Categoria Política

porpjbarreto

Stiupb comemora 47 anos de fundação com torneio e reflexão sobre o Dia da Água

Para comemorar os seus 47 anos de fundação e o Dia Mundial da Água, o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas na Paraíba (Stiupb), estará promovendo neste dia 23, sábado, na sede da Cagepa, em Campina Grande, o 1º Torneio Futebol Society Urbanitários da Paraíba 2019, além uma reflexão sobre o Dia Mundial da Água, que é comemorado neste dia 22.

Para marcar os 47 anos, o Sindicato estará realizando um torneio de futebol society com trabalhadores da Cagepa, da Energisa, etc, de várias cidades da Paraíba, como forma de congraçamento entre a categoria

O presidente do Stiupb, Wilton Maia Velez, afirmou que esse torneio tem vários objetivos: um deles é movimentar a parte esportiva e também cultural do Sindicato, incentivar a prática de esportes entre os associados e ainda marcar o dia para uma reflexão para o consumo consciente da água.

O torneio tem a organização e coordenação do Secretário de Esporte, Cultura e Lazer do Stiupb, José Alberto Coelho.

Alberto informou que haverá premiação para o 1º e 2º lugar, melhor goleiro e artilheiro da competição, além de medalhas para todos os participantes.

O torneio começará impreterivelmente às 8h e será encerrado ao meio dia. Logo em seguida haverá uma confraternização, com apresentações musicais de Matheus Ereciano e Samba Show.

CONSCIÊNCIA – O Dia Mundial da Água foi instituído pela Organização das Nações Unidas – ONU, através da resolução A/RES/47/193 de 21 de fevereiro de 1993, determinando que o dia 22 de março seria a data oficial para comemorar e realizar atividades de reflexão sobre o significado da água para a vida na Terra.

Assessoria de Imprensa

porpjbarreto

João Azevêdo anuncia reajuste de 40% no valor do Cartão Alimentação e injeta R$ 20 milhões na economia da Paraíba

O governador João Azevêdo anunciou, na última quarta-feira (20), na Sala de Concertos Maestro José Siqueira, no Espaço Cultural José Lins do Rego, em João Pessoa, o reajuste de 40% no valor do cartão alimentação que beneficia 50 mil famílias em situação de vulnerabilidade social na Paraíba. O crédito mensal passará a ser de R$ 35,00, gerando um investimento anual de R$ 20 milhões na economia do Estado. Na solenidade, o chefe do Executivo estadual também entregou 15 cadeiras de competição para a equipe de basquete da Associação Atlética das Pessoas com Deficiência da Paraíba (AAPD/PB).

Na ocasião, João Azevêdo anunciou o reajuste de 100% no valor do abono natalino, que passará a valer a partir de 2019, e garantiu que a meta do governo é dobrar o valor do cartão alimentação nos próximos quatro anos. “Esse é um compromisso de governo e será honrado. Entendemos que esse é um programa fundamental para o complemento de renda das famílias e estamos investindo na base da economia; montamos uma equação financeira para garantir esses recursos, visando manter esse programa mais forte e revigorado”, comentou.

O governador também destacou que a gestão tem apresentado propostas para a implantação de novas políticas públicas com o objetivo de construir uma Paraíba melhor. “As pessoas que não eram olhadas pela sociedade, passam a ser atendidas pelo poder público que chega e implementa ações de tamanha relevância”, declarou.

A secretária de Desenvolvimento Humano, Neide Nunes, ressaltou que a política de assistência social passou a ter um novo significado nos últimos anos no Estado. “Esse é um governo que sempre construiu estradas, mas que sempre pensou nas famílias, nas pessoas menos favorecidas e tem a sensibilidade de olhar por quem mais precisa; esse é um governo que constroi políticas públicas e diz sim às famílias mais vulneráveis. Esse programa fortalece a política de segurança alimentar e nutricional e traz comida para a mesa do paraibano”, sustentou.

