Autor pjbarreto

porpjbarreto

Zé Maranhão defende melhorias para trabalhador rural em debate na Fetag

O candidato ao Governo do Estado pelo MDB, Maranhão, participou nesta sexta-feira (21) de um debate na Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba, Fetag-PB. Depois de ouvir as demandas,  afirmou que “nenhum plano de governo é uma peça inflexível. Ele está sujeito aos fatos gerados no decurso de um governo democrático e comprometido com o desenvolvimento socioeconômico. Assassino e concordo com as propostas que nos foram apresentadas aqui pela Fetag. Nós temos uma história marcada pela preocupação de atender pela melhor forma  as demandas da sociedade.”

Como profundo conhecedor deste estado,  lembrou que vivemos numa região difícil em que quase 80% do território é marcado por secas recorrentes. ”A Paraíba tem sabido, pela coragem  e inteligência do povo, criar condições de convivência nesse ambiente. Cabe aos governos ter dignidade de fazer os programas que possam realmente fortalecer o semiárido. Vamos incrementar a política de abastecimento de água. Foi o caminho que escolhemos e que queremos voltar a percorrer. As Várzeas de Sousa, por exemplo, foram destinadas aos pequenos irrigantes mas essa metodologia não foi sequenciada pelo governo. Estamos falando de uma das áreas mais férteis do estado. Vamos canalizar águas do Rio Piancó junto com as águas da transposição do Rio São Francisco para atender muitas cidades daquela região”, disse.

 também afirmou que vai trabalhar pela segurança hídrica definitiva. “Estamos lutando desde o começo para que isso aconteça. É importante aproveitar mananciais. Há rios que precisam ser aproveitados no seu potencial. Temos o projeto de integração  das bacias hidrográficas do Rio Paraíba com o Mamanguape que permitirá a irrigação de cerca de 15 mil hectares. Vai facilitar agricultura familiar pequenos produtores”, concluiu.

Assessoria

porpjbarreto

Asplan divulga trabalho de produção de insumos Biológicos em seu stand na Expofeira Paraíba Agronegócios

A edição 2018 da Expofeira Paraíba Agronegócios, que acontecerá até o próximo domingo, dia 23 de setembro, no Parque de Exposições Henrique Vieira de Melo, em João Pessoa, além da exposição de animais, eventos, leilões e outros atrativos, também está propiciando que os visitantes conheçam a produção de insumos biológicos da Estação de Camaratuba.

Mantida pela Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan), a Estação produz insumos biológicos capazes de controlar duas das principais pragas que atacam os canaviais no Estado: a Broca Comum e a Cigarrinha da Folha.

Os laboratórios da Estação Experimental de Camaratuba produzem a Cotesia flavipes (Vespas) e o Metahizium anisopliae (Fungo). Os insumos são distribuídos gratuitamente aos associados da Asplan e vendidos no mercado com preços competitivos.

Os visitantes da Feira que desejarem saber um pouco mais sobre essa produção terão todas as explicações do biólogo e coordenador dos laboratórios de controle de pragas, Roberto Balbino.

Essa é a primeira vez que a Asplan tem um stand na ExpofeiraA entidade está dividindo o espaço com a empresa Agromape.

Além de conhecer a produção dos insumos biológicos, quem for ao stand da Associação poderá saber um pouco mais  sobre os serviços e diferenciais de atuação da entidade, que se destaca como uma das mais organizadas e respeitadas entidades do setor produtivo do país.

A Expofeira é promovida pela Secretaria de Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca e conta com a execução da Federação da Agricultura e Pecuária da Paraíba (FAEPA), além do o apoio de diversas associações de criadores do Estado, entre elas, a Asplan.

Assessoria

porpjbarreto

Ney diz que vai contribuir para ampliar os avanços do governo Ricardo Coutinho com João Governador e Veneziano Senador

O e ex-senador Ney Suassuna (PRB), primeiro suplente do candidato ao Senado Veneziano Vital do Rêgo (PSB) afirmou nesta sexta-feira (21) que vai contribuir, com João Azevedo Governador e Veneziano Vital no Senado, para ampliar e consolidar os avanços obtidos pela Paraíba no governo Ricardo Coutinho.

“Aceitei o desafio de me somar a um projeto em favor dos paraibanos e da Paraíba, através do jovem Veneziano Vital, e do candidato João Azevedo, preparado e disposto a ampliar os avanços do Governo Ricardo”, disse Ney Suassuna, que em sua experiência de homem público, além de Senador pela Paraíba, também exerceu o cargo de Ministro da Integração Nacional.

Ney Suassuna disse que continua interagindo com prefeitos e lideranças da Paraíba em favor deste projeto, considerando que a eleição de João Governador e de Veneziano Senador significará um grande avanço para o Estado, confirmando a consolidação de um projeto que garantiu muitas conquistas.

