados para discutir o tema com os parlamentares o presidente do Conselho Nacional das Fundações de Apoio às Instituições de Ensino Superior e de Pesquisa Científica e Tecnológica (Confies), Fernando Peregrino; a reitora da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Soraya Soubhi Smaili; o pesquisador da Fundação Getúlio Vargas (FGV) Augusto Hirata; a representante do Comitê Gestor da Rede de Educadores em Museus Fernanda Castro; e o secretário-geral da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal, Sérgio Ronaldo da Silva.

Na quarta-feira (14), a partir da 9 horas, começarão os primeiros debates do dia com as presenças do presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), Ildeu de Castro Moreira; a diretora de Inovação da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Gianna Sagazio; o representante da Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas (Fenacon) Ricardo Roberto Monello; a secretária-executiva da Campanha Nacional de Escolas da Comunidade (CNEC), Gerfânia Damasceno; o presidente da Fundação para o Desenvolvimento da Educação de São Paulo, Luis Celso Vieira Sobral; a especialista em Filantropia e Investimento Social Priscila Pasqualin, entre outros.

Na parte da tarde, às 14h30, participarão da terceira audiência pública sobre a MP 851 o chefe da Assessoria Especial do Ministério da Fazenda, Marcos José Mendes; o diretor de fiscalização do Banco Central do Brasil, Paulo Sérgio Neves de Souza; o presidente da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), Marcos Cintra Albuquerque Cavalcanti; o professor da Universidade Federal do ABC Klaus Werner Cappelle; e o presidente da Fundação José Luiz Egydio Setúbal, José Luiz Egydio Setúbal.

Saiba mais sobre a tramitação das MPs

ÍNTEGRA DA PROPOSTA:

Da Redação – MB
Com informações da Agência Senado

Fonte: Agência Câmara Notícias
porpjbarreto

Lua-de-mel de Pâmela Bório com o PSL acaba antes da posse de Jair Bolsonaro

Depois que o deputado federal eleito Julian Lemos disse na imprensa paraibana, que o PSL não tinha mais qualquer compromisso com a jornalista Pâmela Bório (PSL), senão o que foi cumprido através do repasse de verbas para o financiamento da campanha, Pâmela Bório, que até então não havia manifestado qualquer insatisfação em relação ao partido, fez uma postagem co desabafo, chamando-os de mentirosos.

A ex primeira-dama da Paraíba divulgou em seu perfil no Instagram que o custo de sua campanha foi menos de 10% do que consta na prestação de contas de Julian.

“Mentirosos sem caráter e sem escrúpulos estão propagando por aí que eu recebi muito dinheiro para a minha campanha. Pois aqui estou mostrando suas mentiras. Pouco mais de 30 mil reais é o total de toda a minha arrecadação para fazer uma campanha federal: precisamente 21.233,32 reais mais 10 mil reais doados pelo partido faltando apenas 4 dias para as eleições. Quem aqui acha que dá para fazer campanha à federal com esse dinheiro que nem vereadores ou lideranças conseguem, está mentindo também! O valor da minha campanha não chega nem a 10% da campanha do candidato eleito da minha coligação como vcs podem ver: só na prestação de contas inicial ele já somava quase 370 mil reais – e esses 10 mil reais me foram repassados a 4 dias das eleições só porque a lei garante 30% dos recursos para as candidaturas femininas. Ou seja, fiz campanha com recursos de menos e dificuldades demais verdadeiramente: me prometeram comitê próprio, carro, motorista… Mas não cumpriram com nada do que falaram. Tenho muitas outras verdades a falar contra as mentiras que estão a propagar, mas prefiro que o tempo mostre a todos a realidade e que a justiça de Deus prevaleça contra os ímpios. E isso tem acontecido, graças a Deus. Ele é fiel e não falha.”

 

Com paraibadebate

porpjbarreto

Presidente do PSL e líder do Movimento Direita Cajazeiras afirma em entrevista que seu partido lançará candidato a prefeito em 2020

Foi entrevistado no programa Rural em Debate da Rádio Rural FM de Cajazeiras, na manhã deste domingo (11), o empresário e líder político cajazeirense – Vicente de Souza Barreto Neto, o “Barretinho”.

Indagado sobre o referido movimento e acesso à direção do (PSL) municipal, Barretinho afirmou que há três anos vem se reunindo com amigos de diferentes atividades profissionais e que o resultado destas reuniões, culminou com a aproximação do comando estadual do (PSL) e, por consequência com às eleições presidenciáveis, porém, um contato direto com o Coronel Francisco – Presidente Estadual da legenda, acabou acontecendo e o convite para dirigir o partido foi concretizado.

Ainda de acordo com o empresário, as reuniões periódicas com os demais líderes do Movimento Direita Cajazeiras e membros da Comissão Provisória Municipal do (PSL) de Cajazeiras, tem apontado para o lançamento de uma candidatura para prefeito, vice-prefeito e vereadores nas eleições municipais de 2020. “Nós estamos construindo juntos, um projeto futuro de cidade para Cajazeiras, é bom lembrar que só com a folha de pagamento, para servidores comissionados, a Prefeitura de Cajazeiras, gasta mais de (um milhão de reais) por mês, isso tem que ser mudado”, frisou.

