Categoria Policial

porpjbarreto

Líder comunitário denuncia ex-prefeita do Conde, Tatiana Corrêa

Líder quilombola e coordenador de Cultura da Prefeitura de Conde, Marcos (de Mituaçu) Paulo Sales de Castro prestou queixa nesta sexta-feira (8) na Delegacia de Polícia contra a ex-prefeita Tatiana Correia e mais duas pessoas. Ele denunciou que o trio o acusou e caluniou ao declarar publicamente em redes sociais que ele seria pedófilo e que cometera práticas sexuais aberrantes com um adolescente.

O boletim de ocorrência de número 199/2019, expedido pela delegacia da comarca de Conde, registra que Tatiana Correia, ex-prefeita, presa no ano passado por formação de quadrilha e desvio de recursos públicos, acusou Marcos de Mituaçu de ser pedófilo, e que uma pessoa de nome Sandra fez acusações mentirosas de que ele estaria aliciando um adolescente para práticas sexuais, acusações que foram reproduzidas pelo cidadão que se apresenta como Bira de Jacumã nas redes sociais.

A origem das falsas acusações foi a postagem maliciosa atribuída ao líder comunitário de um diálogo com um jovem de 17 anos, num aplicativo de troca de mensagens acompanhado por uma foto que seria de Marcos. Restou provado, após acareação no Conselho Tutelar dos envolvidos, que tudo foi inventado com intenção de comprometer o trabalho de promoção e valorização da cultura popular que Marcos de Mituaçu desenvolve há muitos anos no município de Conde.

B-O-Conde-PB

Entre os que se precipitaram e também acusaram o líder comunitário está o Vereador Fernando (Boca Louca) Araújo, que, ao constatar a falsidade das acusações, se retratou durante programa de rádio.

 

Fonte: paraibajá

porpjbarreto

Rotam do 6ºBPM prende segundo suspeito de ter assaltado joalheria em Cajazeiras

Na manhã desta segunda-feira (04), policiais da ROTAM faziam o patrulhamento pelo Centro da cidade, quando visualizaram dois indivíduos numa motocicleta em atitude suspeita e, ao realizar uma abordagem na dupla, ficou comprovado que um dos suspeitos havia participado do assalto a joalharia R-Golod, localizada no Centro de Cajazeiras, crime ocorrido no dia 31/01.

O acusado foi identificado por Eli Jhonso Alves Vieira, de 18 anos de idade, o qual a principio negou o crime, mas foi reconhecido pela vítima, em seguida apresentado na Delegacia de Policia Civil, para as providências legais.

 

Com Assessoria do 6ºBPM

porpjbarreto

Tragédia de Brumadinho: Justiça mantém prisão de funcionários da Vale

A segunda instância da Justiça de Minas Gerais decidiu manter a prisão de três funcionários da mineradora Vale, presos na semana passada no âmbito das investigações do rompimento da barragem da mina Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG). A decisão foi proferida pelo desembargador Marcílio Eustáquio Santos, na sexta-feira (1º).

No despacho, o magistrado entendeu que não há ilegalidades nos fundamentos apresentados pela primeira instância, que decretou a prisão do geólogo Cesar Augusto Grandchamp; do gerente de Meio Ambiente, Ricardo de Oliveira, e do gerente do Complexo de Paraopeba da empresa, Rodrigo Artur Gomes de Melo.

De acordo com o Ministério Público, os três funcionários estão diretamente envolvidos no processo de licenciamento ambiental da barragem. Dois engenheiros terceirizados que atestaram a estabilidade da barragem também estão presos.

Após o cumprimento dos mandados de prisão pela Polícia Federal (PF), a Vale divulgou nota à imprensa na qual informou que está à disposição das autoridades. “A Vale permanecerá contribuindo com as investigações para a apuração dos fatos, juntamente com o apoio incondicional às famílias atingidas.”

Na manhã de hoje (3), os bombeiros iniciaram o décimo dia de buscas por vítimas do rompimento da barragem. De acordo com balanço mais recente divulgado pela Defesa Civil de Minas Gerais, 395 pessoas foram localizadas pelas equipes de buscas, 226 continuam desaparecidas e 121 morreram.

