Categoria Cultura

porpjbarreto

Hoje é Dia Mundial dos Oceanos

A Música do Dia é “Oceano“, de Djavan.

Produção e apresentação – Luiz Cláudio Canuto
Agência Rádio Câmara
porpjbarreto

Com homenagem especial a Gabriel Diniz, Romero abre a 36ª edição d’O Maior São João do Mundo

Homenageando o cantor Gabriel Diniz, que participaria do Maior São João do Mundo no próximo dia 30, o prefeito Romero Rodrigues abriu oficialmente a edição 2019, exatamente à meia-noite, pedindo proteção divina, discernimento e sabedoria para que o evento ocorra com tranquilidade.

Logo em seguida, Santana cantou “Olha Pro Céu, Meu Amor”, canção regional que, há 36 anos marca o início das festividades juninas de 30 mil dias em Campina Grande.

Em seguida, um show pirotécnico de aproximadamente 15 minutos marcou os céus da cidade. O prefeito comemorou o resultado de todo trabalho, que culminou na realização da primeira noite do evento que se estenderá pelos próximos 30 dias.

“Todo ano a ansiedade é grande, mas graças a Deus vai dar tudo certo, como sempre deu, resultado do esforço de muita gente para proporcionar alegria para nosso povo e turistas”, declarou em entrevista, minutos depois.

A fala do prefeito foi muito rápida. Ele agradeceu todo empenho e competência da empresa Medow Enterteniment, organizadora da festa. Em seguida surgiu no telão a homenagem a Gabriel Diniz, o GD, que morreu recentemente num acidente aéreo e que desde 2016 era presença garantida no evento. A música “Jenifer”, que catapultou o sucesso do artista em nível nacional, foi entoada pela multidão.

Shows

Mesmo com o cancelamento do show da cantora Ivete Sangalo na véspera de sua apresentação, uma multidão compareceu ao Parque do Povo, e aprovou o novo layout, com mais espaço para o público.

A primeira atração da noite foi Genival Lacerda, com mais de 60 anos de carreira, que mostrou toda felicidade em voltar ao palco principal do Maior São João do Mundo. Depois,  Os Três do Nordeste, com seus grandes sucessos, seguido de Santana, com uma participação especial de Flávio José. Pedrinho Pegação fechou a primeira noite.

Convidados

Muitas autoridades prestigiaram a abertura da edição 2019. O presidente do Congresso Nacional, Davi Alcalumbre, convidado da senadora Daniela Ribeiro, seus colegas Marcos Rogério (RO), Fernando Bezerra (PE) e o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Duarte Guimarães, entre outros executivos.

Acompanhado da primeira dama, Michelline Rodrigues, o prefeito recepcionou no camarote oficial, o deputado federal Pedro Cunha Lima, o vice-prefeito da capital, Manoel Júnior, deputados estaduais Ricardo Barbosa e Tovar Correia Lima, além do conselheiro Fábio Nogueira, do TCE, secretários municipais, vereadores e lideranças regionais.

Com segurança reforçada por 250 câmeras e sistema de identificação facial, a primeira noite transcorreu sem registro de fatos graves na área de segurança.

Neste sábado, as atrações do palco e principal do Parque do Povo são Os Gonzagas, Avine Vinny, Flávio José e Calcinha Preta.

Assessoria de Imprensa – PMCG

porpjbarreto

Governo promove cadastramento dos artesãos de Campina para a abertura de créditos do Empreender

O Governo do Estado, por meio dos técnicos do programa Empreender-PB, esteve na sede do Corpo de Bombeiros, em Campina Grande, na última sexta-feira (07), com intuito de atender as demandas de quase 100 artesãos da Rainha da Borborema, em especial os da Vila do Artesão, localizados na Av. Prof. Almeida Barreto, S/N, no bairro do São José, Campina Grande, que buscam, por meio do programa, recursos para potencializar seus empreendimentos.