A deputada estadual Cida Ramos enalteceu a ação do Governo de injetar R$ 20 milhões na economia da Paraíba, apesar da crise econômica que afeta o país. “O bom de uma política pública e de uma ação de Governo é olhar nos olhos das pessoas e saber que não estamos atendendo apenas 50 mil famílias, mas nos reconhecendo nos olhos de cada uma delas. Tenho certeza de que todos os anos, o Governo dará o reajuste necessário porque a meta é dobrar o valor do cartão”, pontuou.

Beneficiada com o cartão alimentação, Maria Jucelina Barbosa, moradora do município de Bayeux, afirmou que o programa proporcionou estabilidade a sua família. “Essa ação é muito importante para quem está desempregado e supre a nossa necessidade. A gente reconhece que ter esse cartão é fundamental para nossa casa”, contou.

O mesmo sentimento é compartilhado por Liliane Santos. “É uma renda que me ajuda muito. Não só eu, mas toda a minha vizinhança, aprovamos esse investimento do governo”, falou.

O cartão alimentação é um programa de transferência de renda criado em março de 2016 para atender as famílias em situação de vulnerabilidade social e abrange 91 municípios da Paraíba. Ele é utilizado na compra de gêneros alimentícios e é recebido em 218 estabelecimentos do Estado.

Entrega de cadeiras de competição – A ação tem o objetivo de agregar e potencializar o desempenho dos atletas com um novo equipamento, proporcionando uma maior competitividade, pois as cadeiras são feitas sob medida para cada competidor.

Para o presidente da Associação Atlética das Pessoas com Deficiência da Paraíba, Jean Azevedo, as cadeiras chegaram no momento certo. “As nossas cadeiras já estavam ultrapassadas e com essas cadeiras de competição de basquete, vamos poder desenvolver melhor o nosso trabalho dentro de quadra. Já temos competições marcadas para o segundo semestre e vamos ter tempo de treinar com elas e nos adaptar para ir à competição. Nós vamos poder melhorar cada vez mais nosso índice no ranking nacional”, comemorou.

 

Secom-PB

porpjbarreto

Prefeito de Cajazeiras é condenado a pagar indenização ao deputado Júnior Araújo por danos morais. Veja!

Em em sua rede social, o deputado estadual cajazeirense Júnior Araújo (Avante), explanou sobre uma ação que tramitou na 5ª Vara Mista da Comarca de Cajazeiras, onde a justiça condenou o prefeito da cidade de Cajazeiras, no Sertão paraibano – José Aldemir Meireles de Almeida (PP) a pagar R$ 10.000,00 (dez mil reais) a título de indenização por danos morais, mais a quantia de R$ 1.000,00 (um mil reais), para honorários advocatícios.

 

Redação – fmrural.com.br

porpjbarreto

Michel Temer e Moreira Franco são presos pela Lava Jato do RJ

Mandados foram expedidos pelo juiz Marcelo Bretas, da Justiça Federal do Rio de Janeiro. Procurada pela G1, a defesa do ex-presidente não atendeu.

O ex-presidente Michel Temer foi preso em São Paulo na manhã desta quinta-feira (21) pela força-tarefa da Lava Jato do Rio de Janeiro. Os agentes também prenderam o ex-ministro Moreira Franco no Rio. A PF cumpre mandados contra mais seis pessoas, entre elas empresários.

Preso, Temer será levado para o Aeroporto de Guarulhos, onde vai embarcar em um voo e será levado ao Rio de Janeiro em um avião da Polícia Federal. O ex-presidente deve fazer exame de corpo de delito do IML em um local reservado e não deve ser levado à sede da PF de São Paulo, na Lapa.

Os mandados foram expedidos pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio, responsável pela Lava Jato no Rio de Janeiro.

Desde quarta-feira (20), a PF tentava rastrear e confirmar a localização de Temer, sem ter sucesso. Por isso, a operação prevista para as primeiras horas da manhã desta quinta-feira atrasou.