Agência Brasil

porpjbarreto

MPPB deflagra segunda fase da Operação Calvário

Foi deflagrada, na tarde da última sexta-feira (1/02) a segunda fase da Operação Calvário, pelo Ministério Público da Paraíba, através do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) e Comissão de Combate aos Crimes de Responsabilidade e à Improbidade Administrativa (Ccrimp).

O objetivo desta fase foi cumprir mandados de prisão preventiva de Daniel Gomes da Silva, Michelle Louzada Cardoso e Leandro Nunes Azevedo e mandados de busca apreensão contra Waldson Dias de Souza, Livânia Maria da Silva Farias e Analuisa de Assis Ramalho Araújo. A decisão foi do desembargador do Tribunal de Justiça, Ricardo Vital, presidente da Câmara Criminal.

Conforme informações do Gaeco, a operação investiga uma organização criminosa, comandada por Daniel Gomes da Silva, que é responsável por desvio de recursos públicos, corrupção, lavagem de dinheiro, peculato através de contratos firmados junto a unidades de saúde do Estado, na ordem de R$ 1,1 bilhão.

Os mandados estão sendo cumpridos pelo Gaeco/MPPB com apoio da Coordenadoria de Segurança e Inteligência (CSI) do Ministério Público do Rio de Janeiro em João Pessoa, Conde e Rio de Janeiro.

Operação

A Operação Calvário investiga uma organização criminosa infiltrada na Cruz Vermelha Brasileira – filial do Rio Grande do Sul, dentre outros organismos não-governamentais, incluindo o órgão central da Cruz Vermelha Brasileira, a filial da CVB no Estado de Sergipe e o Ipcep – Instituto de Psicologia Clínica, Educacional e Profissional. A primeira fase foi desencadeada no dia 14 de dezembro.

Segundo a investigação, operando sob a denominação e o CNPJ destas entidades não-governamentais, a organização criminosa comandada pelo investigado obteve acesso a mais de R$ 1,1 bilhão em recursos públicos. Por intermédio desses mecanismos, foram desviados milhões em recursos públicos da saúde, no período entre julho de 2011 até agora, sendo certo que tal estimativa é muito inferior ao valor real do dano causado ao patrimônio público, dado que somente foram computadas as despesas da CVB-RS com uma pequena parcela de fornecedores que prestam serviços em unidades de saúde do Município e do Estado do Rio de Janeiro, notadamente não alcançando os desvios de recursos públicos decorrentes da atuação da organização criminosa no Estado da Paraíba, onde a mesma vem auferindo centenas de milhões de reais, desde o ano de 2011.

 

Assessoria de Imprensa – MPPB

porpjbarreto

Corpo de homem é encontrado sob ponte de rio em Cajazeiras

Foto: Arquivo da família.

Foi encontrado sob a ponte do rio Curicaca, na região leste de Cajazeiras, na manhã deste sábado (02), o corpo do idoso Veridiano Martins de Oliveira, de 70 anos, que estava desaparecido há cerca de uma semana.

De acordo com informações da polícia, o corpo do idoso estava em avançado estado de putrefação. Agentes da polícia cientifica foram ao local e, após os primeiros trabalhos – encaminhou o corpo para o IML.

 

Foto: WhatsApp

Redação – fmrural.com.br

porpjbarreto

Sobe para 115 número de mortos na tragédia de Brumadinho

A Defesa Civil de Minas Gerais informou hoje (1º) que aumentou o número de mortos e desaparecidos entre as vítimas do rompimento da barragem Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, nos arredores de Belo Horizonte. O balanço revelou 115 mortos, 248 desaparecidos e 395 localizados. Dos mortos, 71 foram identificados.

Segundo a Defesa Civil, aumentou o número de desaparecidos a partir de informações transmitidas ao serviço de ouvidoria da empresa Vale. Por isso, foram incluídos mais dez nomes na relação de desaparecidos.

O porta-voz do Corpo de Bombeiros, Pedro Aihara, avaliou que o ritmo de identificação dos corpos deve diminuir. A partir de agora, o trabalho fica mais complexo por se tratar de vestígios de mais difícil acesso abaixo da lama.  “Agora os trabalhos são mais delicados, de escavação. É necessário fazer toda a nivelação do solo. E mesmo com o corpo encontrado, por conta da decomposição é necessário um trabalho minucioso”, explicou.