O objetivo de incentivar a geração de renda para os profissionais da Vila do Artesão foi atendido pelo Governo do Estado, a partir de reunião de representantes dos artesãos com a secretária de Articulação e Desenvolvimento Municipal do Estado, Ana Cláudia Vital do Rêgo; e uma solicitação do vereador campinense Bruno Faustino, que tinha recebido um oficio da categoria. Também esteve presente no cadastramento o Secretário Executivo do Empreender, Fabrício Feitosa. Nesta primeira fase, estão sendo feitos o cadastramento destes profissionais, na sede do Corpo de Bombeiros – que fica bem próximo à Vila do Artesão.

Segundo uma das artesãs cadastradas para receber os benefícios dos créditos do Empreender, Dalva de Oliveira, que também é Presidente da Associação Tropeiros da Borborema, o Estado estende, com esse gesto, as mãos aos artesãos, ampliando seus potenciais de crescimento, através deste apoio.

Ela agradeceu, em nome dos beneficiados, o trabalho da Secretária Ana Cláudia, que possibilitou essa ponte entre o Governo do Estado e os artesãos. “Além de apoiar os comerciantes do Parque do Povo, através do Governo, Ana viu que os profissionais da Vila do Artesão também podiam ser ajudados, através do programa Empreender, e assim vem sendo feito”, disse.

Ascom

porpjbarreto

Há 30 anos morreu a cantora Nara Leão

A Música do Dia é “Diz Que Fui Por Aí“, de Zé Ketti e H. Rocha, na voz de Nara Leão.

Produção e apresentação – Luiz Cláudio Canuto
Agência Rádio Câmara
porpjbarreto

Waldonys aciona Justiça contra empresa organizadora do São João de Campina Grande

Artista foi retirado da programação de maneira “grosseira”; Indenização será destinada às instituições sociais de Campina Grande

Um dos maiores nomes da música nordestina, o cantor e sanfoneiro cearense Waldonys, vai acionar a Justiça contra a empresa que o descartou, de maneira “grosseira e irresponsável”, da programação do Maior São João do Mundo. Waldonys foi contratado para um show em Campina Grande no dia 13 de junho pela Medow Entertainment, que anunciou pelas redes sociais a retirada do cantor da programação, dizendo que traria “artistas de peso” no lugar do sanfoneiro. “Fico muito triste que isso esteja acontecendo com o São João de Campina Grande, cidade que tenho um enorme carinho e que inclusive me honrou com o título de cidadão campinense. Quero que fique claro que esse acontecimento nada tem a ver com a cidade de Campina Grande e os campinenses, que merecem todo o meu respeito”, declarou Waldonys.

O artista adiantou que vai acionar a Justiça por danos morais pela maneira que foi divulgado a saída dele da programação da festa. “A forma foi grosseira, irresponsável e sem respeito algum. O termo usado foi: “atrações de peso estão chegando”. Além de não honrarem com as negociações, eles nos dispensaram, como se não tivéssemos peso”, ressaltou o artista. Segundo Waldonys, caso tenha alguma indenização, ela será integralmente destinada às instituições sociais de Campina Grande.

Entenda o caso – Após as negociações entre a produção de Waldonys e a Medow Entertainment, o cantor foi convidado para fazer parte do Maior São João do Mundo, na edição de 2019. No entanto, no momento da divulgação das atrações, o cantor foi descartado, com divulgação pelas redes sociais do evento. Além da apresentação de Waldonys, os shows de Eliane e Rita de Cássia também foram inexplicavelmente cancelados. A Medow Entertainment disse que, no lugar deles, traria “atrações de peso”. “ Não houve nota de retratação, nem uma justificativa. Como somos artistas, deixamos de vender os shows para outras prefeituras e fomos extremamente prejudicados com esse fato”, lamentou.

Nota para a imprensa –  Waldonys, juntamente com Rita de Cássia e Eliane emitiram, uma nota sobre o cancelamento de suas participações no Maior São João do Mundo, em Campina Grande. Segundo o texto, os três foram retirados da programação das festividades, sem aviso prévio. Confira a nota na íntegra:

_Gostaríamos de esclarecer a nossos fãs que, por motivos alheios ao nosso controle e vontade, os shows de Eliane “A Rainha do Forró”, Waldonys e Rita de Cássia marcados para o São João de Campina Grande foram inexplicavelmente cancelados. De forma grosseira e sem nenhum respeito a notícia de que fomos SUBSTITUIDOS foi divulgada na internet pelas próprias redes oficias do São João de Campina Grande.