O G1 falou às 11h40 com o advogado Rafael Garcia, que defende o ex-ministro de Minas e Energia Moreira Franco em um dos inquéritos contra ele no STF, mas ele disse que não estava autorizado a falar e orientou a procurar o advogado Antônio Pitombo. A reportagem ligou para o escritório de Pitombo, mas não conseguiu falar com ele.

O MDB, partido do ex-presidente, divulgou uma nota. “O MDB lamenta a postura açodada da Justiça à revelia do andamento de um inquérito em que foi demonstrado que não há irregularidade por parte do ex-presidente da República, Michel Temer e do ex-ministro Moreira Franco. O MDB espera que a Justiça restabeleça as liberdades individuais, a presunção de inocência, o direito ao contraditório e o direito de defesa”, diz o texto.

Inquéritos contra Temer

Temer é um dos alvos da Lava Jato do Rio. O caso, que está com o juiz Marcelo Bretas, trata das denúncias do delator José Antunes Sobrinho, dono da Engevix. O empresário disse à Polícia Federal que pagou R$ 1 milhão em propina, a pedido do coronel João Baptista Lima Filho (amigo de Temer), do ex-ministro Moreira Franco e com o conhecimento do presidente Michel Temer. A Engevix fechou um contrato em um projeto da usina de Angra 3.

Além deste inquérito, o ex-presidente Michel Temer responde a nove inquéritos. Cinco deles tramitavam no Supremo Tribunal Federal (STF), pois foram abertos à época em que o emedebista era presidente da República e foram encaminhados à primeira instância depois que ele deixou o cargo. Os outros cinco foram autorizados pelo ministro Luís Roberto Barroso em 2019, quando Temer já não tinha mais foro privilegiado. Os inquéritos foram enviados à primeira instância.

Michel Temer e Moreira Franco são vistos durante cerimônia em Brasília em maio de 2018 — Foto: Mateus Bonomi/AGIF/AFP.

Michel Temer (MDB) foi o 37º presidente da República do Brasil. Ele assumiu o cargo em 31 de agosto de 2016, após o impeachment de Dilma Rousseff, e ficou até o final do mandato, encerrado em dezembro do ano passado.

Eleito vice-presidente na chapa de Dilma duas vezes consecutivas, Temer chegou a ser o coordenador político da presidente, mas os dois se distanciaram logo no começo do segundo mandato.

Formado em direito, Temer começou a carreira pública nos anos 1960, quando assumiu cargos no governo estadual de São Paulo. Ao final da ditadura, na década de 1980, foi deputado constituinte e, alguns anos depois, foi eleito deputado federal quatro vezes seguidas. Chegou a ser presidente do PMDB por 15 anos.

 

G1

porpjbarreto

MPPB processa prefeita por contratação de servidor “fantasma”, como pagamento de dívida

O Ministério Público da Paraíba ajuizou uma ação de improbidade administrativa (AIA) contra a prefeita de São Bentinho, Giovana Leite Cavalcanti Olímpio, por contratação de servidor “fantasma”. De acordo com o promotor de Justiça, Leidimar Almeida Bezerra, o crime foi admitido pelo próprio beneficiário, que ocupou o cargo em comissão de diretor do Departamento de Vigilância em Saúde Básica, recebendo verbas públicas, sem exercer a função, de fato.

De acordo com o promotor, Ivanildo Wanderley de Andrade, que também está sendo processado na mesma AIA, confessou os atos de improbidade administrativa praticados juntamente com a prefeita. Ele teria sido nomeado com o objetivo de quitar, com dinheiro público, uma dívida particular contraída pelo pai da prefeita, ex-prefeito do Município, Ivan Olímpio de Almeida, no montante de R$ 40 mil, pela compra de bovinos.

O representante do MPPB relata na AIA que o segundo promovido aceitou a “oferta” da prefeita, e foi nomeado em junho de 2013 para o cargo público, recebendo remuneração mensal no valor de R$ 920,00, sem, no entanto, nunca ter trabalhado. O fato perdurou até o mês de setembro de 2014, quando o segundo promovido foi exonerado do cargo em comissão, através de portaria. Conforme apurou o inquérito civil público ICP nº 005.2016.000835, instaurado pela Promotoria, Ivanildo chegou a receber R$ 15.333,34.