Ele comentou que os bombeiros não podem eliminar a chance de encontrar pessoas com vida, mas que, diante das dimensões do desastre, a possibilidade de isso ocorrer é “pequena”.

Aihara não deu previsão de até quando os trabalhos de busca devem continuar. No caso de vítimas posicionadas dentro de estruturas, exemplificou, o raio de procura seria menor. Já aquelas pessoas que estavam no campo aberto podem ter sido projetadas para distâncias maiores.

Diante dessas situações diversas, acrescentou, é difícil prever. O representante do Corpo de Bombeiros lembrou que em Mariana as equipes designadas mantiveram as buscas por três meses.

Polícia

A Polícia Militar informou que 950 homens fazem os trabalhos de segurança da região de Brumadinho. Pela manhã, foi encerrado o trabalho de varredura da área rural. De acordo com o porta-voz da corporação, Jamor Flávio Santiago, um homem foi preso em Belo Horizonte ao tentar dar um golpe nos comerciantes fazendo-se passar por agente federal atuando nos resgates.

O porta-voz da PM acrescentou que é analisada a hipótese de pedir reforço policial para equipes que atuam no interior de Minas Gerais. De acordo com ele, a integração das forças de segurança será mantido por tempo indeterminado.

O delegado da Polícia Civil, Arlen Bahia, afirmou que a delegacia de Brumadinho vai funcionar de 8h à meia-noite todos os dias, incluindo o fim de semana, para atender as pessoas que precisam fazer carteira de identidade. Segundo ele, uma equipe de agentes vai se deslocar para Parque da Cachoeira para atender os atingidos pela tragédia.

Segundo o delegado, foram coletadas amostras para buscar a identificação de 20 corpos. Até o momento, há 71 corpos identificados e restam 19 pré-identificados – quando ainda falta a última conferência feita pelo Instituto Médico Legal.

Vídeo

Questionado sobre as imagens divulgadas apenas hoje mostrando o curso da lama após o rompimento da barragem, o porta-voz do Corpo de Bombeiros, Pedro Aihara, afirmou que o comando unificado integrado pelas diversas corporações envolvidas nas buscas já tinha conhecimento dos vídeos. Contudo, optou por não torná-las públicas pelo receio do impacto delas caso houvesse alerta de risco de uma nova tragédia em outras barragens.

“A decisão de não divulgar as imagens é decisão que visou sobretudo a garantia do bem estar da população e o não ocasionamento do pânico geral. Passamos para Vale e Polícia Civil investigar o vazamento das imagens”, explicou o porta-voz.

Vale paga auxílio-funeral a famílias de vítimas de Brumadinho

Prefeitura de Brumadinho recomenda cuidados com a saúde da população

Igreja se transforma em lavanderia para higienizar fardas de bombeiros

 

Fonte: Agência Brasil

porpjbarreto

Entidade lança nota de repúdio à posição da Arquidiocese da Paraíba

A Rede de Enfrentamento ao Abuso e Exploração Sexual (REDEXI) lançou, nesta sexta-feira (1º) uma nota de desagravo à investigação do Ministério Público do Trabalho quanto aos casos de abuso e exploração sexual envolvendo a Arquidiocese em que considera “inaceitável que a Arquidiocese da Paraíba, diante da exposição dos casos de violência sexual, tenha se posicionado de forma crítica ao processo de investigação instaurado pelo MPT, eximindo-se das responsabilidades”.

Segundo dados do Disque Denúncia 123, da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Humano – SEDH/PB, em 2018 foram registradas 213 denúncias de abuso e exploração sexual de Crianças e Adolescentes.

A nota ainda traz que as entidades que fazem parte da Rede pedem providências ao Ministério Público do Estado da Paraíba para que se abram investigações penais contra os sacerdotes infratores, como também que as investigações sejam ampliadas, inclusive em outros âmbitos de credos e crenças.