O termo usado foi “POR OUTRO LADO, ATRAÇÕES DE PESO ESTÃO CHEGANDO… ” Como artistas entendemos que o evento não tem obrigação alguma de nos contratar todos os anos, porém se o fizeram honrassem suas negociações, ou que pelo menos ao “DISPENSAR” os supostos ARTISTAS SEM PESO, tivessem o mínimo de respeito possível.

O suposto problema alegado posteriormente a nossos pedidos de explicação foi “falta de dinheiro” para pagar nossas apresentações, justificativa essa que não convence a nenhum de nós artistas e muito menos ao público.

Ressaltamos que não houve nenhum problema pessoal de nossa parte, ou qualquer outra desculpa que possa ser dada pelo evento que justifique tal fato. É lamentável, mas infelizmente nesse momento o que podemos fazer é pedir DESCULPAS aos nossos fãs e a quem respeita a história do nosso forró.

 

Eliane

Waldonys

Rita De Cássia

porpjbarreto

Musical “Ópera Do Pandeiro” em homenagem à Jackson do Pandeiro entra em cartaz neste fim de semana no Theatro Santa Roza

O Espetáculo musical “Ópera do Pandeiro” que ressalta a representatividade do maior ícone Paraibano Jackson do Pandeiro aterrissa no Theatro Santa Roza neste sábado (08) e domingo (09). O Grupo Teatral Bichoderruma assina a realização da “Ópera do Pandeiro” um espetáculo narrativo poético-musical com sessões às 20h.

“Ópera do Pandeiro” inicia-se como um auto de natal paraibano para contar o nascimento do menino José, o Jackson do Pandeiro, na cidade de Alagoa Grande, denominada terra onde o sapo não canta. Evidencia-se, assim, um guerreiro aboiador e sua narrativa cordelesca, um profeta que anuncia o predestinado. Além de brincantes, bufões e muita celebração para a chegada do menino.

O pós-nascimento mostra as suas passagens, a começar pelo presságio de uma cigana, a sua primeira escola na feira com a mãe, Flora Mourão tocando ganzá. Em seguida, o Cassino Eldorado em Campina Grande, a rádio Tabajara em João Pessoa, a explosão do seu primeiro sucesso em Recife e a culminância no Rio de Janeiro. “A peça que encena o nascimento e vida, propõe uma viagem para eternizar na lua conforme um dos seus sucessos. A encenação que é feita ao vivo por atores, dançarinas e cantores vislumbra a autenticidade regional, uma linha autoral com artistas locais e letras eternizadas por Jackson e seus ritmos diversos. Dezesseis artistas se revezam durante 60 minutos entre vertigens e encantamentos mergulhados na essência de Jackson e cultura nordestina”, declara o diretor Mizael Batista.

Com cenários práticos e adereços diversificados, o espetáculo resgata, não apenas, a trajetória do rei do ritmo, mas também a cultura nordestina com elementos regionais, além dos brincantes.

O objetivo da montagem da Ópera do Pandeiro é proporcionar ao público, uma vivência da vida e obra do ícone da música Brasileira, Jackson do Pandeiro. “Visibilizar essa originalíssima produção cultural, autêntica expressão paraibana, é o que pretende o Projeto: UFPB NO SEU MUNICÍPIO através do NAC – Núcleo de Arte Contemporânea”, pontua o produtor Valdir Santos.

Neste ano que é celebrado o centenário de Jackson do Pandeiro, o Grupo Teatral Bichoderruma recebeu convite para se apresentar na Alemanha e em várias cidades do Brasil.