“Quando Senador pela Paraíba, construí uma rede de aliados e amigos em todo Estado, em todos municípios, e agora, vamos partir para revê-los, já contando com o apoio e adesão para esta nova fase”, disse Ney Suassuna.

Assessoria de Comunicação

porpjbarreto

Hospital do Bem atende pacientes de 15 municípios nas duas primeiras semanas de funcionamento

Nas duas primeiras semanas de funcionamento, o Hospital do Bem – unidade de oncologia do Sertão – atendeu pacientes de 15 municípios da região (Água Branca, Bom Sucesso, Bonito de Santa Fé, Catingueira, Desterro, Jericó, Mãe D’água, Malta, Maturéia, Patos, Piancó, Quixaba, Riacho dos Cavalos, São Mamede e Teixeira). O tipo de câncer com maior incidência neste primeiro balanço foi o de mama, com cinco registros.

O Hospital faz parte do Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro de Patos e foi inaugurado no último dia 05 de setembro e atende, para efeito de tratamento quimioterápico e cirúrgico, quatro tipos de câncer: pele, próstata, mama e colo de útero.

Nas duas primeiras semanas de atendimento, a maior parte foi do sexo feminino e a cidade que mais enviou pacientes foi Teixeira, com um total de 14 pessoas; seguida de Água Branca, com seis pacientes; e Patos com dois. Entre os dias 05 e 20 deste mês, foram realizados 34 atendimentos ambulatoriais, sendo 30 pacientes do sexo feminino e quatro do sexo masculino, uma cirurgia e uma sessão de quimioterapia. Neste período, a unidade registrou 16 internamentos, dos quais, seis ainda se encontravam em tratamento na unidade, até essa quinta-feira (20).

De acordo com a coordenadora do setor de Enfermagem do Hospital, Aretuza Delfino, para efeito de internação, o paciente não precisa de regulação. “Qualquer tipo de câncer pode ser internado aqui, pois o hospital só trata as quatro referências somente para efeito de quimioterapia e cirurgia. No caso de internações é diferente. Basta o paciente chegar na emergência do Complexo e, se tiver apresentando sintomas ou sinais de doenças oncológicas que necessitem de internação, é encaminhado para uma enfermaria”, explicou.

Ela lembrou ainda que o paciente pode ser internado via ambulatório. “Se o paciente se sentir mal, por exemplo, depois de uma sessão de quimioterapia, pode ser internado também”, pontuou. O Hospital do Bem funciona com serviços de Oncologia de média e alta complexidade e tem uma estimativa de atendimento de 650 cirurgias oncológicas e 5.300 procedimentos de quimioterapia/ano, direcionados para a população dos 68 municípios que compõem a 3ª e 4ª macrorregiões de saúde do estado.

 

Assessoria

porpjbarreto

Presidente da Unida participa de debate na ALRN sobre revitalização da cultura da cana-de-açúcar no NE

A recomposição da atividade canavieira no Nordeste, com ênfase no Rio Grande do Norte, através do Projeto Renovar, foi o tema de um debate na ALRN. O evento, que contou com a participação do presidente da União Nordestina dos Produtores de Cana (Unida), José Inácio de Morais, e do presidente da Federação dos Plantadores de Cana do Brasil (Feplana), Alexandre Lima, além de outros representantes do setor sucroenergético, aconteceu na última quarta-feira (19).

 Além da geração de 60 mil empregos, o programa de natureza socioeconômica, de iniciativa da Unida, objetiva tornar-se uma saída viável para o soerguimento da atividade canavieira nos estados do Nordeste, onde a cultura de cana-de-açúcar representa um importante sustentáculo econômico.

Dados do setor produtivo mostram que foram perdidos de 50 a 60 mil empregos no universo canavieiro do Nordeste nos últimos anos. “Precisamos promover o aperfeiçoamento agronômico e a correção das distorções na política da atividade canavieira, a fim de melhorar nossa produção e esse projeto que deve ser desenvolvido pela iniciativa privada com apoio dos governos estaduais tem tudo para promover o soerguimento do setor”, destacou José Inácio. Ele lembrou que se a proposta de reativação da usina São Francisco, que fica no Vale do Ceará Mirim, for concretizada a produção canavieira do Rio Grade do Norte terá outra dimensão.

O presidente da Unida reiterou ainda a importância da isonomia de mercado em relação ao preço da ATR da matéria-prima pago pelas indústrias aos fornecedores do RN. “Tem usina pagando bem e outras pagando mal aqui. É preciso que haja um equilíbrio”, disse José Inácio, lembrando que embora o mercado não seja regulado, os governos estaduais podem interferir para esse equilíbrio através da oferta de incentivos fiscais.