“Por fim, desagravam a conduta do Procurador do Trabalho Eduardo Varandas Araruna que sempre foi um dos expoentes do Poder Público contra a exploração sexual de crianças e adolescentes e tem pautado sua atuação na legalidade, na probidade e no respeito aos primados do Estado do Direito”, concluem.

 

Com paraibajá

porpjbarreto

Aparelho de TV cai e mata criança de três anos em Patos

Por volta de 01 hora, da madrugada desta quinta-feira (31), morreu no Hospital de Trauma, em Campina Grande, o garotinho patoense Arthur Bismark da Conceição Sousa, de apenas três anos de idade, que residia no Bairro das Placas.

Arthur sofreu uma pancada na cabeça após uma televisão de 29 polegadas, modelo ainda de tubo, cair sobre o corpo dele. O fato aconteceu por volta das 11h00 da última quarta, 30, quando a irmã da vítima, uma criança de quatro anos, puxou a televisão da estante e esta caiu sobre o pequeno Arthur, que se machucou seriamente.

O garotinho foi internado no Hospital Infantil Noaldo Leite, mas depois transferido para Campina Grande devido ao agravamento do quadro.

Equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foram mobilizadas após o garotinho chegar em companhia da mãe e de outra pessoa em uma moto na base do SAMU. A mãe estava em desespero.

A criança foi recebida pelos funcionários plantonistas e depois dos procedimentos iniciais seguiu para o Hospital Infantil, onde ficou na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), entubada, sedada e apresentando sangramento em um dos ouvidos. A família estava desesperada.

 

Fonte: Folha Patoense

porpjbarreto

Corpo de uma mulher é encontrado à margem da PB-400 nas proximidades de São José de Piranhas

A Polícia Militar do 6º Batalhão de Cajazeiras, através do número de emergência 190 – recebeu a informação nesta manhã de terça-feira (29), que havia um corpo caído ao solo e, ao lado do mesmo uma motocicleta, às margens da PB-400, nas proximidades da cidade de São José de Piranhas, no Sertão paraibano.

Em ato contínuo, guarnições foram direcionadas ao referido local e lá, foi confirmado o encontro do cadáver de uma mulher, que segundo informações foi identificada por Cícera Pereira Diniz.

Ainda de acordo com testemunhas, um popular conhecido pelo pré-nome de Walisson, que é primo de Cícera, trafegava pela rodovia acima mencionada e, em determinado momento perdeu o controle da motocicleta, Suzuki de cor prata, sem placa, ocasionando o acidente que vitimou fatalmente Cícera.

O motociclista conseguiu sair do local e foi socorrido para o Hospital Regional de Cajazeiras, antes da chegada da polícia.

A Polícia Civil, juntamente com peritos inciaram os primeiros trabalhos.

O corpo foi encaminhado para o Núcleo de Medicina Odontológica Legal (NUMOL), na cidade de Patos, para realização de exame cadavérico. Cícera, era casada com o Senhor Caetano, do Sítio Patamuté, na Zona Rural de Cajazeiras e deixa (seis) filhos, o mais novo de apenas (dois) anos.

 

Fotos: WhatsApp

Redação – fmrural.com.br

porpjbarreto

Operação Pareto prende acusados de tráfico no Litoral Sul da Paraíba

As Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba e ainda integrantes do Sistema Penitenciário deflagraram no início da madrugada desta terça-feira (29) a Operação Pareto,no Litoral Sul do Estado. Ao todo, 120 homens e mulheres participam do trabalho integrado, com objetivo cumprir mandados judiciais e efetuar ações preventivas de controle na Cadeia Pública de Alhandra.

O resultado da Operação Pareto será apresentado às 7h30 no auditório da Delegacia de Crimes contra a Vida (Homicídios), na Central de Polícia Civil, bairro do Geisel, em João Pessoa.

Já estão presos dois suspeitos de comandar o tráfico na área de Jacumã. Os mandados judiciais tinham como alvos suspeitos fora da Cadeia Pública. As ações preventivas foram na Cadeia Pública, com inspeções.

Data: 29/01/2018 (terça-feira)

Hora: 7h30

Local: Central de Polícia Civil, João Pessoa – PB.

 

Com Polícia Civil e ParlamentoPB