Os ingressos estão à venda no valor de R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (estudante) através do número (83) 98690-5825 ou no Theatro Santa Roza nos dias das apresentações da “Ópera do Pandeiro”.Contato e mais informações na rede social do Instagram @Operadopandeiro

Sobre:

FICHA TÉCNICA

Texto e Direção: Misael Batista

Produção: Valdir Santos

Assist. de Produção: Dani Costa

Assessora de Comunicação: Grupo

Direção Musical: Jozam Domingos

Coreografia e Figurino: Claudio Correia

Cenografia: Claudio Correia

Músicos: Chris Mauricio (violão)

Jozam Domingos (violão)

Honorato Irmão (sanfona)

Adalberto Fernandes (percussão)

Vocal: Stella Maris /Jozam Domingos / Chris Mauricio

Iluminação: Nilson Silva

Contra regra: Grupo

Elenco: Isaias Vicente, Maria Betânia, Mariana Arruda, Ailma Alves, Honorato Irmão, Claudio Correia, Luciana Oliveira, Leneeton Oliveira, Marcus Vinicius, Jaciara Xavier, Fabiana Palmeira, Mylene Martins, Jozam Domingos, Alcemy Araújo, Lucíola Fernandes, Adalberto Fernandes, Mizael Batista.

SERVIÇO

“Ópera do Pandeiro”

História de Jackson do Pandeiro

Sábado, 08 de Junho, às 20h

Domingo, 09 de junho, às 20h

Local: Theatro Santa Roza – Praça Pedro Américo, S/N – Centro, João Pessoa/PB.

Ingressos: R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (estudante)

Vendas: No local ou pelo telefone (83) 98690-5825

Apoio: PRAC, COEX, NAC e NTU

Classificação: Livre

Realização: Grupo Teatral Bichoderruma

 

Imagens: Reprodução/divulgação.

Assessoria de Imprensa

porpjbarreto

Há 30 anos houve o massacre da Praça da Paz Celestial, em Pequim

A Música do Dia é “Ren Jian Dao“, de Jacky Cheung.

Produção e apresentação – Luiz Cláudio Canuto
Agência Rádio Câmara
porpjbarreto

Câmara Municipal de Cajazeiras realizou Sessão Solene em comemoração aos 80 anos de fundação do Distrito Divinópolis

A Câmara Municipal de Cajazeiras, que é presidida pelo Vereador José Gonçalves de Albuquerque, “Deosinho da Arara” (PTC), realizou na noite da última terça-feira (04/06/2019), na Escola Municipal Carolino de Souza Neto, uma Sessão Solene em comemoração aos 80 anos de fundação do Distrito Divinópolis.

A propositura da referida sessão foi do Vereador Eriberto Maciel (PP), com aval dos demais pares.

No uso da fala, moradores daquele distrito fizeram reclamações ao governo municipal, outros lamentaram pelo abandono da comunidade e um jovem citou a criação da localidade – através da necessidade da construção de uma capela para realização das homilias católicas.

Vale ressaltar que o Distrito Divinópolis foi criado após a construção da Capela de São João Bosco, em (11/06/1939). A comunidade levava o nome há época – de Sítio Escurinho.

Redação – fmrural.com.br

porpjbarreto

Inaugurado modelo inovador de escola em João Pessoa, a única do segmento, a primeira do Nordeste

Rede de franquias de escola de idiomas abre as portas no Mag Shopping, no dia 7 de junho, com método de ensino exclusivo para facilitar a fluência na língua estrangeira

Com mais de 50 unidades espalhadas por todo o Brasil e mais de 20 novas escolas para inaugurar em 2019, a rede de franquias Park Idiomas chega à João Pessoa trazendo uma nova proposta de aprendizado aos paraibanos. Localizada no segundo piso do Mag Shopping, em frente ao elevador panorâmico, a inauguração será no dia 7 de junho, próxima sexta-feira.

A escola oferece atrativos como horários flexíveis, turmas reduzidas, treinamentos de inglês e espanhol personalizados e uma experiência única de aprendizado, uma vez que o quiosque permite que o aluno treine o idioma no mesmo ambiente que ele vai precisar falar inglês na vida real. Assim, o aluno chega a fluência e adquire a proficiência na língua estrangeira com cerca de dois anos de treinamento. A franqueada da marca em João Pessoa, a empresária Camila Arantes, afirma que a chegada da escola na Capital paraibana reflete o potencial que a cidade oferece para a rede. “Somos a unidade mais distante da sede, que fica em Uberlândia (MG). As expectativas são as melhores possíveis em relação a trazer uma nova marca para o Nordeste. O serviço é excelente e, junto com  isso, vem a responsabilidade de manter a qualidade e o diferencial da marca em outro estado”, destaca. “Estamos muito confiantes. Acreditamos muito no método de ensino e na capacidade de incorporar a inovação aliada a tecnologia. Com isso, temos perspectiva de expandir pela Paraíba e conquistar o Nordeste”, disse a franqueada.