“Como se vê, trata-se, na verdade, da velha política dos funcionários ‘fantasmas’, em que o gestor municipal, fraudando a lei que exige o concurso público, nomeia para os chamados “cargos de confiança” pessoas com o intuito de beneficiá-las, sem que estas pessoas sequer desempenhem funções no Município. A trama foi desvendada quando o segundo promovido, irresignado porque

havia sido exonerado antes da quitação total da dívida, compareceu a esta Promotoria e noticiou o fato, acompanhado da documentação comprobatória, descrevendo o ato ímprobo com riqueza de detalhes”, afirma o promotor, na AIA.

Diante do dano material e moral causado pela atitude da dupla, o promotor Leidimar Pereira ajuizou a ação de improbidade, requisitando à Justiça, como medida liminar e sem a oitiva dos réus, a indisponibilidade de bens dos processados, a notificação dos mesmos para apresentação de defesa, em até 15 dias, a intimação do Município afetado para contestar o pedido ou atuar ao lado do promovente, o reconhecimento da procedência do pedido, com a declaração da prática de ato de improbidade administrativa pelos réus e a devida condenação destes nas sanções do art. 12 da Lei nº 8.429/92.

Assessoria de imprensa – MPPB

porpjbarreto

BOLETIM AGRO: Demanda brasileira de soja do 2º semestre deverá ser racionada

Chegada do outono e impactos do El Niño começam a aparecer

Créditos: Canal do Produtor -CNA

Olá, meu nome é Raphael Costa e este é mais Boletim Agro, um resumo das principais notícias do agronegócio.

A demanda de soja brasileira no segundo semestre deverá ser racionada, segundo especialistas. Com alta demanda para exportação e um bom ritmo no consumo interno, os resultados de 2019 devem ficar abaixo do ano passado. Quem vai comentar sobre como ficará essa situação, além de comentar outros temas, é a Carla Mendes, jornalista do Notícias Agrícolas. Bem-vinda, Carla

“Esse ano nós devemos terminar o ano com uma colheita de aproximadamente 113 milhões de toneladas. Se descontarmos o nosso consumo interno, que é de 45 milhões de toneladas, sendo 43 milhões para esmagamento e 2 milhões para semente. Descontando esses 113 mais os nossos estoques iniciais, que vão elevar para 115 milhões de toneladas, teríamos somente 70 milhões de toneladas para exportar, contra os 74 milhões exportados no ano passado, quando atingimos volume recorde. Então muito se fala sobre o recuo das exportações, mas caso aconteça, será mais por necessidade, por termos um menor saldo exportado esse ano, porque colhemos menos e tínhamos menos estoque.”

A partir desta quarta começa o outono no Hemisfério Sul. A chegada da estação prevê quedas nas temperaturas e mudanças nos padrões de chuva, principalmente nas regiões Sul e Sudeste. Além disso, a ocorrência do El Niño também acumula mais mudanças no clima, o que pede atenção dos produtores.

“Realmente, nós vemos a chegada do Outono no Brasil e , durante essa estação, é comum que as primeiras formações de fenômenos adversos como nevoeiros na região Sul, Sudeste e Centro-Oeste, geadas nas regiões Sul e Sudeste e em pontos do Mato Grosso do Sul e até mesmo neve nas regiões serranas e nos planaltos da região Sul comecem a aparecer. Essas são informações que partem do INMET, e isso começa a impactar alguns pontos de produção agrícola do Brasil.”

Perfeito, Carla. Obrigado pelas informações, até a próxima.

“Eu que agradeço, até a próxima. Aos ouvintes que quiserem saber mais, acessem noticiasagricolas.com.br ”

Esse foi mais um Boletim Agro, muito obrigado a todos.