Durante o debate, o Secretário de Agricultura, da Pecuária e da Pesca do RN, Guilherme Saldanha, também se posicionou e firmou o compromisso de efetivar o projeto e cumprir com todas as obrigações da secretaria relacionadas ao setor. O presidente do Sindicato da Indústria do Açúcar e do Álcool de Pernambuco (SINDAÇÚCAR), Renato Cunha, também presente ao debate, falou da importância do álcool para o RN e o Nordeste como um todo, já que o produto, hoje, substitui 38% das demandas de gasolina e também falou sobre a complexidade do setor açucareiro no Nordeste, no Brasil e no mundo. Arlindo Farias, presidente do Sindicato do Álcool do RN e CE também abordou essa temática.

O presidente da Associação dos Plantadores de Cana-de-açúcar do RN (ASPLAN), Humberto Concentino, cobrou políticas públicas fortes de segurança para que os produtores possam trabalhar com tranquilidade e dignidade no campo. Ele citou os assaltos que estão acontecendo e pediu providências das autoridades. O diretor da Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan), Raimundo Nonato, também participou do debate.

Assessoria

porpjbarreto

XI Volume da Revista Parahyba Judiciária é lançado em solenidade prestigiada na JFPB

Participaram do evento, diversas autoridades, entre magistrados e representantes de órgãos parceiros da comunidade jurídica

A Justiça Federal na Paraíba (JFPB) realizou, nesta sexta-feira (21), no auditório do edifício-sede do órgão, em João Pessoa, a solenidade de lançamento do XI Volume da Revista Parahyba Judiciária. A publicação, que tem como tema “Organizações Criminosas, Corrupção e Lavagem de Dinheiro”, apresenta 19 artigos científicos de magistrados, membros do Ministério Público, professores universitários e advogados. Diversas autoridades participaram do evento, entre elas o desembargador federal Rogério Fialho; o diretor do Foro da JFPB, juiz federal Bruno Teixeira de Paiva, e o diretor da Revista, juiz federal Bianor Arruda. Os artistas plásticos Flávio Tavares e Raul Córdula (autor da obra que ilustra a capa da publicação) também participaram do lançamento.

Em seu discurso, o diretor do Foro destacou a relevância da Revista para a sociedade. “A Parahyba Judiciária sempre aborda assuntos importantes para o desenvolvimento social, a exemplo do que mostra neste volume, tratando das organizações criminosas, corrupção e lavagem de dinheiro, temas que merecem uma atenção mais cuidadosa nos dias de hoje”, disse o juiz federal Bruno Teixeira de Paiva.

O diretor da Revista, juiz federal Bianor Arruda Bezerra Neto, também ressaltou o valor da publicação. “A Revista estimula o debate sobre temas que fazem parte do nosso dia a dia e importam não só ao meio jurídico, mas a todos os cidadãos, que estão exercendo maior consciência política”, disse.

O desembargador federal Rogério Fialho falou sobre a relação do Direito com as manifestações culturais. “O Direito é cultura, assim como as artes plásticas, por exemplo, e é importante essa comunicação dos diversos segmentos. A Justiça Federal se propõe a ser esse meio de diálogo entre Judiciário, a sociedade civil e os meios culturais”, discursou.

Na solenidade, o artista plástico que assina a capa da Revista foi homenageado por Flávio Tavares, que lembrou momentos marcantes de sua carreira. Raúl Córdula agradeceu a homenagem e a oportunidade de retratar a sua visão sobre a Justiça na capa da Parahyba Judiciária. “São visões do universo, que fazem analogia aos opostos e, para mim, o Direito tem essas características, de profundo interesse pelo inverso. A principal questão do Direito para mim é a dúvida e, por isso, intitulei a obra com o nome de Justiça Entorpecente”, explicou.

 

Seção de Comunicação Social da JFPB

imprensa@jfpb.jus.br

porpjbarreto

Paulo Rabello confirma agenda para João Pessoa nesta sexta (21)

O candidato a vice-presidente na chapa do senador Álvaro Dias (PODE), Paulo Rabello (PSC), confirmou visita à João Pessoa nesta sexta. Apesar do cancelamento da vinda de Álvaro, Rabello manteve a programação de hoje. A assessoria do candidato, no entanto, cancelou os eventos agendados para Campina Grande na manhã do sábado.

Paulo Rabello chegará à capital por volta das 16h30 e fará uma visita à Paraíba Agronegócios 2018, no Parque de Exposições Henrique Vieira de Melo. No mesmo local, Rabello receberá a imprensa e fará uma palestra para produtores ligados ao agronegócio.