Sobre a questão envolvendo o suplente de vereador do (PSL) Serafim da Palhoça, Barretinho ressaltou que não sabia que ele era filiado ao partido e que não tem nenhum tipo de problema em dialogar e aproximar Serafim das reuniões, pois, o mesmo é filiado e suplente pelo Partido Social Liberal de Cajazeiras.

Perguntado sobre as pessoas que fazem parte do Movimento Direita Cajazeiras, Barretinho respondeu: “Não aceitamos pessoas envolvidas em casos de corrupção, pessoas com qualquer tipo de envolvimento com atividades ilícitas, ou com problemas com a justiça, envolvidas com ilegalidade de qualquer natureza, serão expulsas do nosso grupo, é preciso fazer uma limpeza nesse tipo de gente que quer se envolver com política”.

Retornando ao assunto de projeto futuro para Cajazeiras, Barretinho assegurou que se faz necessário realizar alargamento das ruas centrais e, expandir órgãos públicos e bancos para outras regiões da cidade, para melhor fluidez no trânsito, por exemplo. Criar mecanismos para incentivar o turismo no Distrito de Boqueirão de Piranhas, despoluição do Açude Grande, fiscalização rígida na criação e implantação de novos loteamentos. “Tem um loteamento aqui em Cajazeiras construído dentro de um manancial, de um açude que foi completamente aterrado, esse tipo de ação não é desenvolvimento”. Ao final da entrevista, Barretinho agradeceu aos militantes do grupo Direita Cajazeiras, aos entrevistadores e direção da Rádio Rural. “Estou feliz por ter feito tantos amigos, inclusive pelas redes sociais, obrigado”!

 

Redação – fmrural.com.br

porpjbarreto

Homem mata mãe e filha a martelada e esquarteja no porão de casa

Polícia chegou ao suspeito após localizar parte dos corpos em beira de rodovia

Um produtor rural foi preso no último sábado (10) em Silvianópolis (MG) por esquartejar a esposa e matar a enteada de 5 anos com requintes de crueldade. Luiz Carlos Martins, de 47 anos, confessou o crime e disse à polícia que a relação do casal era bastante conturbada.

Segundo a polícia, os crimes aconteceram no dia 27 de outubro. Na última terça-feira (6), foram encontradas pernas na beira de uma rodovia, em São João da Mata (MG). As tatuagens ajudaram a polícia a chegar ao suspeito.

Francileide Assis Barbosa, de 26 anos, natural de Feira de Santana (BA), trabalhava em um município no Sul de Minas Gerais como garota de programa até conhecer Luiz Carlos e se mudar com ele para Silvianópolis. Depois de um tempo, ela levou a filha Bruna Carla Assis, de 5 anos, para morar com eles.

“Segundo ele, ela era uma pessoa de temperamento difícil, que eles brigavam muito e que inclusive ela já chegou a ameaçar ele de morte algumas vezes”, contou ao ‘G1’ delegado Rodrigo Bartoli.

A princípio, o suspeito chegou a negar o crime, mas prestou um depoimento com contradições, o que fez com que a polícia desconfiasse e fosse até a casa dele. Lá, encontraram evidências dos assassinatos, como respingos e manchas de sangue.

Em um dos depoimentos, Luiz Carlos afirmou ter sido ameaçado pela mulher com uma faca. Ele disse que conseguiu desarmá-la e atingiu a cabeça dela com um martelo. A menina teria se assustado com o barulho e ido procurar a mãe. “Quando ela chegou, ele disse que ‘no susto’, foi o termo que ele usou, ele deu uma martelada na menina”, revelou a médica legista Tatiana Teles Koeler.

Como reportado pelo site, com informações da polícia, para dar sumiço nos corpos, o assassino teria agido friamente. Ele levou ambos para o porão da casa e os esquartejou.

O corpo da criança foi localizado em uma fossa, no sítio da família, onde Luiz Carlos trabalhava. Já o corpo da mulher foi abandonado em partes separadas, algumas foram enterradas, outras deixadas num rio e outras à beira da estrada. Nem tudo foi localizado.

As partes recuperadas foram levadas para o IML de Pouso Alegre e serão encaminhadas para a família, na Bahia. O suspeito foi levado para o Presídio de Pouso Alegre.

 

Notícia ao Minuto

porpjbarreto

Homem é detido e conduzido à Delegacia de Polícia de Cajazeiras após ser flagrado dirigindo embriagado

Foi conduzido à Delegacia de Polícia de Cajazeiras, o popular Cícero Alves da Silva, na última sexta-feira (09) nas proximidades da 5ª CPTRAN, após ser flagrado apresentando fortes sintomas de embriaguez alcoólica.

Segundo apurou a polícia – por volta das 18hs50 uma guarnição foi acionada pelo COPOM do 6º BPM e de acordo com relatos, o investigado por pouco teria causado um acidente numa cavalgada, quando estava guiando seu veículo de placas: HVV-8644/CE.