 

Repórter Raphael Costa

Agência do Rádio

porpjbarreto

IPC de Cajazeiras se chamará Dr. Epitácio Leite Rolim

Dr. Epitácio Leite Rolim

O edifício sede do Instituto de Polícia Científica – IPC, situado no bairro Agrovila, na cidade de Cajazeiras, será denominado de Dr. Epitácio Leite Rolim. A homenagem, que reconhece a importância do médico, ex-prefeito e ex-deputado paraibano, foi proposta pelo deputado estadual Jeová Campos (PSB) e referendada pelos demais parlamentares, durante votação na sessão plenária desta quarta-feira (20).

“O homenageado teve toda a vida dedicada e abnegada à política, a boa política, voltada para os humildes, os excluídos. Epitácio é daqueles políticos que faz falta, não só pela sua imensa capacidade de servir, mas, fundamentalmente, pela capacidade moral, ética, de espírito público de um homem que nasceu em berço de ouro e terminou a vida como todos sabem em condições franciscanas e muito adversas. Que nunca corrompeu, nem foi corrompido. Ele era honesto, onde quer que estivesse e eu lamento muito não ter tido a oportunidade de conviver mais tempo com ele”, destacou Jeová.

Justificando sua iniciativa, o parlamentar reiterou que essa honraria era justa e oportuna. “Na verdade, estamos propondo uma homenagem a um dos homens que tem uma das histórias mais bonitas na política da Paraíba, pelo conjunto de suas ações, pelos cargos que ocupou com muita dedicação e honestidade. Eu não tenho dúvidas que com essa homenagem nós estaremos aqui fazendo justiça a memória de um cidadão que salvou muitas vidas como médicos e honrou a política com suas ações”, reiterou Jeová Campos.

Os deputados Wilson Filho, Júnior Araújo e Dra. Paula fizeram apartes a fala do deputado Jeová, ressaltando a importância da iniciativa e parabenizando-o pelo Projeto de Lei, que propôs a homenagem ao Dr. Epitácio Leite Rolim. Nos apartes, destaque para a conduta do homenageado que sempre se dispôs a servir os mais humildes, tanto como médico, ex-secretário de Saúde da Paraíba, assim como ex-prefeito das cidades de Cachoeira dos Índios e de Cajazeiras.

Assessoria de Imprensa 

porpjbarreto

Veneziano participa de reunião de líderes no TCU para tratar de ampliação nas relações institucionais e aprimoramentos na legislação brasileira

O Senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) participou na manhã desta quarta-feira (20) de reunião no Tribunal de Contas da União – TCU, com o objetivo de estreitar as relações institucionais entre o órgão e o Senado Federal, além de aprimoramentos na Legislação Brasileira. Veneziano foi convidado na qualidade de líder do bloco ‘Senado Independente’.

A reunião ocorreu a convite do presidente do TCU, Ministro José Múcio Monteiro, e contou com a participação de outros Ministros da corte de contas, a exemplo do Ministro Vital do Rêgo, irmão de Veneziano. Durante o encontro, foram tratados assuntos referentes à relação entre Senado Federal e TCU, como forma de ampliar a relação institucional entre as partes, visando a discussão de temas que interessem diretamente à população brasileira.

Além disso, os Ministros e os líderes do Senado elencaram alguns pontos da Legislação Brasileira que precisam ser aprimorados, sobretudo em assuntos referentes à atuação do TCU, como a questão das licitações que envolvam recursos federais. A ideia central é que, deste encontro e de outros encontros futuros, sejam retiradas propostas que melhorem a legislação e favoreçam o bom uso destes recursos.

Veneziano classificou a reunião como muito positiva e externou sua intenção de contribuir para os temas colocados no encontro. “Temos que procurar aprimorar a legislação como forma de proporcionar o bom uso dos recursos públicos, seja por estados, municípios e pelo Governo Federal. Desta forma, estaremos dando uma importante contribuição para o País”, declarou o Senador paraibano.