A Park Idiomas também oferece treinamento de inglês intensivo com foco na prática comercial para públicos específicos. Com o método, todas as aulas dos primeiros níveis são 100% comunicação oral, com a prática de leitura e escrita fora da sala de aula, proporcionando autoconfiança, rapidez e prazer no processo de aprendizado do alunos. As regras gramaticais só são abordadas após a fluência.

No mês de junho, os futuros alunos contam com um desconto especial de inauguração. No ato da matrícula, todos os cursos estão com 50% de desconto.

Sobre a Park Idiomas – Fundada em 1996, em Uberlândia (MG), a Park Idiomas foi criada a partir da necessidade de proporcionar segurança aos alunos ao aprender uma língua estrangeira. Por meio da ferramenta japonesa QFD (Quality Function Deployment), foi realizada uma ampla pesquisa com alunos de inglês, que constatou que o ensino da gramática era grande inibidor do aprendizado. O Método Park foi testado em centenas de pessoas e foi comprovado em laboratório que o aluno aprende a falar, em média, cinco vezes mais rápido. A partir daí, os sócios Eduardo Pacheco e Paulo Arruda decidiram criar um modelo de negócios e, em pouco tempo, a Park se expandiu para São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Paraná e outras regiões de Minas Gerais. Em João Pessoa, a Park Idiomas fica localizada no Mag Shopping, na Av. Flávio Ribeiro Coutinho, 115 – Manaíra. Para mais informações, o telefone é o (83) 99331.2525 ou parkidiomas.com.br . No instagram, @parkidiomas.magshopping .

Assessoria de Imprensa 

 

porpjbarreto

Ney Suassuna disputa cadeira na Academia Paraibana de Letras, em eleição que ocorrerá nesta sexta

O ex-Senador Ney Suassuna está na disputa para uma cadeira de acadêmico na Academia Paraibana de Letras – APL. A eleição será realizada nesta sexta-feira (07), das 8h às 12h, na sede da academia, localizada na Rua Duque de Caxias, 37, Centro, em João Pessoa.

A eleição será realizada para a Cadeira 27, anteriormente ocupada pelo acadêmico Carlos Augusto Romero. Nestes últimos dias, Ney tem visitado os acadêmicos, apresentando os detalhes das obras de sua autoria – entre livros, poemas, peças de teatro, músicas e pinturas – e conversando com todos sobre seus propósitos em relação à APL.

“Tenho feito essas visitas que são, na verdade, uma ótima oportunidade para mostrar nosso trabalho nas áreas de artes e literatura. Tenho tratado o processo com absoluto respeito, na ansiedade pela eleição, uma oportunidade ímpar e um orgulho para um filho da terra como eu”, afirmou Ney Suassuna.

Ney Suassuna tem 26 livros escritos, sobre temas como política, família, educação e livros de poesias. Dois deles foram lançados recentemente, na própria APL: “Mofando na Gaveta” e “Continuam na Gaveta”, que tratam de problemas nacionais que afetam o Brasil na atualidade e que Ney já discutia e sugeria soluções, desde a época em que exercia mandato no Senado Federal.

As obras relatam projetos, alertas e discursos defendidos por Ney entre os anos de 1995 a 2002, período em que exercia mandato de Senador. Como parlamentar representante da Paraíba, Ney defendia teses que poderiam mudar os rumos da política, evitando assim, o rombo nas contas da União.

A apresentação dos livros foi feita pelo presidente da APL, Damião Ramos Cavalcanti, que exaltou as qualidades do autor e das obras, destacando sua importância para o debate no contexto político atual. “Esses livros alertam para os temas nacionais, mas também gosto de escrever sobre família, educação, poesia, dentre outros temas”, disse Ney.

Assessoria de Comunicação