Diante às informações, fora montada uma barreira na qual, o mesmo foi parado por policiais do BOPE e conduzido à Delegacia, sendo constatada a embriaguez. O motorista não possui CNH.

Cícero foi entregue ao delegado de plantão, para as medidas que requer o caso.

 

Com informações de Ângelo Lima

porpjbarreto

Previdência dos militares tem rombo crescente e maior deficit per capita

Em 2018, rombo alcança R$ 32 bi. Receita foi de apenas R$ 2 bi. Deficit individual no INSS é R$ 5 mil. Entre os militares, supera R$ 100 mil

Presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL) terá a discussão da reforma da Previdência como o 1º grande desafio econômico do seu governo. Capitão do Exército na reserva, o militar mostra pouca disposição em propor alterações ao sistema previdenciário de seus pares.

De janeiro a setembro deste ano, as aposentadorias e pensões de militares geraram despesas de cerca de R$ 34 bilhões aos cofres públicos. As receitas, por outro lado, foram de apenas R$ 2 bilhões. O deficit já alcançou R$ 32 bilhões, segundo informações do Tesouro Nacional.

O rombo nas contas tem crescido ano a ano. No mesmo período de 2017, o resultado ficou negativo em R$ 28 bilhões. Em 2010, era de R$ 14 bilhões.

Fonte: Relatório Resumido de Execução Orçamentária do Tesouro Nacional

Os militares possuem 1 sistema de contribuição diferente do observado no regime geral e no dos servidores civis, explicou Vilma Pinto, pesquisadora da área de Economia Aplicada do FGV-IBRE.

“No caso dos militares, não há previsão legal de contribuição previdenciária para custear os encargos com a inatividade, mas apenas para pensão. Cabe à União, então, custear a integralidade da remuneração daqueles que estão na inatividade, seja na reserva remunerada, seja na reforma”, afirmou.

A arrecadação, portanto, é utilizada apenas para pagar as pensões as quais os familiares têm direito em caso de morte.

Pelas regras vigentes, militares não se aposentam efetivamente, mas vão para a reserva, podendo ser novamente convocados. Esse estágio é alcançado depois de 30 anos de trabalho.

DEFICIT PER CAPITA

Se comparado ao regime geral, o rombo do sistema militar não parece expressivo. Nos primeiros 9 meses deste ano, o INSS registrou deficit de R$ 153 bilhões. Entre os servidores públicos civis, o resultado foi negativo em R$ 35 bilhões. Há uma diferença relevante, entretanto, na abrangência dos sistemas.

Segundo informações da Secretaria de Previdência do Ministério da Fazenda, há cerca de 30 milhões de beneficiários do INSS, o que significa 1 deficit individual de cerca de R$ 5 mil neste ano. Entre os servidores civis segurados, que são pouco mais de 600 mil, o rombo per capita já é bem maior, de cerca de R$ 55 mil.

Já no caso dos militares, são pouco mais de 300 mil beneficiários, o que representa 1 deficit individual superior a R$ 100 mil.

O cálculo para militares e servidores civis considera o deficit de janeiro a setembro deste ano e o número de beneficiários de 2016, dado mais recente reunido pela secretaria.

REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Vilma explica que em diversos países o regime previdenciário dos militares tem regras diferentes dos destinados aos civis. Para ela, é preciso aprimorar o sistema, mas não necessariamente igualá-lo aos demais. “Um ponto que pode ser revisto, por exemplo, é o da falta de contribuição”, disse.

Para Bruno Lavieri, economista da 4E Consultoria, a prioridade da reforma previdenciária deve ser controlar o ritmo de crescimento das despesas, que é maior no INSS. Ele acredita, entretanto, que esse pode ser 1 bom momento para se colocar em pauta as distorções existentes no sistema.

Fonte: Relatório Resumido de Execução Orçamentária do Tesouro Nacional

“A discussão sobre a Previdência dos militares é válida. Se o governo decidir que não vai mexer nesse sistema, precisa deixar bem claro para a sociedade quais são as razões para isso.”

No final de 2016, quando apresentou a proposta de reforma da Previdência ao Congresso, o governo Michel Temer deixou de fora os integrantes das Forças Armadas. Disse que seria encaminhado 1 projeto separado que contemplasse as especificidades da categoria. O texto, entretanto, nunca foi encaminhado.

 

Fonte/Pesquisa: Poder 360

porpjbarreto

Coordenadora Geral do SAMU de Cajazeiras continua recebendo super salário na gestão do “Jeito Certo”

Não se deve escrever nem tão pouco seguir como regra e fundamento de verdade as palavras que o prefeito José Aldemir (PP) tem reverberado por onde passa, ou nas entrevistas às emissoras de rádio de Cajazeiras: para uns, é necessário fazer os remanejamentos devidos, para outros é obrigado manter em seus postos de serviço, os apadrinhados de extrema subserviência, como é o caso da esposa do Secretário Municipal da Administração.

O que tem chamado atenção é a diferença de valores que a Senhora Simone Cartacho Macedo Macambira recebe como Coordenadora Geral do SAMU e os demais coordenadores comissionados da gestão.

Abaixo, um exemplo clássico dos desmandos com os recursos públicos:

Fonte: Sagres-PB