Assessoria de Imprensa

porpjbarreto

Bolsonaro viaja ao Chile nesta quinta-feira para tratar de economia e reforma da Previdência

É aguardado o anúncio do Prosul, projeto que tem como objetivo substituir a União de Nações Sul-Americanas, a Unasul, paralisada há mais de dois anos

O presidente Jair Bolsonaro está de volta ao Brasil após visita aos Estados Unidos. Ele desembarcou no início da manhã desta quarta-feira (20) em Brasília, mas passará pouco tempo no país.

Bolsonaro irá para Santiago, no Chile, nesta quinta-feira (21), para participar de uma cúpula com outros chefes de Estado de países da América do Sul. O encontro tem como objetivo retomar as negociações para uma maior integração entre as nações da região.

Na ocasião, é esperado o anúncio do Prosul, projeto que tem como objetivo substituir a União de Nações Sul-Americanas, a Unasul, paralisada há mais de dois anos. O Prosul não deve ter um tratado e não será um organismo, como a Unasul. A ideia é agrupar os participantes no formato de um fórum. Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai, Costa Rica, Nicarágua, Panamá e República Dominicana irão integrar o grupo.

As nações que compõem o Prosul entenderam que a Unasul, da forma como funcionou desde seu lançamento em 2008, perdeu efeitos práticos, mantendo custos, e passou a disputar decisões sobre temas que já são tratados em outras instâncias, como o Mercosul.

Bolsonaro também deverá tratar assuntos ligados à reforma da Previdência, que é baseada no modelo chileno e questões comerciais. Bolsonaro também deve receber apoio do Chile para integrar a OCDE, grupo de países com boas práticas econômicas do qual o Chile participa como membro permanente desde 2010.

 

Repórter Paulo Henrique

Agência do Rádio

porpjbarreto

Aneel diz que pagamento de empréstimos reduzirá tarifa de energia

A quitação antecipada vai gerar economia de R$ 8,4 bi para consumidor

A amortização de empréstimos contraídos em 2014 pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) junto a oito bancos possibilitará um impacto de redução média de 3,7% nas tarifas de energia que serão pagas em 2019 pelo consumidor brasileiro; e de 1,2% em 2020. Esses empréstimos foram feitos visando compensar as concessionárias de energia pelos prejuízos causados pela crise hídrica no setor.

A redução, anunciada hoje (20), em Brasília, pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), foi possível a partir de negociações feitas desde novembro do ano passado, entre Câmara de Comercialização de Energia Elétrica, Ministério de Minas e Energia, Aneel e um pool de oito bancos.

Os recursos a serem usados fazem parte de um fundo criado para compensar eventuais atrasos ou calotes que poderiam ser praticados pelas concessionárias.

Reunião em Brasília

A operação de amortização será concretizada na reunião de diretores da Aneel, prevista para a tarde de hoje, em Brasília.

“Esse empréstimo, feito em 2014, seria amortizado até abril de 2020. Diante de condições administrativas identificadas, conseguimos antecipar a quitação desse empréstimo a partir de setembro de 2019. Essa quitação antecipada nos leva a uma atenuação da tarifa em 3,7% em 2019, e de 1,2% em 2020”, explicou o diretor-geral da Aneel, Andre Pepitone.

Com a quitação antecipada da chamada Conta ACR – mecanismo de repasse de recursos às distribuidoras para a cobertura dos custos com exposição involuntária no mercado de curto prazo e o despacho de termelétricas entre fevereiro e dezembro de 2014 – será possível retirar R$ 8,4 bilhões das contas de luz até 2020.

Segundo Pepitone, R$ 6,4 bilhões serão retirados da tarifa de energia paga pelos consumidores em 2019; e outros R$ 2 bilhões sairão da tarifa em 2020 – valores que serão considerados para a definição do preço final das tarifas.

“A materialização dessa decisão irá repercutir no processo tarifário de cada distribuidora de energia em seu aniversário contratual, ou seja, na data de reajuste de cada distribuidora de energia”, finalizou.

 

Agência Brasil