Na oportunidade, Paulo Rabello falará do seu mais recente livro, Rebeldia e Sonho, que mostra como é possível construir um Projeto de Nação do qual todos possam fazer parte, como verdadeiros sócios do futuro.

Na manhã do sábado, Paulo Rabello grava entrevistas e se reúne com o presidente do PSC na Paraíba, deputado federal Marcondes Gadelha.

Assessoria

porpjbarreto

Ex-reitor Thompson Mariz declara apoio à candidatura do deputado Jeová Campos

Eu quero comunicar publicamente que, de forma espontânea, estou aqui, na casa de Jeová para prestar meu apoio irrestrito a ele, porque entendo que Jeová é a voz mais contundente da Assembleia Legislativa em defesa das pessoas excluídas e das causas mais democráticas e importantes para o nosso Estado e País”, declarou nesta quinta-feira (20), o ex-reitor da UFCG, Thompson Fernandes Mariz, ao anunciar apoio à candidatura do deputado estadual Jeová Campos (PSB), que tenta outro mandato na ALPB.

De acordo com o Mariz, Jeová merece mais que o voto, ele merece apoio. “Quero reiterar que vou trabalhar por ele, onde for possível neste Estado, para garantir a renovação deste mandato que está à altura do que o povo da Paraíba merece”, disse o ex-reitor que prometeu ao parlamentar arregaçar as mangas na busca de votos e apoio nestes últimos dias de campanha.

O parlamentar externou a sua satisfação de ter tão importante aliado nesta caminhada. “Gostaria de falar da minha alegria de receber esse grande amigo que como reitor fez muito pela Paraíba na condição de gestor, a exemplo da expansão da UFCG, e que merece o meu respeito. Quero agradecer o apoio recebido e a contundente compreensão por entender que bem representamos o povo da Paraíba no parlamento estadual”, destacou Jeová.

Para o deputado, o ingresso de Mariz nessa jornada chega numa hora importantíssima da campanha e a fortalece. “Essa caminhada será vitoriosa, pois ela está sendo construída por pessoas, homens e mulheres, comprometidos com a Paraíba, com a democracia e com o Brasil e Mariz também simboliza tudo isso, de forma que estou agradecido e muito feliz com esse apoio”, finalizou Jeová.

 

Assessoria

porpjbarreto

Deputado Anísio Maia fica ferido após acidente de carro em Campina Grande

Na manhã desta sexta-feira (21), o deputado Anísio Maia (PT) ficou ferido em acidente de carro na entrada de Campina Grande, Agreste do estado. No veículo estavam além do deputado, o motorista Diego Oliveira e o assessor de imprensa Caio Moura.

O petista estava indo cumprir uma agenda de um colega político do município.

O acidente pode ter sido ocasionado por conta da pista molhada.

Anísio Maia sofreu escoriações e foi encaminhado por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Hospital de Emergência e Trauma da cidade.

 

Com informações do T5

porpjbarreto

Polícia Federal deflagra operação para desarticular esquema de tráfico de drogas de dentro de presídios

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta sexta-feira (21), a Operação TRIGLAV, com objetivo de cumprir seis mandados de prisão preventiva e dois mandados de busca e apreensão, na Paraíba e no Rio Grande do Norte, além de ordens judiciais de bloqueio de valores depositados em contas correntes, expedidos pela Vara de Entorpecentes da Comarca de João Pessoa/PB.

Segundo informações repassadas pela PF, a organização é acusada de transportar maconha, cocaína e crack do Rio Grande do Norte para comercializar na Paraíba. A investigação, iniciada há seis meses, resultou, até a presente esta sexta-feira, na apreensão de 100 Kg de drogas, além da identificação dos integrantes do grupo criminoso responsável pela distribuição de entorpecentes na Paraíba.

Após a identificação, os presos suspeitos de participação na facção foram indiciados pela prática dos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas, cujas penas, somadas, podem chegar a trinta anos de reclusão.

A ação tem por finalidade desarticular a associação criminosa, comandada do interior de estabelecimentos prisionais, responsável pelo tráfico de maconha, cocaína e crack oriundos do Rio Grande do Norte e comercializados em todo o estado da Paraíba.

A investigação, iniciada há aproximadamente seis meses, já apreendeu 100 Kg de drogas, além da identificação dos integrantes do grupo criminoso responsável pela distribuição de entorpecentes na Paraíba.

Os presos foram indiciados pela prática dos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas, cujas penas, somadas, podem chegar a trinta anos de reclusão.

Após os interrogatórios, os investigados serão apresentados à Justiça Estadual, para realização de audiência de custódia e, em seguida, transferidos para o sistema prisional do Estado.

O nome da operação faz alusão à divindade da mitologia Eslava TRIGLAV, deus de três cabeças que representava os três mundos que governava: Céu, Terra e Submundo.

 

Assessoria